sexta-feira, 18 de abril de 2014

Direitos Humanos e Democracia são anti-islâmicos



Esse vídeo é muito ilustrativo da prominência da lei islâmica sobre as leis feitas pelos seres humanos. A lei de Alá, a Sharia, a lei islâmica, deve governar o mundo. Toda a lei que não segue a Sharia é anti-islâmica.

A democracia é anti-islâmica por este motivo (também por isso é que quanto mais islâmico é um país, menos democracia existe).

Segundo declaração do clérigo saudita Muhammad Musa al-Sharif (*), transmitida pela TV al-Daleel, em 19 de Fevereiro de 2010:

Estamos comprometidos com os tratados internacionais desde que não contrariem a lei islâmica. Se eles violam a lei islâmica nós iremos descartá-los, porque, neste caso, eles não valem a tinta com a qual são escritos. Com todo o respeito, os tratados internacionais carecem de valores. Quem é responsável pelos direitos humanos e pelos tratados internacionais? Os ateus, os cristãos e os fornicadores, com todo o respeito. 

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é anti-islâmica porque tem preceitos que contrariam a Sharia. Por exemplo, a igualdade entre todos (para a Sharia, os muçulmanos têm mais direitos do que os não-muçulmanos), o direito de se trocar de religião (a pena para muçulmanos que deixem o islão é a morte), direitos iguais entre homens e mulheres, não discriminar contra gays, liberdade de expressão (sob a lei islâmica, falar de Maomé, de Alá, do islão e da própria Sharia que não seja elogios, é um crime ... e o criminoso perde a cabeça), etc ...


Link para o YouTube: 

http://youtu.be/RxtkQORi3b8

(*) Esse clérigo não é uma pessoa qualquer e sem expressão:
Dr. Muhammad Musa Al-Shareef was born in Jeddah, Saudi Arabia, and graduated from the Faculty of Shari`ah, Imam Muhammad ibn Saud Islamic University, in 1408 A.H. He obtained his M.A. and Ph.D. in the Qur'an and the Sunnah from Faculty of Usul Ad-Din (Theology) – Umm Al-Qura University. He is an assistant professor in the Department of Islamic Studies, King Abdul Aziz University. (fonte)

Atualização em fevereiro de 2015:

Vídeo. Islamismo é contra a democracia





2 comentários:

Mariclaudio Domingos disse...

Amigo, o seu trabalho com este blog é incrível. Peguei algumas informações para divulgar a realidade do Islã dele. Muito obrigado por ter esta iniciativa, continue firme nesta causa.
Há um bom tempo venho alertando as pessoas que eu conheço sobre esse câncer chamado Islamismo. A maioria das pessoas nunca ouviu falar da Sharia por causa dessa mídia ocidental comprada que não divulga a verdade. Abraços!

Anônimo disse...

Verdade. Midia louca, nao vou acreditar mais nela do que no que vi no alcorao. Nem inventem que estamos interpretando mal o livro.