sábado, 22 de março de 2014

Recursos para cristãos: Jesus nunca foi muçulmano


Eu procuro me ater ao islamismo como a ideologia política poderosa que é. A religião islâmica é apenas uma forma de enjaular os seus adeptos de modo a se tornarem propagadores da ideologia, prontos para mentir e para matar por ela. Mas, considerando que eles tentam "converter" pessoas para se juntar à sua causa política, e que dentro deste grupo encontram-se os cristãos (que são um número considerável no Brasil) eu resolví abrir uma série com recursos para ajudar os cristãos a rebaterem o discurso distorcido dos muçulmanos. Acredite: eles são treinados para isso nas mesquitas e madrassas.
Um dos truque que os maometanos utilizam para se mostrar superiores, neste caso sobre a civilização ocidental, a qual eles consideram cristã, é afirmar que Jesus era muçulmano. O artigo abaixo apresenta 20 motivos que desmentem isso. Bom ter perto para quando algum maometano de plantão implicar sobre isso.
Leia o texto. E se prepare para o embate! Lembre-se que muito mais do que defender uma religião (neste caso, o cristianismo) você vai estar defendendo a liberdade frente à submissão ... ou seja, defendendo a sua civilização. 
(para ler a série toda clique aqui)

Jesus nunca foi muçulmano!


artigo original do blog Rafik Responde ao Islam
Cada seita que aparece neste mundo tenta "converter" Jesus para a sua seita ... 
Por exemplo, os Mórmons transformaram Jesus em um extraterrestre e Maomé transformou Jesus em um Muçulmano.
Jesus nunca foi um muçulmano pelas seguintes razões: 
1. Jesus nunca recitou a "shahada" e nem sequer ela existia. A "SHAHADA" só foi formulada 600 anos depois da morte de Jesus. 
2. Jesus nunca orou para Alá, mas ele sempre se referia a Deus como seu "PAI". No Islão é blasfêmia chamar Alá de Pai.  
3. Jesus nunca se prostrou na direção de MECA. O próprio Maomé costumava se prostrar na direção de Jerusalém ate inventar a sua própria seita e quebrar os laços com o Judaismo. Jesus era um Judeu nascido em uma cidade judaica chamada Belém. Ele regularmente ia ao templo de Jerusalém adorar ao PAI e viveu grande parte da sua vida fazendo visitas regulares a Jerusalém ate a sua morte. 
4. Jesus nunca mencionou que existia um templo chamado CAABA. A Caaba era mais um entre os milhares de templos pagãos existentes no mundo.  
5. Jesus nunca orou repetindo as mesmas palavras e se prostrando nas mesmas posições. Aliás, Jesus condenou este tipo de oração repetitiva e em público (Mateus 6:7) 
6. Jesus nunca participou de um jejum chamado RAMADÃ. O Ramadã era e continua sendo uma celebração pagã que Maomé copiou e adotou para sua nova religião. 
7. Jesus nunca ensinou ou praticou um vergonhoso princípio chamado JIHAD. Jesus ensinou que devemos amar aos nossos inimigos e o ódio é um produto de Satanas que veio para roubar, a matar, e a destruir. Jesus veio para dar vida.  
8. Jesus nunca odiou os seus inimigos e nunca comandou aos seus seguidores a matá-los, conquistá-los e humilhá-los. Maomé ensinou tudo isso. 
9. Jesus nunca participou de um apedrejamento. Ele defendeu uma mulher que estava sendo acusada de adultério e tratou do pecado dela com amor e perdão. Maomé comandava e participava de apedrejamentos. 
10.  Jesus nunca fez uma peregrinação, HAJJ a Meca. Ele sempre ensinou que Deus nao mora em templos feitos por homens, mas reconhecia somente o templo em Jerusalém como o símbolo da adoração do Deus verdadeiro. A Hajj era somente um outro ritual pagão que Maomé adotou para a sua nova religião. 
11. Jesus nunca orou em uma só posição. Ele orava "OLHANDO para os céus" (Mat 6:41), enquanto que Maomé ensinou que quem ora olhando para os céus, Alá ira tirar arrancar os seus olhos. 
12. Jesus nunca condenou o vinho e ele bebeu vinho e ainda usou o vinho como uma ilustração do seu sangue que seria derramado para perdão dos pecados de toda a humanidade. A Biblia condena o abuso do vinho e não o seu uso. Alá Maomé condenaram o vinho gradualmente. Inicialmente os muçulmanos eram permitidos a beber mas as restrições aumentaram ate a proibição completa. Porém, Alá ira liberar o vinho no Paraíso novamente. 
13. Jesus nunca ensinou aos seus discípulos a orarem em publico. Jesus orava privadamente e condenava aqueles que oravam para serem vistos pelos homens. Maomé ensinou o oposto de Jesus e ensinou aos seus seguidores a orarem em publico e atrapalharem o transito de uma cidade. 
14. Jesus nunca ensinou que a pessoa deveria lavar as maos e os pés para ser aceito por Deus na adoração. Jesus enfatizou que a pureza vem de dentro e não no lavar as maos e os pés. Maomé ensinou que Alá não aceita a oração do muçulmano se ele não se lavar ou se esfregar com areia (na falta da água).  
15. Jesus nunca ensinou que ao dizer o nome de algum profeta ou de um anjo seus seguidores deveriam dizer "sallallahu alayhi wasalam" (Literalmente: As orações de Alá sejam sobre ele e paz). OU seja, Maomé é tao exaltado que ate Alá ora por Maomé
16. Jesus nunca ensinou que existia tal coisa chamada AB-ROGAÇÃO das escrituras. Jesus usou e leu as Escrituras e tinha um alto respeito por elas (Mateus 21:42). Maomé pelo contrario era ignorante, não lia e nem escrevia e ainda ensinou que Alá as vezes mudava de ideia e trocava as suas próprias revelações (quando ele se confundia em algum assunto). Somente Alá usou a tal lei da AB-ROGAÇÃO das escrituras e ela somente foi usada no Alcorão. 
17. Jesus nunca disse que as escrituras, a Torah e os Salmos e os Profetas (Antigo Testamento) haviam sido corrompidas e nao podiam ser confiáveis. Jesus reconhecia as Escrituras como o testemunho de Deus no cumprimento das suas promessas. Hoje os muçulmanos dizem que as Escrituras incluindo os Evangelhos foram todos corrompidos (Alá foi incapaz de cuidar delas) mas mesmo assim eles procuram as profecias sobre Maomé em um livro corrompido.
18. Jesus ensinou e instituiu um NOVO PACTO com a humanidade. Este pacto havia sido profetizado por Jeremias (Jer. 31:31-34). Maomé ao contrario lançou a humanidade de volta no VELHO PACTO de olho por olho e dente por dente. 
19. Jesus nunca ensinou que Deus engana os seus seguidores. Jesus disse que ele iria morrer e ressuscitar e assim ele cumpriu a sua promessa. Maomé pelo contrario, já que não sabia ler e nem escrever, teve que se basear nas revelações de um tal anjo (a bíblia diz que são demônios) que lhe ensinava o contráario do que a Biblia afirmava. Jesus de acordo com o Alcorão nunca morreu e nunca foi crucificado. O próprio Alá foi quem enganou toda a humanidade fazendo todo mundo pensar que Jesus havia sido morto na cruz. 
20. Jesus afirmou que iria ressuscitar depois da sua morte e ele ressuscitou. Ele apareceu para mais de 500 pessoas de uma só vez e foi visto por todos os seus discípulos antes da sua ascensão aos céus onde permanece até o dia de hoje (Lucas 24:44-48). Maomé, ao contrario do que a Biblia ensina, disse que Jesus nunca morreu e, consequentemente, nunca ressuscitou, mas não consegue explicar como Jesus (como homem) pode estar no céu vivo até o dia de hoje e ainda voltará para julgar o mundo. 
 Existe ainda alguma razão para se afirmar que Jesus era muçulmano?   

Agora, vou transcrever trechos de uma página do Facebook, intitulada Jesus Nunca Foi Muçulmano:

Boa noite.

Meu primeiro post será a apresentação e o motivo pelo qual eu criei esta página.

Eu não sou cristão pois não creio que Jesus veio anular o judaísmo ou criar uma nova religião. Ele nasceu como um judeu, praticou o judaísmo e morreu como judeu. Eu não sou um judeu ortodoxo, pois eu não nego Jesus como meu messias e creio em sua essência divina. Eu sou uma pessoa que crê em UM único Deus, e aceito Jesus como YHWH em carne.

Porém tenho observado que um grupo de religiosos muçulmanos pertencentes a uma certa religião chamada ISLAMISMO tem tomado a ousadia de dizer que Jesus e os profetas, até mesmo Adão eram muçulmanos por terem se submetido a um único Deus.

Eles só se esquecem de dizer que Jesus fez isso 600 anos antes do profeta FUNDADOR do Islã chamado Mohammad TER NASCIDO.

Oras, como pode Adão, os profetas judeus e Jesus terem nascido e vivido como muçulmanos sendo que todos conheceram o nome de Deus como YHWH (Yahuê) e não ALLAH como Mohammad disse ser o nome verdadeiro, como poderiam ser muçulmanos se receberam instruções da Torah e não do Alcorão?

Esses supostos "muçulmanos do velho testamento bíblico" não adotaram NENHUM COSTUME PAGÃO como dogma religioso no qual era proíbido pelo próprio Deus, enquanto Mohammad copiou os costumes pagãos da tribo dos Coraixitas e dos mecanos como a Peregrinação à Mecca, 5 orações diárias, Jejum do ramadã, e resgatar um templo pagão com uma pedra negra pagã e estabelecê-lo como a CASA DE DEUS?

O Islamismo além de usurpar maldosamente a religião alheia para se justificar, é também uma religião que não promove o amor e justiça ao próximo mas a divisão de povos e quebra de lealdade entre humanos, coisa que o Jesus que eles dizem acreditar tanto ensinou mas deixam passar batido.

Desde o início até agora se repete a mesma história, não muçulmanos em países islâmicos regidos pela lei política e religiosa chamada Sharia, são considerados cidadãos de segunda classe, dhimmis ou kafirs como preferir,tendo de pagar um imposto por não trocar de fé, tendo suas propriedades roubadas e mulheres e filhas perseguidas.

As não muçulmanas são vítimas de estupro e perseguição constantemente na Síria, Egito,Paquistão,Índia. E não me venham dizer que essa e outras violências não são motivadas pela religião pois outros tipos de religiosos a praticam também. SIM! praticam, mas não com AVAL de Deus em seus livros religiosos para fazerem tais bestialidades e considerando alguém que fez as mesmas coisas como um profeta santo de DEUS.Consultem fontes islâmicas ou acompanhem as postagens e verão do que estou falando.

São por essas e outras questões que eu me RECUSO a dizer que Jesus era um muçulmano e pretendo compartilhar com vocês todas as questões apresentadas.

Nenhum comentário: