terça-feira, 14 de julho de 2009

Mesquitas: lugar de oração ou central de operação?



Erdogan, presidente da Turquia, disse: "As mesquitas são as nossas casernas, as cúpulas nossos capacetes, os minaretes nossas baionetas e os muçulmanos fiéis nossos soldados ..."

Ao se mudar para Medina, Maomé construiu um complexo, centrado na sua mesquita, de onde as operações da sua milícia armada eram coordenadas. 


Ilustração oriunda do livro It is al about Muhammad


Papel das Mesquitas no Processo de Islamização 
Leia o artigo no link.

Atualização em setembro de 2016

Austrália: reportagem de TV mostra Sharia sendo implementada por debaixo dos panos
E que sofre, claro, são as mulheres. Os casos documentados englobam poligamia, divórcios e casamento de meninas menores de idade (Today Tonight)

Atualização em agosto de 2016

França: 20 mesquitas são fechadas por incitar ódio (serem islâmicas)
O governo disse que mais serão fechadas pois não se pode tolerar aqueles que incitam ódio dos púlpitos. Outras 120 estão na mira por serem dominadas por salafistas (France24)

"Mesquitas são o cancro do Islã e devem ser fechadas"
Essa foi a reinvidicação do deputado italiano na União Européia Magdi Allam. Magdi Allam é um jornalista, nascido egípcio e com cidadania italiana, muçulmano convertido ao cristianismo. "Se os governos muçulmanos advertem que as mesquitas são" antros de terrorismo ", não podemos tolerar mais concessão cega aos militantes islâmicos. É tempo do nosso governo parar de perseguir a quimera de patrocinar mesquitas de um" Islã moderado. A verdade é que há apenas um Islã porque há apenas um Corão e um Maomé." Magdi Allam rejeitou as alegações de que deportar terroristas reduziria o terror, pois as mesquitas produzem substituições para cada terrorista deportado: "As mesquitas são tocas terroristas" e a raiz do problema. Ele se referiu a mesquitas como a "fábrica de horror que começa a partir do ódio pregado em mesquitas e locais onde a guerra santa islâmica é promovida, a prática de lavagem cerebral que transforma os fiéis em robôs da morte, leva a alistamento e treinamento para um ataque de terror." (Express)

Atualização em julho de 2016


Uma ex-muçulmana diz o que uma mesquita significa
Grato ao blog ex-muçulmanos.
https://youtu.be/2-EAJ990KPE OK

Atualização em junho de 2016


Alemanha: arsenal apreendido dentro de mesquita
"Arsenal com "armas pesadas de guerra" excavados na mesquita." Em Hamburgo. (Epoch Times)

EUA: 80% das mesquitas controladas pela Irmandade Muçulmana
Ou seja, 80$ das 2.800 mesquitas nos EUA. A revelação vem de Dr. Mark Christian, ex-imame, ativista anti-terrorismo e fundador do Global Faith Institute. Segundo ele, nos EUA, abre-se uma mesquita a cada semana (CT).

Atualização em maio de 2016


Rússia: polícia descobre explosivos dentro de mesquita
As forças de segurança russas fizeram explodir uma mesquita, na cidade de Samara, depois de descobrirem explosivos no interior (RT).

Alemanha: serviços de segurança desejam monitorar mesquitas e imames
"Mesquitas e comunidades islâmicas precisam ser monitoradas de modo a sabermos o que é ensinado lá e impedir que os refugiados se radicalizem." Esta é a afirmação de Emily Haber, secratária de estado do ministério do interior alemão (RT).

Atualização em abril de 2016

Paquistão: clérigo preso por guardar 3 kalashnikovs na sua mesquita
Ele foi preso junto a outros 54 fiéis. Vários outros armamentos foram apreendidos na operação policial. O clérigo foi posteriormente solto sob fiança (Dawn).

Atualização em janeiro de 2016

Rússia: Imã preso, mantinha armas e explosivos na mesquita
Também foi encontrada "literatura extremista" (deixa eu advinhar, um exemplar do Alcorão?). O imã era líder da organização religiosa Faizullah Ismailov, que segue o salafismo, e que planejava a criação de uma célula salafista em Belgorod, cidade no sudoeste da Rússia.
Veja bem, o que o imã faz não tem nada de radical. Ele está apenas seguindo a sua religião e buscando sua implementação política. (fonte)

-=-=-=-

Governo francês está para fechar de 100 a 160 mesquitas permanentemente nos próximos meses
Como parte de uma operação policial a nível nacional sob o estado de emergência, que permitirá o fechamento de lugares sob as seguintes razões:
- Pregação do radicalismo;
- Funcionamento sem a devida licença do governo francês; e
- Pregação do discurso takfiri (Os takfiris são muçulmanos que acusam os outros muçulmanos de serem apóstatas). (fonte)

Al-Aqsa usada como depósito para estocar pedras, para serem usadas como arma
Pedras para serem atiradas contra os judeus que sobem até o que eles consideram o local do Templo. Mas para os muçulmanos, os judeus estão poluindo o local com os seus "pés sujos". Leia mais aqui.

Jovens árabes palestinos usando máscaras, dentro da Mesquita de Al-Aqsa (alguns usando sapatos), estocando pedras para serem atiradas contra judeus que visitarem o Templo do Monte, 27 de setembro de 2015

Presidente do Egito manda fechar 27 mil mesquitas
Ele sabe o que está fazendo, e isso não islamofobia. (fonte)

Governo egípcio monitora mesquitas. Por que será?
Um clérigo no Egito foi suspenso por mencionar Facebook durante a chamada para a oração. O que me chamou a atenção na notícia foi o seguinte parágrafo (BBC):
"Mesquitas têm sido monitoradas de perto em todo o Egito, como parte da operação de segurança contra a Irmandade Muçulmana e os seus adeptos, após a derrubada militar do presidente Morsi em 2013; Morsi agora enfrenta uma sentença de morte. A Irmandade foi novamente designada uma organização "terrorista" pelas autoridades, e a maioria de sua liderança está na na prisão, ou fugiu para fora do Egito."
Então vocês vejam, que o próprio governo do Egito monitora o que acontece nas mesquitas para manter a segurança no país. Eles fazem isso por serem islamófobos ou por saberem com quem estão lidando?

Arábia saudita se oferece para construir 200 (duzentas) mesquitas para os "refugiados" na Alemanha
A Arábia Saudita não permite a construção de igrejas em seu território. A Arábia Saudita se recusa a acolher "refugiados," mesmo sendo "irmãos muçulmanos."
Mas a Arábia Saudita financia a construção e manutenção de mesquitas, bem como o treinamento de imãs (inclusive no Brasil). As mesquitas construídas e mantidas pelos sauditas têm tido um papel importante no crescimento do fundamentalismo e do terrorismo islâmicos.(fonte)

Alemanha: Polícia faz busca anti-terrorismo em mesquita e em casas 
Um total de 400 policiais, incluindo times da SWAT, fizeram incursões em uma mesquita em Berlin, bem como em casas, como parte de investigação de um grupo que apoio redes terroristas na Síria.
O alvo é um marroquinode 51 anos por estar recrutando jovens para se juntarem à jihad islâmica. Um jovem de 19 anos, da Macedônia, foi o último a ir para a Síria (fonte).

Detroit, EUA: cristãos refugiados do Oriente Médio protestam contra a construção de uma mesquita
Eles têm o apoio de estadunidenses patriotas. Eles sabem, melhor do que ninguém, o que uma mesquita atraí para junto de sí. (fonte)

Komeini: O papel das Orações da Sexta-Feira
O Aiatolá Komeini disse certa vez que as "orações da sexta-feira são um meio de mobilizar o povo, de inspirá-los para a batalha. O homem que vai para a guerra saindo direto da mesquita tem medo de apenas uma coisa - Alá".

Os muçulmanos sabem que isso é verdade, e algumas vezes tomam providências que confirmam o que o Komeini disse, mas apenas para se manterem no poder, nunca discordando com isso. Veja aqui dois exemplos:
  1. Tunísia: governo manda fechar 80 mesquitas como uma reação ao atentado no balneário turístico que matou 39. (JPost)
  2. Egito: Ministro de Assuntos Religiosos mandou fechar 27 mil mesquitas sob o pretexto de combater o terrorismo. Contudo, o mesmo órgão deu permissão para a pregação de 400 pregadores salafistas. (al-monitor)
Se isso acontecesse na Europa, nos EUA, ou no Brasil, seria uma gritaria generalizada, aos gritos de islamofobia.

Mais uma mega mesquita (financiada pelo Irã) é inaugurada na Finlândia
e os críticos alegam que ela servirá como centro de recrutamento para militantes shiitas do Hezbollah. (fonte)

Espanha: Islã radical às margens da maior mesquita espanhola
O uso do centro por uma célula fundamentalista ressuscita o debate sobre o papel dos líderes religiosos contra o jihadismo. As mesquitas servem de centro de doutrinação. Ignorar esse fato é brincar com o fogo. (El Pais)

Mesquita em Madrid, Espanha, é usada como centro de recrutamento e treinamento de jihadistas
O treinamento era dado por um ex-detento da Prisão de Guantanamo. Lahcen Ikassrien, um marroquino de 47 anos, foi preso no Afeganistão em 2001, mas liberado 4 anos depois. Ele usava a cafeteria da mesquita para recrutar e doutrinar combatentes para irem lutar no Iraque e na Síria. (El Pais)

Em 2005, um estudo apontava que 80% das mesquitas nos EUA eram controladas pelo Wahhabis sauditas
Além de de construir novas mesquitas, comandadas por imãns sauditas, a estratégia involve também tomar conta das mesquitas existentes. Neste caso, os sauditas oferecem financeira em troca de um imã saudita. O imã então começa a dizer que os muçulmanos não estão rezando direito e não estão seguindo a lei islâmica como deveriam. E a coisa toda se radicaliza.
O mesmo acontece ao redor do mundo. A reportagem diz que os sauditas estão investindo 80 bilhões de dólares neste projeto ao longo de 3 décadas.
E é assim que eles estão entrando no Brasil também.
Seria necessário fazer como a Noruega que proibiu os sauditas de entrarem trazendo a sua doutrina Wahhabi e a construção de novas mesquitas. (jihadwatch.org)

Mesquita na floresta da Bélgica treina jovens para a jihad
A mãe do brasileiro belga que se juntou à jihad, matando pelo amor de Alá, deu uma entrevista no Fantástico, que eu acredito todos tenham assistido. O que me chamou a atenção foi quando ela disse "o meu filho foi levado para outra mesquita que fica no meio da floresta das Ardenas, a maior da Bélgica. Eles se escondem nessa mesquita para ficar aprendendo a pular, atirar, aprender a passar fome, como você conseguiria ficar dias sem comer. Eles fazem um total treinamento nos meninos." Ou seja, a mesquita é um CAMPO DE TREINAMENTO para os candidatos a jihadistas. (Fantástico)

Apenas 2 das 14 mesquitas da Dinamarca desejam se afastar do Estado Islâmico
Isso segundo reportagem do Canal 2 da TV dinamarquesa (fonte).

- Gaza: Mesquita usada para armazenar armas é destruída pelo exército de Israel
Mesquitas têm sido usadas ​​para armazenar armas em outros países no passado, e especialmente o Hamas quer fazer isso, uma vez que isso o torna capaz de usar o ataque israelense contra a mesquita para difamar Israel atacar indiscriminadamente alvos civis (NY Times).

- Nova Zelândia: mesquita fechada após ataques violentos e declaração de jihad contra os guardas contratados para protegerem as instalações
Bill Frost, que lidera a equipe de Inteligência de Segurança global no Centro Islâmico Avondale, foi assaltado duas vezes no domingo e disse que temia por sua vida e pela segurança de sua família após um adorador ameaçou com jihad. (NZ Herald).

- Afeganistão: Mulá e quatro outros jihadistas são mortos em acidente durante fabricação de bombas em mesquita
Todas as religiões são iguais, não é verdade? Afinal, todo mundo sabe que o cristianismo é tão capaz quanto o islão é de incitar seus seguidores a violência. Acidentes durante a fabricação de bombas em igrejas acontecem o tempo todo, não é mesmo? (Khaama Press)

Primeira mesquita do Tahiti fecha um dia após a abertura
A administração da cidade de Papeete forçou primeira mesquita da Polinésia Francesa para fechar - um dia depois de ter sido aberta por um imam vindo da França.  (Radio NZ) Parabéns Tahiti!


- Egito proibe as orações da sexta-feira em pequenas mesquitas
O Ministério de Assuntos Religiosos está planejando proibir as orações semanais de sexta-feira em pequenas mesquitas a partir de 1 de Outubro. O movimento é parte integrante de uma repressão do governo nas mesquitas e pregadores  "não licenciados." (World Bulletin) Essas pequenas mesquitas são usadas pela Irmandade Muçulmana para radicalização e lavagem cerebral.

- A notícia da YahooNews diz que egípcios salafistas fazem manifestação contra o presidente sírio Bashar Assad ao saírem das orações da sexta-feira. Isso é importante ressaltar, pois as orações das sextas-feiras (dia sagrado do islão) são usadas para incitarem os fiéis a fazerem manifestações, arruaças de rua e até mesmo cometerem crimes.

- Super-Mesquitas sendo construidas na Europa, financiadas pela Turquia, Arábia Saudita e até mesmo o Irã, mudam o panorama político na Europa. Ver vídeo abaixo.


- Nove pessoas morreram e mais de 50 feridas devido a explosão da casa do clérico islâmico no Paquistão. Explosão criou cratera de 12 metros e afetou 20 casas vizinhas. A casa era usada como centro de "educação religiosa". Polícia suspeita que casa era usada como depósito de munição. ABC News Jul 2009.

- Um crime antigo, mas que vale a pena o registro. Aconteceu em Bangladesh. Muçulmanos matam um hindu dentro de uma mesquita. Vimal Patak, um hindu, foi carregado para dentro da mesquita no caminho para sua casa. Assim que as orações de sexta-feira tinham terminado, os devotos muçulmanos sairam procurando pelo primeiro hindu que eles encontrassem. Vimal Patak foi arrastado para dentro da mesquita e apanhou até a morte, aos gritos de "matem o kafir (infiel)". De mãos postas, Vimal pede por sua vida, porém em vão.




Nenhum comentário: