sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Atualizações de Julho de 2013


Aqui estãos as atualizações feitas no mes de julho em Exemplo de Direito das Mulheres, Perseguição aos Cristãos, Apostasia - Exemplos,

Direito das Mulheres

 Misoginia islâmica: cobrir-se toda é a única forma que as mulheres muçulmanas têm para não serem molestadas

A lei islâmica não as protege

Austrália: Centenas de meninas de 17 anos de idade são levados para a Austrália para se casar, dentro de um programa de vistos do governo

Os números mostram que mais de duas centenas de meninas de 17 anos de idade tiveram vistos para se casarem, concedidos ao longo dos últimos cinco anos - uma figura chocante, de acordo com defensores de segurança infantil. Centenas mais 18 -, 19 -, e 20 anos de idade, também receberam o visto depois patrocinado por homens mais velhos. A maioria dos adolescentes são do Oriente Médio ou em países do Sudeste Asiático (MobileNewsAus). Os islamistas sabem, como poucos, usar as brechas da legislação em proveito próprio.


Paquistão: Enfermeira Católica vive com medo, porque ela não quer se casar com homem muçulmano

Ghulam Muhammad, um empresário muçulmano influente e temido no Distrito Sanghar, Paquistão, ameaçou raptar Nazia Masih e desfigura-la com ácido, porque ela se recusou a casar com ele. O homem é conhecido pela polícia por causa de várias denúncias de sequestros e estupros contra ele. No entanto, ele vive na impunidade. Agora, toda a família de Nazia está em perigo. "Somos cristãos e os pobres", disse ela. "No Paquistão, a nossa honra e a nossa propriedade não são seguros." Para um padre católico em Karachi, "Isto é uma vergonha". As autoridades "precisam fazer algo para protegê-los." (julho/2013, AsiaNews) O islão não respeita as minorias. 


No Dubai, mulher norueguesa é presa por ter sido estuprada 
Isso é consistente com a lei islâmica com respeito a estupro. A empresária norueguesa Marte Dalevl estava a trabalho no Dubai. Foi estuprada. Se ela conhecesse a lei islâmica teria ficado quieta (como fazem as muçulmanas), ou nunca teria ido ao Dubai (apesar da indicidência de estupro ter se multiplicado nos países escandinavos com a imigração muçulmana). Ela deu queixa, mas como não tinha quatro homens para dar testemunho, ela foi acusada de comportamento licensioso, teve seu passaporte confiscado, acusada de perjúrio, e finalmente, condenada por um tribunal. Lei islâmica em ação. (Terra)




A "Jihad do Topless" da FEMEN
Existem mulheres que tem coragem no peito e lutam contra o islamismo ... leia aqui.

Perseguição aos cristãos

Presidente Russo, Putin, exorta a comunidade internacional a ação com respeito a perseguição dos cristãos

"Em muitas regiões do mundo, especialmente no Oriente Médio e no Norte da África as tensões inter-confessionais estão crescendo e os direitos das minorias religiosas são violados, incluindo cristãos e cristãos ortodoxos", disse o presidente russo, acrescentando que tais conflitos pode levar às consequências mais graves. Putin pediu medidas imediatas para evitar tais situações. O chefe da Igreja Ortodoxa Russa, Patriarca Kirill, disse na mesma reunião que as tentativas de expulsar os cristãos da Síria levaria a uma "catástrofe da civilização". O patriarca observou que a Síria foi o berço do cristianismo e o fato de que os cristãos são mortos e expurgados no decorrer do conflito militar é uma tragédia para as Igrejas Ortodoxas, para a cultura internacional e para as pessoas comuns (Russia Today).

 

Em 1900, 20% do Oriente Médio era cristão; hoje, menos de 2%.


Um pouco sobre a Síria:

Muitos observadores do Oriente Médio acreditam que a maioria da minoria cristã na Síria (10 por cento da população total) apoia o regime do presidente Bashar al-Assad, devido à atual Constituição nacional, que garante a liberdade de religião cristã, bem como o direito para possuir e operar escolas cristãsIslâmicos dentro do Exército Sírio de Libertação haviam declarado seu apoio a um Estado islâmico governado pela Sharia no lugar de Assadgarantindo desta forma que os cristãos sejam vistos como seus inimigos.

  • Cristãos fogem de Homs, Síria. As áreas cristãs de Homs estão no centro do fogo cruzado entre o exército e os rebeldesEm Homs, há cerca de 1.000 cristãos. Um ano atrás, antes do início dos combates, havia na cidade, em geral, 160 mil fiéis e os quatro bispos de váriasdenominações (Agência Fides, mar/2012).
  • Sacerdote sírio torturado até a morte por islamitasolhos arrancados antes de assassinado. Padre Fadi Haddad recentemente deixou a sua paróquia, na cidade de Qatana, para negociar a libertação de um dos seus paroquianosque recentemente havia sido seqüestradoUma semana depois, o seu cadáver foi encontrado morto e mutilado ao longo de uma estrada. Padre Haddad teve seus olhos arrancados, provavelmente enquanto ele ainda estava vivo (dezembro de 2012, Examiner.com).


Islamistas desenham marcas distintas em lojas de propriedade de coptas, em Minya, Egito, para que eles possam atacá-las mais tarde (puro nazismo ... com quem Hitler aprendeu?)

Pacto de Umar (637 DC) sendo seguido ainda na atualidade

Segundo a lei islâmica os cristãos que vivem sob um regime islâmico, os dhimmis, são regidos pela lei islâmica. Estas leis incluem preceitos estabelecidos no ano 637 DC, conhecidos como o Tratado de Umar. Dentre eles, consta que os cristãos não podem construir, nas cidades ou arredores, novos mosteiros, igrejas, conventos, ou células para monges, nem mesmo consertá-las, de dia ou de noite, mesmo que elas caiam em ruína ou sejam situados nos bairros dos muçulmanos. Veja exemplos desta mentalidade sendo seguida na atualidade: 
  1. Igreja obrigada a fechar na Indonésia (2010)
  2. Indonésia (2006): multidão força o fechamento de uma igreja; Nova lei ameaça impedir a construção de novas igrejas
  3. Tajikistão confisca propriedades de igrejas; cristãos são forçados à clandestinidade (2008)
  4. Indonésia: Funcionários do governo e militantes fecham igreja Batista (2006)
Egito: perseguição aos cristãos continua
Como antecipado, pouco mudou depois da queda de Mursi. Grupo de muçulmanos ataca casas e lojas de cristãos enquanto cantavam: "Não há nenhum deus além de Alá e os cristãos são inimigos de Alá." No processo, vários são perseguidos nas ruas, levam surra com com porretes. Mortos: Emile Nassen, 41 anos, A polícia não atendeu aos pedidos da esposa de Nassen e simplesmente se retirou do local dizendo que voltaria, mas ela nunca voltou, deixando Nassen à própria sorte (Associated Press). Isso é algo comum. A polícia, composta de muçulmanos, apenas intervém depois que a turba raivosa faz o serviço. É como se ela estivesse presente para garantir que o crime aconteça. 

E o que é pior, a nova constituição proposta mantém a lei islâmica como a principal fonte de legislação, o que indica que a perseguição vai continuar mesmo.


Apostasia
·         Irã: Mostafa Bordbarum cristão convertido, foi julgado no Tribunal Revolucionário de TeerãEle é um dos vários cristãos presos atualmente,detidos na ala 350 da prisão de Evin por sua fé. O tribunal anunciou suas acusações como "reunião ilegal e participaçãp de uma igreja doméstica".Cinco anos antes desse incidente, ele também havia sido preso em Rasht por converter-se ao cristianismo e participando de uma igreja doméstica.Naquela época, ele foi condenado por "apostasia". No entanto, ele foi temporariamente liberado sob fiança depois de seu caso passou por todos os processos legais. Esta condenação ainda permanece em seu registro (o documento de apoio foi recebido pelo Mohabat News)Juiz Pir-Abbas, o juiztrabalhando no caso do Sr. Bordbaré o mesmo que condenou Saeed Abedini, o pastor iraniano-americano, a oito anos de prisão por "começar uma igreja doméstica destinada a perturbar a segurança nacional" (Mohabat News).

Nenhum comentário: