segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Irã: lei permite homens se casarem com filhas adotivas de 13 anos (mais um legado de Maomé)


O parlamento iraniano aprova uma lei que permite os homens de casar-se com suas filhas adoptivas desde a idade de 13 anos
Veja bem, a lei já permite um homem se casar com até quatro mulheres. Esta lei é um prato-feito para os pedófilos, que podem praticar pedofilia (e incesto), não apenas com uma, mas com até 4 meninas de 13 anos, com a proteção da lei.  E tudo isso porque Maomé se casou com uma criança e se casou (praticou incesto) com a sua nora (veja referências no final do artigo). Isso é lei islâmica em ação. E pensar que nós estamos importando isso para o Brasil. 
Artigo: Le Parlement Iranien approuve une loi qui permet aux hommes de se marier avec leur fille adoptive des lage de 13 ans, Tunisia Daily

Tradução: Gustavo Bourbon

Segundo o jornal tunisiano, aqueles que pensavam que o novo presidente iraniano, Hassan Rouhani, foi um reformador, estarão certamente decepcionados:

Rouhani acabou de assinar uma nova lei para permitir que homens se casem com suas filhas adoptivas desde [...] a idade de 13 anos. O jornal britânico The Guardian relatou que esta lei foi incorporada à legislação que diz ser, ironicamente, para proteger as crianças. Foi aprovada pelo Parlamento iraniano neste domingo.

«Esta lei legaliza a pedofilia» – diz a advogada Shadi Sadr, que milita pelos direitos humanos na organização Justice for Iran, com sede em Londres.

«Casar-se com uma criança adotada não é parte da cultura iraniana.» Obviamente, há incesto no Irã, mais ou menos como em todos os países do mundo, mas esta lei legaliza a pedofilia e coloca nossas crianças em perigo, fazendo o crime uma norma na nossa cultura» – ela acrescentou. «Se um pai se casar com sua filha adoptiva, que é menor e houver relação sexual, isso é um estupro».

Segundo Sadr, os legisladores iranianos justificam esta lei, explicando que ela resolverá das complicações ligadas ao hijab (véu) quando uma garota é adotada. Uma filha adoptiva deve usar o hijab na frente de seu pai adotivo e uma mãe deveria usá-lo na frente de seu filho adoptivo duma certa idade. «Com esta lei, você pode ser pedófilo e conseguir uma presa, como um pretexto para adoptar uma criança» – ela disse.

Shiva Dolatabadi, que dirige a organização de proteção dos direitos das crianças iranianas, também acredita que a lei legaliza o incesto. «Você não pode abrir um caminho no qual o papel dum pai ou uma mãe pode ser misturado com aquele do cônjuge. As crianças não são seguras na tal família.

No Irã, meninas podem se casar a partir dos 13 anos se elas têm a permissão de seus pais. Mas um juiz também pode autorizar o casamento duma menina que tenha menos de 13 anos. Os rapazes podem se casar a partir dos 15 anos. Em 2010, ocorreram 42.000 casamentos de crianças dentre 10 e 14 anos de idade, de acordo com o sítio iraniano Tabnak. Além disso, em Teerã, pelo menos 75 crianças com abaixo de 10 anos se casaram.

A lei ainda deve ser aprovada pelo Conselho dos Guardiães, que é composto de seis advogados e seis teólogos.

Leituras adicionais:

- Direitos das Mulheres sob o Islão

Porque a adoção é ilegal no islamismo (e porque incesto é legal): o escandaloso casamento de Maomé com sua nora, Zainab (e o caso de Maomé com a sua tia Kaula)

7 comentários:

Anônimo disse...

pra rir um pouco sobre a ignorancia deles

http://www.inquisitr.com/1848596/muslim-cleric-sparks-social-media-uproar-claiming-the-sun-revolves-around-the-earth/

Anônimo disse...

Voce tem informacoes detalhadas sobre dawah e a forma como muculmanos convencem pessoas a se converter? estou pesquisando em varios blogs e fontes em portugues mas nao consigo achar nada sobre o assunto em nosso idioma.
nao estou falando de casos particulares, mas sim dos metodos e do conceito. Voce tem alguma coisa sobre o assunto?

obrigada

Peregrino disse...

Os livrinhos de divulgação do Islam como aqueles da Fambras são os usados para Dawa e tinha um site Dawa Brasil. Ou o Islamic House em porgugues. Geralmente falam no monoteismo "puro de Abraao" e tentam mostrar aos cristãos q Jesus nunca foi Deus mas só um profeta, atacam o conceito de Trindade.Outros simpatizam com a causa palestina ou procuram o esoterismo islamico: o sufismo e acabam comprando o pacote todo depois como o principe Charles q foi outro trouxa q caiu no conto da Tarikka depois de ler os autores perenialistas como René Guénon ou Schuon.

José Atento disse...

O Peregrino disse corretamente. Ênfase em ser parte de um todo (religiões Abraâmicas), e respeito por todas as figuras de outras religiões (todos eles foram profetas de Alá). Atacar muito violentamente o conceito da Trindade e a divindade de Jesus. E dizer que Maomé foi previsto pelos Evangelhos.

Dizer que a civilização islâmica foi o máximo que jamais existiu (e esconder/negar todas as atrocidades cometidas).

Existe um livro chamado "Manual da Dawa" de Shamim A. Siddiqi, que diz como os muçulmanos devem se aproximar dos não-muçulmanos de modo a converte-los para o Islã. Esse livro foi escrito por um muçulmano para muçulmanos.

Ele específicamente diz para os muçulmanos não contarem aos novos convertidos toda a verdade sobre o Islã.

páginas 48 e 49, diz:
Explicar o conceito de Tawheed (deus único) sem dizer o que este Kalimah [declaração de fé] exige de um muçulmano.
Apresentar o Aqidah [Credo Islamico] sem explicar o impacto do Iman Billah [fé em Alá].
Explicar o Iman Bil-Akhirah [fé na vida depois da morte] sem dizer qual a revolução isto deve causar na vida do indivíduo e da sociedade que ele vive.

Anônimo disse...

Nada a ver com pedofilia. Pedofilia é antes da puberdade (antes dos 9 anos de idade).

José Atento disse...

Você concorda então com a lei iraniana?

José Atento disse...

Definição de Pedofilia:

Wikiquote: "Pedofilia é a atração sexual de adultos ou adolescentes para crianças pré-púberes ou no início da puberdade."

Priberam.pt: "Atracção sexual de um adulto por crianças."

Além da definição técnica, que inclue o "início da puberdade", existe o problema psicológico de uma criança de 13 ter maturidade para o casamento.

Isso sem mencionar que a lei permite o incesto.