sábado, 22 de setembro de 2012

Exemplos de Taqiyya



Nós apresentamos o conceito de Taqiyya (ou takkyia) em um artigo publicado aqui: toda e qualquer mentira é permissível se ela ajudar na propagação do Islão.

(veja o que o alcorão, as tradições de Maomé e a lei islâmica dizem neste link

A taqiyya é mais facilmente identificada na discurso duplo de muçulmanos, que dizem uma coisa em inglês (ou outra lingual ocidental) e outra completamente diferente em árabe.

Agora, vamos listar alguns exemplos de takkyia (atualizados à medida do possível).


Atualização em setembro de 2016

Marrocos: dirigentes salafistas apanhados em flagrante “delito de fornicação”
A hipocrisia faz parte da ideologia islâmica.
Dois dirigentes e ideólogos do islamismo salafista marroquino, Moulay Omar Benhammad e Fatima Nejjar, foram apanhados pela polícia em "flagrante delito de fornicação", dentro de um carro na praia de Mansouriah, na madrugada de 20 de Agosto. "A “história” seria banal se não fosse a “qualidade” e o histórico dos implicados. Ideólogo do islamismo radical, este Moulay Omar é, por exemplo, o autor de uma fatwa que poibiu palavras de amor no Facebook. A sua parceira, Fatima Nejjar, é também uma dirigente islamista radical e notabilizou-se pelas “pregações” em que proibe as estudantes de “ceder ao vício” e de rirem na presença de homens porque “esse riso entra no domínio da fornicação”… (Jornal Tornado)

Atualização em julho de 2016

UNESCO declara islão a religião mais pacífica do mundo (Há! Há! Há!)
Uma piada publicada em um site satírico enganou os supremacistas islâmicos, que sairam propagando a piada como verdade. Leia o artigo todo neste link.

Taquia praticada pela imprensa internacional
Manchetes da BBC e da Reuters dão a entender que o homem-bomba que se explodiu na Alemanha (na cidade de Ansbach) foi a vítima!

BBC: Imigrante sírio morre em explosão na Alemanha

Reuters: Homem que teve asilo negado morto em explosão na Alemanha: diz ministro da Bavária



Atualização em junho de 2016

Alemanha: refugiados tacam fogo em residências, acusam os alemães
O Centro de Convenções de Dusseldorf estava sendo alojando refugiados desde setembro de 2015. Um total de 282 refugiados viviam nela, a maioria homens. Dois refugiados foram presos acusados pelo incêndio.
Um evento semelhante ocorreu na cidade de Inglostadt, Bavaria. O refugiado incendiario disse que queria chamar a atenção para o fato de os abrigos para os refugiados não são tão espaçosos e luxuosos como eles esperavam, mas ele queria colocar a culpa pelo incêndio na Direita alemã. (Breitbart)
Atualização: o incêndio no Centro de Convenções de Dusseldorf foi porque os muçulmanos não foram acordados antes do nascer do dia para o Ramadã. (Breitbart)

EUA: muçulmanos fingem apoiar gays, são criticados por muçulmanos
As imagens mostram muçulmanos com a bandeira do movimento LGBT (arco-iris), fingindo serem pró-gays. Mas os comentários que seguiram refletem a postura verdadeira do islamismo para com os gays, com vários muçulmanos dizendo "Alá destruiu os gays séculos atrás, e vocês irão apoiá-los?", "muçulmanos nunca apoiam LGBT",  "Povo de Ló, que Alá os amaldiçoe a todos",  "muçulmanos carregando bandeiras gays são retartados mentais. Islão não apoia e nem permite homossexualidade." 
(leia aqui sobre os direitos dos homossexuais sob o islão)

 

 

Atualização em maio de 2016


Bélgica: muçulmana que tirou "selfies" em frente a manisfetação anti-islão é fã de Hitler
Essa mulher da foto se chama Zakia Belkhiri e nesses dias ela se tornou a queridinha dos sites voltados para jovens, como o Buzzfeed e o da revista Vogue Teen (já foi sinalizado por aqui sobre o proselitismo que o site dessa revista faz ao estilo de vida das seguidoras adolescentes do Islã, vendendo-o como algo bonito). Mas, logo se descobriu que ela não passa de uma islamofascistinha (melhor, islamonazistinha, pois fez uma menção bem infeliz ao ditador Hitler) e antissemita. Ela havia dito anteriomente, no twiter, que "Hitler não matou todos os judeus, ele deixou alguns. De modo a que pudéssemos entender porque ele estava os matando." (Breitbart)




Atualização em abril de 2016


Vídeos educativos no Catar apresentam as invasões islâmicas como atos gloriosos
Um desses vídeos narra “a conquista” de al-Andalus, que era “a fim de espalhar a luz do Islã”. Em um outro, descreve a conquista de Belgrado, “a cidade fortificada que era o orgulho da Europa.” (Ecoando a Voz dos Mártires). Segue abaixo o vídeo: http://www.memritv.org/clip/en/5446.htm  e  https://youtu.be/YP7OgnKCtcY




"REFORMADOR do Islã - muçulmano MODERADO" Tariq Ramadan defende os ataques de Bruxelas
Ele disse "A política externa europeia e norte-americanas são as responsáveis por isto. Vocês têm causado a guerra e a morte em nossos países, agora você vão sofrer as consequências." (Frontpage). Ameaça velada. Submeta-se e você não será morto

Atualização em março de 2016

EUA: jurou lealdade aos EUA meses antes de matar infiéis durante a Maratona de Bostom  
O marginal que aparece na foto é Tamerlan Tsarnaev, um dos jihadistas que explodiu uma bomba durante a maratona de Boston. A notícia dis que ele passou no teste de cidadania e negou ter ligações com terrorismo apenas alguns meses antes de detonar a bomba com o seu irmão. Muçulmanos têm lealdade apenas para o islão.  (Fox News)

Atualização em janeiro de 2016

Clérigo promove mentir para converter os infiéis
Mentir é permitido quando a mentira ajuda a avançar a causa de Alá.




Atualizações em novembro de 2015

Buraq Hussein Obama diz que refugiados sírios (muçulmanos apenas) são como os peregrinos do navio Mayflower
O Mayflower foi um navio que trouxe imigrantes britânicos, que fugiam de perseguição religiosa, para os EUA, em 1620. Hussein Obama distorce a História para satisfazer o seu interesse momentâneo e ajudar a importar milhares de adeptos da Sharia. Típico. (Reuters)

Atualizações em setembro de 2015


EUA: Aluno muçulmano finge ter uma bomba na escola para se fazer passar por "perseguido"
Atualizações em julho de 2015

Mentir faz parte da Dawa (pregação islâmica)
No islão os meios justificam os fins. Vale tudo, mesmo mentir. Quem explica isso é um muçulmano devoto. Vídeo: https://youtu.be/Toi9q02H4PQ

Atualizações em abril de 2015

"O Grande Mufti do Egito se reune com não-muçulmanos na Europa para lutar contra o radicalismo islâmico"
Isso é o que diz a manchete da notícia diz. Mas, um momento. Ele não vai se reunir com os muçulmanos? Como é que se combate o radicalismo islâmico sem se reunir com muçulmanos? Porque o que o Grande Mufti quer de verdade é apenas ampliar a complacência dos não-muçulmanos, abrindo as portas para o avanço do islão! O texto diz que "as reuniões vêm dentro dos esforços para modificar a imagem do Islã, que o Mufti acredita ter sido distorcido por "grupos terroristas". Ou seja, não é para lutar contra o radicalismo. Se o Grande Mufti lutar contra o radicalismo, ele estaria lutando contra o islão própriamente dito, o islão de Alá e de Maomé. E ele sabe disso. Ele só quer é enganar o káfir. (Fonte)

Atualizações em março de 2015


Noruega: Até a imprensa internacional promove taquia... parece brincadeira
Duas semanas atrás, uma cerimônia do lado de fora da sinagoga de Oslo teve um grupo de 20 muçulmanos e judeus dando as mãos. A imprensa transformou o evento em uma corrente humana formada por mais de mil muçulmanos, dando as mãos para proteger a sinagoga. (fonte)

Atualizações em janeiro de 2015

Imagem da página de Facebook Islam Brasil:



Irã: veja o que os Mulás dizem sobre o Ocidente 
... para fazer com que as meninas utilizem o hijab.
"Eles vivem como animais. Eles apenas querem satisfazer as suas necessidades sexuais. Para eles não faz diferença dormir ao lado de um homem ou uma mulher. Eles não se importam se têm filhos com cachorros …” Uma professora primária abaixou a voz e me perguntou: “Você sabia que esse mesmo dançarino ou cantor ou o que quer que o chame tem relações com animais? Era como se ela soubesse cada detalhe das relações com animais que o Michael Jackson tinha." (The Daily Beast)

Maioria Pacífica?
Para as milhares de vítimas nigerianas dos radicais islâmicos do Boko Haram, não interessa se os jihadistas estão deturpando ensinamentos de uma religião supostamente pacífica ou não , discussões teológicas não devolverão suas vidas nem as de milhares de vítimas do fundamentalismo islâmico no Iraque, na Síria ou em qualquer outro lugar do planeta onde eles perpetram seus crimes contra a humanidade.
A questão é : Será que a suposta maioria pacífica ficará também tão inerte como a dos frequentadores da mesquita do Rio, na qual um apoiador do Estado Islâmico abertamente se manifestou a favor de atos de terror, enquanto apenas o imame o refutava mansamente? Ou ainda, como os amigos turcos do bispo que foi decapitado em frente a todos sem que nada fizessem para impedir o radical islâmico de decapitar o indefeso clérigo cristão ? Ou como aqueles muçulmanos que denunciavam os yazidi e cristãos no Iraque aos membros do Estado Islâmico, e que, até então,as vítimas tinham acreditado serem seus amigos? Ou será que, no afã da solidariedade religiosa, farão como as massas na Tchtchênia que se solidarizaram com o presidente Ramzan Kadyrov que, segundo várias fontes da imprensa, declarou: " Nós dizemos firmemente que não deixaremos jamais que alguém fique impune por insultar o nome de nosso profeta e nossa religião"? Ramzan conclamou o povo tchetcheno ao protesto contra as charges da revista satírica francesa contra o que ele chamou de " vulgaridade, imoralidade, falta de cultura e falta de vergonha daqueles que caricaturaram o profeta". E, o que é mais revelador da verdadeira face da ortodoxia islâmica, ao se dirigir às massas, Ranzam Kadyrov disse, segundo o VOA news e outras fontes da mídia: "Se necessário, estamos prontos para morrer para parar quem quer que pense que pode irresponsavelmente conspurcar o nome do profeta." (Texto de Tob B)

Atualizações em setembro de 2014


Taquia = mentir é sagrado se a mentira ajuda a propagar o islão. E nada mais efetivo para a propagação do islão do que insistir neste reme-reme de islão "moderado."


Atualizações em agosto de 2014

Membros do Hamas encenam funeral, só que o defunto está vivo e sai andando

Criança está com o pé machucado, mas recebe apoio no braço


Atualizações em junho de 2014


Atualizações em março/abril/maio/2014



Burca na Europa no começo do século XX?
Sites islâmicos mostram esta imagem dizendo que as mulheres usavam burca na Europa. Na verdade, esta foto mostra uma procissão funerária no Império Austro-Húngaro. Veja o filma abaixo para ver como as mulheres se vestiam normalmente naquela época.





Atualizações em dezembro de 2013
O Alcorão diz que Alá é o Pai da Mentira e o Melhor dos Enganadores ...
Estudiosos muçulmanos ensinam que os muçulmanos devem geralmente ser sincero com o outro, a não ser que o objetivo da mentira é a "aplanar as diferenças."

Existem duas formas de mentir para os não-crentes que são permitidos sob certas circunstâncias, taqiyya e Kitman. Estas circunstâncias são tipicamente aqueles que avançar a causa Islã - em alguns casos, ganhando a confiança dos não-crentes, a fim de tirar a sua vulnerabilidade e derrotá-los.

Atualizações em novembro de 2013
O Alcorão diz que Alá é o Pai da Mentira e o Melhor dos Enganadores ... 
O islão permite, a até incentiva, os muculmanos a mentirem se a mentira ajudar a propagação do islão. 
Abaixo, é mostrado um exemplo vindo da Palestina. Os palestinos são mestres em enganar com montagens de fotos. Na primeira foto, usada por eles ou simpatizantes, falam que um soldado de israel ''está pisando em uma criança com a ''mãe' olhando'' - a ''mãe'' é menina maior, com uma boneca e o quem se faz de soldado é um palestino. O interessante é que o soldado empunha uma AK-47, arma que as forças de defesa de Israel não usam.



O Alcorão diz que Alá é o Pai da Mentira e o Melhor dos Enganadores ...
O islão permite, a até incentiva, os muculmanos a mentirem se a mentira ajudar a propagação do islão. Este preceito "religiosos" chama-se takkyia. Abaixo, é mostrado mais um exemplo disto. Cristiano Ronaldo, o jogador de futebol portugues, recebeu de presente um poster relativo a um jogo entre Portugal e Brasil. Muçulmanos ortodoxos fizeram uma montagem para se fazer uma propaganda (enganosa) de que ele tinha se convertido para o islão.  Propaganda barata e ridícula. Ele só serve para alimentar o meme de que o islão é religão que mais cresce no mundo ...




-x-x-x-
Papa visita o Libano, e Hezbollah pratica takkyia
O Papa Benedito está visitando o Líbano, um país que era outra majoritariamente cristão, mas agora apenas 20% da população é cristã, a maioria maronita (O Libano é um exemplo de aniquilamento civilizatório quando o Islão penetra um país). O grupo shiíta Hezbollah apresentou as boas-vindas ao pontífice colocando faixas em dois idiomas. As faixas em inglês diziam “Hezbollah saúda o papa na pátria da convivência.” As faixas em áraba diziam “Hezbollah saúda o papa na pátria da resistência.” Isto chama-se takkyia (Set/2012, Reuters). 


Nenhum comentário: