quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O começo da "vida profética" de Maomé (a coisa toda é "diabólica")



Existe uma diferença entre diabólico e demoníaco. Eu costumo dizer que o islão é diabólico, no sentido que ele é cheio de artimanhas que acabam envolvendo os menos preparados ou aqueles mais indefesos a se tornarem propagadores declarados ou defensores e apologistas da ideologia. Eu conheço gente que diz que o islão é mesmo demoníaco. Mas, eu me atenho ao aspecto da ideologia, porque apenas isso já caracteriza o islamismo como, eu diria, a pior invenção da história da humanidade.

Um vídeo na internet trata dos primórdios do islão, quando, segundo a narrativa islâmica, Maomé é visitado por um espírito que o deixa aterrorizado a ponto dele tentar o suicídio várias vezes. A narrativa dos eventos é fiel às fontes islâmicas. Os comentários do autor do vídeo fazem algumas indagações interessantes.

Demoníaco ou não, o fato é que ao se julgar Maomé pelas suas ações é de se desconfiar que ele era uma pessoa perturbada, mentalmente, ou epilético, ou outra coisa qualquer.

Então, divirtam-se com este vídeo, intitulado  "Maomé e Satã."

E lembre-se, o vídeo está baseado nas narrativas islâmicas.






Um comentário:

Cláudio Salum disse...

O islamismo e o maior inimigo da fé católica. Como poderia vir de Deus? Esta mais que evidente que e uma falsa religião soprada por Satã nos ouvidos de Maome para se contrapor e destruir a verdadeira religião. O chamado dialogo inter-religioso e os demais erros da heresia modernista são falsidades que estão custando caro a Igreja, fazendo com que ela baixe a sua guarda contra os seus inimigos. Ja nem se fala mais na Igreja Militante e no espirito de cruzada. A partir do Concilio Vaticano ll, a Igreja simplismente recolheu as suas armas que poderiam defende-la nesses tempos dificeis, pois o inimigo atua nao so fora mas principalmente dentro dela. Os embustes e ciladas do demônio não tem limites...