domingo, 26 de junho de 2016

Gays sob o islão - Teologia e Exemplos


O direito dos homossexuais sob a lei islâmica? A morte, mas não existe consenso com respeito ao modo de matar.

O que diz o Alcorão
Na verdade, você se aproxima de homens com o desejo, em vez de mulheres. Em vez disso, você é um povo transgressor. (7:81)
E desencadeamos sobre eles uma chuva [de pedras]. Em seguida, veja como foi o fim dos criminosos. (7:84)
Em seguida, o Alcorão diz aos seus seguidores:
Se dois homens entre vocês é culpado de lascívia, puna-os ambos. Se eles se arrependerem e alterarem, deixelos sozinhos; porque Alá é Remissório Misericordiosíssimo. (4:16)
E a Tradição de Maomé (Suna):
O profeta (a paz esteja com ele) disse: "Se encontrardes alguém fazendo como o povo de Lot fez, matai aquele que faz e aquele a quem a coisa é feita." (Hadice Abu Dawood 38:4447) -- PS. O "povo de Lot" são os homens que aparecem na Bíblia querendo fazer sexo com os homens que se hospedaram na casa de Lot (Gênese 19:4-5) 
O que estabelece a Sharia. Manual The Reliance of the Traveller:
p17.0: SODOMIA E LESBIANISMO
p17.1: Em mais de um momento no Alcorão Sagrado, Alá nos conta a história do povo de Lot, e como Ele o destruiu devido a sua prática perversa. Há consenso tanto entre muçulmanos e quanto entre seguidores de todas as outras religiões de que a sodomia é uma gravidade. Ela é ainda mais vil e horrível do que o adultério.
p17.2: Alá Altíssimo diz: “Dentre as criaturas, achais de vos acercar dos varões, deixando de lado o que vosso Senhor criou para vós, para serem vossas esposas? Em verdade, sois um povo depravado!” (Alcorão 26:165-66).
p17.3: O Profeta (Alá o abençoe e lhe dê paz) disse:
“Mate aquele que sodomiza e aquele que permite que seja feito consigo.”
“Que Alá amaldiçoe aquele que faz o que fazia o povo de Lot.”
“Lesbianismo por mulheres é adultério entre elas.”
O Xeique Yusuf al-Qaradawi é provavelmente o mais influente jurista do sunismo vivo. Aqui, conforme reportado pelo Middle East Forum, está o ensinamento de Qaradawi sobre a homossexualidade:
Devemos estar conscientes de que, ao regular o impulso sexual, o islã proibiu não apenas relações sexuais ilícitas e tudo o que leva a elas, mas também o desvio sexual conhecido como homossexualidade. Esse ato pervertido é uma inversão da ordem natural, uma corrupção da sexualidade humana e um crime contra o direito das mulheres. (O mesmo igualmente se aplica no caso do lesbianismo.)
A disseminação dessa prática depravada em uma sociedade perturba seu padrão de vida natural e faz daqueles que a praticam escravos de sua luxúria, privando-os de gosto decente, morais decentes e um modo de vida decente. A história do povo do profeta Lot, a paz esteja com ele, conforme narrada no Alcorão, deveria nos bastar. O povo do profeta Lot era viciado nessa desavergonhada depravação, abandonando relações naturais, puras e corretas com as mulheres em busca dessa prática não natural, imunda e ilícita. É por isso que o profeta Lot, a paz esteja com ele, lhes disse: “Dentre as criaturas, achais de vos acercar dos varões, deixando de lado o que vosso Senhor criou para vós, para serem vossas esposas? Em verdade, sois um povo depravado!” (Alcorão 26:165-166)
A mais estranha expressão da perversão de natureza desse povo, sua falta de orientação, depravação de morais e aberração de gosto foi sua atitude para com os convidados do profeta Lot, a paz esteja com ele.
Os juristas muçulmanos sustentaram diferentes opiniões a respeito da punição a essa prática abominável. Deveria ser a mesma punição que ocorre para a fornicação? Deveria tanto o participante ativo quanto o passivo serem condenados à morte? Tais punições podem parecer cruéis, mas foram sugeridas para manter a pureza da sociedade islâmica e mantê-la livre de elementos pervertidos.
O famoso site Islam Question and Answer, coordenado pelo Xeique Muhammad Saalih al-Munajjid, diz o seguinte sobre a punição para a homossexualidade: (https://islamqa.info/en/38622)
Os Sahaabah (companheiros de Maomé) concordaram por unanimidade na execução de homossexuais, mas divergiram quanto à forma como eles deveriam ser executados.
Alguns deles eram da opinião de que os homossexuais devem ser queimados pelo fogo, o que foi o ponto de vista de 'Ali (que alá esteja satisfeito com ele), e também de Abu Bakr (que Alá esteja satisfeito com ele), como veremos a seguir. E alguns outros pensaram que os homossexuais deveriam ser jogados para baixo de um lugar alto, e, em seguida, ter pedras jogadas neles. Essa era a visão de Ibn 'Abbaas (que Alá esteja satisfeito com ele).
Alguns deles pensavam que os homossexuais deveriam ser apedrejados até a morte, o que foi narrado a partir de ambos 'Ali e Ibn' Abbaas (que Alá esteja satisfeito com eles).
Após os Sahaabah, os fuqaha' (juristas islâmicos) diferem quanto ao assunto. Alguns deles disseram que o homossexual deve ser executado não importa qual seja a sua situação, se ele for casado ou não.
Alguns deles disseram que ele deve ser punido da mesma forma que um adúltero, então ele deveria ser apedrejado se ele for casado e açoitado se ele não for casado.
Alguns deles disseram que uma punição severa deve ser realizada sobre ele, como o juiz decidir.
Aitolá Ali Sistani, Irã, uma das mais influentes autoridades xiitas em sharia que se pode imaginar. Respondendo a pergunta “qual é o julgamento islâmico para a sodomia e o lesbianismo?”, Sistani respondeu:
É proibido. Aqueles envolvidos em tais atos devem ser punidos. Em verdade, os sodomitas devem ser mortos da pior maneira possível.
Países muçulmanos onde a homossexualidade pode ser punida com a morte: Iêmen, Irã, Mauritânia, Nigéria, Qatar, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Emirados Árabes Unidos e Iraque (Washington Post). Deve-se incluir a Indonésia, onde a homossexualidade é ilegal na Província de Achem, Província de Sumatra do Sul e cidade de Palembang).



Exemplos da lei islâmica em ação no tocante aos homossexuais:

Muçulmanos dizem o que pensam dos gays: morte
Pensamentos variados. Devem ser mortos, apunhalados, entregues ao ISIS, degolados,  são ateus, não acreditam em Alá e no Alcorão, são animais, são desumanos,  são ignorantes, são infiéis, são mentirosos, não têm honra, não tem cérebro.
https://youtu.be/u8atU8x2d94 OK

A "Esquerda" abadonou os gays em favor dos muçulmanos 
O Marxismo Cultural separa as pessoas em grupos de "oprimidos" e "opressores." Mas, mesmo entre os "oprimidos" existe uma hieraquia. Os "muçulmanos" ocupam o lugar mais alto da pirâmide. Na ótica tortuosa do Marxismo Cultural, nenhum grupo é mais "oprimido" do que os muçulmanos ... os homossexuais que se lasquem.
https://youtu.be/ZcdbHtWGnAY OK


Turquia: gay estuprado por grupo, degolado e mutilado
Muhammad Wisam Sankary, um gay sírio, um refugiado de verdade, fugindo da mão-de-ferro do islão. Assassinado na Turquia muçulmana tentando fugir do islão. (Speisa)

Suécia: mesquita convida xeique que quer matar os gays
Farrokh Sekaleshfar ficou famoso pelo seu discurso na mesquita do jihadista que matou 49 gays na boate em Orlando na Flórida. O cara é uma sumidade entre os muçulmanos (FriaTider).

"Tolerante" Malásia: LGBT perseguidos, presos e castigados pela polícia religiosa islâmica
Vídeo mostra a "Patrulha Religiosa Islâmica" aplicando a Lei Sharia na Malásia. Até quem faz sexo pré-marital pode pegar 2 anos de cadeia
https://youtu.be/K-XfBxPI_Jo OK

EUA: "O ataque em Orlando e a negação do óbvio"
Artigo externo que trata da negação das lideranças LGBT quanto ao ódio islâmico contra os gays: este fato não condiz com a ideologia que estas lideranças esposam.  (Gatestone)

Carnificina no Ramadã: "gay muçulmano" mata gays para garantir o paraiso
Leia sobre a jihad que matou 49 gays em Orlando, EUA

EUA: clérigo, "matar homossexuais é um ato de compaixão"
Uma semana antes do ataque jihadista contra a boate gay de Orlando, que resultou em mais de 50 homossexuais mortos e 53 feridos, O Dr. Farrokh Sekaleshfar deu uma palestra no Centro Islâmico Husseini, em Sanford, Flórida, no qual ele defendia o assassinato de homossexuais. "A morte é a frase. Sabemos que não há nada para se envergonhar disso, a morte é a pena devida aos homossexuais. Nós temos que nos livrar dos homossexuais, vamos nos livrar deles agora."A liderança do Centro Islâmico concordou com o assassinato de gays - o silêncio é o seu consentimento.
https://youtu.be/HVJvygEI554 OK



Turquia: grupo Associação Juvenil Muçulmana da Anatólia promete atacar homossexuais
Eles são chamados de LGBT imorais. Eles prometer atacar a parada gay sendo planejada. (hurriyetdailynews)

Grã-Bretanha: muçulmanos discutem como jogar gays dos prédios
Eles faziam planos por saberem que o islão irá dominar o mundo (dailymail)

EUA: imame da Flórida diz que Bob Esponja torna muçulmanos em gays
Abu Taubah, nome adotado deste americano convertido, foi liberado da prisão ano passado, após radicalizar 36 presos. Ele foi o líder de uma gangue e assaltante de banco antes de se tornar imame em Orlando. (breitbart)

Bélgica: gay trans esfaqueado por homens simpáticos ao Estado Islâmico
A vítima era um gay da Tunísia (breitbart).

GB: "Matem os gays onde quer que eles estejam"
Em entrevista, o famoso clérigo britânico Anjem Choudary disse que os gays que praticam o homossexualismo devem ser mortos onde quer que eles estejam. (Breitbart)

Turquia: gays reclamam contra cancelamento da Parada Gay. Polícia responde com gás lacrimogênio 
A Parada Gay de Istanbul ocorre desde 2003. Mas foi proibida esta ano depois de incidentes ano passado. (Turkish)

EUA: gay, ex-muçulmano, diz que Obama é um apologista do islamismo
Ele cresceu no Paquistão e apanhava constantemente por ser gay. (fonte)

Tunísia: gays devem ser apedrejados e atirados do alto
Religioso tunisiano prega abertamente que homossexuais deveriam ser apedrejados e jogados de um lugar alto. Isso é consistente com a Sharia. MEMRI VIDEO.

Muçulmanos barram LGBT de conferência sobre AIDS
OIC, a Organização Cooperação Islâmica, grupo de 57 países islâmicos, baniu representantes dos homossexuais em uma conferência internacional para discutir temas relacionados a AIDS! Mas, não existem lideranças e ativistias LGBT que defendem o islão? Sim, existem. E apenas a própria comunidade LGBT pode "limpar a sua casa."  (Yahoo, G1). Isso me lembra a Conferência Islâmica sobre o papel da mulher, onde apenas homens participaram.

Vídeo de propaganda do Estado Islâmico mostra execuções de homossexuais
Jornalista denuncia ações do movimento gay contra críticos do jihadismo (Diário da Insurgência).

França: Comissários de bordo gays se recusam a trabalharem em vôos para o Irã
A Air France começou a voar para Teerã. (The Local).

O vídeo mostra um dos métodos que o islamismo recomenda deve ser usado para matar os homossexuais
ok 


Milo Yiannopoulos, gays, e cultura islâmica no Ocidente 
OK

Holanda: perseguição islâmica torna vida de refugiados gays em um inferno
No islamismo, homossexual bom é homossexual morto. Até mesmo na Europa (G1).

Berlim abre primeiro grande centro de refugiados gay da Alemanha
O abrigo tem espaço para mais de 120 pessoas, e foi feito para proteger requerentes de asilo homossexuais que vêm de países onde a sua orientação sexual "é considerada um crime." Mesmo na Alemanha ele tem sido vítimas de discriminação, com violência verbal e física. A associação de gays e lésbicas de Berlim e Brandenburg disse que recebeu 95 relatos de ataques contra imigrantes gays e lésbicas na capital e estado circundante de Brandeburgo entre agosto e dezembro de 2015 (The Local)

Alemanha: Travestis são apedrejadas em Dortmunt
Árabes refugiados quiseram dar uma cantada nas donzelas. Mas ái, perceberam que eram travestís. Então, ele tiveram a sua honra afetada e começaram a tacar pedras nos travestís. Por sorte, a polícia estava passando a impediu que a lei islâmica fosse aplicada à luz do dia, no coração da Europa (fonte). 
saved

Suécia: homossexual espancado até a morte
De acordo com um relatório no jornal sueco Expressen, dois marroquinos, refugiados e jovens (um deles de 16 anos) foram presos por terem espancado até a morte um homossexual que se vestia com vestidos. Isso aconteceu em Bergsjön, no leste de Gothenburg. (fonte)

2015

Gays sendo perseguidos nos campos de refugiados da Europa
Casos de violência contra homossexuais vem sendo registrados nos campos de refugiados, perpetrados por muçulmanos. O Washington Post relata que tem havido tantos casos que os homossexuais tem que ser retirados dos campos para evitar que o pior aconteça com eles.
todas as escolas de jurisprudência islâmica concordam que os gays devem ser mortos. Elas diferem no tocante ao tipo de excução.

Refugiados homosexuais estão sendo perseguidos pelos outros refugiados
Reportagem do Washinghton Post relata o drama de refugiados gays que chegaram na Alemanha, fugindo dentre outras coisas da perseguição que eles sofriam no seu pais de origem (Irã) por serem gays. Ao serem colocados para compartilharem apartamentos com outros refugiados eles se tornaram presa maior de abuso físico, inclusive sexual (do mesmo jeito que as mulheres, os gays não querem ser estuprados). A Federação de Gays e Lésbicas de Berlim e Brandemburgo sabe que até 6 casos ocorrem a cada semana.

Hungria: clérigo diz que homossexuais são as criaturas de Alá mais imundas
Não é a toa que os húngaros não os querem lá em quantidade. (Tião Cazeiro)

Marrocos: transexual apanha de multidão
Dezenas de muçulmanos se juntam para agredir brutalmente uma transexual no supostamente moderado Marrocos, que, por sinal, é sempre retratado como tolerante e moderno em reportagens turísticas na CNN.



Parada Gay na Suécia: gays passam por área muçulmana e são chamados de racistas
Ativistas da Esquerda gritavam: "Chega de racismo nas nossas ruas." Mas eles não gritavam isso contra os muçulmanos, mas sim contra os homossexuais e os heterossexuais e que desfilavam as bandeiras com as cores do arco iris. 

Lembre-se disso: no islão não existe o conceito do "viva e deixe viver." Sob o islão é obrigação de todos, muçulmanos ou não, de obedecerem a "lei de Alá", a Sharia. 


Estado Islâmico executa mais 9 homossexuais 
Eles foram atirados do alto de um prédio em Mosul, Síria, depois que uma corte islâmica os condenou por perversão sexual. (fonte) Isso é lei islâmica em ação! E lembre-se que a maioria dos muçulmanos desejam Sharia.

Gana: Imã diz que sharia prescreve execução dos homossexuais
Ele disse que o islao sancionou que pessoas que se entregam a pessoas do mesmo sexo devem ser mortos, explicando "como uma pessoa deve ser lançada  um edifício de pelo menos dez andares, e enquanto ele está caindo ele também deve ser apedrejado." (ganaweb) É exatamente isso o que o Estado Islâmico do ISIS faz quando executa homssexuais.

Iraquiano gay relata como escapou de ser atirado de prédio pelo Estado Islâmico
"Na nossa sociedade (iraquiana), ser gay é igual a uma sentença de morte. Quando o 'EI' mata gays, muitos ficam felizes porque pensam que somos doentes. (UOL)

Como já expusemos aqui e muitos não acreditam, há uma parcela dos gays que defende os muçulmanos. Sim, isso existe e é muito contraditório. É isso que o marxismo cultural faz.


Síria: jihadistas se fingem de homosexuais para expo-los e matá-los
Dentro de uma campanha para erradicar o homosexualismo, o Estado Islâmico montou um grupo que se faz passar por homens gays de modo a expo-los, e em seguida matá-los. (fonte)

Grã-Bretanha: Escolas em bairros com maioria muçulmana ameaçadas por ensinarem tolerância aos homosexuais
Animais degolados foram encontrados nos pátios, e ameaças concretas feitas, tipo, "pare ou você vai conhecer o calibre da minha espingarda."
É importante que os gays do Brasil abram os seus olhos para o que acontece ao redor do mundo!


"Se o pai estiver fantasiando durante o sexo com a sua esposa e ela ficar grávida, o filho vai nascer homosexual."
Isto foi o que disse o Ayatollah Hossein Dehnavi, uma celebridade no Irã, e que dá conselhos sexuais na televisão estatal. Dentre outas pérolas deste zeloso seguidor de Alá, se encontram:
- A mulher que não usar o hijab corretamente estará levando os homens para a homosexualidade.
- A mulher deve prover sexo para o marido a qualquer hora, e que buscar gratificação sexual é um pecado.
- Mulher branca deve usar calcinha preta, e mulher negra deve usar calcinha branca, para excitar o marido.
(Fonte)



Justiça de Berlim multa familiares de jovem gay por tentarem casá-lo à força
Pai e tios de Nasser El-a tentaram sequestrá-lo para levá-lo ao Líbano, onde seria celebrado o matrimônio com uma ‘linda moça’ (fonte). Pelo menos na Alemanha ele teve proteção do Estado, mas se fosse em um país do Oriente Médio, bem, ele teria sido preso, humilhado pela família ou no pior dos casos, morto.

Gays sendo atirados do alto de prédios, e o que resta de vida após a queda tirado com apedrejamento
Que eu saiba, isso aconteceu duas vezes, na primeira em janeiro deste ano, em Mosul, dois gays foram as vítimas [Fonte-1]. Agora, no final de fevereiro um outro evento ocorreu em Tel Abiad [Fonte-2]. Isso é lei islâmica em ação. E lembre-se que gays são executados pelo governo em outros "paraísos islâmicos", como no Irã e Arábia Saudita. E essas execuções são públicas, inclusive na frente de crianças.



Inglaterra: A Drag Queen muçulmana Asif Quraishi sofre ameaças de morte 
Ela se apresenta em shows de casas noturnas e diz sofrer ameaças de muçulmanos (bbc).

2014

Homosexual que apoia o islão é suicída e burro!
Estado Islâmico atira homossexual de cima de prédio, e o apedreja até morrer. (Terra)

O Egito não proíbe a prática homossexual, mas condena os praticantes por deboche (que normalmente é aplicada em prostitutas)
A pena anterior era de três anos de prisão, mas ela foi reduzida para um ano.
Ainda sim, condenar esse pessoal por um motivo desses não deixa de ser uma idiotice sem tamanho. E agora eu pergunto: Cadê os militantes de causa gay, as feministas doentes e a ONU para fazer algo a respeito? Pois pegar o menino Jesus do presépio na Europa é mole.
http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/egito-reduz-pena-para-convidados-de-casamento-gay

Três homosexuais são queimados vivos por Alá

Homosexuais devem ser queimados vivos

Os funcionários da escola primária muçulmana são pegos pela câmera descrevendo "como os homossexuais devem ser apedrejados até a morte." Eles dizem também que "bater palmas é satânico, e que música na escola é anti-islâmico." Filmagem foi obtida para um documentário do Canal 4 no Olive School - uma escola primária muçulmana para 600 alunos em Blackburn, administrada pelo Tauheedul Islam Fé, Educação e Comunidade Trust. (Daily Mail)  

Brunei: lei que condena gays a apedrejamento vai ser implementada em fases

O sultão de Brunei confirmou que uma lei exigindo homossexuais a serem apedrejados até a morte vai ser implementada em fases a partir de amanhã.

A lei, baseada na Sharia, foi anunciada no início deste mês, e substitui a pena de prisão máxima de dez anos para a homossexualidade com a morte por apedrejamento.

A primeira fase da lei implementação da lei vai aumentar multas e penas de prisão por vários crimes.

A segunda fase, que restaura os castigos corporais, incluindo amputações de membros de condenados, entrará em vigor dentro de 12 meses, e a terceira fase, que introduz a pena de morte, entrará em vigor no prazo de 24 meses.

Segundo a nova lei (baseada na Sharia), a pena de morte pode ser aplicada por estupro, adultério, sodomia, relações sexuais extraconjugais para os muçulmanos, insultar qualquer versículo do Alcorão e Hadith, blasfêmia, declarando-se um profeta, deixar de ser muçulmano, e assassinato. (Pink News)

Motoristas muçulmanos no aeroporto de Cleveland se recusam a conduzir táxis com publicidade dos Gay Games
Cerca de 25 motoristas muçulmanos que servem o Cleveland Hopkins International Airport estão se recusando a conduzir táxis adornados com publicidade para os próximos Gay Games da região, citando motivos religiosos. (Fox NewsE pensar que o deputado federal Jean Wyllys propõs um projeto de lei visando o ensino obrigatório do islamismo no ensino fundamental. Porque?

Quênia: muçulmano MP diz que a homossexualidade "tão grave quanto o terrorismo"
Aden Duale, cuja zebiba é bastante impressionante, articula mais uma vez o desprezo e nojo do Islã para os homossexuais, algo que não é temperado como é a declaração do cristianismo de que a atividade homossexual é pecado, por uma exigência da caridade universal e um reconhecimento da dignidade de cada pessoa humana . Em todas as escolas de jurisprudência islâmica, a atividade homossexual carrega a pena de morte. (Capital News

 Nigéria - Quatro jovens foram condenados por sexo gay e chicoteados publicamente como punição na quinta-feira em um tribunal islâmico no norte da Nigéria, disse um ativista de direitos humanos. Os quatro estavam entre dezenas de capturados em uma onda de prisões depois da Nigéria reforçou as suas sanções penais para a homossexualidade com a nova Lei de Proibição do Same Sex Marriage em janeiro. O norte da Nigéria é governado pela Sharia (CTV News).

Arábia Saudita
Três prisioneiros, incluindo o imã (clérigo muçulmano) da prisão, estupraram um outro preso em uma prisão central na Arábia Saudita, depois de tê-lo drogado (Emirates).


Centro Islâmico em Edmonton, Canadá, promove imans anti-gays 
Abu Usamah At-Thahabi disse, dentre outras coisas, que os gays deveriam ser jogados em um precipício ou esfaqueados nas gengivas por dentistas muçulmanos. Abdul Hakeem Quick, que também apoa a pena de morte para os homossexuais. Ele diz que a posição islâmica sobre a homossexualidade é "morte". Ustadh Murtazah Khan é um outro pregador que defende a violência contra gays e listado como um paletrante. Ele foi filmado atacando mulheres por usar perfume, em apoio dos valores da sharia, e falando sobre as práticas agressivas da Sharia, como açoitamento (GayStarNews). Eu posso até entender aqueles que discutem “estilo-de-vida.” Mas eu não aceito essa história de punir pessoas por causa disso. Mas é isso o que a Sharia defende.


Clérigo islâmico no Canadá diz que gays devem ser apedrejados, e que isso seria algo bom para eles.
O clérigo explicou que um muçulmano que é sentenciado à morte por apedrejamento sob a lei islâmica, na verdade, se beneficia com essa terrível punição pois a sua alma está sendo purificada com as pedras que caem sobre sua cabeça pecaminosa (Sun News Network).




Um comentário:

Anônimo disse...

Acabei de ver mais uma presepada do Papa. Ele disse que a Igreja devia pedir desculpas aos gays pelo massacre em Orlando.