terça-feira, 8 de abril de 2014

Recurso para Cristãos: o conceito da Trindade significa Politeísmo?


Eu procuro me ater ao islamismo como a ideologia política poderosa que é. A religião islâmica é apenas uma forma de enjaular os seus adeptos de modo a se tornarem propagadores da ideologia, prontos para mentir e para matar por ela. Mas, considerando que eles tentam "converter" pessoas para se juntar à sua causa política, e que dentro deste grupo encontram-se os cristãos (que são um número considerável no Brasil) eu resolví abrir uma série com recursos para ajudar os cristãos a rebaterem o discurso distorcido dos muçulmanos. Acredite: eles são treinados para isso nas mesquitas e madrassas.
Um dos truque que os maometanos utilizam para se mostrar superiores, neste caso sobre a civilização ocidental, a qual eles consideram cristã, é afirmar que o cristianismo é politeísta ao considerar um Deus em três pessoas (trindade). O artigo abaixo explica muito bem que esta afirmação dos muçulmanos e dos apologistas islâmicos é totalmente sem fundamento. Bom ter perto para quando algum maometano de plantão implicar sobre isso.
Leia o texto. E se prepare para o embate! Lembre-se que não é o caso de se defender uma religião (neste caso, o cristianismo) mas sim o de defender a liberdade frente à submissão ... ou seja, defender a sua civilização.
PS. o texto abaixo é de autoria de Rafik, do site Rafik Responde ao Islam (cross-posting).
(para ler a série toda clique aqui)

A acusação de que a doutrina da trindade é uma espécie de politeísmo é uma carta velha na manga do Islam. Somos acusados pelos muçulmanos de sermos as piores das criaturas e merecemos a morte por acreditarmos em tais coisas. As noticias sobre a perseguição de cristãos, vindas do mundo Islâmico provam isso.

Hoje em dia, em uma grande parcela do mundo Islamico, os cristãos são discriminados e muitos pagam com suas vidas por se chamarem de Cristãos. O Cristianismo é associado com tudo de ruim, e o próprio Alcorão diz que “eles sao as piores das criaturas”.

A doutrina cristã afirma que todos os profetas do Antigo Testamento criam em um MONOTEÍSMO TRINITÁRIO e é isso que vou procurar provar com este texto.

No Islam no entanto, é muito comum ouvir ou ler em suas publicações de que todos os profetas em todos os tempos eram MONOTEISTAS (concordo) e ensinam essencialmente a mesma verdade que Mohamed ensinava (discordo).

Eu vou demonstrar através das Escrituras Judaicas e Cristãs que todos os profetas, desde Adão, Noe, Abraão, Moises, Davi etc incluindo Jesus acreditavam que Deus é UM, porem Deus é MULTI-PESSOAL.

Ou seja, se os profetas do passado acreditavam que o UNICO Deus tem múltiplas pessoas, então a única conclusão logica é que a Trindade não é um tipo de politeísmo, mas sim o monoteísmo verdadeiro, o monoteísmo trinitáriano.

Eu tambem vou procurar mostrar que SE o ensino da Trindade é de fato politeísmo, então o Cristianismo sem duvida seria uma religião falsa. POREM se esta afirmação for correta, o próprio Islam devera ser considerado uma religião falsa juntamente com o Cristianismo.

Em certos versos do Alcorão, Allah distingue claramente os politeístas dos cristãos. Porem os muçulmanos geralmente dizem que os cristãos são politeístas.

Deixando temporariamente de lado as contradições do Alcorão, podemos dizer que em certos versos Allah considera os cristãos não são idolatras ou pagãos, pelas seguintes razões:

Os muçulmanos estão permitidos a comerem a comida e a se casarem com mulheres do “Povo do Livro” ou seja, Cristãs e Judias. Mas eles não estão permitidos a comerem a comida dos politeístas e a se casarem com mulheres politeístas.

Hoje, estão-vos permitidas todas as coisas sadias, assim como vos é lícito o alimentodos que receberam o Livro, da mesma forma que o vosso é lícito para eles. Está-vos permitido casardes com as castas, dentre as fiéis, e com as castas, dentre aquelas que receberam o Livro antes de vós, contanto que as doteis e passeis a viver com elas licitamente, não desatinadamente, nem as envolvendo em intrigas secretas. Quanto àqueles que renegar a fé, sua obra tornar-se-á sem efeito e ele se contará, no outro mundo, entre os desventurados. (Sura 5:5)

Não desposareis as idólatras até que elas se convertam, porque uma escrava fiel é preferível a uma idólatra, ainda que esta vos apraza. Tampouco consintais no matrimônio das vossas filhas com os idólatras, até que estes se tenham convertido, porque um escravo fiel é preferível a um livre idólatra, ainda que este vos apraza. Eles arrastam-vos para o fogo infernal; em troca, Deus, com Sua benevolência, convoca-vos ao Paraíso e ao perdão e elucida os Seus versículos aos humanos, para que Dele recordem.” (Sura 2:221)

Neste caso, se os cristãos são politeístas, o Alcorão claramente se contradiz. Nestes versos abaixo veremos que Allah claramente distingue entre Cristãos e idolatras. Se eles fossem o mesmo grupo, não haveria necessidade de cita-los separadamente.

Sura 98:1 - Os incrédulos, entre os adeptos do Livro, bem como os idólatras, não desistiriam da sua religião, a não ser quando lhes chegasse a Evidência:

Sura 98:6 - Em verdade, os incrédulos, entre os adeptos do Livro, bem como os idólatras, entrarão no fogo infernal, onde permanecerão eternamente. Estas são as piores das criaturas!

Sura 2:105 - Aos incrédulos, dentre os adeptos do Livro, e aos idólatras, agradaria que não vos fosse enviada nenhuma mercê do vosso Senhor; mas Deus outorga a Sua Clemência exclusivamente a quem Lhe apraz, porque é Agraciante por excelência.

Sura 5:82 - Constatarás que os piores inimigos dos fiéis, entre os humanos, são os judeus e os idólatras. Constatarás que aqueles que estão mais próximos do afeto dos fiéis são os que dizem: Somos cristãos!, porque possuem sacerdotes e não ensoberbecem de coisa alguma.

Sura 3:186 - Sem dúvida que sereis testados quanto aos vossos bens e pessoas, e também ouvireis muitas blasfêmias daqueles que recebem o Livro antes de vós, e dos idólatras; porém, se perseverardes pacientemente e temerdes a Deus, sabei que isso é um fator determinante, em todos os assuntos.

O Alcorão e as tradições fazem distinção entre Cristãos e Pagãos ou idolatras. Porem se encontrarmos provas no Alcorão de que os Cristãos são “idolatras e pagãos” ENTAO teremos que concluir que o próprio Alcorão é uma fabricação de um homem chamado Mohamed, pois encontraremos nele varias discrepâncias:

“Não meditam, acaso, no Alcorão? Se fosse de outra origem, que não de Deus, haveria nele muitas discrepâncias.” Sura 4:82

Mas vamos nos voltar para a Biblia agora. Eu ja disse que todos os profetas do passado (Abraão, Moises, Davi e Jesus) acreditavam que existe um ÚNICO Deus porem estes UNICO DEUS tem múltiplas pessoas. Se pudermos demonstrar isso então a conclusão logica é que a Trindade não é um tipo de politeísmo, mas sim um monoteísmo trinitário que os profetas acreditavam.

No Islam, Allah nao pode entrar na esfera humana, Allah nao pode se contaminar com o mundo que ele mesmo criou. Porem no Cristianismo Deus fez isso em todos os momentos da historia humana, ele se manifestou em forma humana para Adão, Abraão, Jaco, Moises ... culminando com a sua própria vinda a estes mundo na pessoa de Jesus.

Vamos analisar uma sessão da Bíblia que esta em Genesis 18 e 19. Nesta parte da Bíblia, Deus aparece para Abraão para lhe dizer que ele teria um filho (Isaque) e que ele julgaria e destruiria Sodoma e Gomorra. Abram as suas bíblias e por favor LEIAM. Se você não tem Bíblia por favor acesse aqui: http://www.bibliaonline.com.br/aa/gn/18

“Depois apareceu o Senhor a Abraão junto aos carvalhos de Manre... Levantando Abraão os olhos, olhou e eis três homens de pé em frente dele...” Gênesis 18:1-2

A primeira coisa que notamos é que Deus aparece na forma humana acompanhado com outros DOIS HOMENS ou ANJOS. Inicialmente Abraão teve dificuldades de identificar quem eram estes visitantes, mas em vez de mostrar agressividade, Abraão recebe as suas visitas na forma costumaria, oferece hospitalidade, agua, descanso e uma boa refeição.

Logo apos, estes seres divinos, perguntam sobre Sara e promete que ela terá um filho em idade avançada. Deus promete duas coisas: 1) Que ELE voltaria no ano seguinte 2) e que Sara teria um filho: “E um deles lhe disse: certamente tornarei a ti no ano vindouro; e eis que Sara tua mulher terá um filho” (18:10)

Sara riu em sua tenda mas o Deus sabia que ela tinha rido da sua promessa e diz: “Haveria coisa alguma difícil ao Senhor? Ao tempo determinado tornarei a ti por este tempo da vida, e Sara terá um filho.” (18:14)

Naquele momento Abraão descobre que os visitantes não eram "homens" mas "Deus" que lhe estava fazendo uma visita. Abraão então ficou aguardando e ESPERANDO pela volta de Deus  no ano seguinte e pelo nascimento do seu filho. Ambos os acontecimentos iriam se COINCIDIR. Abraão certamente se exultou quando ele se encontrou com DEUS naquele dia. (Jesus ira fazer menção deste dia quando ele afirma que Ele existia antes de Abraão existir).

Eu ja tive o privilegio de estar em Hebron onde a visita de Deus a Abraão aconteceu. Fui visitar o tumulo de Abraão e Sara. Hebron fica nas montanhas perto de Jerusalem e Sodoma ficava embaixo no vale do Mar Morto. Das proximidades da cidade, dava para ver o vale que separa Israel da Jordania. Justamente ali ficava Sodoma e Gomorra. Existem ruinas da cidade de Zoar onde Lo se refugiou quando ele foi retirado de Sodoma.

De Hebron ate  Zoar se cobre em 13 horas de caminhada...




  
O texto EXPLICITAMENTE DIZ que Deus estava FICANDO com Abraão e enquanto que DEUS estava DESCENDO ate Sodoma e Gomorra para destruir as duas cidades. 

“Disse mais o Senhor: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito, descerei agora, e verei se em tudo têm praticado segundo o seu clamor, que a mim tem chegado; e se não, sabê-lo-ei. Então os homens, virando os seus rostos dali, foram-se em direção a Sodoma; mas Abraão ficou ainda em pé diante do Senhor. (18:20-22)

Enquanto que Deus descia ate Sodoma, Deus tambem ficou para trás para falar com Abraão. Foi neste momento que Abraão intercede pela cidade mas Deus não encontra nem sequer 10 justos na cidade.

Sera importante NOTAR o seguinte: Ao terminar de conversar com Abraao, DEUS VOLTOU para os CEUS: “E foi-se o Senhor, logo que acabou de falar com Abraão; e Abraão voltou para o seu lugar.” (18:33)

No entanto naquela tarde, Deus tambem havia chegado a Sodoma: “À tarde chegaram os dois anjos a Sodoma” (19:1) Aparentemente, Lo não percebeu que estes seres anjos era o próprio Deus que o visitava.

O Senhor ja havia retornado aos céus, porem o Senhor havia enviado o Senhor para destruir a cidade. Neste momento o texto diferencia entre o Senhor (Deus) na terra e o Senhor (Deus) nos céus. Isso quer dizer que Deus é multi-pessoal. – Veja Gênesis 19:13 "porque nós vamos destruir este lugar, porquanto o seu clamor se tem avolumado diante do Senhor, e o Senhor nos enviou a destruí-lo."

O processo de avisar toda a sua família durou a noite toda. As outras filhas e genros de Lo não acreditaram nele. Lo fugiu somente com a esposa e duas filhas.  Depois de Deus haver tirado a família de Lo da cidade, o verso 24 diz o seguinte:

Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra;”

O SENHOR fez chover fogo DO SENHOR?  


Note que Deus estava ao mesmo tempo nos CÉUS e na TERRA enviando enxofre e fogo em Sodoma. A única forma lógica de se entender este verso é ver que O SENHOR que estava na terra e o SENHOR que estava nos céus, são UM. Deus é único porem multi-pessoal.  


Os antigos comentaristas hebreus ao comentarem estes texto tiveram que fazer uma associação entre o Senhor na terra e o Senhor nos céus. No Targum de Jonathan encontramos a seguinteexplicação de Gen 19:24:

“E a PALAVRA (MEMRA) do Senhor fez chover ... sobre Sodoma e Gomorra, para faze-los se arrependerem, mas eles não se arrependeram... enxofre e fogo foram enviados dediante da PALAVRA do Senhor dos CEUS...”

Fonte: Targums of Onkelos and Jonathan Ben Uzziel on the Pentateuch By J. W. Etheridge pagina 217



Estes autores reconheciam que a PALAVRA de DEUS é uma personalidade separada do PAI e do ESPIRITO de Deus. Em outras palavras, foi a PALAVRA DE DEUS (o FILHO) que estava na terra que fez fogo descer da parte de YAHWEH ( o PAI) nos céus.  Ou seja, Deus e a Palavra de Deus estavam se interagindo.

Então não nos admira em nada que Joao tenha descrito que a PALAVRA de DEUS tomou a forma humana e habitou entre nos: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” Joao 1:1

Se abrirmos as nossas bíblias em Joao 8, vemos Jesus afirmando varias vezes que Ele era Deus e ate perdoando uma mulher do seu pecado e logo em seguida ele faz os seguintes pronunciamentos:

·      Eu sou a luz do mundo João 8:12 (Somente Deus é a Luz do mundo)

·      Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo João 8:23 (Somente Deus nao é deste mundo)

·      Morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou (YAHWEH) João 8:24 (Somente em Deus teremos vida)

·      Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis que EU SOU (YAHWEH), João 8:28 (Somente Deus se chama EU SOU)

·      Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres João 8:36 (Somente Deus pode dar a liberdade)

·      Eu falo do que vi junto de meu Pai, João 8:38 (Somente o FILHO Deus viu ao PAI Deus)

·      Se alguém guardar a minha palavranunca verá a morte João 8:51 (Somente a Palavra de Deus deve ser guardada para produzir vida)

·      Quem me glorifica é meu Pai, o qual dizeis que é vosso Deus João 8:54 (Somente Deus glorifica a Deus)

·      Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu diae viu-o, e alegrou-se. João 8:56 (Abraao viu Deus naquela visita, ou seja, ele viu Jesus)
·      Em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou (YAHWEH). João 8:58 (Somente Deus é preexistente)

Jesus declarou claramente que ele é YAHWEH. Somente uma pessoa totalmente cega não consegue ver isso neste texto.

Jesus disse que Abraão se exultou ao ver o seu dia. Quando foi que Abraão se encontrou com Jesus? Jesus disse que foi Ele quem apareceu para Abraão em Hebron quando ele veio dar a noticia do nascimento do seu filho e da destruição de Sodoma e Gomorra.

Abraão não tentou matar os seus visitantes (DEUS) quando eles o visitaram em Hebron. Ele os recebeu com alegria e estendeu sua hospitalidade ao Deus Triuno, ao Senhor dos céus. Por isso Jesus disse que Abraão não se comportou da forma como os Judeus estavam se comportando naquele dia.

Joao não teve nenhum problema de associar a PALAVRA de DEUS com o próprio Deus: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” Joao 1:1 e Tomas tambem não teve nenhum problema de adorar a Jesus e declarar: “Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!” Joao 20:28.

Este foi o mesmo Jesus que antes de subir ao CEUS (A Palavra de Deus retornando aos céus de onde ele saiu) disse aos discípulos que a TRINDADE (O Pai, o Filho e o Espirito) deveriam ser mencionados em cada batismo:

“Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Mateus 28:18-20


Note nesta passagem que Jesus afirma novamente ser DEUS.

  1. Ele diz que TODO poder lhe foi dado nos céus e na terra.
  2. Ele diz que a sua mensagem é universal e deveria ser ensinada em todas as NAÇÕES da terra.
  3. Ele diz que as pessoas deverão ser batizadas no NOME e não nos NOMES do Pai, do Filho e do Espirito Santo. Esta comunidade divina esta reunida em UM SO NOME.
  4. Ele diz que estará com o seu povo ate a consumação dos séculos. Jesus estará presente (Onipresença) em todos os lugares do mundo e todos os tempos, ate que a historia do mundo venha a uma consumação.
Ninguem poderia fazer nenhuma destas afirmações, se ele não fosse Deus.

Foi o próprio Jesus quem ensinou que o UNICO Deus é o Pai, o Filho e o Espirito. Foi Jesus quem afirmou que a crença na trindade é o verdadeiro monoteísmo, o monoteísmo que Adão, Noé, Abraão, Moises, Davi e Jesus ensinaram.

Que Deus possa abrir os olhos dos muçulmanos e ter misericórdia deles. Oremos pelo mundo Islamico para que eles acordem e se voltem ao Unico Deus e Senhor Jesus Cristo.

Rafik



Nenhum comentário: