terça-feira, 13 de agosto de 2013

Mexicano se converte para o Budismo e mata a sua família porque Buda disse para ele fazer isso


Desculpe, desculpe, eu me enganei, o título da notícia é:

Mexicano se converte para o islão e mata a sua família porque Alá disse para ele fazer isso

Isso mesmo.

Muçulmano convertido, Gilberto Garcia Chávez, 43 anos, degolou a sua mãe Naomi Chávez Garcia, 63 anos, e seu padrasto Jacinto Aurelio Vargas, 65, porque "Alá me disse para fazer isso."

Uma imagem vale por mil palavras. Que livro está no colo do mexicano? Advinha...


Isso mesmo: o Alcorão

O crime aconteceu em Palenque, estado de Chiapas, no México, conforme reportado pelo El Independente de Sureste.

"No quarto do assassino foi encontrado um exemplar do Alcorão, o livro sagrado do islão, onde o profeta Maomé proclamou que Alá é Deus e Maomé é o seu profeta. Aparentemente, como os seus pais não pertenciam a essa religião, ele os colocou  na mira  como "infiéis" e, portanto, dignos de morte."

Mais um radicalizado pelo Alcorão.

O mexicano é doente mental? Por que ele tentou decapitar seus próprios pais depois que ele se converteu ao islamismo? Certamente ele estava mentalmente doente antes de ele se converter. No entanto, ele nunca tentou matar seus próprios pais em 43 anos de sua vida - até que ele se converteu ao islamismo.

Este processo de radicalização, no qual uma pessoa pacífica é tranformada em uma pessoa má, não passa de uma "Jihad interior", na qual a pessoa luta para interiorisar os comandos mais fundamentais do Alcorão e o exemplo de Maomé. 

Um processo de radicalização similar ocorreu no Brasil, com o Jihadi de Realengo.  

----------

Eu dei um título provocativo a este artigo, usando palavras de sentido contraditório: 
Mexicano se converte para o Budismo e mata a sua família porque Buda disse para ele fazer isso.
Outros títulos contraditórios seriam:
Mexicano se converte para o Cristianismo e mata a sua família porque Jesus disse para ele fazer isso.
ou 
Mexicano se converte para o Judaísmo e mata a sua família porque Deus disse para ele fazer isso
ou 
Mexicano se converte para o Hinduísmo e mata a sua família porque Vishnu disse para ele fazer isso. 
Nenhuma destas alternativas parecem corretas, não é mesmo?





4 comentários:

I. B. disse...

Não há um erro no título (Budismo em vez de islamismo)?

Israel Bloom

José Atento disse...

O "engano" é proposital. Tem gente que diz que todas as religiões são iguais, mas a realidade mostra o contrário. De modo que um título como este tem o objetivo chamar a atenção, como aconteceu com você, e ver que tem algo de errado nele. O fato é que apenas o islamismo tem esta força transformadora negativa.

I. B. disse...

OK :-) Foi inteligente da sua parte. E eu devia ter percebido, pois já usei essa estratégia também.

Abraço!

I.B.

Douglas Sulzbach disse...

Até no super católico México o islamismo já se agarrou, credo, imagine quando a população maometana aumentar por lá, eles odeiam católicos, vai ter uma guerra civil terrível.
Inclusive no dia 27/07, um fanático muçulmano atacou um monte de católicos que faziam uma procissão, e segundo fontes, ele berrava a famosa frase ALLAHU AKBAR, avisando que em breve os porcos infiéis mexicanos teriam que se submeter à Sharia. Ou seja, a islamização do continente latino começou oficialmente!