segunda-feira, 10 de março de 2014

Um Guia para os muçulmanos sobre como ganhar debates contra os infiéis


É curioso verificar que quando confrontrados, os muçulmanos usam sempre os mesmos argumentos. Isso é de se esperar porque eles são treinados nas mesquitas e madrassas sobre o que dizer e fazer. Quanto mais ortodoxo um muçulmano se torna, mais robotizado se torna o seu raciocínio.

Abaixo são apresentadas reações típicas de muçulmanos em debates. Elas foram agrupadas como se fossem parte de instruções a serem seguidas, algo como um guia ou manual. Então, aí vai ...

GUIA PARA MUÇULMANOS SOBRE COMO GANHAR DEBATES CONTRA OS INFIÉIS
Este é um guia para os muçulmanos vencerem debates na Internet, com dez truques fáceis (incluindo-se algumas dicas adicionais). Estas estratégias para vencer debates só são válidas se o debate ocorrer em um lugar onde muçulmanos tenham que mostrar civilidade (para impressionar os infiéis), ou seja quando esse debate ocorrer em um país que os muçulmanos não controlem.

1. Escreva sempre em LETRAS MAIÚSCULAS. Desta forma, fica difícil de alguém ler e ninguém vai ser capaz de responder.
2 . Sempre que alguém vier com um verso do Alcorão que você seja incapaz de defender, diga que o verso está sendo mencionado fora do contexto.
3 . Sempre que alguém vier com um Hadith que você seja incapaz de defender, diga que os Hadiths não são confiáveis (autênticos).
4 . Quando alguém chegar até você com o Alcorão e o Hadith, dizer que o Alcorão e o Hadith só podem ser compreendidos em árabe.
5 . Quando alguém chegar até você com o Alcorão e o Hadith e também provar que ele / ela entendem árabe, ou mostrar que sabe do que está falando, você deve dizer que estes versos são para um período de tempo específico e não poderiam ser aplicados hoje.
6 . Quando você não puder responder a quaisquer perguntas, dizer que o islão é a religião que mais cresce no mundo e em breve todo o mundo vai acreditar no islão.
7 . Quando alguém surge com provas de que o islão não é a religião que mais cresce no mundo, dizer que estes números são parciais e compilados pelos cristãos ou pelos judeus.
8 . Cole alguns vídeos do YouTube falando sobre os milagres científicos do Alcorão. Quando alguém provar que esses vídeos são estúpidos, acuse-os de serem tendenciosos.
9 . Cole versos aleatórios do Alcorão ou Hadice para desviar a atenção, em quantidade. Cole o link de sites para distrair. Tente mudar de assunto. Jogue platitudes como "o islão é a religião de paz", "homens e mulheres têm direitos iguais no islão", "Não há compulsão no islão", “cristianismo, juduaísmo e islão são religiões irmãs.”
10 . Finalmente, quando você estiver totalmente sem argumentos, comece a xingar (estúpido, idiota, racista, islamófobo, chame as mulheres de vadias, e lembre-se, no desespero palavrões valem) e ameaçe as pessoas com o fogo do inferno, e diga que eles não são dignos do islão. Diga que o islão vai dominar o mundo. E, nunca deixe de culpar os judeus.

Corolários:(a) Não se esqueça de dizer, sempre que possível, que a bíblia foi corrompida e que Jesus é um profeta do islão e servo de Alá.(b) Cite a Bíblia para provar Maomé é um verdadeiro profeta.
(c) Denuncie os problemas sociais de onde você vive e diga que apenas o islão pode consertar os problemas.(d) E sempre reivindique a vitória, mesmo se você tiver perdido nos argumentos!
PS. Quando o debate acontecer em um país controlado pelos muçulmanos ... Morte ! Este é o método preferido: matar qualquer um que questione o islão, Maomé, ou a Sharia Adaptado de fonte.

O Alcorão tem mais furo do que queijo suiço ... mas para justificá-los, os muçulmanos ortodoxos destroem a lógica. 


Nenhum comentário: