domingo, 8 de setembro de 2013

Al-Qaeda promete chacina de cristãos depois que os EUA "libertarem" a Síria


Raymond Ibrahim

Enquanto os líderes dos EUA continuam puxando para uma guerra contra o governo da Síria, os "rebeldes ligados à Al-Qaeda", relatou hoje a AP ", lançaram um ataque à uma aldeia preodminantemente cristã, em uma região ainda controla pelo governo, no oeste da Síria, e novos confrontos eclodiram perto do de capital, Damasco, na quarta-feira ... No ataque à aldeia de Maaloula, rebeldes ocuparam um hotel no topo de uma montanha e algumas cavernas próximas e bombardearam a comunidade abaixo, disse uma freira, falando por telefone de um convento na aldeia. Ela falou em condição de anonimato por medo de represálias."

A agência de notícias árabe Al Hadath dá mais informações sobre este último ataque terrorista contra os cristãos da Síria, especificamente, como os rebeldes ligados à Al-Qaeda "aterrorizam os cristãos, ameaçando se vingarem deles após o triunfo da revolução."

Assim, os terroristas da Al-Qaeda aguardam ansiosamente a ajuda dos EUA contra o governo sírio, para que eles possam dominar, se não aniquilar, os cristãos, os secularistas, e não-muçulmanos da Síria - ainda que a administração Obama tente justificar a guerra contra a Síria de modo absurdo, evocando os "direitos humanos" dos sírios, por um lado, e mentindo sobre a presença na Al-Qaeda na Síria, de outro.


Atualização: Novas informações, incluindo vídeo de ataque pode ser acessado aqui 


(Vídeo: Al-Qaeda ataca duas igrejas sírias aos gritos de "Allahu Akbar!")


Al-Qaeda na Síria aguarda ansiosamente que os EUA venham ao seu socorro


Nenhum comentário: