domingo, 18 de maio de 2014

Enquanto dormimos, o Brasil se islamiza



Temos problemas demais no Brasil para importarmos mais um. O islão não irá resolver nenhum dos nossos problemas, apenas multiplicá-los. Mesmo assim, graças a um maciço financiamento saudita, ajudada por uma política externa que coloca os “islâmicos” como vítimas, o islamismo avança no Brasil.

O número de mesquitas se triplicou nesta década, sendo criadas mesmo onde não existem muçulmanos. A ação de dawa (a pregação visando angariar novos adeptos) se intensifica por todos os meios, desde contatos pessoais, a campanhas, a tentativas de “diálogos inter-religiosos”, ação intensa na internet e facebook, e até mesmo na tentativa de convencer as mulheres brasileiras a se casarem com muçulmanos através de “namoros via internet” necessáriamente passando pela “conversão” da noiva brasileira.  

Não existem muçulmanos o suficiente que justifiquem a
construção maçica de mesquitas ao redor do Brasil

Os “islâmicos” se juntam ao movimentos auto-intitulados como “minoritários” ou “raciais” e já reclamam um estado diferenciado para eles (vem aí, a quota para muçulmanos). E, lamentávelmente, militantes da “esquerda revolucionária” os apoiam. Uma das estratégias de propagação do islão visa os negros, as prisões, e as comunidades mais carentes (neste último caso, com a colaboração do governo).



A estratégia de se fazer de vítima inclui se passar por uma raça.
Mas vale sempre a pergunta: QUE RAÇA É O ISLÃO?

A exemplo da Europa, começa a haver a importação de muçulmanos de áreas de conflito (por exemplo, Síria – mas nunca de cristãos que vivem sob o mesmo conflito), bem como o estabelecimento de vizinhanças onde apenas moram muçulmanos.

A Sharia Financeira impõe negócios no Brasil, começando a investir na agro-indústria. A indústria de alimentos halal (permitidos), que já existe no Brasil visando a exportação de carne para os países árabes, começa a se expandir. Será que corremos o mesmo perigo do que acontece na Grã-Bretanha, onde a indústria halal passou a dominar o mercado sem o conhecimento da maioria da população, que não é muçulmana?

Existe um esforço de ensino compulsório do islamismo nas escolas primárias e secundárias no Brasil. Este fato é bem documentado, passando desde de uma iniciativa de projeto-de-lei no Congresso Federal a iniciativas já em curso em algumas escolas ao redor do Brasil. O problema deste ensino compulsório do islamismo é múltiplo: (a) a versão do islamismo é sanitizada e propagandista (por exemplo, nada de falar a verdade sobre Maomé) por ser a versão islâmica dos fatos; (b) não existe ensino compulsório do cristianismo, judaísmo, hinduísmo, budismo, taoísmo, ateísmo, agnosticismo, etc, nas escolas brasileiras. Porque então uma exceção para o islão?; (c) esta é uma tentativa de arregimentar novos adeptos. Vamos explorar isso, traçando paralelos com o que acontece em outros países Europeus e norte-americanos.

O projeto-de-lei que propõe a obrigatoriedade do ensino do islamismo nas escolas brasileiras tem um arrazoado distorcido e propagandista. Imagine se ele se tornar lei?

O islão vai ser apresentado como uma opção para resolver o problema das mulheres brasileiras que “perderam o pudor.” Nos já sabemos que o islão têm regras bastante específicas com respeito às mulheres, que causam as mulheres a perderem muito mais do que o pudor, mas as faz perderem a sua própria identidade.

Sites e facebooks “radicais” começam a aparecer. Ao mesmo tempo, brasileiros rumam para o exterior para terem treinamento como imãs (clérigos islâmicos) no Egito, Arábia Saudita ou Irã, ou como jihadistas (inclusive, jihadistas brasileiros já morreram lutando em pról de Alá como mujahadins). Isso sem falar já em casos registrados no Brasil.


Capa de um dos grupos do Facebook dedicados a islamização do Brasil

Que tal um Partido Islâmico do Brasil? Parece brincadeira mas já se fala sobre isso nos “bastidores da jihad brasileira.” Contudo, a opção preferencial parece ser a de penetrar nos partidos políticos existentes, nos órgãos do governo, no próprio governo, e nas forças armadas. Isto é o que acontece em outros países. A estratégia para o Brasil é a mesma.

Que tal este projeto para uma nova bandeira do Brasil?

É preocupante saber que os “islâmicos” estão involvidos com o tráfico internacional de drogas. É hiper-super procupante de se imaginar se (ou quando) os traficantes se tornarem “muçulmanos” e passarem a exigir um tratamento diferenciado por serem “perseguidos por serem muçulmanos.” Isso parece brincadeira, mas isso acontece no exterior.

E no Brasil, ainda temos a questão da Tríplice-Aliança.

Os grupos muçulmanos mais radicais, como a CAIR (Conselho de Relação Americana-Islâmica) nos EUA (a CAIR é um braço da Irmandade Muçulmana), tentam silenciar toda e qualquer análise crítica ao islão, a Maomé, e à Sharia, inclusive processando as pessoas que fazem esta análise crítica (por exemplo, citar um verso do Alcorão ou discutir algo que um clérigo saudita tenha dito) acusando-as de racismo, islamofobia ou dissiminadores de ódio. Ações deste tipo estão sendo planejadas pelo movimento pró-Jihad no Brasil.


Foto retratando a visita do diretor da CAIR, dos EUA, a Ministra Maria do Rosário. Os islâmicos brasileiros contam com o apoio do governo federal para silenciar toda a crítica ao islão

Eu irei explorar todos estes assuntos em uma nova série que estou abrindo, intitulada “Islamização do Brasil.” Serão artigos específicos respaldados em fatos e mostrando onde a ideologia islâmica se enquadra e onde a lei islâmica os respalda. E uma lista destes artigos estará contida em uma postagem específica, intitulada “Islamização do Brasil – Exemplos.”

Espero que esta série te dê ferramentas para conversar como os seus parentes e amigos, e como os seus representantes políticos.

O problema é sério demais para ser empurrado para debaixo do tapete.

Nós no Brasil precisamos de paz. Nós não precisamos de islão.




25 comentários:

APELOS URGENTES disse...

Os homens do terror agirão no Brasil causando destruição e morte. Um templo cairá.

09.07.2005 Mensagem de Nossa Senhora, n° 2.546
Queridos filhos, a humanidade afastou-se do Criador e caminha para o abismo da destruição. A humanidade viverá momentos de grande aflição e é chegado o momento de vos converterdes e vos reconciliardes com Deus. Inesperadas erupções vulcânicas ocorrerão quando a terra for sacudida pelo grande terremoto, o qual fará as montanhas ruírem. Os homens do terror agirão no Brasil causando destruição e morte. Um templo cairá. Chegaram os tempos mais dolorosos para vós. Rezai. Sede bons uns para com os outros. Amai e servi com amor o Meu Filho Jesus. Quem for fiel até o fim será salvo. Coragem. Não temais. O Senhor está convosco. Esta é a mensagem que hoje vos transmito em nome da Santíssima Trindade. Obrigada por Me terdes permitido reunir-vos aqui por mais uma vez. Eu vos abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. Ficai em paz

www.apelosurgentes.com.br

Isaias Oliveira disse...

A esquerda é tão imunda e tão psicótica que é capaz de se aliar a seus próprios destruidores só para ter o prazer de acabar com o que resta do cristianismo no ocidente.

jefferson Elpidio disse...

A nossa nação com tantos problemas internos e este GOVERNO DE BANDIDOS ou QUADRILHA ESQUERDISTA abrindo as portas para estes JIHADISTAS e TERRORISTAS para trazer terror a nossa nossa nação amada e querida pátria.

DEVIA CAIR UM COMETA NAQUELE PLANALTO CENTRAL E VARRER AQUELES CRIMINOSOS.

Christoffer Rodrigues disse...

Tomara mesmo que os muçulmanos cresçam bastante no Brasil. Eles sim tratam esses psicopatas esquerdistas, gayzistas e feministas como eles merecem. Jà estou farto da pasmaceira dos Cristãos. As feministas fazem Marcha das Vadias, enfiam crucifixos no ânus no meio da rua e os cristãos não fazem nada contra isso. Eu queria ver essas vagabundas fazerem essas putarias se o Brasil fosse um país Islâmico.

José Atento disse...

Christoffer, eu reconheço a sua frustração. Mas eu prefiro ver uma reação mais forte da nossa parte.

O problema são anos de ataque, os cristãos estão na defensiva.

Berto pernambuco disse...

https://www.youtube.com/watch?v=iy-ytEZBqcM

Anônimo disse...

Isto é calúnia!
Tem uma parte que fala "14. Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216". O Alcorão só tem 114 Suras(Capítulos).

Anônimo disse...

Onde já se viu!

José Atento disse...

Olha só ... 2:216 significa capítulo 2, verso 216.

Guilherme Ferreira disse...

"Não é todo muçulmano que é extremista..."

"Os princípios da religião islâmica não tem nada a ver com matar gente..."

"O problema são as organizações terroristas..."

"Mimimi... mimimi... mimimi..."

ISLAMISMO FOR DUMMIES

"MATAI-OS onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque A PERSEGUIÇÃO É MAIS GRAVE DO QUE O HOMICÍDIO. (...) Tal será o castigo dos incrédulos."
(2ª Surata, verso 191 do Alcorão)

"E COMBATEI-OS até terminar a perseguição E PREVALECER A RELIGIÃO DE DEUS [ISLÃ]. Porém, se desistirem, não haverá mais hostilidades, senão contra os iníquos."
(2ª Surata, verso 193 do Alcorão)

"Aqueles que creram, migraram E COMBATERAM PELA CAUSA DE DEUS poderão esperar de Deus a misericórdia, porque Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo."
(2ª Surata, verso 218 do Alcorão)

"Anseiam (os hipócritas) que renegueis, como renegaram eles, para que sejais todos iguais. Não tomeis a nenhum deles por confidente, até que tenham migrado pela causa de Deus. Porém, se se rebelarem, capturai-os então, MATAI-OS, ONDE QUER QUE OS ACHEIS, e não tomeis a nenhum deles por confidente nem por socorredor."
(4ª Surata, verso 89 do Alcorão)

"... Se não ficarem neutros, em relação a vós, nem vos propuserem a paz, nem tampouco contiverem as suas mãos, CAPTURAI-OS E MATAI-OS, ONDE QUER QUE OS ACHEIS, porque sobre isto vos concedemos autoridade absoluta."
(4ª Surata, verso 91 do Alcorão)

"E NÃO DESFALEÇAIS NA PERSEGUIÇÃO AO INIMIGO; porque, se sofrerdes, eles sofrerão tanto quanto vós; (...)."
(4ª Surata, verso 104 do Alcorão)

"Constatarás que OS PIORES INIMIGOS dos fiéis [islâmicos], entre os humanos, SÃO OS JUDEUS e os idólatras. (...)"
(5ª Surata, verso 82 do Alcorão)

"...COMBATEI UNANIMEMENTE os idólatras, TAL COMO VOS COMBATEM; e sabei que Deus está com os tementes."
(9ª Surata, verso 36 do Alcorão)

"Mas quanto os meses sagrados houverem transcorrido, MATAI OS IDÓLATRAS, ONDE QUER QUE OS ACHEIS; capturai-os, acossai-os e espreitai-os; porém, caso se arrependam, observem a oração e paguem o zakat, abri-lhes o caminho.(...)"
(9ª Surata, verso 82 do Alcorão)

"É INADMISSÍVEL que o Profeta e os fiéis IMPLOREM PERDÃO PARA OS IDÓLATRAS, ainda que estes sejam seus parentes carnais, ao descobrirem que são companheiros do fogo."
(9ª Surata, verso 113 do Alcorão)

"... E AI DOS IDÓLATRAS, que não pagam o zakat* e renegam a outra vida!"
(41ª Surata, versos 6 e 7 do Alcorão)

"... Uma muçulmana, no entanto, não poderá casar-se com um não-muçulmano, porquanto o seu STATUS MUÇULMANO seria afetado (...). Uma não-muçulmana, ao casar-se com um muçulmano, DEVERÁ, finalmente, ACEITAR O ISLAM. (...)"
(114ª Surata, verso 339 do Alcorão)

"... os CASAMENTOS de mulheres crentes COM NÃO-MUÇULMANOS eram DISSOLVIDOS, SE OS MARIDOS NÃO ACEITASSEM O ISLAM. (...)"
(114ª Surata, verso 1641 do Alcorão)

Zakat = dinheiro cobrado pelos religiosos islâmicos.
____________________

Ps:
"- E aí, Arnaldo?
- A regra é clara: tem que perseguir, matar e extorquir todos os inimigos, ainda mais se for judeu..."

Anônimo disse...

Enquanto isso nosso Governo dah as costas pra Diplomacia Brasileira, quando mais precisamos dela.

Onde estao as autoridades brasileiras? Cegas e alheias a Islamizacao no nosso Pais e as nossas custas. A Franca, a Alemanha, como muitos outros paises estao assistindo aos mais terriveis episodios de terror financiado e praticado por islamicos radicais.
Agora eh esperar quando chegara a nossa vez!

Com credito para o nosso Governo e as mulheres que(NAMORAM "PRINCIPES" PELA INTERNET), que mesmo avisadas, dao todo o apoio e ajudam no acesso ao Brasil.

MEDO E VERGONHA! ONDE CHEGAREMOS?

César Damasceno disse...

Acho um processo irreversível, mas como podemos nos mobilizar para impedir essa loucura?

José Atento disse...

César: conversar com o maior número de pessoas possíveis. Não temos outra alternativa já que a mídia é controlada.

Anônimo disse...

Alguém mais inocente pode falar: "mas existem muçulmanos moderados, nem todos são radicais". E eu afirmo que a única diferença entre um muçulmano radical do moderado é que ENQUANTO O RADICAL TE DEGOLA, O MODERADO IRÁ "APENAS" APLAUDIR. Vai confiando nesses ignorantes.

Maninho disse...

NÃO VAMOS GENERALIZAR!!!!!!!!!!
Favor não confundir o islã radical que mata, sequestra, tortura, persegue, oprime e censura com o islã moderado, que assiste a tudo com um leve sorrisinho no canto da boca, como se dissesse "quem manda desrespeitar nossa fé?", enquanto não faz nada de efetivo contra isso a não ser repetir que não pode ser confundido com o islã radical."
M.V. Motta

Anônimo disse...

Essa Rosário eu em assim que o islã tiver força e ser aplicada a lei Sharia essa velha desgraçada defensora de bandido terá sua cabeça cortada.

Anônimo disse...

Nossa, estava gostando do blog ate ler que o socialismo é a favor do Islamismo no Brasil Nao meu querido nós, defensores do socialismo, não somos a favor do Islã e nem do cristianismo. Somos a favor de cada um seguir a sua doutrina religiosa livremente, seja evangélico, católico,umbandista e etc.
vamos ler mais pessoal, a saída é pela esquerda. Dois beijos.

José Atento disse...

O socialismo não é favor do islamismo. Existem sim, infelizmente, setores que se dizem de esquerda, que vêm o islão como um aliado na luta contra o imperialismo. E isso é um erro, que eu espero venha a ser corrigido.

E isso acontece não apenas no Brasil.

Anônimo disse...

Vejo tudo isso vomo falta de amor ao proximo.o homem perdeu o tespeito pela criatura mais perfeita.

Anônimo disse...

Pois é, as nações mais desenvolvidas em termos de Direitos Humanos universais são justamente mais condescendentes ,achando que esses 'fiéis' merecem todo o respeito e consideração.
Eles são uma ameaça, merecem é toda a cautela possível.
Pois ameaçam os Direitos Humanos, conquistados a duras penas, para impor sua crença/doença.
Eu faço o que posso. Compartilhei vários de seus links com amigos.
E aqui, se pegar uma família pobre, financeira e intelectualmente limitada, derem uma ajuda, os imbecis vão achar que estão fazendo o certo, pois não são acostumados a refletir por si mesmos e questionar as coisas.
Sem falar nas iludidas, que qualquer conversinha mole caem, sem saber que fazem parte do apoio do Alcorão à luxúria dos 'fiéis' homens, que jamais serão valorizadas.

Anônimo disse...

Os socialistas/comunistas, apoiam qualquer coisa contra o imperialismo americano, inclusive o islã enquanto acessam internet, usam smartfone, calçam Nike,...
Vá morar em Cuba, mas lembre-se o carro mais novo que anda por lá é de 1959

Anônimo disse...

Basta jogar uma cabeça de porco, ou um porco morto inteiro na porta ou dentro dessas mesquitas, ou enterrar onde uma vai ser construída. Eles odeiam porcos, e vão ter de achar outro lugar para ir.

ADI disse...

QUE NAO VENHAM PRO SUL ESSES LIXOS, QUE SERÃO DIZIMADOS PELO EXERCITO!!!!!

O SUL TEM CARATER E TRADIÇÃO, MAS NAO ACEITA ESSES LIXOS DO EI..

FORA ASSASSINOS MALDITOS!!!

Anônimo disse...

O vespeiro estava lá quietinho, a desgraça dos Bush e seu EUA foram lá cutucar. Agora o mundo tem de aguentar mais isto.

o cara disse...

O islã nao é e nunca vai ser solução pra pais nenhum pelo pelo contrario só vai traze mais mortes e violência contra a vida das pessoas que não aceitam suas leis..
Fora islã do nosso pais como diz o cartas da da mulher no Blooger nao precisamos do islã precisamos é de paz.
Chega desse fundamentalismo imperialista em nosso pais .
Para min uma religião que o usa a violência contra a vidas da pessoas para impor suas vontades nao merece crédito algum e tem que ser criadas leis para punir qualquer muçulmano que pratica atos de violência contra avida das pessoas em nome de sua religião sem deixa usarem suas própria leis para justificar seus comportamentos homicidas contra a vida das pessoas ........ Não precisamos de uma nova idade média em nosso século só que agora com a bandeira do islã.