sábado, 5 de outubro de 2013

Islamização do Mundo e Colapso do Ocidente - Exemplos



"O Islã não está nos Estados Unidos para ser igual a todas as outras religiões, mas para se tornar dominante. O Alcorão, o livro muçulmano das escrituras, deve ser a autoridade mais alta dos EUA, e o Islã a única religião aceita na Terra." -- Omar Ahmad, co-fundador do Conselho sobre Relações Americano-Islâmicas, CAIR-SFBA Comitê Executivo Membro de 1993. Ligados a Irmandade Muçulmana. 
Nós tratamos do problema da crescente islamização, algumas de suas causas, e impactos no mundo em alguns artigos anteriores, tais como Islamização da Europa. Pode o mesmo acontecer no Brasil?, … O fim da Europa livre: o perigo do islamismo radical (link externo), … Islamização das Américas, … e Islamização da Europa Oriental e antigas repúblicas soviéticas

Abaixo nós iremos listar exemplos que ilustram este processo de islamização, e procurar atualiza-los à medida do possível.


 Leia sobre a Lei dos Números do islão
 
Atualização em setembro de 2016

Anúncios na TV alemã e sueca promovem o genocídio e substituição do seu povo
Leia o artigo e assista aos vídeos clicando aqui.

Estudioso do Islamismo prevê guerra civil na Europa, provocada pela Geração Jihad
Leia o artigo clicando aqui.

Documentos vazados mostram a influência de George Soros na resposta européia à crise migratória
George Soros é um multi-bilionário que usa seu poder econômico para financiar causas "progressistas" (na verdade, são causas "regressivas"). Documentos mostram que a Fundação Sociedade Aberta (Open Doors Foundation) usou 600 mil dólares do seu fundo de reserva, em março de 2016, para "conter a retórica anti-imigrante e narrativas tóxicas à cerca da imigração para a Europa." O objetivo é o de mover a classe política para tomar posições mais favoráveis à política de portas abertas. O documento diz que mais investimentos são necessários tendo em vista a perda da simpatia pelos imigrantes, em parte devido à jihad islâmica no clube Bataclan, em Paris (novembro de 2015). Um outro documento que veio à tona discutia como a crise migratória define uma "nova normalidade" e oferece "novas oportunidades" para uma influencia global (DailyCaller).


Alemanha: com eleições municipais se aproximando, a Chanceler Angela Merkel se finge de arrependida por sua política de "fronteiras abertas"
O partido nacionalista AfD tem mostrado força nas pesquisas pré-eleitorais na Alemanha, o que levou a Chanceler Angela Merkel, a Louca, a dar uma declaração que a sua decisão de (rasgar os acordos de imigração da União Européia e) abrir as fronteiras européias para mais de um milhão de refugiados (a maioria homens no fulgor da produção hormonal). Isso é apenas fachada, pois ela disse que pretende manter o processo de continuar recebendo centenas de milhares de "refugiados", em um processo que muitos dizem ser nada mais do que substituir a população nativa alemã (que se reproduz pouco e aborta muito) com muçulmanos. (Breitbart)

Alemanha: partido da Merkel (CDU) fica em terceiro lugar nas eleições municipais
O CDU obteve 19% dos votos nas eleições no estado de Mecklenburg-West Pomerania, na antiga Alemanha Oriental, de onde a Merkel foi eleita. O partido populista (realista) e anti-imigração em massa Alternativa para a Alemanha (AfD) ficou em segundo (21%), e os partido de centro-esquerda SPD em primeiro com 30%. O CDU teve 19% dos votos (BBC). Também em Berlin, o SPD e CDU tiveram obtiveram menos votos, ao passo que o AfD teve votos suficientes para se fazer representar no parlamento (Politico)

Alemanha: "refugiados" tiram férias nos países de origem, outros são jihadistas, e a maioria não tem capacidade para emprego
  • Escândalo: refugiados estão usando os benefícios recebidos pelo governo para passar féria nos seus países de origem (Minuto Produtivo citando o Die Welt am Sonntag)
  • Três refugiados são jihadistas do Estado Islâmico. Eles foram descobertos e presos (Euronews)
  • Empresas alemães informaram a Chanceler Merkel que refugiados não possuem habilidades para obter trabalho (PJMedia)
Alemanha: anúncio do governo diz "Proibido cagar no chuveiro"
O governo está tentando desesperadamente educar os "refugiados." 

"Por favor, não cague no chuveiro"

França: desbaratado plano para explodir Catedral de Notre Dame 
Dois casais foram presos com relação ao carro contendo cilindros de gás encontrado próximo a Catedral de Notre Dame, em Paris. Segundo a polícia, todos eles têm ligação com grupos jihadistas. Material em árabe também foi encontrado (ABC). Outras mulheres foram presas, sendo que uma delas chegou a esfaquear um policial (IndependentThe Journal). Uma das mulheres presas foi namorada de dois jihadista: um que assassinou dois policias em Magnanville, em junho, o outro quem assassinou o padre (The Journal)

França: Prefeita de Paris criará (múltiplos) campos de refugiados ao redor da cidade
Leia mais sobre isso clicando aqui.

Itália: contrabandistas contratam iates para levar "refugiados" para a Europa
Informação de ucranianos presos pela  polícia italiana. Contrabandistas contratam ucranianos para comandarem iates e outros barcos. Refugiados pagam 8 mil dólares pela viagem de luxo com segurança.  A outra opção é pagar menos e tentar a viagem em barcos menos seguros com o risco de acidente. Este ano, 93 mil novos refugiados aportaram na Itália. (Breitbart)

Itália: número de refugiados deste ano já ultrapassa o número do ano passado 
Total de 124,500 desde o começo de 2016. Ano passado todo foram 122,000. Homens, homens e mais homens.  (Express)

EUA: 99.3% dos refugiados sírios são muçulmanos
Percentual relativo ao ano de 2016 até 9/9/2016. Um total de 10.817 refugiados foram admitidos nos EUA: 10,742 são muçulmanos, ao passo que apenas 75 são compostos por cristãos e iázides. Na Síria, 12% da população é composta por não muçulmanos, principalmente cristãos. (PJMedia). Quando indagado se os EUA não deveriam dar preferência para cristãos, o presidente Obama respondeu dizendo que discriminar baseado em religião é anti-americano. Pois bem, é exatamente isso que a sua administração está fazendo.

EUA: Obama confirma ter repassado para o Irã 1,7 bilhões de dólares em dinheiro vivo
Anteriormente, havia sido descoberto que ele havia pago 400 milhões de dólares pelo resgate de 4 americanos. Agora, ele admitiu que um total de 1.7 bilhões de dólares foram repassados em dinheiro. Ele fez isso para evitar as sanções que o Congresso dos EUA estava impondo ao Irã, sanções essas que datavam do sequestro e prisão dos diplomatas americanos durantea revolução iraniana em 1979. (ABCNational Review). Ao fazer este pagamento na surdina e em dinheiro, Obama quebrou a lei. E agora?

EUA: Obama nomeia muçulmano que possui laços com a Arábia Saudita como juiz de tribunal federal
Abid Qureshi, um imigrante paquistanês, foi nomeado juiz federal no Distrito de Columbia sem nunca ter sido juiz na vida. Como advogado, ele defendeu muçulmanos e foi elogiado por entidades islamistas. Um dos casos mais importantes foi defender a Academia Saudita Islâmica, cujos livros ensinavam Sharia. (WND)

EUA: governo Obama repassou 2,7 milhões de dólares para mesquita que pratica o "islão verdadeiro" 
"Islão verdadeiro" e "islão radical" são sinônimos.  Ambos indicam o islamismo como inventado e praticado por Maomé. Desde 2010, o Centro Islâmico da Grande Kansas City recebeu esta quantia do Departamento de Agricultura. Este "centro islâmico" pertence a uma organização islâmica (NAIT - North American Islamic Trust) que funciona como uma operadora financeira, oferecendo serviços bancários, gerando escolas islâmicas, sendo também proprietária de mais de 300 mesquitas nos EUA. O NAIT está ligado a Irmandade Muçulmana, organização que, segundo relatório do governo britânico, possui ideologia e pratica táticas "que são contrárias aos nossos valores e tem sido contrários aos nossos interesses nacionais e a nossa segurança nacional." (Daily Caller)

Estados Unidos bombardeiam tropas sírias em apoio ao Estado Islâmico!
Os EUA quebraram um cessar-fogo ao atacarem posições do exército sírio que se posicionavam opostas ao Estado Islâmico. Este ataque permitiu um avanço do Estado Islâmico. A Rússia chamou reunião do Conselho de Segurança da ONU. (Mail)

Canadá: diretora de escola é afastada do cargo por ter compartilhado artigos "anti-muçulmanos"
Ghada Sadaka compartilhou artigos e memes, que diziam, por exemplo, "se os biquínis são banidos nos países muçulmanos, então burcas devem ser banidas na Europa."  Por causa disso ela está ameaçada de perder o seu emprego ... no Canadá (The Star).

Canadá: primeiro-ministro mostra a sua "opção preferencial pelos muçulmanos"
No aniversário dos ataques às Torres Gêmeas (em 11/9) o primeiro-ministro Justin Trudeau ficou em casa. No dia seguinte, ele foi até a mesquita da Associação Muçulmana de Ottawa para celebrar o Eid al-Adha. Esta associação é membro da União Internacional para Acadêmicos Muçulmanos (IUMS). Em 2014 os Emirados Árabes Unidos colocaram a IUMS em sua lista de organizações designadas como terroristas. (Vlad TepesSun)


Turquia e suas ligações com o Estado Islâmico 
Um relatório que discute as relações entre a Turquia e o Estado Islâmico. (PDF)

Áustria: célula jihadista conectada a atentados na França
Dois homens, um marroquino de 26 anos e um argelino de 40, acusados de terem ligações com os atentados na França. Outros dois foram extraditados meses atrás. Todos eles vieram junto com a leva de refugiados do ano passado e compartilharam o mesmo alojamento para refugiados em Salzburgo. (Breitbart)

Grã-Bretanha: polícia pode deixar policiais vestirem burca para incentivar diversidade
Diretores da polícia de West Midlands estão discutindo o assunto (Mirror). Eles vão contra a opinião dos britânicos que querem que a burca (e o niaqb) sejam banidos do país (Mirror).

Bélgica: Parlamento da UE manda instalar vidros à prova de bomba
Mas, ao mesmo tempo, abre as portas da Europa para jihadistas. (Express)

Luxemburgo pede pela expulsão da Hungria da União Européia
O presidente húngaro mantém-se irredutível em defender a sua pátria e receber apenas refugiados cristãos. Por causa disso, o ministro das relações exteriores de Luxemburgo defende a idéia que a Hungria deva ser expulsa da União Européia. A Hungria não se dobra frente a estas ameaças. (YouTubeShoebat)

Suécia: notícias do paraíso perdido
  1. Um intérprete foi suspenso do trabalho pelo governo sueco por ter dito que muitos árabes mentem sobre a sua origem para aumentarem a chance de obeterem asilo (Breitbart).
  2. Distúrbios pior do que na guerra civil no Líbano. Rita Svensson, uma imigrante do Líbano, disse que os distúrbios em Trollhattan a fizeram lembrar na guerra civil no Líbano (Friatider).
  3. Refugiados tentam incendiar a mansão que os abrigava (Fiatider).
Atualização em agosto de 2016

França sofre com as consequências da política de aproximação ao mundo árabe iniciada com Charles de Gaule nos anos 70
O Presidente Charles de Gaulle criou a "política árabe da França", um sistema de alianças com algumas das piores ditaduras árabes-muçulmanas do mundo, na crença de que a França iria recuperar seu poder graças a este sistema (Gatestone).

França: secularismo abre as portas para o islão
Exemplos: (a) governo impõe "Carta de secularismo" em todas as escolas banindo o cristianismo do sistema educacional; (b) após ataques terroristas, governo respondeu ao fundamentalismo islâmico com um ridículo "Dia do Secularismo" a ser comemorado todo dia 9 de dezembro; (c) Esse secularismo tacanho também impediu a França de apoiar abertamente os cristãos orientais oprimidos pelos islamistas.  (Gastestone)

França: governo esconde que vítimas da jihad no Bataclan foram torturadas antes de serem mortas
Vocês se lembram da jihad islâmica no clube Bataclan, em Paris, quando 89 pessoas foram mortas pela causa da Alá? Pois bem, o governo francês escondeu um fato importante que acabou sendo revelado nos relatórios do ataque. Dezena de vítimas foram torturadas antes de serem mortas. As torturas incluiram castração dos homens e arrancar os olhos de outras vítimas. E a sessão de torutra foi gravada pelos jihadistas. (Mail)

França: parque aquático quer promover "Dia do Burquíni"

O parque aquático Speed Water Park, perto de Marselha (25% muçulmana), quer programou um dia no qual apenas mulheres vestidas com o burquíni (peça de banho que cobre o corpo todo, até mesmo a cabeça) poderão entrar. As reclamações são tamanhas que o conselho municipal está tentando convencer os donos do parque a cancelarem o evento (Valleursactuallite)

França: Riviera Francesa proíbe o "burquíni"
Cannes and Villeneuve-Loubet, na Riviera Francesa, proibiram o uso do burquíni, um maiô ridículo que as "muçulmanas liberais" usam para ir a praia.

França: Córsega proibe o burquíni após muçulmano atacar banhistas em topless
A população se rebelou após o incidente, seguido de arruaça promovida pelos muçulmanos. O prefeito tenta acalmar os ânimos (BBC)

França: corte suprema revoga banimento do burquíni
O Conselho de Estado, a corte suprema da França, revogou o banimento do burqíni. Grupo de direitos humanos ligados a organizações islâmicas contestaram que o banimento fere a liberdade das pessoas de decidirem como se vestirem nas praias. O governo francês vê o burquíni como algo que vai contra a laicidade da França (Fox).

Itália: ministro diz que banir burquíni irá provocar atentados terroristas
Alguém, por favor, avise ao Ministro do Interior Angelino Alfano que o islão é a religião da paz. Quem ele pensa que é, um islamófobo? (Politico)

França: Charlie Hebdo satiriza muçulmanos indo a praia
A Revista Charlie Hebdo fez uma sátira sobre a polêmica do burquíni (veja imagem abaixo). e, claro, recebeu ameaças de bomba de adeptos da religião da paz. (Express)


Canadá: Polícia Montada adota o hijab como peça de uniforme
Esta iniciativa faz parte da linha de governo do primeiro-ministro Justin Trudeau que deseja tornar a força policial "inclusiva." É importante ressaltar que a adoção do hijab como uniforme se deu sem que existisse qualquer demanda para que o uniforme fosse alterado. Isto significa que o próprio governo canadense está inserindo a Sharia sobre a sociedade em doses homeopáticas. (RT)

Escócia: polícia introduz o hijab como parte do seu uniforme
A Sharia entra lentamente, um passo após outro, até tomar conta de tudo (tvi24)

França: exército francês protege o Santuário de Lourdes contra ataques jihadistas
O exército francês sendo obrigado a proteger um santuário cristão dentro do seu próprio país. 
Esta imagem traduz bem o resultado da islamização de um país. Nada será o mesmo na França. (Express)

Soldados franceses guardam o Santuário de Lourdes

Itália: milionários do Lago Como reclamam dos imigrantes
Dentre eles está o ator estadunidense George Clooney, que diz para os outros aceitarem imigrantes, mas agora reclama quando eles se instalam no seu quintal (Mail).

Grã-Bretanha: piscina pública promove segregação entre sexos
Na cidade de Luton. Organização a cargo de grupo chamado "O Fiel Forte" e as aulas de natação segregadas se chamam Natação Allamdulliah (obrigado Alá). (Daily Mail).

Grã-Bretanha: xeique Anjam Choudary condenado a 10 anos de prisão. Sua esposa também está na mira.
Ele é o maior incitador de jihadistas no Reino Unido, e foi condenado a 10 anos por associação com o Estado Islâmico. Que este xeique tenha demorado mais de 10 anos para ser preso diz muito do estágio que a Europa se encontra (Expresso). E a sua esposa também está sob investigação (Daily Mail). Isso é crime em família.

Grã-Bretanha: prefeito (islâmico) de Londres cria força tarefa para prender aqueles que "ofendem" a fé islâmica
E usando o dinheiro do contribuinte a um custo de 1.7 milhões de libras (Breitbart). Pois é, a professora Francirosy está correta: todo muçulmano é um jihadista.

Alemanha: governo manda população estocar alimentos e água
O estoque deve ser suficiente para no mínimo dez dias, pois caso o país viva um conflito armado ou seja alvo de atentado terrorista, os cidadãos poderão se manter sem a necessidade de ajuda estatal. Fontes do governo disseram que isso não tem ligação alguma com os recentes atentados islâmicos vividos no país. (Frankfurter Allgemeine)

Alemanha: briga generalizada em centro de refugiados
Isso ocorreu no centro de registro na Huckarder Strasse, em Dortmund. A briga envolveu refugiados, homens e mulheres, entre 14 e 37 anos de idade (Youtube)

Alemanha: Crise de Estupro está Fora de Controle
A supressão de dados sobre estupros cometidos por migrantes é um "fenômeno que ocorre em toda a Alemanha." (Gatestone)

Suécia: governo dá 5 mil euros para "refugiados" deixarem o país
De um total de 160 mil requerentes de asilo ano passado, apenas 500 buscaram emprego. Frente a este fracasso, o governo sueco está oferencendo 5 mil euros para que os "refujihadistas" deixem o país. Uns 5 mil deles aceitaram a oferta. O restante permanece sendo custeados pelo governo  (Independent).

EUA: ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, recebeu 5.6 milhões de dólares da maior firma de educação da lei Sharia
Ele recebeu esta quantida da empresa GEMS, baseada no Dubai, e que opera mais de 100 escolas no Oriente Médio, Ásia e África. Bill Clinton foi diretor honorário da GEMS de 2011 a 2014.  (Daily Caller)

EUA: Arábia Saudita financiou 20% da campanha de Hillary Clinton
Ligações entre a Arábia Saudita e a família Clinton, inclusive com a campanha de Hillary, são bem documentadas. Em 2008, foi revelado que o reino do Golfo havia doado entre 10 a 25 milhões de dólares para a Fundação Clinton, uma instituição de caridade criada pelo marido de Hillary, o ex-presidente norte-americano Bill Clinton. (Speisa)

EUA: Futura Chefe de Gabinete dos EUA foi editora de jornal islamista radical
Muito tem se falado sobre Huma Abedin, a assessora e confidente de Hilary Clinton por 10 anos, incluindo o períodio no qual Hilary foi Secretária de Estado do governo Obama. Mas agora se descobriu que ela foi editora de um jornal islâmico radical (redundância) que era contra os direitos das mulheres como definidos pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, e a favor da Sharia. Se Hilary Clinton for eleita, Huma Abedin será Chefe de Gabinete, que é quem toma conta da Casa Branca e da agenda do presidente. (NYPost). A sociedade ocidental está muito porosa, pois os islâmicos se infiltram em todos os lugares.

Canadá: importante imã diz que a humanidade é o problema; o islão é a solução
Iqbal al-Nadvi é o chefe do Conselho de Imãs do Canadá. Ele disse que os muçulmanos vem para o Canadá para propagar o islão. "O Alcorão diz: vocês são as melhores pessoas trazidas por Alá." (cijnews)

Italianos se rebelam contra a construção de uma mesquita ao lado da Torre de Pizza
Um abaixo-assinado levou a prefeitura a convocar um plebiscito para decidir sobre a construção desta mesquita. (Express)

Quirguistão: presidente teme a "arabização" do país
Almazbek Atambayev, presidente do Quirguistão, disse que o uso de roupas muçulmanas, tais como o hijab, o niqab e a burca, conduz a radicalização e ao terrorismo. Ele chegou a dizer que mulheres que usam mini-saia não se vestem com bombas para explodir os outros. O Quirguistão é um país de maioria muçulmana (mas sem denominação), mas tem um legado socialista por ter sido uma das repúblicas da União Soviética. O traje tradicional é o "elchek" usado apenas em celebrações culturais. O presidente Atambayev luta contra a "arabização" do país, e contra a crescente influência do salafismo/wahabismo.
Cartaz do governo diz: "Pobres pessoas. Para onde eles estão indo?"

Atualização em julho de 2016

Turquia: exercício militar feito em golpe para fortelecer Erdogan?
Leia o artigo todo neste link.

Áustria: Suprema Corte manda que eleição presidencial seja repetida

A Suprema Corte constatou irregularidades (fraude) nos votos que vieram pelo correio. Eles foram decisivos na vitória do candidato do Partido Verde. O Candidato do Partido da Liberdade (FPÖ) era o favorito. As novas eleições deverão ocorrer ainda este ano. O cargo de presidente é cerimonial, mas influente o suficiente para levar o FPÖ a vitória nas eleições em 2018. A plataforma é nacionalista e em favor da Áustria, mesmo sob a União Européia (comércio), possa reconquistar sua soberania. (Express)

Áustria: cidade proíbe o "burquine"
Cidade austríaca de Hainfeld anunciou que banirá o uso do "burquini" em suas piscinas públicas. O "burquine" é um maiô que cobre tudo, só deixando mãos, pés e rosto visível. (Breitbart)

Suíça: proibição da burca e do niqab
A proibição do uso de burca e niqab entrou em vigor na região de Tessin. Ou os muçulmanos obedecem ou pagam a enorme quantia de £8.000 de multa por desrespeitar a lei do país. (Express)

Suíça: porco fora das escolas em Basel
O conselho de educação em Basel decidiu tirar do cardápio das escolas carne de porco, até mesmo o tradicional klöpfer (um tipo de sausichão). O Partido do Povo Suíço, bem como os pais, estão acusando o conselho de se curvar a pressão de minorias. Um dos pais disse "será que nós estamos nos adaptando a certas culturas ao invés delas se adaptarem a nós?" (The Local)

Grã-Bretanha: as "contribuições do islão" em maio de 2016
Abuso Sexual de Crianças, Lavagem Cerebral na Prisão e "Alá sabe o que é melhor." (Gatestone)

Grã-Bretanha: Theresa May, defensora da Sharia, escolhida como Primeira Ministra
O Primeiro-Minsitro Cameron se demitiu com a vitória do BREXIT, que decidiu pela saída do Reino Unido da União Européia. O cargo de líder do Partido Conservador, e automaticamente Primeiro-Ministro, acabou sendo conquistado por uma mulher que é simpática a lei islâmica. (CNN)

Alemanha: o problema dos turcos que não se integram
"Para mim, minha religião é mais importante do que as leis do país onde eu vivo." (Gatestone)

Alemanha: polícia concede, estupradores do Ano Novo eram muçulmanos
A polícia alemã diz que no período do ano novo (2015/2016) houveram estimadamente 2000 assediadores/estupradores envolvidos em um total de aproximadamente 1200 ataques contra mulheres em várias cidades alemãs, incluindo Colônia, Hamburgo e Stuttgart.
Até o momento 120 suspeitos foram identificados, quatro foram condenados, e DOIS tiveram a condenação suspensa.
Holger Münch, o líder da Agência Federal de Investigações Criminais admitiu que muitos dos criminosos NÃO SERÃO INVESTIGADOS.
E vejam essas duas observações bem pertinentes do relatório:
- Esses crimes tem correlação com a imigração em massa do ano de 2015; e
- Quase nenhum dos suspeitos eram refugiados sírios, mas sim de indivíduos do norte da África. (Express)

Alemanha: polícia expulsa esquerdistas para dar lugar para refugiados
A polícia alemã entrou em conflito com 7 mil esquerditas que eram contra a sua expulsão de apartamentos ocupados por eles. Estes apartamentos serão usados pelos refugiados. Ou seja, os esquerditas estão sendo expulsos para acomodar os refugiados que eles mesmo exigiram que fossem aceitos na Alemanha.  Vídeo: https://youtu.be/g3npPfjlSGI

Alemanha: apenas 54 dentre os 1 milhão de refugiados conseguiram arrumar emprego
Os motivos variam de falta de qualificação a falta de interesse. E pensar que a Merkel, a Louca, vendeu a idéia que os refugiados seriam a solução para a falta de mão-de-obra especializada na Alemanha. Se a Alemanha precisa de mão-de-obra especializada, é só contratar os jovens desempregados na Espanha, Grécia, Portugal, etc. Não existe falta de mão-de-obra na Europa. (Speiza)

Suécia: apenas 494 refugiados, dentre 162 mil, conseguem emprego
Uma situação semelhante a da Alemanha. O contruibuinte sueco tem que pagar a conta da irresponsabilidade do seu governo (Speiza).

Suécia: disturbios de rua nos bairros dos refugiados
Em Uppsala, Suécia, continuam os motins (que já duram dias) nos bairros compostos por refugiados do médio oriente. A policia restringe o acesso aos bombeiros, pois eles podem ser atacados ao combaterem os incêndios. Há um morto por confirmar. (Expressem)

Canadá: 75% dizem que imigrantes muçulmanos possuem valores fundamentalmente diferentes
Pesquisa do governo da província de Ontário feita junto aos canadenses residentes em Ontario, após o governo ter-lhes forçado quase 12 mil imigrantes muçulmanos no período de 3 meses. A reação do governo foi de chamar a sua população de islamofóbica. (Daily Caller)

EUA: estado de Illinois criará um Conselho Consultivo islâmico
De acordo com a senadora Jacqueline Collins (Democratas), esse conselho servirá para separar os muçulmanos extremistas dos moderados, dizendo: "Nós precisamos incentivar os nossos muçulmanos americanos a serem civilmente engajados e a participarem." E ela adicionou: "Se não participarem, os elementos marginais irão estabelecer a política." Mas, onde está o cobselho cristão, hindu,budista, judeu, ateu, ... (CounterJihadChicago Tribune)

Suécia: pequena ilha com 137 habitantes irá abrigar 2 mil refugiados
A população de Ivö está revoltada. A ilha fica perto de Malmö, a "de facto" capital do islão na Suécia. O acesso à ilha é de barca. Imagina, viver em uma ilha pequena, com acesso restrito, numa proporção de 10 muçulmanos para 1 infiél? (STV)

França: A cidade de Nice é o caldeirão do jihadismo na França 
A cidade onde ocorreu a Jihad do Dia da Bastilha, em 2016. Nos últimos anos, mais de 120 jovens da região dos Alpes Marítimos foram recrutados para combater na Síria (El Pais).

França à beira de uma guerra civil, adverte o chefe do serviço de inteligência
Ele diz que algum evento de maior envergadura, tipo os assaltos sexuais em massa ocorridos na Alemanha, podem ser o estopim.
O que eu fico me perguntando é de que lado o governo do presidente Hollande irá ficar? Será que ele vai proteger as "minorias muçulmanas" e ficar contra os franceses? (DailyMail)

Atualização em junho de 2016

Turquia: ex miss Turquia presa por "ofender Erdogan"
O que esta notícia tem a ver com a Sharia? É que a Turquia caminha a passos largos para se tornar uma "república islâmica" (Times of Israel). Ela foi condenada a um ano de prisão

Alemanha: parlamento reconhece o Genocídio Armênio
A unanimidade só não foi alcançada por uma abstenção (Merkel) e um voto contra. A Turquia chamou o seu embaixador. O Azerbaijão (que faz guerra contra a Armênia) disse que está solidário com a Turquia. Os deputados do parlamento alemão chegaram a receber ameaças de morte. Os turcos aprendem nas suas escolas que os armênios morreram como consequência da Primeira Guerra Mundial, o que os leva a negar o genocídio. Um total estimado de 3 milhões de turcos e descendentes diretos vivem na Alemanha (RTCBCThe New York Times). Agora é para ver se isso irá deteriorar as relações entre Alemanha e Turquia.

Alemanha: Dalai Lama diz existirem refugiados demais na Europa
Segundo ele, os refugiados devem retornar para ajudar a reconstruir os seus países de origem. Ele afirmou que a Europa e a Alemanha não podem se tornar em outros países árabes. Ele disse em meio a um sorriso que "a Alemanha é a Alemanha." (Tribune)

Alemanha: governo isenta de imposto mercados e restaurantes muçulmanos  durante o Ramadã
Isso com o intuito de baratear a comida para eles (durante o jejum de dia e a comilança à noite). A pergunta a ser feita é a seguinte: durante a Páscoa (cristã e judáica) o governo vai isentar os comerciantes cristãos e judeus dos impostos também? Sera que no Festival das Cores (Holi festival) vai isentar os comerciantes hindus dos impostos? (Daily Times)

Alemanha: refugiados envolvidos em 69 mil crimes nos 3 primeiros meses de 2016
Dados da polícia alemã revelam estes números. (Reuters).

Alemanha: centenas de casamentos de refugiados menores de idade
Com a imigração islâmica é razoável que o aumento de práticas ilegais nos países ocidentais, tais como casamento de menores (como noticiado abaixo), mutilação da genitália feminina e poligamia. (Exame)

Alemanha: 50% da população acha que já existem muçulmanos em demasia
Esperem quando eles começarem a influenciar politicamente por eles mesmos. Ruim com a Merkel como atravessadora. Pior com eles próprios trabalhando pela implementação da Sharia. (JN)

Alemanha: meninas aceitam assédio para não serem islamófobas
Tres estudantes na cidade de Kassel aceitaram ser assediadas, por três meses, dentro do trem urbano, por muçulmanos "refugiados" muito mais velhos. Dentre outras coisas, eles passavam a mão por dentro da saia das estudantes a caminho da escola. (Breitbart)

Alemanha: mentor politico da Merkel diz que país não comporta mais refugiados
Helmut Koln, ex-Chanceler alemão por 16 anos e "pai da unificação" alemã, alertou Merkel, a sua "menina de ouro", que a Alemanha atingiu o limite. Ele disse que a Europa não é capaz de se tornar casa para o milhões de refugiados ao redor do mundo. (Express)

Paris: transformada em "zona de guerra" por muçulmanos
Em 19 de julho de 2014. A diferença entre entre distúrbios provocados por muçulmanos com outros disturbios, é que os primeiros não são noticiados pela imprensa.
https://youtu.be/JdmQ9PN57l4  OK

Grã-Bretanha: muçulmanos tomando conta de Londres, desfraldam bandeira do Estado Islâmico
A liberdade de expressão e associação nos países ocidentais é algo que vem sendo muito bem explorada pelos promotores da Sharia.
https://youtu.be/2Cvfc4-B4iM OK

Grã-Bretanha: maciça manifestação muçulmana em Lancanshire 
Isso foi em março de 2016. Lembre-se que o islão exige de seus votários que eles lutem pela implementação da Sharia onde quer que seja. A Sharia sufoca a cultura local. Tem sido deste jeito desde que o islão foi inventado, a 1400 anos atrás.
https://youtu.be/giIlAKQ9t5I OK

Grã-Bretanha: BBC diz que ingleses que desfraldam a Cruz de São Jorge são racistas e ofendem os muçulmanos
Alguns torcedores de futebol ingleses se vestem como soldados medievais com a Cruz de São Jorge, o símbolo da Inglaterra, estampada no peito. Para a BBC, estes torcedores são racistas, provocando os muçulmanos. Os torcedores redicularizam a notícia, e o politicamente correto que a permeia. (Daily Mail)

Grã-Bretanha: 5 adolescentes atacados com ácido em estação de trem
Um deles ficou cego de um olho e outros dois com ferimentos tão sérios que irão "alterar as suas vidas." Ataque com ácido é algo muito comum no mundo islâmico e a questão é se isso é algo aleatório como diz a notícia ou se é algo que caracteriza uma tendência. Os atacantes estavam em grupo (Daily Mail).

Grã-Bretanha: Prefeito (muçulmano) de Londres irá banir "imagens sexualizadas" das mulheres nos anúncios de rua, nos metrôs e ônibus
Anúncio de biquini agora será mais comedido. As mulheres não podem mostrar suas curvas e nem mostrar que são "saudáveis demais." Londres se torna a capital européia mais restritiva em termos de anúncios. (Breitbart)

Grã-Bretanha: Plebiscito decide pela saída da União Européia
Os jornais britânicos anunciam o resultado do plebiscito para decidir se a Grã-Bretanha continua ou sai da União Européia. A DECISÃO É ... SAIR DA UNIÃO EUROPÉIA!!!!
Considerando a falta de democracia que existe na União Européia e a sua "opção preferencial pelo islão", este resultado oferece alento e esperança que dias melhores virão.
Outros países deverão fazer plesbicitos semelhantes.

A Corte Européia de Justiça proibe prender imigrantes ilegais
Imigrantes ilegais não pode ser detidos, ou seja, mesmo entrando ilegalmente, o país deve recebê-lo. (Breitbart). Eu não acho que os cidadões europeus aprovariam esta decisão. Mas, não existe democracia nos corredores da União Européia.

Suécia: o multiculturalismo cego e suas consequências

https://youtu.be/JOqc0T-gui4 OK

Suécia: documentário sobre jihad não é mostrado na TV
Documentário sobre a jihad "Watching the Moon at Night" foi deixado de ser transmitido por TV estatal sueca (a mesma que financiou grande parte dele), por medo de ofender os muçulmanos. (Breitbart

Suécia: islamistas infiltram-se no governo sueco
Árabe, e não sueco, é ensinado nas bibliotecas. Funcionários do serviço de imigração permitem o casamento infantil. Autoridades suecas ratificam casamentos poligâmicos. (Gatestone)

Suécia: islão responsável por maior parte das mortes no mundo
Pesquisador diz que islão responsável pela maior parte das mortes em conflitos no mundo Oriente Médio e África onde maior parte das mortes ocorrem (Sputnik). Mas o Estado Islâmico é responsável por apenas 25% das mortes (Express).

Canadá: Governador-geral diz que "diversidade é a nossa mais alta prioridade"
Eles precisam aprender as lições da Europa, urgente. (CIJ)
 EUA: menina de 5 anos que foi estuprada em grupo por refugiados muçulmanos, e o governo manda esconder o fato!
Aconteceu em Twin Falls, Idaho. Testemunhas oculares confirmam: supremacistas islâmicos disfarçados de refugiados estupraram menina especial de cinco anos e ainda urinaram em sua boca. Uma juíza federal está ameaçando para que o fato não seja mencionado.  (Pamela Geller)

Iftar (jantar de Ramadã) dentro do Pentágono! 
Sim, o Pentágono, onde a segurança dos EUA é definida!
Isso é constituicional? Não, mas é politicamente correto. E acontece apenas para islamismo. Não existe passover seeder, Não existe Diwali. Não existe Páscoa. O islamismo foi colocado no topo da cadeia alimentar pelo governo do presidente Obama, e ele devora a todos, sejam mulheres, homossexuais e não muçulmanos.


Atualização em maio de 2016


Muçulmanos caminham para sua destruição
Leia o discurso da política polonesa Klára Samková.

O erro da "Nova Esquerda" européia, e as possibilidades de uma guerra civil na Europa
Leia o artigo neste link.

Marxismo Cultural oferece campo fértil para a proliferação da Sharia e da Jihad
Leia sobre como um movimento de intelectuais alemães contra o capitalismo e o marxismo criou as condições para o islamismo se espalhar no ocidente.

Áustria, islamização, e a luta entre patriotas e anarquistas: impressões no local
Leia o artigo neste link.

O Canadá pró-islamista do Primeiro Ministro Justin Trudeau
Mais um líder político ocidental que trai a sua cultura e a sua pátria.

Marcas de moda europeias estão encorajando a sharia islâmica na Europa
Um número crescente de empresas de moda européias procuram lucrar com a crescente demanda por vestuário islâmico. Negócio é negócio, dizem. Mas os críticos argumentam que por estarem entrando na onda da moda muçulmana, essas empresas estão incentivando a expressão pública visível do Islã na Europa e promovendo a separação ao invés de integração. Cobrir as mulheres é a arma mais poderosa dos islamistas. O artigo todo é excelente e vale a pena ser lido (StiloUrbano).

Alemanha: governo ensina homens refugiados a como se aproximar de alemães por sexo
Recentemente, "workshops" são oferecidos a candidatos a asilo. O programa consiste em cursos sobre como flertar com as mulheres alemãs. Os cursos são financiados pelo governo alemão com, é claro, o dinheiro dos contribuintes (YouTube).

Alemanha: 60% dos alemães não quer o islão na política do país
Sendo que 46% têm medo que a Alemanha seja conquistada pelos proponentes do islão político (Express).

Alemanha: primeira mulher muçulmana eleita presidente de parlamento estadual
Muhterem Aras, nascida na Turquia, foi eleita "speaker" (quem coordena os trabalhos) do parlamento do estado de  tem uma função semelhante ao de presidente de Baden-Württemberg. Ela é do Partido Verde (Tribune).

Alemanha: estuprador de crianças nos campos de refugiados turcos foi saudados por Merkel como exemplar 
Trabalhador muçulmano que foi saudado por Angela Merkel, estuprou 30 meninos entre 8 e 12 anos de idade, no campo de refugiados na Turquia. Crianças de oito anos de idade, refugiadas no campo da Turquia, eram pagas (1 libra ou 5 reais), por um refugiado para ter sexo com ele, isso ocorreu no centro de asilo Turco aclamado como um sucesso por Angela Merkel. (Daily Mail)

Alemanha deve gastar 93,6 bi de euros em auxílio a refugiados em 5 anos
Previsão é que aumento nos impostos para cobrir os gastos extra (Último Segundo).

Alemanha: extremistas de esquerda publicam endereços de líderes do AfD
O que esta "Nova Esquerda" neo-multicultural faz é criminoso. Eles acusam os outros de nazistas mas são eles que agem como tal. Membros do Partido Patriota Alemão ''Alternativa para a Alemanha'' (AFD) estão sob ameaça depois que extremistas de esquerda publicaram seus endereços online. (Muslim Issue).

Alemanha: Estado alemão recruta imigrantes muçulmanos sem passaporte como policiais
Bavária. O que pode dar errado nisso? Imigrantes muçulmanos recém-chegados, trazendo consigo o padrão de pensamento islâmico, irão trabalhar na força policial alemã. Que leis eles irão impor: as leias alemãs ou a lei islâmica? Os muçulmanos irão policiar a Bavária, um estado predominantemtne cristão (100percentfedup).

Alemanha deseja reescrever a lei islâmica
Existe uma diferença entre o que se deseja é o que acontece, entre realidade e fantasia, entre ideologia e fatos. As elites alemãs brincam com o fogo achando que podem domá-lo. O fato é que a natureza não perdoa. Quando na floresta, não adianta achar que a onça é um gatinho, porque o fato é que a onça quer te comer. Não se pode reescrever a lei islâmica Sharia. Ela foi dada por Alá e é imutável. O resto é sonho dos tolos. (Gatestone Institute)

Duas notícias que mostram o quanto a alma da Europa se corrompeu
1. Grã-Bretanha: pesquisa mostra que apenas 2% dos homens entre 18 e 24 anos se sentem masculinos, e acham que masculinidade é algo negativo. (YouGov)
2. Alemanha: pesquisador acha que os ataques sexuais no Ano Novo em Colônia mostram que o homem alemão esqueceu como lutar ... e que isso é algo bom. (Breitbart)

Grã-Bretanha: Londres eleje prefeito muçulmano
Acredita-se que o novo prefeito, tenha ligações com a Irmandade Muçulmana. Vamos monitorar.

Grã-Bretanha: Londres é uma das melhores cidades muçulmanas no mundo
Estudioso do Islamismo de origem paquistanesa afirmou, em março, que Londres é mais islâmico do que a maioria das cidades nos países islâmicos. (Daily Mail)

Grã-Bretanha: o "cockney" está em extinção
70 mil imigrantes se mudaram para o o leste de Londres, o que está levando a extinção do "cockney." Cockney é um estilo de vida e um dialeto da classe trabalhadora inglesa desta parte de Londres. Como existem cada vez menos nativos ingleses nesta parte de Londres (onde moram os eleitores do novo prefeito de Londres) pois eles já se mudaram faz tempo e restam poucos. Até mesmo o time de futebol West Ham está se mudando do local. (Mail)

Grã-Bretanha: mensagem cristã proibida, mensagem islâmica permitida
Em dezembro de 2015, a Igreja da Inglaterra fez um vídeo de Natal, de 60 segundos, que continha a oração do Pai Nosso, narrada por pessoas de diferentes origens, para ser exibido nas salas de cinema do Reino Unido antes do novo filme do Star Wars.
No entanto, a agências dos cinemas rejeitaram o vídeo, dizendo que ele poderia ofender as pessoas de religioes diferentes bem como os ateus.
Pois bem, agora, para celebrar o Ramadã, neste mês de junho, a Associação Islâmica (Islamic Relief) criou cartazes com o slogan Subhan Allah", que significa "Glória a Allah" para circularem do lado de fora dos ônibus e autocarros que circulam em Londres, Manchester, Leicester, Birmingham e Bradford. (Daily Mail)
Interessante o julgamento duplo e hipócrita das autoridades.
Cristãos e ateus estão reclamando ... e, claro, sendo chamados de racistas.
PS - Vocês já repararam que muçulmanos insistem em dizer que Alá significa o mesmo que Deus, mas na hora da propaganda eles só usam Alá?


Grã-Bretanha: colonização ocorrendo à luz do dia
Islamização implica em alterar nomes e em impor o árabe. Isso está acontecendo na Grã-Bretanha.


Grã-Bretanha: unidade do exército reza em mesquita fundamentalista
A Quarta Brigada de Infantaria do exército britânico, os "Ratos Negros", visitou e rezou na mesquita administrada pelo Tablighi Jammat (TJ). TJ é um grupo Deobandi (salafista) conhecido como "Exército das Trevas" e está ligado ao Talibã, aos atentados de 2007 em Londres, a diversos muçulmanos que se juntaram a jihad na Síria e ao fiéis muçulmanos que mataram dezenas no ano passado em San Bernardino, Texas, Syed Farouk and Tashfeen Malik. (Breitbart). Agora me diz, no caso de um conflito, esta Brigada irá ficar do lado de quem?


França: pesquisa indica total rejeição ao islão em todo o espectro político
Pesquisa da Ifop para o Le Figaro indica que mais de 60% dos franceses, independente da linha política, desconfiam das intenções do islão (Breitbart)

EUA: príncipe saudita reclama de Trump por sugerir banir a entrada de muçulmanos
O candidato a presidência dos EUA, Donald Trump, sugeriu banir a entrada de muçulmanos nos EUA por um tempo. E o príncipe saudita relama. HIPÓCRITA!!! A Arábia Saudita baniu a entrada de muçulmanos refugiados no seu território (Daily Mail).

Espanha: Cursos sobre o Islã em Escolas Públicas; Portão de Entrada para o Islã Radical
As diretrizes para o ensino do Islã em escolas públicas, redigidas pela Comissão Islâmica da Espanha e aprovadas pelo Ministério da Educação, tem como objetivo despertar o fervor religioso e promover a identidade islâmica nos muçulmanos jovens na Espanha. (Gatestone Institute).

Portugal: Câmara de Lisboa se apropria de prédios para construção de mesquita
A Câmara de Lisboa tomou a posse de prédios, que serão demolidos, para a construção de uma mesquita em Lisboa (Sapo). Mas, e se fosse para construir uma igreja ou uma sinagoga, a Câmara faria o mesmo? Enquanto isso no Egito os cristãos coptas não podem nem reformar as igrejas que foram destruídas pela Irmandade Muçulmana!

Noruega: político fica triste com a extradição do refugiado que o estuprou
Nordau Hauken é membro do Partido da Juventude Socialista. Ele foi atacado em casa por um refugiado da Somália. Após o estupro, ele teve que se tratar com maconha, para se recuperar do trauma de ter sido estuprado. mesmo sendo heterosexual (PJMedia).

Suécia: polícia se veste de bailarina
Eles alegam que estavam na hora de folga. Mas a questão imaginar o efeito psicológico que uma fotos destas produz na mente de terroristas, estupradores e foras-da-lei que são oriundos de culturas machistas e patriarcais e que não respeitam a figura feminina (principalmente do Oriente Médio). A impressão é que a Suécia é um país sem autoridade e sem homens, facilmente dominável. Polícia de Huddinge, NOTA ZERO em estratégia de intimidação psicológica. (Facebook)



Atualização em abril de 2016


A lenta erosão da Grã-Bretanha
Foto de Bradford, cidade no norte da Inglaterra


Grã-Bretanha: promotor do termo "islamofobia" agora admite que "muçulmanos estão a criar nações dentro de nações"
Para Trevor Phillips, ex-comissário britânico para a igualdade e direitos humanos, não há qualquer dúvida: os seguidores do Islão têm valores muito diferentes do resto da sociedade e querem ter vidas separadas (Sapo, Breibart)

Grã-Bretanha: muçulmanos liberais pedem proibição do véu nos hospitais, NHS diz 'não'
O NHS é a sigla do INPS britânico. Enquanto que uma escritora muçulmana liberal advoga que não se deve aceitar o véu em hospitais, o NHS diz que suas regras permitem que as mulheres, sejam pacientes, médicas ou enfermeiras, se cubram. No Egito, o véu é proibido para médicas, enfermeiras e funcionárias (Daily Mail).

França: Partido Democrático Muçulmano
Em 2012, na França, surgiu o Partido Democrático Muçulmano, que, por exemplo, já obteve mais votos que o Partido Verde e vai apresentar um candidato à presidência da república francesa, segundo a mídia francesa, entre as bandeiras políticas dest partido encontra-se o ensino na língua árabe nas escolas, a defesa do sistema bancário islâmico, a obrigatoriedade da comida Halal nas escolas, a defesa do uso da burca em locais públicos e a defesa da poligamia (Ionline). Ter as palavras democrático e muçulmano juntas é a maior enganação do mundo.

Alemanha: gangues muçulmanas controlam o crime
O sub-mundo do crime em Berlin foi conquistado por gangues muçulmanas, que estão arregimentando imigrantes jovens e fortes (Breibart).

Alemanha: Merkel processa alemão por criticar Erdogan
A Chanceler da Alemanha, Merkel, a Louca, está aplicando a Sharia na Alemanha. Ela permitiu abrir processo contra um comediante alemão por ter criticado o líder turco (Califa) Erdogan (G1).

Alemanha: governo estuda aumentar gasolina para financiar refugiados 
Ministro das Finanças já teria conversado com a União Européia (Ansad).

Suécia: jornalista apedrejada em subúrbio de Estocolmo
A jornalista Valentina Xhaferi foi para o subúrbio de Estocolmo de Tensta para gravar um programa de televisão sobre o apedrejamento feito pelos muçulmanos. Mas uma vez lá, ela e o cinegrafista foram expulsos a pedradas pelos muçulmanos. Segundo eles nós cruzamos o limite e que estávamos em sua terra, diz Valentina Xhaferi, ao jornal sueco Expressen. A polícia sueca estima que há cerca de 55 " No Go Zones" como esta na Suécia (Speisa).

Suécia: crianças brincam de ISIS no jardim-de-infância
A ex-líder do partido social-democrata, Mona Sahlin, uma promotora da imigração maciça às custas do povo sueco, agora se diz preocupada. "Quando eu falo com um professor pré-escolar, que diz que as crianças no seu jardim de infância estão brincando de ISIS no recreio, ou quando ouço sobre jovens que se perguntam: "Você é sunita ou xiita", então isso muito mais longe do que eu pensava," (Speiza). No entanto, ela considera quem critica a política de imigração do governo de extremista (Expressen). A extremista, na verdade, é ela.



Dinamarca: cidadãos patrulham estreito com Suécia
Os integrantes da patrulha Nationell Framtid, são voluntários nacionalistas, que patrulham o estreito de Oresund entre a Dinamarca e a Suécia, em uma lancha e por iniciativa própria. Eles se autoproclamaram " os piratas caçadores de imigrante ilegais" e literalmente "caçam" barcos suspeitos contrabandeando imigrantes ilegais para a Suécia (Mail).

Como a Google comemorou o Ramadã e a Páscoa
Islamização. Comendo pelas beiradinhas lentamente, mas acelerando-se a queda com o passar do tempo.

Como os EUA encobriram o papel saudita no atentado terrorista de 11 de setembro
O jornalista investigativo Paul Sperry publicou um artigo no New York Post neste fim de semana doscutindo como os EUA encobriram o papel saudita no atentado terrorista de 11 de setembro de 2001. No artigo, Sperry menciona as diversas entrevistas com agnetes do serviço de inteligência dos EUA que afirmaram que "virtualmente todas as trilhas" relacionadas aos ataques de 11 de setembro convergem na embaixada da Arábia saudita em Washington, bem como o consulado da Arábia Saudita em Los Angeles. Mas os investigadores foram constantemente alertados, tando pela administração de George W. Bush como pela administração de Obama, a desistirem de perseguir essas ligações. (NYPost)

Australia: Extremista islâmico australiano faz um discurso de ódio pedindo 'exércitos de jihad' para conquistar a Europa e EUA
Ismail al-Wahwah fez o discurso na Conferência do Califado, em Ankara, capital da Turquia! Ele nasceu na Palestina e é o lider do Hizb ut-Tahrir da Austrália (Daily Mail). Eles circulam livremente sem serem presos.

Austrália: Detentos muçulmanos em penitenciaria de segurança máxima ameaçam decapitar prisioneiros e agentes de segurança
De acordo com o Daily Telegraph, pelo menos 30 membros de gangues islâmica que residem na cadeia se envolveram na guerra contra o "infiel" que se opôs suas ideologias religiosas (Daily Mail). As prisões tem se tornado em local de arregimentação de novos jihadistas. 

Áustria: patrulha islâmica em Viena
Pai é hospitalizado após apanhar de uma "patrulha da Sharia" depois que ele lhes disse para pararem de ameaçar sua esposa e filha por não estarem "devidamente vestidas." Também em Viena começam a surgir áreas proibidas (Daily Mail).



Espanha: planos de praias exclusivas para muçulmanas
Para quem ainda acha que o islão não segrega, que o islão é tolerante e multicultural, veja aí um exemplo, O partido de extrema-esquerda Podemos, que tenta atrair o voto muçulmano, pretende criar praias apenas para as muçulmanas, sem os homens, e sem as mulheres infiéis promíscuas de biquinis. Este mesmo partido deseja o cancelamento da tradicional celebração "Cristãos e Mouros", que festeja a vitória dos reis Isabela e Ferdinando sobre o último rei de Granada, Abu Abdil. O Podemos acha que a festa é uma provocação e um insulto aos muçulmanos (Yabiliadi). 

Itália: 90% de uma classe de 25 meninos de 13 anos se tornaria muçulmano se ameaçados pelo Estado Islâmico
O resultado aterrorizante desta enquete mostra o resultado da educação na Europa, que destitui das crianças qualquer senso de identidade cultural (sem dizer da religiosa). As crianças crescem com o sentido "do momento." Nenhuma motivação para lutar e defender o seu país, a sua terra, a sua cultura ou a sua família. Apenas 2 crianças disseram que se recusariam a se tornar muçulmanos, ambos oriundos de famílias católicas. Os Romanos tinham "pão e circo." Hoje temos "sexo e circo." Qual a diferença? (Gates of Vienna

Portugal recebeu 195 refugiados ... nenhum da Síria
Isso não é piada. Como também não é piada o governo brasileiro ter aberto a nossa porteira do modo mais traiçoeiro possível. (Notícias ao Minuto)

China: Grupos religiosos devem obedecer ao Partido Comunista
Governo chinês diz que há ameaça terrorista por extremistas islâmicos. Com Xi Jinping no poder, China adotou linha mais dura com religiões (G1).

Atualização em março de 2016


Governo alemão ensina "refugiados" a como "transar" com as alemães
Leia o artigo todo neste link.

França: 25% dos adolescentes são muçulmanos
Pesquisa indica que:
- 38,8% dos jovens franceses não se identificam com uma religião.
- 33,2% se descrevem como cristão.
- 25,5% chamam-se muçulmano.
- 1,6% se identificam como judeus.
Apenas 40% dos jovens crentes não-muçulmanos (e 22% dos católicos) descrevem a religião como "algo importante ou muito importante"; mas 83% dos jovens muçulmanos concordaram com essa afirmação.

França: 90 jihadistas entraram como "refugiados"
Uma muçulmana que estava com a irmã do jihadista belga que comandou o ataque ao Bataclã, em Paris, disse para a polícia que ele entrou na França junto com um grupo de 90 jihadistas fingindo-se de refugiados (CTV News).

França condecora mandante das decapitações sauditas
O ministro do Interior e príncipe herdeiro saudita, Mohammed ben Nayef, foi agraciado pelo presidente francês com a Legião de Honra, máxima condecoração atribuída no Hexágono. Os partidos tradicionais calam-se - e só a Frente Nacional, de extrema-direita, protesta (RTP). O poder corrompedor do dinheiro.

Bélgica: polícia silencia professor que comentou que seus alunos muçulmanos estavam comemorando os atentados em Bruxelas 
Estudantes muçulmanos celebram os ataques de Bruxelas e o professor comenta sobre o ocorrido em sua conta no twitter. O que acontece? Três horas depois, a polícia pede para que o professor pare de comentar sobre o assunto. A Europa está se tornando a terra dos absurdos, a cada dia que se passa. E olha que ele não fez crítica alguma, apenas relatou o fato. (RedStateWatcher)

Alemanha: 500 mil refugiados sumiram!
Conclusão é baseada em cruzamento de informações (New Observer).

Alemanha: crescimento do Salafismo preocupa Inteligência
Relatório Anual da Agência de Inteligência da Alemanha, BfV, descreveu o salafismo como o "movimento islamista mais dinâmico da Alemanha". O Relatório acrescenta: "A Natureza absolutista do salafismo contradiz com a ordem constitucional alemã. Especificamente, o salafismo rejeita os princípios democráticos de separação do Estado da Religião, soberania popular, liberdade religiosa e sexual, igualdade de género e o direito fundamentais da integridade física."
"Os salafistas querem estabelecer um estado islâmico na Alemanha". (Gatestone)

Suécia: equipe de TV australiana é agredida em um gueto islâmico
Equipe do programa "60 Minutos" foi fazer reportagem sobre a imigração em Rinkeby, subúrbio de Estocolmo. Os jornalistas foram agredidos com socos e pontapés, sendo obrigados a fugir do local
(Speiza). Quem manda aqui sou eu, infiél.

Suécia: mulheres tiram "sefies" usando hijab após ataques em Bruxelas 
Elas desejam mostar "solidariedade ao islão." Para os jihadistas isso é uma indicação de que o que eles estão fazendo está funcionando, e as mulheres desejam se tornar muçulmanas (Tiao Cazeiro).

Fronteira Macedonia-Grécia: "refugiados" tentar entrar à força, aos gritos de Allahu Akbar
Homens, fortes, que podiam estar lutando contra o Estado Islâmico. Contudo, eles mostram toda a sua ira contra os guardas fronteiriços da Macedonia, que estão fazendo o seu papel ao impedir que extrangeiros sem documentação entrem no seu país.
OK

Suíça rejeita expulsão de estrangeiros que cometam crimes
O povo suiço deu um tiro no pé. (Folha)

Canadá: prefeitura comemora "Dia do Hijab"
Multiculturalismo cego e apoio ao proselitismo islâmico. "A aceitação do governo de um Dia da Solidariedade da Hijab de Ottawa equivale à aceitação de um sistema jurídico radical completamente contrário aos valores democráticos do Canadá além de desrespeitar os limites que separam igreja e estado. Endossar a hijab é endossar o primeiro passo de uma ideologia extremista que conduz e avaliza assassinatos em nome da honra, mutilação genital feminina (MGF) e a opressão das mulheres." (Gatestone Institute). Estamos esperando pelo "dia do crucifixo" ou o "dia do quipá."

Grã-Bretanha: zonas proibidas ("no-go zones")
Segundo a polícia “existem áreas muçulmanas em Preston onde para entrarmos nós precisamos pedir a permissão dos líderes da comunidade muçulmana local." (Mail online)

Grã-Bretanha: escola muçulmana proíbe meninas de jogar tenis
O balanço dos seios estava incomodando os instrutores. O pior é que a escola foi premiada por uma associação de tenis com 5 mil libras (Birmingham Mail).

Grã-Bretanha: patriotas e entreguistas se encontram nas ruas
De um lado, o Britain First, grupo de militantes nativos ingleses, cristãos, contra a islamização da Inglaterra e contra a "jihad de imigração" dos rapefugees, portando numerosas bandeiras da Inglaterra e protestando pacificamente e com a face à mostra. De outro lado, militantes pró-islamização e "pró-jihad da imigração",  em sua maioria membros do Partido dos Trabalhadores da Inglaterra e de ONGs financiadas por partidos políticos da esquerda como a "Socialist Workers", sem nenhuma bandeira do seu país e agredindo os policiais que faziam o seu trabalho, com um lenço palestino escondendo suas faces (suas identidades). E os militantes pró-islamização e "pró-jihad da imigração", gritam que os militantes do Britain First são "islamofóbicos", "fascistas", "racistas". Mas espere, qual grupo mostra comportamento fascista no vídeo?
ok

Britain First, fez uma caminhada da "patrulha cristã" pelas "NO GO ZONES" da Inglaterra, veja a violência da comunidade muçulmana simplesmente porque cristãos nativos ingleses andavam pelas ruas do seu próprio país. Os muçulmanos pode ter a "patrulha Sharia" nas ruas inglesas, mas os nativos ingleses não podem fazer a "patrulha cristã"?
ok

Europa estuda conceder viagem sem visto para turcos
Enquanto que a Turquia recebeu quase 3 bilhões de Euros para estancar o movimento migratório que passa pelo seu território, a União Européia planeja retirar a necessidade de visto para os turcos entrarem na Europa. Um político alemão, Johannes Singhammer, alertou que isso irá provocar um influxo de turcos, notadamente para a Alemanha. (Express)

EUA: muçulmana pede que muçulmanos se revoltem
A muçulmana Khalilah Sabra, que faz parte da "Sociedade Americana dos Muçulmanos (Muslim American Society)" convocou os muçulmanos presentes a um evento para realizarem uma segunda revolução por todo os EUA. "Basicamente vocês são as novas pessoas negras da América" e "Nós somos a comunidade que organizou uma revolução por todo o mundo. Se nós podemos fazer isso, porque não podemos ter essa revolução na América?" O evento foi realizado em dezembro de 2015 (fonte)

Jordânia: Rei Abdullah acusa Turquia de enviar jihadistas para a Europa
Segundo ele, a crise dos refugiados seria uma parte da estratégia política  do presidente turco  Recep Tayyip Erdogan para infiltrar  grande número de terroristas muçulmanos  na Europa. Disse ainda não haver mais dúvidas no mundo árabe, de que as milícias terroristas do Estado Islâmico recebem ajuda do chefe turco para a exportação de petróleo, bem como o acobertamento de seus crimes (WildleaksMEY).

Portugal: "mesquitas que pregam ódio devem ser fechadas"
Não vai sobrar nenhuma! Miguel Souza Tavares continuou "Estamos a chegar a um ponto em que, desgraçadamente, teremos de concluir que o mal está no Islão. O mal está no uso que deram ao Islão. O Corão farta-se de pregar a violência. É um texto profundamente agressivo e punitivo" (Portugal Glorioso).

Atualização em fevereiro de 2016


Alemanha: crise migratória, janeiro de 2016
Leia o resumo do que aconteceu no mês de janeiro neste artigo do Gatestone Institute.

Europol alerta: Estado Islâmico opera campos de treinamento dentro da Europa
(Sputinik) Imagine a situação:
1. Em torno de 75% dos refugiados muçulmanos são homens em idade militar (RefugeeWatch).
2. Estima-se que 600 mil refugiados muçulmanos desapareceram desde que eles entraram na Europa (Daily Mail).
3. Apenas 1 em cada 5 refugiados são sírios (Daily Mail).
4. Cristãos assírios refugiados reconhecem terroristas islâmicos vivendo em Frankfurt. Outros refugiados dizem que isso não é incomum (Sputnik).
E agora, Europa?

Alemanha: marroquinos se fazem passar por refugiados sírios 
A notícia diz que centenas deles fazem isso (fonte).

Alemanha: prefeito diz para meninas de 10 anos se cobrirem
Ao ser idagado pelo avô de uma menina de 10 anos que estava sendo assediada por "refugiados", o prefeito disse que as alunas tinham que aprender a se comportar.
done

Suécia: refugiados adultos se dizem serem adolescentes ou crianças
Na Europa, existe preferência para acolher refugiados que sejam menores de idade. Com isso, muitos adultos jogam fora os seus documentos e se dizem menores, mesmo com cara de adulto. A foto abaixo mostra um exemplo disso, Saad Alsaud, que diz ter 14 anos. Enquanto isso, a epidemia de estupros continua, sob a censura da imprensa. A que nível de insanidade a Europa chegou? (Examiner).

Saad Alsaud, que diz ter 14 anos, na Suécia
Suécia: "Imigrantes muçulmanos vão custar 14 vezes mais do que o orçamento de defesa do país"
A análise foi feita pela professora associado da Universidade de Estocolmo, professor Jan Tullberg (Breibart).

Noruega: "soldados de Alá" prometem vigiar ruas de Oslo, Drammen e Tønsberg
Muçulmanos, com a ajuda de mesquitas, estão formando grupos chamados de "Jundullaah", ou "soldados de Alá", para vigiar as ruas. Este grupo está sendo formado para combater um outro grupo chamado de "soldados de Odin", formado por noruegueses com o intuito de proteger as mulheres contra o assédio sexual e estupro por parte dos muçulmanos. Batalhas de rua à vista. A Noruega vai sentir os benefícios de ter uma população muçulmana crescente (Speiza). "Soldados de Odin Eskilstuna" juntaram-se aos "Soldados de Odin" na capital sueca Estocolmo para patrulhar a noite (Speiza).

Enquanto isso, os Soldados de Odin fazem a sua parte, protegendo as mulheres da Noruega (foto)


Grã-Bretanha: Lei islâmica governa prédio do governo 
Uma polêmica em Londres. Devido a uma obra no prédio do parlamento, os deputados britânicos iriam usar um salão no prédio do Ministério da Saúde para se reunirem. Mas lá, eles  não poderia beber pois, foi revelado, o prédio foi transferido para um investimento islâmico e a lei islâmica é aplicada nele. Ou seja, é proibido beber! (Daily Mail)

Grã-Bretanha: homem preso por postagem ofensiva aos refugiados
Imagina. Você mora em uma ilha com 6 mil habitantes. Naturalmente todos se conhecem. De repente, o seu governo decide que 7 mil famílias irão se mudar para lá, e que todos eles tem um padrão cultural, político, religioso, em resumo, tudo diferente! Agora, Cada família tem em média 4 pessoas, ou seja, são 7 mil vezes 4 ... 28 mil pessoas. Você, e todos os seus conhecidos, de uma hora para outra, se tornam minoria na sua própria terra. Isso é insanidade total! E você ainda é preso por reclamar disso! (Diário da Insurgência)

Brigitte Gabriel e o plano da Irmandade Muçulmana 
OK.

Canadá: refugiados sírios rejeitam casas
Famílias de refugiados estão recusando as casas que o governo canadense lhes oferece. Eles dizem que querem viver juntos e em torno de uma mesquita (CBC). Ou seja, eles querem criar "guetos islâmicos."

Canadá: refugiados oram "Destruam os inimigos do Islã, fortaleçam o mujahideen"
Na celebração do "Dia de Boas Vindas aos refugiados Sírios" (5 de fevereiro de 2016), a oração do Imã Shaban Sherif Mady, da Mesquita de Edmonton,  disse tudo. Leia o artigo e veja o vídeo.


Canadá: governo pune Sociedade Islâmica da América do Norte por ligações com o terrorismo internacional    
Em 2013, o governo canadense revogou o registro como"organização de caridade" da Sociedade Islâmica da América do Norte (ISNA) devido a sua ligação com a Jamaat e-Islami, um braço da Hizbul Mujahadeen, que luta pela substituição do governo da Índia por um governo que siga a Sharia. Com isso ela deixou de receber recursos oriundos da certificação Halal no Canadá. Agora, com o novo governo, sob a liderança do Primeiro Ministro Justin Trudeau, um islamista, espera-se que a ISNA retome a sua liberdade de operação. Na foto, mostra-se Justin Trudeau, então pré-candidato a líder do Partido Liberal, fazendo um discurso durante uma conferência da ISNA. (Toronto Sun)


Escócia: homem preso por reclamar da insanidade do governo
Uma ilha com 6 mil habitantes irá receber mil famílias. Considerando cada família tendo em média 4 pessoas, serão 28 mil "refugiados". Este homem, e todos os seus conhecidos, de uma hora para outra, se tornarão minoria na sua própria casa. Você não reclamaria disso? (fontefonte)

EUA: ex-detento de Guantanamo se torna líder jihadista após solto
Ser bomzinho com jihadistas achando que eles irão retibuir é a maior burrice da história. O Obama liberou os jijadistas da prisão de Guantanamo. Este, em particular, Ibrahim al Qosi, prometeu que iria viver uma vida pacífica no Sudão. Há! Eis que ele retorna para a Al-Qaeda e para a Jihad (Fox).

EUA: muçulmana diz "está claro que nós seremos a maioria"
Escolas em Nova Jérsei rejeitaram o pedido feito por muçulmanos para terem o dia do Eid al-Adha como feriado. O pedido foi rejeitado por não se ter tempo hábil para ser implantado (se aceito). Durante os debates uma muçulmana usou o microfone para dizer toda feliz "Alá seja louvado. Está claro esta noite que nós seremos a maioria muito em breve" ... como quem diz "aguarde, infiél, os seus dias estão contados." (fonte)

Portugal se diz disponível para receber mais 10 mil refugiados
A insanidade também se apoderou do governo português (Sapo).

Portugal: escritor diz que “O islão sente a nossa fraqueza”
O mundo islâmico adquiriu a consciência do declínio do Ocidente e está a tentar impor a sua lei, considerou o ensaísta Eduardo Lourenço num debate sobre o projeto europeu (Observador).

França: nova lei dificulta controle migratório
O parlamento francês aprovou uma lei que transforma o sistema de imigração francês. Ela pavimenta e facilita a entrada de imigrantes, e, sabe-se, a maioria deles deseja a implementação da Sharia na França (MídiaSemMáscara)

França deseja expulsar da UE países com liderança de Direita
O presidente Hollande quer que partidos com legitimidade deixem de existir só porque eles se opõem à sua politica anti-europeia e ainda sugere a expulsão de países da U.E. que são contra as suas politicas de abertura de fronteiras sem controle, e imigração muçulmana em massa sustentada por subsídios sociais. O que ele deseja tem um nome: autoritarismo (Sputnik).

Muçulmanos transformam as Nações Unidas em uma mesquita
Eles tentam transformar tudo em mesquita, tomando conta de tudo e não dando espaço algum para as outras religiões e para os ateus. A ONU é governada pela Organização da Cooperação Islâmica (OIC), um grupo de 57 países islâmicos que desejam a implementação da lei islâmica a nível mundial (Breibart).


Polônia: revista ilustra o estupro da Europa na sua capa
wSieci, uma revista da Polônia, mostra na capa o estupro da Europa Ocidental. Isso no mesmo dia em que foi desvendado um plano da Alemanha de receber mais 500 mil refugiados este ano, e forçar que eles sejam espalhados por toda a Europa.


Geert Wilders: "parar a migração islâmica imigração é uma questão de sobrevivência" 
"Em abril de 2015, o renomado centro de pesquisa e apartidário Pew Research Center publicou um relatório sobre o crescimento futuro das religiões do mundo. O conteúdo foi chocante. O relatório afirma que, se as tendências atuais continuarem, o Islã será quase igual ao Cristianismo em 2050. Enquanto a população mundial deverá aumentar em 35% até meados deste século, o Islã vai crescer com um escalonamento de 73%. O mundo vai se tornar um lugar mais perigoso. (Breibart)

Holanda: homem é preso por usar chapéu em forma de porco
A Holanda é um outro país "regressista" ... um homem foi preso por usar um chapéu com o formato de um porco durante uma manifestação pacífica em uma praça. Não havia nenhum muçulmano por perto. Mas a polícia prendeu o homem acusando-o de provocação (DI). Agora, imagina em breve as mulheres sendo presas por usarem uma cruz em um colar como bijuteria. A cruz é extremamente ofensiva aos muçulmanos.

Holanda: ouça a cultura promovida pelo centro cultural turco 
A cultura do centro cultural turco é a chamada à oração islâmica. Para os muçulmanos o islão é tudo, inclusive cultura! Este é o "enriquecimento cultural" que os políticos europeus estão empurrando goela abaixo do seu povo. Ouça neste vídeo no Live Leak.

França: padre que denunciou o islamismo foi preso pela polícia
Quem critica a barbárie do islamismo vai preso nos países islâmicos bem como na França (fonte).

Europa: serviços de segurança temem distúrbios (ou mesmo guerra civil)
Quem está dizendo isso:
  • Chefe do Serviço de Segurança da polícia da Noruega, Benedicte Bjørnland (Speisa)
  • Chefe das forças armadas da Noruega, Odin Johannessen (Speisa)
  • chefe das forças armadas da Suíça, Tenente General André Blattmann (Speisa)
Atualização em janeiro de 2016


A islamização da Grã-Bretanha em 2015 (Resumo)
Leia este resumo do que vem se passou em 2015 neste artigo de Soeren Kern (Gatestone Instituteespelho)

Islamização da Grã-Bretanha - vídeos
Veja a coleção de vídeos aqui.

A islamização da Alemanha em 2015 (Resumo)
Leia este resumo do que vem se passou em 2015, neste artigo de Soeren Kern (Gatestone Institute)

A islamização da França em 2015 (Resumo)
Leia este resumo do que vem se passou em 2015neste artigo de Soeren Kern (Gatestone Institute)

Hiper-crise migratória e o Estupro da Europa Ocidental
Um resumo da crise, de agosto até dezembro. Leia no link.

Vídeo: resumo da situação na Alemanha e na Europa
saved


Paris: 800 carros incendiados nas celebrações de fim-de-ano 
Os novos suseranos da Europa Ocidental entraram o Ano Novo promovendo uma "festa de arromba." Em Paris, mais de 800 carros foram incendiados, segundo Ministério do Interior. Esta "tradição" de queimar carros em Paris começou em 1980 nos subúrbios islâmicos e está se espalhando a cada ano. Ao redor da França, mais de 100 mil policiais e soldados foram mobilizados para manter a ordem.

Colônia, Alemanha: assédio sexual em massa: "arrastão sexual muçulmano" 
Em Colônia, cidade da Alemanha, ocorreram vários casos de violência sexual, quando um "arrastão" de mil muçulmanos acossou mulheres que deixavam as celebrações na famosa catedral da cidade. Segundo testemunhas, as mulheres tentavam fugir, mas os homens agarravam e enfiavam os dedos em tudo, seios, vagina, coxas, traseiro, puxavam os cabelos e diziam que elas eram animais de caça. Os ataques foram mais pronunciados na estação central de trem. Os atacantes atuavam em bandos (isso é uma característica dos psicopatas muçulmanos que sempre agem em grupo, mas são covardes quando sozinhos). A imprensa tentou abafar o caso, ou simplesmente deixou de mencionar a origem dos predadores sexuais: Oriente Médio e norte da África. E o Facebook apagou os depoimentos das vítimas devido às "tendências xenófobas" dos comentários (ou seja, chamou as mulheres vítimas de assalto sexual de racistas). Isso tudo é reflexo de imigração maciça e descontralada de islâmicos. Em portugês: ataques sexuais no Ano Novo geram medo e revolta na Alemanha. E vai piorar, pois mais estão a caminho! Por exemplo, marroquinos e argelinos estão indo em massa para as ilhas gregas.
PS. Registros policiais até o dia 20/Jan: 1.049 estupros (Breibart).

Colônia: polícia e imprensa acusadas de tentar esconder o assédio sexual em massa ocorrido na passagem de Ano Novo
Homens de 'origem árabe" foram responsáveis por agressões sexuais sobre dezenas de mulheres no centro de Colônia, na passagem do novo ano, segundo disse a polícia alguns dias após os incidentes. Uma tempestade de reclamações surgiram na mídia social acusando a imprensa e a polícia de tentarem encobrir o que aconteceu. (The Local)

Colônia, Alemanha: prefeita culpa as vítimas, pede que mulheres alemães sejam mais cuidadosas
A prefeita de Colônia, Henriette Reker, após os estupros em massa na sua cidade (cometido pelos "refugiados"), disse que as mulheres deveriam ter mais cuidado: "Isso significa que elas podem sair e se divertir, mas elas precisam ser mais bem preparados, em particular com o carnaval de Colônia que se aproxima. Para isso, iremos publicar as orientações on-line que estas jovens mulheres possam ler e se preparar." Ou seja, ela está culpando as vítimas. (fonte)

Colônia, Alemanha: polícia relata o caos e a sua incapacidade de lidar com os assaltantes sexuais "refugiados"
O autor do relatório diz que (Der Spiegel):
  • "Mulheres, acompanhadas ou não, literalmente, correram em um 'corredor polonês' através de massas de homens fortemente embriagados, que as palavras não podem descrever."
  • Os oficiais de polícia encontraram muitos pedestres perturbados, assustados e chorando, especialmente mulheres e meninas. Eles relataram "brigas, furtos, agressões sexuais contra as mulheres, etc." Grupos de migrantes do sexo masculino foram repetidamente acusados como os autores.
  • "As forças de segurança foram incapazes de controlar todos os incidentes, assaltos, crimes, etc. Havia simplesmente muitos assaltos acontecendo ao mesmo tempo."
  • Os oficiais de polícia foram impedidos de abrir seu caminho para ajudar as pessoas que pediam por ajuda por aglomerados de homens.
  • Um homem foi citado como dizendo: "Eu sou um sírio. Você tem que me tratar amavelmente. A senhora Merkel convidou-me!"
  • Testemunhas foram ameaçadas quando forneceram os nomes dos autores.
  • Pessoas rasgavam os certificados de residência na frente da polícia, sorrindo e dizendo: ".. Você não pode me tocar. Eu só vou voltar amanhã e pegar um novo." 
  • Ordens para as pessoas deixarem as instalações foram ignoradas. Prender os reincidentes não foi possível devido à falta de recursos.
  • Lutas corporais começaram quando as pessoas embarcavam nos trens. Era um "cada um por si."
  • Policiais foram "bombardeadas com fogos de artifício e alvejados com garrafas de vidro." Mesmo após a praça ter sido limpa, ocorreram "repetidamente vários confrontos físicos entre as pessoas, bem como grupos de pessoas, furtos e roubos em vários lugares ao mesmo tempo."
  • Ações dos policiais foi recebida com um nível de desrespeito. O autor do relatório disse que "nos meus 29 anos de serviço público, nunca experimentei tamanho nível de desrespeito."
Alemanha: os assédios sexuais ocorreram também em outras cidades
Breibart informa que os assédios sexuais em massa que ocorreram em Colônia também aconteceram em Berlin, Hamburgo, Stuttgart, Dusseldorf ... em cada cidade principal da Alemanha.

Alemanha recusa refugiados ucranianos
Segundo o Frankfurter Rundschau, dos mais de 7.000 ucranianos que pediram asilo em 2014 e 2015, apenas 5 por cento foram concedidos esse estatuto na Alemanha, sendo que todo o resto será enviado de volta para a Ucrânia. Muitos dos refugiados vêm diretamente da zona de guerra região Donbass, onde suas casas e meios de subsistência foram destruídos, alegações idênticas das reivindicações feitas pelos "sírios" atualmente invadindo em Alemanha. Enquanto isso, a Rússia concedeu asilo temporário para cerca de 250.000 ucranianos e Polônia recebeu um milhão de ucranianos refugiados de guerra.

Finlândia: o Estupro islâmico se fez presente até mesmo em Helsinque
A polícia finlandesa registou um nível anormalmente elevado de abuso sexual em Helsínquia na noite da passagem de ano e revelou que foi avisada sobre planos de grupos de requerentes de asilo para abusarem sexualmente de mulheres.
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=4969115

Merkel, a Louca, sob pressão após o "arrastão sexual" de ano novo
Ela diz que os assaltos sexuais ao redor da Alemanha irá ter repercusões muito extensas. Resta saber se isso significa deportação em massa ou distribuição em massa de niqabs e burcas com a "qualidade alemã" para as mulheres alemães "se protegerem" (DW).

Notícias relacionadas ao Estupro da Alemanha
  1. Duas adolescentes foram estupradas por 4 (quatro) sírios no sul da Alemanha. Em bando, é como eles gostam de fazer, um "irmão protegendo o outro" e imitando Maomé, que, não apenas estuprou como incentivou os seus companheiros a estuprarem ejaculando dentro das mulheres estupradas. E Alá, ao invés de chamar a atenção deles dizendo que quem estupra vai pro quinto dos infernos, e definir um padrão de conduta decente para eles, disse que os muçulmanos podem estuprar as mulheres "que a sua mão direita possuir." (Telegraph)
  2. Alemanha: Pastor protestante pede que asilados possam visitar prostitutas gratuitamente. O pastor disse: "Esses homens têm uma necessidade sexual. ... Uma vila tem 100 asilados e existe muito medo por parte das mulheres de serem assediadas. ... Os donos dos bordéis devem mostrar solidariedade." O que este pastor não percebe que é exatamente isso que "esses homens" querem fazer sobre as infiéis. (JUNGE FREIHEIT)
  3. Celulares roubados durante o "arrastão sexual" de Colônia são encontrados nos alojamentos dos refugiados (Pamela Geller).
  4. Duas adolescentes alemães foram estupradas por um grupo de sírios no sul da Alemanha. Muçulmanos sempre agindo em bando. Isso é uma herança de Maomé, que sempre atacava em bandos, para pilhar e estuprar, operações conhecidas como razia (Telegraph).
  5. Ministro da Justiça Heiko Maas está convencido que os "arrastões sexuais" que ocorreram ao redor da Europa na passagem do ano foram planejados. Na verdade, isso é bem possível, pois os jihadistas, neste caso, jihadistas sexuais, são mestres no emprego da mídia social, e eles todos têm iphones (News).
  6. Indentificados 31 exilados muçulmanos dentre o "arrastão sexual" em Colônia. E, a propósito, o chefe de polícia foi mandado para aposentadoria precoce. Agora só falta a prefeita e a Merkel (esta, tem que internar no manicômio) (PJMedia).
  7. Alemanha: imigrantes muçulmanos com acesso banido em boates. Na cidade de Freiburg, as mulheres reclamaram de assédio e estupro (Daily Mail).
Colônia: polícia dispersa manifestação contra os estupros com jatos d'água 
Veja como são as escolhas. Estupro em massa por muçulmanos ... polícia ausente. Manifestação contra a islamização da Alemanha ... polícia repressora. O mais interessante é como a imprensa gosta de rotular aqueles que defendem a liberdade contra a submissão de "radicais da extrema-direita", "facistas" e "nazistas", quando na verdade eles estão lutando contra o islamo-facismo! Ser contra a islamização do seu país é sinal de sanidade mental e amor a sua pátria (RT).

Suécia: Muçulmano, mata assistente social. Polícia diz que foi acidente. 
Um menino de 15 anos, acolhido como refugiado, agradeceu a ajuda apunhalando até a morte uma assistente social. A vítma foi Alexandra Mezher, de 22 anos. Ela estava sozinha ajudando 8 homens jovens residentes do abrigo. O chefe de polícia disse "Isso não foi terrorismo. Nós achamos que tenha sido um acidente ou que tenha acontecido uma briga." Os pais dela são libaneses cristãos que imigraram para Suécia vinte anos atrás (Daily Mail). Como é que é? Ninguém é esfaqueado até a morte por acidente. A minha hipótese é que os oito tentaram estuprar em grupo a vítima, ela resistiu e acabou morta.

Suécia: refugiados estupram menino de 10 anos e colocam a polícia para correr
A polícia foi tentar resgatar um menino de 10 anos que estava sendo sistemáticamente estuprado e teve que figir para não apanhar de uma multidão de maometanos (TVi24).

Suécia prepara a expulsão de até 80 mil imigrantes
Eles chegaram ao seu território em 2015 e tiveram pedido de asilo rejeitado. A Suécia alega que não tem condições de receber mais refugiados (TVi24)

Alemanha: muçulmanos brigam entre sí por bebida alcólica
Polícia de choque teve que ser chamada para apartar briga envolvendo 200 refugiados. A birga começou quando alguns deles viram outros bebendo. Um acusando os outros de serem "maus muçulmanos." (Daily Mail)

Alemanha em 2020: maioria dos jovens será muçulmana
Estudo de professor alemão mostra como esta revolução demográfica irá acontecer. Leia no link.

Dinamarca e Suíça começam a cobrar os serviços prestados aos refugiados 
Uma tentativa de cobrir os gastos com o número crescente de refugiados. Os refugiados que possuam bens maiores do que um valor são obrigados a pagar por parte dos serviços (fontefonte).

Dinamarca: carne de porco feita obrigatória para 'preservar tradições alimentares'
A carne de porco foi tornada obrigatória nos cardápios das creches e escolas em toda a cidade dinamarquesa em uma tentativa de "preservar as tradições alimentares" em meio a um influxo de migrantes para a área (Express).

Islão, o "culto" predileto da Esquerda
Richard Dawkins, renomado biologista e notório ateista, é celebrado pela Esquerda por suas críticas ao cristianismo. Mas, recentemente, ele se recusou a fazer uma entrevista com um jornalista muçulmano porque este último disse acreditar em um asno alado (Buraq, que teria voado Maomé na chamada jornada noturna). Por este motivo, Dawkins foi chamado de islamófobo. A reação de Dawkins foi a seguinte: "Ridicularizar uma crença em um asno alado não é "xenofobia", não é "islamofobia", não é "racismo." É realismo sóbrio, decente, gentil e científico." (fonte)

Alemanha: Heidi Mund processada por rezar 
Heidi Mund, que ficou famosa por ter interrompido uma oração islâmica na catedral luterana da Alemanha (vídeo: https://youtu.be/17iSntPrpTs), está para ser processada pelo governo alemão, por ter pedido para as pessoas rezarem, no Dia da Unidade Alemã, a seguinte oração (fonte):
"Rezamos para os refugiados genuínos, que eles renovem a esperança para suas vidas e que nosso Senhor possa confortá-los ... contra a imigração em massa de 90% dos jovens muçulmanos que devem constituir os seus próprios países de origem e não estuprarem nossas nossas meninas e mulheres aqui; que com a Palavra de Deus - a Bíblia - eles sejam enviados de volta para seus países de origem a que pertencem. ... Contra as doenças e as epidemias os imigrantes trouxeram com eles .... Pedimos a Deus ... ao Anjo que Ele coloque sobre as fronteiras da Alemanha e os outros países europeus. "
Turquia: presidente Erdogan avança nos seus planos ditatoriais
O Ergodan pretende mudar a constituição turca, de modo a que o presidente tenha (muito) mais poderes. Existem muito autores que dizem que Erdogan deseja se recriar o califado otomano. Na verdade, ele dá sinais claro disso. Ele citou Hitler como exemplo de um presidente que ganhou mais poderes dentro de um regime parlamentarista (fonte). Em outra medida, ele está atacando e prendendo os intelectuais que defendem que o Genocídio Armeno existiu (fonte).

Suécia: Estupros, Absolvições e Cabeças Cortadas
A islamização da Suécia continua a passos largos (Gatestone).

Suécia suicida treina muçulmanos a atirarem
O Estado sueco está a financiar um curso de formação de "franco-atirador" para recém-chegados "refugiados" do Terceiro Mundo como parte de seu "programa de integração" - apesar os crescentes ataques de refugiados-terrorista em toda a Europa (fonte).

França: Prefeito denuncia oferta de muçulmanos para proteger a igreja no Natal 
Robert Menard, prefeito eleito de Beziers, cidade de 72.000 habitantes, está enfrentando críticas pesadas e acusações de racismo após denunciar drasticamente a oferta de um grupo muçulmano para proteger uma igreja durante uma missa da meia-noite de Natal. O prefeito escreveu no site da prefeitura um artigo intitulado "Guarda Muçulmano? E o que é que o Estado faz" No artigo ele pergunta: "Um guarda muçulmano" para proteger "uma igreja católica"? Contra quem? Contra hordas de monges budistas? Contra Xamãs siberianos? Quem eles estão zombando aqui? E para onde este país está indo? Desde quando os incendiários protegem-nos contra incêndios?" (Frontepage)

Noruega: polícia de Oslo admite ter perdido a cidade
Países que eram tranquilos e seguros tornaram-se em antros de crime e estupros. Grønland, que fica a duas estações de trem do Parlamento, se parece mais como uma mistura de Karachi, Basra, e Mogadishu. Drogas são vendidas abertamente, os homens são assaltados e as mulheres estupradas. Nos últimos 10 anos mais de 4 mil pessoas foram assaltadas. A polícia praticamente desistiu. Uma imigrante, Fatima Tetouan, diz que é Grønland é mais muçulmana do que Marrocos." (fonte)

Itália esconde sua cultura para agradar o aiatolá do Irã. A recompensa: mais 400 mil refugiados estão a caminho
1. Governo italiano cobriu estátuas de mulheres nuas para não ofender o açougueiro, digo, presidente do Irã, durante a sua visita a Roma, além de não servir vinho no jantar de estado. Esta atitude é uma afronta aos italianos, à cultura italiana, e aos iranianos que lutam contra a tirania (BBCTVi24). Já na França, or iranianos cancelaram o jantar com o presidente francês porque este se recusou a não servir vinho (TVi24).
2. 400 mil imigrantes irão invadir a bota itálica nas próximas semanas. E, com o controle de fronteiras reinstalado, eles irão todos ficar lá (Breibart).

Eslováquia : "O multiculturalismo é uma ficção"
Foi o que disse o primeiro-ministro eslovaco, Robert Fico, reiterando seu objetivo de negar asilo a migrantes oriundos de países islâmicos. Eslováquia recebeu apenas 169 refugiados em 2015 (DW).

Áustria: oficiais do exército mostram seu descontentamento
Oficiais do exército estão acusando o governo de estarem desmanchando as forças armadas e, com as suas ações, ameaçando a segurança da nação (vídeo).

Europa já está em guerra 
Václav Klaus, ex-presidente e ex-primeiro-ministro da República Checa (entre 1992 e 1997), deu uma palestra na Alemanha. Este vídeo mostra quando ele diz que a Europa já está em guerra.

Irlanda: pastor processado por dizer que o islão foi concebido no inferno
Ele acabou sendo inocentado ao explicar que estava atacando a teologia islâmica e não os muçulmanos. Mas só o fato dele ter sido julgado por isso, já é um sinal que o mundo endoideceu. Isso é a lei da blasfêmia islâmica sendo acolhida pelos tribunais europeus. Preocupante. (SkyNews)

Em 1989, Dom Marcelo Lefebvre já alertava sobre o islão
Ele alertava sobre o perigo de se deixar o islão entrar desimpedido na Europa, dizendo "suas filhas serão estupradas."


Alemanha: muçulmanos acham alemães nojentos
Este vídeo mostra que a Alemanha em particular, e a Europa Ocidental em geral, tem um problemão que não começou de com a invasão islâmica mais recente. O fluxo migratório de muçulmanos tem sido muito intenso nas últimas décadas e sociedades paralelas têm sido formadas. No vídeo, muçulmanos moderados, jovens, falam sobre a sua integração na sociedade alemã: inexistente.



Submissão, livro de Michel Houellebecq, antevê uma França islâmica em 2022

Atualizações em dezembro de 2014

Elin Krantz, apenas mais uma vítima, estuprada e morta no altar do multiculturalismo
Leia o artigo no link.

Gâmbia: mais um país a adotar a Sharia
O presidente da Gâmbia, Yahya Jammeh, declarou neste sábado que o seu país, anteriormente secular, é agora uma república islâmica (Sputinik News). O que acontece na Gâmbia é o que aconteceu recentemente nas Ilhas Maldivas, no Brunei e na Província de Aceh, na Indonésia: declararam-se islâmicos e adotaram a Sharia. O OPOSTO NÃO OCORRE. Aliás, ao longo dos 1400 anos de história do islão em apenas dois casos uma região governada pela Sharia deixou de sê-lo: a Península Ibérica e os Balcãs. E nestes casos, ao custo de muito sangue. Centenas de milhares de pessoas tiveram que morrer para se poder expulsar a submissão do islão e da Sharia. Trazer muçulmanos para o Brasil é ignorar a história e arrumar câncer para se tratar (não se trata de sarna para se coçar, não, é muito pior mesmo).

Dinamarca: polícia ocupada com "imigrantes" só investiga furtos de mais de 15 mil euros
A polícia está tão afogada com a ameaça da crise migratória e a ameaça do terrorismo, que está abandonando a população. Isto significa a erosão do "contrato social" entre os cidadãos e o estado, no qual os cidadãos pagam impostos e o estado garante a segurança. (fonte)

A Europa destrói a sua cultura para não ofender os muçulmanos. Ou seja, aceita o seu papel subserviente
(1) Escola na Itália proíbe comemorações natalícias, com o objetivo de não ofender alunos de outras culturas e religiões (advinha qual) (fonte)
(2) Escola italiana proíbe alunos de visitar mostra de arte sacra para não ofender os muçulmanos (fonte)

BBC evita termo "terrorista". Reino Unido reage com ira
A imprensa vai fazendo o seu papel de desinformação. Os dois maiores exemplos que eu conheço são a BBC, da Inglaterra, e a CBC, do Canadá. Ambas mantidas com dinheiro público, ambas tentando forjar a opinião pública como ovelhas mansas que se dirigem para o abate. (fonte)

A morte da Suécia: dois imigrantes (que rezam para Mecca) foram finalmente presos depois de estuprarem várias mulheres. Ativistas de "justiça social" querem mais imigrantes
Os habitantes do local pediram as autoridades para não mandarem mais imigrantes. Aí, os grupos de ativistas de "justiça social" promoveram uma manifestação ... pedindo por mais imigrantes. (fonte)

EUA: Ex-detentos de Gantânamo voltam para a Jihad
Ibrahim al Qosi, tesoureiro de Bin Laden e ex-prisioneiro detido na prisão de Guantanamo, e que havia sido liberado pelo Obama, apareceu em um vídeo lançado pela Al-Qaida no Iêmen. O vídeo é intitulado "Guardiões da Sharia." Ibrahim al Qosi havia sido transferido para o Sudão em 2012.
Ouviu bem: guardiões da Sharia! (fonte)

Portugal: Exemplo de "Jihad Cultural"
"Os refugiados que forem acolhidos em Portugal terão direito a escolher serem atendidos por médicos de sexo diferente. A hipótese é apenas um dos cuidados explanados num guia de 112 páginas, de que o jornal i dá conta, elaborado pela Direcção-Geral de Saúde (DGS) para os profissionais de saúde.
O guia contempla a possibilidade de, por questões culturais e religiosas, mulheres refugiadas possam recusar serem atendidas por homens, mas também o inverso (homens evitarem o atendimento por parte de profissionais de saúde femininas). Mas este mesmo guia salienta vários cuidados a ter na hora de escolher, por exemplo, a dieta de um refugiado. O guia sugere que a carne de porco e seus derivados devem ser evitados." (fonte)

Portugal: jihadistas de Paris podem estar em Portugal
A Europa vai ter que rever esta sua política de fronteiras livres. Ela fazia sentido quando existiam poucos muçulmanos na Europa. (fonte)

Alemanha: Falta de qualificação dos refugiados os condena a viveram das "bolsas" do governo
(E este anos, foram "apenas" 1 milhão deles) Falando em uma entrevista à revista Zeit, professor Ludger Wößmann da Universidade de Munique disse que refugiados muçulmanos que vêm para a Alemanha tem uma fundamental falta de competências básicas. E experiências anteriores mostram que a maioria é incapaz de alcançar o mesmo nível que um alemão. (fontefonte)

Alemanha: 250 mil "refugiados" desapareceram
A conta é a seguinte. Entraram um pouco mais de 1 milhão. Agora, as autoridades dizem que cerca de 25% dos que entraram na Alemanha não se registraram nos centros de refugiados. Ou seja, sumiram. DUZENTOS E CINQUENTA MIL. Ninguém sabe onde estão, e mesmo se ainda estão na Alemanha. (fonte)

Alemanha: aumenta a procura de armas para defesa pessoal
A disparada de crimes violentos cometidos por migrantes foi corroborada por um relatório confidencial da polícia, vazado, que revela que um número recorde de 38.000 candidatos a asilo foram acusados de cometerem crimes no país em 2014. Analistas acreditam que esse número, que se traduz em mais de 100 crimes por dia, seja apenas uma fração do número verdadeiro: muitos crimes não são denunciados. (Gatestone Institute)

Fundador do Facebook oferece apoio aos muçulmanos
Pois é, Mark, algum apoio aos ex-muçulmanos presos pelo GOVERNO do Irã? Algum apoio aos ateus degolados pelo GOVERNO da Arábia Saudita? Algum apoio para os cristãos e indús presos pelo GOVERNO do Paquistão acusados de Blasfêmia contra o Islão ou contra Maomé? Algum apoio aos cristãos tendo suas igrejas destruídas pelo GOVERNO da Província de Aceh, na Indonésia?
O que estes governos têm em comum? Eles adotam a lei islâmica Sharia. (fonte)

Suécia: cartas do Estado Islâmico dão três dias para conversão ou degolamento
Dezenas de cidadãos suecos, moradores de várias cidades, tais como Estocolmo, Ronneba, Sigtuna e Vstroes, receberam cartas assinadas pelo Estado Islâmico oferecendo três escolhas: conversão ao islão, pagar o imposto da extorção jizia, ou morte por decapitação. O governo entrou em pânico sem saber como reagir a estas ameaças. A Suécia tem um problema sério com o islão. A cidade de Malmo se tornou um gueto islâmico, e a imigração desenfreada tornou Estocolmo a capital européia do estupro. O teor da carta (fonte):
Em nome de Alá, o misericordioso, cheio de graça. Você que não são crentes serão decapitados em três dias em sua própria casa; vamos bombardear seus cadáveres podres depois. Você deve escolher entre essas três opções: 1. converter ao islamismo. 2. Pagar as jizya [imposto religioso] para a proteção 3. Ou então, você será decapitado. A polícia não vai impedir ou salvá-lo de você ser assassinado. (A morte vem para todos vocês).
O fato é: se não existisse islamismo na Suécia isso não estaria acontecendo. Eles abriram as porteiras, e agora pagam pelo erro. E no Brasil, você acha que vai dar no que? Lembre-se que o objetivo final é a implementação da Sharia. Terrorismo é apenas uma tática. Se fazer de pacífico e se expalhar lentamente é outra.


Malásia: criada companhia aérea que impõem a Sharia sobre seus passageiros
Rayani Airlines diz que segue rigorosamente a lei islâmica. As regras incluem o hijab obrigatório para as aeromoças muçulmanas e um "uniforme decente" para as não muçulmanas. Orações vão ocorrer ao início de cada voo, álcool proibido e todas as refeições serão halal. (fonte)

Paris e Bruxelas: celebrações de Ano Novo reduzidas por medo do terror islâmico
Paris resolveu reduzir as celebrações drásticamente, ao passo que Bruxelas cancelou tudo.

Alemanha: estação de trem de Munique fechada por receio ao terror islâmico
Polícia evacuou estação central de Hauptbahnhof (folha).

Atualizações em novembro de 2014

Hégira:  islâmica como arma de conquista e dominação
Leia o artigo todo no link.

Ellwagen: microcosmo da invasão islâmica da Alemanha
Leia o artigo todo no link.

Jornalista alemão compra passaporte sírio em praça de Istanbul, Turquia
Muito fácil se fazer passar por sírio (vídeo). 

Chefe da Al Qaeda entra na Europa se passando por refugiado
Ele fez tudo direitinho. Embarcou. Regatado por navio da marinha italiana. Chegou na Sicília. Deu nome diferente. Acabou preso por suspeita de tráfico. Aí viram que ele já tinha sido preso na Itália por 7 anos e deportado para a Tunísia (Daily Mail).

Áustria: venda de escopetas bate recorde com a população amedrontada com o fluxo migratório 
Quem tem mais comprado são as mulheres. (Daily Mail)

Suécia está enfrentando um colapso graças ao enorme afluxo de migrantes para o país
disse o ministro das Relações Exteriores da Suécia Margot Wallstrom. Com 190.000 migrantes só este ano, a lei e a ordem estão começando a quebrar, com o país testemunhando numerosos ataques incendiários, esfaqueamentos e estupros em massa. (Dail Mail)

Suécia: assediou sexualmente 27 em um mês; recompensado com asilo
Uma pessoa chamada Muhammed, chegou na Suécia em setembro, e em um mês conseguiu atacar sexualmente 27 mulheres, incluindo uma menina de 4 anos e uma senhora de 69 anos. Ele foi preso, mas tem direito a asilo. (fonte)

Suécia: jornalista apedrejada em uma "área sensível" 
Uma jornalista foi fazer uma reportagem no bairro de Tensta, uma "área sensível" (jargão para indicar gueto islâmico onde a polícia não entra - "no go zone"). Ao chegar lá ela foi apedrejada por jovens. (fonte)

Reino Unido: Embaixador Saudita exige que Grã-Bretanha respeite a lei islâmica Sharia
O Príncipe Mohammed bin Nawaf bin Abdulaziz está exigindo "respeito mútuo", reclamento sobre como a Arábia Saudita vem sendo retrata na Grã-Bretanha, e sobre o modo que ela implementa a Sharia e a propagando pelo mundo. Os adeptos da Sharia exigem respeito sem oferecer respeito algum. (Express)

Alemanha: Quebra-quebra entre árabes e curdos em um abrigo de refugiados deixa 6 feridos. A Europa importa conflitos externos. (Breibart)

Alemanha: Governador da Bavária, Horst Seehofer, exigiu que Merkel (a Louca) contenha o fluxo de imigrantes que entram no país. Ele é o chefe da União Social Cristã (CSU), partido coligado. A chanceler alemã Angela Merkel convocou uma reunião de emergência dos líderes da coalizão (Breibart). Ele diz aceitar no máximo 1.800 "imigrantes." O excesso vai ser embarcado em ônibus e enviado para a mãe Merkel em Berlim. (Sputnik) Muitos secretários e funcionários alemães começam a desobedecer, abertamente, as diretrizes da atual chanceler (Sputnik).
    Cidade alemã com 100 habitantes irá receber 750 "refugiados"!!!
    O prefeito da cidade alemã de Sumte (102 pop.) recebeu um e-mail informando-o que mil refugiados serism realocados lá. Quando ele reclamou, lhe foi dito que o governo reconsiderou e está enviando "apenas" 750 refugiados em seu lugar. As notícias dizem que a única pessoa que está feliz com isso é um neo-nazista, que disse: "É ruim para as pessoas, mas politicamente é bom para mim." Este é um plano só um neo-nazista poderia amar. (fonte)

    Alemanha: Dia de São Martín não será comemorado como tal em respeito aos refugiados muçulmanos, para que não se ofendam.
    Em Dusseldorf, na Alemanha, decidiu-se pela abolição do festival cristão em "consideração aos refugiados", por isso o festival deixará de se chamar "festival cristão de San Martín" e se chamará " Festival das Luzes". Essa foi a proposta do político de esquerda Rüdiger Sagel que disse: " O festival deve ser renomeado para 'sol, a lua e as estrelas', tais alterações devem ser feitas, porque há diferentes religiões, em particular, uma alta proporção de crianças muçulmanas nas creches e não se deve impor a tradição cristã a elas". (fontefonte)

    Alemanha: Principal Estação de Trem de Munique depois da chegada de milhares de "invasores" 
    Parece um campo de batalha. A Alemanha é sinônimo de limpeza. Quero dizer. Foi.

    Mais um exemplo de "enriquecimento cultural" !

    Alemanha: Sindicato dos Professores alerta alunas a ficarem longe dos refugiados muçulmanos
    No alerta, publicado no "Journal of the Philologists' Association of Saxony-Anhalt", professores foram instruídos para alertar suas alunas sobre o risco de serem molestadas por refugiados e de resistirem à tentação de se envolverem em "uma aventura sexual superficial com os homens muçulmanos muitas vezes atraentes." O alerta sensato do sindicato atraiu a ira de políticos (dhimmis). (DW)

    Alemanha: candidatos a asilo fazem exigências
    Insatisfeitos, como crianças mimadas, ou brigões antes de partirem para a ignorância. O káfir (infiel) tem que prover tudo para eles, Este é o comando de Alá. (Gatestone)
    • Traficantes de seres humanos e a mídia na terra natal dos refugiados estão fazendo promessas que não correspondem à realidade".
    • Em Hamburgo não há mais apartamentos desabitados. "A cidade mentiu para nós. Ficamos chocados quando aqui chegamos".
    • Um asilado disse que a sua família não estava interessada em ver o imóvel porque a agente mobiliária era uma mulher.
    • "Eu homem. Você mulher. Eu primeiro". — disse homem muçulmano ao furar fila de supermercado.
    • Um candidato a asilo da Somália venceu uma ação judicial contra a Agência Alemã para Migrantes e Refugiados por demorar muito para processar seu pedido de asilo.
    • Setenta por cento dos migrantes do Afeganistão, Iraque e Síria que participaram de programas para trainees não completaram o estágio.
    Alemanha: poligamia sustentada pelo governo
    Refugiados com duas esposas na Alemanha: ambas podem adquirir a assistência social. Lá, a segunda esposa de um refugiado será oficialmente reconhecida e elegível para o recebimento do benefício.(fonte).

    Canadá: poligamia sustentada pelo governo de Ontário
    Várias centenas de homens muçulmanos em casamentos polígamos, alguns com um harém de mulheres, recebem benefícios sociais para cada uma das suas esposas, graças a cidade de Toronto e a província de Ontario. Enquanto que casamentos polígamos não são permitidos no Canadá, a lei da família diz que a "definição de esposa" inclui casamentos polígamos desde que feitos em uma jurisdição (outro país) que o permita. Com isso, os muçulmanos se casam no exterior e trazem as suas  (várias) esposas como refugiadas e o governo dá para eles um auxílo tipo "bolsa-família." Ou seja, o canadense trabalha e paga impostos para que refugiados fiquem em casa fazendo filhos com várias esposas! (fonte) Os "países dos infiéis" estão financiando a sua própria destruição.

    Grã-Bretanha: muçulmanos devotos cobram a jizya dos outros presos em presídios de segurança máxima
    Veja o que os demais presos passam para poder realizar o pagamento: Alguns pagam com tabaco e outras commodities de luxo, enquanto outros têm que pedir dinheiro para seus amigos e familiares (fonte). Por que a Grã-Bretanha permite isso? 

    França: policial foi suspenso por ter criticado o Estado Islâmico
    Um policial criticou o califa do Estado Islâmico, al-Baghadadi, no Facebook. Ele foi denunciado e julgado. No julgamento, o juiz disse que ele era xenófobo por estar criticando um imã! Ele foi então suspenso da polícia por dois anos. (fonte)

    Portugal recebe primeiros "refugiados"
    Chegaram (fonte). Mas alguns disseram preferir passar fome do que ir para Portugal (fonte)

    Portugal: ameaças mostram desejo de "re-conquista"
    Na mente do muçulmano que apoia a Jihad (ou seja, na mente de todo muçulmano de verdade) toda a região que tenha sido ocupada pela Jihad islâmica pertence ao islão para sempre. Ou seja, Israel pertence ao islão, a Grécia pertence ao islão, a Bulgária pertence ao islão, a Hungria pertence ao islão, a Espanha pertence ao islão, Portugual pertence ao islão. De modo que não é de se estranhar quando muçulmanos dizem isso abertamente. (Observador)

    Poloneses contra a islamização da Polônia
    Se os poloneses podem resistir, por que não nós? (fonte)

    Portugal: Não percebo que haja mesquitas onde se prega o ódio e continuem abertas
    "Uma coisa que nunca entendi: como é que os portugueses que vão combater no Daesh não perdem imediatamente a nacionalidade? (...) Estamos a chegar a um ponto em que, desgraçadamente, teremos de concluir que o mal está no Islão. O mal está no uso que deram ao Islão. O Corão farta-se de pregar a violência. É um texto profundamente agressivo e punitivo". Miguel Sousa Tavares analisa a ameaça terrorista após os atentados de Paris. (fonte)

    A vagarosa erosão da Suécia, de um paraíso socialista para um inferno islâmico
    Leia este artigo no Gatestone Institute

    Suíça: Usar burqa na Suíça pode dar multa de 9 mil euros
    O cantão de Ticino, no sul da Suíça, aprovou a proibição da utilização de burqas. Quem decidir utilizar este traje, que cobre o rosto e o corpo da mulher, pode pagar uma multa de milhares de euros.
    Não celebre. Isso é uma reação pequena perto do que deve ser feito: não permitir o avanço vagaroso da Sharia. E isso só é possível sem mesquitas. (Observador)

    Atualizações em outubro de 2014

    Países do Golfo se recusam a dar asilo aos seus "irmãos muçulmanos" (sejam eles palestinos, sírios, etc.)
    Leia o artigo no link.

    Japão não irá receber refugiados
    O primeiro ministro japonês disse que o Japão deve atender primeiro ao seu povo antes de receber refugiados sírios (fonte)

    Islamização islâmica e como lidar com ela
    Artigo externo de Uzay Bulut publicado no Gatestone Institute.

    Por que os países ricos árabes abandonam os refugiados sírios
    Artigo externo de Nornie Darwish, traduzido pelo blog Ex-Muçulmanos.

    Alemanha: opositores da invasão islâmica tem seus dados pessoas tornados públicos
    O jornal eletrônico The Huffington Post (versão da Alemanha) mostrou o rosto, nome e dados pessoais de 200 pessoas que simplesmente mostraram-se contrárias à invasão de migrantes em rede social. Ou seja, agora, os jihadistas na Alemanha têm 200 pessoas como alvo. (fonte)

    Criada a Polícia Global da ONU
    A ONU criou uma polícia global, a  Rede de Cidades FOrtes para combater o extremismo nos EUA e em Montreal e outras cidades. O discurso de abertura foi oferecido pelo Alto Comissariado da ONU para os "direitos humanos", o príncipe Zeid Ra'ad Al Hussein de "Arábia Saudita". A gerência será feita pelo Instituto para o Diálogo Estratégico (ISD), um grupo de liderança internacional, com um histórico de longa data em trabalhar para evitar o extremismo violentoEsta notícia se parece com quadrinhos da Marvel, mas é real. (DoJ)

    Refugiados reclamam da "qualidade do serviço" como se fossem turistas enganados
    Quer ser parte da comunidade: contribua!
    A comida está ruim (ou diferente do que está acostumado)? Se ofereça para cozinhar!
    Não tem nada para fazer? Seja voluntário para promover atividades!
    A janela está quebrada? Conserte!
    O banheiro está sujo? Limpe!



    Imprensa esconde os protestos contra a "invasão migratória"
    A mídia de lá e daqui fazem questão de esconder os protestos daqueles que estão insatisfeitos e receosos das consequências que essa imigração em massa de muçulmanos levará aos seus países.
    No link, fotos e vídeos dos protestos em massa que estão sendo ignorados pela mídia.

    Pesquisa indica que 51% dos alemães tem receio dos "refugiados"
    E, como consequência, a Chanceler Merkel, a Louca, tem o seu nível de popularidade mais baixo desde 2011 (ARD German Trend)

    Não é a toa: 8 milhões de refugiados na Alemanha em 2015 (?)
    Relatório do Serviço Secreto Alemão diz que entrarão em 2015 um total de 1,5 milhões de refugiados na Alemanha. Mas se somar os membros familiares que virão a reboque, o número pode atingir 8 milhões !!!!! Só em 2015. Esta notícia saiu no jornal Built, dizendo que Merkel, a Louca, está mentindo para o povo alemão.  A notícia diz também que o aspecto de segurança pública está saindo fora do controle, e que violência é registrada todos os dias. (fontefontefonte)

    Suécia: Bispa anglicana da Suécia propõe retirar as cruzes de sua igreja e marca a direção de Meca para que os muçulmanos possam rezar
    A Bispa Eva Brunne é mulher e lésbica, mas quer provar para o mundo como ela é tolerante com aqueles que a desejam vestindo um saco preto por ser mulher ou morta por ser lésbica. Como a Chanceler alemã Merkel, a Louca, esta bispa odeia a sua cultura e a sua história de tal maneira que está disposta a entregar tudo de mão beijada para invasores sem lutar.

    Europa: Jovem ativista é estuprada, mas fica calada para não "atrapalhar a causa"
    Uma jovem ativista do "Mundo sem Fronteiras" foi estuprada por um grupo de "refugiados", mas ela ficou calada. Os seus colegas (e "mui amigos") do "Mundo sem Fronteiras" a pressionaram a não dizer nada para que isso não "prejudicasse a causa." Este evento de "integração cultural" aconteceu em um campo de refugiados na fronteira da França com a Itália, em Ponte San Ludovico in Ventimiglia. (fonte)

    EUA: Mais uma universidade se curva ao islão
    Universidade Estadual de Wichita, no Kansas, optou por retirar todos os seus símbolos religiosos e abrir a sua capela para todas as religiões (na verdade só por causa dos muçulmanos que decidiram fazer isso). Joga-se fora as suas tradições para dar espaço a uma doutrina política-militar com aspectos religiosos que, com toda a certeza ao se tornar maioria, imporá sem pensar muito a sua lei e seus costumes no lombo dos outros. (WND)

    O idioma que mais cresce nos EUA é o...árabe!
    Deixou de ser o espanhol. Obama troca os cristãos mexicanos pelos árabes maometanos (WND).

    Obama altera legislação da "tolerância zero" contra imigrantes envolvidos com terrorismo
    Segundo site Judicial Watch, o governo americano concedeu asilo a 1.519 terroristas sob a alegação que eles estavam "sob estresse". Isto tornou-se possível ao Obama alterar a legislação, que outrora não permitiria isso. O presidente Obama vem usando de poderes especiais, de forma sistemática, ignorando o Congresso dos EUA, notadamente naquilo que permite a expansão do islamismo nos EUA. A mesma notícia informa que o governo estuda conceder asilo a mais um, desta vez ligado a 3 organizações terroristas: Hamas, Hezbollah e Jihad Islâmica Palestina.

    Serviço médico alemão em crise devido ao influxo de "refugiados"
    Uma médica anestesista tcheca, que trabalha em um hospital em Munique, na Alemanha, descreve, em uma carta, cenas horríveis causada pelos invasores muçulmanos, sobrecarregando o sistema de saúde - fazendo exigências, ameaças, atacando, e mesmo, esfaqueando, equipes médicas (sem serem presos). As massas que estão descendo sobre a Europa também estão chegando com uma série de doenças transmissíveis, incluindo doenças erradicadas, bem como doenças exóticas não vistas na Europa. Enquanto que alguns muçulmanos (homens) recusam o tratamento por pessoal feminino, as funcionárias do sexo feminino se recusam a trabalhar entre os muçulmanos (homens) por temerem por sua própria segurança. A maioria das mulheres estão grávidas ou tem várias crianças desnutridas pendurados nelas. Ao saberem que eles devem pagar por prescrições, eles têm um ataque. Um paciente jogou urina infectada com sífilis no rosto de uma enfermeira. A devastação é tamanha que unidades K-9 da polícia precisam proteger clínicas, hospitais e farmácias. A médica desafia aqueles que seguram cartazes de "bem-vindos imigrantes" para trabalharem como recepcionistas nos hospitais, ou como atendentes nas farmácias ou como zeladores dos centros e prédios de refugiados, mas sem a proteção da polícia. E se isso não for chocante o suficiente, a imprensa local é proibida de informar sobre isso, forçando os cidadãos a se comunicarem por e-mail, como um sistema um tanto clandestino de partilha de informação, necessário para sobrepujar as camadas de loucura criadas pelo governo. Vídeo: http://www.liveleak.com/view?i=681_1444192396. (fonte)

    França, Canadá e Austrália: terroristas são deportados e perdem cidadania
    A França, o Canadá e a Austrália começaram a implementar medidas que permitem a deportação e remoção da cidadania de pessoas condenadas por ações de terrorismo. A França faz isso com 5 envolvidos nos ataques à bomba em Casablanca, em 2013, que resultou na morte de 45 pessoas. No Canadá, o governo está deportando um terrorista que planejava explodir o parlamento (em 2006). E na Austrália, o governo introduziu legislação com o mesmo propósito. A polêmica que existe é como proceder se o terrorista cresceu no país e não tem vínculo algum com país dos seus pais. De qualquer modo, isso mostra uma preocupação crescente com a radicalização dos jovens muçulmanos. Mas uma medida mais eficiente seria a deportação dos imãs, cléricos e xeiques que promovem a radicalização. Neste caso, será que sobraria algum sem ser deportado?  (Daily MailMacLeansABC)

    Bispo húngaro responde ao Papa chamando a "crise migratória européia" pelo seu próprio nome: invasão muçulmana
    Ainda existem religiosos que enxergam. Leia o artigo todo neste link.

    Alemanha: refugiados não querem passar a noite em ginásio, exigem apartamentos ou casas 
    A posição dos refugiados não a de agradecimento por estarem sendo ajudados, mas sim a de fazerem exigências como se fosse obrigação de quem os acolhe de satisfazer os seus mínimos desejos. A cidade de Chemnitz preparou um ginásio para os refugiados se instalarem. Mas eles se recusaram dizendo que eles apenas iriam para apartamentos ou casas. Eles se mantiveram irredutíveis na certeza que a prefeitura iria ceder (fonte)^

    Invasão islâmica da Europa, agora passando pela Eslovênia
    Já que a Hungria fechou a passagem dos migrantes pelo seu páis, o único caminho para o exército de refugiados e seguir via Croácia e Eslovênia. Mas o número continua altíssimo, algo como milhares por dia. Não existe país que aguente isso. (fonte)

    Merkel, a louca, agora quer a Turquia na União Européia
    Ela está tentando fazer com que a Turquia faça algo pelo refugiados. Mas o preço é muito alto. A Turquia na União Europeía significa 57 milhões de muçulmanos a mais na Europa, além do fato da fronteira da Turquia ser porosa. A Merkel também se move para doar 3 bilhões de euros para a Turquia, para que ela faça algo com respeito aos refugiados. A Alemanha da Merkel se tornou um Estado Vassalo da Turquia neo-Otomana de Erdogan. (fontefonte)


    Eleições no Canadá: resultado ruim para o mundo
    O resultado da eleição no Canadá é preocupante. Independente de todos os problemas que existem em um governo que fica muito tempo no poder (e nós no Brasil sabemos muito bem sobre isso), o governo conservador do Primeiro-Ministro Harper tinha uma postura de defesa do Canadá e tinha uma compreensão acima da média em termos do perigo da jihad global. O partido que o substitui, o Partido Liberal, liderado por Pierre Trudeau, ganhou a maioria e vai governar desimpedido por 4 anos. Pierre Trudeau tem uma postura de quem não vê perigos no mundo, e, o que é pior, tem se associado a grupos ligados a Irmandade Muçulmana. Ele é um multicuralista cego, que irá importar "refugiados sírios" a rodo. Neste grupo, inclui-se, é claro, os "sírios de coração" (paquistaneses, somalianos, nigerianinos, afegãos, líbios, etc.). Quem vai pagar a conta são os mesmos que o elegeram, dentro de uma economia recessiva. O mundo perdeu um bastião, e o Canadá escolheu brincar em uma montanha russa.


    Mais um ativista pró-islâmico traído por quem ele defende
    Um advogado da alemanha, daqueles que defende uma Europe sem fronteiras, sentiu na própria pele o fruto do seu ativismo. Ele foi esfaqueado pelas costas, 2 vezes, por um grupo de homens migrantes, ficando em estado grave. Não houve roubo associado ao esfaqueamento. O advogado ativista disse ter ficado muito triste e desapontado. (fonte)

    Muitos uruguaios estão cansados com a ingratidão dos refugiados sírios
    Eles querem ir para a Alemanha, pois lá vão receber mais dinheiro para não fazer nada. (fonte)

    Europa invadida por um "exército sem armas"
    O "exército sem armas" invadindo a Europa, sob a escolta da polícia européia. Que coisa mais irreal. Apenas homens, jovens, no vigor da vida. Eles vão fazer sexo com quem? Os europeus colocam em risco a segurança das suas mulheres e ameaçam destruir a liberdade que as mulheres européias desfrutam. Além disso, existe o problema da segurança em sí. Uma pesquisa da Al Jazeera mostrou que 80% do muçulmanos responderam com um 'sim' a pergunta "Você considera que a organização Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS) está beneficiando a região?"
    video saved https://youtu.be/ijxknaKOXVc 

    Governo alemão planeja a construção de guetos islâmicos
    Um projeto orçado em 500 milhões de euros, do arquiteto alemão Manfred Osterwald, prevê a construção de uma cidade para a comodar 30 mil refugiados, sendo que no coração da cidade existirá uma grande mesquita. Esta cidade está sendo chamada de Nova Alepo. (Die Welt)
    O que pode dar errado nisso? (1) a cidade é para muçulmanos, pois o coração dela é uma mesquita; (2) é de se esperar que a Sharia vai ser implementada nesta cidade, ou seja, não existirá direitos humanos para mulheres, homossexuais, ou não muçulmanos. (3) a cidade vai cair no controle de xeiques, que irão lutar entre sí, mas irão se unir contra os infiéis. (4) os muçulmanos estarão sempre reclamando do governo alemão, reclamando dos apartamentos, da comida, da área de lazer, que a mesquita é pequena, etc., exigindo mais e mais, e usando isto para justificar qualquer atitude violenta. (5) A polícia alemã e os serviços de saúde e bombeiros vão precisar de autorização para entrar ... a não ser que eles sejam entregues para a administração dos xeiques.
    Apenas idiotas, ou suicidas, convidam a cobra para a sua casa sem esperar que ela não os morda.

    Alemanha: Gangues muçulmanas roubam igrejas e escolas
    Gangues muçulmanas ligadas ao Estado Islâmico estão a saquear igrejas e escolas na cidade de Colônia, para angariar dinheiro para continuar financiando a jihad. Eles operavam desde 2011 até serem presos. O total roubado chega aos 19 mil euros. Se apropriar de bens dos infiéis não é nada demais. A Sharia permite. (IBTimes)

    Alemanha: governo confisca hotel para refugiados, e desemprega 100 pessoas
    Programa de TV Exact relata que funcionários do hotel de 4 estrelas Maritim Hotel na Saxonia, que vão desde atendentes, camareiras, cozinheiros, serventes, fachineiros, garções, bem como lojas que funcionavam no hotel como restaurante, agência de turismo, cabelereiro, etc, até mesmo uma nadadora que alugava a piscina para aula de natação para crianças ... todos desempregados sem notificação.
    O hotel torna-se em residência para refugiados, mas eles estão empilhados em quartos pequenos. Ou seja, logo irão estar reclamando, e como vão estar ociosos podem formar gangues. Seria interessante verificar mais tarde (se for possível) se o nível de segurança pública do local irá deteriorar e se o número de estupros irá aumentar.
    Vídeo (legendas em inglês): https://youtu.be/qcqeoMy-NFk

    Alemanha: partido socialista deseja prender quem for contra a invasão islâmica
    A Secretária-Geral do Partido Social Democrata alemão (coligação com o governo) está propondo que o governo prenda e arrebente quem for contra a invasão islâmica ora em curso, notadamente o movimento popular PEGIDA (fonte). Um país no qual apenas o governo tem voz, suprimindo oposição não é democracia. Notadamente quando este governo está implementando uma política que ninguém votou a favor.

    Dinamarca: Hizb ut-Tahrir marcha desimpedida em Copenhague
    Pedindo Sharia. Para se ter uma idéia de quem é esta organização, ela apoia o Estado Islâmico e luta pela expansão do Califado. Hizb ut-Tahrir possui mais de um milhão de membros. (fonte)

    Mais alguns eventos mostrando como o fim da Europa se desenrola
    1. Alemanha: Refugiados processam o governo alemão por ele demorar a processar os seus documentos, impedindo que eles começem a receber a generosa "bolsa refugiado". (fonte)
    2. Inglaterra: Imigrante ilegal que molestou sexualmente uma mulher de meia-idade evita deportação ao alegar ser da Síria.(fonte)
    3. Dinamarca: Muçulmanos atacam polícia por ter prendido muçulmano armado durante a festa a Ashura (fonte)
    4. Primeiro-Ministro da Eslovênia antevê o fim da União Européia causada pela falta de ação frente a crise dos refugiados. Apenas esta semana, 60 mil pessoas, se dizendo refugiados, cruzaram a fronteira do seu país. (fonte)
    5. Alemanha: expecialista acusa Merkel de importar extremismo islâmico, anti-semitismo e conflito de outros países. (fonte)
    6. Alemanha: pequena vila com 60 habitantes é obrigada a acolher 1.500 refugiados. (coitados) (fonte)
    7. Espanha: os Sem Teto na Espanha estão resolvendo o seu problema: eles estão invadindo as residências que o governo disponibliza para os refugiados. Os Sem Teto vão ser acusados de racistas? (Telecinco
    8. Economista sugere que Alemanha acabe com o salário mínimo e que aumente idade da aposentadoria, de 67 para 70 anos, para poder ter mais dinheiro para financiar os refugiados. (fonte)
    9. Alemanha: Pastor preso por chamar refugiados de predadores que iniciarão uma guerra civil (fonte).  
    Suíça: escola bane a bandeira nacional para evitar "penalizar" crianças de "outros países" 
    Quando uma escolar esconde os símbolos nacionais do seu país para agradar extrangeiros, isso indica que existe algo muito errado sendo ensinado para as crianças (fonte)

    Alemanha: 'patriotas preocupados' são chamados de nazistas
    Este é um modo de mantê-los calados, enquanto o país afunda. A placa da direita diz "Bem-vindos Refugiados." A outra placa da esquerda diz " A raposa é esperta e se finge de burra. O nazista faz o contrário."

    Suécia: estuprador vira refugiado
    Uma pessoa chamada Muhammed, chegou na Suécia em setembro, e em um mês conseguiu atacar sexualmente 27 mulheres, incluindo uma menina de 4 anos e uma senhora de 69 anos. Ele foi preso, mas tem direito a asilo. (fonte)

    Grã-Bretanha: governo deseja proibir feministas e "conferencistas polêmicos" de fazerem palestra em universidades para "compensar os muçulmanos" 
    Ou seja, a liberdade de expressão está sendo sacrificada para satisfazer os reclames da Sharia. (fonte)

    EUA: muçulmanos são bem-vindos, cristãos são presos e expulsos
    Enquanto que o governo Obama busca a admissão de mais 10 mil refugiados sírios (que incluem muçulmanos de outros países também) além dos já planejado anteriormente (WSJ), 27 cristãos iraquianos tem a sua entrada criminalizada. Eles entraram pela fronteira dos EUA, mas tiveram os seus pedidos de asilo negados e estão sendo expulsos dos EUA. Enquanto o processoe de expulsão está em andamento, eles estão sendo mantidos em uma prisão na Califórnia (Christiantoday).

    Atualizações em setembro de 2014

    Canadá: paraplégico vê seu pedido de 'apartamento subsidiado' negado por não ser muçulmano
    Isso aconteceu em Toronto. O prédio é 100% subsidiado apenas para muçulmanos Ahmadis. (Global News) A formação de guetos, ou enclaves, islâmicos é uma característica da islamização. Isso permite que um muçulmano vigie o outro e que a lei islâmica seja aplicada.

    EUA: primeira assessora presidencial a usar hijab
    Primeira mulher a fazer parte do staff da Casa Branca e usar hijab é do governo Obama. Dalia Mogahed diz que a lei islâmica Sharia é incompreendida. Em várias entrevistas, ela disse que o seu papel Casa Branca é o de "transmitir " para o presidente Obama e os outros funcionários públicos o que os muçulmanos querem." (fonte)

    EUA financiando a crise migratória da Europa?
    Servico de inteligëncia da Austria diz que agencias americanas estão financiando a onda migratória (invasão) para a Europa. Segundo notícia do Media-Press Info, cada "refugiado" custa de 7 a 14 mil euros, dinheiro que fica para os intermediários.
    "Dispomos de indicações que organizações dos EUA criaram um sistema de co-financiamento e contribuem para pagar os custos da viagem. A maior parte dos candidatos a refugiados pagaria 11 mil euros em dinheiro. A questão que ninguém pergunta é de onde vem o dinheiro para a viagem?"
    O artigo menciona um "interesse geoestratégico dos EUA em inundar a Europa com imigrantes." Eu nao tenho como confirmar isso. Agora, vendo as atitudes do presidente Obama, e considerando que o próprio diretor da CIA é um muçulmano, nada me assustaria se o dedo do Obama estivesse metido nisso. Outras fontes para financiamento desta invasão migratória poderiam vir dos próprios sauditas, da Turquia de Erdogan e de grupos ligados a Organização da Cooperação Islämica. Todos esses adorariam ver o mundo sob a Sharia. (fonte)

    Dirigente do ISIS preso no Paquistão confirmou que eles recebem ajuda dos EUA (RT).

    Muçulmana em burca ataca policiais chamando-os de "cristãos vagabundos"
    Muçulmana acusada de dar soco em policial do sexo masculino e cortar a garganta de uma oficial sênior. Mas as acusações contra a agressora foram retiradas. Veja o que ela disse: "Não toque no meu telefone, você é uma vagabunda, uma cristã e irá queimar no inferno. Você será a primeira em um uniforme a ter sua garganta cortada." (fonte)

    Turquia: partidários do partido do governo atacam jornais e sede de outros partidos
    Os partidários do partido do presidente turco Erdogan (o AKP) atacaram jornais (incluindo o Hurriyet) e a sede dos partidos de oposição (o HDP, CHP e HDP). Esta-se criando um clima de terror com a finalidade do AKP ganhar as eleições em novembro. Os ataques ocorreram em diversas cidades da Turquia. A importância das eleições é enorme. O Erdogan é um islamista, e o seu partido, o AKP, perdeu a maioria meses atrás. Ele teme perder o governo nas eleições de novembro, por isso está criando um ambiente de terror, acusando os curdos. Algo interessante é que o Erdogan é considerando pelo Obama como uma dos seus 5 maiores amigos internacionais. São dois islamistas de mãos dadas. (fonte)

    Papa Francisco irá abrigar famílias de refugiados (muçulmanos) no Vaticano, e pede que "cada paróquia, cada comunidade religiosa, cada mosteiro, cada santuário da Europa abrigue uma família."
    Por que ele não fez esta mesma oferta ano passado para os cristãos que fugiam do Estado Islâmico? (fonte)

    Santuário de Fátima já disponibilizou espaço para refugiados
    A notícia começa dizendo "a generosidade cristã está na base de ajudar aqueles que mais precisam, venham de onde vieram," excetuando-se, é claro, os portugueses pobres, pois ajudá-los não garante manchete em jornal ou entrevista na TV.
    http://sicnoticias.sapo.pt/especiais/crise-migratoria/2015-09-13-Santuario-de-Fatima-ja-disponibilizou-espaco-para-refugiados

    Alemanha: muçulmanos querem banir o Oktoberfest
    Muçulmanos criam petições para que o Oktoberfest seja cancelada alegando que ele ofende os refugiados sírios e os muçulmanos de toda a Terra. E para complementar, ele diz que é um evento intolerante e anti-islâmico.
    http://100percentfedup.com/muslim-petitions-to-cancel-oktoberfest-in-germany-as-munich-police-plan-to-keep-refugees-and-revelers-apart/#

    Banner na Alemanha diz: ''As vossas crianças rezarão para Alá ou então morrerão."


    Bispo do Iraque adverte que o Ocidente será logo outra vítima do islamismo
    Ele afirmou que "os cristãos de todo o mundo enfrentarão o mesmo sofrimento que a sua arquidiocese sofreu nas mãos dos extremistas muçulmanos se não tomarem decisões fortes e corajosas." (fonte)
    Cristãos, ateus, agnósticos, homossexuais, ... todos os não muçulmanos ... estamos todos na mira do islão, que deseja exterminar todos os que não aceitam a ideologia islâmica.

    Exército dos EUA usando símbolo islâmico como emblema
    O novo emblema das tropas americanas estacionadas no Oriente Médio é semelhante ao da Irmandade Muçulmana. Teria algo a ver com o fato do presidente ser simpatizante da Irmandade e do diretor da CIA ser muçulmano? (Shoebat)


    Alemanha: controle da liberdade de expressão quando contrárias à invasão da Europa 
    A Chanceler da Alemanha, Merkel, a Louca, e o fundador e diretor do Facebook, Mark Zuckerberg, fizeram um acordo para monitorar e criminalizar "opiniões radicais" no Facebook. É de se pensar que eles irão monitorar os jihadistas, certo? Nada disso, a idéia é criminalizar quem criticar a política de imigração da Alemanha. Algo considerado ofensivo pode custar o emprego de quem postou, até mesmo a perda da guarda dos filhos!  (fonte)

    Imprensa européia sonega informação sobre manifestações contra a invasão da Europa
    Existem patriotas alemães, que a imprensa chama de "ultra-radicais-de-direita" (para os alienar como nazistas e colocar medo em quem lê estas notícias), que estão reclamando. Manifestações têm ocorrido em várias cidades da Alemanha e da Europa, mas a imprensa não as relata (relata apenas uma ou outra, para poder chamar os manifestantes de nazistas). (fonte)

    Grã-Bretanha: artista banida de exposição por criticar o Estado Islâmico
    Artista britânica conhecida como Mimsy (pseudônimo adotado) é banida de amostra sobre "Liberdade de Expressão" apenas por mostrar o seu trabalho anti-EI, cuja proposta é ilustrar que o fascismo islâmico (como ela disse) não está atrelado a raças, visto que ativistas pró-islã andaram acusando os seus opositores de racismo. (fonte)

    Imigração Muçulmana e como lidar com ela
    Infelizmente muitos povos no Oriente Médio têm tamanha afinidade com o Islã político que eles não se dão conta que o Islã político é a causa básica de seus problemas. Essa atitude é a principal razão deles não conseguirem se livrar de seus regimes retrógrados e violentos ou de não empreenderem progresso cultural e científico.
    Lamentavelmente o fundador do Islã não deixou nenhuma mensagem humanitária para que as pessoas de outras religiões fossem respeitadas e ou que estivessem em pé de igualdade com os muçulmanos.
    Não há palavras para descrever as abomináveis atrocidades cometidas pelo Estado Islâmico (ISIS) e demais grupos bárbaros, porém estas atrocidades estão meticulosamente baseadas nas escrituras sagradas islâmicas.
    Não é o Ocidente que está causando essas tragédias humanas, é o Islã e os muçulmanos. Muçulmanos esses que pertencem a uma cultura que assassina intelectuais que tentam apresentar ideias para melhorar suas sociedades. Por isso mesmo, não têm o direito moral de jogar a culpa pelo seu atraso e sede de sangue em cima do Ocidente." (Gatestone Institute)

    Em um trem indo para a Alemanha, os refugiados cantam alegremente
    "Que Alá faça que os filhos deles fiquem órfãos" grita o homem no trem enquanto a multidão diz
    "Amém".
    "Que Alá torne difícil a vida das suas mulheres".
    "Alá dê a vitória para o Islã em toda parte".
    "Alá dê a vitória aos nossos irmãos na Palestina".
    "Allahu Akbar, Alahu Akbar ... não há outro deus além de Alá e o mártir é amado por Alá"


    Invasão da Europa: blogueiro polonês relata da frente de batalha
    Leia o artigo todo neste link.

    Atualizações em agosto de 2014

    A crise migratória da Europa se agrava e a invasão islâmica se amplia
    Leia o artigo no link.

    EUA: Louis Farrakhan, líder do grupo Nação do Islão, cita o Alcorão e diz para seus correligionários materem os seus inimigos
    O contexto é a campanha do atual governo americano de Obama de dividir os EUA por vias raciais. Farrakhan pega carona de um modo islâmico. O islamismo nos EUA tenta a todo modo converter os negros americanos. Farrakhan não clama por calma e reconciliação. Nada disso, a exemplo de Maomé, ele pede por sangue. (fonte com vídeofonte)

    Suécia: existem áreas onde a lei sueca não existe mais
    Enclave islâmico de Rosengård, na cidade de Malmö, é um deles (fonte).

    EUA: governo subsidia comida halal
    O governo de Barack Hussein Obama está mais preocupado em dar subsídios para a comida Halal nas escolas públicas de pelo menos três distritos. E uma observação gritante: gasta-se mais com esse tipo de comida do que com a que os kafirs (ou não-muçulmanos, como preferir) comem. (fonte)

    Atualizações em julho de 2014


    O Empire State Building, o segundo prédio mais alto de Nova York, se coloriu de verde no último dia do Ramadã, em homenagem à religião que matou 5 americanos  na cidade de Chattanooga no dia anterior. Os prédios mais altos de Nova York foram destruídos, bem, você sabe. 

    Lei britânica não se aplica aos muçulmanos, diz Tribunal Islâmico
    Juíza do tribunal islâmico na Grã-Bretanha, Amra Bone, diz que a lei inglesa não se aplica aos muçulmanos, que podem ter mais que uma esposa. O que se temia está acontecendo: existe de fato dois sistemas jurídicos na Grã-Bretanha. Cerca de 25% dos casamentos segundo a Sharia na Grã-Bretanha são polígamos (20 mil). A juíza usa o conceito de liberdade ao seu favor, dizendo que não é o direito de ninguém negar o direito de um homem muçulmano em ter mais de uma esposa. O que ela não sabe é que liberdade não implica em autorização para se quebrar a lei britânica. O aumento nos casamentos polígamos ocorre com casais de menos de 30 anos, pois "os jovens estão se tornando mais religiosos." Em 2012, uma investigação descobriu que o imã de Peterborough queria casar um menina de 12 anos. (Daily Mail)

    Cameron (UK): os ataques jihadistas de hoje “não representam o islã. O islã é uma religião de paz.”
    Pois é, o Primeiro-Ministro inglês continua tentando manter os investimentos árabes na Grã-Bretanha ou ele é mesmo um inocente? Será que ele não sabe que o que os jihadistas fazem é consistente com a lei islâmica e as ações de Maomé?

    Extremistas do EI chegam à Europa em barcos de imigrantes
    Leia mais sobre esse assunto no O Globo.

    A Invasão da Europa
    Hungria apreende número récorde de "imigrantes ilegais" apenas neste último final de semana: 4200 pessoas, Dez pessoas foram presas acusadas de tráfico humano. A travessia é feita a partir da Turquia através da Sérbia (Hungria Today). A Hungria começou a construir um muro na fronteira com a Sérbia. Os húngaros estiveram sob as botas do islão por 150 anos, devido a ocupação da Turquia (Império Otomano). Eles sabem bem o que isso significa.

    Hungria: único país da União Européia a não aceitar refugiados
    Hungria tornou-se o único estado membro da UE de se recusar a receber quaisquer refugiados ou requerentes de asilo em uma reunião de Ministros do Interior da UE em Bruxelas. A Hungria tornou-se rota dos refugiados. Números provenientes de guardas de fronteira da União Europeia mostram que mais pessoas chegam à UE através dos Balcãs Ocidentais do que através do Mediterrâneo, com a maioria deles vindo da Síria, Afeganistão e Paquistão. (Hungria Today)

    França: 70% da população carcerária é de muçulmanos
    Mas o muçulmanos são 8% da população francesa! E enquanto isso, eles aproveitam o tempo para fazer pregação islâmica nas prisões, enquanto aguardam a oportunidade para a sua vingança quando sairem. (fonte)

    China manda comércio de muçulmanos a vender cigarros e bebida
    Se não fizerem isso são processados. Isso é uma forma de quebrar o radicalismo islâmico. (fonte)

    O Ocidente está vulnerável
    Desculpe se você achar esta foto ofensiva, mas ela mostra bem a situação entre o islão e os países Ocidentais, que estão mesmo de olhos vendados e nús, ou seja, totalmente expostos à islamização.


    China manda comércio de muçulmanos vender bebida e cigarros 
    Se não fizerem isso são processados. Isso é uma forma de quebrar o radicalismo islâmico (fonte). E porquê a China faz isso? Dentre outras coisa por causa disso: Estado Islâmico chama Uighurs para se juntarem à jihad (fonte)

    Pastor de Belfast processado por "ofensa extrema" ao islão
    A lei islâmica (Sharia) sendo aplicada no Reino Unido. O pastor descreveu o Islã como sendo "pagão" e "satânico". A ação contra McConnell é mais um do crescente número de exemplos que as autoridades britânicas, que rotineiramente ignoram os discursos incendiários proferidos por muçulmanos radicais, fazem uso, cada vez mais, das leis de discurso de incitamento ao ódio para silenciar os cristãos. (fonte).

    Atualizações em junho de 2014


    Holanda irá mostrar caricaturas de Maomé
    Geert Wilders, o deputado holandês que é pró-liberdade, diz que irá mostrar os desenhos e caricaturas de Maomé no "horário gratuito" de TV do seu partido, já que o parlamento holandês se recusou a mostrá-los. (BBC)

    A futura conquista de Londres, Paris, Washington e Roma
    Jihadi britânico Siddhartha Dhar, que se arabizou como Abu al-Rumaysah Britani escreveu em "Um Breve Guia para o Estado Islâmico [de 2015]" a importância de uma futura data: a da fundação do Estado Islâmico, em 29 de junho de 2014, uma "data como o 11 de setembro de 2001."
    Rumaysah terminou o guia de 47 páginas com uma nota decididamente macabra: "À medida que o exército do Estado Islâmico chega mais perto de Damasco e Bagdá, como um leão que persegue sua presa e assistir de perto como a derrota corrói o perdedor, porque estas duas cidades são apenas aperitivos. Quando descemos nas ruas de Londres, Paris e Washington o gosto será muito amargo, porque não só vamos derramar seu sangue, mas também vamos demolir suas estátuas, apagar a sua história e, mais dolorosamente, converter os seus filhos que, então, irão defender o nosso nome e amaldiçoar seus antepassados."
    O desejo do ISIS "para saquear Roma foi explicado em um e-book, prevendo que "recrutas" de dentro do "ativismo de esquerda" na Europa simpáticos à sua causa "fornecerão inteligência, armas e trabalho secreto para os muçulmanos poderem pavimentar o caminho para a conquista de Roma." O e-book também previu, porém, que a máfia vai lutar contra isso. (fonte)

    Holanda irá proibir a burca e o niqab (?)
    Houve a proposição de uma lei que bane a burca (ou qualquer outro véu/capacete/máscaras de esqui que cubram o rosto todo) nas escolas, hospitais e transportes públicos, contudo, na rua está liberado o uso. Bem, ela foi aprovada e parece que vai entrar em vigor. Agora fofinhas, se preparem para pagar uma multa de 405 euros. Vídeo da RT (fonte)

    Presidente da Turquia promete Jihad Islâmica
    Presidente da Turquia Erdogan declara: "Nós iremos arregimentar o mundo islâmico, invadir Jerusalém e criar um império islâmico único." [1]
    Esta notícia é apoiada pelo vídeo que mostra o discurso de Erdogan. [2]
    Uma outra fonte diz que ele afirmou desejar a conquista de Jerusalém e da Espanha. E o Primeiro Ministro afirmou a mesma coisa. [3]
    [1] https://deepresource.wordpress.com/2015/05/17/erdogan-wants-to-invade-jerusalem-and-spain/
    [2] http://www.liveleak.com/view?i=f98_1433125329
    [3] http://www.aa.com.tr/ar/headline/510772

    Arabia Saudita bombarbeia o Iêmen indiscriminadamente: onde está o ultrage?
    Reportagem do The Economist relata a destruição indiscriminada que a Arábia Saudita está causando no Iêmen. "Casas, escolas, tudo está sendo destruído." Pessoas que trabalham com ajuda humanitária alertam para a "grande perda de vidas." E o Secretário de Defesa dos EUA, John Kerry, diz que uma "catástrofe humanitária está sendo criada", porém os EUA continuam a apoiar os sauditas.
    Dois comentários:
    (1) O resultado de mais esta guerra vai ser mais refugiados muçulmanos se mudando para os países do Ocidente (inclusive o Brasil).
    (2) Se Israel fizesse 1% do que os sauditas estão fazendo, a repercussão na imprensa e a condenação oriunda de órgãos internacionais seria ensurdecedora.

    Suécia: Jihadista diz que conquistar Suécia é questão de tempo
    Em uma entrevista, um jihadista suéco diz que conquistar a Suécia vai ser fácil, pois os suecos já se renderam faz tempo. "Os suecos parecem não entender que ... os seus políticos estão tentando lhes dizer alguma coisa, mas nós escondemoa por que existimos e o que pretendemos alcançar. Enquanto que vocês se sentam em suas casas e continuam a viver a vida como se nada fosse mudar. Vocês fecharam os olhos à realidade, que em breve irá bater à sua porta." "Marque minhas palavras, quando tivermos passado as fronteiras do Iraque, nós vamos vir para vocês." (Speisa)

    Suécia: suecos são minoria em várias localidades
    Suecos já são minoria em muitas comunidades locais de seu próprio país e, mesmo assim, políticos da esquerda pró-islâmica sueca querem trazer cada vez mais imigrantes, a maioria deles muçulmanos fundamentalistas. (fonte)

    Suécia caminha para imigração aberta e sem controle 
    Existe uma linha entre caridade e estupidez. Parece que a Suécia está cruzando esta linha (Speisa)

    Noruega irá receber 8 mil imigrantes sírios
    O parlamento decidiu (contra a vontade do povo, diga-se de passagem) que 8000 sírios seriam aceitos pela Noruega durante um período de 3 anos, sendo que foi feita uma pesquisa para saber a opinião do povo, e foi constatado 84% de rejeição. (Speisa)

    EUA: Uniformes especiais para muçulmanas jogarem basquete
    Mais um capricho concedido às muçulmanas dos EUA (fonte).

    EUA: veículo do Alcorão Móvel
    Na cidade de Charlotte, muçulmanos do "Centro Americano de Alcance Islâmico" promovem o seu "Corão Móvel", distribuindo cópias do livro pela cidade, cujo intuito é fazer com que as pessoas vejam que 99% dos muçulmanos são bonzinhos e 1% são os agressivos que não representam a sua doutrina (como o Estado Islâmico , Hesbollah, Hamas e cia. LTDA). (fonte)


    Grã-Bretanha: enfermeiras muçulmanas querem trabalhar totalmente cobertas
    Bem, não foi dessa vez. Enfermeiras muçulmanas perderam a batalha no tribunal pelo direito de se vestirem dos pés à cabeça com a "camisola jilbab." (fonte)

    Malásia: crianças forçadas a comerem no banheiro durante o Ramadã
    Esta foto mostra alunas de uma escola na Malásia tendo que comer no banheiro da escola durante o Ramadã. Elas não são muçulmanas, mas comer na cantina da escola foi considerado como uma ofensa pelo diretor da escola. Ofensa contra quem, vocês advinham?
    Isso foi no Ramadã passado. Agora, a mãe que tirou esta foto, Guneswari Kelly, teve que passar a se esconder desde que divulgou a foto e reclamou com a escola. (fonte)
    Intolerância dupla. (1) Se um grupo decide voluntáriamente não comer, este grupo não tem o direito de impor mudanças nos hábitos dos demais. (2) Se pais de uma criança reclamam algo com o diretor da escola, isso não é motivo para que estes pais sejam ameaçados e tenham que se esconder. Em qualquer lugar do mundo isso seria considerado como um crime.


    Atualizações em maio de 2014
      França: Prefeito é internado à força em hospital psiquiátrico após sugerir o banimento do islão
    Robert Chardon, é prefeito da cidade de Venelles, que fica ao sul da França. Eu acho que quem precisa de tratamento psiquiátrico é a Europa.  (FonteFonte)

    Qatar planeja abrir 150 mesquitas na Espanha
    Qual a intenção disso? Será que a Espanha considera isso como "investimento extrangeiro"? Na verdade, as autoridades de segurança espanholas estão preocupadas. E vale a pergunta. Se a Espanha resolver abrir 150 igrejas no Qatar, o governo do Qatar permitiria isso? (fonte).

    Bélgica: prefeito da Antuérpia recebe um convite: "Converta para o islão ou morra"
    Este é mais um fruto da contribuição da imigração islâmica para a sociedade européia.
    http://www.thegatewaypundit.com/2015/05/islamists-threaten-antwerp-mayor-convert-to-islam-or-be-executed/

    Gangues de Estupradores Muçulmanos, Terroristas como "Ídolos Pop" e o Tráfico de Crianças
    Um artigo em português que mostra como a coisa na Inglaterra está complicada.
    http://pt.gatestoneinstitute.org/5798/gangues-estupradores-muculmanos

    Holanda busca proibir burca e niqab
    Os Países Baixos (terra do Geert Wilders) está apresentando uma lei que visa remover parcialmente véus (também as máscaras de esqui e os capacetes) que cobrem o rosto todo, como a burca por exemplo, em hospitais, escolas e transportes públicos, mas ela não se aplica às ruas.
    Contudo, Geert deixou claro que ainda não é o suficiente e a rotulou como fraca.
    Caso ela seja aprovada, a pessoa terá que pagar uma multa de €405.
    http://metro.co.uk/2015/05/23/the-netherlands-is-introducing-a-ban-on-burkas-and-niqabs-in-schools-hospitals-and-public-transport-5211768/?ito=facebook

    Argentina: Sobrinho do papa é ameaçado de morte
    http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/sobrinho-do-papa-e-ameacado-de-morte-na-argentina-vou-te-decapitar

    Prefeito francês é internado à força em hospital psiquiátrico por ter proposto o banimento do Islã no país!
    Europa enlouquecida! http://www.lefigaro.fr/politique/le-scan/couacs/2015/05/15/25005-20150515ARTFIG00066-un-maire-ump-des-bouches-du-rhone-propose-d-interdire-l-islam.php
    http://vladtepesblog.com/2015/05/15/he-wants-to-ban-islam-in-france-the-mayor-of-venelles-is-hospitalized/

    Mas então, vamos presenciar ainda na nossa vida o ressurgimento do Império Otomomano?
    Lembre-se que os Otomanos, após conquistarem Constantinopla no século XV, se auto-denominaram os "herdeiros do Império Romano." Intrigante.
    http://pt.gatestoneinstitute.org/5784/erdogan-sultao

    Atualizações em abril de 2014


    42% dos muçulmanos no Canadá admitem que o islão e o Ocidente são irreconciliáveis
    Isso foi mostrado por duas pesquisas de opinião. De positivo é que igual número (42%) de cristãos e judeus também acham que o islão e o Ocidente são irreconciliáveis. E 46% das pessoas sem religião (ateus e agnósticos) também pensam o mesmo. Isso é bom sinal: as pessoas estão acordando. É o primeiro passo. Mesmo assim, os muçulmanos continuam imigrando ... e desejando moldar o Canadá de modo a ser "complacente com o islão." (Fonte)

    Revisitando o caso da ministra sueca Margot Wallström
    Ela foi atacada por organizações islâmicas por defender os direitos das mulheres ... e nenhum político europeu veio ao ser socorro. Leia o artigo todo no link. Um artigo complementar do Gatestone Institute.

    Reino Unido: cristã foi suspensa do seu emprego por ter convidado uma muçulmana para ir com ela a igreja Mas, muçulmanos convidam cristãos para ir a mesquita e tentam os converter ao islão a todo o momento! O que acontece com estes muçulmanos? Nada, claro. (fonte)

    EUA: técnico de esporte demitido por criticar o islão
    Técnico de Lacrosse foi demitido após compartilhar no Facebook uma carta aberta que critica a afirmação do presidente Obama de que o islão sempre fez parte dos EUA. Parece que a liberdade de expressão é apenas para alguns. (fonte)

    EUA: maometanas devotas iam explodir bomba em Nova York
    Uma das mulheres presas acusadas de tramar a explosão de uma bomba em Nova York é funcionária de um "grupo humanitário" associado ao Islamic Circle of North America (ICNA). (fonte)

    Austrália: patriotas se manifestam contra a islamização
    Uma avalanche começa com umas pedrinhas. (fonte)

    Nove dos 10 países mais perigosos do mundo são islâmicos 
    A exceção é a Ucrânia, na zona de conflito (fonte)

    EUA: probabilidade que refugiados do Oriente Médio recebam "ajuda social" é 8 vezes maior do que outros grupos
    Este fonômeno acontece também na Europa. (fonte)

    Portugueses não desejam mesquita em Lisboa
    Petição: http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT76702

    França: aumenta o interesse sobre o islão depois do atentado ao Charlie Hebdo
    Isso é bom e ruim, pois depende de onde os franceses vão buscar informação. O interessante é que sempre que existe um atentado do terror islâmico, a curiosidade aumenta. Provocar o terror é uma boa forma de relações públicas (fonte).

    Grã-Bretanha: época de eleição na Grã-Bretanha
    A secretária do interior se comprometeu que o futuro governo Tory irá, entre outras coisas, banir os pregadores do ódio islâmico, fechar mesquitas extremistas e reavaliar se os tribunais da Sharia na Inglaterra e no País de Gales são compatíveis com os valores britânicos.
    Reação dos islamistas? Alguns grupos muçulmanos dizem que os comentários de May são o mesmo que "islamofobia". E Manzoor Moghal, presidente do Muslim Forum, um grupo de especialistas, disse à BBC que as propostas de May irão violar a liberdade de expressão. (fonte)

    Grã Bretanha: líder trabalhista promete implementar a Sharia
    Sr. Miliband, líder dos Trabalhistas, pretende criminalizar críticas ao islão. A criminalização das críticas ao islão (e a Maomé) é parte da Sharia, que alega que o islão é perfeito. Logo, o que o  vai-se fazer é colocar a Sharia acima da lei britânica (fonte). PS. Felizmente, os trabalhistas pederam as eleições.

    Políticos dizem o que motiva da Jihad é "falta de oportunidades econômicas"
    Enquanto que o Boko Haram usa serras elétricas para degolar pessoas, o diretor do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Príncipe Zeid Ra’ad Al Hussein da Jordânia, diz que que os terroristas precisam de mais oportunidades econômicas, sociais e políticas para não serem terroristas.
    Enquanto que milhares de jovens deixam sua vida de liberdade, conforto e um futuro promissor na Europa, Canadá, EUA e Austrália para se tornarem jihadistas do Estado Islâmico, o diretor da CIA, John Brennan, diz que estes jovens são atraídos por causa da repressão política, pela economia, privação de direitos, e falta de educação.
    Isso não é piada de "primeiro de abril."
    O que eles querem é Sharia, mas isso nem o príncipe e nem o diretor da CIA desejam admitir.
    (fontefontefonte)

    EUA: Rua de Nova York tomadas pelas orações islâmicas
    Muçulmanos orando no meio de uma avenida. Normal, mas em qual avenida? É em alguma da França, Turquia, Iêmen, Arábia Saudita? Não, é só na famosa Madison Avenue, em Nova Iorque.
    O fato ocorreu em janeiro.

    EUA: Uma escola em Ohio cancelou uma atividade chamada "O Desafio da Menina Coberta" que mandava todas as alunas a usarem o hijab por um dia
    A Diretora cancelou após diversos protestos de pais e amigos usando argumentos tais como (Fonte):
    - o evento promovia uma única religião em detrimento das demais (já que não existe nada similar para as outras)
    - o hijab é um símbolo da opressão que as mulheres sofrem sob a Sharia
    - todas as meninas usando o hijab seria como caçoar do islamismo
    - ensinar sobre "diversidade" tudo bem, mas obrigar as pessoas é algo diferente.
    - enquanto que nos EUA as mulheres podem escolher o que vestir, na maioria dos países muçulmanos não existe a mesma liberdade.
    O fato é que se opor a misoginia islâmica não é mal. Este é um caso típico que mostra que ser intolerante contra aquilo que é ruim é algo bom!!! Neste caso, devemos ter tolerância zero com os preceitos da Sharia no tocante às mulheres. E nunca ceder à propaganda islâmica. Nunca.

    Um problema que existe na Europa
    e que vamos ver aqui também ... ampliado com o tráfico.


    Atualizações em março de 2014


    Igreja Anglicana cede espaço para orações islâmicas
    O cristianismo na Inglaterra está morto. Esse post é uma prova disso. Os muçulmanos não possuem muitas mesquitas, madrassas ou mesmo tariqas o suficiente para aprenderem sobre a sua crença? Possuem sim, mas isso é se apropriar culturalmente de um espaço pertencente a outra crença, e isso se chama guerra cultural. E os esquerdistas de plantão endossam essa prática, dizendo que é linda e multicultural. (Fonte)
    Mas vamos a mais uma perguntinha: Será que no Oriente Médio e todos os demais territórios dominados pelo islã os cristãos possuem esse privilégio? Resposta: Não. E pior: Se tentarem fazer o mesmo, eles são mortos.

    EUA ajudando jihadistas
    Abdelhakim Belhadj, o líder conhecido e polêmico da grupo líbio islamista que ajudou a derrubar Muamar Kadaffi, se juntou ao Estado Islâmico, ajudando este grupo a espalhar mais ainda o terror pelo norte da África. Ele fora apoiado pela administração Obama e especialmente pelo incentivo de Hillary Clinton, que pressionou o governo dos EUA a se envolver no conflito.
    http://benswann.com/hillarys-war-backfires-as-us-backed-libyan-rebel-leader-starts-isis-offshoot-in-libya/

    EUA: Mais um campo de treinamento da Jihad 
    Um campo de treinamento do ISIS foi descoberto em Nevada, EUA (cerca de 35 campos de treinamento jihadistas de outros grupos já foram detectados nos EUA na verdade há alguns anos)
    http://www.jewsnews.co.il/2015/03/06/wake-the-hell-up-america-isis-training-ground-busted-up-at-nevada-county-state-park/

    EUA: prefeito de Nova York estabelece feriados escolares islâmicos
    Individulamente existem mais chineses e hindús do que muçulmanos. Porque esta deferência? Será que as "contribuições sauditas" têm algo a ver com isso? (fonte)

    EUA: Univ. do Novo México proíbe crítica ao islão
    A Associação dos Estudantes da Univ. do Novo México passou uma resolução que bane toda e qualquer crítica ao islã, e solicita que a administração da universidade faça isso uma política da universidade. Isso é aplicação da Sharia (Fonte).

    Inglaterra: Oxford e Cambridge permitem a promoção do salafismo
    Universidades de Oxford e Cambridge consedem isenção para que muçulmanos radicais (diga-se bons muçulmanos) possam fazer suas pregações em seus respectivos campus (Fonte)

    Suécia: Funcionários de ambulâncias desejam usar armaduras à prova de bala
    Motoristas, médicos e enfermeiros querem proteção para poderem atender a população em bairros majoritáriamente muçulmanos. (Fonte)

    Suécia corta ajuda militar a Arábia Saudita por razões humanitárias
    Na minha opinião, a promoção do islamismo wahabista já seria razão para se cortar todos os laços. (fonte)

    Turquia: líder do partido governista AKP diz para o mundo se preparar para o "Califado do Presidente (turco) Erdogan"
    O governo turco do presidente Erdogan é deseja reviver o Império Otomano, e vem destruindo tudo o que Atatürk construiu (Fonte).


    Presidente do Egito diz que o pensamento islâmico está antagonizando o mundo todo
    Leia o que ele disse e o que isso significa neste link.

    Australia: Projeto para criminalizar a Sharia
    O grupo Sunshine Coast, que efetivamente pede a proibição de mesquitas, ao Parlamento Estadual. Eles pediram para a definição de "excluir qualquer candidato que defende, ensina ou pratica uma filosofia, ideologia ou sistema político que contradiz os princípios da Lei Australiana". Eles também solicitaram a Casa fazer alterações legislativas para excluir qualquer grupo ou membros que incentivam práticas como a lei Sharia, a subjugação da mulher, crimes de honra e casamento polígamo." (fonte)

    Atualizações em fevereiro de 2014
    A Destruição do Ocidente, e a substituição dos valores cristãos por valores islâmicos 
    Filósofo Olavo de Carvalho trata da erosão proposital dos valores cristãos que permeiam o ocidente, bem como sobre a Teologia da Libertação. 

    Diferenças fundamentais entre o império islâmico, o cristianismo, e os impérios ocidentais
    Filósofo Olavo de Carvalho responde a uma pergunta sobre o império islâmico, que sempre seguiu a receita de bolo estabelecida no Alcorão. A sua resposta inclui uma discussão sobre a falta de um caráter imperial do cristianismo, bem como sobre os impérios ocidentais, que se inspiraram no cristianismo.

    Aumento do estupro na Suécia correlacionado com islamização
    Quarenta anos depois de o Parlamento sueco ter decidido, por unanimidade, alterar a anteriormente homogênea Suécia em um país multicultural, o crime violento aumentou em 300%, e estupros aumentaram 700%. A Suécia é agora a líder na lista de países em termos de ocorrência de estupros, superada apenas pelo Lesoto, na África Austral. (Gatestone)

    Suécia planeja receber 400 mil novos imigrantes ... a população não foi consultada
    O grupo do plano de asilo secreto inclui Lars West Bratt, Eric Nilsson, Max Elger e Annelie Roswall Ljunggren, todos burocratas bem pagos trabalhando para governo de esquerda verde/vermelha.
    Estes esquerdistas pró-islâmicos tomaram a decisão de que a Suécia deve receber pelo menos 400.000 imigrantes do terceiro mundo nos próximos cinco anos. 130.00 destes novos habitantes do país serão "menores desacompanhados", ou seja, homens e meninos imigrantes ilegais dos quais um grande percentual será de prováveis jihadistas sírios. Isto tudo envolverá gastos astronômicos financiados com o dinheiro do povo sueco, cujos idosos já não conseguem usufruir sequer dos benefícios do seu seguro social, em função do número de imigrantes que dele já se utilizam, e incluem-se nisto as famílias de grande prole dos imigrantes muçulmanos de países como a Somália, por exemplo. (speisa.com)

    França terá um partido de islâmico
    Um partido de muçulmanos irá participar das eleições (Parisien). Em um futuro próximo, irão tomar o poder e implamentar a Sharia.

    Crescimento do movimento PEGIDA na Europa
    Nos últimos meses, um movimento de rua chamado Pegida- Patriotas Europeus contra a Islamização do - PEGIDA, surgiu do nada na Alemanha, visando "proteger a cultura judaico-cristã" e parada para o que chama a propagação do Islão. (Bare Naked Islam) Cadê o nosso PEGIDA tupiniquim?

    Lisboa: prédios antigos vão dar vez a uma nova mesquita
    Será que os portugueses ainda podem reclarmar e bloquear isto? Qual a orientação política do prefeito de Lisboa? É ele quem autoriza a construção? (O Corvo)

    França faz tudo para não ofender Maomé ou o Islão
    Isso se chama dhimitude: a situação dentro da qual os não-muçulmanos fazem de tudo para agradar os seus donos muçulmanos (O Globo)
    1. A artista franco-argelina Zoulikha Bouabdellah suspendeu a sua exposição "Feminina" que mostrava dentre outras coisas uma obra sobre a oração islâmica. O Observatório da Liberdade de Criação protestou contra o fim da exposição e a conduta do prefeito de Clichy, Gilles Catoire, do Partido Socialista.
    2. Dia 30 de janeiro, o grafiteiro Combo, foi agredido em Paris por quatro jovens por se negar a apagar o grafite que mostrava a palavra “coexistir” formada por símbolos das religiões islâmica, judaica e cristã.
    3. O espetáculo teatral “Lapidada” foi cancelado. Ele discutia a Circuncisão Feminina no Iêmen.
    4. O espetáculo do humorista Patrick Timsit, “Não se pode rir de tudo”, no Teatro do Rond-Point, em que o protagonista aparece abraçado a um obus, foi alterado para “não ferir a sensibilidade das pessoas após os atentados."
    5. O filme “Timbuktu”, em que o diretor franco-mauritano d’Abderrahmane Sissako denuncia o terror islamista no norte do Mali, foi desprogramado de salas na França e na Bélgica.
    6. O filme “O Apóstolo”, de Cheyenne Carron, que narra a conversão de um jovem muçulmano ao catolicismo, com projeções anuladas na cidade de Nantes, por receio de que a obra fosse percebida como “uma provocação à comunidade muçulmana."
    7. Na Bélgica, o Museu Hergé, consagrado ao criador do personagem Tintin, decidiu cancelar a exposição em homenagem a “Charle Hebdo”, em acordo com a polícia e o prefeito da cidade, por causa da ameaça terrorista que pesa também no país. 
    Ao final da sua vida, Maomé disse o segredo do seu sucesso:
    "Eu fui feito vitorioso com o terror." Bukhari, Vol. 4, Book 52, Number 220
    Islâmicos dizem que DINAMARCA será o primeiro país islâmico da Europa
    Ou seja, adotando a Sharia ... Leia resumo. 700 mil muçulmanos vivem na Dinamarca. Um terço do parlamento é de muçulmanos. Partido Muçulmano será o maior na Dinamarca. Esperam que com a entrada da Turquia na União Européia, um milhão de muçulmanos entre 20 e 50 anos se mudem para a Dinamarca. Leis pró-Sharia já estão sendo votadas, sob o disfarce de serem "contra a discriminação." (Pamela Geller).

    EUA: Fábrica de idiotas?
    Ministro de Estado dos EUA, John Kerry, disse que não se pode vencer o que não se entende e que muçulmanos se juntam à jihad por terem se tornados desempregados. (cnsnews.com)

    Áustria: aprovada lei que regulamenta o islamismo
    Lei proíbe construção de mesquitas com investimento extrangeiro, bem como que clérigos extrangeiros tomem conta de mesquitas e centros islâmicos.
    Precisamos do mesmo no Brasil para impedir a invasão salafista / wahabista / Irmandade Muçulmana, que se encontra em andamento. (bbc.co.uk/portuguese)

    Noruega: Islamistas como Arfan Bhatti, Mullah Krekar e Ubaydullah Hussain dizem abertamente que querem a lei islâmica introduzida na Noruega, acima da lei norueguesa
    Com tais pedidos de divisão no seu núcleo, é difícil ver como o Islã não pode estar em constante conflito com o seu entorno.
    Simplesmente houve nenhum debate real sobre os efeitos em cascata criados a partir deste curso de colisão cultural entre o humanismo e islamismo.
    Provavelmente, é chegada a hora de se dar uma olhada, muito crítica sobre o conteúdo do Alcorão e ver o que os valores e as sementes espirituais que ele pode plantar na mente das pessoas. Os europeus estão apenas começando a enfrentar uma realidade com a qual os israelitas vivem por anos.
    Na Europa, aqueles que parecem "fora de linha" correm o risco de serem destruídos, tanto público como no privado, por auto-intitulados "anti-racistas", que fazem o seu melhor para sabotar qualquer pessoa com a audácia de expressar uma opinião diferente da deles.
    De qualquer maneira, essa reação mostra que a abertura para a discussão de questões sensíveis não é muito melhor na Noruega do que no Paquistão.
    Os políticos precisam de ser especialmente cautelosos com aqueles que eles escolhem como assessores. É muito fácil ser um extremista vestindo a roupa de moderados. (Gatestoneinstitute)

    Terceira onda da Jihad contra a Europa, via imigração
    Estado Islâmico ameaça mandar 500.000 migrantes para a Europa como uma "arma psicológica" em eco arrepiante da profecia de Gaddafi que o Mediterrâneo "vai se tornar um mar de caos." (dailymail)

    Itália em alerta
    A Itália põe 5.000 soldados nas ruas em meio a temores de um ataque pelo grupo Estado Islâmico
    (express)

    Grã-Bretanha: Número de crianças muçulmanas dobra em uma década
    "Enquanto a população britânica está envelhecendo rapidamente, a metade da população de muçulmanos britânicos são de jovens abaixo dos vinte e cinco anos e dos jovens abaixo dos quinze chega a um terço."
    "Mas um estudo de um censo oficial feito pelo Conselho Britânico Muçulmano, diz que a população islâmica continuará a se expandir por mais décadas que "estão por vir", e de acordo com alguns especialistas, que isso mudará tudo, desde aspectos sociais à política externa."
    (Telegraph)


    Atualizações em janeiro de 2014
    Em 1989, o Monsenhor Lefevre já antevia as consequências da maciça imigração muçulmana para a Europa



    Atlas HarperCollins exclui Israel de mapa escolar para crianças do Oriente Médio para agradar aos muçulmanos
    Leia no link.

    Grã-Bretanha: Escolas muçulmanas estão causando sérias divisões na sociedade, devido a sua falta de diversidade
    E há denúncias de que nessas escolas há material que incita ao radicalismo islâmico. (Daily Mail)

    Inglaterra: escola cristã é fechada por não promover o islamismo
    (libertar.in)


    Como implementar o Califado em Sete Etapas Fáceis
    Será que tudo o que está acontecendo foi planejado a dez anos atrás?

    Dominação Do Islã no Mundo - Como os Muçulmanos estão Dominando o Planeta
    Este vídeo expõe a estratégia de conquista do islamismo de uma forma muito clara.


    China baniu todo tipo de chamada para as orações dos muçulmanos
    Vamos torcer para que a China influencie um outro "companheiro do BRICS." (JNews)

    Jovem britânico de 19 anos é preso por queimar o Corão
    Aí fica o questionamento: Queimar bíblias e invadir igrejas pode, não é grande mídia? Mas vai queimar uma mesquita ou o Corão em si. (Yorkshire Standard).

    Itália: Prefeito de Milão autorizar a construção de duas mesquitas sem o consentimento do Conselho
    O presente de Natal que o povo de Milão recebeu. O prefeito fez isso na calada da noite de indo contra algo que o Conselho da Cidade havia determinado. Pisapia é comunista. Sempre foi esquerdopata. É da "esquerda caviar" italiana. Mas a oposição e representantes da população de Milão já entraram com um processo de ilegalidade da decisão do prefeito. Há abaixo assinado de praticamente toda a população local contra essa construção, principalmente porque é em área histórica e turística. (imolaoggi)

    Suécia: duas notícias contraditórias
    • Suecos viram-se contra a imigração: "A Suécia, conhecida por acolher bem os estrangeiros, mudou de sentido, em dezembro, quando o partido de extrema-direita dos Democratas foi eleito terceira força parlamentar. Esta viragem política forçou o governo de esquerda a convocar legislativas antecipadas para 22 de março. Entretanto, uma sondagem refere que 43% dos suecos são a favor de corte no apoio aos refugiados." (euronews)
    • Suécia se rende: enquanto isso, se mostrar crítico à política de imigração do governo sueco pode dar cadeia (Daniel Pipes)
    Suécia: Faltam suecos em Malmö
    Em um futuro não muito distante, não haverão mais suecos em Malmö, que é a terceira maior cidade da Suécia. E o governo ainda diz que a sociedade sueca ainda não está multicultural o suficiente. (Speisa)

    Solução para a Islamização da França?
    A solução para os conflitos na França é simples. Basta dividir a França em dois, sendo uma das metades governadas pela Sharia. E a capital, Paris, sendo dividida em dois. Afinal, Paris é a quarta cidade mais sagrada para o islamismo no mundo (sarcasmo).
    Agora, sério, vejam este vídeo. Isso aconteceu a poucos meses atrás em Paris.



    França: Número de extremistas islâmicos cresce nas prisões
    Converter criminosos, convencendo-os que seus crimes podem ser justificados se cometidos contra não-muçulmanos. (fonte)

    República Tcheca: Político sugere que população crie cães e porcos para passearem com eles na frente das mesquitas, principalmente nas sextas-feiras
    A reportagem do Washington Post chama o político (descendente de japonês) de islamofobo. O repórter tenta se fazer de bomzinho para ser o último a perder o pescoço. (washingtonpost)

    Austrália: grupo islâmico quer substituir o governo e implantar a Sharia
    Grupo radical islâmico na Austrália, Hizb ut-Tathrir, anuncia publicamente num centro comunitário em Lakemba, ao oeste de Sidney, que está criando um exército de seguidores para impor a Sharia no país e assim, substituir o governo. (au.ibtimes)

    EUA: Universidade UCLA irá transmitir por autofalantas a chamada para a oração às sextas-feiras
    O sonho da laicidade está indo para o espaço. O que está acontecendo é a substituição do cristianismo pelo islamismo. A Universidade da Califórnia de Los Angeles (UCLA) passa a emitir o canto islâmico (adhan/azan) de chamado para as rezas muçulmanas das sextas-feiras pelos alto-falantes da Duke Chapel.
    As salat (orações) são praticadas cinco vezes ao dia (mais as das sexta-feiras). Portanto, preparem seus ouvidos pois em breve todas as vizinhanças ocidentais poderão ter tais chamados, inclusive de manhã bem cedo (e também aos finais de semana), graças ao crescimento da população de muçulmanos ortodoxos. E depois do adhan / azan, ainda há um segundo chamado, o iqama, que convoca os fiéis para se enfileirarem para as orações.
    O pior é que esta invasão do espaço sonoro público laico não é o mais grave dos problemas que tal ortodoxia em geral acarreta para a secularidade e liberdades civis dos países (e regiões) onde seus seguidores alcançam percentual significativo - o que, no caso deles, não precisa ser maior que 20% para se fazerem sentir sobre os não muçulmanos. As consequências da ortodoxia islâmica se farão sentir muito mais pesadas sobre as liberdades civis pelas pressões de seus seguidores e, finalmente pela pressão destes sobre as leis laicas. (Gatewaypundit)

    "NO-GO ZONES" ou "zonas proibidas" 
    "NO-GO ZONES" ou "zonas proibidas" são bairros que muçulmanos tornam em guetos islâmicos, onde a Sharia é implementada, e os serviços de segurança e cidadania são expulsos.

    Guetos islâmicos estão se proliferando na Europa. Algumas notícias recentes sobre o assunto:

    (1) Inglaterra: Assassinatos e estupros que acontecem nas zonas proibidas não são declarados para a polícia, pois nestas comunidades aplica-se um sistema próprios de justiça, a Sharia. 
    Isto tem ocorrido, por exemplo, na área central da Inglaterra (chamada de Midlands), o aumento da "justiça comunitária" fez decrescer o número de chamadas da polícia. 
    Este sistema de justiça paralelo e contrário às leis britânicas tem acarretado, por exemplo, no aumento das mutilações genitais das mulheres e dos crimes de honra, que acabam sendo mantidos em segredo.

    (2) França: reportagem do Gatestone Institute discute as zonas proibidas na França, citando vários incidentes e dois relatórios que evidenciam estes lugares "onde a polícia e da guarda civil não podem impor a ordem republicana ou até mesmo entrar sem o risco de confronto, projéteis, ou até mesmo disparos fatais. Nem mesmo os franceses ousam ir mais lá. Mas ninguém fala sobre isso em público, é claro. Nem aqueles que dizem, 'viva o multiculturalismo' e 'Paris é maravilhosa!' se atrevem a entrar nestes subúrbios."

    (3) EUA: Bobby Jindal, governador da Louisiana, criticou alguns países europeus que "permitiram que os muçulmanos estabelecessem bairros autônomos nas cidades, onde eles governam seguindo uma versão rígida da lei islâmica."

    (4) Resolvemos postar aqui duas reportagens de uma tv russa sobre o assunto, demonstrando a factualidade deste grave problema com filmagens documentais, muito mais eloquentes que as filmagens feitas por tais esquerdistas pró-islâmicos em horários estratégicos para tentar minimizar o problema.

    Suíca: Muçulmanos exigem que a cruz seja eliminada da bandeira da Suíça
    Os muçulmanos de segunda geração desejam abolir a bandeira Suíça por causa da cruz, alegando que a cruz não representa um país multicultural. (Grato a Gustavo Bourbon) (aargauerzeitung ; libertaddigital)

    Tribo mexicana sendo convertida à ortodoxia islâmica
    Notem que o vídeo é de 2008, imaginem como pode estar a situação atualmente!


    Dinamarca proíbe o abate para rituais religiosos
    Ministro diz que 'os direitos dos animais vem antes de religião'. (Olhar Animal)

    Itália: Chega de mesquitas!
    O governo de Lombardia do Norte na Itália, criou uma lei que proíbe a construção de mesquitas. (Shoebat)

    Atualizações em dezembro de 2014
    "Humanistas da Europa: é hora de darmos um basta à islamização", diz parlamentar suiço
    http://infielatento.blogspot.ca/2014/12/e-hora-de-dar-um-basta-diz-parlamentar-suisso.html

    Música "Islão não para mim." Faça o download e compartilhe!
    http://infielatento.blogspot.ca/2014/12/musica-islao-nao-para-mim.html

    Islão toma posse da Catedral Nacional Americana (Protestante Episcopal)
    http://infielatento.blogspot.ca/2014/12/islao-toma-posse-da-catedral-nacional-dos-EUA.html

    Islamofobia alemã? Não, islamo-náusea do mundo!
    http://infielatento.blogspot.ca/2014/12/islamofobia-ou-islamo-nausea-alema.html

    Europa Islâmica: Olha só o desejo do deputado.
    https://www.youtube.com/watch?v=MAptzyfEae0

    Os suecos estão vendo o seu país se transformar de um paraíso em um inferno (ou seja, um "paraíso islâmico") 
    Um total de 43% dos suecos são a favor de corte no apoio aos refugiados. O partido de esquerda, ao invés de enfrentar a situação de frente, faz manobras para permanecer no poder, e manter as mesmas politicas que criaram o problema.
    http://pt.euronews.com/2014/12/26/suecos-viram-se-contra-a-imigracao/

    Dinamarca: Extremistas islâmicos usam gangues criminosas para impor a Sharia nos guetos dinarmaqueses
    http://10news.dk/islamic-extremists-use-criminal-gangs-to-enforce-religious-sharia-laws-in-danish-ghettos/

    Dezessete mil e quinhentas pessoas foram protestar contra a islamização da Alemanha
    Mas em contra partida, doze mil idiotas foram protestar contra o movimento. E mais uma vez, foi provado que esquerdistas radicais não possuem pátria.
    http://www.ibtimes.co.uk/record-17000-anti-islamic-protesters-rally-against-islamisation-germany-1480681

    Austrália agora tem capelão da polícia muçulmano
    Deveria ser ele chamado de capetão ou cafetão? Brincadeiras à parte, isso é ruim. Para quem esperava que o posto de capelão fosse acabar em uma sociedade laica, a coisa está é ficando pior, muito pior.


    Nova Zelandia: Estado Islâmico de Aotearoa
    Muçulmanos da Nova Zelândia (sim, chegou lá também), declaram o Estado Islâmico de Aotearoa (o nome como os nativos chamam a Nova Zelândia).
    http://www.nzherald.co.nz/islam/news/article.cfm?c_id=500817&objectid=11366879

    Polícia canadense revela uma declaração do jihadista morto dentro do parlamento canadense
    Ele disse que "apenas existirá paz no mundo quando existirem apenas muçulmanos."
    http://www.vancouversun.com/news/Ottawa+shooter+confrontational+North+Vancouver+construction+site/10404090/story.html

    Londres: Polícia protege os jihadistas ao invés de prendê-los
    O que esta imagem mostra é triste e preocupante. A polícia londrina, outrora famosa, hoje está subserviente à Sharia e a islamização

    França inicia campanha para destruir igrejas católicas
    Uma brecha na legislação permite prefeituras demolir sem alvará. Prefeitos socialistas estão usando esta brecha para apagar a história francesa. Tudo vale se o negócio é impor a sua ideologia. Enquanto que os alicerces da civilização ocidental são destruídos, uma outra civilização, alienígena, cresce na Europa. (Fidespress)

    Mais uma escola dos EUA bane o Natal, e demais feriados cristãos, sob pressão dos líderes comunitários muçulmanos
    Desta vez, foi em Montgomery, estado de Maryland. O meu palpite é que isso irá durar até que apenas as datas islâmicas passem a ser feriado. Afinal, agir diferente seria racismo e islamofobia.
    O multiculturalismo cego e o politicamente correto (marxismo cultural) estão nos matando. (PCMD Gazette)

    Atualizações em novembro de 2014


    Real Madrid retira a cruz do seu símbolo para agradar o seu novo patrocinador: Emirados Árabes Unidos
    Se espalhar a intolerância religiosa é o objetivo, um banco do Oriente Médio marcou um gol contra, ao solicitar o Real Madrid para alterar o seu logotipo mundialmente famoso de modo que uma pequena cruz não apareça em um cartão de crédito oficialmente licenciado. Vergonha sobre o Real Madrid que vende a sua história por dinheiro. E isso em uma época onde o cristianismo, cultura nativa do Oriente Médio, está sendo exterminado. (Veja)


    Grécia: Bispo Metropolitano Amvrosios diz: "Seus filhos vão ser escravos dos muçulmanos"
    Ele se manifestou contra a "lei anti-racista", aprovada na Grécia, que, na prática, criminaliza a liberdade de expressão. "Com a entrada em vigor do projeto de lei anti-racista, todos os que falam sobre a pátria e patriotismo correrão o risco de prisão. Um padre que falar contra as Testemunhas de Jeová e outras religiões do púlpito, pode ser declarado um racista e preso."
    "Em breve vamos nos tornar estrangeiros em nosso próprio país de origem. Eu não sei se vou viver para ver estes tempos, mas seus filhos certamente vão ser escravos dos muçulmanos. A Grécia está a desaparecer, a fé está desaparecendo ... Mantenha a chama da pátria e da fé. A globalização não está batendo em nossas portas mais - ele já entrou em nossa casa", acrescentou. (Pravoslavie)
    O islamismo floresce onde a liberdade morre.

    França: imigrantes ilegais tornam Callais uma "selva sem lei" 
    A quantidade crescente de imigrantes ilegais que se amontoam na cidade francesa de Callais, na esperança de cruzar o Canal da Mancha para irem para a Inglaterra, criando toda a sorte de problemas, tem levado a que políticos franceses peçam pela reintrodução do controle de fronteira dentro da Comunidade Européia. (Daily Mail)

    80% dos muçulmanos londrinos apoiam o Estado Islâmico
    Eurábia: a Inglaterra se deixou invadir, e agora? (Frontepage)

    Dinamarca: jihadistas retornados encontram uma mão amiga
    No país, nem um único combatente regressado foi preso. A palavra de ordem é integrar, integrar, integrar. E dialogar com a comunidade muçulmana, incluindo a mais radicalizada.
    Eu não sei o que falar sobre essa notícia. Quer dizer que um dinarmaquês (qualquer um ou só se ele for muçulmano?) pode ir para um país extrangeiro cometer as barbaridades que forem, fazer terrorismo e lutar por uma organização que a Comunidade Européia definiu com organização terrorista, e ele é recebido como se nada tivesse acontecido? (Público)
    O que aconteceu com os dinamarqueses que resolveram odiar o seu próprio país a tal ponto de promoverem a sua própria destruição? 

    Indonésia: onde a Sharia de faz presente, cada vez mais
    Quem diz que a Indonésia é um exemplo de tolerância do islão está cometendo um grande erro.

    Atualizações em outubro de 2014


    Taliban paquistanês declara lealdade ao Estado Islâmico e a jihad global 
    E o apoio cresce ... O Taliban paquistanês declarou fidelidade ao Estado islâmico no sábado e ordenou militantes em toda a região para ajudarem o grupo jihadista no Oriente Médio em sua campanha para estabelecer um califado islâmico global (Reuters).

    A Turquia e o seu sonho de reavivar o Império Otomano
    Chefe do serviço secreto turco diz que o Ocidente deve se preparar para negociar com um movimento popular, e que devido ao grande número de pessoas querendo viajar para a Síria, é imperativo que o Estado Islâmico abra um consulado na Turquia. Bem, pessoal, parece que em breve a Turquia irá se aliar ao Estado Islâmico. (ADW)

    Sem querer entrar em questões "escatológicas" mas eu acho super interessante quando pessoas fazem considerações como a deste vídeo ... A Confederação da Besta Anunciada na Turquia.


    Polícia do Quênia fecha madrassa mantida pela família do presidente Obama
    Um fato que poucas pessoas sabem, a família do presidente Obana é muçulmana, e empenhada a propagar o salafismo. Recentemente, policiais quenianos fecharam uma madrassa sunita radical (escola islâmica) que utilizava um currículo islâmico extremista (ou seja, ensinava o verdadeiro islão). A madrassa que foi fechada diz-se estar conectada com os membros da família queniana do presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama (Examiner).

    Qatar e Arábia Saudita responsáveis por "terem acendido uma bomba-relógio através do financiamento da disseminação global do Islã radical"
    "Geral Jonathan Shaw, ex-Chefe Adjunto do Estado-Maior de Defesa da Grã-Bretanha, diz Qatar e Arábia Saudita são responsáveis pela propagação do Islã radical" (Telegraph). (PS: islão radical = islão como ensinado e praticado por Maomé).

    Cantores da Ópera de Paris se recusam a cantar a Traviata por causa de uma mulher usando uma niqab na audiência
    A ópera só começou depois que pediram para ela tirar a máscara ou se retirar. Ela se retirou com o seu acompanhante. Na França, de acordo com a lei, as pessoas não estão autorizados a usarem roupas que cubrem o rosto, incluindo máscaras, balaclavas (panos que cobrem o rosto com exceção dos olhos), capacetes e capuzes em espaços públicos (UK News). O niqab e a burca são acima de tudo uma questão de segurança pública.

    França: Jihadistas treinam abertamente em parque na cidade de Strasbourg
    (fonte) Será que a polícia não interveio com medo de ser acusada de ser racista e islmófoba?

    Grã Bretanha: escola cristã foi rebaixada por inspetores educacionais
    Motivo: por não ter convidado um imã para presidir as orações e dar aulas. A escola é acusada por não seguir os princípios britânicos de "tolerância." Ora, desde que a escola siga o currículo, por que isso? (Telegraph)

    Suécia em queda livre, se individa para custear a imigração
    A Suécia pede emprestado 10 milhões de coroas por hora para financiar a imigração muçulmana. Ou seja, ao invés de resolver o problema, se individa cada vez mais. A ideologia dos governos socialistas suecos não muda, mesmo quando a realidade dos fatos diz mostra algo diferente. (YouTube)

    Reino Unido: União Nacional dos Estudantes preparam uma moção para condenar Estado Islâmico, mas a moção nem chega a ser votada em meio a alegações de "islamofobia"
    A alegação é de que se condenar o Estado Islâmico estaria-se criando condições para islamofobia. É com ações como esta que civilizações morrem e disaparecem. (Independent)

    Atualizações em setembro de 2014

    Nós, os Vermes
    Vale a pena ler o que um europeu lusófono pensa sobre o desmoronamento da civilização européia que acontece hoje (Folha).

    Alemanha: Polícia da Sharia
    Primeiro foi a FRANÇA e a INGLATERRA a ficarem de joelhos. Agora, muçulmanos "moderados" preparam a implementação da lei islâmica na Alemanha (e depois no resto do mundo) (Avpixlat).


    Estado Islâmico declara intenção de conquistar a Península Ibérica
    (Fonte) Para os muçulmanos devotos, toda terra que tenha sido islâmica, deve permanecer islâmica. Os jihadistas inclusive circulam vídeos nos quais monumentos espanhóis aparecem com a bandeira do Estado Islâmico (Observador).

    A Islamização do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda do Norte)
    Um artigo que resume bem o que está acontecendo por lá.

    Será que um cardeal aposentado se converteu ao islão, ficou senil ou é apenas um idiota útil?
    Leia este artigo no link.

    Reino Unido, a rede de lanchonetes SUBWAY elimina porco do cardápio 
    Toda rede decidiu retirar do seu cardápio o presunto e o bacon, e também a carne será toda Halal para satisfazer a sua clientela muçulmana. (os infiéis que se danem) (JN).

    Em Minesota (EUA), os muçulmanos estão exigindo que os benefícios sociais que eles recebem sejam todos Halal 
    Incluindo-se a comida que eles recebem de graça. (Dizem que não fazer isso é opressão) (Federalist).

    Canadá mostra um caminho de resistência
    O governo canadense começa a invalidar passaportes de cidadãos que deixaram o país para participarem de grupos extremistas. A ação significa que jihadistas canadenses na Síria e no Iraque podem efetivamente serem presos. Seus passaportes já não são válidos e, portanto, não podem ser usados para retornar ao Canadá. Também não podem ser usados em outros lugares para viajar. (National Post).

    Londres: Os porquinhos cor-de-rosa
    Nick Barnfield e Sarah Cleaves estavam viajando com sua filha Heidi em um ônibus de Sheffield para Doncaster, quando sua filha de15 meses de idade, começou a chorar e os pais procurando acalmar Heidi começaram a cantar uma canção de um desenho animado muito popular na Holanda, os Peppa Pig. O casal ao fazer ruídos para imitar os porquinhos, uma muçulmana virou para eles de forma agressiva e diz que eles estavam sendo racista pois deveria saber que muçulmanos não comem carne de porco.
    Conclusão: a muçulmana reclamou do casal ao motorista. Nick e Sarah não tiverem oportunidade de explicarem e de forma humilhante eles foram jogados para fora do ônibus 2km de distância de sua casa. fonte
    Atualizações em agosto de 2014
     
    Arcebispo de Mosul, no exílio, alerta que nós seremos vítimas de perseguição em breve

    China: oito jihadistas foram executados
    Eles são os responsáveis por atentados na Província de Xinjiang e na Praça Tiananmen (Reuters). A China e a Rússia parecem ser hoje os únicos países que não se curvam ao islamismo (e nem ao “politicamente correto”).

    FRANÇA: O medo aumenta à medida que país se submite ao Islã
    Pesquisas mostram que mais de 70% dos franceses esperam que a França vá se tornar um país submisso ao Islão. Com 8 milhões de muçulmanos, a França é o maior país islâmico da Europa (JN).

    França: Um sexto dos franceses diz apoiar o Estado Islâmico (ISIS)
    Pesquisa mostra também que 2% dos alemães e 7% dos britânicos também têm uma visão favorável do ISIS. Seria de se esperar que não houvesse simpatia alguma. O mais alarmante é que um número crescente de europeus, notadamente de ascendência islâmica, ou recém-conversos, além de expressarem o apoio, estão viajando para a Síria e para o Iraque para se justarem ao grupo. Quando dividido por faixa etária, a coisa é mais alarmante ainda, pois, na França, quanto menor a faixa etária, maior o apoio ao ISIS, sendo que 27% dos jovens franceses entre 18 e 25 anos têm uma atitude positiva com respeito ao ISIS (Vox). Eu atribuo este percentual ao fato do crescimento demográfico dos muçulmanos ser maior que o da população francesa nativa.



    Alemanha: 52% dos alemães dizem que o islão não pertence à sociedade alemã

    Noruega: grupo muçulmano deseja um “estado islâmico independente” ou coisas piores do que “11 de Setembro” irão acontecer
    Um grupo terrorista muçulmano, Ansar al-Sunna, ameaça que um ataque rivalizando com 9/11 será lançada sobre a nação escandinava, caso uma parte do capital da nação não se transforme em uma nação muçulmana governada pela sharia.

    "Nós não queremos ser parte da sociedade norueguesa. E nós não consideramos necessário de nos afastarmos da Noruega, porque nascemos e crescemos aqui. E a terra de Alá é de todos.

    "Mas vamos tornar Grønland nossa. Feche esta parte da cidade e deixe-nos controlá-la da maneira que desejarmos. Esta é a melhor alternativa para as duas partes.

    "Não queremos conviver com animais sujos como vocês."

    EUA: Bandeira do Estado Islâmico (Califado) em Nova Jérsey
    Mostrar abertamente a bandeira do Estado Islâmico nos EUA hoje, seria como mostrar a bandeira nazista durante a Segunda Guerra. O fato de que isso acontece com impunidade, indica que os EUA estão totalmente infiltrados, e suas autoridades totalmente alienadas ao vulcão que está sendo formado sob os seus próprios pés.


    EUA: Existe 22 Campos de Treinamento da Jamaat ul-Fuqra dentro dos EUA
    Jamaat ul-Fuqra é uma organização jihadista islâmica (terrorista) de origem paquistanesa, com conexão com a Irmandade Muçulmana, a Al Qaeda e com o recém-formado Estado Islâmico (Califado), e com financiamento oriundo dos países do Golfo Pérsico (Arábia Saudita, Qatar, Emirados). Apesar de várias denúncias das autoridades policiais, o governo federal dos EUA se recusa a tomar providências. “Em outras palavras, o FBI não pode agir porque o Presidente e o Departamento de Segurança Interna não se recusam a classificar este grupo (chamado de “Muçulmanos nos EUA”, em iglês Muslims of America,  MOA), cujos laços com o Jamaat ul-Fuqra são conhecidos há décadas, como uma Organização Terrorista Estrangeira, apesar de uma montanha de evidências. Dentro dos Campos de Treinamento, eles têm até musiquinha:

    "Vamos juntar minhas tropas e o exército",
    Diz o nosso Sheikh Gilani.
    "Prepare-se para sacrificar sua cabeça.
    "Um verdadeiro crente nunca está morto.
    "Diga" Vitória está no ar, '
    "O sangue do kafir (não-muçulmano) não será poupado."

    (fonte: Mad World, a siga os links de dentro)


    Em 2005, um estudo apontava que 80% das mesquitas nos EUA eram controladas pelo Wahhabis sauditas.
    Além de de construir novas mesquitas, comandadas por imãns sauditas, a estratégia involve também tomar conta das mesquitas existentes. Neste caso, os sauditas oferecem financeira em troca de um imã saudita. O imã então começa a dizer que os muçulmanos não estão rezando direito e não estão seguindo a lei islâmica como deveriam. E a coisa toda se radicaliza.
    O mesmo acontece ao redor do mundo. A reportagem diz que os sauditas estão investindo 80 bilhões de dólares neste projeto ao longo de 3 décadas.
    E é assim que eles estão entrando no Brasil também.
    Seria necessário fazer como a Noruega que proibiu os sauditas de entrarem trazendo a sua doutrina Wahhabi e a construção de novas mesquitas. (jihadwatch.org)

    EUA: 3 igrejas vandalizadas com graffiti islâmico
    Todas localizadas em Columbus, Indiana. Em uma delas foi escrito “infiél”; na segunda, foi escrito “Alcorão 3:151”; e na terceira, foi escrito “Alcorão 19:88.” O que dizem estas passagens? Alcorão 3:151 diz “Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído parceiros a Deus, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso. E o seu refúgio será o fogo, e miserável é a residência dos malfeitores.” E o Alcorão 19:88 diz “E eles dizem: "O Misericordioso tomou [para si mesmo] um filho", passagem relativa à acusação de que os cristões tomaram erradamente a divindidade de Cristo.  (The Blaze)


    Atualizações em julho de 2014

    Grupos Internacionais endossam apoio ao Estado Islâmico (Califado) declarado pelo ISIS
    Quem acha que esta história de « califado » é brincadeira, pense novamente. Vários grupos islâmicos ao redor do mundo têm manifestado o seu apoio o Califado.
    (1) Mais de mil pessoas na Indonésia estão "prontas para lutar" para ISIS, na Síria e no Iraque (Asia News).
    (2) o grupo militante paquistanês Tehreek-i Khilafat declarou sua lealdade ao Estado Islâmico do Iraque e al-Sham do (ISIS) (Times of India)
    Atualização: 
    (3) Grupo rebelde na Síria assina pacto de não-agressão como Estado Islâmico (Alarabiya)
    (5) Taliban paquistanês declara lealdade ao Estado Islâmico e a jihad global (Reuters)

    Banir o Niqab e a Burca? Bom, mas não suficiente: é preciso encarar de frente a ideologia islâmica
    Banir a niqab e a burca é como fazer um curativo em uma ferida mortal. É algo mais psicológico do que uma solução definitiva. Sim, muçulmanos que imigram para a Europa estarão menos inclinados em irem para lá. Mas é um dedo na represa. A imigração muçulmana é um problema. Mas a dawa (propaganda) vai continuar. É preciso encarar a ideologia de frente e combate-la.


    • Corte de Direitos Humanos Européia considera legal a lei francesa que proibe o niqab e a burca (BBC).
    • Noruega proíbe a construcão de mesquitas financiadas pela Arábia Saudita (PamelaGeller).
    • Espanha: Catalunha pretende avançar com planos de proibição da burca (The Local).

    Atualizações em junho de 2014

    Essa história é simplemente inacreditável. Uma terapista ocupacional do serviço social britânico foi disciplinada porque ela rezou com uma colega muçulmana, levou-a  a participar de esporte comunitário organizado pela igreja que ela faz parte, e por último, de ter dado um livro cristão. Coincidência ou não, a lei islâmica proíbe que os muçulmanos sejam expostos a material de outra religião. Fica a pergunta: se tivesse sido o contrário, ou seja, a muçulmana dando material islâmico para a cristã, haveria alguma punição para a muçulmana? (Telegraph

    Reino Unido, Lei Islâmica sendo implementadaCasal recebe um ano de prisão por colocar bacon na porta da mesquita Se eles tivessem profanado uma igreja, eles estariam servindo a um ano de prisãoNão. Enquanto o que essas crianças fizeram foi algo tolo, serem condenados como criminosos comuns? Por causa de uma piada de mau gostoSim, é isso que acontece na “Sharia Britania.”  (BBC

    Grã-Bretanha: Fundamentalismo leva Reino Unido a intervir em escolas
    O governo britânico está em crise por causa da tentativa de grupos islâmicos em ganhar o controle de escolas primárias. O governo britânico tem feito vistas grossas a denúncias que os salafistas (aqueles que desejam um islão puro) estão tentando controlar escolas na Grã-Bretanha. Ministros chegaram a chamar quem levantava o problema de 'racistas e islamofóbicos' ... mas o problema explodiu agora depois que documentos relacionados a "Operação Cavalo de Tróia" (como os salafistas a chamavam) foram descovertos  (Opinião e Notícias). 
      
    Um escândalo que abala a presidência do Barack Hussein Obama: um acordo secreto feito com o Talebã
    Leia no link. Muito interessante.  Na verdade, o que o Obama fez foi uma traição e fala-se do seu impeachment. 

    Atualizações em março de 2014

    Bélgica, a caminho de ser a primeira capital islâmica da Europa

    Europa Enlouquecida: inglês preso por citar Churchill, enquanto que uma cristã foi expulsa da igreja

    Irlanda: pastor sendo processado por ter dito a verdade ...
    Pastor McConnell disse: "O Islã é pagão, o Islã é satânico, o Islã é uma doutrina gerada no inferno." Considerando o que o islão leva as pessoas a fazerem e agirem, sim, o islão é demoníaco. (Belfast Telegraph)

    Ucrânia: Muçulmanos chamados para Jihad
    A coisa vai ficar feia na Ucrânia. A população reminescente dos Tártaros (os turcos/mongóis islâmicos que fizeram jihad no Leste Europeu por séculos até serem derrotados pelo Ivan, o Terrível) está sendo chamada para uma Jihad contra a Rússia! (LongWarJournal)

    Suécia: imigrante da Bósnia vê acontecer na Suécia os mesmos problemas que a levaram a imigrar
    Em 2011, Malmö teve 13 explosões de bombas em apenas seis meses. Nos primeiros cinco meses de 2014, a cidade, predominantemente muçulmana, teve cinco explosões de granadas de mão, além de outros tipos de bombas. "Eu moro em Malmö há mais de 17 anos, em um apartamento muito bom. Mas agora eu não vou viver aqui por mais tempo, eu quero me mudar ", diz ela. ... (Sydsvenskan). A Jihad não tem fim, não para nunca, até que o seu objetivo seja alcançado: a implementação total da sharia.

    Finlândia: livro das Testemunhas de Joevá será inspecionado pelo ministério do interior para ver se ele se enquadra na lei norueguesa. 
    Tomara que o mesmo seja feito com o Alcorão em breve. (yle)

    Alemanha: um turco foi admitido em um hospital, administrado por freiras, se trna violento por causa dos crucifixos
    Após ser admitido, ele começou a reclamar que haviam crucifixos demais nas paredes, começou a chamar as enfermeiras de prostitutas, facistas, etc., e se tornou ameaçadoramente violento. A polícia foi teve que ser chamada e ele acabou preso. (Mainpost)

    Meninas italianas são multadas em $ 3500 para cada, porque estavam usando roupas de banho Perto de muçulmanos em Praia na Itália.
    As meninas que são jovens na idade entre 17 e 20 anos, foram comparadas a prostitutas por conta da roupa que usavam, em breve veremos mulheres sendo açoitadas em praça ou melhor, em praias públicas na Europa! A invasão da Lei Sharia continua praticamente sem controle em toda a Europa, ou, como neste caso, auxiliado por um tribunal italiano e seus cúmplices. Parece que quando se vai para a praia agora na Itália, é sábio se embalar em um guarda-roupa completo contendo outro traje de praia fechado, pois o país esta se rendendo as loucuras ultra conservadoras do Islã. Tudo isso a fim de evitar ofender os estrangeiros, especialmente os ricos muçulmanos que se consideram superiores às mulheres e a toda a população do país em geral. (Jewsnews)

    França: muçulmano desenrola tapete de oração na igreja e lê versos do Alcorão durante a missa de Páscoa
    O muçulmano deixou uma mensagem escrita no livro de visitas da igreja. A sua mensagem é um trecho da sura 112 do Alcorão que avisa contra a afirmação de que Jesus é Filho de Deus (Diversity Nacht Frei).

    Isto é supremacismo islâmico. O imperativo religioso de destruir e conquistar. Existem mesquitas suficientes na França. Mas ele escolheu a Páscoa para mandar um recado: “Nós estamos vindo para você. A sua religião é falsa. Todos os seus princípios religiosos são islâmicos. Todo mundo é muçulmano, incluindo Jesus, Moisés, Abraão etc.

    Jihadista da Al Qaeda afirma em um vídeo: "Temos de eliminar a cruz. ... O portador da cruz são os Estados Unidos! "
    Afirmações deste tipo é que fazem com que segmentos da esquerda (notadamente a chamada "esquerda revolucionária") ache que o islão é parceiro na luta contra os "estadunidenses" e contra o "capitalismo." Só que o islão não tem nada de "progressista" ou "socialista." Na verdade o islão implica em um  regime feudalista (no qual o poder é concentrado ao redor dos clérigos que juram fidelidade ao líder maior, o califa ou seu representante)! Além do mais, tomando o poder, o islão não vai repartir o poder com ninguém. Ou seja, a esquerda vai ser colocada para escanteio com duas opções: conversão ou morte.  (CNN)

    Reino Unido: escolas públicas discriminam alunos não-muçulmanos
    Escolas em Birmingham estão segregando ilegalmente alunos, discriminando os estudantes não-muçulmanos e restringindo o currículo GCSE para "cumprir ensinamento islâmico conservador", um relatório oficial vazado para The Telegraph revela. O relatório, em três escolas da cidade, segue semanas de controvérsia sobre o suposto plano para "islamizar" escolas seculares em Birmingham e vai levar a pedidos de intervenção.

    Noruega: Muçulmanos exigem que uma parte da capital da Noruega se torne uma nação islâmica ou outro 11/9 irá acontecer
    um grupo terrorista muçulmano, Ansar al-Sunna, ameaça que, se uma parte da capital do país não se transformar em uma nação muçulmana governada pela sharia, um ataque rivalizando o 11 de setembro será lançado sobre a nação escandinava. (Examiner.com) FB

    Noruega: clérigo muçulmano pede decapitação daqueles que não conseguem jejuar no Ramadã
    Um imã muçulmano, Fayed Sarased Ali Bukhari. está pedindo a decapitação de todos aqueles que não conseguem jejuar durante o Ramadã. Ele diz que "se uma pessoa não faz jejum durante o Ramadã , ele está zombando Islã, e se a pessoa está em um estado muçulmano , as autoridades devem decapitá-la ." Ele afirmou ainda que "uma pessoa que não executa suas orações diárias, e é maior de idade e de mente sã, a punição mais branda em um estado islâmico é o encarceramento.”  Sem que isso seja alarmante o suficiente, este imam norueguês quer estabelecer uma escola para 200 crianças na região de Oslo. (Examiner.com)

    A moderada Autoridade Palestina promete 74.000 mil dólares para as famílias de terroristas da jihad "mártires"
    O dinheiro que financia a Autoridade Palestina vem de doações da União Europeia e os EUA, o que significa que eles estão a financiar a Jihad. (Arutz Sheva)

    Grã-Bretanha: jihadista que treinou 7/7 jihad bombardeiro configura escola primária islâmica
    Parece mesmo que Grã-Bretanha galopa em direção à Sharia e rendição total. Desta vez, Sajeel Sahid, um suspeito de terrorismo, que treinou o líder dos terroristas em Londres, foi autorizado a criar uma escola primária islâmica, ensinando crianças a partir de três anos de idade (Mail).

    Repórter russo: "Em certas partes de Paris, é quase impossível encontrar um francês
    Na Europa, os bairros com uma população muçulmana significativa têm se tornado uma zona proibida (“no go zone”) para os não-muçulmanosonde os guetos de imigrantes se transformaram em guetos criminais. A polícia se recusa a ir para essas áreas a menos que eles estejam em gruposmuitas vezes armados. Muçulmanos se divertem em, deliberadamente, atear fogo nas latas de lixo de modo a atraírem os bombeiros para atacá-los. A reportagem é da TV Russa. http://youtu.be/bf31HbHLRwA  





    Austrália: problema nas praias
    Austrália: O multiculturalismo não está funcionando tão bem como prometido nas praias de Melbourne 
    A polícia terá como objectivo acabar com a violência e comportamento anti-social nas praias com uma nova força-tarefa. "Nós estamos recebendo um grande número de visitantes multiculturais [ou seja, muçulmanos] de fora da área que vem à nossa praia e muitas vezes as diferentes culturas não se misturam", disse o presidente to clube de surf. "Eles se reúnem em às centenas perto do cais e, infelizmente, vemos combates e danos aos carros" (Herald Sun)


    Rússia: problema nas praias 
    Jihad contra os biquinis nas praias, onde, literalmente, mulheres em biquinis têm sido vítima de atentados, uma delas tendo perdido a perna em uma mina (The Daily Beast). Agora, a primeira praia “compativel com a sharia” está sendo estabelecida no Dagestão, a república russa com a maior incidência de terrorismo islâmico. Deste modo, as praias não irão mais exibir o pecaminosao corpo das mulheres (AsiaNews). Mas nem todas as mulheres estão satisfeitas com isso. "Primeiro, eles fazem ameaças mortais por se vestir um biquíni; depois, eles vão querer nos parar de usar nossos shorts e calças jeans, para então proibir-nos de ir a restaurantes e universidades", diz Bakanai Huseinova, um gerente de uma empresa financeira no Daguestão. Huseinova teme que o aumento dos ataques terroristas irá no fim começar a pressionar e controlar todas as esferas da vida das mulheres, seja vida social, familiar e espiritual. Ataques terroristas têm sido crescentes, não só contra as mulheres de biquíni, mas contra todos os símbolos da sociedade secular do Daguestão. Só neste ano, houveram mais de 200 ataques terroristas em lojas do Daguestão que vendem alimentos, cafés e saunas que vendem bebidas alcoólicas, bem como sobre os centros religiosos e delegacias de polícia. Os ataques mataram centenas de assistentes sociais, deputados locais, policiais, oficiais de alta patente do exército, mesmo imãs. Além disso, dois diretores de escolas que se manifestaram contra alunas vestindo o hijab foram mortos este ano no Daguestão (The Daily Beast). A islamização acontece assim, uma concessão após a outra, uma ameaça após a outra, um ato de violência após o outro, até que a sharia controle todos os aspectos da vida de muçulmanos e não-muçulmanos.



    Rússia: o fudamentalismo toma conta da Chechênia
    Enquanto a insurgência islâmica no Daguestão está tentando intimidar as mulheres para seguir a lei islâmica, na república vizinha da Chechênia a própria liderança tomou a iniciativa. Mulheres que não se cobrem com véus estão proibidas de entrar em prédios do Estado; meninas adolescentes são obrigadas a vir para a escola com o cabelo coberto. No outono passado, as mulheres vestidas sem mangas e saias curtas foram perseguidas e baleadas por pistolas de tinta nas ruas por uma “polícia da moralidade” semi-oficial. Folhetos foram distribuídos neste verão nas escolas de meninas muçulmanos advertin: "o comportamento é importantes para as mulheres: uma muçulmana não deve falar alto ou olhar diretamente para os olhos dos homens." As iniciativas são apoiadas no topo: o presidente checheno Ramzan Kadyrov , empurra o novo código de vestimenta islâmico, e sua esposa tem uma casa de moda que cria padrões de vestimenta islâmicas. Na televisão estatal, programas são dedicados a instruir as mulheres sobre a aparência adequada para uma muçulmana pura , e os modelos aparecem em vestidos longos e com faces veladas (The Daily Beast).


    RÚSSIA: A muçulmana Chechênia abraça a sharia e os crimes de honra
    Nos últimos cinco anos, os corpos de dezenas de jovens chechenas foram encontrados jogados no mato, abandonado em becos e abandonados ao longo das estradas da capital, Grozny, e aldeias vizinhas .

    Ramzan Kadyrov, presidente checheno, anunciou publicamente que as mulheres mortas tinham uma "moral frouxa" e foram legitimamente mortas por parentes do sexo masculino. Ele passou a descrever as mulheres como propriedade de seus maridos, e disse que seu principal papel é ter filhos. "Se uma mulher corre ao redor e se um homem corre ao redor com ela, ambos devem ser mortos", disse Kadyrov, que muitas vezes declarou seu objetivo de fazer da Chechênia "mais islâmico do que os islâmicos."

    Na Chechênia de hoje o álcool é quase proibido, códigos de vestimenta islâmicos devem ser respeitados e casamentos poligâmicos são apoiados pelo governo.

    Alguns observadores dizem que a tentativa do Sr. Kadyrov de impor a lei islâmica viola a Constituição russa, que garante a igualdade de direitos para as mulheres e uma separação entre Igreja e Estado. (Abril/2012,
    Washington Times

    MOSCOU diz "Nyet" para mais novas mesquitas na capital porque novas mesquitas atraem mais muçulmanos
    (CS Monitor) Então, quando é que eles vão dizer "nyet" para os colonizadores muçulmanos que pululam na Rússia? Enquanto isso, o exemplo é seguido: enclave russo de Kaliningrado também bane novas mesquitas (Vestinik Kavkasa). 

    Grã-Bretanha: Escola proibe todos os produtos suínos do cardápio, e os substitui com carne halal 
    A escola tem apenas um pequeno número de muçulmanos, mas isso não importa: o princípio é constantemente reforçado que sempre que leis e costumes islâmicos entram em conflito com o costumes e leis ocidentais, é este último que deve ceder. Ninguém na completamente intimidada e assustada Grã-Bretanha de hoje sonharia em dizer aos pais de estudantes muçulmanos dessa escola que os seus filhos estão livres para não comerem a carne de porco ou a carne não halal, mas que ambos ainda iriam ser oferecido. Isso seria "islamofobia". (Daily Mail)


    Atualizações em fevereiro de 2014


    EUA: Grupo negro pede a muçulmanos pelo fim do racismo
    Grupos negros de Detroit iniciaram uma campanha pedindo aos muçulmanos americanos a se absterem de utilizar as palavras árabes "abed" e "abeed", citando que elas, ao serem traduzidas do árabe, tornam-se insultos raciais contra os negros. A palavra 'abed', e sua forma plural 'abeed’, significa um "escravo" ou "servo" na língua árabe" (Detroit Free Press). Estas palavras também significam “negro”, por causa do tráfico de comércio escravo islâmico.

    Muçulmano em Toronto tentar decapitar homem em um café depois de matá-lo sem motivo
    Depois de matar um bombeiro sem motivo, Nabil Huruy, de 23 anos, tentou decepar a sua cabeça, no melhor estilo dos "guerreiros sagrados". Isto se chama Síndrome da Jihad Súbita, um evento cada vez mais comum no Ocidente. O bombeiro, Dominic Parker, deixou mulher e duas filhas. (The Muslim Issue)

    Brava cristã alemã contra o Islamismo
    Uma pequena mulher, sozinha, contra a corrente que está destruindo a Alemanha e a Europa. Muitos se calam, por medo, por estarem muito ocupados, por estarem entretidos com os confortos da tecnologia ... uns poucos se levantam. Não pense que isso não pode acontecer no Brasil. Quando isso acontecer, o que você vai fazer? http://www.youtube.com/watch?v=neJ8exLX7d4



    Atualizações em janeiro de 2014

    Este sim é um “islamófobo” ... não vai zombar de Maomé porque? Está com medo de quem? 


    Atualizações em dezembro de 2013
    Um retrato que mostra com bastante clareza o grande buraco onde a Europa se meteu. 
    Lembre-se da "lei dos números do islão":
    1. Quando em minoria dizem "Nós somos da Religião da Paz"
    2. Quando em minoria significante, eles exigem tratamento especial
    3. Quando em maioria, eles exigem a Sharia (lei islâmica) 


    Funcionários muçulmanos da loja londrina Marks & Spencer podem se recusar a vender álcool e carne de porco

    Marks & Spencer diz que seus funcionários muçulmanos não tem que vender carne de porco ou o álcool para clientes. Na prática, isso faz com que os clientes que estejam comprando bebida alcoólica ou carne de porco tenham que esperar mais tempo nos caixas (Telegraph). Porque este tratamento preferencial?



    Protesto Muçulmano Anti-Álcool em Brick Lane

    Uma marcha planejada por muçulmanos contra a venda e consumo de álcool no coração do leste de Londres tem atraído "apoio esmagador" de todo o país, segundo os organizadores. Os manifestantes pretendem protestar na sexta-feira em Brick Lane, Tower Hamlets, visando as lojas que vendem álcool em uma rua famosa por seus bares e restaurantes de comida à base de curry. Os manifestantes disseram que a venda de bebida alcoólica é anti-islâmica e que ela causa problemas sociais (ibtimes). Na verdade, o islão é um problema social. 






    Esta foto é da Madison Avenue, em Nova Iorque e Não de algum lugar do Oriente Médio

    Enquanto que os símbolos religiosos e referências, notadamente aos ligados ao cristianismo, estão sendo apagados da esfera pública, por exemplo, cenas do presépio do Natal, muçulmanos, impunemente, fazem as suas orações de sexta-feira nas ruas. Isso é multiculturalismo e o políticamente correto totalmente desvirtuados.  A mensagem aqui, como acontece na Europa, é que eles estão tomando posse dos Estados Unidos para Alá.






    Espanhóis testam método radical de luta contra construção de mesquitas

    Eles enterraram um porco em um lugar onde uma mesquite seria construída. Voz da Rússia. Mais uma vez, os nossos valentes amigos porquinhos lutando pela liberdade!!! Contudo, da próxima vez, sugiro aos espanhóis que apenas passeiem com os porquinhos como se eles fossem cachorrinhos.






     Antigo Arcebispo de Canterberry avisa que a Igreja da Inglaterra (Anglicana) pode estar extinta em 25 anos

    Ele diz que a igreja anglicana está falhando em atrair os jovens (Telegraph).
    A minha reflexão é a seguinte:
    1. Existe o aspecto civilizacional, onde a base é a cultura greco-romana / judáico-cristã. Não é preciso ser uma pessoa religiosa para aceitar isso. 
    2. Existe o aspecto religioso em sí.
    O que ocorre na Inglaterra é que os dois aspectos estão sendo minados... abrindo caminho para um outro padrão civilizatório e outra religião


    Atualizações em novembro de 2013
    Grã-Bretanha: um homem fala o que pensa sobre o islão e agora é procurado pela polícia ... acusado de racismo
    Esta história me lembra o que acontece no Paquistão com a lei da blasfêmia, e revela bem o que está se passando na Grã-Bretanha. O vídeo abaixo não mostra o que provocação levou o homem a extravasar em voz-alta. Ele diz coisas negativas sobre o islão (negativas, porém verdadeiras), diz ser cristão e que Maomé não é profeta. Por isso, ele é procurado pela polícia, presumivelmente por "racismo".  (YouTube, Newman Recorder

    Apresentadora de TV norueguêsa suspensa por usar uma cruz depois que muçulmanos reclamaram que “a cruz nos ofende”
    Parece brincadeira, mas aconteceu mesmo. Kristin Saellmann, uma popular apresentadora de TV de notícias na Noruega, foi suspensa de seu emprego por aparecer no ar com uma cruz (1,4 centímetros de comprimento) em seu colar. A jornalista, uma dos mais conhecidas populares na televisão pública norueguesa, foi suspensa e proibida de apresentar seus programas ", para evitar que eles sejam uma fonte de discórdia e crimes." (Pravolavie

    Grã-Bretanha: crianças de 8 são "racistas" se não participarem de uma “excursão ao islão.”
    Diretora da escola Littleton Green Community, em Staffordshire, escreveu uma carta aos pais dizendo sobre a participação em uma atividade multicultural chamada “Explore o Islã”, dizendo que quem se recusa-se a ir teria escrito na carteira escolar “Discriminação Racial.”" Os pais dos alunos se revoltaram, e o Conselho do Condado interveio obrigando a diretora a se desculpar (Mail

    Montreal, Canadá: infiltração nos jardins de infância
    Foto tirada de Montreal, Canadá ... mulheres imigrantes muçulmanas estão se inscrevendo como voluntárias nos jardins-de-infância. Na verdade, esta é uma tática da Grande Jihad da Irmandade Muçulmana em todo o mundo, a começar fazendo a lavagem cerebral de crianças e jovens influenciáveis,  ​​para conduzi-los ao islão desde que eles são pequenos ... e está se tornando um fenômeno agora, com a maioria dos jardins-de-infância em Montreal tendo mulheres veladas tomando conta das crianças

    Esta foto se espalhou pelo YouTube (viral).  Um comentário de uma canadense diz o seguinte: “Ok, pessoal, é assim que você quer o professor do seu filho se vista? Você realmente acredita que essas mulheres vão ensinar a padrões canadenses? E contar todas essas histórias, cantigas de roda e o alfabeto que tem a letra P? Hora de repensar, a remoção do vestido religioso de Quebec.

    (a letra P é considerada como um símbolo cristão, bem como a letra X, o sinal de mais, ...) FB



    Como ajuda britânica e americana subsidia o terrorismo palestino
    Contribuintes dos EUA e do Reino Unido financiar a Autoridade Palestina, que por sua vez, os fundos de prisioneiros em prisões israelenses. Por exemplo, o governo britânico paga 2 mil dólates por mês, mais bônus, para a família de qualquer “guerreiro sagrado” que mata um judeu em Israel (The Guardian).

    Reino Unido – Casamentos Arranjados: seqüestro, estupro e assassinato em nome da honra da família
    Centenas de jovens desaparecem das escolas britânicas a cada ano. Casamentos arranjados ainda são uma característica das comunidades migrantes, com os pais decidindo com quem seus filhos vão se casar, principalmente primos de primeiro grau. Mas para os adolescentes que crescem no Reino Unido, divididos entre as restrições da casa e as liberdades do século 21, casamentos arranjados muitas vezes tornam-se os casamentos forçados. E, em muitos casos, conflitos familiares levam à morte de mulheres adolescentes (ABC).

    Absurda Britânia
    Sudanês criminoso que atacou sexualmente menina de 13 anos de idade vai receber indenização por causa de atrasos na tentativa de deportá-lo (Daily Mail).  

    Arábia Saudita expulsa trabalhadores extrangeiros
    Estas notícias são interessantes, porque mostram um problema semelhante a o que ocorre na Europa e EUA, mas a Arábia Saudita está fazendo algo que Europa e EUA nunca fariam (por ser contra o politicamente correto e o multiculturalismo cego).


    DUBAI (Reuters) - As autoridades sauditas arredondado milhares de trabalhadores estrangeiros ilegais no início de uma repressão em todo o país, que visa criar mais empregos para a população local, informou a imprensa nesta terça-feira. Centenas de milhares de trabalhadores já deixaram o reino após um período de carência de sete meses, em que autoridades disseram aos expatriados que se não corrigissem seu status legal eles tiriam que deixar o país ou enfrentar a prisão. O governo espera que a redução do número de trabalhadores ilegais criará oportunidades para a Arábia à procura de emprego. A taxa de desemprego oficial na Arábia é de 12 por cento, mas exclui um grande número de cidadãos que dizem que não estão à procura de um emprego. No entanto, a maioria de nove milhões de estrangeiros do reino são trabalhadores não qualificados ou trabalhadores domésticos, os trabalhos geralmente evitados por sauditas

    Violência contra trabalhadores etíopes na Arábia Saudita
    Grande aumento da violência muçulmana na Arábia Saudita contra os seus servos e escravos etíopes nos últimos dias, com várias linchamentos e estupros em público. Estes tumultos vêm em consequência da expulsão de trabalhadores da Arábia Saudita. E depois ainda dizem que Israel pratica o apartheid.



    Lucy (uma Infiel britânica) foi sequestrada, estuprada (por 3 muçulmanos selvagens) e, em seguida, cruelmente traída pela justiça britânica
    Em 2011, Lucy Walsh foi seqüestrada por três homens depois de uma noite. Eles a estupraram repetidamente, rindo enquanto ela chorava. Dois deles foram condenados e sentenciados, a polícia está à procura do terceiro atacante. Mas os dois condenados apelaram com sucesso e tiveram menos tempo de prisão. E um deles obteve a cidadania britânica enquanto estava na prisão. Temendo por sua segurança com um atacante ainda à solta, e um outro premiado com a cidadania britânica, Lucy fugiu para o Canadá (Mail
    ). Eu conheço vários europeus fugindo da Europa, indignados com a islamização que os seus governantes estão impondo goela abaixo da população nativa européia. 


    Rússia Islâmica?
    15% da população russa é muçulmana. Alguns analistas preveem que os muçulmanos serão maioria já no século XXI, uma revolução demográfica que mudaria a essência do caráter do país.Leia este artigo de Daniel Pipes

    Prefeitura de Toronto financia poster conclamando pela Jihad
    A prefeitura de Toronto, dentro da sua política de promover o multiculturalismo, resolveu usar os impostos que recolhe para financiar posters, colocados na rua, mostrando a arte das diversas culturas. O muçulmanos então montaram um mural, colocado à frente de uma mesquita no bairro da Pequena Índia, que chama para uma guerra santa contra os não-muçulmanos. Tarek Fatah, um colunista do Toronto Sun, e fundador do Congresso Muçulmano do Canadá, reclamou do mural com a prefeitura. Mas, a prefeitura “lavou as mãos” dizendo que isso é arte islâmica. Fatah aponta para um comentário sobre o Alcorão, o Tafsir Ibn Kthir, que afirma que a passagem significa "se você lutar pela causa de Deus e apoiar a sua religião, ele irá conceder-lhe a vitória." Fatah, que disse que o slogan é, por vezes inscrita em armas, acusa a defesa do mural uma cortina de fumaça. "Isso não é arte em todos", insistiu Fatah, acrescentando ninguém da prefeitura consultou a ele ou outros muçulmanos moderados sobre a mensagem do mural. (Toronto Sun

    -x-x-x- outrubro 2013

    Um alemão corajoso faz a comparação correta entre os nazistas dos anos 30 e os nazistas de hoje
    Um alemão corajoso faz a comparação correta entre os nazistas dos anos 30 e os islamo-nazistas de hoje. Ele diz o óbvio, que sem ação agora, o pior irá acontecer, e ele chama a atenção para as duas atitudes diferentes frente à ameaça nazista nos anos 30: por um lado, o alerta de Winston Churchill; por outro lado, a tentativa de apaziguar os alemães com concessões feita por Chambelain. Hoje está acontecendo o mesmo. Tentar apaziguar o islão com concessões é uma ilusão. 


    Conversão forçada ao islamismo em prisões do Reino Unido
    As autoridades admitem que isso é um problema. As prisões se tornam em fonte de jihadistas.
    PS. Isso segue o exemplo de Maomé, que arregimentou os criminosos em Medina para montar a sua quadrilha ... (SkyNews)

    Canadá: escolas alteram a festa de Natal e Halloween para não ofender as sensibilidades dos imigrantes muçulmanos e para fazer uma festa “inclusiva”
    Isso acontece em Winnipeg, na província de Manitoba, e em Port Colborne, na província de Ontário. No primeiro caso, a escola vai trocar o concerto de Natal por tambores africanos e vai cancelar festa de Halloween (essa é a mesma escola que permitiu que crianças muçulmanas deixassem de ter aula de música e educação física mista, aulas estas partes do currículo) (National Post; Holy Post). No segundo caso, director da escola está cancelando a festa de Halloween, para fazer uma festa “inclusiva” (um jargão “progressita”). O único grupo que é contra o Halloween é (o contingente ortodoxo) muçulmano. Os Evangélicos, que são contra Halloween, simplesmente não participam. Mas os muçulmanos desejam e exigem que o seu ponto-de-vista seja satisfeito. A decisão do diretor é ideológica. Os pais estão reclamando, é claro, e dizendo que os seus filhos estão sendo negados uma tradição. Eles não vão à festa na escola. Então, o director, unilateralmente, decidiu que o significado de “inclusão” é fazer o que os muçumanos querem (Yahoo).

    Os que compartilham da ideologia do director dizem que os pais que reclaman são racistas, intolerantes e …. tchan tchan tchan … islamófobos …  


    70% do crescimento da população mundial nos próximos 30 anos acontecerá nos países muçulmanos
    Cerca de 70 por cento do crescimento da população mundial nos próximos 30 anos será em países muçulmanos. como a população muçulmana de 1,6 bilhões está crescendo o dobro da taxa da população global, o que representa, portanto, o segmento de consumidores que mais cresce no mundo, disse Russell Haworth, Managing Director, Oriente Médio e Norte da África, da Thomson Reuters. Ele disse que os ativos bancários islâmicos globais, que se situaram em US $ 1,3 trilhões em 2011, deverão chegar a US $ 2 trilhões em 2014 e registraram um crescimento médio anual de 19 por cento nos últimos quatro anos. Ele acrescentou que o mercado global de alimentos halal é estimado em 685 bilhões dólares por ano, com as importações da indústria de alimentos dos países muçulmanos sendo avaliadas em US $ 126 bilhões, 12 por cento das importações globais de alimentos, enquanto o mercado de alimentos GCC valia 83 bilhões dólares em 2012, e deverá subir para $ 106 bilhões em 2017 (Emirates).

    O artigo não menciona, mas existe também o crescimento demográfico mais acelerado dos muçulmanos na Europa do que os nativos europeus.

    Você acha que os capitalistas não vão fazer de tudo para satisfazer as demandas deste mercado, incluindo aí reclames, como por exemplo, proibir críticas ao islão e ao seu profeta?

    Membro do partido político sueco, atacado por um muçulmano, morre.
    Os muçulmanos são 5% da população, mas 13% a 21% da população carcerária. A maioria dos muçulmanos estão desempregados. E 20 organizações muçulmanas na Grã-Bretanha defendem a destruição da democracia ea imposição da lei sharia, mesmo sobre os não-muçulmanos. Não admira que 40% do público britânico dize que uma guerra civil é inevitável (Exponerat). 

    -x-x-x- setembro
    Grã Bretanha: Trabalhadores muçulmanos do supermercado Tedesco ganham caso de “discriminação” 
    Os patrões se recusaram a oferecer sala para orações. O tribunal deu ganho de causa para os muçulmanos. Então, 3 vezes por dia, os muçulmanos vão ter uma quebra no trabalho que os seus colegas infiéis não tem, e ainda vão receber o pagamento. O moral entre o pessoal deve ser grande.
    Mas eu acho que eles não devem queixar-se, pois isso seria "islamofobia". (Daily Mail

    Indonésia, o maior país muçulmano do mundo, sofre um processo de radicalização islâmica e intolerância contra tudo o que não for muçulmano  
    A islamização do mundo inclui a crescente radicalização dos muçulmanos mais liberais. Leia mais aqui

    Dinamarca: Ex-muçulmana condenada por criticar o islão  
    A artista iraniana Firoozeh Bazrafkan foi condenada por um tribunal de Copenhague por racismo. O seu crime foi ter escrito no seu blog que ela estava "convencida de que os homens muçulmanos, ao redor do mundo, estupram, abusam e matam suas filhas." Ela foi condenada a pagar 5.000 crones. Em sua defesa ela afirmou não ter dito que que TODOS os homens muçulmanos cometeram atos horríveis usando códigos islâmicos para justificá-los, mas sim que os homens muçulmanos em todo o mundo pode fazer essas coisas porque é permitido de acordo com os códigos [islâmicos]. O fato é que, como ex-muçulmana, ela sabe o que acontece. (The Copenhagen Post)

    Firoozeh Bazrafkan

    A coisa está mesmo feia: Islão pode ser a religião dominante na Grã-Bretanha em 10 anos
    E 40% da população do Reino Unido acha que uma guerra civil entre não-muçulmanos e os muçulmanos na Grã-Bretanha é inevitável.

    A pergunta permanece: nós já temos problemas demais no Brasil. Queremos mais um?

    Manifestação em Leiscester, Inglaterra, em prol da banição da burka
    É interessante notar que já existem movimentos contra a islamização!


     Inglaterra: Professora de escola pública “multi-fé” é demitida por se recusar a usar o véu islâmico  
    Além disso, as meninas estudantes são obrigadas a se sentarem nos bancos de trás. A escola Al-Madinah, em Derby, é pública (ou seja, mantida pelos impostos pagos pelo contribuinte) (Express). Isso prova que quando muçulmanos dizem que o véu não é obrigatório, e que o seu uso é uma escolha da mulher” eles estão mentindo. A Inglaterra nega os seus valores para satisfazer um multiculturalismo cego.

    Estudantes muçulmanos da Universidade de Westminster, Inglaterra, distribuem literatura pró-Jihad
    Estudantes muçulmanos na Universidade de Westminster foram encontrados disseminando literatura e propaganda em nome do grupo Hizb-ut-Tahrir (HT), que está proibido no campus pela União Nacional dos Estudantes (Vinienco).

    Manifestantes carregam bandeiras de Jihad da Al-Qaeda durante desfile do Dia do Muçulmano em New York
    Os muçulmanos irão afirmar que estas eram, historicamente, as bandeiras de Maomé Mas elas hoje são usadas por jihadistas e por salafistas como bandeiras do Califado. A bandeira preta é a bandeira da guerra e da bandeira branca é a bandeira do estado do Califado.

    Ao empunharem a bandeira do estado do Califado e a bandeira de guerra, eles estão fazendo uma declaração de que os manifestantes estão com o exército de Maomé e estão em guerra com o Dar Al-Harb, a Casa da Guerra. E esta declaração é feita em Nova York, a capital do mundo não-muçulmano na visão deles (Urban Infidel, FrontPage).



    “Muito poucos se atrevem a criticar o Islã”, diz estrela do Abba star
    Björn Ulvaeus, do famoso grupo Abba, fez críticas veladas ao islão em uma longa entrevista ao Wall Street Journal, dizendo que "menos religião no mundo seria melhor". "Olhe para toda a miséria no Oriente Médio, por exemplo. Todos esses países têm o islão em comum, e muitos poucos se atrevem a criticar o islão como uma ideologia, e o que ele está fazendo a esses países". 

    Isto é como jihadistas comemoraram o aniversário de 11 de setembro
    “Extremistas marcaram o aniversário de 11 de setembro com propaganda e bolo.” (Washington Post)
    Engraçado como eles alternam entre culpar os judeus e celebrarem a sua vitória, não é?

    Inglaterra:  Salva-vidas de piscina pública na Inglaterra ordena uma mulher grávida a retirar parte superior da veste que cobria a sua barriga ... mas deixou que outras mulheres ficassem encobertos por razões religiosas
    Amanda Burch, 41 anos, usava um colete para cobrir a sua barriga, ela estando com 32 semanas de gravidez. Mas o salva-vidas disse-lhe para tirar a parte de cima para 'razões de saúde e segurança.' Enquanto isso, duas outras mulheres foram autorizados a se cobrirem na piscina por motivos religiosos (Daily Mail). O que as pessoas não fazem com medo de serem chamadas de racistas?

    Véus, escolas segregadas e porque corremos o risco de semear as sementes do terror islâmico na Grã-Bretanha
    Um jornalista muçulmano escreveu para o Daily Mail contando a verdade como ela é, e ele sabe bem o território por te-lo vivenciado.
    "Eles querem estabelecer um califado islâmico em todo o mundo, onde o islão e a sharia reinam supremo. Neste império religioso, não há espaço para a discordância ou para a democracia, não há espaço para um compromisso ou conciliação ". (Daily Mail)
    -x-x-x-


    Reino Unido: Channel 4 vai transmitir diariamente chamada para a oração muçulmana durante o Ramadã no próximo mês (Julho/2013, Mail)
    É assim que começa. Na Malásia, em 1960, os muçulmanos eram uma minoria da população, como no bairro londrino de Tower Hamlets agora. E como em Tower Hamlets, essa minoria tinha o controle político local (porque os muçulmanos votam majoritariamente em muçulmanos). Na Malásia, em 1960, os muçulmanos interrompiam a rede de nacional de TV 5 vezes por dia, para transmitirem a chamada às orações para todos - muçulmanos e não muçulmanos. Agora começa na Grã-Bretanha. No momento em que os muçulmanos forem 35% da população da Grã-Bretanha, você vai ver isso acontecendo ao longo do dia, todos os dias. 



    3 comentários:

    Drak Druk disse...

    Muito obrigado pelo seu valioso blog pois com ele podemos divulgar melhor o perigo do Islã Político para os lusófonos monolíngues !

    Anônimo disse...

    Por que será que o suicidio feminino no islã só aumenta mas poucos se atrevem a falar dele?(F:reuters) desculpe,prometo que a monoglota aqui calará a boca ...

    alien13 disse...

    José Atento

    Fique "atento" para a realidade, crua e nua.
    Os islamitas estão com os dias contados.
    Os fatos, incontestáveis:

    NOVA ORDEM MUNDIAL

    A NOVA ORDEM MUNDIAL (GOVERNO MUNDIAL) ficará sob a coligação EURO-ASIÁTICA (Rússia & China), e qualquer esperança que os muçulmanos tinham em dominar o mundo inteiro, e impor sua SEITA PEDOFILICA E POLÍTICA, na qual a pedofilia é legalizada por lei do Islã, chamada islamismo, que chamam de religião, sem ser uma religião, está com os dias contados.
    CHINA já está dominando o mundo inteiro. Na Europa, estão distribuídos conforme o número de habitantes dos países, em que vivem, quase matemticamente: 30% de chineses e coreanos, inclusive na Austrália e Canadá.
    Esse povo inteligente, trabalhador e disciplinado, é o único que tem condições psicológicas e ética moral, em colocar ordem no planeta Terra.
    CHINA, é a Primeira Economia Mundial, desde 2011.
    E como eles mesmo declararam: VOCÊS NÃO PODEM NOS DETER !!!
    Palavras que demonstram segurança e não apenas esperança.
    CHINA é o único país que tem míssil invisível ao radar, podendo ser lançado para qualquer país do mundo, em minutos, sem ser interceptado.
    Finalizando: O ANTICRISTO (vidência), que todos pensavam que seria um homem, se enganaram, porque, sempre ambiciosos e megalomaníacos, cada político em destaque, sonhava em ser ” o escolhido” , e nunca lhes passou pela mente que poderia ser uma nação: OS CHINESES

    Nota: Na China predomina o ateísmo, que não é religião, mas uma convicção.

    Observação: Esse GOVERNO MUNDIAL será instalado, ainda nessa década