sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Liga Cristã Mundial emite 'carta aberta' relacionada aos atentados islâmicos e a islamização


Eu tive a oportunidade de transcrever uma "carta aberta" oriunda da Liga Cristã Mundial (LCM) no artigo Carta Aberta aos Bispos e a Igreja no Brasil. Agora, a Liga emitiu uma nova carta aberta, desta vez relacionada com o covarde atentado jihadista ao periódico Charlie Hebdo e a reação de parte da imprensa. Esta carta enfatiza o fator cultural relacionado à perda das raízes cristãs como um elemento fundamental que permite a penetração gradual do islamismo e da sua perniciosa lei islâmica Sharia. O fato é que sem valores absolutos tudo se perde. 
A crítica é contra a tentativa, que eu diria tem origem ideológica, de erradicar um dos pilares da nossa civilização, no caso, a cultura cristã, que permeia a nossa sociedade. Ao se fazer isso, cria-se um vazio, que vem sendo explorado com maestria pelos islamistas. Olhe para a Europa de hoje, pois eles estão trilhando o mesmo caminho no Brasil. 
É importante salientar que se opôr a islamização do Brasil não te obriga a assumir posturas diferentes daquelas que você tem hoje (por exemplo, se você é ateu, você não precisa se tornar cristão para isso). Porém, se opor a islamização vai ter obrigar ter uma visão mais ampla do problema, no sentido que todos nós, infiéis não muçulmanos, temos que aprender a conviver uns com os outros, porque o islão deseja acabar com todos nós. Isso é uma questão de escolha estratégica. É melhor engolir pequenos sapos nos nossos relacionamentos com outros "irmãos infiéis", mas continuar vivo, do que ser esmagado e morto pelo dinossauro islâmico.   

CARTA ABERTA AO BRASIL E AO MUNDO II – ATENTADOS ISLÂMICOS E MÍDIA ATEIA

A LIGA CRISTÃ MUNDIAL (LCM) vem alertando o mundo, há quase 14 anos, sobre o perigo da islamização. Isso, à primeira vista, parecia um preconceito ou uma atitude nada altruística. Todavia, com o passar do tempo tudo o que a LCM falou tornou-se realidade e mostrando, com vivas cores da cor de sangue, do que na realidade se tratava.

O que aconteceu na França, na realidade, foi apenas uma face que a mídia esquerdista e ateia quis mostrar, pois atingiu um de seus próceres, um jornal de cunho anarco-trotkista chamado Charlie Hebdo. No mesmo, dia, na Nigéria, o grupo terrorista-islâmico, similar e irmão daquele que matou várias pessoas em Paris, assassinou mais de duas mil pessoas, maioria cristã e ninguém falou nada, o mundo não ficou sabendo e mais uma vez caiu-se na ignorância mundial... O que, afinal, se passa por detrás disso tudo?

Enquanto isso, o Governo Federal do Partido Petista (socialo-comunista bolivariano), permaneceu ensurdecedoramente em silêncio, escondido e, vergonhosamente omisso. Há uma coerência nessa atitude. Sim, esse governo estimula e fomenta a islamização do Brasil, como já foi denunciando publicamente na Avenida Paulista, em 15 de novembro, pela LCM.

Todos os que acompanham atentamente o que se passa nos bastidores da mídia transversa que se instalou no Brasil, que há células de terroristas islâmicos atuando livre e abertamente no território brasileiro. No Facebook encontramos perfis de jovens e homens adultos que defendem e propagam abertamente os ensinamentos jihadistas e terroristas islâmicos, sem qualquer pejo ou pudor, e sem, pasme-se, serem investigados ou processados. Há um tácito consentimento que, na França, se mostrou funesto e pernicioso.

A LIGA CRISTÃ MUNDIAL está alerta e de olho nos movimentos dessas pessoas que, enviados como emissários de autoridades islâmicas solertes, pensam que agem ocultamente. A LCM não dorme um só instante e monitora esses movimentos que, na hora certa, serão desmascarados e punidos, pois as bases cristãs da civilização brasileira não permitirão que elementos culturais e religiosos que promovem a ‘guerra santa’ criem raízes na Terra de Santa Cruz. O cristianismo foi varrido do norte da África, onde vicejava e iluminava a humanidade nos primeiros séculos da antiguidade cristã. Na Europa há um vazio estonteante de cristianismo, que foi gradativamente sendo apagado e combatido, fazendo com que gerações e gerações ficassem sem uma formação cristã íntegra e profunda, que durante séculos formou e formatou a civilização europeia e ocidental. E isso teve gravíssimas consequências, que estão aí: uma sociedade vazia, atéia, indiferente e relativista, tornando-se solo fértil para a chegada e implantação do islamismo, em todas as suas formas e dimensões.

Não deixaremos, nós da LCM, que isso aconteça no Brasil. Jamais. Somos cristãos conscientes da nossa missão, vivenciamos um Batismo que nos fortalece a alma, pois nos regenerou do pecado original e nos fez soldados de Nosso Senhor Jesus Cristo. Deus está conosco, com a presença e força da Virgem Santíssima, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. A batalha está começando, mas a vitória já nos foi garantida. Amém.


Nenhum comentário: