quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Mais jihadistas atendem ao apelo do Califa; Jihad no Canadá


José Atento
Tinhamos mencionado anteriormente sobre a convocação que o Estado Islâmico (Califado) havia feito para que jihadistas, em qualquer parte do mundo, matem infiéis onde quer que os encontrem
Alguns canadenses recém-conversos para a "religião da paz" atenderam a este apelo. Vejam o estrago.
(veja atualizações no final)

Dia 21 de outubro

Canadense "radicalizado" atropela dois soldados em Quebec, matando um deles

Mais um caso onde o islamismo transforma uma pessoa normal em um assassino psicopata. Desta vez a vítima da lavagem cerebral foi Martin "Ahmad" Rouleau, que, após o atentado, foi perseguido pela polícia, resistiu, e acabou morto. Ele agora sabe que esta história de 72 virgens é uma enganação para atrair trouxas.

O chato é que ele matou um trabalhador decente.

O facebook deste jihadista, que "morreu matando por Alá" (fato que o qualifica como um mártir islâmico) tem imagens, algumas das quais usadas por muçulmanos no Brasil. (A PF tem que abrir o olho para estes casos)

Um amigo deste "guerreiro sagrado de Maomé" disse algumas coisas que servem como alerta:

- "Foi um ataque terrorista e Martin morreu como ele queria. Foi o que aconteceu. "

- "Ele tornou-se obcecado com a prática de sua nova religião. Ele orou constantemente. Ele brotou uma barba pesada."

- "Ele pensou que era verdade. Ele acreditava em tudo isso. Ele pensou que, de todas as religiões, o Islã é o mais verdadeiro."

- "Ele fez isso porque ele queria alcançar o paraíso e assegurar paraíso para sua família. Ele queria ser um mártir".

- "Ele se tornou um extremista. Ele queria ir lutar a jihad, mas que não iriam deixá-lo fazer isso. O califado chamou todos os muçulmanos na Terra para lutar. Ele ouvia o que eles tinham a dizer e ele fez a parte dele aqui. "

(CBC, The Star)

Martin "Ahmad" Rouleau

Dia 22 de outubro

Canadense "radicalizado" mata soldado em monumento turístico e invade o parlamento canadense

Veja a foto do glorioso mujahadin Michael Joseph Hall, ou como começou a se chamar mais recentemente, Zehaf-Bibeau. Ele é o canadense que se "reverteu" ao islão (ou seja, reverteu-se para a Idade da Pedra), virou jihadista, matando pela causa de Alá. Na manhã de hoje, ele matou covardemente um soldado aposentado, desarmado e sem meios de auto-defesa, que complementava o salário passando duas horas alguns dia da semana, em posição de sentido, em frente a um monumento muito popular entre os turistas que visitam Ottawa.

Logo depois, este jihadista covarde (redundância) invadiu o parlamento canadense acabando morto com o tiro de um outro aposentado, um policial, que trabalha no cerimonial do parlamento. O vídeo mostra o momento do tiroteio.

Esta sua morte o torna um shahid, um mártir islâmico, aquele que morre matando. Alá está feliz por mais um idiota que ele enganou, levando-o a seguir o exemplo de Maomé ao pé da letra.

(CBCReuters)

Zehaf-Bibeau

Vídeo mostra momento do tiroteio dentro do parlamento canadense


Ainda sobre os atentados no Canadá. Os dois jihadistas que mataram um soldado cada um, eram monitorados pela polícia e tinham tido os seus passaportes confiscados. A pergunta que se faz é: porque ele não foram logo detidos? E quantos casos semelhantes existem? 

Atualizações:

1. Conheça o sargento-de-armas Kevin Vickers, um policial aposentado que trabalha no parlamento canadense. Ele é reponsável pela cerimônia de entrega da clava no parlamento canadense. Este senhor foi quem matou o terrorista que invadiu o parlamento depois de ter matado covardemente um guarda desarmado e em posição de sentido no monumento ao soldado desconhecido. Na primeira sessão do parlamento após o ataque terrorista, ele foi recebido como herói  Ele é um herói, e foi recebido como tal pelo parlamento.





Um comentário:

Anônimo disse...

Outro atentado terrorista em Israel ontem. 8 feridos e um bebê de 3 meses morto. O secular Fatah chama o terrorista de "mártir herói" e traz um versiculo do alcorão para homenagea-lo

http://palestinalivree.blogspot.com.br/2014/10/terrorista-atropela-oito-pessoas-e-mata.html