sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Atualizações do mês de outubro de 2013


Abaixo encontram-se as atualizações do mês de outubro de 2013, inseridas nos artigos abaixo.

Perseguição aos cristãos (Intolerância religiosa) - Exemplos

 

Cristãos no Irã condenados a 80 chicotadas por beberem vinho da comunhão

Dois dos quatro condenados foram apreendidos pelo governo iraniano em 31 de dezembro de 2012, em uma repressão à igrejas domésticas. Em um comunicado, Mervyn Thomas, diretor executivo da Christian Solidarity Worldwide (CSW), disse: "As sentenças proferidas a esses membros da Igreja do Irã efetivamente criminalizam o sacramento cristão ... e constituem uma violação inaceitável no direito de praticar livremente e pacificamente a fé. Um relatório da ONU divulgado recentemente sobre a perseguição religiosa no Irã, disse: "Mais de 300 cristãos foram presos desde 2010, e dezenas de líderes religiosos e membros da comunidade ativos foram supostamente condenado por crimes contra a segurança nacional em conexão com as atividades da igreja, como a organização de oração grupos, proselitismo e participando de seminários cristãos no exterior". (Clarion)

 

Síriarebeldes islâmicos colocam on line os nomes de todos os cristãos que serão mortos

Os nazistas, que vieram antes deles, também gostavam de fazer listas com o nome daqueles a serem mortos de modo a facilitar o seu trabalho de limpeza étnica (link).

 

A pergunta que não se cala: onde está a condenação e o ultraje dos governos ocidentais e das igrejas cristãs com respeito ao genocídio dos cristãos em terras muçulmanas?

Paquistão: Após as bombas, novas atrocidades contra os cristãos: o tráfico de órgãos das vítimas de Peshawar
Após as bombas na igreja de Todos os Santos em Peshawar, a situação permanece tensa na sociedade paquistanesanão só a tragédia, mas também o horrorOs cristãos disseram que estavam horrorizados com os rumores que ligam as bombas em Peshawar ao problema do tráfico de órgãos: é o que alguns paramédicos presumivelmente locais, parecem ter aproveitado o alto número de mortos e feridos, a fim de roubar os corpos das vítimas e explorá-los para o comércio ilegal de órgãos (Agencia Fidez). 

 

Quênia: Pastor assassinado por expor cristianismo a muçulmanosUm pastor em Mombasa, no Quênia, foi morto a tiros enquanto rezava em sua igreja neste fim de semanade acordo com a Morning Star News. Charles Matole havia recebido ameaças depois de muitos (muçulmanos) terem se convertido ao cristianismo durante os cultos de avivamento em uma área costeira do país. No domingo, um outro pastor, Ebrahim Kidata, da Igreja Pentecostal do Leste Africanofoi estrangulado e deixado sob alguns arbustos, 30 quilômetros ao norte de Mombasa (CBN News). Esses assassinatos são consistentes com a lei islâmica.

Mais duas crianças mortas por serem cristãs, no Egito
No domingo passado, a Igreja da Virgem Maria em Waraq perto do Cairo foi atacada durante uma cerimônia de casamento, deixando quatro mortos e muitos feridos. De acordo com Dr. Hisham Abdul Hamid, médico forense, dois daqueles que foram assassinados eram crianças, duas meninas cristã, ambas Marias: Mary Nabil Fahmy, 12 anos, levou cinco tiros no peito, e Mary Ashraf Masih (que significa "Cristo"), de 8 anos de idade, levou um tiro nas costas, que explodiu ao sair pela frente. (Raymond Ibrahim)

A situação dos cristãos coptas do Egito, especialmente no Alto Egitocontinua crítica.De acordo com um novo relatório árabe, durante os últimos dias em Assiut"grupos criminosos e gangues conseguiram adquirir armas de fogo ecomo de costume, atacaram e abusaram dos cristãos para controlar suas fontes de renda, inclusive para financiar as atividades dos "gangsters". Eles forçaram os coptas a pagarem grandes quantias de dinheiro como imposto [jizya], a fim de não roubarem e / ou pilharem de suas terras.

Ninguém faz nada para se opor a essas gangues"eles simplesmente matam os cristãos e suas famílias, como aconteceu na aldeia de Shameiya quando dois coptas se recusaram a pagar o impostoa quadrilha matou-os, e fatos semelhantes se repetiram em muitas outras aldeias pertencentes à governadoria de AssiutIsto está se tornando tão normal agora, para ver como estes crimes contra os cristãos ocorrem no dia a dia e nada é feito." (Raymond Ibrahim)

Cristãos da Síria se voltando para a Rússia para proteçãoCerca de 50 mil cristãos sírios querem pedir a cidadania russa. Em uma carta ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia, eles disseram que não estavam planejando fugir na Síria, mas, se ameaçados de eliminação física, eles depositam suas esperanças na Rússia como garantia da sua sobrevivência. Analistas acham que, apesar das dificuldades que o pedido pode envolver, não vai passar despercebido. (Voice of Russia)
Considerando-se que os EUA estão apoiando os jihadistas, é o "sangue dos santos" nas mãos dos Estados UnidosRev. 17:06

Conflito na Síria: 450.000 cristãos estão fugindo da agressão muçulmana
Um dos maiores exemplos de limpeza étnica contra minorias causado por muçulmanos. Os islâmicos que lutam contra o Assad têm um manifesto inspirador muito claro (um livro chamado de Corão), que os ordena a destruir todos os infiéis (BBC). Hoje é domingo. Se você for uma pessoa de fé, reze por eles. Se você não for, faça um minuto de silencio em solidariedade. A coisa é séria e triste.

Canadá: A diferença entre a oração islâmica na hora do almoço e uma camiseta estampada com Jesus"escola pública em Toronto acha que um clérigo pode ser convidado para dirigir orações islâmicas na hora do almoço na escola. Como um administrador de escola explica," O que estamos fazendo é o que devemos fazer como uma diretoria da escola e que está acomodando as necessidades dos alunos, não importa qual a sua religião." Enquanto isso, a escola pública na localidade de Bacia Chester, na província da Nova Escócia, acha que um estudante pode ser proibido de usar na escola uma camisa com uma mensagem cristã estampada nela. Como administradores escolares explicaram, "Espera-se que os alunos não usem roupas com mensagens que possam ofender as crenças, raça, religião, cultura ou estilo de vida dos outros" (maio/2013, The Globe and Mail). Este é um padrão-duplo extremamente perigoso! 

Síria: Jihadistas atacam a antiga cidade cristã de Saidnaya

Outra antiga comunidade cristã indígena sob ataque armado por Jihadis, e a única estratégia de defesa deles é  "dar a outra face" e "colocar a sua fé em Deus". Além de rezar, não podemos fazer nada por eles, a não ser denunciar a sua limpeza étnica como um aviso para os outros (Pravoslavie.Ru)  

 

Canada: Xeique canadense dá recado para os cristãos egípcios: Se vocês não darem a outra face, o fogo vai queimar vocês.
Bem amoroso ... E o mais interessante no "sermão" deste xeique é que ele acusa todos aqueles que ele não gosta (o general al-Sisi do Egito e a família real da Arábia Saudita) de Judeus. Isso é algo comum no islamismo: a pior ofensa que pode ser feita para alguém é chama-lo de judeu. http://www.youtube.com/watch?v=a9HU0ZJTeVw                                                                   

Armênia – Vítimas do genocídio armênio podem ser canonizadas


O Sínodo dos Bispos da Igreja armênia apostólica colocou no centro da reflexão comum a proposta de canonização por martírio de todas as vítimas do “Grande Mal” perpetrado nos territórios da atual Turquia em 1915. “Na Igreja armênia apostólica, os últimos santos foram proclamados no século VI.” (Agencia Fidez). Isso é mais um tapa na cara da Turquia, que até hoje nega a simples existência do genocidio armeno, quanto mais assume a culpa.


Centro Islâmico em Edmonton, Canadá, promove imans anti-gays 
Abu Usamah At-Thahabi disse, dentre outras coisas, que os gays deveriam ser jogados em um precipício ou esfaqueados nas gengivas por dentistas muçulmanos. Abdul Hakeem Quick, que também apoa a pena de morte para os homossexuais. Ele diz que a posição islâmica sobre a homossexualidade é "morte". Ustadh Murtazah Khan é um outro pregador que defende a violência contra gays e listado como um paletrante. Ele foi filmado atacando mulheres por usar perfume, em apoio dos valores da sharia, e falando sobre as práticas agressivas da Sharia, como açoitamento (GayStarNews). Eu posso até entender aqueles que discutem “estilo-de-vida.” Mas eu não aceito essa história de punir pessoas por causa disso. Mas é isso o que a Sharia defende.

Clérigo islâmico no Canadá diz que gays devem ser apedrejados, e que isso seria algo bom para eles.
O clérigo explicou que um muçulmano que é sentenciado à morte por apedrejamento sob a lei islâmica, na verdade, se beneficia com essa terrível punição pois a sua alma está sendo purificada com as pedras que caem sobre sua cabeça pecaminosa (Sun News Network).




Um alemão corajoso faz a comparação correta entre os nazistas dos anos 30 e os nazistas de hoje

Um alemão corajoso faz a comparação correta entre os nazistas dos anos 30 e os islamo-nazistas de hoje. Ele diz o óbvio, que sem ação agora, o pior irá acontecer, e ele chama a atenção para as duas atitudes diferentes frente à ameaça nazista nos anos 30: por um lado, o alerta de Winston Churchill; por outro lado, a tentativa de apaziguar os alemães com concessões feita por Chambelain. Hoje está acontecendo o mesmo. Tentar apaziguar o islão com concessões é uma ilusão. 



Conversão forçada ao islamismo em prisões do Reino Unido
As autoridades admitem que isso é um problema. As prisões se tornam em fonte de jihadistas.
PS. Isso segue o exemplo de Maomé, que arregimentou os criminosos em Medina para montar a sua quadrilha ... (SkyNews)

Canadá: escolas alteram a festa de Natal e Halloween para não ofender as sensibilidades dos imigrantes muçulmanos e para fazer uma festa “inclusiva”
Isso acontece em Winnipeg, na província de Manitoba, e em Port Colborne, na província de Ontário. No primeiro caso, a escola vai trocar o concerto de Natal por tambores africanos e vai cancelar festa de Halloween (essa é a mesma escola que permitiu que crianças muçulmanas deixassem de ter aula de música e educação física mista, aulas estas partes do currículo) (National PostHoly Post). No segundo caso, director da escola está cancelando a festa de Halloween, para fazer uma festa “inclusiva” (um jargão “progressita”). O único grupo que é contra o Halloween é (o contingente ortodoxo) muçulmano. Os Evangélicos, que são contra Halloween, simplesmente não participam. Mas os muçulmanos desejam e exigem que o seu ponto-de-vista seja satisfeito. A decisão do diretor é ideológica. Os pais estão reclamando, é claro, e dizendo que os seus filhos estão sendo negados uma tradição. Eles não vão à festa na escola. Então, o director, unilateralmente, decidiu que o significado de “inclusão” é fazer o que os muçumanos querem (Yahoo).

Os que compartilham da ideologia do director dizem que os pais que reclaman são racistas, intolerantes e …. tchan tchan tchan … islamófobos …  


70% do crescimento da população mundial nos próximos 30 anos acontecerá nos países muçulmanosCerca de 70 por cento do crescimento da população mundial nos próximos 30 anos será em países muçulmanos. como a população muçulmana de 1,6 bilhões está crescendo o dobro da taxa da população global, o que representa, portanto, o segmento de consumidores que mais cresce no mundo, disse Russell Haworth, Managing Director, Oriente Médio e Norte da África, da Thomson Reuters. Ele disse que os ativos bancários islâmicos globais, que se situaram em US $ 1,3 trilhões em 2011, deverão chegar a US $ 2 trilhões em 2014 e registraram um crescimento médio anual de 19 por cento nos últimos quatro anos. Ele acrescentou que o mercado global de alimentos halal é estimado em 685 bilhões dólares por ano, com as importações da indústria de alimentos dos países muçulmanos sendo avaliadas em US $ 126 bilhões, 12 por cento das importações globais de alimentos, enquanto o mercado de alimentos GCC valia 83 bilhões dólares em 2012, e deverá subir para $ 106 bilhões em 2017 (Emirates).

O artigo não menciona, mas existe também o crescimento demográfico mais acelerado dos muçulmanos na Europa do que os nativos europeus.

Você acha que os capitalistas não vão fazer de tudo para satisfazer as demandas deste mercado, incluindo aí reclames, como por exemplo, proibir críticas ao islão e ao seu profeta?

Membro do partido político sueco, atacado por um muçulmano, morre.

Os muçulmanos são 5% da população, mas 13% a 21% da população carceráriaA maioria dos muçulmanos estão desempregados. E 20 organizações muçulmanas na Grã-Bretanha defendem a destruição da democracia ea imposição da lei sharia, mesmo sobre os não-muçulmanos. Não admira que 40% do público britânico dize que uma guerra civil é inevitável (Exponerat). 



Muçulmano taxista se recusou a dirigir mulher deficiente durante o Ramadã por causa do seu cão
Mais tarde, após o incidente, ele foi punido com 12 pontos de penalidade, que aconteceu em agosto de 2013 (Sussex). Existe um padrão-duplo. Em situação semelhante, os infiéis sempre perdem seus empregos ... os muçulmanos sempre mantêm seus empregos

Volvogrado, Rússia: Mulher-bomba muçulmana explode ônibus público, cinco mortos e 32 feridos.
A explosão foi capturada em vídeo (CBC). A mulher-bomba foi identificada como sendo do Dagestão, uma república (estado) da Rússia, que ficou famosa pela insurgência dos salafistas da Chechênia, que exigem a criação de um estado islâmico governado pela lei islâmica. Isto é o que acontece quando os infiéis não cedem às demandas dos muçulmanos: eles ficam ultrajados e saem matando ou mutilando, a sí e aos outros. Não foi à toa que Israel construiu seu muro de segurança. Volvogrado é a antiga Stalingrado, local da famosa Batalha de Stalingrado. Alá deve estar muito contente (sarcasmo). A propósito, a mulher é uma convertida ao islão, ou seja, mais uma pessoa boa que se transforma em assassina sob a influência do islão. 

Arruaçeiros muçulmanos no Quênia tacam fogo em igreja como represália a morte de um clérigo islâmico
Ninguém sabe quem matou o clérigo, mas isso não faz diferença, pois qualquer motivo serve para atacar os “adoradores da cruz.” O interessnate é que apenas uma semana atrás terroristas islâmicos mataram mais de 60 e não houve qualquer represália contra os muçulmanos ou os seus templos (The Times of India).  

Americanos muçulmanos atacados durante a hajj, e esposas ameaçada de estupro
(jewishpress) Sunitas e xiítas, um ofende o outro. A desconfiança e a condenação vocal do Islã não é realmente racismo, porque o próprio Islã não é uma raça. Mas, dentro do Islã há dois sub-cultos principais, sunitas e xiitas, que são definidos principalmente pela raça. Cada sub-seita têm um comportamento de supremacia sobre a outra, a sua reação às diferenças de opinião entre muçulmanos sunitas e xiitas é geralmente recorrer à violência, normalmente extrema, e o estupro desempenha um grande papel nisso. Eu não acho que ninguém deve se sentir mal por achar engraçado este caso particular. Os muçulmanos batem uns nos outros, por causa desta velha briga, a 1.400 anos, no lugar que eles afirmam ser o mais sagrado. É também curioso como os xiitas visitam um país onde eles são abertamente tratados como sub-humanos. 


 

Escravo Hindu sendo disciplinado por seu mestre muçulmano

Escravidão é parte intrínsica do islão (Maomé foi mercador de escravos) e ainda domina o país das Duas Mesquitas Sagradas (Arábia Saudita).



Exemplos de "Direitos" das Mulheres sob o Islã - Parte 2


Inglaterra: Mutilação da genitália feminina (FMG)
Ativista anti-FGM pediu a pessoas na rua para assinarem uma petição contra a FGM. Ela teve poucas assinaturas. Ela então passou a pedir para as pessoas assinarem uma petição a favor da FGM, alegando que isso era para proteger a cultura, tradição e diretos dela.  Todas as pessoas, menos uma, assinaram a petição. Mesmo algumas dizendo que eram contra a FGM, elas assinaram a petição porque era parte da “cultura.” Isso mostra o quão  impregnados de “politicamente correto” as pessoas estão ficando, a tal ponto de aceitarem qualquer coisa só para não “remarem contra a maré”. A situação na Inglaterra é feia (London Evening Standard). 
Vídeo: Taliban executa mulher em público, com nove tiros, enquanto os homens aplaudem e gritam “Alahu Akbar”
Fontes do governo afeganistão dizem que a mulher que foi executada era amante (escrava sexual) de dois comandantes rebeldes que se desentenderam por ela, e para resolver a disputa resolveram acusá-la de adultério e matá-la. (CNN)


Arábia Saudita: imam estupra e torturas filha de 5 anos de idade, porque ele duvidou da sua virgindade
Um popular pregador da televisão saudita foi considerado culpado pelo assassinato de sua própria filha de 5 anos de idade, porque ele duvidou da sua virgindade, conforme relatado pelo The Daily Mail (de Londres, Inglaterra) em 4 de fevereiro de 2013. Embora considerado culpado de assassinato, Fayhan Sheikh al-Ghamdi foi liberado depois de ser multado em US $ 50.000, e pago o "dinheiro de sangue" nos termos da Lei Sharia islâmica, pela morte de sua filha. A filha morreu em outubro passado depois de sofrer lesões múltiplas e horrendas nas mãos de seu pai. De acordo com a Lei Sharia, um pai não pode ser executado pelo assassinato de sua esposa ou qualquer um de seus filhos. Os R $ 50.000 pagos como dinheiro de sangue, apresentado à mãe da menina, é metade do valor se a criança assassinada fosse um menino. (Examiner). Mais um caso de crime de honra.

Ativista muçulmano, que acusou Israel de crimes sexuais, estupra menina de 15 anos
Ironia do destino ... (FrontPage).

Inglaterra: Outro grupo de pedófilos e estupradores muçulmanos levados ao tribunal por estuprar crianças infiéis britânicas, forçando-as para a escravidão
Eles fizeram isso usando ameaças, chantagens, enganado em todos os sentidos, levando-as a uma vida de escravidão. A comunidade muçulmana local não faz uma declaração, e é cúmplices com o seu silêncio (hartlepoolmail). Isso acontece porque Maomé aceitou que seus seguidores praticassem o estrupro ... e o Alcorão diz 93 que Maomé é o melhor exemplo de conduta.

Inglaterra: Escravidão sexual
Pensionista (muçulmano)  é condenado a 13 anos de prisão por estuprar (escravizar) menina surda-muda que ele manteve em sua adega, após ele te-la traficada para o Reino Unido a partir do Paquistão, e usada como uma escrava (Daily Mail).

Ativistas da Femen vão trazer o  'sextremismo' para o Reino Unido
"Ninguém está falando sobre a mutilação da Genitália Feminina (MGF) na Inglaterra", disse ela. "As pessoas acham que é muito violenta e extrema para existir aqui, que isso só acontece na África e no Oriente Médio, mas o Reino Unido tem um dos mais altos níveis de MGF no Ocidente." Ah! alguém notou! "... A Femen pretende estabelecer uma filial do Reino Unido, construída a partir de uma base de ativistas feministas britânicas" (The Guardian)

Não existe chance alguma de envolver quaisquer feministas britânicas a menos que, de alguma forma, seja possível associar a MGF a qualquer outra coisa que não seja o islão

Iêmen: menina de 11 anos foge para evitar casamento forçado
Um vídeo angustiante foi postado on-line, sobre uma menina iemenita de 11 anos, que fugiu para escapar de um casamento arranjado. Nada al-Ahdal foi salva do engajamento forçado depois que o seu tio interveio. "Vá em frente e me case - eu vou me matar", ela avisa no vídeo. http://www.youtube.com/watch?v=KLzx-HDvtYk&feature=youtu.be   

Canadá: Cafetão forçou meninas a fazerem sexo com até 10 homens por dia em Vancouver
Reza Moazami é acusado de comandar um anel de 11 prostitutas adolescentes na área de Vancouver, com idade entre 14 a 19 anos. Mr. Moazami está sendo julgado por 36 acusações relacionadas com a prostituição. Para atrair as meninas para a prostituição, geralmente vindas de famílias problemáticas, Reza Moazami prometia um estilo de vida glamouroso, a chance de viver no centro de Vancouver, e um cão de estimação (National Post). Isso é muito comum na Grã Bretanha, e está acontecendo agora no Canadá.

A cafetinagem sempre existiu. Mas lembre-se que Alá permite o abuso sexual de mulheres não-muçulmanas e não está nem aí para pedofilia ... o islão é realmente um religião diferente ... 


Austrália: cinco judeus atacados enquanto caminhavam para casa em uma noite de sexta-feira em Sydney.
Eles foram atacados por um grande grupo de bandidos racistas de “etnia desconhecida” (todos nós sabemos quem eram). Engraçado como isso sempre parece acontecer nas "comunidades multiétnicas" e ainda tem gente que fica surpreso (Arutz Sheva).

Qatar se recusa a mostrar bandeira de Israel durante campeonato mundial de natação
Veja a foto. O segundo colocado é o nadador israelense (judeu) Ivry, mas a TV do Qatar não mostra a bandeira de Israel, mas uma bandeira branca.




Palestinos içam bandeira nazista.
"Pela segunda vez em cinco meses, os moradores árabes de Beit Umar, na Autoridade Palestina (AP), içaram uma bandeira nazista na via mais uma importante, por onde os judeus passam em seus veículos."

A hereditariedade do status de ‘refugiado palestino’ é um obstáculo para a paz
"Um dos maiores obstáculos para a paz , e certamente o menos reconhecido, é a perpetuação do problema dos refugiados palestinos e a inflação da sua escala pela agência de auxílio a refugiados da ONU (UNRWA) . Para os palestinos , exclusivamente , o status de refugiado é um traço hereditário. Considerando que o número real de árabes que ainda poderia alegar serem refugiados , como resultado da guerra árabe-israelense de 1947-1949, é hoje não mais do que algumas dezenas de milhares de pessoas, o número de pessoas registradas como refugiado na UNRWA está chegando a 5 milhões.

Se os descendentes dos refugiados árabes da guerra árabe-israelense fossem tratados do mesmo modo que qualquer outro refugiado, incluindo os judeus, eles não teriam status de refugiado, porque quase todos eles (mais de 80%) são cidadãos de um país terceiro, como a Jordânia, ou que vivem nos lugares onde nasceram e onde esperam ter um futuro, como Gaza e na Cisjordânia . Os palestinos nascidos na Cisjordânia e em Gaza não estão fugindo de guerra e nem estão em busca de refúgio. Eles são considerados cidadãos da Palestina pela própria Autoridade Palestina.


Não existem outras pessoas no mundo que sejam registrados como refugiados sendo cidadãos de um outro país ou território. Quando alguns países da UE já reconhecem a Palestina como um estado , não faz sentido argumentar que as pessoas que nasceram e vivem na Palestina são refugiados da Palestina."

Mesquitas: lugar de oração ou central de operação?


Primeira mesquita do Tahiti fecha um dia após a abertura
A administração da cidade de Papeete forçou primeira mesquita da Polinésia Francesa para fechar - um dia depois de ter sido aberta por um imam vindo da França.  (Radio NZ) Parabéns Tahiti!

Doutrinação ("lavagem cerebral")


GB: Terrorista nascido em Londres convoca para jihad
Em um vídeo da organização al-Shabab da Somália, Talha diz: "Rogo-vos hoje todos os homens muçulmanos da Grã-Bretanha, especialmente as pessoas de Tower Hamlets (bairro londrino), na cidade em que eu nascí ... peço-lhes para vir para a jihad, levantar a bandeira, humilhar os descrentes, cortar os pescoços dos incrédulos, e estabelecer a Dar-al-Islam (a Casa do Islã) ". (East London Adviser). A radicalização é um fato concreto! O islão tem esta propriedade, de transformar pessoas pacíficas em terroristas e assassinos.

Casal preso por planejar ataque no Dia do Canadá
Um casal canadense foi presos e acusado ​​de conspiração terrorista, em Victoria. Eles constriram dispositivos explosivos e planejaram detoná-los no parlamento provincial, no Dia do Canadá, como parte de um ataque inspirado pela ideologia da Al-Qaeda. Os vizinhos notaram sua transformação, quando começou a freqüentar a mesquita local ea mulher começou a usar um niqab. Eles viraram panelas de pressão comuns em dispositivos explosivos improvisados ​​cheios de pregos enferrujados, porcas, parafusos e arruelas (jul/2013, SunNews).

Mais um exemplo do fator transformativo do islão: o de transformar pessoas boas em terroristas que seguem os passos do "profeta." 

Os Sauditas continuam a ensinar ódio a tudo o que for não-Islâmico em madrassas, mesquitas e escolas   
  • Apesar das promessas de reformar seus livros, o sistema educaticional da Arábia continua  a doutrinar crianças com ódio e incitamento. Um livro da nona série publicado pelo Ministério da Educação afirma: "Os judeus e os cristãos são inimigos dos crentes, e eles não podem aprovar os  muçulmanos." Um livro da oitava série diz: "Os macacos são as pessoas do sábado, os judeus, e os suínos são os infiéis da comunhão de Jesus, os cristãos." Estes são apenas dois exemplos de uma longa lista de passages.Crianças que eto doutrinadas com tanto ódio são suscetíveis a se envolverem em intolerância e até violência. O discurso do ódio é o precursor de genocídio. Primeiro você começa a odiar e depois matar. Isso faz com que a convivência pacífica se torne difícil, se não impossível. (Out/2012, The Daily Beast)

  • A Arábia Saudita, um país cujos livros-texto estão cheio de ódio contra cristãos e judeus, está tentando influenciar livros-texto globais ao financiar reuniões da UNESCO. Especialistas de 21 países se reuniram em Paris no mês passado em uma reunião financiada por uma doação da Arábia Saudita. O objetivo é o “de garantir que o conteúdo destinado a estudantes reflita sistematicamente a diversidade cultural e religiosa, e evite os estereótipos de gênero." Os sauditas vão querer influenciar o texto do jeito deles. (Out/2012, Fox)

Nenhum comentário: