sábado, 7 de novembro de 2015

Atualizações em outubro de 2015


Veja o que entrou de novo no blog em outubro de 2015.

Seria possível reformar o islão, tornando-o compatível com a modernidade? (Não)
Leia o artigo todo no link.

A ideologia islâmica e transtornos mentais
Leia o artigo todo no link.


Indonésia: moderada?
Alexander Aan é um indonésio apóstata do Islã, agora ateísta, que foi julgado por ofensa ao Islã e quase foi executado. Hoje vive em segredo no seu próprio país. (fonte)
Mirza Al-Fath, bacharel em Sharia e com mestrado em Ciências Sociais. Ele precisou fugir de seu país por ter sido ameaçado pelos fundamentalistas islâmicos sob a acusação de ter ensinado blasfêmia nas palestras que dava na universidade. Agora vive em segredo para manter-se a salvo das perseguições dos extremistas islâmicos. (fonte)
Omega Suparno, bacharel em Teologia Islâmica, com especialização em Adoração Islâmica, converteu-se ao Cristianismo, tornando-se padre. Foi queimado vivo pelos supremacistas islâmicos numa floresta nos arredores da cidade de Jepara, em dezembro de 2012, por criticar o Islã. (fonte)
(Texto do Facebook Liga de Defesa Brasileira)

Uganda: Muçulmanos aplicando a "punição da apostasia" com suas próprias mãos
E isso apesar de apenas existirem apenas 11% de muçulmanos em Uganda!  (fonte)
  • Um muçulmano em Nsinze, Namutumba Distrito, matou a sua esposa e o filho de 18 anos de idade em 11 de agosto, depois de saber que eles haviam se convertido ao cristianismo, disseram fontes da área.
  • Issa Kasoono bateu e estrangulou sua esposa, Jafalan Kadondi, mas ela sobreviveu, disse uma fonte que pediu anonimato. Ele disse que outros parentes se juntaram a Kasoono em bater nela e seus dois filhos, Ibrahim Kasoono, 18, e Ismael Feruza, 16, embora o filho mais novo conseguiu escapar apenas com hematomas no braço.
  • A esposa de um ex-xeique foi envenenada à morte, em 17 de junho, depois que ela e seu marido colocaram sua fé em Cristo, na vila Nabuli, Kibuku District. Namumbeiza Swabura era a mãe de 11 filhos, incluindo um bebê de 5 meses de idade.
Umar Mulinde, muçulmanos aplicam lei da apostasia
Maomé disse: "mate quem deixar a fé islâmica." Muçulmanos aplicam esta regra, a nível coletivo, ou a nível individual, do modo que for possível. Veja mais um ex-muçulmano. Umar Mulinde era um muçulmano, na Uganda. Ele resolveu deixar o islão e se tornou cristão. Ele poderia decidir ser o que quiser, pois ter uma religião, ou não ter religião alguma, bem como mudar de religião, são direitos humanos (artigo 18 da Declaração dos Direitos Humanos). Mas o islão é contrário aos Direitos Humanos. Umar Mulinde foi atacado por muçulmanos com ácido e teve a sua face e parte do seu corpo desfigurados. O vídeo narra a sua história.  
(saved fconst42)

Suécia: ex-muçulmano precisa provar que é cristão para obter asilo (mas muçulmanos não)
Quer dizer que, para obterem asilo, ex-muçulmanos precisam provar que são cristãos, mas os muçulmanos não precisam provar nada. Que lógica macabra é essa do governo sueco?
Vídeo do Canal Fconst42 https://youtu.be/h911WPNapNE. Visite este canal!

Paquistão: Governo prende por "blasfêmia" (contra o islão)
O GOVERNO do Paquistão, não grupos terroristas, prendem e condenam pessoas à morte sob acusação de blasfêmia, quando a palavra do acusado (pertencente a um grupo minoritário) tem muito pouco valor. (fonte)


Direito das mulheres no Irã e o silêncio do governo brasileiro na ONU
Artigo no qual Shirin Ebadi, ganhadora do prêmio nobel, critica o governo brasileiro, e um vídeo resume os direitos das mulheres no Irã. Leia o artigo aqui.

Ativistas são surradas ao interromperem evento islâmico
Ativistas da FEMEN interrompem uma conferência islâmica quando se discutia sobre "espancamento de esposa." Ambas são ex-muçulmanas. Uma delas disse: "Ninguém pode me escravizar, ninguém pode me possuir, eu sou meu próprio profeta!" Elas foram violentamente espancadas. Para sorte delas, este evento islâmico foi em Paris e a polícia francesa as salvou. Veja o vídeo:



Por que os estupradores islâmicos preferem as loiras?
Artigo externo, de autoria de Raymond Ibrahim.

Finlândia: refugiado compara mulheres a cães
Ele fez isso ao reclamar da comida, dizendo que a comida era boa apenas para mulheres ou para cães.
https://www.facebook.com/1601360926768290/videos/1685862068318175/

Epidemia de estupros perpetrada por migrantes
Uma lista de eventos, compiladas po Soeren Kern. É assustador!

Refugiado muçulmano reclama de falta de sexo
"Refugiados" muçulmanos em campo de refugiados da Europa, reclamam que estão ficando doentes por falta de sexo dentro dos campos de refugiados e a culpa é das autoridades européias que não construíram abrigos apropriados para o sexo. https://www.facebook.com/1601360926768290/videos/1685370638367318/

Refugiado sudanês acusado de estupro
Ele está na Grã-Bretanha a 5 meses. Repito. Não foi o islão quem inventou o estupro, mas ele o permite se feito sobre as mulheres não muçulmanas. (fonte)

Índia: Menina de 4 anos de idade é morta por seu pai por não se cobrir
Ele a matou simplesmente por ela ter falhado em cobrir a sua cabeça enquanto almoçava. (fonte)

Dentista morta por tratar pacientes do sexo masculino
Rou'aa Diab, uma dentista do sexo feminino, foi detida pelo Estado islâmico em 22 de agosto de 2014. Ela foi acusada de crime por realizar "tratamento odontológico em pacientes do sexo masculino", e foi executada. Ela foi decapitada por ajudar a prevenir e tratar a doenças. (fonte)

EUA: príncipe saudita força sexo oral sobre empregada
Majed Abdulaziz Al-Saud foi preso pela polícia de Los Angeles após ser acusado de forçar a sua empregada doméstica a fazer sexo oral nele, além de um vizinho ter visto uma mulher sangrando tentar escalar a parede da casa dele para fugir do estabelecimento (fonte). Estuprar não muçulmanas é permitido pela lei islâmica.

Arábia Saudita: Esposa filma marido traindo-a com empregada doméstica e é presa
Ela é acusada de tentar envergonhar o marido, por difamação. Ela poderá encarar um ano na prisão ou terá que pagar uma fiança de SR500.000 (quinhentos mil saudi riyals), algo em torno dos 500 mil reais. (fonte)

EUA: Gangue de universitários muçulmanos são acusados de drogar e estuprar duas estudantes da Universidade Johnson and Wales
Mohammed Alsaqer, Yazeed Alasiri, Mohammed Aljohani e Tareq Alharbi são os acusados. Observação: Os dois primeiros são de origem saudita, como está destacado na reportagem. (fonteEstuprar não muçulmanas é permitido pela lei islâmica.

Refugiada conta como é a vida no mercado de escravas do Estado Islâmico
Jinan, uma curda de 18 anos, conta como foram seus três meses de cativeiro no Iraque, em 2014, nas mãos dos jihadistas, e como conseguiu fugir uma noite roubando umas chaves.  Ela narra isso no seu livro No livro "Escravas do Daech" (nome do EI em árabe). (fonte)
(video saved)


Suécia: refugiado estuprou uma criança de 3 anos; Conselho de Migração tentou esconder o incidente
Os direitos das crianças, mulheres e homossexuais estão sendo sacrificados no altar do multiculturalismo

Arábia Saudita: centenas de mulheres processadas por sexo extramarital (mesmo vítimas de estupro)
Reportagem do The Guardian relata que centenas de mulheres, na maioria empregadas domésticas extrangeiras, são processadas e presas, acusadas de sexo extramarital, até mesmo aquelas que tenham sido estupradas.


Doutrinação islâmica nas escolas americanas, e reação popular contra isso
O Departamento de Educação do Tenessee se recusou a abrir os registros e revelar conteúdo programático com as lições sobre o islão, sendo que não existe o mesmo espaço para as outras religiões. E os mais atingidos são os alunos do ensino fundamental (fonte).

A reação contrárias tem sido vigorosas e incluem deputados e pais de alunos. Eles destacam a diferença entre informação e doutrinação, alegando que as crianças são obrigadas a memorizarem os cinco pilares do islão e que as crianças se levantam e recitam diáriamente que Alá é o único deus. Este ensino acontece simultaneamente a proibições de se exibir a bandeira dos EUA bem como mostrar símbolos de quaisquer outras religiões. (PJ Media)

Estado Islâmico treinando a nova geração do terror

Crianças palestinas ensinadas a esfaquear judeus

Um vídeo caseiro mostra crianças com facas sendo treinadas pelo pai a dizero que desejam esfaquear judeus.

video

Este é o futuro do mundo
se nos amedrontarmos frente aqueles que nos chamam de racistas, xenófobos ou islamófobos

video



Irã antes e depois da Revolução Islâmica, que forçou a Sharia sobre o seu povo





Gays sendo perseguidos nos campos de refugiados da Europa
Casos de violência contra homossexuais vem sendo registrados nos campos de refugiados, perpetrados por muçulmanos. O Washington Post relata que tem havido tantos casos que os homossexuais tem que ser retirados dos campos para evitar que o pior aconteça com eles.
todas as escolas de jurisprudência islâmica concordam que os gays devem ser mortos. Elas diferem no tocante ao tipo de excução.

Refugiados homosexuais estão sendo perseguidos pelos outros refugiados
Reportagem do Washinghton Post relata o drama de refugiados gays que chegaram na Alemanha, fugindo dentre outras coisas da perseguição que eles sofriam no seu pais de origem (Irã) por serem gays. Ao serem colocados para compartilharem apartamentos com outros refugiados eles se tornaram presa maior de abuso físico, inclusive sexual (do mesmo jeito que as mulheres, os gays não querem ser estuprados). A Federação de Gays e Lésbicas de Berlim e Brandemburgo sabe que até 6 casos ocorrem a cada semana.

História (Arte e Jahiliyya)

Estado Islâmico destrói o Arco de Palmira
Se continuar assim, não vai sobrar mais nada (CNN)


Dilma, seu segundo mandato, e a relação do seu governo com os "governos árabes" 
Um ano atrás, com a vitória da Dilma nas eleições presidenciais, o boletim da Câmara do Comércio Árabe-Brasileiro dizia: "Laços com os árabes irão crescer no segundo mandato de Rousseff."
Estes laços, segundo a nota, inclui acesso aos demais países latino-americanos através do Brasil.
Rousseff disse: "o Brasil mantém laços culturais fortes com os países árabes devido ao grande número de imigrantes que ele vem recebendo." Presidente Dilma, "laços culturais fortes" desde que a nossa cultura não seja alterada, mas não é isso que eles desejam. Eles desejam que nós importemos a "cultura" deles, ou seja, a Sharia. (fonte)

Escancaram as portas do Brasil para a migração islâmica
Basta correlacionar o discurso público da presidente Dilma com a

Exemplo para o Brasil: Canadá deseja cobrir a sua cota de 10 mil refugiados com as minorias: cristãos, druzos e curdos. 
Ele pede ajuda às igrejas para financiar os refugiados dentro do programa de patrocínio. Outros países já disseram que só aceitam cristãos: o Chipre, a Eslováquia, e me parece que os países bálticos, a Polônia, a Hungria e a República Tcheca idem. (Toronto Sun)

Sheik atrai brasileiros para o islamismo com 'zoeira', redes sociais e discurso de tolerância
Ele aplica o que o livro livro Metodologia da Dawah (pregação), de Shamim A. Siddiqi, diz como os muçulmanos devem se aproximar dos não-muçulmanos de modo a converte-los para o Islã. O livro específicamente diz para os muçulmanos não contarem aos novos convertidos toda a verdade sobre o Islã, ou seja praticarem a taqiyya. (BBC)

A esquerda Bolivarista latino-americana ama os islamistas, principalmente os árabes 
Ou seria amor pelo dinheiro deles? Discurso de Nicolás Maduro, na ONU, em 28 de setembro de 2015, fazendo apologia aos governos islamistas e declarando o seu amor aos árabes muçulmanos: "Nós amamos os povos árabes. Admiramos a cultura dos povos árabes, uma cultura milenar. Admiramos os povos muçulmanos." https://www.youtube.com/watch?v=k-f5EdwNA2g

Avanço islâmico no Paraná
Reportagem da Folha traz dois "infográficos" surpreendentes e assustadores. Devido a crescente imigração muçulmana para o Brasil (devido a política de braços abertos do governo federal), o número de mesquitas e mussalas (salas de estudo e doutrinação) cresce em ritmo acelerado, tendo dobrado nos últimos 5 anos. A reportagem ainda diz que os refugiados, muitos ilegais, se organizam em "enclaves" que "começam a definir a cultura, a economia, e a demografia, em pequenas cidades do interior do Paraná." Estes "refugiados" se dirigem para o interior do Paraná para trabalharem na indústria halal." Na cidade de Dois Vizinhos, "a maioria trabalha no abate halal no frigorífico da Sadia, onde há uma mussala." (Folha)




Avenida Paulista, 20 de outubro: manifestação pela Jihad Islâmica
Estamos entrando no "eixo do mal." Leia aqui o que é jihad


Senado aprova Lei Anti-Terrorismo
Algo importante acaba de acontecer. Agora é a questão de destrinchar o projeto para entender o que ele efetivamente oferece. (O Globo). O projeto de lei está aqui. 


Países do Golfo se recusam a dar asilo aos seus "irmãos muçulmanos" (sejam eles palestinos, sírios, etc.)
Leia o artigo no link.

Japão não irá receber refugiados
O primeiro ministro japonês disse que o Japão deve atender primeiro ao seu povo antes de receber refugiados sírios (fonte)

Islamização islâmica e como lidar com ela
Artigo externo de Uzay Bulut publicado no Gatestone Institute.

Por que os países ricos árabes abandonam os refugiados sírios
Artigo externo de Nornie Darwish, traduzido pelo blog Ex-Muçulmanos.

Alemanha: opositores da invasão islâmica tem seus dados pessoas tornados públicos
O jornal eletrônico The Huffington Post (versão da Alemanha) mostrou o rosto, nome e dados pessoais de 200 pessoas que simplesmente mostraram-se contrárias à invasão de migrantes em rede social. Ou seja, agora, os jihadistas na Alemanha têm 200 pessoas como alvo. (fonte)

Criada a Polícia Global da ONU
A ONU criou uma polícia global, a  Rede de Cidades FOrtes para combater o extremismo nos EUA e em Montreal e outras cidades. O discurso de abertura foi oferecido pelo Alto Comissariado da ONU para os "direitos humanos", o príncipe Zeid Ra'ad Al Hussein de "Arábia Saudita". A gerência será feita pelo Instituto para o Diálogo Estratégico (ISD), um grupo de liderança internacional, com um histórico de longa data em trabalhar para evitar o extremismo violentoEsta notícia se parece com quadrinhos da Marvel, mas é real. (DoJ)

Refugiados reclamam da "qualidade do serviço" como se fossem turistas enganados
Quer ser parte da comunidade: contribua!
A comida está ruim (ou diferente do que está acostumado)? Se ofereça para cozinhar!
Não tem nada para fazer? Seja voluntário para promover atividades!
A janela está quebrada? Conserte!
O banheiro está sujo? Limpe!



Imprensa esconde os protestos contra a "invasão migratória"
A mídia de lá e daqui fazem questão de esconder os protestos daqueles que estão insatisfeitos e receosos das consequências que essa imigração em massa de muçulmanos levará aos seus países.
No link, fotos e vídeos dos protestos em massa que estão sendo ignorados pela mídia.

Pesquisa indica que 51% dos alemães tem receio dos "refugiados"
E, como consequência, a Chanceler Merkel, a Louca, tem o seu nível de popularidade mais baixo desde 2011 (ARD German Trend)

Não é a toa: 8 milhões de refugiados na Alemanha em 2015 (?)
Relatório do Serviço Secreto Alemão diz que entrarão em 2015 um total de 1,5 milhões de refugiados na Alemanha. Mas se somar os membros familiares que virão a reboque, o número pode atingir 8 milhões !!!!! Só em 2015. Esta notícia saiu no jornal Built, dizendo que Merkel, a Louca, está mentindo para o povo alemão.  A notícia diz também que o aspecto de segurança pública está saindo fora do controle, e que violência é registrada todos os dias. (fonte, fonte, fonte)

Suécia: Bispa anglicana da Suécia propõe retirar as cruzes de sua igreja e marca a direção de Meca para que os muçulmanos possam rezar
A Bispa Eva Brunne é mulher e lésbica, mas quer provar para o mundo como ela é tolerante com aqueles que a desejam vestindo um saco preto por ser mulher ou morta por ser lésbica. Como a Chanceler alemã Merkel, a Louca, esta bispa odeia a sua cultura e a sua história de tal maneira que está disposta a entregar tudo de mão beijada para invasores sem lutar.

Europa: Jovem ativista é estuprada, mas fica calada para não "atrapalhar a causa"
Uma jovem ativista do "Mundo sem Fronteiras" foi estuprada por um grupo de "refugiados", mas ela ficou calada. Os seus colegas (e "mui amigos") do "Mundo sem Fronteiras" a pressionaram a não dizer nada para que isso não "prejudicasse a causa." Este evento de "integração cultural" aconteceu em um campo de refugiados na fronteira da França com a Itália, em Ponte San Ludovico in Ventimiglia. (fonte)

EUA: Mais uma universidade se curva ao islão
Universidade Estadual de Wichita, no Kansas, optou por retirar todos os seus símbolos religiosos e abrir a sua capela para todas as religiões (na verdade só por causa dos muçulmanos que decidiram fazer isso). Joga-se fora as suas tradições para dar espaço a uma doutrina política-militar com aspectos religiosos que, com toda a certeza ao se tornar maioria, imporá sem pensar muito a sua lei e seus costumes no lombo dos outros. (WND)

O idioma que mais cresce nos EUA é o...árabe!
Deixou de ser o espanhol. Obama troca os cristãos mexicanos pelos árabes maometanos (WND).

Obama altera legislação da "tolerância zero" contra imigrantes envolvidos com terrorismo
Segundo site Judicial Watch, o governo americano concedeu asilo a 1.519 terroristas sob a alegação que eles estavam "sob estresse". Isto tornou-se possível ao Obama alterar a legislação, que outrora não permitiria isso. O presidente Obama vem usando de poderes especiais, de forma sistemática, ignorando o Congresso dos EUA, notadamente naquilo que permite a expansão do islamismo nos EUA. A mesma notícia informa que o governo estuda conceder asilo a mais um, desta vez ligado a 3 organizações terroristas: Hamas, Hezbollah e Jihad Islâmica Palestina.

Serviço médico alemão em crise devido ao influxo de "refugiados"
Uma médica anestesista tcheca, que trabalha em um hospital em Munique, na Alemanha, descreve, em uma carta, cenas horríveis causada pelos invasores muçulmanos, sobrecarregando o sistema de saúde - fazendo exigências, ameaças, atacando, e mesmo, esfaqueando, equipes médicas (sem serem presos). As massas que estão descendo sobre a Europa também estão chegando com uma série de doenças transmissíveis, incluindo doenças erradicadas, bem como doenças exóticas não vistas na Europa. Enquanto que alguns muçulmanos (homens) recusam o tratamento por pessoal feminino, as funcionárias do sexo feminino se recusam a trabalhar entre os muçulmanos (homens) por temerem por sua própria segurança. A maioria das mulheres estão grávidas ou tem várias crianças desnutridas pendurados nelas. Ao saberem que eles devem pagar por prescrições, eles têm um ataque. Um paciente jogou urina infectada com sífilis no rosto de uma enfermeira. A devastação é tamanha que unidades K-9 da polícia precisam proteger clínicas, hospitais e farmácias. A médica desafia aqueles que seguram cartazes de "bem-vindos imigrantes" para trabalharem como recepcionistas nos hospitais, ou como atendentes nas farmácias ou como zeladores dos centros e prédios de refugiados, mas sem a proteção da polícia. E se isso não for chocante o suficiente, a imprensa local é proibida de informar sobre isso, forçando os cidadãos a se comunicarem por e-mail, como um sistema um tanto clandestino de partilha de informação, necessário para sobrepujar as camadas de loucura criadas pelo governo. Vídeo: http://www.liveleak.com/view?i=681_1444192396. (fonte)

França, Canadá e Austrália: terroristas são deportados e perdem cidadania
A França, o Canadá e a Austrália começaram a implementar medidas que permitem a deportação e remoção da cidadania de pessoas condenadas por ações de terrorismo. A França faz isso com 5 envolvidos nos ataques à bomba em Casablanca, em 2013, que resultou na morte de 45 pessoas. No Canadá, o governo está deportando um terrorista que planejava explodir o parlamento (em 2006). E na Austrália, o governo introduziu legislação com o mesmo propósito. A polêmica que existe é como proceder se o terrorista cresceu no país e não tem vínculo algum com país dos seus pais. De qualquer modo, isso mostra uma preocupação crescente com a radicalização dos jovens muçulmanos. Mas uma medida mais eficiente seria a deportação dos imãs, cléricos e xeiques que promovem a radicalização. Neste caso, será que sobraria algum sem ser deportado?  (Daily Mail, MacLeans, ABC)

Bispo húngaro responde ao Papa chamando a "crise migratória européia" pelo seu próprio nome: invasão muçulmana
Ainda existem religiosos que enxergam. Leia o artigo todo neste link.

Alemanha: refugiados não querem passar a noite em ginásio, exigem apartamentos ou casas 
A posição dos refugiados não a de agradecimento por estarem sendo ajudados, mas sim a de fazerem exigências como se fosse obrigação de quem os acolhe de satisfazer os seus mínimos desejos. A cidade de Chemnitz preparou um ginásio para os refugiados se instalarem. Mas eles se recusaram dizendo que eles apenas iriam para apartamentos ou casas. Eles se mantiveram irredutíveis na certeza que a prefeitura iria ceder (fonte)^

Invasão islâmica da Europa, agora passando pela Eslovênia
Já que a Hungria fechou a passagem dos migrantes pelo seu páis, o único caminho para o exército de refugiados e seguir via Croácia e Eslovênia. Mas o número continua altíssimo, algo como milhares por dia. Não existe país que aguente isso. (fonte)

Merkel, a louca, agora quer a Turquia na União Européia
Ela está tentando fazer com que a Turquia faça algo pelo refugiados. Mas o preço é muito alto. A Turquia na União Europeía significa 57 milhões de muçulmanos a mais na Europa, além do fato da fronteira da Turquia ser porosa. A Merkel também se move para doar 3 bilhões de euros para a Turquia, para que ela faça algo com respeito aos refugiados. A Alemanha da Merkel se tornou um Estado Vassalo da Turquia neo-Otomana de Erdogan. (fonte, fonte)


Eleições no Canadá: resultado ruim para o mundo
O resultado da eleição no Canadá é preocupante. Independente de todos os problemas que existem em um governo que fica muito tempo no poder (e nós no Brasil sabemos muito bem sobre isso), o governo conservador do Primeiro-Ministro Harper tinha uma postura de defesa do Canadá e tinha uma compreensão acima da média em termos do perigo da jihad global. O partido que o substitui, o Partido Liberal, liderado por Pierre Trudeau, ganhou a maioria e vai governar desimpedido por 4 anos. Pierre Trudeau tem uma postura de quem não vê perigos no mundo, e, o que é pior, tem se associado a grupos ligados a Irmandade Muçulmana. Ele é um multicuralista cego, que irá importar "refugiados sírios" a rodo. Neste grupo, inclui-se, é claro, os "sírios de coração" (paquistaneses, somalianos, nigerianinos, afegãos, líbios, etc.). Quem vai pagar a conta são os mesmos que o elegeram, dentro de uma economia recessiva. O mundo perdeu um bastião, e o Canadá escolheu brincar em uma montanha russa.


Mais um ativista pró-islâmico traído por quem ele defende
Um advogado da alemanha, daqueles que defende uma Europe sem fronteiras, sentiu na própria pele o fruto do seu ativismo. Ele foi esfaqueado pelas costas, 2 vezes, por um grupo de homens migrantes, ficando em estado grave. Não houve roubo associado ao esfaqueamento. O advogado ativista disse ter ficado muito triste e desapontado. (fonte)

Muitos uruguaios estão cansados com a ingratidão dos refugiados sírios
Eles querem ir para a Alemanha, pois lá vão receber mais dinheiro para não fazer nada. (fonte)

Europa invadida por um "exército sem armas"
O "exército sem armas" invadindo a Europa, sob a escolta da polícia européia. Que coisa mais irreal. Apenas homens, jovens, no vigor da vida. Eles vão fazer sexo com quem? Os europeus colocam em risco a segurança das suas mulheres e ameaçam destruir a liberdade que as mulheres européias desfrutam. Além disso, existe o problema da segurança em sí. Uma pesquisa da Al Jazeera mostrou que 80% do muçulmanos responderam com um 'sim' a pergunta "Você considera que a organização Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS) está beneficiando a região?"
video saved https://youtu.be/ijxknaKOXVc 

Governo alemão planeja a construção de guetos islâmicos
Um projeto orçado em 500 milhões de euros, do arquiteto alemão Manfred Osterwald, prevê a construção de uma cidade para a comodar 30 mil refugiados, sendo que no coração da cidade existirá uma grande mesquita. Esta cidade está sendo chamada de Nova Alepo. (Die Welt)
O que pode dar errado nisso? (1) a cidade é para muçulmanos, pois o coração dela é uma mesquita; (2) é de se esperar que a Sharia vai ser implementada nesta cidade, ou seja, não existirá direitos humanos para mulheres, homossexuais, ou não muçulmanos. (3) a cidade vai cair no controle de xeiques, que irão lutar entre sí, mas irão se unir contra os infiéis. (4) os muçulmanos estarão sempre reclamando do governo alemão, reclamando dos apartamentos, da comida, da área de lazer, que a mesquita é pequena, etc., exigindo mais e mais, e usando isto para justificar qualquer atitude violenta. (5) A polícia alemã e os serviços de saúde e bombeiros vão precisar de autorização para entrar ... a não ser que eles sejam entregues para a administração dos xeiques.
Apenas idiotas, ou suicidas, convidam a cobra para a sua casa sem esperar que ela não os morda.

Alemanha: Gangues muçulmanas roubam igrejas e escolas
Gangues muçulmanas ligadas ao Estado Islâmico estão a saquear igrejas e escolas na cidade de Colônia, para angariar dinheiro para continuar financiando a jihad. Eles operavam desde 2011 até serem presos. O total roubado chega aos 19 mil euros. Se apropriar de bens dos infiéis não é nada demais. A Sharia permite. (IBTimes)

Alemanha: governo confisca hotel para refugiados, e desemprega 100 pessoas
Programa de TV Exact relata que funcionários do hotel de 4 estrelas Maritim Hotel na Saxonia, que vão desde atendentes, camareiras, cozinheiros, serventes, fachineiros, garções, bem como lojas que funcionavam no hotel como restaurante, agência de turismo, cabelereiro, etc, até mesmo uma nadadora que alugava a piscina para aula de natação para crianças ... todos desempregados sem notificação.
O hotel torna-se em residência para refugiados, mas eles estão empilhados em quartos pequenos. Ou seja, logo irão estar reclamando, e como vão estar ociosos podem formar gangues. Seria interessante verificar mais tarde (se for possível) se o nível de segurança pública do local irá deteriorar e se o número de estupros irá aumentar.
Vídeo (legendas em inglês): https://youtu.be/qcqeoMy-NFk

Alemanha: partido socialista deseja prender quem for contra a invasão islâmica
A Secretária-Geral do Partido Social Democrata alemão (coligação com o governo) está propondo que o governo prenda e arrebente quem for contra a invasão islâmica ora em curso, notadamente o movimento popular PEGIDA (fonte). Um país no qual apenas o governo tem voz, suprimindo oposição não é democracia. Notadamente quando este governo está implementando uma política que ninguém votou a favor.

Dinamarca: Hizb ut-Tahrir marcha desimpedida em Copenhague
Pedindo Sharia. Para se ter uma idéia de quem é esta organização, ela apoia o Estado Islâmico e luta pela expansão do Califado. Hizb ut-Tahrir possui mais de um milhão de membros. (fonte)

Mais alguns eventos mostrando como o fim da Europa se desenrola
  1. Alemanha: Refugiados processam o governo alemão por ele demorar a processar os seus documentos, impedindo que eles começem a receber a generosa "bolsa refugiado". (fonte)
  2. Inglaterra: Imigrante ilegal que molestou sexualmente uma mulher de meia-idade evita deportação ao alegar ser da Síria.(fonte)
  3. Dinamarca: Muçulmanos atacam polícia por ter prendido muçulmano armado durante a festa a Ashura (fonte)
  4. Primeiro-Ministro da Eslovênia antevê o fim da União Européia causada pela falta de ação frente a crise dos refugiados. Apenas esta semana, 60 mil pessoas, se dizendo refugiados, cruzaram a fronteira do seu país. (fonte)
  5. Alemanha: expecialista acusa Merkel de importar extremismo islâmico, anti-semitismo e conflito de outros países. (fonte)
  6. Alemanha: pequena vila com 60 habitantes é obrigada a acolher 1.500 refugiados. (coitados) (fonte)
  7. Espanha: os Sem Teto na Espanha estão resolvendo o seu problema: eles estão invadindo as residências que o governo disponibliza para os refugiados. Os Sem Teto vão ser acusados de racistas? (Telecinco
  8. Economista sugere que Alemanha acabe com o salário mínimo e que aumente idade da aposentadoria, de 67 para 70 anos, para poder ter mais dinheiro para financiar os refugiados. (fonte)
  9. Alemanha: Pastor preso por chamar refugiados de predadores que iniciarão uma guerra civil (fonte).  
Suíça: escola bane a bandeira nacional para evitar "penalizar" crianças de "outros países" 
Quando uma escolar esconde os símbolos nacionais do seu país para agradar extrangeiros, isso indica que existe algo muito errado sendo ensinado para as crianças (fonte)

Alemanha: 'patriotas preocupados' são chamados de nazistas
Este é um modo de mantê-los calados, enquanto o país afunda. A placa da direita diz "Bem-vindos Refugiados." A outra placa da esquerda diz " A raposa é esperta e se finge de burra. O nazista faz o contrário."

Suécia: estuprador vira refugiado; jornalista é apedrejada
1. Uma pessoa chamada Muhammed, chegou na Suécia em setembro, e em um mês conseguiu atacar sexualmente 27 mulheres, incluindo uma menina de 4 anos e uma senhora de 69 anos. Ele foi preso, mas tem direito a asilo. (fonte)

2. Uma jornalista foi fazer uma reportagem no bairro de Tensta, uma "área sensível" (jargão para indicar gueto islâmico onde a polícia não entra). Ao chegar lá ela foi apedrejada por jovens. (fonte)

Grã-Bretanha: governo deseja proibir feministas e "conferencistas polêmicos" de fazerem palestra em universidades para "compensar os muçulmanos" 
Ou seja, a liberdade de expressão está sendo sacrificada para satisfazer os reclames da Sharia. (fonte)

EUA: muçulmanos são bem-vindos, cristãos são presos e expulsos
Enquanto que o governo Obama busca a admissão de mais 10 mil refugiados sírios (que incluem muçulmanos de outros países também) além dos já planejado anteriormente (WSJ), 27 cristãos iraquianos tem a sua entrada criminalizada. Eles entraram pela fronteira dos EUA, mas tiveram os seus pedidos de asilo negados e estão sendo expulsos dos EUA. Enquanto o processoe de expulsão está em andamento, eles estão sendo mantidos em uma prisão na Califórnia (Christiantoday).

Jihad – lista de atentados

53 clérigos sauditas emitiram uma fatwa conclamando uma Jihad contra a Rússia
Isso é uma clara consequência da intervenção russa na Síria em defesa do presidente sírio Assad e contra o Estado Islâmico. Os xeiques sauditas financiam os "jihadistas moderados" (rsrsrs) treinados pelos EUA para derrubarem o Assad. (fonte) Jihad armada.


Homens vestidos de burca assaltam joalheria em Toronto, Canadá
Eles roubaram 500 mil dólares em jóias. Isso aconteceu em janeiro de 2015.
As vestimentas que cobrem o rosto precisam ser proibidas por se constituirem em perigo para o bem público. (Isso sem contar o fato de que elas representam o Wahabismo/Salafismo, a ideologia dos sauditas e da Irmandade Muçulmana, a mesma que está penetrando no Brasil velozmente. (fonte)


EUA: menina raptada escondida com uma niqab
O sequestro de Elizabeth Smart, em 2002, foi manchete nos EUA. Durante os julgamento do seu captor, ela disse que um detetive da polícia de Salt Lake City tentou ver a sua face retirando o véu, mas desistiu ao ser informado pelo homem acusado do rapto que o seu rosto estava coberto por razões religiosas. Por causa disso, ela não foi identificada, sendo estuprada e torturada por mais 7 meses até que ela fosse finalmente descoberta. O policial ficou temeroso de ofender os muçulmanos. (Mail)



Al-Aqsa usada como depósito para estocar pedras, para serem usadas como arma
Pedras para serem atiradas contra os judeus que sobem até o que eles consideram o local do Templo. Mas para os muçulmanos, os judeus estão poluindo o local com os seus "pés sujos". Leia mais aqui.

Jovens árabes palestinos usando máscaras, dentro da Mesquita de Al-Aqsa (alguns usando sapatos), estocando pedras para serem atiradas contra judeus que visitarem o Templo do Monte, 27 de setembro de 2015

Presidente do Egito manda fechar 27 mil mesquitas
Ele sabe o que está fazendo, e isso não islamofobia. (fonte)


Dinamarca: 77% dos muçulmanos querem seguir Sharia, totalmente
Isso é o resultado de uma pesquisa de opinião. 40% dos muçulmanos entrevistados desejam a Sharia influenciando as leis dinamarquesas de algum modo. Um total de 77% concorda que as "instruções contidas no Alcorão devem ser seguidas totalmente." A mesma afirmação, em 2006, teve 66% de pesquisados condordando. (The Local)

Perseguição Cristãos

Tanzania: 6 igrejas queimadas apenas na semana passada
Anete, secretária da organização de pastores locais, a Bukoba Pastores Fellowsh, disse: "Desde 2013, mais de 13 igrejas foram incendiadas aqui no estado de Kagera (noroeste da Tanzania) e ninguém foi responsabilizado. Isto não é aceitável .... Estamos muito chateados e preocupados, pois esta é uma tendência que já não pode ser ignorada", disse ela. A polícia diz estar investigando estes ataques recentes, mas não vemos nenhum progresso das investigações dos ataques incendiários anteriores." Aproximadamente 35% da população do país Africano é muçulmana, 35% é pagã, e 30% cristã. (fonte).

Jihadistas islâmicos incendeiam o Mosteiro Maronita de São Charbel, em Belém
Os monges não fizeram nada que pudesse servir de justificação para este ataque. Eles foram atacados por serem não muçulmanos em um bairro de Belém predominantemente muçulmano. "Como Igreja, nós condenamos esses atos de violência", disse o funcionário maronita. "Com respeito a isso, muito trabalho tem de ser feito para mudar a forma de pregação feita nas mesquitas, porque é muito frequente que elas provocam as pessoas e fomentam o ódio. O ódio e a violência anti-cristã deve parar." (fonte)

Poucos cristãos conseguem fugir da Somália
A Constituição do país concede um estatuto de acordo com o islã e os muçulmanos radicais perseguem duramente os cristãos. A estrutura da sociedade é formada por uma mistura de islã, somada aos valores das tribos e das famílias tradicionais. Logo, os convertidos ao cristianismo estão fora dessa estrutura e são considerados infiéis. Segundo o analista: “São poucos os que conseguem fugir do país sem serem descobertos. A notícia sobre os dois convertidos é só uma amostra do que os cristãos vivem na Somália”. Leia o resto em Portas Abertas.

Estado Islâmico deseja fazer a maior limpeza religiosa da história
Um jornalista alemão, Jürgen Todenhöfer, de 75 anos de idade, passou 10 dias junto com o Estado Islâmico, sendo ciceroneado pelo degolador Jihadi John. Ele relata sua experiência em um livro.
No seu livro ele diz que o Estado Islâmico é muito mais forte do que se pensa e que ele planeja a maior limpeza religiosa da história através de um "tsunami nuclear." Ele menciona 500 milhões de pessoas. (fonte)

"O Silência culpado" denuncia perseguição aos cristãos
Existe um grande sofrimento que muitos não se atrevem a denunciar, ou pior, muitos o ignoram mesmo sabendo. Vídeo da Fundação AIS.


Alemanha: refugiados cristãos perseguidos por muçulmanos
Os cristãos não tem paz no Oriente Médio, e agora não tem paz na Europa. Reportagem da Pro Christliches Medienmagazin relata o drama de cristãos que são importunados e ameaçados por muçulmanos nos refúgios dos asilados. Um deles disse que a Alemanha parece o Irã. Um outro chegou a cometer suicídio.

Uma outra reportagem, esta em português, relata outros problemas oriundos do fato dos muçulmanos estarem tentando impor a Sharia nos refúgios. 

Uganda: pastor assassinado por "vencer debates"; filha de outro pastor estuprada
Samson Mfunyeky foi assassinado no caminho de sua casa. Ele vinha debatendo com estudiosos islâmicos. Estes debates não terminavam bem para os muçulmanos que continuamente vinham ameaçando-o, dizendo que estes debates não eram bons para os muçulmanos. Após o último debate, ele foi encontrado morto no caminho de casa, com seu corpo mutilado.

Em outro incidente, em Kiryolo, Kaderuna Sub-County, Budaka Distrito, em 28 de março, cinco muçulmanos estupraram a filha de 17 anos de um pastor porque o líder da igreja ignorou suas advertências de que ele parasse os cultos.  (fonte)

Indonésia: os cristãos oprimidos se defendem ... 
A Província de Aceh, na Indonésia, adotou a lei islâmica Sharia, e logo a primeira decisão foi a de que cada igreja precisava de uma licença de um tribunal islâmico para poder operar. Isso fez com que as igrejas, da noite pro dia, ficassem ilegais. Um grupo de maometanos jihdistas resolveu então tomar a nova lei nas suas mãos e eles atacaram e queimaram uma igreja. Os valorosos soldados de Alá foram até uma outra igreja, mas, para a surpresa deles, os cristãos estavam esperando por eles. Um confronto ocorreu no qual um homem morreu e outros 3 ficaram feridos. Após este confronto as autoridades foram acionadas para coibir os desordeiros, mas fazem muito pouco. (BBC)

Atualização sobre esta história. Os jihadistas reafirmaram seu objetivo: "Nós não vamos parar de caçar os cristãos e deixaremos as igrejas em chamas. Os cristãos são os inimigos de Alá!", dizia a mensagem que circulava por diversas cidades. Temendo ainda mais violência, cerca de 8 mil cristãos fugiram de suas casas para uma província de Sumatra do Norte. A maioria foi para as regências de Tapanuli Central e Ocidental Pakpak, enquanto outros buscaram refúgio em outras regências. (fonte)

Agência britânica alerta sobre erradicação do cristianismo no Iraque
A agência "Aid to the Church in Need" entregou um relatório ao parlamento britânico projetando que em 5 anos o cristianismo terá sido extinto do Iraque (ateus e gays seguem o mesmo rumo). O ministro britânico David Cameron expressou sua preocupação com as seguintes palavras:
"Todos os dias em países de todo o mundo, os cristãos são sistematicamente discriminados, explorados e até expulsos de suas casas por causa de sua fé."
"Agora não é o momento de silêncio. Nós devemos nos unir e lutar por um mundo onde ninguém seja perseguido por causa do que eles acreditam." (fonte)

Cristão recusa se converter ao islamismo e é degolado pelos muçulmanos
Novo vídeo do Estado Islâmico mostra dois africanos, negros, cristãos, do Sudão do Sul, cativos. Os muçulmanos pegam os dois cristãos negros e dizem para eles se converterem ao islão. Um deles se converte, e os muçulmanos o deixam viver. Mas o outro se recusa a se converter ao islão, e declara que ele é um cristão. Os muçulmanos o agarram, o jogam no chão, e o degolam. (fonte)


Áreas proibidas para cristãos na Grã-Bretanha
Londres: 16 de outubro de 2015. À medida que o governo do Reino Unido se prepara para registrar os crimes de ódio contra os muçulmanos separadamente devido a um aumento maciço em incidentes registrados, alguns ativistas de direitos humanos estão argumentando que o governo está ignorando um fenômeno maior, possivelmente devido ao politicamente correto. O fenômeno? Crimes de ódio cometidos por religiosos muçulmanos, especialmente contra aqueles que se converteram do islamismo, ou não-muçulmanos que são de etnias predominantemente islâmicas. Na ocasião, este fenómeno tem aparecido na consciência da mídia nacional mas, em seguida, desaparece rapidamente. No entanto, esses ativistas dizem que, para muitos, especialmente os cristãos, que são uma minoria em suas próprias etnias, sua experiência de ódio religioso no Reino Unido é contínua, em alguns casos, se aproximando do nível de perseguição noss seus países de origem. Ela não afeta apenas as pessoas que se mudaram para este país, mas começa a afetar também as pessoas nascidas e criadas no Reino Unido. (fonte)

Nigéria: menina escapa do Boko Haram, testemunha de degolamentos e conversão forçada
(fonte)

Paquistão: mulher sequestrada antes do casamento, forçada a se tornar muçulmana e a se casar com outro homem. 
Nabil Bibi, uma cristã, foi sequestrada um mês antes do seu casamento, forçada a se converter ao islamismo e a se casar com outro homem. Esta história do inferno aconteceu em Changa Manga, uma pequena cidade perto de Lahore. Ela iria se casar com Sajid Majid, outro cristão. Ela foi sequestrada por um muçulmano, Allah Racka. A família dos noivos registrou queixa na polícia, mas nada foi feito. Após um mês, eles descobriram a casa do raptor foram até lá. Eles foram cercados por 20 muçulmanos e ficarem retidos lá até o dia seguinte, avisados para não voltarem pois ela agora era muçulmana e casada. Allah Racka registrou queixa contra a família do noivo, acusando-o de perseguição. Agora, Sajid Majid tem que se esconder para não ser morto.  (fonte)

Paquistão: cristã queimada por recusar oferta de casamento
Sonia Bibi recusou a se casar com Latif Ahmed, um muçulmano, que a banhou em gasolina e ateou fogo (fonte). Eles são educados que mulher é propriedade do homem.

Paquistão: três muçulmanos estupram mulher cristã, surdo-muda
O trio esperou que todos saissem de casa antes de atacá-la. A família recorreu a uma ONG de direitos humanos, para representá-los junto à polícia, que muitos vezes se põe ao lado dos criminosos e contra os cristãos. (fonte)

Estado Islâmico manda assassinos para os campos de refugiados, para matar cristãos
Genocídio levado às últimas consequências, não interessa onde. Matando cristãos com a convicção que estão agradando a Alá. (fonte)

Sudão: mais uma igreja foi demolida pelo governo
Desta vez, foi uma igreja luterano-evangélica. Uma mesquita que fica ao lado não foi tocada. Como a lei não permite que novas igrejas sejam construídas (isso mesmo) não existe chance desta igreja ser reconstruída. (fonte). O governo segue as Condições de Umar.




Discurso de Netanyahu na ONU: Israel está sozinho
Discurso do primeiro ministro de Israel na ONU indaga o mundo, que celebra o acordo nuclear com o Irã. É compreensível a sua revolta, pois o mundo celebra um acordo com um país (o Irã) cujo governo fala abertamente desejar destruir Israel e chacinar os judeus. O mais interessante é que o governo teocrático do Irã também deseja a destruição dos EUA, mas os EUA, de Obama, foi quem fez tudo para chegar ao acordo com o Irã. O que leva a indagação se Obama, no fundo, não concorda com o que os governantes iranianos desejam.

O Secretário-de-Estado John Kerry e a Embaixadora dos EUA no ONU Samantha Power foram chamados por Obama na hora do discurso de Natanyahu, e que o restante da delegação dos EUA não aplaudiu o discurso.  ..... Vídeo do Facebook. 

Vem aí uma nova intifada contra Israel no estilo do Estado Islâmico?
1. Dias atrás, Naama e Eitam Henkin foram mortos, baleados dentro do seu carro por jihadistas do Hamas, na frente dos seus quatro filhos pequenos. (fonte)
2. Aharon Banita foi esfaqueado até a morte à caminho do Muro Ocidental para rezar. O seu filho de colo ficou ferido. E um rabino, Nehemia Lavi, que correu para ajudar acabou sendo morto. A esposa de Aharon, que também foi esfaqueada no ombro, disse que os transeuntes árabes riram e aplaudiam ao assistirem ao ataque. (fonte)

A sua revolta é seletiva?
" Se você não gritou quando milhares de manifestantes foram mortos e feridos na Turquia, no Egito e na Líbia porque gritavam pela democracia e contra a Lei Sharia governando o país.
Se você não gritou quando vítimas da Lei Sharia foram enforcadas pelo governo do Irã.
Se você não gritou quando mulheres e crianças no Afeganistão foram bombardeadas por serem cristãos ou Ahmadiyyas.
Se você não gritou quando comunidades inteiras foram massacradas no Sudão do Sul.
Se você não gritou quando 1800 palestinos morreram de fome ou foram assassinados pelo governo de Bashir al- Assad na Síria.
Se você não gritou quando centenas foram mortos por ataques terroristas jihadistas, no Paquistão.
Se você não gritou quando 10.000 iraquianos foram mortos por terroristas do ISIS.
Se você não gritou quando milhares foram abatidos na Nigéria pelo Boko Haram.
E se você só grita por GAZA, então você não é pró DIREITOS HUMANOS, você é apenas anti-Israel." (Hillel Neuer)

A Organização das Nações Unidas tem sido justa com Israel? (Não)
(video saved)


O Movimento 'BDS' - A Tentativa De Boicotar Israel
(video saved)


O Irã e a Bomba Nuclear
(video saved)

Estado Islâmico lança vídeos incitando os palestinos a "massacrarem os judeus"
Seis vídeos gráficos estão sendo indiscriminadamente disseminados pela internet, conclamando os palestinos a continuarem nesta sua Jihad da Faca, Jihad do Atropelamento, etc (vale tudo se for para matar os judeus, segundo o Alcorão, os filhos de porcos e macacos). Eles são de autoria do Estado Islâmico, que se juntou no coro da Autoridade Palestina e do Hamas. A reportagem inclui um vídeo, no qual meninos palestinos sentem orgulho de que uma pessoa da vila onde eles moram esfaqueou judeus. (PJ Media; i24news)

Os vídeos não fazem distinção entre judeus sionistas ou judeus que sejam contra Israel: são todos judeus. Os muçulmanos moderados fizeram uma manifestação dentro de um Gordini se posicionando contrários a matar os judeus. 


Incitamento para matar os judeus, do púlpito de uma mesquita
Uma das coisas que caracteriza o islamismo são os sermões que os clérigos fazem dos seus púlpitos. Algo único, pois eles empunham espadas, facas, AK-47, etc, e incitam os fiéis a cometeram atrocidades contra os não muçulmanos.  O exemplo mais recente é o do Xeique Abu Rajab, que puxou uma faca e exortou os palestinos a matarem judeus em nome do islão, e pelo amor de Alá (conforme dita o seu livro sagrado, o Alcorão). 


Mahmoud Abbas: incitamento e taqiyya
(video saved e compartilhado no Facebook)

Sermão em mesquita, pregando a morte dos judeus
Que diferença com os sermões dentro das igrejas! Puxa. Este sermão ocorreu em 2001 (durante a Segunda Intifada), e reflete bem o que vem sendo incutido nas mentes dos muçulmanos. Veja que ele menciona a tradição de Maomé para justificar sair matando judeus. Isso não é uma mensagem de paz.
(video saved)

Mais notícias da Jihad contra Israel (e os Judeus)
(1) A Jordânia, que administra o Monte do Templo, anunciou a instalação de câmeras para monitorar as cercanias, 24 horas por dia, sendo o vídeo distribuido via Internet. O governo israelense apoiou a medida, mas a Autoridade Palestina não. Este sistema de monitoramento irá deixar claro quem começa as arruaças. (fonte)
(2) A Anistia Internacional acusou Israel de matar Saad al Atrash sem motivo, quando na verdade ele foi morto por ter tentado esfaquear um soldado. A página dele no Facebook deixa claro a sua intenção. A Anistia não condenou o incitamento promovido pelos imãs, xeiques e líderes da Autoridade Palestina. (fonte)
(3) 20 mil Israelenses processam Facebook por ele deixar no ar contas que incitam a morte de judeus, mesmo após elas serem denunciadas.(fonte)
(4) França: Rabino, seu filho e um amigo foram atacados à facadas por um muçulmano árabe de 30 anos aos gritos de Allahu Akbar.(fonte)
(5) Judeu americano que promovia a harmonia entre os povos morreu em Jerusalém, esfaqueado por aqueles que ele defendia.(fonte)


A "Jihad das facadas" e a instigação ao assassinato de judeus
Até mesmo por parte de agência da ONU. Leia o artigo aqui.

Jerusalém, Al Aqsa e o supremacismo islâmico
Leia o artigo neste link.


Punições Islâmicas (sob a lei islâmica)

Califado Islâmico crucifica menino de 12 anos na frente do seu pai
Membros do grupo Estado Islâmico crucificaram um garoto de 12 anos na cidade de Aleppo, na Síria, no último mês de setembro, após cortarem a ponta dos dedos do jovem na frente de seu pai, segundo um relato da ONG Christian Aid Mission. Além disso, (fonte)

Arábia Saudita condena jovem à morte por crucificação
Ali Mohammed al-Nimr, filho de um opositor ao governo saudita, foi preso em 2012, aos 17 anos. Mês passado, a Corte de Apelação confirmou a sua sentença de morte por crucificação. (fonte)

Arábia Saudita decepa indiana; Índia protesta
Ministra das Relações Exteriores da Índia protestou contra o governo saudita, após saber que empregada (chamada Kasthuri Munirathinam cuja idade é de 55 anos) oriunda de seu país teve uma das mãos cortadas apenas por tentar fugir da casa dos seus patrões, devido aos abusos constantes que sofria por parte dos mesmos. (fontes)

Arábia Saudita: cidadão britânico de 74 anos condenado a 360 chibatadas
Ele tinha sido condenado a um ano de prisão por ter produzido vinho em casa, agora pode receber 360 chibatadas. Claro que isso é uma condenação de morte. (fonte)

Punição por açoite na "moderada Indonésia"
Isso acontece na Província de Aceh, que é regida pela lei islâmica Sharia. Um total de 34 pessoas foram açoitadas em um único dia, pelos "crimes" mais diversos, incluindo khalwat, o contato com afeição entre pessoas solteiras, e participar em jogos de azar. As punições aconteceram dentro de mesquitas, e em público. (Jakarta Post)


Estado Islâmico aplica dois novos modos de matar pelo amor de Alá
O Estado Islâmico faz aplica a máxima corânica "Lute e mate os descrentes onde quer que você encontrá-los, levá-los em cativeiro, atormentá-los, estão à espreita e emboscá-los usando todos os estratagemas de guerra." Alcorão: 9:5. Outros já fizeram isso. A novidade é que a divindade islâmica não apenas aprova, mas incentiva a criatividade para fazer o mal. (fonte; fonte)



Ultraje Eterno

Homem rasga o Alcorão e é quase linchado por muçulmanos.
Isso aconteceu nos EUA. A sorte é que tinham guardas perto que o protegeram. Em algum paíse islâmico ele teria perdido a cabeça, degolada. Vídeo: https://youtu.be/125gWJsgZcM

Liberalismo deve se submeter ao islão de modo a co-existir
Quem disse isso foi o líder do grupo Ikatan Muslimin Malaysia (Isma). Segundo ele, o liberalismo, por ser maleável e feito pelo homem, deve se submeter ao islão, que é a religião outorgada por Alá. Esta é uma co-existência interessante, na qual um se submete ao outro. (fonte)

Hungria: clérigo muçulmano diz que homossexuais são as mais imundas criaturas de Alá
Não é a toa que os húngaros não os querem lá em quantidade. (Tião Cazeiro)

Nenhum comentário: