sábado, 17 de agosto de 2013

Perseguição aos cristãos pelo islamismo - Exemplos - Parte 1


Alguns eventos relacionados a perseguição a qual os cristãos são submetidos sob o islamismo estão elencados abaixo. Esta é a Parte 1. A Parte 2, com exemplos a partir de janeiro de 2016, se encontra neste link.
Enquanto que os islâmicos tem portas abertas para construir mesquitas e madrassas (escolas muçulmanas) em todos os países do Ocidente (inclusive no Brasil) e difundir a sua ideologia (travestida de "crença religiosa"), o mundo islâmico cria todos os obstáculos para a difusão, ou simples existência, de outras religiões. Sob o Islão não existe liberdade de religião.
(a intolerância religiosa é tamanha que o que eu estou postando aqui é a ponta de um iceberg -- atualizado e complementado à medida do possível)
Existem várias organizações que vem se dedicando a dar apoio aos cristãos que vivem sob o jugo do Islão. Algumas são listadas a seguir, em português: 
Portas Abertas (Open Doors), Ajuda a Igreja Perseguida (AIS)Ecoando a Voz dos Mártires; em inglês: Rescue Christians, CNEWA, Persecution.org, Baranbas Fund, Voide of the Persecuted.
Para maiores informações sobre esta tragédia que acontece hoje, sob os nossos olhos, seguem alguns outros sites: AsiaNews, Voice of Martyrs, Bulletin of Christian Persecution, Mohabat News, Raymond Ibrahim.
Porque os cristãos são perseguidos? 
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Entenda sobre a perseguição milenar aos cristãos coptas

Declaração Universal dos Direitos Humanos, Artigo XVIII:
Toda pessoa tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; este direito inclui a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença, pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou em particular.
-x-x-x-

Atualizações em dezembro de 2015


Jihad contra o Natal
Leia o artigo todo no link.

Sultão do Brunei proíbe Natal
E quem o celebrar pode pegar 5 anos de cadeia. O Sultão Hassanal Bolkiah, disse que celebrar o Natal põe em risco a fé muçulmana (fonte). Ele apenas aplica as Condições de Umar, contidas na lei islâmica Sharia. 

Somália: Natal é banido por ser contrário à cultura islâmica
Esta é a tão afamada tolerância que o islão tem para com aquilo que não for considerado islâmico. Lembre-se disso. (fonte)

Tajiquistão: Celebrações natalinas banidas neste país "moderado"
A notícia diz que o governo baniu árvores de Natal, presentes, fogos de artifício, coleta de doações ... visando minimizar a influência ocidental no país. Interessante isso, pois o cristianismo é uma religião oriental. Pena de multa ou prisão. (fonte)

Pessoas festejam o Natal, mesmo sob o risco de serem presas
Pessoas corajosas, cristãs e ou não, colocam fotos na mídia social ‪#‎MyTreedom‬ para desafiar a Sharia nos países islâmicos, que banem o Natal, sejam símbolos cristãos ou não. Se forem pegos, podem ir para o "xilindró de Alá." (Daily Mail)

Alemanha: cristãos atacados após celebração de Natal. Muçulmano grita "Eu sou muçulmano. O que são vocês?"
Isso aconteceu em Berlin após na madrugada do dia 25. Quatro homens foram atacados por outros quatro que se identificaram como muçulmanos. Os quatro sairam feridos, bem como um quinto que veio à ajuda deles. (Breibart)

Egito: fatwa proíbe muçulmanos de desejar Feliz Natal ou Feliz Páscoa
Fazer isso é kufr. Muçulmanos podem felicitar cristãos na data do aniversário ou por casamentos (fonte).

Uganda: pastor assassinado; membros de grupo de estudo bíblico envenenados
Vila de Nansolo, próximo a Mazuba. Um pastor foi morto quando ele e outros cristãos resistiram um esforço de um bando de muçulmanos de os expulsarem da sua propriedade de uma igreja pentecostal. O imã disse que ele não iria permitir que a igreja permanecesse no local pois estava atraindo muitos muçulmanos para ela. Na Vila de Kachomo, distrito de Budara, cinco cristãos, incluindo uma mulher grávida, todos ex-muçulmanos, se reuniam em segredo, na casa de Hajii Sajjabi, para estudarem a bíblia. Todos morreram ao comerem comida com pesticida. A polícia procura pelo filho de Hajii Sajjabi, que se opunha ao pai ter se tornado cristão. O imã da mesquita local já havia ameaçado Hajii Sajjabi  por estar distribuindo Bíblias aos muçulmanos. (Morning Star News)

Bangladesh: dois bispos recebem ameaças de morte
Mensagem de texto enviada por "islâmicos radicais" ameaçam Bejoy D'Cruze, bispo de Shylet, e Paul Panen Kubi, bispo de Mymenshing. Outros 6 membros da Associação Cristã de Bangladeh, incluindo o seu secretário-geral, Nirmal Rozario, também foram vítimas dos mesmos atos de intimidação. Desde outubro, 37 cristãos foram vítimas de ameaças (Asia News).

Atualizações em novembro de 2015


Nove igrejas demolidas na Indonésia
Ah, a Indonésia é diferente, dizem alguns. Conversa fiada! "Enquanto os cristãos lamentavam pela violência, os policiais ajudavam na demolição. De acordo com informações locais, os cristãos estão impedidos até mesmo de levantar tendas temporárias para realizar os cultos dominicais." (fonte)

Mais Indonésia
A perseguição aos cristãos na província de Aceh, Indonésia, continua. Quem pode salvá-los? Mensagens compartilhadas pela mídia social tem servido para acelerar os ataques contra as igrejas cristãs por parte de turbas islâmicas ensandecidas. O presidente da Indonésia, Joko Widodo, está sendo acusado de negligência e de se posicionar do lado dos jihadistas. (fonte)

Israel: uma ilha de segurança no Oriente Médio

Paquistão: Canal de TV cristão incendiado e destruído
A TV Gawahi, uma iniciativa católico-protestante, tem uma audiência de 12 milhões de pessoas. Ela tem como propósito levar o Evangelho de Jesus Cristo a todas as pessoas da região." Ela foi ameaçada várias vezes, mas as autoridades não proveram proteção alguma. A TV foi atacada por "homens mascarados" de madrugada e totalmente destruida pelo fogo (Asia News). Expor cristianismo, ou ateísmo, a um muçulmano é "expalhar corrupção na terra" e a punição é severa, vide Alcorão 5:33.

Governo dos EUA não inclui cristãos dentro dos 9 mil refugiados sendo recebidos
Apenas muçulmanos sunitas. O truque é maquiavélico: considerar como "sob risco de massacre" apenas aqueles que sejam atingidos pelo governo do seu país." E como os cristãos não são perseguidos pelo governo sírio, eles ficam alijados no processo. Nada importa que os cristãos estejam sendo exterminados pelo Estado Islâmico. Essa é a política do governo dos EUA sob a presidência de Hussein Obama. (fontefonte)

Atualizações em outubro de 2015


Suécia: cristãos recebem avisos "conversão ou morte"
A comunidade assíria de Gotemburgo vem sendo atormentada por ameaças, até mesmo um restaurante típico teve a parede externa pintada com a letra 'N' em árabe, a mesma usada pelo ISIS para identificar os cristãos de Mosul antes de serem expulsos ou feitos prisioneiros (Express)


Tanzania: 6 igrejas queimadas apenas na semana passada
Anete, secretária da organização de pastores locais, a Bukoba Pastores Fellowsh, disse: "Desde 2013, mais de 13 igrejas foram incendiadas aqui no estado de Kagera (noroeste da Tanzania) e ninguém foi responsabilizado. Isto não é aceitável .... Estamos muito chateados e preocupados, pois esta é uma tendência que já não pode ser ignorada", disse ela. A polícia diz estar investigando estes ataques recentes, mas não vemos nenhum progresso das investigações dos ataques incendiários anteriores." Aproximadamente 35% da população do país Africano é muçulmana, 35% é pagã, e 30% cristã. (fonte).

Jihadistas islâmicos incendeiam o Mosteiro Maronita de São Charbel, em Belém
Os monges não fizeram nada que pudesse servir de justificação para este ataque. Eles foram atacados por serem não muçulmanos em um bairro de Belém predominantemente muçulmano. "Como Igreja, nós condenamos esses atos de violência", disse o funcionário maronita. "Com respeito a isso, muito trabalho tem de ser feito para mudar a forma de pregação feita nas mesquitas, porque é muito frequente que elas provocam as pessoas e fomentam o ódio. O ódio e a violência anti-cristã deve parar." (fonte)

Poucos cristãos conseguem fugir da Somália
A Constituição do país concede um estatuto de acordo com o islã e os muçulmanos radicais perseguem duramente os cristãos. A estrutura da sociedade é formada por uma mistura de islã, somada aos valores das tribos e das famílias tradicionais. Logo, os convertidos ao cristianismo estão fora dessa estrutura e são considerados infiéis. Segundo o analista: “São poucos os que conseguem fugir do país sem serem descobertos. A notícia sobre os dois convertidos é só uma amostra do que os cristãos vivem na Somália”. Leia o resto em Portas Abertas.

Estado Islâmico deseja fazer a maior limpeza religiosa da história
Um jornalista alemão, Jürgen Todenhöfer, de 75 anos de idade, passou 10 dias junto com o Estado Islâmico, sendo ciceroneado pelo degolador Jihadi John. Ele relata sua experiência em um livro.
No seu livro ele diz que o Estado Islâmico é muito mais forte do que se pensa e que ele planeja a maior limpeza religiosa da história através de um "tsunami nuclear." Ele menciona 500 milhões de pessoas. (fonte)

"O Silência culpado" denuncia perseguição aos cristãos
Existe um grande sofrimento que muitos não se atrevem a denunciar, ou pior, muitos o ignoram mesmo sabendo. Vídeo da Fundação AIS.


Alemanha: refugiados cristãos perseguidos por muçulmanos
Os cristãos não tem paz no Oriente Médio, e agora não tem paz na Europa. Reportagem da Pro Christliches Medienmagazin relata o drama de cristãos que são importunados e ameaçados por muçulmanos nos refúgios dos asilados. Um deles disse que a Alemanha parece o Irã. Um outro chegou a cometer suicídio.

Uma outra reportagem, esta em português, relata outros problemas oriundos do fato dos muçulmanos estarem tentando impor a Sharia nos refúgios. 

Uganda: pastor assassinado por "vencer debates"; filha de outro pastor estuprada
Samson Mfunyeky foi assassinado no caminho de sua casa. Ele vinha debatendo com estudiosos islâmicos. Estes debates não terminavam bem para os muçulmanos que continuamente vinham ameaçando-o, dizendo que estes debates não eram bons para os muçulmanos. Após o último debate, ele foi encontrado morto no caminho de casa, com seu corpo mutilado.

Em outro incidente, em Kiryolo, Kaderuna Sub-County, Budaka Distrito, em 28 de março, cinco muçulmanos estupraram a filha de 17 anos de um pastor porque o líder da igreja ignorou suas advertências de que ele parasse os cultos.  (fonte)

Indonésia: os cristãos oprimidos se defendem ... 
A Província de Aceh, na Indonésia, adotou a lei islâmica Sharia, e logo a primeira decisão foi a de que cada igreja precisava de uma licença de um tribunal islâmico para poder operar. Isso fez com que as igrejas, da noite pro dia, ficassem ilegais. Um grupo de maometanos jihdistas resolveu então tomar a nova lei nas suas mãos e eles atacaram e queimaram uma igreja. Os valorosos soldados de Alá foram até uma outra igreja, mas, para a surpresa deles, os cristãos estavam esperando por eles. Um confronto ocorreu no qual um homem morreu e outros 3 ficaram feridos. Após este confronto as autoridades foram acionadas para coibir os desordeiros, mas fazem muito pouco. (BBC)

Atualização sobre esta história. Os jihadistas reafirmaram seu objetivo: "Nós não vamos parar de caçar os cristãos e deixaremos as igrejas em chamas. Os cristãos são os inimigos de Alá!", dizia a mensagem que circulava por diversas cidades. Temendo ainda mais violência, cerca de 8 mil cristãos fugiram de suas casas para uma província de Sumatra do Norte. A maioria foi para as regências de Tapanuli Central e Ocidental Pakpak, enquanto outros buscaram refúgio em outras regências. (fonte)

Agência britânica alerta sobre erradicação do cristianismo no Iraque
A agência "Aid to the Church in Need" entregou um relatório ao parlamento britânico projetando que em 5 anos o cristianismo terá sido extinto do Iraque (ateus e gays seguem o mesmo rumo). O ministro britânico David Cameron expressou sua preocupação com as seguintes palavras:
"Todos os dias em países de todo o mundo, os cristãos são sistematicamente discriminados, explorados e até expulsos de suas casas por causa de sua fé."
"Agora não é o momento de silêncio. Nós devemos nos unir e lutar por um mundo onde ninguém seja perseguido por causa do que eles acreditam." (fonte)

Cristão recusa se converter ao islamismo e é degolado pelos muçulmanos
Novo vídeo do Estado Islâmico mostra dois africanos, negros, cristãos, do Sudão do Sul, cativos. Os muçulmanos pegam os dois cristãos negros e dizem para eles se converterem ao islão. Um deles se converte, e os muçulmanos o deixam viver. Mas o outro se recusa a se converter ao islão, e declara que ele é um cristão. Os muçulmanos o agarram, o jogam no chão, e o degolam. (fonte)


Áreas proibidas para cristãos na Grã-Bretanha
Londres: 16 de outubro de 2015. À medida que o governo do Reino Unido se prepara para registrar os crimes de ódio contra os muçulmanos separadamente devido a um aumento maciço em incidentes registrados, alguns ativistas de direitos humanos estão argumentando que o governo está ignorando um fenômeno maior, possivelmente devido ao politicamente correto. O fenômeno? Crimes de ódio cometidos por religiosos muçulmanos, especialmente contra aqueles que se converteram do islamismo, ou não-muçulmanos que são de etnias predominantemente islâmicas. Na ocasião, este fenómeno tem aparecido na consciência da mídia nacional mas, em seguida, desaparece rapidamente. No entanto, esses ativistas dizem que, para muitos, especialmente os cristãos, que são uma minoria em suas próprias etnias, sua experiência de ódio religioso no Reino Unido é contínua, em alguns casos, se aproximando do nível de perseguição noss seus países de origem. Ela não afeta apenas as pessoas que se mudaram para este país, mas começa a afetar também as pessoas nascidas e criadas no Reino Unido. (fonte)

Nigéria: menina que escapou do Boko Haram, é testemunha de degolamentos e conversão forçada
(fonte)

Paquistão: mulher sequestrada antes do casamento, forçada a se tornar muçulmana e a se casar com outro homem. 
Nabil Bibi, uma cristã, foi sequestrada um mês antes do seu casamento, forçada a se converter ao islamismo e a se casar com outro homem. Esta história do inferno aconteceu em Changa Manga, uma pequena cidade perto de Lahore. Ela iria se casar com Sajid Majid, outro cristão. Ela foi sequestrada por um muçulmano, Allah Racka. A família dos noivos registrou queixa na polícia, mas nada foi feito. Após um mês, eles descobriram a casa do raptor foram até lá. Eles foram cercados por 20 muçulmanos e ficarem retidos lá até o dia seguinte, avisados para não voltarem pois ela agora era muçulmana e casada. Allah Racka registrou queixa contra a família do noivo, acusando-o de perseguição. Agora, Sajid Majid tem que se esconder para não ser morto.  (fonte)

Paquistão: cristã queimada por recusar oferta de casamento
Sonia Bibi recusou a se casar com Latif Ahmed, um muçulmano, que a banhou em gasolina e ateou fogo (fonte). Eles são educados que mulher é propriedade do homem.

Paquistão: três muçulmanos estupram mulher cristã, surdo-muda
O trio esperou que todos saissem de casa antes de atacá-la. A família recorreu a uma ONG de direitos humanos, para representá-los junto à polícia, que muitos vezes se põe ao lado dos criminosos e contra os cristãos. (fonte)

Estado Islâmico manda assassinos para os campos de refugiados, para matar cristãos
Genocídio levado às últimas consequências, não interessa onde. Matando cristãos com a convicção que estão agradando a Alá. (fonte)

Sudão: mais uma igreja foi demolida pelo governo
Desta vez, foi uma igreja luterano-evangélica. Uma mesquita que fica ao lado não foi tocada. Como a lei não permite que novas igrejas sejam construídas (isso mesmo) não existe chance desta igreja ser reconstruída. (fonte). O governo segue as Condições de Umar.

Atualizações em setembro de 2015


Muçulmanos atiraram cristãos ao mar em barco de imigrantes
Casos semelhantes a este têm diso relatados pelos cristãos que sobrevivem. É de se indagar se TODOS os cristãos nestes barcos tivessem sido mortos, existiria algum muçulmano para denunciar os seus irmãos? Afinal, Alá diz que um muçulmano deve proteger o outro. (fonte)

Turquia bombardeia cristãos da Síria
Como se não bastasse o sofrimento e a angústia de terem que fugir de suas casas para não serem mortos ou escravizados, os assírios agora estão sendo bombardeados pela Turquia. Veja a situação. A Turquia não bombardeia o Estado Islâmico, mas sim quem luta contra ele e as suas vítimas. De que lado a Turquia está? (AINA)

Um homem cristão chamado Arif Masih Yousaf foi preso no Paquistão e submetido a tortura Bateram-lhes nas mãos até que seus dedos ficaram inchados, e bateram também sobre sua cabeça. O oficial encarregado, Rana Gulzar, disse ao homem cristão se converter ao Islã que ele seria solto. Isso é consistente com o Alcorão. (Recue Christians: https://www.youtube.com/watch?v=FKmDbii5hbk)

Paquistão: 15 cristãos presos acusados de blasfêmia por terem usado a palavra "apóstolo"
Eles foram presos pelo governo sob a Lei da Blasfêmia. Os presos também foram enquadrados dentro da legislação anti-terrorismo. Uma muçulmana os denunciou a polícia por ele terem se referido a um pastor local como um apóstolo de Cristo. Só que no islão, Maomé é o último "apóstolo" e atribuir para sí o que é de Maomé é blasfêmia. E isso é algo que deve ser seguido por todos, muçulmanos ou não! (fonte)

Estado Islâmico cobra a jizya de cristãos
Conforme o Alcorão 9:29 "Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no último dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, ou que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam o Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados." (fonte)

EUA e o Ocidente hostilizam cristãos que fogem do ISIS
Artigo em português que resume o descaso que tanto os EUA quanto as potências da Europa pós-cristã têm para com o sofrimento dos cristãos.

Arábia Saudita: Revista National Geographic banida por mostrar o Papa Francisco
O governo teocrático salafista wahabista islâmico da Arábia Saudita confiscou a distribuição da revista National Geographic deste mês alegando "razões culturais." A edição contêm uma reportagem sobre a transformação que o Papa Francisco está fazendo no Vaticano.  (fonte)
Porém, eu acho que o motivo real da revista ter sido banida é que não existia nada pornográfico na revista, logo, o choque cultural

Cristãos do Sudão e Sudão do Sul ainda sob perseguição
A situação dos cristãos do Sudão e do Sudão do Sul ainda é precária. Eles continuam sendo perseguidos mesmo depois da criação do Sudão do Sul (fonte).

Bispo egípcio diz: "As forças de segurança são cúmplices da violência anti-cristã" 
Artigo de Raymond Ibrahim. Segundo o Bispo Agathon, o próprio Estado egípcio está, muitas vezes, por trás da perseguição e discriminação e ataques contra os cristãos coptas. Isso inclui autoridades governamentais locais e os aparelhos de segurança do Estado. O Bispo relatou a impossibilidade de se construir uma nova igreja (para substituir uma que tinha sido incendiada), ou mesmo a falta de permissão para se construir um banheiro em uma igreja. Ele também relatou o sequestro de uma menina cristã e como as autoridades ignoraram as provas que incriminavam os seus sequestradores muçulmanos. em outro caso, quando uma delegação cristã foi fazer uma queixa formal, um deles foi imediatamente sequestrado. Seus seqüestradores exigiram (e receberam) 120 mil libras egípcias por sua libertação. A polícia foi notificada, mas não fez absolutamente nada. O Bispo reclamou que a província de Al-Minya não parece ser uma província egípcia, mas sim governada pelo ISIS." O bispo termina se lamentando: "Nós, cristãos somos seres humanos e vemos nossos irmãos muçulmanos construirem mesquitas, em qualquer lugar e em qualquer momento e o Estado os ajuda, mas quanto a nós, não podemos construir qualquer coisa e o que já está construído está sendo fechada ... Nós, os cristãos, somos cidadãos com direitos, e vemos os muçulmanos conseguem tudo o que eles querem, enquanto nós somos sempre preteridos." O que acontece nada mais é do que a aplicação das Condições de Umar, contidas na Sharia.

Bispo do Iraque adverte que o Ocidente será logo outra vítima do islamismo
Ele afirmou que "os cristãos de todo o mundo enfrentarão o mesmo sofrimento que a sua arquidiocese sofreu nas mãos dos extremistas muçulmanos se não tomarem decisões fortes e corajosas." (fonte)
Cristãos, ateus, agnósticos, homossexuais, ... todos os não muçulmanos ... estamos todos na mira do islão, que deseja exterminar todos os que não aceitam a ideologia islâmica.

Genocídio dos mártires cristãos desnudado: os açougueiros do Estado Islâmico (Califado) crucificaram milhares na Síria
Reportagem Especial no Express  trata do genocídio dos cristãos no Iraque e na Síria. Sim, genocídio. Genocídio se define como o extermínio deliberado e sistemático de um grupo nacional, racial, político ou cultural. Em áreas controladas pelo ISIS, os cristãos têm sido crucificados, decapitados, estuprados e submetidos a conversão forçada. Crianças cristãs também estão sendo vendidas como escravas. Dentro dos 1,1 milhão de cristãos da Síria, mais de 700 mil já foram forçados a fugir com os jihadistas do ISIS expandiudo-se para o noroeste do país. Os cristãos que fogem não podem ficar nos acampamentos de refugiados pois lá eles são perseguidos pelos muçulmanos moderados. Então, por motivo de segurança, eles não tem escolha mas se refugias em igrejas e depender da caridade anônima. Mas o governo da Grã-Bretanha só dá asilo para quem está nos acampamentos. Logo, os cristãos são discriminados, perdendo a chance de pedirem asilo.

"É assim que Inglaterra e França discriminam os cristãos no acolhimento aos refugiados"
Este é uma artigo que mostra porque os cristãos estão sendo deixados de lado e esquecidos no Oriente Médio. Eles são perseguidos pelos jihadistas e por muçulmanos comuns, expulsos dos campos de refugiados, e abandonados pelos países europeus e pelos EUA (e também pelo Brasil).

Cristãos mortos a cada 5 minutos pelo ISIS e outros terroristas
Pesquisa feita pela ONG Freedom International Christian descobriu que mais de 200 milhões de cristãos estão enfrentando perseguição em 105 países muçulmanos e são obrigados a se converter, aceitar a condição de cidadão de 2ª categoria ou ser morto. Atualmente, segundo a ONG Freedom International Christian, o cristianismo é o grupo de maior risco no mundo. Mais cristãos foram martirizados nos séculos 20 e 21 que durante o século 19, segundo a ONG. (Sunday Express)

Atualizações em agosto de 2015


Suécia: refugiados cristãos da Síria são forçados a fugir de abrigo devido a ameaças dos refugiados muçulmanos
Os refugiados muçulmanos exigiram que as duas famílias cristãs escondessem suas cruzes e proibiu-os de usarem áreas comuns do complexo habitacional que eles compartilhavam.
"Eles não se arriscam a ficar. A atmosfera tornou-se muito intimidante. E eles não tem nenhuma ajuda", o representante da agência de migração do governo sueco disse a um jornal. (Blaze)

Paquistão: Mulher Cristã é vítima de ataque com ácido por usar uma cruz
Quando um homem muçulmano viu Julie Aftab, uma jovem de 16 anos, com uma cruz à volta do seu pescoço, ele tornou-se abusivo, gritando para ela que ela vivia na sarjeta e que iria para o inferno por desprezar o islão. Ele foi-se embora mas regressou uma hora e meia mais tarde, agarrado a uma garrafa de ácido de bateria que ele selvagelmente atirou para cima da sua cabeça. À medida que ela corria pela porta fora, um segundo homem agarrou-a pelo cabelo e forçou mais ácido para dentro da sua garganta, queimando o seu esófago. À medida que ela desesperadamente pedia ajuda, dentes caíram da sua boca, cambaleando pela estrada. Uma mulher ouviu o seu clamor e trouxe-a para casa, despejando água sobre a sua cabeça e levando-a para o hospital. Inicialmente, os médicos recusaram-se a tratá-la visto que ela era Cristã. "Todos eles viraram-se contra mim....até as pessoas que me levaram para o hospital. Eles disseram ao médico que iriam atear fogo ao hospital se eles me tratassem." (fonte) Hoje, aos 26 anos, ela conseguiu fugir do Paquistão com a ajuda de um grupo cristão. Tudo isto só porque ela estava a usar uma cruz.

Iraque: arcebispo diz "somos odiados por sermos cristãos"
Em quem acreditar: nos bispos e pastores na Europa e nas Américas que vivem puxando o saco do islão ou nos bispos e pastores que sentem a realidade na carne? (fonte)

Cristãos: a minoria mais perseguida no mundo

O Socorro humanitário de uma freira aos perseguidos pelo Estado Islâmico 
https://www.youtube.com/watch?v=EIJ2sYjp6ak

Tortura e violações na Líbia antes da chegada ao inferno do Mediterrâneo
"Em Maio, a Anistia Internacional (AI) chamou a atenção para "uma onda de raptos, tortura e violações em grupo" na Líbia, que atinge em particular os cristãos da Nigéria, da Eritreia, do Egito e da Etiópia... "A Líbia está cheia de crueldade". (fonte)

Estado Islâmico destrói antigo mosteiro católico na Síria, construido 150 anos antes da criação do islão
Os "soldados de Alá" destruíram o mosteiro católico sob o pretexto de que o monumento é usado para adorar outros que não a Alá. Ué, mas cadê a tal "tolerância islâmica"? (fonte)

Paquistão: homem cristão se casa com muçulmana, e é assassinado pela família dela
Ela também foi baleada e está em estado crítico (fonte). Ela cometeu três crimes segundo a Sharia: 1. se casou sem a permissão do pai; 2. Se casou com um homem não muçulmano; 3. Ela deixou de ser muçulmana.

Cristão devem fingir não serem cristãos para salvar suas vidas durante a Jihad?
A perseguição aos cristãos é tamanha que teólogos africanos e árabes estão discutindo se é válido que cristãos se finjam de muçulmanos para salvarem as suas vidas durante um ataque de Jihad. (fonte)

Egito: cristão preso por dar Bíblia de presente para um muçulmano
Medhat Ishak, de 35 anos de idade, foi acusado de blasfêmia e pode pegar prisão perpétua. Isso está acontecendo no "tolerante Egito." (fonte)

EUA: Cristão e ativista do estado do Maine foi espancado até a morte por refugiados muçulmanos
Freddy Akoa, um assistente social, foi morto por refugiados da Somália. O Departamento de Estado dos EUA, em cooperação com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, enviou 1.379 refugiados somalis para o Maine desde 2002. (fonte)

Paquistão: cristãos vítimas de inundação são forçados a se converterem ao Islão, tornaram escravos dos muçulmanos ou morrem de fome
As inundações torrenciais em várias regiões do Paquistão neste verão levou milhares de pessoas a ficarem sem casas. Os cristãos em Kasur não receberam quase nenhuma ajuda humanitária e foram deixados para morrerem de fome. Para eles receberem alguma comida eles são forçados se converterem ao Islão ou se tornarem escravos dos tempos modernos, a fim de receberem ajuda de muçulmanos ou do governo. (fonte)

Atualizações em julho de 2015


Lista de eventos de perseguição
Um resumo de eventos ocorridos em Abril de 2015 compilada por Raymond Ibrahim (Gatestoneinstitute)

Síria: cristãos sob ameaça da nova coalizão anti-Assad
A coalizão anti-Assad, que tem o apoio dos EUA, Turquia, Arábia Saudita, odeia os cristãos tanto quanto o Estado Islâmico (NPR).

Vídeo
https://www.youtube.com/watch?v=QHPAhxHWWoQ


Egito: Três cristãos presos por distribuirem material sobre Jesus são presos acusados de "desprezo ao islão"
Muçulmanos os acussaram por distribuir sacos com tâmaras contendo panfletos com os ensinamentos de Jesus (Raymond Ibrahim).

Atualizações em junho de 2015


"Jihad pela Causa de Alá contra os cristãos, de 2001 até 2015
Lista de ataques, assassinatos, estupros, etc., cometidos entre 2001 at'a 2015.
Leia o artigo neste link.

Jihad contra Igrejas
Perseguição Muçulmana aos Cristãos, março 2015. Artigo de Raymond Ibrahim no Gatestone Institute.

Cristãos de Jerusalém ameaçados pelo Estado Islâmico
O Estado Islâmico divulgou um panfleto nesta quinta-feira (25) em Jerusalém Oriental, ameaçando matar os cristãos que vivem lá, se eles não saírem da cidade até o final do Ramadã. A notícia foi divulgada pelo "Canal 10", de Israel, e replicada pelo site "Arutz Sheva". http://bit.ly/1NjWOGm


Menina cristã de dois anos é estuprada porque sua família se recusou a converter-se ao Islã
Lembre-se disso quando algum muçulmano ou apologista mencionar um verso (anulado) "não existe compulsão em religião." A criança, um bebê ainda quando ocorreu a tragédia, escapou da morte por um triz, ficando severamente traumatizada, e, mesmo após cinco cirurgias, ainda não pode urinar normalmente. Ela nunca poderá ter filhos e a família teve que viver escondida, pelas ameaças sofridas por denunciarem o crime. (fontefonte)

Canadá: estátua dessecrada
Estátua na igreja de Santa Catarina de Sienna, no Canadá, atacada por um cidadão chamado Iqbal Hessan. Foi o terceiro ataque contra esta igreja. (fonte)


AL Azhar distribui livretos gratuitos dedicados a desacreditar o cristianismo, a "religião fracassada" 
Imagina o Vaticano lançando um livro dizendo que o islamismo é uma religião fracassada. Seria manchetes ao redor do mundo, críticas, condenações, etc. Mas como foi o contrário que aconteceu, o que existe é o silêncio. (fonte)

Uma década atrás existiam 30 mil cristãos em Níneve
Ano passado, eram 3 mil. Assim que o Estado Islâmico a tomou os cristãos fugiram ou foram mortos. Uma geração atrás existiam mais de um milhão de cristãos no Iraque. Ano passado eram 400 mil. Dezenas de milhares se refugiaram em Erbil, sob a proteção dos curdos, onde eles vivem em containers.(fonte)

Turcos glorificam história de massacre e estupro de cristãos 
Mais um artigo que versa sobre o passado negro da Turquia, e como este passado ameaça retornar. Link externo.

Atualizações em maio de 2015


"A missão do ISIS? Converter o mundo ao Islã", adverte religiosa ortodoxa
Um artigo em português sobre o trabalho da irmã Hatune e a perseguição das minorias (fonte).

Juiz Egípcio dia que "é inaceitável que um cristão testemunhe contra um muçulmano." 
Isso está acontecendo hoje no Egito, e é consistente com a Sharia (Tiao Cazeiro).

Pensador saudita diz que instituições muçulmanas ensinam que cristãos são “infiéis” e “inimigos”
Hani Naqshabandi diz que "Elas [as Instituições Sauditas] disseram que o Cristão é um infiel, um habitante do inferno, um inimigo a Alá e do Islã. Consequentemente nós dissemos, ‘Que a maldição de Alá caia sobre eles!'" Ele também admitiu o óbvio, embora fato pouco conhecido, que “os Cristãos estão precisando de proteção… O que aconteceu com os Cristãos no Iraque e na Síria, e em outras regiões, como a Argélia, não recebe a cobertura de mídia Árabe, que convém aos seres humanos, independentemente de sua religião.” (Tião Cazeiro)

Genocídio Islâmico de Cristãos: Passado e Presente
Leia em português neste link externo.

Uma aula de História sobre o destino dos cristãos sob o islão
E dos 'não muçulmanos' em geral.


Turquia: cristãos à beira da extinção
Lembre-se: 500 anos atrás não existia um único turco na região que hoje chamamos de Turquia, mas apenas gregos e armênios. Hoje, a Turquia é 99.9% turca e islâmica. As civilizações gregas e armênias foram dizimadas e destruídas. (fonte)

Turquia: Mais uma igreja histórica é transformada em mesquita
Desta vez é a igreja de Hagia Sophia, em Enez, na parte européia da Turquia.
Pois é, enquanto que no mundo islâmico igrejas são destruídas, não podem ser consertadas ou são transformadas em mesquitas, no ocidente, inclusive no Brasil, a construção de mesquitas é celebrada e muitas vezes tem o apoio do governo através da cessão de terrenos ou da permissão da entrada de capital externo para pagar a sua construção.

EUA: Cruzes dentro de uma universidade CATÓLICA consideradas como ofensivas pelos muçulmanos
Queixa feita junto a Comissão de Direitos Humanos de Washington diz também que as cruzes violam os direitos dos alunos muçulmanos de rezarem. Isso segue direto da Sharia, que estabelece que cristãos não podem mostrar cruzes ou outros símbolos religiosos abertamente (Pacto de Umar). E lembre-se que a esmagadora maioria dos muçulmanos deseja a implementação da Sharia. (fonte)


Juiz Egípcio diz que "é inaceitável que um cristão testemunhe contra um muçulmano."
Isso está acontecendo hoje no Egito, e é consistente com a Sharia (Tiao Cazeiro).

Síria: Vídeo mostra momento da bomba
Vídeo mostra momento quando um bomba foi acionada do lado de fora de uma igreja em Aleppo, Síria, dia 24/5/2015. (fonte)

Paquistão: ele é paraplégico e ela analfabeta: casal cristão condenado a morte no Paquistão
Este é mais um exemplo do que a Lei da Blasfêmia no Paquistão é capaz de fazer. Quando os muçulmanos acusam, seja a mesquinharia que for, os não muçulmanos estão lascados. 

Itália: Muçulmanos ameaçam e insultam uma procissão católica

Itália: menino muçulmano espanca menina de 12 anos por ela usar um crucifixo

A hipocrisia do EUA de Obama: Departamento de Estado dos EUA Convida Líderes Muçulmanos, Mas Não Cristãos
Um artigo que discute a hipocrisia do governo dos EUA, presidido por Hussein Obama, que faz de tudo para esconder o sofrimento das minorias sob o islão. O Departamento de Estado por duas vezes convidou apenas líderes muçulmanos para discutirem questões relacionadas ao terrorismo islâmico e perseguição religiosa. Uma vez foi o governador do Estado Plateau (Nigéria) Jonah David Jang que teve o seu visto negado. Antes dele, a Irmã Diana Momeka também teve o seu visto negado, apenas obtendo-o após muita pressão de grupos dos direitos humanos (Gatestoneinstitute).

Atualizações em abril de 2015

Geonocídio Armeno
  1. O Papa hoje se referiu a matança generalizada dos armenos em 1915 usando a palavra apropriada: genocídio. Essa notícia é importante, pois a Turquia nega isso até hoje. Eu vejo isso como uma guinada na posição do Papa, que está preferindo fazer o que ele deve, ou seja dizer a verdade, mesmo que isso incomode líderes muçulmanos, neste caso, o governo turco de Erdogan! (Fonte)
  2. O Parlamento Europeu aprovou Resolução do Centenário do Genocídio Armeno. Ficamos aguardando o que o presidente Obama irá dizer no dia 24 de Abril, data do começo do genocídio. Será que o Obama Hussein vai desagradar o seu amigo e presidente turco Erdogan, que nega o genocídio armeno? (Fonte)
  3. O presidente turco Erdogan ficou zangado e chamou seu embaixador. (Fonte)
  4. E o presidente Obama descumpriu mais uma vez sua promessa de campanha e não usou a palavra "genocídio" (Fonte)
Ícones Cristãos da Propaganda: Sabeel e Desmond Tutu
Um artigo que distrincha o mal que algumas pessoas consideradas "ícones cristãos" fazem ao deslegitimizar Israel e simplesmente ignorar o sofrimento dos cristãos ao redor do mundo.
Eu os chamaria de "cristãos de araque." Leia o artigo neste link.

Califado do Estado Islâmico celebra a Páscoa implodindo igreja
Foi a Igreja da Virgem Maria, na cidade de Tal Nasra, Síria. A igreja tinha 80 anos de idade e era uma das 3 maiores igrejas na região.
O Califado está sendo consistente com Maomé, que, após conquistar Meca, destruiu todos os símbolos religiosos deixando apenas a pedra negra do islão intacta. Com este ato, Maomé mostrou toda a sua intolerância religiosa e seu ódio para tudo o que seja considerado não-islâmico. (SpyGhana)


Arábia Saudita: Imã incentiva jihad contra os káfir
Imã de Meca conclama os sunitas do mundo para uma Jihad contra os xiítas, judeus e cristãos.
PS. Ateus e agnósticos não se preocupem, para eles vocês são cristãos, de modo que estamos todos na linha de tiro. (Fonte)

Quênia: cristãos separados e mortos na Universidade Garissa
Os muçulmanos foram soltos, enquanto que os cristãos foram mortos, seletivamente.
Os devotos mujahdin do Al-Shabab, o grupo de louvor a Alá da Somália, atacou esta universidade, que tem 800 alunos, na manhã de hoje. Cenas de corpos mutilados e degolados estão circulando na internet, distribuida pelos adeptos do califado islâmico. (Fonte)
Mas é claro que isso não tem nada a ver com o islão. O fato de que apenas os não-muçulmanos estão sendo mortos é coincidência (sarcasmo).
Link da universidade: http://www.guc.ac.ke/index.html
ATUALIZAÇÃO: Foram 148 mortos (alguns sites falam em 147), de acordo com o artigo,sendo 142 estudantes, três militares e três policiais. (Fonte)
Islão: A Religião que mais cresce no mundo, eles dizem ... e matar os outros aos gritos de Allahu Akbar ajuda bastante ... !

Austrália: 4 igrejas queimadas na Páscoa
Nos dias antes da Páscoa, o tempo mais sagrado do cristianismo, nada menos que quatro igrejas Melbourne foram incendiadas.
Não ouviu falar sobre isso? Claro que não. Tem gente que aplaude tal destruição e profanação, contanto que seja uma igreja ou mesmo uma sinagoga. Se for um templo hindu ou Sikh, a mídia só irá relatá-lo se eles podem girar como um ato de "islamofobia", alegando que a intenção dos vândalos era atacar os muçulmanos.
Mas, se alguém deixa bacon na maçaneta da porta de uma mesquita, ele vai preso. Se alguém vandaliza uma mesquita, os não-muçulmanos são execrados - mesmo quando o criminoso for um muçulmano (que é o que acontece na maior parte do tempo)." (Fonte)

Um menino cristão paquistanês foi atacada e incendiada após alguns jovens muçulmanos descobriu sua religião
Nauman Masih, 14, foi atacado por muçulmanos desconhecidos que estavam indo para a mesquita fazer suas orações de sexta. Ele estava voltando de alfaiates quando foi parado por jovens muçulmanos e depois de identificá-lo como cristão, que lhe ateou fogo. (Fonte Tiao Cazeiro)

Notícias do Paquistão ilustram bem a vida das minorias sob o islão
  • Homens 'linha-dura muçulmanos" armados abriram fogo contra uma escola católica no Paquistão. O estudante cristão ferido foi levado para o hospital. Fonte
  • Dois muçulmanos queiman um menino cristão de 14 anos no Paquistão. Vítima no hospital com 55% de queimadures no corpo. Fonte
  • Irmão do advogado de defesa da família de duas paquiestanesas cristãs que tinham sido estupradas é baleado por muçulmanos após se recusar um acordo na Justiça. Fonte
  • A polícia paquistanesa tortura dezenas de cristãos até deixá-los em um "estado lastimável" para extrair confissões. Fonte
Migrantes jogados para fora do barco e afogados "por serem cristãos"
O incidente ocorreu quarta-feira quando 105 africanos subsaarianos estavam enfrentando problemas no mar em um barco de borracha inflável que estava perdendo ar rapidamente. De acordo com os sobreviventes que foram resgatados pela guarda costeira italiana, o barco estava afundando e todos começaram a rezar a sua divindade de escolha. Aparentemente, um grupo de 15 homens mandaram os cristãos pararem de orar, porque só Alá iria responder suas orações islâmicas. Quando um jovem cristão, gritou em voz alta pedindo a Deus para não deixar o barco virar, dois homens muçulmanos o agarraram pelo pescoço atirando-o ao mar. Em seguida, um grupo de homens muçulmanos começaram a jogar ao mar todos os que estavam rezando com as mãos entrelaçadas. Quinze homens foram presos quando o navio de resgate chegou a Palermo. O procurador diz que eles terão de enfrentar várias acusações de homicídio agravado. (Fonte)

Bangladesh: Turba ensandecida ataca cristãos e esfaqueia padre durante missa de Páscoa
Após isso, o grupo de muçulmanos devotos roubou items que valem 4 mil euros, destruindo bíblias, cruzes e pinturas, instrumentos musicais e casas. E ainda mataram cabras e galinhas. (Fonte)
Por mais revoltante que essas notícias sejam, a nossa ação deve ser política, impondo os nossos princípios e dizendo não à Sharia! Lembrem-se disso!

Estado Islâmico executa 30 cristãos etíopes em novo vídeo
Extremistas (muçulmanos devotos) decapitaram um grupo de 15 homens e fuzilaram outros 15 em imagens aparentemente gravadas na Líbia. Raymond Ibrahim relata que a justificativa da execução foi a recusa em pagar a Jizya, o tributo que cristãos e judeus têm que pagar segundo o Alcorão 9:29. O narrador do vídeo macabro de 29 minuteos referencia as fatwas do jurista medieval Ibn Taymiyyah que proclama todos os cristãos como "infiéis." Abu Malik ibn Anas al-Nashwan, aparentemente, um dos líderes do grupo, também aparece dizendo que "as relações do Estado Islâmico com os cristãos sob a sua autoridade é de acordo com Alá e a Sharia [lei islâmica]. Jizya [tributo] é imposta sobre aqueles que aceitam e guerra contra aqueles que resistem." Somos testemunhas da maior perseguição religiosa da história da humanidade. (FonteFonte)




Islão não celebra diversidade, mas a pune - o islão é mono-cultural
  • Marrocos: ex-muçulmanos sob perigo constante. "Vivemos as nossas práticas religiosas em segredo", conta ele. "Por segurança, somos obrigados a agir como uma espécie de organização secreta." Os muçulmanos convertidos ao cristianismo também são ameaçados pelo artigo 220 do Código Penal de Marrocos, que pune com seis meses a três anos de prisão "qualquer um que incitar um muçulmano a fraquejar na fé ou a se converter a outra religião". (Fonte)
  • Egito: Muçulmanos não permitem que cristãos coptas rezem em suas próprias casas.
  • Egito: Cristãos coptas não podem reformar uma igreja, o que os força a celebrar a páscoa ao ar livre.  (Fonte)
Vídeo discute sobre a narrativa "cristãos são opressores, muçulmanos são vítimas." 
Como consequência disso o mundo dá de ombros para o sofrimento causado pelo islão sobre as minorias que vivem sob o seu governo. Assista o vídeo aqui


Perseguição Judeus (Boletim deAnti-Semitismo)

"Dez mitos sobre os judeus"
Livro analisa dez entre os mitos mais populares sobre os judeus, que têm contribuído para a persistência do antissemitismo. Site para compra.

Jerusalém: "Eu buscava matar judeus"
Foi isso o que disse o muçulmano que lançou seu carro contra um grupo de pessoas na calçada. (Fonte)

Chefe de milícia Iraniana diz que a eliminação de Israel do mapa é inegociável
Isso depois do presidente Obama anunciar um plano de paz com o Irã (Fonte)

O problema no Oriente Médio explicado
Simples de explicar, mas difícil de resolver



Atualizações em março de 2015


África do Sul: Poster é distribuido oferecendo recompensa para muçulmano que matar cristão ou judeu
O que diz o poster: (PS. Jannah é o paraíso islâmico (bordel))
"Participe da nossa mais última cruzada:
“Patrocine um foguete para a brigada palestina Al Qassam”.
“Mate um Judeu ou Cristão e ganhe a recompensa de Jannah”
Hammas/Al Qaeda/ISIL/TakfirisS precisam de você para a JIHAD - contra os não-muçulmanos do mundo.
Mãos muçulmanas – mate um judeu ou um cristão.
Patrocine um foguete para a Brigada Al Qassam
Destrua judeus e cristãos ao redor do mundo!
Nós iremos morrer pelo Hammas
Mensagem vinda do excelentíssimo Muhammad Ismail Ali Akbar, nosso supremo comandante do Reino Unido (o leão de Kashmir)
“Mate um judeu ou cristão e ganhe a recompensa de Jannah”


Nigéria: Forças do Boko Haram sequestram cristãos para força-los a se converterem ao islamismo
É claro que eles tem a liberdade de aceitarem a escolha ou serem mortos. Este é o livre-arbítrio estilo islâmico. Lembre-se disso quando te dizerem que no islão "não existe compulsão em religião." (Fonte)

Malásia: Seminários anticristãos para professores de escolas públicas
Enquanto que o islão entra sem impecilhos nos paises ocidentais, inclusive no Brasil, todas as demais religiões, bem como idéias ateistas, são oprimidas ou mesmo criminalizadas. (fonte)

Número de muçulmanos que se convertem ao cristianismo aumenta em Berlim
"Troca de religiões acontece no rastro da crise aberta com a ameaça jihadista e da perseguição que muitos sofrem nos países de origem. Alguns sofrem represália, principalmente aqueles que vivem em bairros islâmicos. Alguns dos conversos o fazem pensando em obter vantagens na Alemanha."
(fonte)

Paquistão: Duas igrejas atingidas no hora que da missa, para maximizar a carnificina
Atentado duplo mata 14 pessoas e fere 70, em um bairro cristão de Lahore (fonte)

Iraque: Estado Islâmico destrói Mosteiro construido no século IV
O famoso mosteiro católico de Mar Behnam foi explodido (foto abaixo). Ele ficava na cidade de Qaraqosh, que era majoritariamente cristã antes do EI exilar o cristãos (Fonte).


Estado Islâmico: mais atrocidades
Estado Islâmico havia seqüestrado 220 cristãos assírios de vilarejos na Síria. Agora vem a notícia que os jihadistas assassinaram 15 reféns cristãos, e decapitaram uma mulher. No total, 35 aldeias cristãs foram esvaziadas e estão agora desertas.
Aqueles que conseguiram escapar fujiram no sentido de Hasaka ou Qamishli, onde existem quase mil  famílias desalojadas nestas duas cidades. (fontefonte)

Egito: parentes e amigos dos Coptas mortos pelo ISIS na Líbia atacados
Depois que os 21 cristãos coptas egípcios foram degolados na Líbia pelo ISIS, o governo egípcio se ofereceu a construir uma igreja em sua honra, a "A Igreja dos Mártires da Fé e País de al-'Our", a ser construída à custas do Estado, com a autorização do presidente Abdel Fattah al-Sisi. A maioria dos egípcios mortos eram oriundos da aldeia de Al Our, na região de Minya, no Alto Egito.

Esta oferta do governo desegradou os muçulmanos salafistas e a Irmandade Muçulmana. Sexta-feira passada, eles interromperam uma missa que celebrava 40 dias dos assassinados. Uma multidão identificada por testemunhas como manifestantes da Irmandade Muçulmana atacou a casa de uma das famílias dos mártires, incendiaram o carro de um dos enlutados, e depois atiraram coquetéis molotov no local onde a igreja está sendo construída.

Mas, após estes ataques, a comunidade copta no Al Our foi forçada pelas autoridades locais a participarem de uma reunião extra-judicial islâmica de "reconciliação", onde foi "acordado" que a igreja será realocada, submetendo-se assim às demandas dos manifestantes violentos, e todos os manifestantes detidos foram libertados.

Comunidades minoritárias se queixam de que as reuniões "reconciliação" no Egito quase sempre resultam nas minorias tendo que fazerem concessões, enquanto os infratores muçulmanos são liberados sem terem que enfrentar processos judiciais, como no caso em apreço.

Os não-muçulmanos também se queixam da discriminação ativa que existe na Constituição egípcia decorrentes da era otomana, que proíbe a construção de qualquer novo prédio de igreja, ou mesmo a reparação dos prédios existentes, sem um decreto presidencial. Este dispositivo constitucional é consequência do Tratado de Umar, imposto aos cristãos 1400 anos atrás.

Grupos islâmicos usam este dispositivo constitucional para instigar ataques sectários, e continuam a usá-lo em vários casos, como para evitar a reconstrução de igrejas incendiadas ou danificadas pela Irmandade Muçulmana em todo o país, em agosto 2013, após a deposição do governo da Irmandade Muçulmana. (Fonte)

Atualizações em fevereiro de 2015


Classificação da Perseguição religiosa
Isso é um problema de Direitos Humanos


Estado Islâmico incendeia igrejas no nordeste da Síria, rapta 200 cristãos, incluindo mulheres e crianças 
De acordo com o arcebispo cristão Hindo:
" Eu gostaria de dizer claramente que nós temos a sensação de termos sido abandonados nas mãos do Estado Islâmico. Ontem bombardeiros americanos voaram sobre a área diversas vezes mas não tomaram atitude alguma. Nós temos uma centena de famílias assírias (cristãos ortodoxos) que se refugiaram em Hassaké mas eles não receberam assistência muito menos ainda, seja da organização Crescente Vermelho (Red Crescent) ou dos ajudantes humanitários do governo sírio, talvez porque os refugiados sejam cristãos. A Alta Comissão da ONU para Refugiados tampouco sequer apareceu." (counterjihadreport)


Igreja Copta canoniza os 21 cristãos assassinados pelo ISIS na Líbia
Leia tudo no link.

A foto mostra a arrebentação na praia após a decapitação dos 21 cristãos egípcios na Líbia
O drama dos cristãos do Oriente Médio é bem mais antigo que as atrocidades recentes dos jihadistas modernos, contudo, uma reportagem do Telegraph mostra sobre a implaçavel perseguição das últimas décadas, desde a impossibilidade de estudantes cristãos nas universidades do Egito de tirarem boas notas, e serem expulsos dos dormitórios por serem cristãos. Como também exemplos da mentalidade que as gerações novas são bombardeadas, como a que diz que "Ser uma garota muçulmana cujos modelos são as esposas do Profeta, que foram obrigados a usar o hijab, é melhor do que ser uma menina cristã, cujos modelos são putas."

"É fácil ver como um veneno como este está alimentando a erradicação constante de cristãos de outros países, incluindo o Iraque. Em 1990, haviam entre 1,2 e 1,4 milhões de cristãos lá. Hoje, apenas cerca de 260 mil permanecem."

"Na Turquia, a suspeita de não-turcos, e uma crença de que se você é turco, isso significa automaticamente que você é um muçulmano. [...] Este ponto oferece uma chave para a perseguição dos cristãos na Turquia de hoje - especialmente a perseguição de conversos com um fundo muçulmano. Leituras radicais do Corão são entrelaçadas com uma mentalidade nacionalista que nasceu fora do colapso do Império Otomano, e que diz que a conversão ao cristianismo ou o judaísmo é um sinônimo de traição."

Lembre-se o seguinte. Todos os países que se chamam hoje de "islâmicos" foram conquistados militarmente e os não-muçulmanos nativos (sejam cristãos, judeus, hindus, budistas e zoroastras) foram submetidos a condições tão terríveis (quando deixados vivos) que a maioria acabou se tornando muçulmano para sobreviver. A consequência disso é que as civilizações e culturas locais foram exterminadas. Essa é a herança que a "convivência" e a "tolerância"
islamicas provocam.


Cemitério católico é vandalizado na Normandia
Judeus, católicos, ateus ... todos no alça de tiro ... (rfi.fr)

Sempre pertinente lembrar disso: Maior líder muçulmano da Arábia Saudita pede a destruição de todas as igrejas cristãs
E também que ateísmo é considerado crime (terrorismo)! Fonte

Atualizações em janeiro de 2015


O panorama da perseguição no mundo em 2014
Enquanto que os muçulmanos no Brasil desejam nos vender a idéia mentirosa que o islão é tolerante ... a verdade é exposta de forma nua e crua nos paraísos islâmicos. Lembre-se que isso afeta todos os não-muçulmanos, não apenas os cristãos. Compartilhe isso. E se você for cristão, compartilhe principalmente com a sua congregação, igreja, paróquia, grupo de oração, grupo de estudo, o que seja. Mais detalhes no site https://www.portasabertas.org.br/cristaosperseguidos/


Estado Islâmico prepara maior limpeza religiosa da História
O jornalista e escritor alemão Juergen Todenhoefer advertiu que o Estado Islâmico é «muito mais forte» do que se pensa e que está a «preparar a maior limpeza religiosa da História». O primeiro jornalista ocidental autorizado a viajar para Mossul, após sete meses de negociações, publicou hoje um livro sobre o que viu. (Sapo)

Islão: construído sobre o sangue dos mártires cristãos 
Um artigo muito interessante. Poderia-se expandir o artigo para englobar o sangue dos ateus, hindus, judeus, budistas, ... pois o islão não poupa infiél algum na sua marcha inexorável. Leia no Link.

Vaticano está na mira do Estado Islâmico
Aponta serviço secreto dos EUA (ultimosegundo).

Noventa Por Cento De Todos Os Cristãos No Iraque Foram Expulsos Pelos Muçulmanos
Noventa por cento de todos os cristãos no Iraque foram expulsos de suas casas, ou deslocadas, de acordo com um relatório:
A invasão do Estado Islâmico do Iraque fez que 90% de cristãos do país em deslocados fugindo da perseguição religiosa e étnica, de acordo com Ghattas Hazim, bispo ortodoxo grego para Bagdá, Kuwait.
Em Bagdá, disse ele, apenas 30 de 600 famílias cristãs permanecem por lá, enquanto em Mosul, acredita não haver mais cristãos a não ser os que são idosos ou incapazes de se mover livremente, parece que há menos de dez famílias cristãs ainda permanecem em Mosul. Em Basra supostamente não há um lar de um único cristão .
Hazim o líder cristão também expressou desapontamento com o que considerou um esforço insuficiente por parte da comunidade cristã global, particularmente os do Ocidente, para ajudar os cristãos do Oriente Médio. "Não é verdade que o Ocidente está a facilitar a emigração dos cristãos", disse ele. "Eu sei que muitos cristãos e ortodoxos, em particular, que foram para embaixadas e não obtiveram vistos. Outros recorreram a Organização das Nações Unidas e outras organizações internacionais, a fim de emigrar e não deu certo. "
"Eles levou dinheiro, ouro, até mesmo os brincos nas orelhas [das mulheres]. Eles levaram tudo, até mesmo telefones celulares. Nós não sabemos se vamos voltar ", disse um homem cristão fugindo Mosul. "Até agora não temos nenhuma ideia se pode haver um retorno." (shoebat.com)

Nigéria: Cerca de mil igrejas cristãs destruídas em quatro anos
Isso é resultado da Jihad do Boko Haram. (agencia.ecclesia)

Pastor de igreja doméstica é ameaçado no Quirguistão
Líderes da mesquita entraram em sua casa e o proibiram de se reunir com outros cristãos (cpadnews).

Dois artigos que tratam da destruição das 2 igrejas e 1 colégio no Niger, que eram administrados por brasileiros
Reportagem da Folha e artigo na Veja.


Vários incidentes relativos a perseguição dos cristãos
"Em apenas dois meses, de agosto a outubro, cerca de 200 igrejas cristãs foram destruídas na Nigéria pela organização islâmica Boko Haram e pelos seus aliados muçulmanos, depois que eles capturaram cidades e aldeias nos estados do nordeste de Borno e Adamawa", disse o relatório. "Nas palavras do Rev. Gideon Obasogie, o diretor de Comunicação Social Católica da Diocese de Maiduguri no estado de Borno, "a tomada do território pelo grupo, em ambos os estados, deixou 185 igrejas incendiadas e mais de 190.000 pessoas deslocadas devido o [Boko Haram]".

Outros incidentes de violência muçulmana contra os cristãos, durante esse período de outubro, que foram descobertos por Ibrahim incluem (WND):
  • Um relatório da mídia árabe descreveu como uma "bomba caseira" explodiu ao lado da Igreja Evangélica de Deus em Minya, no alto Egito. O relatório disse que não houve vítimas.
  • E na Alemanha, uma "Igreja Cristã Copta no país europeu foi atacada e incendiada". De acordo com o relatório, "O prefeito de Berlim condenou o ataque e o incêndio deliberado da Igreja Ortodoxa Copta Santo Shenouda e Santo Atanásio em Berlim por extremistas ..."
  • Em seguida, no Iraque, houve atentados que "atingiram e devastaram a Igreja da Ressurreição, perto da cidade de Qaraqosh. O local de culto cristão estava sendo usado como base para os jihadistas, que tinham derrubado a cruz do telhado do edifício".
  • Nas Filipinas, "Um ataque com granadas em uma igreja durante o culto deixou duas cristãs mortas – Felomina Ferolin, uma enfermeira de 54 anos de idade, e a professora Gina Cabilona, de 39 anos de idade – e a outros três feridos". De acordo com as informações coletadas, "Dois homens em uma moto dispararam um lançador de granadas na porta da Igreja Unida de Cristo antes de fugirem".
  • E, de acordo com o relatório de Ibrahim, no Sudão, a "força aérea lançou quatro bombas em uma Igreja Episcopal ... nas Montanhas de Nuba". Um pastor relatou que toda a propriedade foi dizimada.
Os ataques, por vezes, assumiram a forma de decisões judiciais, relatou Ibrahim.
  • Ele disse que no Irã, três cristãos foram condenados a seis anos de prisão por estarem envolvidos em igrejas domésticas. Jason Demars, do Ministério Present Truth, disse no relatório que as autoridades iranianas querem "silenciá-los – depois querem levá-los para longe em um local onde seja difícil de se chegar, para que as suas famílias não os encontrem".
  • E, no Cazaquistão, dois homens cristãos, Vyacheslav Cherkasov e Zhasulan Alzhanov, receberam penas de prisão por distribuírem literatura cristã depois que as autoridades alegaram que um dos livros incitava ao ódio religioso.
  • O livro era "Jesus: Mais que um Profeta", que é uma coleção de testemunhos de pessoas que fugiram do islamismo para o Cristianismo.
  • Ibrahim relata que no Líbano, um cristão convertido do islamismo foi forçado a esconder-se porque o seu pai e os seus irmãos estavam procurando-o para "cortarem a minha garganta".
  • O relatório GateStone disse que na Malásia, um líder muçulmano estava convocando o povo para encontrar Bíblias e queimá-las.
  • E no Paquistão, um tribunal confirmou a pena de morte para Asia Bibi, uma mãe cristã que foi acusada de blasfêmia.
  • No Sudão, um muçulmano convertido ao Cristianismo escapou de um atentado contra a sua vida, quando um homem armado entrou em sua casa e abriu fogo. 
  • No Uzbequistão, um homem cristão foi multado em 50 vezes o salário mínimo mensal do país por ter "literatura religiosa".
Nigéria: Líder da Igreja Batista diz: “o mundo assiste cristãos morrerem como animais”
Lembre-se, que o islão divida o mundo entre a "casa do islão" e a "casa da guerra." E a guerra é contra TODOS os não muçulmanos. (jmnoticias)

Itália: dois incidentes que mostram o desdém para a cultura cristã que os acolhe
(1) Estátua de Maria quebrada por 5 muçulmanos mesmo havendo uma pessoa na frente dela rezando. E eles ainda urinaram na estátua. (tiaocazeiro)
(2) Crucifixo destruído perto de uma mesquita (/tiaocazeiro)

Atualizações em dezembro de 2014


Arábia Saudita: 28 pessoas presas por rezarem em casa
Cadê o direito de reunião? Cadê a tolerância do islão? Não existe para não-muçulmanos.
Os 28 cristãos estavam reunidos para rezar na casa de um cidadão indiano na cidade oriental de Khafji, quando a polícia entrou no prédio e os levou em custódia. Eles não foram vistos ou ouvido desde então, levantando preocupações entre os grupos de direitos humanos para o seu paradeiro.
Isso aconteceu em setembro deste ano. (dailymail)

Egito: jihadistas queimam 4 lojas de propriedades de cristãos
(copts-united)

Nigéria: Boko Haram ataca cidade cristão no Norte do país, usando motocicletas e jogando bombas
(yahoo)



Os apologistas do islão dizem que não existe compulsão na escolha da religião
O islão oferece sempre duas alternativas: conversão ou morte. De modo que, no entender deles, a morte é uma escolha livre da pessoa, pois ela poderia ter convertido e ter permanecido viva. Neste vídeo, o "Vigário de Bagdá" narra o terror por que passam os cristãos do Iraque. Dramático, triste e revoltante.

Arábia Saudita: pena de morte para quem carregar uma Bíblia
Bem, eis mais uma grande contribuição do berço do Islã para os direitos humanos (sarcasmo). Agora quem transitar com bíblias pelas ruas da Arábia Saudita simplesmente será condenado à morte. O que antes era punido como contrabando, agora é o mesmo que carregar heroína, de acordo com o post. (Portal Conservador)

Se não converter, morre
O vídeo mostra o que acontece com os cristãos no Iraque, mas aconteceria com qualquer um não fosse muçulmano, ou seja, ateus, judeus, hindus, budistas, etc ...


Atualizações em novembro de 2014


Igrejas sendo convertidas em mesquitas na Turquia
A Turquia, do governo pró-islamista de Erdogan, vem transformando várias igrejas de Hagia Sofia (todas constuídas inspiradas na grande catedral em Istanbul, hoje servindo de museu) em mesquitas. Em 2011, a igreja de hagia Sofia de Nicea (atual Iznik) onde o Sétimo Concílio Ecumênico foi realizado no ano 787, foi transformada em mesquita.

Um pouco de história. Com as conquistas militares, os turcos-otomanos transformavam as igrejas em mesquitas, como prova da superioridade do islamismo. A igreja de Hagia Sofia de Nicea, construída pelo Imperador Justiniano no século VI, foi desecrada como mesquita em 1331. Porém, com a criação da República da Turquia por Ataturk em 1923, as igrejas passaram a ser museus, algo que os islamistas nunca aceitaram. Agora, com o apoio do governo pró-islamista, eles vêm re-ocupando as igrejas.

Até o dia de hoje, um total de 9 igrejas já foram re-desecradas como mesquita. A última foi este mês, a igreja de Hagia Sofia de Heraclea (Eregli), que foi construída durante o reinado do Imperador Theodosius II, que reinou entre os anos de 408 e 450. (VaticanInsiderPravoslavie)

Hagia Sofia de Nicea
Hagia Sofia de Heraclea


Dinamarca: cristãos oriundos do Oriente Médio se mudam de áreas de Copenhage dominadas por muçulmanos
Está difícil para os cristãos encontraram algum lugar onde eles se sintam seguros. (http://10news.dk/)

Síria: 20 cristãos, incluindo um padre, foram sequestrados por jihadistas islâmicos
Isso aconteceu na noite do dia 5 de outubro, na vila de Knayeh.  (Fonte)

Nigéria: Boko Haram queima 185 Igrejas nas cidades capturadas de Borno e Adamawa 
E mais de 190.000 pessoas deslocadas por sua insurgência (ibtimes)

Alemanha: muçulmanos queimam igreja copta
No que foi descrito como "um crime contra a convivência pacífica". As igrejas Coptas ortodoxos de Santo Atanásio e São Shenouda em Berlim foram atacados e queimadas (Copts-United).

Paquistão: um genocídio anunciado
Um líder político do Paquistão, Altaf Hussain, disse que o ISIS já opera no Paquistão, e que a situação pode sair fora do controle. Ele diz que o Paquistão poderá testemunha uma guerra civil e um genocídio. O ISIS deseja exterminar os cristãos onde quer que os encontre (Tribune).

Egito: O Estado Islâmico conclamou os muçulmanos egípcios à Jihad para matarem os cristãos coptas
Os cristãos coptas do Egito, que são os nativos do Egito (os muçulmanos são os invasores e ocupadores do Egito). O chamado diz "Alvejá-los, persegui-los e matá-los é uma das principais maneiras de servir a causa de nossos homens e mulheres virtuosos, reféns dos tiranos." Se você é cristão, você já rezou hoje pelos cristãos sendo perseguidos diariamente ao redor do mundo? E se você é ateu, você se incomoda quando seres humanos são perseguidos por pensarem diferente? (Jihadwatch).

Atualizações em outubro de 2014


Estado Islâmico emite certificado para evitar que novos muçulmanos sejam tomados como infiéis, e mortos por isso
Raymond Ibrahim, de Islam Translated, relata que o Estado Islâmico está emitindo "certificados de ex-infiél", para evitar que alguma pessoa que tenha se convertido para o islamismo sunita possa ser morta por engano. O certificado diz que o portador do mesmo não pode ser degolado, açoitado, estuprado ou crucificado (ver texto envolto no círculo).

Certificado de "ex-infiél"

Egito: Polícia ataca coptas que defenderam um mulher sendo assediada sexualmente
Polícia em Minya agrediu os coptas na vila Beni Ahmed Leste após dois coptas terem defendido uma garota que foi assediada sexualmente por um homem muçulmano de aldeia Marzouk Island.
O agressor informou a polícia, mais tarde, dando queixa contra os dois homens coptas. Logo, a polícia atacou os coptas em suas casas e prendeu os dois coptas mencionados anteriormente, e obrigou outros coptas a fecharem suas lojas. Vale a pena mencionar que as casas de coptas foram atacadas, saqueadas e queimadas sob os auspícios da polícia no ano passado na mesma aldeia.
(Copt United)
Esse é um exemplo de tratamento dos não-muçulmanos dentro da visão-de-mundo da lei islâmica. Segundo esta visão, os coptas são culpados por impedirem a ação de um muçulmano. E ainda, segundo a lei islâmica, apenas o testemunho de um crente (muçulmano) vale. 

Revista do Estado Islâmico mostra bandeira negra da Jihad sobre o Vaticano
Conquistar Roma é um desejo antigo do islamismo. Roma foi saqueada pelos muçulmanos no ano 846, motivo que levou a construção de um muro cercando a cidade. E ficou nisso. Agora, a revista Dabiq, em sua última edição, chama por uma guerra contra a Igreja Católica. O artigo amaça "conquistar" Roma e "quebrar as suas cruzes", um simbologia que significa destruir o cristianismo (ANSA).

Nigéria: maometanos devotos invadem duas igrejas e matam 31 cristãos durante o culto
Boko Haram. Ataque planejado. Genocídio. Alá deve estar muito feliz com mais esta ataque covarde executado por um seguidor que obedeceu os seu comando de matar infiéis. (Morning Star)

Muçulmanos atacam Mosteiro de Santa Catarina no Sinai, e exigem o pagamento da jizya
(Jihadwatch)

Egito: Outra mulher cristã copta é sequestrada
A polícia muçulmana não só ignora a queixa, mas reclama como "milhões de muçulmanos estão morrendo na Palestina e na Síria" (Jihadwatch)

Irã: perseguição e crescimento da igreja


O reavivamento da igreja cristã no Norte da África: perseguição e esperança


Cristãos Iraquianos Expulsos Pelo Estado Islãmico (ISIS) - Entrevista Completa

  


Atualizações em setembro de 2014


Líbano: cristãos libaneses se preparam e dizem não terem medo
Cristãos libaneses começam a pegar em armas frente ao avanço do Estado Islâmico na direção do Líbano, e devido ao aumento de incidentes onde igrejas são pixadas com dizeres tais como "o Estado Islâmico está vindo",  ou o queimamento de cruzes nas ruas de Beirute e Trípoli (SBS). O que você faria?

Irã: Pastor Behnam acusado de 18 novos "crimes" 
Ele é acusado agora de "expalhar corrupção na terra",  o que, sob a Sharia, significa pregar o Evangelho para os muçulmanos. Se condenado a pena é a morte. (Causes)

Paquistão
55 cristãos foram presos acusados dentro de Lei da Blasfêmia do Paquistão. O crime deles foi terem preparado uma pequena porção de um cemitério muçulmano para uso cristão, com a permissão do proprietário. Muçulmanos deram queixa na polícia que os prendeu (Release Internacional).

Nigéria
Homens armados entraram a Vila de Manjakwa, no estado de Borneo, e ordenaram os residentes a aceitarem o islão ou serem mortos (Release Internacional).

Jihad na Austrália
Freqüentadores de igreja na região oeste de Sydney ficaram abalados após um estranho gritou ameaças de morte de um carro com a bandeira do Estado islâmico. O carro passou em frente a Igreja da Nossa Senhora do Líbano em Harris Park na terça-feira e testemunhas afirmam que ele tinha uma bandeira semelhante a usada pelos jihadistas do Estado Islâmico pendurada para fora da janela. Um padre da igreja disse AAP as pessoas no carro ameaçaram "matar os cristãos e abater os seus filhos."
(Skynews)

Dois vídeos sobre o extermínio dos cristãos do Iraque:
  1. Cristãos Iraquianos Perseguidos: http://youtu.be/qhSgpZOvtiU 
  2. Cristãos do Iraque - em extinção: http://youtu.be/wGecReA-6WI
Qaraqosh, a capital cristã, conquistada pelo Estado Islâmico
A queda de Qaraqosh, na Província de Nínive, "é uma catástrofe, uma situação trágica: dezenas de milhares de pessoas aterrorizadas estão sendo deslocadas enquanto falamos", disse Joseph Thomas, o arcebispo caldeu da cidade de Kirkuk. Testemunhas em Qaraqosh disseram que os militantes islâmicos do Estado estavam removendo as cruzes das igrejas (Catholic Herald).

Cristã iraquiana: "Terrorista da ISIS segurava uma espada na minha garganta, mas eu me recusei a converter '
Khiria Al-Kas Isaac, 54, de Qaraqosh, estava entre os milhares de cristãos presos pelos jihadistas. Eles separaram as mulheres dos homens, e disseram às mulheres que elas iriam ser decapitadas se não se convertessem ao islamismo. Ela estava entre um grupo de 46 mulheres que foram espancadas por 10 dias. Como elas se recusaram a converter, um jihadista a tomou como um exemplo e eles colocaram uma faca em sua garganta, mas ela disse  que preferiria morrer a renunciar à sua fé cristã. Nesse ponto os terroristas cederam, e a rouboram de todos os bens, incluindo dinheiro que ela tinha guardado para uma operação de rim. Ela disse que nenhuma das mulheres capitulou sob a flagelação e outras crueldades infligidas a eles. Eles foram libertados e ela fugiu (Catholic Herald).

Iraque: "Daqui a 10 anos não vai restar cristão algum"
A população cristã do Iraque, nativa da região, expulsa de suas casas pelo Estado Islâmico, tem medo de retornar caso a oportunidade apareça: eles estão cansados de serem perseguidos a vida toda (SBS).

Cristãos Iraquianos, Ghazala Elyas (esq.), partilhando um edifício semi-construído com 500 outros, e Tofee Alabdal (dir.), que vive em uma sala de aula da Escola 11 de Setembro, em Ankawa, o bairro cristão de Erbil, no Curdistão iraquiano.

Interessante colocar o problema dentro de um contexto mais amplo

Troféu islâmico na Síria: o corpo sem vida de uma criança cristã degolada 
Atenção: Vídeo GRÁFICO. http://youtu.be/a3Ah35Z5Jf8

Recém-Cristão degolado na Síria
Ele deixou de ser muçulmano, deste modo, merece a morte.
Atenção: Vídeo GRÁFICO. http://www.liveleak.com/view?i=413_1339017292

Atualizações em agosto de 2014


Arcebispo de Mosul, no exílio, alerta que nós seremos vítima de perseguição em breve
Leia o artigo todo no link.

A Falácia do "não há compulsão na religião"
O Alcorão diz que "não há compulsão na religião" (2: 256), mas o que constitui a "compulsão" está nos olhos de quem vê. A subjugação institucionalizada da dhimma (o estado de segunda-classe dos não-muçulmanos sob o islão), com a sua humilhação regular e assédio, do qual apenas é possível se libertar desde que se converta ao islão, não é considerado compulsão no islã. Lembre-se de Steve Centanni e Olaf Wiig, os jornalistas que foram sequestrados e forçados a se converterem ao islão - mesmo que suas conversões tenham ocorrido sob coação, seus captores dizem que eles estavam se convertendo livremente, e os captores provavelmente acreditavam nisso. Afinal, os jornalistas poderiam ter escolhido a morte ao invés da conversão.

Empresário caldeu-americano Mark arabo disse que os militantes ISIS em Mosul estão decapitando sistematicamente crianças como parte de uma campanha de genocídio contra os cristãos no Iraque. "Existe um parque em Mosul, onde eles realmente decapitam crianças e colocam as cabeças na ponta de uma vara para mostrá-las no parque", disse ele. "Mais crianças estão sendo decapitados, as mães estão sendo estupradas e mortas, e os pais estão sendo enforcados." É evidente a partir dos vídeos que foram postados on-line que os militantes ISIS literalmente apreciam o ato de matar. (Examiner)

Iraque : o genocídio dos cristãos continua
* Jihadistas matam família de 8 com tiros na cara por se recusarem a se converter ao Islã (International Business Times).
* Jihadistas do Estado Islâmico removem cruzes de igrejas e queimam manuscritos (AFP). Segundo o diretor de antiguidades locais Kasim Taher, "As gangues criminosas de DAASH (o Estado Islâmico, anteriormente "ISIS ") saquearam e destruíram as igrejas e todos os seus bens, entre eles 1.200 manuscritos antigos e raros da igreja." (Coptic Solidarity).

Vídeos :
Cristãos Iraquianos - Em Risco de Extinção

video


Outro vídeo sobre a perseguição aos cristãos no Iraque
video


Arcebispo de Mosul - Iraque denuncia a perseguição aos cristãos pelo ISIS

video


Iraque: Líder cristão diz que ação dos EUA oferecem pouca esperança
"A posição do presidente americano Obama de apenas para dar assistência militar para proteger Erbil é decepcionante", disse o patriarca caldeu Louis Sako (Al Arabiya). Sako, e o resto do mundo, saibem que os ataques aéreos dos EUA são apenas um gesto de cosméticos para ajudar Barack Obama livrar a sua cara, não uma ação realmente eficaz. E a ONU não faz nada.

Congo: 3 padres mortos por se recusarem a se converterm ao islão

Em menos de 100 anos, parece que, mais uma vez, o primeiro genocídio do século XXI será novamente cometidos contra os cristãos do Oriente Médio
Em 1915, as vítimas foram os cristãos armenos e os gregos pontius, exterminados pelos turcos otomanos.



O extermínio dos cristãos em Mosul (Nínive) e arredores
1. Jihadistas atacam vila de Tilkif onde parte dos cristãos se refugiaram, mas foram rechaçados pela milícia kurda Peshmerga, que tenta evitar que os jihadistas avancem para o Kurdistão. (Aleteia)
2. Bispos do Iraque : "Temos que perguntar ao mundo: Por que você está em silêncio? Por que você não fala? Não existem direitos humanos? E se eles existem, onde estão eles? Há muitos, muitos casos que deveriam despertar a consciência de todo o mundo. Onde está a Europa? Onde está os EUA?" E onde está o Brasil, este "gigante diplomático"? (Aleteia)
3. O Patriarca da Igreja Ortodoxa Siríaca disse que ele e os outros Patriarcas das Igrejas Orientais estão a organizar uma reunião para discutir quais ações que podem tomar em uníssono, frente a expulsão dos cristãos de Mossul pelos  militantes do Estado Islâmico (califado). O patriarca espera enviar uma delegação de líderes cristãos de rito oriental para as Nações Unidas para apresentaram a situação dos cristãos no Iraque e exigirem ação internacional para acabar com a violência inter-religiosa em curso. (Aleteia).
4. Sinceramente, eu esperava que o Papa Francisco fosse até as Nações Unidas exigindo ação deste órgão. Ou então, que ele usasse a sua posição de Chefe de Estado para influir diplomáticamente para que outros países agissem. Mas, ele tem apenas se manifestado, enquanto organiza um jogo para avançar o diálogo inter-religioso com o islamismo (Aleteia).

França: muçulmano destrói interior de igreja histórica
Atos de vandalismo na igreja de Saint-Hippolyte e na basílica vizinha de Saint-François-de-Sales. Um único homem, de 30 anos, com uma força excepcional, derrubou e quebrou dois altares, os candelabros e atris, destruiu estátuas, derrubou um tabernáculo, torceu uma enorme cruz de bronze, esmagou a porta da sacristia e ainda quebrou algumas janelas com vitrais. Ele quebrou as estátuas, espezinhou os anfitriões eucarísticos, e estava murmurando sobre o céu e o inferno.Claramente isso tem a ver com a aversão a imagens e ao desprezo para o Cristianismo pelo islão, mas a imprensa o trata como uma pessoa com "problemas mentais." (Diversity Macht Frei). Lembrete: se alguém desecrar o Alcorão, o mundo vem abaixo. 



Líbia, Tripoli: grupos de salafistas, armados, proí bem venda de crucifixos
Os salafistas são muçulmanos que procuram seguir o exemplo do profeta do Islã tão literalmente quanto possível. Eles foram de porta-em-porta das joalherias da cidade, ordenando os proprietários para pararem de vender quaisquer cruzes ou ícones cristãos. Os donos tiveram que esconder as mercadorias, ou enviá-las para a suas vilas cristãs (Ibrahim). Lembre-se das Condições de Umar, que diz que cristãos não devem expor símbolos religiosos. 

Irã: Pastor preso recebe ameaças de morte de terroristas do ISIS

O Pastor Saeed Abedini, preso por ser cristão, tem agora de enfrentar novas ameaças de morte, vindas de terroristas do ISIS, detidos na mesma prisão iraniana onde ele está detido (Carisma News). Para os iranianos, matar o pastor e acusar a ISIS seria muito cômodo.

Atualizações em julho de 2014


Estado Islâmico avisa os cristãos que eles têm três opções: converter para o Islão, pagar a Jizya, ou serem mortos
"Oferecemos-lhes três opções: o Islão, o contrato dhimma - envolvendo pagamento da jizya; e, se eles recusarem isso eles não vão ter nada, apenas a espada", Essas são as opções para o cristãos viverem sob o Califado (Reuters). Isso é consistente com o Alcorão 9:29 e com Bukhari 4294:
Maomé disse: “Lute contra aqueles que não acreditam em Alá. Faça uma guerra santa contra eles … Quando você encontrar os seus inimigos politeístas, convide-os para escolherem as opções. Se eles reponderem para qualquer uma delas você aceita e se retire sem lhes fazer mal. Convide-os para aceitarem o islão; se eles aceitam, desista de lutar contra eles ... se eles recusarem a aceitar o islão, exija deles a jizya (imposto compulsório). Se eles concordarem em pagar, aceite. Se eles se recusarem a pagar a jizya, busque a ajuda de Alá e os combata. (Sahih Muslim 4294). blog

Documento distribuido aos cristãos de Mosul pelo "Estado Islâmico" (califado) oferecendo as 3 opções conforme Alcorão 9:29: conversão ao islamismo, pagamento do "imposto da proteção" Jizya, ou morte.
Tem havido relatos independentes de que muitos cristãos que saíram de Mosul ontem e hoje, ao passagem pelos pontos de verificação do ISIS, eles tiveram tomados à força todos os seus pertences, dinheiro, jóias, carros, laptops, até mesmo telefones celulares .. Eles conseguiram fujir apenas com suas próprias roupas .. Agora eles não têm nada para alugar uma casa ou para comprar comida, quero dizer que eles chegaram com nada .. http://www.bbc.com/news/world-middle-east-28381455

Estado Islâmico marca lares cristãos em Mosul
Eles estão marcando cas asas dos cristãos com uma ن, Nasara, que é a palavra do Alcorão para os cristãos: Nazarenos. Provavelmente, eles estão fazendo isso para que eles possam saber onde moram os cristãos de modo a exigir a jizya, o imposto que o Alcorão exige que os Povos do Livro, subjugadas, paguem ao Estado islâmico: "Lute contra aqueles que não crêem em Alá, nem no Final dos Tempos, nem proibam o que foi proibido por Alá e pelo Seu Mensageiro, nem reconhecem a religião da verdade, (mesmo que sejam) do Povo do Livro, até que paguem a Jizya com submissão voluntária, e se sintem subjugados" (Alcorão 9:29). Os nazistas printavam os muros dos judeus. Os islamismo obriga os muçulmanos a pintarem os muros dos cristãos, deste o século VII. (Fotos do Twiter
 


Enquanto que a atenção da imprensa está voltada para o conflito entre Israel e Hamas, um genocídio de verdade está acontecendo. Isso sim é LIMPEZA ÉTNICA!
Os cristãos nativos do Oriente Médio estão sendo exterminados. E pensar que, na década de 90, a OTAN bombardeou a Sérbia para proteger os muçulmanos.
Os cristãos de Mosul Ordenados a se converterem enquanto Militantes Queimam Catedral
Os cristãos de Mosul que restam estão fugindo da cidade ontem, após os ocupantes do ISIS terem dado um ultimato para se converterem ao Islã ou serem executados sumariamente. Em um comunicado lido nas mesquitas da cidade, os islamitas disseram aos cristãos que eles tinham até o meio-dia para se converter ou pagar uma "jizya" - um imposto sobre os não-muçulmanos. Aqueles que se recusarem a cumprir seriam mortos.

A foto mostra a catedral dos cristãos caldeus sendo queimada. Esta comunidade cristã remonta a dois mil anos.


Estado islâmico massacra cristãos e paga para quem entregar pastores evangélicos
Segundo a Lei Islâmica, é proibido expor o Evangelho aos muçulmanos. A perseguição é implacável (Gnotícias). 

“A minha Diocese não existe mais. O Estado Islâmico levou-a embora”, diz Arcebispo de Mossul


Vídeo mostra cristãos narrando o horror que eles suportaram sob ISIS antes de fugir de Mossul.
Uma mulher cristã narrou que os muçulmanos do ISIS disseram para ela e sua irmã: “Traga o seu dinheiro e o dê para nós. Se não, cada um de vocês levará um tiro na cabeça.” O vídeo termina com a mesma mulher chorando e se lamentando, e mencionando Mateus 10:16, que report Jesus dizendo: “Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas.” 

Testemunhas do genocídio dos cristãos em Mosul pelo Califado Islâmico registrada em vídeo

Vídeo da BBC Brasil

Mar (São) Behnam, um mosteiro do século 4 administrado pela igreja siríaca católica perto da cidade predominantemente cristã de Qaraqosh (AFP). Enquanto isso, existem cristãos no Ocidente que alegam que falar de tais coisas prejudicaria o "diálogo" inter-religioso com os muçulmanos devotos.

Nigéria: líder cristão diz que Ocidente ignora motivos islâmicos do Boko Haram
Nicholas Okoh, o primaz da Igreja da Nigéria,  disse “Por muito tempo os Estados Unidos não dizem nada sobre o Boko Haram. Eles continuam mencionando problemas econômicos, [dizendo] que o Boko Haram está lutando por causa de problemas econômicos. Isso não é verdade ... Os Estados Unidos ignoraram deliberadamente as questões fundamentais da ideologia religiosa." Na verdade, e mais grave,  a grande mídia nos EUA foi bombardeada, por algum tempo, com artigos que diziam que o Boko Haram não tinha nada a ver com o Islão (Baptist Press).

Bangladesh: Freiras e instituições católicas atacadas


Atualizações em junho de 2014


Nigéria: O Boko Haram está mais ativo do que nunca!
* Novo ataque do Boko Haram contra igrejas nigerianas deixa 54 mortos (R7)
* Radicalismo do Boko Haram faz com que muçulmanos se convertam ao cristianismo, diz ex-líder nigeriano (R7)
* Mais de 6 mil nigerianos deixam suas casas fugindo do Boko Haram nesta semana (R7)
* Dez mortos em ataque contra bordel na Nigéria (R7)
* Explosão durante exibição de partida da Copa deixa 21 mortos na Nigéria (R7)
* Novo ataque de Boko Haram na Nigéria deixa pelo menos 25 mortos (R7)
* Ataque a escola universitária deixa pelo menos 8 mortos na Nigéria (R7)

Ramadã na NigériaBoko Haram ataca cinco igrejasassassinam 100 "Eles mataram e queimaram casas depois de atacar fiéis em cinco igrejas em Kwadadepois disso, eles avançaram para Kautikari, a menos de 8 km a Chibok cidade, soro de leite que também matou pessoas e propriedades destruídas. Eu não tenho certeza de agências de segurança passaram a resgatar os aldeões, mas eu aprendi que os insurgentes ainda estão em busca dos aldeões restantes." (Daily Post)

Iraque: jihadistas ISIL destroem igrejas e aterrorizam os cristãos
Jihadista da Grã Bretanha diz que sob a Sharia, os infiéis devem usar coleiras vermelhas, raspar as cabeças, e pagar a jizya
(Daily Mail) Exatamente isso que é previsto no Alcorão 9:29 e consolidado na lei islâmica (veja o Capítulo 8 neste link, que trata dos dhimis).

Com Mosul na mão dos Jihadistas põe-se fim a presença de cristã de dois mil anos
Quando da invasão do Iraque, existiam 53 mil cristãos em Mosul. A falta de segurança e a substituição de um governo secular por um governo regido pela Sharia criaram condições para a perseguição que reduziu a população cristã para 3 mil.  Agora, os últimos remanescentes cristãos deixaram Mossul, no Iraque, e não vão voltar. Esta é uma outra comunidade cristã de dois mil anos de idade a desaparecer a no Oriente Médio. (Radio Vaticano) 

Judeus usam a palavra Judenrein ("limpar de judeus") para designar uma área "limpa" da presença judaica. Qual é a palavra equivalente para uma área "limpa" de cristãos?






Síria : Notícia de setembro de 2013 ...
Madre Inês Mariam el-Salib é uma freira católica e madre superiora do Mosteiro de St. James em Qara, Síria. Ela tem vivido no país há cerca de vinte anos, e ela tem sido muito ativa em relatar o que foi realmente está a acontecer dentro da Síria. De acordo com ela, os rebeldes sírios têm promovido a decapitação onde quer que vão e eles ainda desmembraram uma menina com uma serra elétrica quadro enquanto ela ainda estava viva ...

"Na aldeia de Estreba massacraram todos os moradores e queimaram suas casas. Na aldeia de al-Khratta quase todos os 37 moradores foram mortos. Apenas dez pessoas conseguiram escapar. Um total de doze aldeias alauítas foram submetidos a este ataque horrendo. Isso foi um verdadeiro matadouro. As pessoas estavam mutiladas e decapitadas. Há até mesmo um vídeo que mostra uma menina sendo desmembrada viva - viva! - por uma serra. O número final de mortos ultrapassou 400, com 150 a 200 pessoas tomadas como reféns. Mais tarde, alguns dos reféns foram mortos, suas mortes filmadas." (RT)


Esses rebeldes têm sido financiados pela Arábia Saudita e pelo EUA do presidente Obama. 

Atualizações em março/abril/maio de 2014

Leia o artigo clicando aqui.

Quem sabe mais sobre o islão: um cardeal da Nigéria ou um bispo dos EUA?
Leia o artigo clicando aqui.

Filósofo brasileiro fala sobre a perseguição aos cristãos a nível global
Leia o artigo clicando aqui.

Isso é o islão, e a lei islâmica, em ação: conversão forçada ou morte. É assim desde que Maomé se mudou de Mecca para Medina, marcando o ano zero na escala de tempo islâmica.
Hoje, há 18 anos atrás, o russo ortodoxo Yevgeny Rodionov, soldado, foi executado por islamitas chechenos por se recusar a se converter ao islão. Yevgeny Aleksandrovich Rodionov teria o seu 37º aniversário hoje. Muitos o veneram como um santo na Rússia. (Facebook).

Somália : dois ex-muçulmanos mortos por serem cristãos
Extremistas islâmicos da milícia Al Shabaab decapitaram publicamente, na semana passada, a mãe de duas meninas e seu primo, depois de descobrirem que eles eram cristãos, disseram as fontes. (Magreb Christians).  

Irã hoje é um país onde não há liberdade de religião. Cristãos presos se sua fé for praticado
De acordo com o relatório da Human Rights Activists Agência de Notícias (HRANA), oito pessoas, incluindo um funcionário de uma Igreja iraniana e outros sete cristãos, recém-convertidos ao cristianismo, tinham ido perto de um rio perto de shush para piquenique e foram presos por forças de serviços de inteligência e transferidos para prisão da cidade de Shush, na quarta-feira 5 de março. (Magreb Christians

Egito: supremacistas islâmicos intensificam seqüestros de mulheres cristãs
Mulheres cristãs jovens enfrentam um maior risco de serem seqüestradas por extremistas, torturadas e até mesmo forçadas a se converterem ao islão desde que a Primavera Árabe terminou em 2011. As meninas são muitas vezes assaltadas, estupradas, seqüestradas, forçadas a mudar a sua fé e, por vezes, mortas.O pior é que nada está sendo feito pelas autoridades locais para evitar isto, nas províncias em todo o Egito. "Não só eles estão fazendo vista grossa, eles são muitas vezes complacentes." (Fox News)

Paquistão: muçulmano assassina cristão por se recusar a se converter ao Islã
Uma história que acontece repetidamente. Farooq, um muçulmano, convidou Harron, um cristão, várias vezes,  oferecendo-lhe uma vida de luxo e casamento com uma mulher muçulmana rica, mas Haroon recusou a abraçar o Islã. Farooq, em seguida, tornou-se agressivo e abriu fogo contra Haroon, com uma bala atingindo-o na cabeça, matando-o na hora. Mais tarde, ele começou a gritar que Haroon havia tentado suicídio. (Pakistan Christian Post)

Nigéria : jihadistas queimam igreja e casa de não-muçulmanos no domingo de Páscoa, e matam mais de 150 no processo.
As épocas preferidas para os ataques dos valorosos soldados de Alá caem preferecialmente em torno das datas festivas das outras religiões, além das sextas-feiras quando eles saem das mesquitas. O pior é que estes ataques foram perpetrados pelo Boko Haram com a ajuda da polícia. O « governador em exercício » é um simpatizante do Boko Haram. (247)

Síria : Jihadista armado entrou no jardim do mosteiro, em Homs, e atirou na cabeça do padre Jan Stuyt
Padre Francisco Van Der Lugt é, diz o padre Jan Stuyt, "como um mártir para o diálogo inter-religioso." Na verdade, ele é uma ilustração vívida do porquê o diálogo inter-religioso é infrutífero. Os muçulmanos com quem Padre Francisco Van Der Lugt estava falando e tinha boas relações claramente não têm qualquer influência, ou não se importam de exercer qualquer influência, sobre o muçulmano que o matou. "O diálogo inter-religioso" no Ocidente consiste em intermináveis ​​fluxos de reuniões e conferências em salas de diretoria com painéis e declarações oficiais que fazem absolutamente nada para parar os jihadistas islâmicos que são brutais com cristãos (e com quaisquer não-muçulmanos) de acordo com comandos no Alcorão e nas tradições de Maomé (Suna). (Huff Post) 

República Centro-africana: Dez mortos quando as tropas do Chade dispararam sobre civis cristãos
A grande mídia está repleta de histórias sobre como os muçulmanos na República Centro-Africana estão sendo expulsos pelos cristãos. Raramente é explicado que estes cristãos são retaliando contra ataques da jihad, que provocou o deslocamento de milhares de pessoas. Além disso, raramente  é dada ampla divulgação a histórias como estas, onde tropas muçulmanas do Chade, inexplicavelmente, abriram fogo contra civis cristãos em Bangui. "Dez mortos quando as tropas do Chade abriram fogo sobre os civis em Bangui" (Reuters).   

O porque da crise: O grupo muçulmanos Seleka tomou o poder há um ano, perpetrando abusos sobre a população de maioria cristã, o que desencadeou ondas de ataques de vingança, levando a milhares de mortes e deslocando centenas de milhares.

Boko Haram ridiculariza polícia nigeriana em vídeo, diz que as igrejas, os cristãos e o estado nigeriano continuam sendo alvos
"Estamos trabalhando para Alá e devemos trazer Shariah à existência;... Estamos empenhados em proteger os muçulmanos de serem aniquilados por infiéis. Nós vamos matá-los. Entraremos nas Igrejas. Vamos abater os cristãos e os quartéis. Estamos convidando todos os muçulmanos para sairem e lutarem na Jihad. " (Sahara) O “Partido do Povo da Sunnah para Dawah e Jihad” é mais conhecido como Boko Haram ("Livros ruim!"). 

EUA impede governador cristão da Nigéria de participar em negociações de paz
O Instituto dos Estados Unidos para a Paz recentemente reuniu os governadores de estados do norte da Nigéria, região de maioria muçulmana, para uma conferência nos EUA, mas o Departamento de Estado bloqueou o visto do único governador cristão da região, citando problemas "administrativos". Dos 19 estados estados do norte da Nigéria, 12 implementaram a lei islâmica, ou sharia (WDN). O governo Obama tornou-se um vetor da islamização no mundo. 

Egito: cristãos atacados e assassinados por mostrarem um cruz; igreja atacada
1. Uma mulher cristã copta foi morta na sexta-feira por causa de uma tatuagem de uma cruz na sua mão. (MCN)
2. Mary Sameh, uma jovem copta, foi morta sexta-feira por partidários da Irmandade Muçulmana em Ain Shams, no Cairo, depois que os atacantes viram uma cruz em seu carro. (MCN). Raymond Ibrahim fornece mais detalhes sobre isso: Mal eles [manifestantes da Irmandade Muçulmana] viram que ela era Cristã [devido à cruz que se encontrava no seu espelho retrovisor], eles ... arrancaram-na para fora do carro, e começaram a agredi--la ... dando-lhe pontapés, esfaqueando-a com o que quer que pudessem encontrar ... até que um deles chegou e esfaqueou-a pelas costas, junto ao coração, acabando com a sua vida. Depois disto, outro muçulmano veio e agarrou-lhe pelos cabeços, agitando a sua cabeça, e com a a outra mão cortou-lhe o pescoço. Outro muçulmano puxou as suas calças de tal modo que ela ficou totalmente nua.
3. Partidários da Irmandade Muçulmana atacam igreja dedicada à Virgem Maria e Arcanjo Miguel, quatro mortos. O ataque ocorreu na sexta-feira. (Spero News)
PS. Sexta-feira é quando os muçulmanos vão orar nas mesquitas ... o que eles ouviram lá que provocou estes ataques? 

Síria: jihadistas islâmicos em Kessab profanando igrejas, saqueando casas de cristãos
Os militantes da Frente Nusra que entraram Kessab estão profanando igrejas, saqueando casas, e destruindo prédios do governo, Sarkissian disse ao Weekly. Alguns armênios sírios têm sido incapazes de deixar Kessab, e seu destino é incerto, acrescentou. 

Filósofo brasileiro fala sobre perseguição aos cristãos a nível global
"A perseguição aos cristãos no mundo está chegando a níveis alarmantes. Existem dois tipos de perseguição. No mundo islâmico e comunista existe a perseguição física e matança direta (mata, prende, expulsa). No Ocidente existe o cerco legislativo, cada vez mais engenhoso, cada vez mais astucioso." Veja o vídeo aqui

Somália: Islamitas radicais decapitam publicamente duas mulheres cristãsJihadistas do Al-Shabaab forçaram os habitantes da cidadeincluindo as duas filhas de uma delas, com idades entre 8 e 15a assistirem as execuções, que ocorreram no centro da cidade. O filho mais novo teria gritado, pedindo para alguém salvar sua mãe. Os islamistas advertiram que pretendem "acabar com qualquer movimento cristão subterrâneo" que exista no seu território (CBN News). 

Ex-Papa Benedito fala sobre Asia Bibi, a cristã paquistanesa acusada de blasfêmia contra o islão
“Nestes dias a comunidade internacional está a acompanhar com profunda preocupação a difícil situação dos cristãos no Paquistão, que muitas vezes são vítimas de violência ou discriminação. Hoje eu expresso a minha proximidade espiritual a Sra. Asia Bibi e seus parentes, e rogo também por todos aqueles em situações semelhantes, de modo que a sua dignidade humana e os direitos fundamentais possam ser plenamente respeitados.” Asia Bibi foi presa sob a acusação de blasfêmia, em 2009, depois dela ser acusada pelas colegas, mulheres muçulmanas, de contaminar a água que elas bebiam (ao beber do mesmo cantil), e em seguida ofender o seu profeta Maomé. Ela foi condenada à morte no ano seguinte, e está presa desde então (Christians in Pakistan). 

-x-x-x-
Atualizações em fevereiro de 2014


Nigéria: Grupo muçulmano mata 43 crianças em idade escolar, as crianças foram queimadas vivas, os jihadistas balearam e cortaram as gargantas das crianças que tentavam escapar pelas janelas
Militantes do Boko Haram queimaram crianças vivas. Professor diz que eles bloquearam as saídas do albergue, tacaram fogo, e atiraram e cortaram as gargantas das crianças que tentavam escapar pelas janelas. Outros relatos sugerem que os atacantes atiraram explosivos, pulverizando quartos com tiros, e usados facões para cortar os alunos até a morte. Ataque traz número de mortos dos ataques do Boko Haram para mais de 300 neste mês (Mail).

Nigéria: Muçulmanos queimam cristãos até que eles se tornen cinzas
58 jovens cristãos foram atacados e massacrados por muçulmanos na Nigéria, e inúmeros deles foram literalmente reduzidos a cinzas (Charisma News).

Grupo militante islâmico na Síria ordens cristãos a pagar imposto Jizya para a sua proteção
O grupo militante islâmico “Estado Islâmico do Iraque e al-Sham (ISIS )” exigiu cristãos que vivem no nordeste da Síria a pagarem um imposto em troca de proteção , uma vez que eles buscam construir um tradicional "Califado" nas áreas que ele controla.

"Os cristãos são obrigados a pagar o imposto Jizya, em cada adulto do sexo masculino, no valor de quatro dinares de ouro para os ricos, metade para os cidadãos de renda média, e metade para os pobres", disse o decreto. "Eles podem pagar em duas prestações ." Quatro dinares equivaleria a pouco mais de meia onça de ouro , no valor de £ 435 a preços correntes.

Em troca , os cristãos não serão prejudicados e terão permissão para adorar privadamente , manter seu próprio clero sem interferência, e manter seus próprios cemitérios. Eles são implicitamente autorizados a continuar a beber bebida alcoólica e comer carne de porco, desde que escondidos e sem poderem negociá-las com os muçulmanos . Também não podem construir ou reformar igrejas, ou exibirem a cruz. Os cristãos que vivem sobe este regime são chamados de “dhimi” (cidadãos de segunda classe) dentro da lei islâmica. 

Os cristãos eram 10% da população de 22 milhões de habitantes da Síria, mas a guerra civil forçou cerca de 500 mil a deixarem suas casas e aldeias, que estão espalhados por todo o país. Cerca de 1.200 foram mortos. (Telegraph)

Doze freiras cristãs sequestrados na Síria.
Em um vídeo, as freiras foram filmadas sentadas em uma sala e sendo questionadas por um homem invisível, provavelmente um dos sequestradores. Elas respondem que elas estão sendo bem tratados, e que elas estão muito ansiosas para serem devolvidas ao seu convento. É claro que elas vão dizer isso para agradar a seus captores. Mas alguma coisa, embora pequena, diz muito sobre a natureza do seu cativeiro: elas não estão usando nenhuma cruz no peito (como freiras fazem). De acordo com o rigoroso ensinamento islâmico, os cristãos e outros não-muçulmanos são proibidos de mostrarem quaisquer sinais ou expressões de seu "politeísmo" (shirk, em árabe). Na verdade, este fato é explicitado claramente nas Condições de Omar, que a doutrina muçulmana tradicional 
atribui ao segundo califa, de mesmo nome


As irmãs sequestradas, sem as cruzes no peito

Massacre em povoado cristão na Nigéria
O grupo da religião da paz Boko Haram continua fazendo o seu louvar a Alá na Nigéria matando não-muçulmanos (kafirs) (O Globo). 

Atualizações em janeiro de 2014


O futuro sombrio da comunidade Cristã na Líbia
Um artigo do blog Perigo Islâmico.
Lembre-se que o islão é um aniquilador de civilizações. A Líbia não era "terra islâmica" como se diz hoje. Era Bizantina (cristã) e Bérbere. Os exércitos islâmicos conquistaram e aplicaram a sharia. A partir daí, foi ladeira à baixo. 

Os 50 piores países para os cristãos viverem

Um artigo do blog Rafiq responde ao Islam

Atualizações em dezembro de 2013


Natal em Bagdá, no Iraque
"Gostamos de celebrar esse dia porque nos lembra do amor de Deus e de suas promessas sobre nós. Porém, por causa da segurança limitada, a liberdade de comemorar o Natal está diminuindo cada vez mais. Algumas pessoas não podem sair de casa para comemorar na igreja." Lembre-se de orar por cada cristão que não tem a mesma liberdade que você para celebrar o nascimento de Jesus (Missão Portas Abertas).

Sudão do Sul: o massacre recomeça
Você lembra do genocídio em Darfur? O problema foi tão grande que levou a divisão do Sudão em dois países, o segundo chamado de Sudão do Sul. O maior problema era religioso, com a maioria muçulmana, que fala árabe, com a ajuda dos militantes Janjaweed (fundeados pelos sauditas), a exterminar os cristãos, os animistas, e também muçulmanos a quem eles consideravam apóstatas. Acreditava-se que a criação do Sudão do Sul terminaria com este problema. Nada disso. Em primeiro lugar, o Sudão declara que deseja re-anexar os territórios perdidos. E existem ainda grupos minoritários muçulmanos que estão agora continuando com o serviço. Segundo o “Coordenador Humanitário Toby Lanzer” mais de 15 mil pessoas tentam entrar na area da ONU em Bor, fugindo dos rebeldes que tomaram o controle da região de Jonglei. "Quando eu acabei de passar pelo o aeroporto [domingo] à noite, vimos algumas das coisas mais horríveis que se pode imaginar. As pessoas estavam sendo alinhadas e executadas de uma forma sumária", disse o Sr. Lanzer Newshour. (BBC)

República Centro-Africana: porque a Jihad chegou neste país?
O que está acontecendo na República Centro-Africana é um exemplo clássico da Jihad Demográfica. Os muçulmanos eram minoria neste país predominantemente cristão. Mas deu-se um processo de imigração ilegal, permitindo que o número de muçulmanos fosse o suficiente para derrubar o governo. Isso permitiu que a milícia muçulmana Seleka depusesse o presidente Christian François Bozizé, em março de 2013, e instalasse o seu líder Michel Djotodia como presidente interino do país. A partir daí começou a caça aos cristãos, vistos como partidários do presidente deposto, bem como infiéis merecedores da morte por se recusarem a se submeter à sharia.

República Centro-Africana: cristãos estão sendo "abatidos como galinhas"
Enquanto festejamos o Natal ... a Jihad continua inabalável. (http://www.youtube.com/watch?v=PHw-eivm39c)

República Centro-Africana: a Jihad contra os cristãos continua, 1 mil mortos
O grupo miliciano islâmicoSeleka promoveu um ataque em larga escala contra os cristãos, em Bangui, a capital da República Centro-Africana, matando cerca de 1.000 homens ao longo de um período de dois dias, e saqueando sistematicamente as casas de civis. Um pequeno número de mulheres e crianças também foram mortos ", disse o relatório da Anistia Internacional. Nos últimos dois meses, 40 mil cristãos em Bossangoa, e aldeias vizinhas, buscaram refúgio se reunindo ao redor do arcebispado, amontoados em apenas quatro hectares", disse um funcionário do grupo de ajuda Ação Contra a Fome. (IB Times

Os cristãos na Grã-Bretanha sentem pressão para 'silenciar sobre sua afé", adverte o ex-arcebispo de Canterbury
Porque o ex-arcebispo Carey não disse algo enquanto ele tinha o cargo? No mês passado, ele disse ao Sínodo Geral: Estamos uma geração perto da extinção ... " Ele sugeriu que muitas pessoas ignoram a situação dos cristãos porque a religião é considerada relativamente poderosa graças ao seu domínio histórico no Ocidente. “Longe de ser importante e influente, em muitas partes do mundo, o cristianismo é fraco e desprezado, e os cristãos são atacados e mortos”, disse o ex-arcebispo. "Na Nigéria, as igrejas estão sendo atacadas com bombas; no Paquistão, fiéis são processados sob leis de blasfêmia draconianas, enquanto no Egito, os cristãos são ou marginalizados ou agredido. Mas ele apenas notou isso agora? (Daily Mail 

Menina cristã copta sendo abusadas sexualmente para ela se converter ao Islã
(1) O vídeo foi recebido por um grupo que se autodenomina " Os coptas livres". Ele mostra um incidente em que uma menina cristã copta foi abusada sexualmente na tentativa de islamiza-la. Ela pertencia a uma família grande e rica de cristãos coptas que vivem em Minia, no Egito superior. Um de seus vizinhos muçulmanos induziu-a a ir a sua casa. Ao chegar lá, ela se surpreendeu ao encontrar um grupo de jovens do sexo masculino muçulmanos. Eles obrigaram-na a ir com eles para uma casa nas proximidades. Eles ameaçaram matá-la se ela fizesse qualquer ruído ou gritar por socorro. Eles tiraram a roupa dela à força e filmaram-na completamente nua ao lado de um dos homens jovens. O plano era para chantageá-la a se casar com ele, informando ela e sua família de que a fita seria tornada pública, a menos que ela fizesse isso. Eles também ameaçaram com o mesmo destino que se abatera sobre outra garota não muito longe dali , uma menina que havia sido estuprada por oito homens muçulmanos, assassinada , e teve seu corpo jogado em um cemitério próximo. A polícia e o Ministério Público deixaram esses 8 homens em liberdade. O líder dos homens neste vídeo era para receber uma recompensa de 30.000 libras egípcias de uma mesquita em El Manya se eles conseguissem que a garota a se convertesse ao Islã. Os quatro homens no vídeo são criminosos habituais que constantemente roubam as lojas e empresas dos coptas cristãos.
(2) A menina finalmente escapou de volta para sua família. Os homens, em seguida, tentaram extorquir dinheiro deles.
( 3) Este é um dos métodos os muçulmanos estão usando para islamizar o Egito - eles seqüestram jovens cristãs, as estupram, forçando-as a se converter ao Islã. Às vezes, elas são forçadas a se casarem com homens muçulmanos de idade que os mantêm como reféns para sua gratificação sexual e matá-las quando elas não são de nenhum valor posterior. (
http://www.coptichistory.org/new_page_4752.htm)

Etíopes na Arábia Saudita :
(Estou colocando este assunto sob "perseguição aos cristãos" considerando que a maioria dos etíopes são cristãos)
  • Violência contra trabalhadores etíopes na Arábia Saudita. Grande aumento da violência muçulmana na Arábia Saudita contra os seus servos e escravos etíopes nos últimos dias, com várias linchamentos e estupros em público. Estes tumultos vêm em consequência da expulsão de trabalhadores da Arábia Saudita. E depois ainda dizem que Isreal pratica o apartheid.  Cenas fortes. http://youtu.be/ahWRxoFaWBs 

  • VÍDEO: Muçulmanos sauditas penduram de cabeça para baixo a empregada, uma negra etíope, a espancam, e ainda filmam para o seu entretenimento. (Será este mais um exemplo de  “violência no local de trabalho”, algo que nada tem a ver com o islão? /sarcasmo/)  Ah , os caminhos amorosos e pacíficos do islão. Como eu já disse, há uma componente racista forte n a vida árabe e muçulmana (eles chamam os negros de “abed” (escravo)  e “abeed” (escravos ) , o equivalente árabe a chamar um negro de preto) . Confira o vídeo abaixo de uma família saudita batendo na sua escrava etíope negro, a quem eles colocaram em uma espécie de camisa de força e penduraram de cabeça para baixo em um gancho, enquanto eles batiam nela. Se você notar um monte de cor vermelha , é porque ela está encharcada de sangue oriundo da carne rasgada e outros ferimentos sofridos com a batida constante do chicotes. Você tem que se perguntar por que os negros no Ocidente se convertem para este culto horrível, quando eles são expostos a exemplos e mais exemplos deste tipo de comportamento. Ah, e por costume, eles gravaram o espancamento brutal para que pudessem vê-lo mais tarde, para o entretenimento, e para poderem reviver a sua alegria por torturar uma pessoa negra. (Debbie Schlussel)


Jihad em Camarões: grupo muçulmano Boko Haram incendeia igrejas e mata  sacerdote e missionário – a Jihad se espalha na África
O missionário nigeriano, David Dina Mataware, da Fundação Cristã Missionária (CMF), foi morto em 13 de novembro por militantes do Boko Haram em Ashigashia, uma aldeia que fica na fronteira entre a Nigéria e os Camarões. Ele foi assassinado no mesmo dia do seqüestro do sacerdote francês, padre Georges Vandenbeusch, morto posteriormente (worldwatchmonitor). O grupo islâmico da Nigéria Boko Haram tem espalhando a sua área de ação para os países vizinhos, como o Camarões, visando tudo o que seja cristão ou visto como não-islâmico.

Nigéria: muçulmanos assassinam de pelo menos 71 cristãos
Criadores de gado muçulmanos são suspeitos de terem matado 37 cristãos em ataques coordenados em quatro aldeias no Estado de Plateau, depois que terroristas do Boko Haram mataram pelo menos 34 cristãos no estado de Borno, no início deste mês, disseram fontes. Os criadores de gado cristãos "temem que os mu;culmanos, com o apoio de grupos extremistas islâmicos, queiram ocupar as áreas de maioria cristã, a fim de tomarem terras para pastagem, estocarem armas e expandirem o território islâmico. Ataques esporádicos e  ações de guerrilha contra aldeias cristãs, nos quais as crianças são mortas a tiros enquanto dormem, aumentam a suspeita de que os ataques são motivados pelo desejo de eliminar o cristianismo." (Morning Star News) 
"Por isso, aproveite o que você tomou como espólio; os despojos são lícitos e bons." (Alcorão 8, 69).
"Alá disse: 'Um profeta deve matar antes de coletar cativos. Um inimigo abatido é expulso da terra. Maomé, você ansiava os desejos deste mundo, os seus bens e os resgate que os cativos trariam. Mas Alá deseja matá-los para manifestar a religião '". (Ishaq, 327)
Freiras de convento grego foram sequestradas na Síria

A Voz de Rússia relata que “o ataque ao convento de Santa Tecla foi cometido na segunda-feira, 2 de dezembro. Homens armados capturaram 12 freiras e se dirigem com elas para a cidade de Yabrud, a 80 km de Damasco. Nada se sabe, por agora, sobre os motivos dos sequestradores.” Motivos? Isso é Jihad. (Portuguese.ruvr.ru

 

Líbia: cristãos mortos por se recusarem a se converterem para o islão
O Morning Star News informou que Waleed Saad Shaker, 25 anos, e Nash'at Shenouda Ishaq, 27 anos, dois cristãos coptas do Egito que viviam na Líbia, foram cercados por um grupo de militantes muçulmanos Distrito de Derna, no nordeste da Líbia, no que inicialmente parecia ser um roubo à mão-armada. Depois de levarem seus pertences e bater neles, o grupo exigiu que os dois homens recitassem a shahada, a declaração de conversão para o islamismo. Quando os dois se recusaram a fazer isso, os extremistas os amarraram e atiraram neles. Isso é muito triste. Mortos por terem uma crença diferente. (Opposing Views). 

 

-x-x-x-

Atualizações em novembro de 2013

Comoventes testemunhos de paquistaneses cristãos vivendo sob preseguição





Síria: rebeldes atiram bomba em ônibus escolar vindo de escola cristã em Damasco e mata quatro crianças
E feriram muitas outras. Esta notícia não sai nas grandes redes (para não ofender os acionistas sauditas).
Estas são as mesmas táticas que os “guerreiros sagrados” usam contra os judeus, bombardeando ônibus escolares cheios de crianças e usando morteiros contra escolas.
Estes cristãos têm estado lá por 2000 anos, e estão sendo destruidos tão repentinamente e o mundo nem percebe. Eles estão pedindo ajuda ao Comissariado para Refugiados na Palestina, mas eles não sabem que este órgão da ONY está agora totalmente tomado pelos mesmos selvagens que estão os limpando etnicamente.

 

 

Nigéria: onde Jihad e perseguição aos cristãos andam de mãos dadas, e desenfreadas

 

Nigéria: Polícia islâmica destruiu 240 mil garrafas de cerveja

Isso aconteceu na cidade de Kano, a principal cidade do norte da Nigéria. A polícia islâmica usou um caminhão de transporte para destruir cerca de 240.000 garrafas de cerveja apreendidas de veículos de abastecimento e de pequenas lojas cujos proprietários são cristãos. Enquanto o Xeique Aminu Daurawa, chefe do esquadrão islâmico uniformizado Hisbah, estava comemorando a operação e prometendo ampliá-la, o pequeno comércio e as lojas que dependem da venda de cerveja para sobreviver estavam vendo sua subsistência ameaçada. Enquanto que o Boko Haram mata os cristãos, os que sobram são perseguidos pela “polícia islâmica”. Lei Islâmica é assim: ele vai para baixo da garganta se você é muçulmano ou não. A Nigéria é dividida entre a região norte, majoritariamente muçulmana, e o sul, majoritariamente não-muçulmano. (Reuters)

 

ONU alerta: Risco de genocídio dos cristãos da República Centro-Africana perpetuado por muçulmanos
A ONU adverte que há um risco de genocídio na República Centro-Africano. O país está em crise desde que os islâmicos derrubaram o presidente François Bozize em março. Nas cidades em que cristãos e muçulmanos viviam em paz e faziam negócios juntos, os islâmicos estão agora a incitar a violência entre as duas comunidades. Na cidade de Bossangoa, o local de nascimento do ex-presidente, milhares de cristãos fugiram de suas casas depois de ataques de rebeldes. Muitos se refugiaram na missão católica no centro da cidade, com medo de se aventurar na rua ou voltar para suas casas. Grupos de direitos humanos acusam os rebeldes de saques, mortes, estupros e recrutamento de crianças-soldados. John Ging, diretor de operações humanitárias da ONU, descreveu a situação como "caótica". (CBN News

 

O  rapto  e  a pilhagem dos cristãos coptas do Egito continua

 


Clérigo islâmico quebra imagem da virgem maria
Mais uma vez, os "combatentes da liberdade" da Síria (apoiados pelos EUA) mostram a sua verdadeira face. No vídeo, a seguir, um clérigo muçulmano, depois de declarar a supremacia do Islã - "nada, apenas Alá deve ser adorado na terra da Síria, isso é nada mais que a regra de Alá [lei islâmica] deve prevalecer, e nenhum ídolo deve ser adorado na terra da Síria, depois destes dias"- quebra uma estátua da Virgem Maria, sob os gritos de "Allahu Akbar", ou "Meu Deus é melhor do que o seu Deus" [Clique na CC se legendas em inglês não. aparecem].  A gente sabe que isso é só uma imagem, mas de qualquer modo, mostra bem o "respeito" que o islamismo têm para com outras religiões e culturas. A gente sabe bem a reação se alguém queimar ou mesmo rasgar um alcorão, ou se desenhar o pedófilo, digo, o profeta mau-ou-mé. veja o vídeo aqui: 
http://youtu.be/7iLqTxyuNbs 

Atualizações em outubro/2013


O rapto e a pilhagem dos cristãos coptas do Egito continua


Cristãos no Irã condenados a 80 chicotadas por beberem vinho da comunhão

Dois dos quatro condenados foram apreendidos pelo governo iraniano em 31 de dezembro de 2012, em uma repressão à igrejas domésticas. Em um comunicado, Mervyn Thomas, diretor executivo da Christian Solidarity Worldwide (CSW), disse: "As sentenças proferidas a esses membros da Igreja do Irã efetivamente criminalizam o sacramento cristão ... e constituem uma violação inaceitável no direito de praticar livremente e pacificamente a fé. Um relatório da ONU divulgado recentemente sobre a perseguição religiosa no Irã, disse: "Mais de 300 cristãos foram presos desde 2010, e dezenas de líderes religiosos e membros da comunidade ativos foram supostamente condenado por crimes contra a segurança nacional em conexão com as atividades da igreja, como a organização de oração grupos, proselitismo e participando de seminários cristãos no exterior". (Clarion)

 

Síria: rebeldes islâmicos colocam on line os nomes de todos os cristãos que serão mortos
Os nazistas, que vieram antes deles, também gostavam de fazer listas com o nome daqueles a serem mortos de modo a facilitar o seu trabalho de limpeza étnica (link).

 

A pergunta que não se cala: onde está a condenação e o ultraje dos governos ocidentais e das igrejas cristãs com respeito ao genocídio dos cristãos em terras muçulmanas?

Paquistão: Após as bombas, novas atrocidades contra os cristãos: o tráfico de órgãos das vítimas de Peshawar
Após as bombas na igreja de Todos os Santos em Peshawar, a situação permanece tensa na sociedade paquistanesa: não só a tragédia, mas também o horror. Os cristãos disseram que estavam horrorizados com os rumores que ligam as bombas em Peshawar ao problema do tráfico de órgãos: é o que alguns paramédicos presumivelmente locais, parecem ter aproveitado o alto número de mortos e feridos, a fim de roubar os corpos das vítimas e explorá-los para o comércio ilegal de órgãos (Agencia Fidez). 

 

Quênia: Pastor assassinado por expor cristianismo a muçulmanos
Um pastor em Mombasa, no Quênia, foi morto a tiros enquanto rezava em sua igreja neste fim de semana, de acordo com a Morning Star News. Charles Matole havia recebido ameaças depois de muitos (muçulmanos) terem se convertido ao cristianismo durante os cultos de avivamento em uma área costeira do país. No domingo, um outro pastor, Ebrahim Kidata, da Igreja Pentecostal do Leste Africano, foi estrangulado e deixado sob alguns arbustos, 30 quilômetros ao norte de Mombasa (CBN News). Esses assassinatos são consistentes com a lei islâmica.

Mais duas crianças mortas por serem cristãs, no Egito
No domingo passado, a Igreja da Virgem Maria em Waraq perto do Cairo foi atacada durante uma cerimônia de casamento, deixando quatro mortos e muitos feridos. De acordo com Dr. Hisham Abdul Hamid, médico forense, dois daqueles que foram assassinados eram crianças, duas meninas cristã, ambas Marias: Mary Nabil Fahmy, 12 anos, levou cinco tiros no peito, e Mary Ashraf Masih (que significa "Cristo"), de 8 anos de idade, levou um tiro nas costas, que explodiu ao sair pela frente. (Raymond Ibrahim)

A situação dos cristãos coptas do Egito, especialmente no Alto Egito, continua crítica.
De acordo com um novo relatório árabe, durante os últimos dias em Assiut, "grupos criminosos e gangues conseguiram adquirir armas de fogo e, como de costume, atacaram e abusaram dos cristãos para controlar suas fontes de renda, inclusive para financiar as atividades dos "gangsters". Eles forçaram os coptas a pagarem grandes quantias de dinheiro como imposto [jizya], a fim de não roubarem e / ou pilharem de suas terras.

Ninguém faz nada para se opor a essas gangues: "eles simplesmente matam os cristãos e suas famílias, como aconteceu na aldeia de Shameiya quando dois coptas se recusaram a pagar o imposto: a quadrilha matou-os, e fatos semelhantes se repetiram em muitas outras aldeias pertencentes à governadoria de Assiut. Isto está se tornando tão normal agora, para ver como estes crimes contra os cristãos ocorrem no dia a dia e nada é feito." (Raymond Ibrahim)

Cristãos da Síria se voltando para a Rússia para proteção
Cerca de 50 mil cristãos sírios querem pedir a cidadania russa. Em uma carta ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia, eles disseram que não estavam planejando fugir na Síria, mas, se ameaçados de eliminação física, eles depositam suas esperanças na Rússia como garantia da sua sobrevivência. Analistas acham que, apesar das dificuldades que o pedido pode envolver, não vai passar despercebido. (Voice of Russia)
Considerando-se que os EUA estão apoiando os jihadistas, é o "sangue dos santos" nas mãos dos Estados Unidos? Rev. 17:06

Conflito na Síria: 450.000 cristãos estão fugindo da agressão muçulmana
Um dos maiores exemplos de limpeza étnica contra minorias causado por muçulmanos. Os islâmicos que lutam contra o Assad têm um manifesto inspirador muito claro (um livro chamado de Corão), que os ordena a destruir todos os infiéis (BBC). Hoje é domingo. Se você for uma pessoa de fé, reze por eles. Se você não for, faça um minuto de silencio em solidariedade. A coisa é séria e triste.

Canadá: A diferença entre a oração islâmica na hora do almoço e uma camiseta estampada com Jesus
"A escola pública em Toronto acha que um clérigo pode ser convidado para dirigir orações islâmicas na hora do almoço na escola. Como um administrador de escola explica," O que estamos fazendo é o que devemos fazer como uma diretoria da escola e que está acomodando as necessidades dos alunos, não importa qual a sua religião." Enquanto isso, a escola pública na localidade de Bacia Chester, na província da Nova Escócia, acha que um estudante pode ser proibido de usar na escola uma camisa com uma mensagem cristã estampada nela. Como administradores escolares explicaram, "Espera-se que os alunos não usem roupas com mensagens que possam ofender as crenças, raça, religião, cultura ou estilo de vida dos outros" (maio/2013, The Globe and Mail). Este é um padrão-duplo extremamente perigoso!

Síria: Jihadistas atacam a antiga cidade cristã de Saidnaya

Outra antiga comunidade cristã indígena sob ataque armado por Jihadis, e a única estratégia de defesa deles é  "dar a outra face" e "colocar a sua fé em Deus". Além de rezar, não podemos fazer nada por eles, a não ser denunciar a sua limpeza étnica como um aviso para os outros (Pravoslavie.Ru)  

 

Canada: Xeique canadense dá recado para os cristãos egípcios: Se vocês não darem a outra face, o fogo vai queimar vocês.
Bem amoroso ... E o mais interessante no "sermão" deste xeique é que ele acusa todos aqueles que ele não gosta (o general al-Sisi do Egito e a família real da Arábia Saudita) de Judeus. Isso é algo comum no islamismo: a pior ofensa que pode ser feita para alguém é chama-lo de judeu. http://www.youtube.com/watch?v=a9HU0ZJTeVw                                                                   

Armênia – Vítimas do genocídio armênio podem ser canonizadas


O Sínodo dos Bispos da Igreja armênia apostólica colocou no centro da reflexão comum a proposta de canonização por martírio de todas as vítimas do “Grande Mal” perpetrado nos territórios da atual Turquia em 1915. “Na Igreja armênia apostólica, os últimos santos foram proclamados no século VI.” (Agencia Fidez). Isso é mais um tapa na cara da Turquia, que até hoje nega a simples existência do genocidio armeno, quanto mais assume a culpa.

-x-x-x- 
Atualizações em setembro/2013


Jihadistas rebeldes sírios matam um homem assírio por ele ser cristão
Sr. Odisho estava com dois amigos muçulmanos quando foram abordados por rebeldes jihadistas, que questionaram os três homens. Os rebeldes liberaram os seus amigos ao saberem que eles eram muçulmanos, em seguida, bateram no Sr. Odisho, espancado-o até a morte.(AINA)

Mais uma pessoa morta, dentro da limpeza étnica dos cristãos pelos muçulmanos.

Nigéria: muçulmanos assassinam pastor cristão, queimam sua igreja e cinco casas

O que é islamofobia mesmo? (Associated Press)


Quênia, Paquistão, Egito, Síria, Nigéria, Indonésia ... agora é temporada de caça aos cristãos

Ataques a cristãos e outras minorias no mundo de maioria muçulmana estão a aumentar e uma situação que já era terrível está piorando ..


Veja bem, ser taxado de islamófobo ou racista não vai adiantar muito mais diante da escalada atual na limpeza étnica destas populações indígenas cristãs.

Lembrem-se do que aconteceu com os judeusnos anos 30 e início dos anos 40, com a destruição de metade da sua raça através de uma dúzia de países, em sua maioria nas mãos dos nazistas alemãesem seguida, em 1947 e 1948, quando 850.000 judeus foram expulsos de terras árabes pelos nazistas muçulmanosEles sabem exatamente o que estão fazendo, eles fizeram isso 
antes (FoxNews).

Papa soa o alarme sobre a perseguição anti-cristã
"Muitos cristãos no mundo estão sofrendo", disse o papa durante sua audiência geral da manhã, na Praça de São Pedro. "Eu sou indiferente a isso, ou isso me afeta como se fosse um membro da família?"

"Será que isso toca o meu coraçãoou isso realmente não me afeta[saiber que] tantos irmãos e irmãs na família estão dando suas vidas para Jesus Cristo?"

De acordo com a Sociedade Internacional para os Direitos Humanos em Frankfurt, Alemanha, 80 por cento de todos os atos de discriminação religiosa no mundo de hoje são dirigidas contra os cristãos.

O Centro para o Estudo do Cristianismo Mundial, nos Estados Unidos estima que, na última década, uma média de 100 mil cristãos morreram a cada ano, no que o centro chama de "situação de testemunha", ou seja, por motivos relacionados com a sua fé. (National Catholic Reporter)

Veja bem, 11 cristãos foram mortos a cada hora devido a sua fé ao longo da última década, e a Organização da Cooperação Islâmica, que nega o anti-semitismo muçulmano / islâmico, promove a mentira escandalosa de que a islamofobia é a maior forma de preconceito no mundo de hoje.

Duas igrejas atacadas na Síria: cruzes quebradas e substituidas pelas bandeiras da Al-Qaeda
Ontem, o "Estado Islâmico do Iraque e do Levante" (ISIL), grupo associado à Al-Qaeda, quebrou e arrancou fora as cruzes de duas igrejas cristãs - a Igreja da Anunciação e a Igreja dos Mártires - em Raqqah, uma cidade no norte da Síria. Eles incendiaram artefatos religiosos retirados de dentro das igrejas, e astearam a bandeira do islão no topo destas igrejas. (Raymond Ibrahim)


O guerreiros sagrados (mujahidin) trocando a cruz pela bandeira negra do islão

Egito: Perseguição leva a fechamento de mosteiro do século 5
Um dos mosteiros mais antigos do mundo foi forçado a fechar suas portas por causa da deterioração da segurança no Egito, devastando a economia dos arredores. O Mosteiro de Santa Catarina foi construído por ordem do imperador Justiniano I, que reinou 527-565, no local sob o Monte Sinai, onde, segundo as escrituras, Deus falou ao profeta Moisés de uma sarça ardente. (The Guardian)

Jihad no Quênia: muçulmanos são soltos; não-muçulmanos são mortos

Irmandade impõe o tributo Jizya sobre os cristãos do Egito


Independente de que lado ganhar na Síria, os cristãos saem perdedores:
- Se Assad ganhar, apesar dele ter uma política de "não perseguir os cristãos" (Assad perseguem quem é contra o governo dele), os cristãos já foram deslocados e mortos devido à guerra civil.
- Se a Al-Qaeda ganhar (com o apoio dos EUA, diga-se de passagem) a perseguição vai ser em massa. 

Nós estamos presenciando fim do cristianismo na região onde ele começou. (
The Expectator)

Maaloula, Síria: rebeldes invadem casas da vila, matam três jovens cristãos
Mais informações sobre o recente ataque aos cristãos da Síria pelos "combatentes da liberdade" que Obama quer levar os EUA à guerra a fim de capacitá-los ... (Asia News).

Ainda em Maaloula, os rebeldes argumentam que eles "liberaram" a cidade, e começaram a dar aos cristãos a "oportunidade" de se converterem ao islamismo, caso contrário eles são fuzilados na hora (Daily Mail). 

Maaloula é um pequeno vilarejo na montanha, onde as pessoas ainda falam aramaico, o mesmo idioma falado no tempo de Cristo. 

Maaloula, Síria
-x-x-x-

Atualizações em agosto/2013


O Pogrom contra os cristãos do Egito

Sudão : cristãos sendo resgatados pelo Fundo Barnabé

O Fundo Barnabé, uma organização cristã de ajuda internacional está planejando o transporte aéreo de cerca de 3.500 os cristãos do Sudão, a fim de salvar suas vidas do terrorismo islâmico. O grupo já removeu 5.000 cristãos deste país, que é dirigido pelo presidente Omar Hassan al-Bashir. Este tirano havia declarado que ele vai criar uma "constituição 100% islâmica, sem o comunismo ou o secularismo ou [influências] ocidentais." Desde que o Sudão do Sul ganhou independência em julho de 2011, os cristãos no Sudão têm enfrentado uma agressão crescente. Os líderes da Igreja têm sido ameaçados, detidos e sequestrados, e muitos edifícios cristãos e casa de culto destruídos. Em abril de 2012, uma igreja e escola bíblica, em Cartum, foi incendiada por uma multidão islâmica, e em junho outra igreja foi demolida pelas autoridades locais (Religious Freedom Coalition).

 

O Aniquilamento dos cristãos do Egito: mais de 50 prédios cristãos,entre igrejas, mosteiros, orfanatos, escolas, destruídos no Egito

O vídeo do incêndio da igreja de Amba Musa in al-Minya, Egito

http://www.youtube.com/watch?v=ObiB4mTn1t4


  Igreja é destruída na Síria, enquanto que cristãos são mortos e raptados
À medida que a guerra por procuração de Obama contra a liberdade e cristianismo no Egito continua, é fácil esquecer que as mesmas atrocidades estão sendo cometidas em todo o mundo - e também com o apoio de Obama. Enquanto dezenas de igrejas no Egito foram destruídas pela Irmandade Muçulmana, assim também elas têm sido, e continuam a ser, destruídas na vizinha Síria, onde os EUA apoiam os jihadistas islâmicos que estão aterrorizando os cristãos, inclusive decapitando-os e destruindo suas igrejas. Recentemente, no meio da noite, um grupo jihadista, em grande parte composto de estrangeiros, e que se auto-denomina de "Leões da Brigada Islâmica" invadiram a aldeia cristã de al-Diwayr e começoram a bombardear a Igreja de Isaías, o Zeloso (foto abaixo), bem como casas de cristãos, levando à morte de quatro pessoas, incluindo mulheres e crianças, ferindo 20, e raptando quatro (Raymond Ibrahim).


Vídeo mostra o resultado do ataque aos cristãos coptas egípcios em Minya

Igrejas sendo atacadas no Egito
  • Dezenas de membros da Irmandade Muçulmana atacaram uma "igreja evangélica" na aldeia de Reeda, na governadoria de al-Minya, no Alto Egito, destruindo o seu exterior. Eles também atiraram, e lançaram pedras e outros projéteis nas casas de cristãos coptas a redor da igreja, gerando "terror entre os coptas, especialmente considerando-se a total ausência de forças de segurança."
  • Um relatório em separado, também de ontem, conta como outra igreja, bem como a residência de seu sacerdote, foram incendiados na aldeia Beni Ahmed. (Raymond Ibrahim)
  • Enquanto isso, valentões da Irmandade Muçulmana colocaram a bandeira da Al-Qaeda no portão de entrada da Igreja de São Jorge, em Sohag (Coptic Defense League).
Esse é o comportamento da Irmandade Muçulmana e seus aliados - o mesmo grupo que o governo Obama há muito têm apoiado.

Egito: Mais perseguição dos Coptas

  •       Os Mártires de Luxor - Um funeral foi realizado nesta manhã (7 de julho) para 4 coptas mortos no oeste de Luxor, por Pro-Mursi manifestantes da Irmandade Muçulmana. O funeral realizou-se no mosteiro de São Tawadros na aldeia de El-Bairat em frente a milhares de coptas, sacerdotes e bispos. Eles foram esfaqueados no pescoço de ambos os lados, seus crânios esmagados, queimados e espancados sem misericórdia. 
  •       Estes coptas no El-Dabaya, Luxor, tiveram suas casas queimadas e roubadas, suas famílias mortas, esfaqueadas, queimadas vivos e açoitadas.

  •       9 de junho - O mosteiro de São Abu Sefein foi atacada ontem de manhã, com facas e munições de verdade, no Velho Cairo.
  •       5 de junho - coptas visitando o Mosteiro Muharraq no sul do Egito na noite passada foram atacados por assaltantes desconhecidos usando clubes e facas. Pelo menos sete coptas foram feridos e seu dinheiro e pertences roubados.




  •       4 de junho - Familia acusada de pregar o cristianismo está para ser julgada hoje, depois de ajudar Hatem Rana converter ao cristianismo.  
  •       25 de abril - Famílias coptas estão começando a deixar suas casas em Wasta, após ter recebido ameaças contínuas de salafistas,
  •       Registros mostram que nada menos do que 10 igrejas nos últimos quatro meses foram queimadas no Egito. Aqui está uma lista para citar algumas delas:

o   São Marcos em Hurghada, Mar Vermelho
o   St. George em Manshiet El-Sadr, Cairo
o   St. George em Srsena Village, Fayoumo   St. George em Ras El Bar, Damietta
o   St. Mary, em Tama, Sohag
o   St. Mary em Al Mahallah Al Kubra, Damietta
o   St. George, em Tama, Sohag
  • Extremistas muçulmanos atacacaram uma mulher copta e a sua casa por ela ter falado para uma TV alemã sobre o rapto de sua filha. Ela foi presa e acusada de difamar a reputação do Egito.
  • Mohamed El-Zawahiri, o irmão de Al-Qaeda Ayman El Comandante-Zawahiri, diz que os coptas não irão se sentir seguros e protegidos até que a lei islâmica (Sharia) seja implementada!  
  • Secretário-Geral do Partido Jihad Islâmica, Mohamed Abu Samra, diz que derramamento de um pouco de sangue cristão é permitido. 
  • O partido salafista Nour diz que só porque você é um cidadão egípcio, isso não significa que não exista plena igualdade entre muçulmanos e coptas.
  • Seqüestros de meninas coptas se tornando mais e mais freqüentes (imagem composta)


Egito: Sequestro e conversão forçada de meninas
Um dos desafios enfrentados pelas famílias cristãs, particularmente no Alto Egito, é o seqüestro e conversão forçada de jovens cristãs. Isso geralmente acontece quando as meninas entram seus anos de adolescência. Considerando que as famílias cristãs são geralmente pobres, as meninas são atraídas com a oferta de dinheiro, inclusive de crianças muçulmanas. Esta situação obriga muitas famílias cristãs a se mudar para aldeias cristãs. No ano passado, uma audiência da Comissão de Helsinki revelou que o número de desaparecimentos e raptos de meninas cristãs são crescentes. O especialista em tráfico de seres humanos, Michel Clark, mencionou mais de 800 casos. Mas, muitos líderes islâmicos e funcionários do governo egípcio descredeciam as alegações de que as garotas cristãs estão sendo traficadas. Eles insistem que as conversões e casamentos não são forçados, mas simplesmente o resultado do amor entre os jovens de diferentes credos. No início deste ano, o patriarca copta ortodoxo, Tawadros II, disse à CBN News que os esforços para evitar o tráfico e conversões forçadas muitas vezes falham (CBN News).



Insert here: http://www.youtube.com/watch?v=svkPG49Mvmk (longer video)

Egito: Extremistas muçulmanos matam nossos sacerdotes, queimam nossas igrejas e sequestram nossas mulheres. Primavera árabe torna-se um pesadelo de ódio religioso
Correspondente do Mail no Cairo revela atos de ódio contra os cristãos, atos estes que forçaram muitas famílias a se esconderem ou buscarem asilo no exterior. Tem havido um aumento assustador nos ataques religiosamente motivados. 
  • Padre Mateus Awad se recusou a revelar o paradeiro de uma mulher muçulmana que se converteu ao cristianismo. Por este "crime", ele foi agredido, sofreu ameaças de morte, mas escapou com vida. Hoje, ele está se escondendo. Toda a sua família teme pela sua segurança. O filho de Mateus, dono de uma loja, Marco Awad, não pode aparecer em público depois que ele foi preso e torturado por policiais egípcios simpatizantes da Irmandade Muçulmana. Dois de seus três filhos estão com ele em uma casa segura, enquanto sua irmã, esposa e filho de quatro meses de idade e fugiram do Egito para a Grã-Bretanha.
  • Marco, que se recusou a ser fotografado por causa do risco à sua vida, disse ao jornal The Mail, de um mosteiro no deserto: "fundamentalistas muçulmanos estão matando nossos sacerdotes, sequestrando as nossas mulheres e queimando nossas igrejas. Desde a revolução de 2011, coptas, como eu vivem com medo de nossas vidas. Estou sendo forçado a viver longe da minha família por causa da minha fé."
  • Quinta-feira passada, o corpo decapitado do ancião Magdy Lamay Habib, de 59 anos, foi encontrado em um cemitério, seis dias depois dele tersido seqüestrado por extremistas no norte do Sinai. 
  • Padre Mina Aboud Sharobeel, 39 anos, foi morto a tiros quando homens islâmicos armados abriram fogo enquanto dirigia para casa após suas compras de supermercado semanal, na cidade de El Arish, perto da fronteira com Gaza. 
  • Os cristãos são especialmente vulneráveis ​​no Sinai, onde grande parte da população está armada e a economia local depende de contrabando de pessoas, armase drogas. 
  • Cristãos viram a discriminação contra eles escalar durante a tentativa do governo Morsi de instalar um estado islâmico. Estima-se que cerca de 200 mil coptas deixaram o Egito buscando uma vida nova na Europa, EUA e no Canadá no ano passado.
Rania Awad (à esquerda) e seu filho bebê fugiram para a Grã-Bretanha por segurança depois que seu marido foi perseguido por sua fé, enquanto que o Padre Youssef Souby Zaky (direita) deixou a sua igreja no norte do Sinai após ela ter sido saqueada e incendiada

Uganda: Sonho torna um muçulmano cheio de ódio em um Amante de Israel
Umar Mulinde era um muçulmano que odiava Israel até que Jesus apareceu para ele em um sonho. Depois disso, ele se tornou um cristão e começou uma igreja em Uganda. Mas a sua nova fé lhe custou. Mulinde, agora um pastor, foi atacado por dois muçulmanos com baldes de ácido. O ácido corroeu sua pele, seu olho e orelha.

"Eu senti o fogo de cima para baixo para os meus pés e eu sentia, 'Algo está me cozinhando'", lembrou sobre o ataque. "E eles gritaram:" Allahu Akbar, Allahu Akbar, Allahu Akbar "três vezes. Percebi que eu tinha caido na emboscada de terroristas muçulmanos" 
 (CBN). Veja o vídeo com legendas em português aqui

Segundo a lei islâmica, Umar Mulinde cometeu vários crimes:
1. Apostasia (deixar de ser muçulmano)
2. Expor muçulmanos a outra religião (30% da congregação de Umar Mulinde é composta de ex-muçulmanos)
3. Ser pró-Israel (ou seja, aceitar que não-muçulmanos, neste caso, judeus, tenham poder político sobre muçulmanos).




Presidente Russo, Putin, exorta a comunidade internacional a ação com respeito a perseguição dos cristãos

"Em muitas regiões do mundo, especialmente no Oriente Médio e no Norte da África as tensões inter-confessionais estão crescendo e os direitos das minorias religiosas são violados, incluindo cristãos e cristãos ortodoxos", disse o presidente russo, acrescentando que tais conflitos pode levar às consequências mais graves. Putin pediu medidas imediatas para evitar tais situações. O chefe da Igreja Ortodoxa Russa, Patriarca Kirill, disse na mesma reunião que as tentativas de expulsar os cristãos da Síria levaria a uma "catástrofe da civilização". O patriarca observou que a Síria foi o berço do cristianismo e o fato de que os cristãos são mortos e expurgados no decorrer do conflito militar é uma tragédia para as Igrejas Ortodoxas, para a cultura internacional e para as pessoas comuns (Russia Today).

 

Em 1900, 20% do Oriente Médio era cristão; hoje, menos de 2%.


Atualizações em julho/2013

Um pouco sobre a Síria:

Muitos observadores do Oriente Médio acreditam que a maioria da minoria cristã na Síria (10 por cento da população total) apoia o regime do presidente Bashar al-Assad, devido à atual Constituição nacional, que garante a liberdade de religião cristã, bem como o direito para possuir e operar escolas cristãs. Islâmicos dentro do Exército Sírio de Libertação haviam declarado seu apoio a um Estado islâmico governado pela Sharia no lugar de Assad, garantindo desta forma que os cristãos sejam vistos como seus inimigos.

  • Cristãos fogem de Homs, Síria. As áreas cristãs de Homs estão no centro do fogo cruzado entre o exército e os rebeldes. Em Homs, há cerca de 1.000 cristãos. Um ano atrás, antes do início dos combates, havia na cidade, em geral, 160 mil fiéis e os quatro bispos de várias denominações (Agência Fides, mar/2012).
  • Sacerdote sírio torturado até a morte por islamitas: olhos arrancados antes de assassinado. Padre Fadi Haddad recentemente deixou a sua paróquia, na cidade de Qatana, para negociar a libertação de um dos seus paroquianos, que recentemente havia sido seqüestrado. Uma semana depois, o seu cadáver foi encontrado morto e mutilado ao longo de uma estrada. Padre Haddad teve seus olhos arrancados, provavelmente enquanto ele ainda estava vivo (dezembro de 2012, Examiner.com).


Islamistas desenham marcas distintas em lojas de propriedade de coptas, em Minya, Egito, para que eles possam atacá-las mais tarde (puro nazismo ... com quem Hitler aprendeu?)

Pacto de Umar (637 DC) sendo seguido ainda na atualidade

Segundo a lei islâmica os cristãos que vivem sob um regime islâmico, os dhimmis, são regidos pela lei islâmica. Estas leis incluem preceitos estabelecidos no ano 637 DC, conhecidos como o Tratado de Umar. Dentre eles, consta que os cristãos não podem construir, nas cidades ou arredores, novos mosteiros, igrejas, conventos, ou células para monges, nem mesmo consertá-las, de dia ou de noite, mesmo que elas caiam em ruína ou sejam situados nos bairros dos muçulmanos. Veja exemplos desta mentalidade sendo seguida na atualidade: 
  1. Igreja obrigada a fechar na Indonésia (2010)
  2. Indonésia (2006): multidão força o fechamento de uma igreja; Nova lei ameaça impedir a construção de novas igrejas
  3. Tajikistão confisca propriedades de igrejas; cristãos são forçados à clandestinidade (2008)
  4. Indonésia: Funcionários do governo e militantes fecham igreja Batista (2006)
Egito: perseguição aos cristãos continua
Como antecipado, pouco mudou depois da queda de Mursi. Grupo de muçulmanos ataca casas e lojas de cristãos enquanto cantavam: "Não há nenhum deus além de Alá e os cristãos são inimigos de Alá." No processo, vários são perseguidos nas ruas, levam surra com com porretes. Mortos: Emile Nassen, 41 anos, A polícia não atendeu aos pedidos da esposa de Nassen e simplesmente se retirou do local dizendo que voltaria, mas ela nunca voltou, deixando Nassen à própria sorte (Associated Press). Isso é algo comum. A polícia, composta de muçulmanos, apenas intervém depois que a turba raivosa faz o serviço. É como se ela estivesse presente para garantir que o crime aconteça. 

E o que é pior, a nova constituição proposta mantém a lei islâmica como a principal fonte de legislação, o que indica que a perseguição vai continuar mesmo.


-x-x-x- 

Atualizações em junho/2013


Bispo cristão decapitado na Síria aos gritos de Alahu Akbar


Escolas cristãs em Gaza fechadas por um truque da Sharia

Apesar das dificuldades, algumas ordens religiosas cristãs ainda mantém 5 escolas na Faixa de Gaza. Mas, a administração do Hamas vem implementando cada vez mais a lei islâmica, e agora achou um meio de atacas apenas as escolas cristãs ao implementar a ordem de que meninos e meninas não podem estudar juntos. E como as escolas cristãs não tem espaço suficiente para oferecerem duas classes distintas, elas podem ser fechadas (VladTepes).

Indicação para notícias em português, traduzidas por Júlio Severo

  • Síria: rebeldes sírios apoiados pelos EUA massacram vila cristã (jun/2013, Examiner)
  • Síria: guerra civil devastando população cristã (enquanto isso secretário de estado do governo dos EUA, John Kerry, disse que o governo Obama dará aos rebeldes sírios uma assistência adicional de 60 milhões de dólares) (mar/2013, CBN News)
  • Como a imprensa encobre a perseguição muçulmana de cristãos (set/2012, Raymond Ibrahim)
  • Muçulmanos são os líderes mundiais em perseguição aos cristãos (jan/2012, Michael Car)
  • 50 cristãos queimados vivos na casa de um pastor na Nigéria (jul/2012, Michael Car)
  • Muçulmanos anunciam plano para ‘erradicar’ o Cristianismo na Nigéria (mar/2012, Michael Car)
  • Como as potências ocidentais ajudam na perseguição aos cristãos (maio/2012, Don Hank)
  • Nosso Mundo: Os cristãos esquecidos do Oriente (out/2011, Caroline B. Glick)
  • Sudão: uma lição de genocídio anticristão (jul/2011, Julio Severo)
  • O Doloroso Segredo dos Muçulmanos Convertidos ao Cristianismo (mar/2009, Ergun Caner) (artigo também relacionado a apostasia)
  • Sonhos e visões movendo muçulmanos para Cristo (jul/2012, Jennifer LeClaire)
Líbia
  • Benghazi, a Igreja Copta de São Marcos é incendiada: Pessoas não identificadas incendiaram a Igreja Ortodoxa Copta de São Marcos, em Benghazi. Os autores do ato ainda são desconhecidos. Este é o segundo ataque contra o edifício religioso. O primeiro ocorreu há algumas semanas. Em dezembro um grupo de salafistas plantou uma bomba perto de um outro complexo cristã em Misrata. A explosão deixou dois mortos e dezenas de feridos (mar/2013, AsiaNews).
  • Desde a queda de Gaddafi, o número de ataques contra cristãos aumentou. Os mais afetados são os egípcios, principalmente coptas católicos e ortodoxos. Em 3 de fevereiro (2013), um grupo armado atacou um edifício religioso na capital da Cirenaica e agredido dois sacerdotes coptas, Pe. Paul Isaac e seu assistente. (AsiaNews)
  • Presos por distribuirem bíblias. Quatro estrangeiros do Egito, África do Sul, Coréia do Sul e um sueco com um passaporte dos EUA foram presos por supostamente distribuirem Bíblias e outros materiais religiosos. Eles estão atualmente em uma prisão de Trípoli esperando julgamento. (fev/2013, AsiaNews
  • Ordens religiosas católicas também têm sido alvo de milícias muçulmanas, apesar de operarem no país por décadas em hospitais e asilos. Em janeiro, os islâmicos expulsaram as Irmãs Ursulinas do Sagrado Coração de Jesus da cidade de Bayda. Em de outubro (2012), a mesma coisa aconteceu com as irmãs do Convento da Sagrada Família de Spoleto em Derna que sentiram que tinham que sair da cidade apesar de os moradores locais quererem que elas ficassem (AsiaNews).
  • Benghazi, coptas cristãos denunciam tortura e as tentativas de convertê-los ao Islã: Em 28 de fevereiro, as autoridades prenderam 48 vendedores ambulantes egípcios sob a acusação de proselitismo. Vinte acabaram sendo mandados para casa após a intervenção das autoridades egípcias. Sob pressão do Ministério das Relações Exteriores egípcio 44 deles foram libertados. Ao voltarem para casa, os coptas relataram terem sido espancados e torturados por extremistas islâmicos. Eles usaram ácido para remover tatuagens tradicionais coptas como cruzes e outros símbolos cristãos das mãos, no peito e na testa dos prisioneiros (mar/2013, AsiaNews, AsiaNews). Eles ainda disseram que os salafistas os forçaram a dizer a oração de conversão ao islã e a cuspir nas imagens do Papa Shenouda III. Quatro deles ainda estão nas mãos da polícia líbia.(AsiaNews), sendo que um deles foi morto (AsiaNews)

-x-x-x-
Atualizações em maio/2013

Leia artigos específicos

Arábia Saudita : 2 homens condenados a chicotadas e prisão por ajudarem uma mulher saudita a se converter ao cristianismo

Esta notícia também tem relação com apostasia. Um homem libanês foi condenado a 300 chibatadas e seis anos de prisão, e um outro homem, de nacionalidade saudita, a dois anos de prisão e 200 chicotadas, por ajudarem uma jovem mulher saudita, chamada Maryam, a se converter ao cristianismo e fugir para a Suécia, no mais recente exemplo de intolerância religiosa que domina a região. Maryam, que foi apelidada de "a menina de Khobar", criticou a monarquia sunita da Arábia Saudita por incutir nela um ódio do judaísmo e ao cristianismo, de acordo com o diário saudita Gazette. Este diário, basado em Jeddah, escreveu que ela "caiu no amor com as religiões depois que ela encontrou a paz no cristianismo." (Maio/2013, FoxNews)


Nigéria: Líder cristão assassinado por militantes islâmicos

Faye Pama Mysa, um pastor pentecostal e secretário da Associação Cristã da Nigéria, foi morto quando militantes muçulmanos do grupo militante islâmico Boko Haram invadiram sua casa e atiraram nele. A perseguição aos cristãos no país mais populoso da África continua a agravar-se (Maio/2013, Fox).


Uma face da perseguição aos cristãos no Irã

  • Autoridades iranianas continuam com a prisão de cristãos, muitos dos quais anteriormente muçulmanos, deste modo acusados de apostasia (leia mais em apostasia – exemplos).
  • Guarda Revolucionária fecha igreja e centro de encontros e retiros, ameaçando quem desejar entrar nos recintos. Os serviços religiosos bem como a distribuição de material religioso cristão foram cancelados (2012, Worth News).   
  • Iranianos apreendem 6500 bíblias, queimam 300, alegando que eles estão protegendo a juventude (2011, Beliefnet). (Interessante notar que se alguém ameaça queimar o alcorão ocorrem manifestações, inocentes são assassinados, etc ... E ainda tem gente que diz que todas as religiões são iguais).
  • Autoridades iranianas ordenam que uma igreja armena pare de oferecer serviços religiosos em farsi, o idioma oficial do Irã, dizendo que se a ordem for ignorada a igreja será explodida do mesmo modo que igrejas são destruídas no Iraque. Esta ameaça vem após ordem semelhante direcionada duas outras igrejas (uma protestante e outra evangélica) que ofereciam serviços também em farsi às sextas-feiras (final-de-semana no Irã; o domingo é um dia de trabalho) (2012, Worthy News)

Não-muçulmanos ameaçados de morte no Sudão

Extremistas muçulmanos enviaram mensagens de texto para pelo menos 10 líderes de igrejas em Cartum, dizendo que eles estão planejando atacar líderes cristãos, edifícios e instituições. "Queremos que este país seja puramente um estado islâmico, por isso devemos matar os infiéis e destruir suas igrejas em todo o Sudão", diz uma mensagem de texto circulando em Cartum no mês passado. "Estamos cientes de suas atividades anti-islâmicas", advertiu a carta deixada na porta do Bispo Elnail. "Temos acompanhado a evangelização que você realizar estes dias, e, portanto, nós declaramos Jihad contra vós, a fim de proteger os muçulmanos de sua influência infiel, porque você é o inimigo do Islã". (Beliefnet)



-x-x-x-
postagens anteriores
Grande Mufti da Arábia pede a destruição das igrejas
Arábia Saudita, 12/3/2012 - O Grande Mufti (líder religioso) da Arábia Saudita, Abdul Aziz bin Abdullah, declarou ser necessário destruir todas as igrejas na região. Ele baseia esta sua decisão nas palavras de Maomé, que às vésperas de sua morte disse: "não devem existir duas religiões na Península Arábica." O Grande Mufti se refere ao Kuwait que estuda uma lei para proibir a construção de igrejas (não existem igrejas na Arábia Saudita). 

Reflita comigo. Se o Papa pedisse a destruição de todas as mesquitas na Europa, a gritaria seria cataclísmica. Especialistas iriam censurar a igreja, a Casa Branca iria apressar uma declaração de profunda preocupação, e manifestantes no Oriente Médio iriam matar uns aos outros em sua dor. Mas quando o líder mais influente nas questões do mundo muçulmano edita uma fatwa para destruir igrejas cristãs, o silêncio é ensurdecedor. 

O Estudioso Raymond Ibrahim diz o seguinte: Da mesma forma, considere como a justificativa do Grande Mufti para destruir igrejas é simplesmente baseada em um hadith. Mas quando não-muçulmanos evocam este hadith particular (ou os inúmeros outros que incitam à violência e intolerância contra o "infiel"), eles são acusados ​​de serem "islamófobos", de caluniar e deturpar intencionalmente o Islã, de ser obstáculos no caminho para o "diálogo", e assim por dianteO que leva a, talvez, o ponto mais importante: os ensinamentos do Islã são tão facilmente verificados; não há mistério na determinação do que é "certo" e "errado" no Islã. O Grande Mufti baseou sua fatwa sobre um hadith canônico, que muçulmanos e os não-muçulmanos (informados) sabem ser parte de fontes de jurisprudência (ou usul al-fiqhdo Islã. E o Ocidente com todas as suas instituições de ensino superior, incluindo agências governamentais que lidam com questões culturais e religiosas mostra-se ainda completamente "confuso" quanto ao que ensina o Islã.

Duplo tratamento
Espanha, 16/2/2012 - Uma notícia que mostra o duplo comportamento em relação ao cristianismo. Um artista canadense abriu uma exposição em Madri que mostra modelos vestidas como freiras em vestidos transparentes, uma outra abraça um cristo tatuado contra o seu seio em uma paródia pervertida da Pietá. As reclamações contra a exposição incluem as palavras do septagenário Michel Soto: "Eles não ousam fazer isso com o muçulmanos. Eles fazem isso contra nós (cristãos) por que nós somos pacifistas." Isso é verdade. 

Famílias Coptas expulsas de suas casas
Egito, 31/2/2012 - Aldeia expulsa 8 famílias cristãs Coptas sobre boatos de uma caso amoroso entre um homem cristão e uma mulher muçulmana. A polícia foi chamada para intervir no "relacionamento ilícito." Afinal, segundo o Alcorão (2:221) é preferível a uma mulher muçulmana que ela se case com um escravo muçulmano do que com um cristão.

Cristãos expulsos da Arábia Saudita por rezarem
Arábia Saudita, 31/1/2012 - 35 cristãos da Etiópia serão deportados após a polícia saudita na cidade de Jedah interromper uma reunião para oração privada, chamando-os de "descrentes." Os Sauditas apenas seguem o exemplo de Maomé, que disse: "Eu irei expulsar os judeus e os cristãos da Península Arábica e apenas nela permanecerão os muçulmanos." Hadith de Sahih (autêntico) Muslim 19.4366.

Igrejas destruídas e cristãos presos
Zanzibar (Tanzania), 22/1/2012 - Líderes cristãos do Zanzibar, o arquipélago semi-autônomo da Tanzania, tem feito apelos por mais liberdade religiosa dentro desta região predominantemente muçulmana, depois que extremistas destruiram pelo menos duas igrejas. Enquanto isso, cristãos têm sido presos ou incomodados. 

Escolas católicas atacadas
Indonésia, 25/1/2012 - Um indivíduo que se identificou falsamente como aluno da Escola Pangudi Lujur 1, escreveu no Facebook que ele era "anti-islâmico." Fundamentalistas reagiram atacando três escolas católicas, causando danos e o fechamento temporário delas. 



Nigéria, 2011: Igreja atacada no Natal, 37 mortos, inclusive crianças
Este ato de louvor a Alá executado pelos jihadistas do Boko Haram ocorreu na Igreja de Santa Tereza, em Madalla, nos subúrbios da capital Abuja. Cinquenta e sete pessoas ficaram feridas.  (Mail)

Igreja fechada por "divulgar o Evangelho"
Indonésia, 3/10/2011 - Extremistas muçulmanos e as autoridades fecharam uma igreja em Java Ocidental. O chefe da vial em Mekargalih, junto com membros da Frente de Defesa Islâmica, expulsaram os cristãos dos seus lugares de oração, acusando-os de estarem divulgando o Evangelho em uma área predominantemente muçulmana. No processo, os "devotos" destruiram parte da igreja e confiscaram cadeiras, instrumentos musicais mesas e automóveis.Uma mulher cristã reclamou que a polícia não tem coragem de lidar com o grupo radical. 

Malásia: mulher tenta reverter sua "conversão" ao islamismo
Banggarma Subramaniam esteve sob os cuidados do Estado quando criança, que a declarou muçulmana (os seus pais eram Hindus). Adulta, ela se casou com um cristão, mas como ela é muçulmana na carteira de identidade ela não poderia ter feito isso (quebrou a lei). Agora ela tenta provar que nunca foi muçulmana. Tanto ela quando o marido sofrem ameaças de morte (Jakarta Post, 2009). 

Cristãos presos acusados de tentarem converter muçulmanos
Kuala Lumpu, Malásia, 15/7/2009- Nove cristãos foram presos após um funcionário do governo te-los acusado de tentarem converter muçulamanos. Converter muçulmanos é um crime na Malásia, embora o oposto seja permitido. Muçulmanos, que são dois terços da população de 28 milhões da Malásia, não são permitidos de mudar de religião legalmente (Jakarta Post).

Ação missionária na Argélia é crime
Algiers, Argélia - Uma equipe de segurança da Argélia está examinando um novo programa para combater atividades missionárias, a ser submetido ao presidente Abdelaziz Bouteflika. O programa, sendo preparado por clérigos, inclue encorajar cidadãos a reportarem atividades missionárias e esforços para arrecadar fundos para apoiar indivíduos indigentes considerando a conversão para o cristinanismo, e promover contra-propaganda de modo a apontar as heresias e contradições no cristianismo e judaísmo. (WorldWide Religious News)

Reino Unido: policial muçulmano prende quem distribui Bíblias
Um policial muçulmano da cidade de Birmingham, impediu dois cristãos de distribuirem bíblias na rua alegando que eles estavam em uma área muçulmana e que tentar converter muçulmanos para o cristianismo era crime de ódio (Mail, 2008)

Malásia: Lina Joy não pode mudar de religião
Lina Joy é uma cidadã da Malásia que se converteu para o cristianismo. Só que na Malásia é proibido para um muçulmano deixar de ser muçulmano. A religião é escrita na carteira de identidade. Lina Joy levou o seu caso até a Suprema Corte, mas perdeu o caso. Duzentos muçulmanos festejaram a sentença aos gritos de Alá é o Maior do lado de fora do tribunal. (Reuters, 2007). 


8 comentários:

Anônimo disse...

Se esses muçulmanos sabem ser extremistas, por que nos cristãos não podemos? Devemos nos levantar contra eles varelos da face da terra...Morte aos muçulmanos!

José Atento disse...

É claro que nós desejamos ocupar um patamar mais elevado. Porém, é compreensível a indignação.

Mas o melhor que podemos fazer é criarmos consciência sobre o islamismo, porque quanto mais pessoas souberem sobre o quão ruim é o islamismo, mais resistência contra ele irá existir.

Liberdade de Expressão é a maior ameaça ao islão. Não é a toa que ela é combatida, aos gritos de "racista" e "islamófobo" contra aqueles que desmascaram o islão.

Mas vale a pena a luta.

lisa disse...

EU SEI QUE ESTA ESCRITO TUDO ISSO,A BÍBLIA NOS AVISA QUE CRISTÃOS IRIAM SER MORTOS.MAS EU ACHO SE OS GOVERNANTES SE UNISSEM PODERIA MUDAR A HISTORIA,POIS MOISES PEDIU QUE NÃO CHOVESSE E DURANTE SEIS MESES NÃO CHOVEU SOBRE A FACE DA TERRA,DEPOIS PEDIU QUE CHOVESSE E A CHUVA CAIU.TUDO DEPENDE DA NOSSA FÉ,POIS DEUS ESCUTA NOSSOS LAMENTOS.MAS OS GOVERNANTES SO PENSAM EM SEUS PRÓPRIOS UMBIGOS!PESSOAS INOCENTES MORRENDO E NINGUEM FAZ NADA!OS OMISSOS TAMBÉM PAGARÃO PELOS SEUS ATOS QUANDO O SENHOR VOLTAR!PAZ

lisa disse...

ESTA ESCRITO:ANTES QUE CHEGUE AO CAOS JESUS VOLTARÁ PARA BUSCAR A SUA IGREJA!

José Atento disse...

lisa. Eu concordo plenamente com você. Cabe a nós lutarmos pelo que é correto. Caso contrário, a nossa inanição é que vai causar profecias ruins se concretizarem.

Valdir A. C. disse...

O sangue dos Mártires é semente de novos cristãos!

Anônimo disse...

SABE O QUE ACHO MAIS ENGRAÇADO EM TODAS ESTES FATOS DE CRISTÃOS SENDO PERSEGUIDOS POR MUÇULMANOS,É QUE OS CRISTÃOS JÁ FIZERAM E FAZEM PRÁTICAS IGUAIS OU PIORES DO QUE ISLÂMICOS. LEMBRAMOS SEMPRE DAS CRUZADAS, MAS É OS MILHARES DE PAGÃOS MORTOS NO MUNDO ROMANO QUANDO O CRISTIANISMO VIROU RELIGIÃO DOMINANTE? E OS TEMPLOS DESTRUÍDOS? TEM TAMBÉM A INQUISIÇÃO! A CAÇA AS BRUXAS E AOS HEREGES (ESTANDO NESTE MEIO TANTO MUÇULMANOS QUANTO JUDEUS)! E IA ME ESQUECENDO DA ESCRAVIZAÇÃO E ETNOCIDIO DE MILHÕES DE INDÍGENAS NAS AMÉRICAS! E NESTE BOLO ESTÃO ENVOLVIDOS TANTO CATÓLICOS E POSTERIORMENTE PROTESTANTES, QUE APRENDERAM COM OS PRIMEIROS! E É MUITO FÁCIL PARA O OCIDENTE DEFINIR OQUE É TERRORISMO, POIS TERRORISMO SEMPRE SÃO OS PAÍSES ÁRABES QUE PRATICAM,MAS É AS BOMBAS ATÔMICAS EM HIROSHIMA? E A GUERRA DO IRAQUE QUE ARRASOU UM PAÍS E NÃO ENCONTROU NEHUMA ARMA QUÍMICA?

José Atento disse...

Anônimo: que valores você possui? Não existe nada de engraçado com respeito a pessoas serem perseguidas. Eu lamento você dizer isso.

Em primeiro lugar, não foi o islamismo que inventou o mal. Porém, ao tomar um Maomé, um senhor da guerra criminoso, psicopata e pervertido sexual como modelo, o islamismo consolidou o mal, desde que feito sobre os 'não muçulmanos.'

Com respeito a ao resto do que você copiou de algum site islâmico, a pergunta toda é: e daí? Nada do que você menciona (retirando os exageros que você faz) justifica os 1400 anos de jihad islâmica bem como o fato do islão ser a maior máquina assassina da história.
http://infielatento.blogspot.ca/2016/07/islao-maior-maquina-assassina-da.html

Eu sinto muito por você e pela sua escolha.