sábado, 6 de agosto de 2016

São João Damasceno e a Heresia dos Ismaelitas (muçulmanos): isso deveria ser ensinado nas igrejas!


São João Damasceno, também conhecido como São João de Damasco, 676-749, foi Bispo e é um dos Doutores da Igreja. Ele discute seus debates com os muçulmanos e expõe os ensinamentos de seu falso profeta, Maomé. Ele mostra que os muçulmanos não adoram o mesmo Deus que os católicos. A passagem seguinte foi retirada do trabalho monumental de São João Damasceno, A Fonte de Conhecimento, parte dois, intitulada "Heresias em Epitome: como elas começam e de onde elas se originam." Ele é geralmente apenas citado por suas obras contra heresias.

A descrição que ele faz do islamismo é perfeita, e deveria fazer parte do Catecismo da Igreja Católica e ensinado por todas as demais denominaçãos protestantes e evangélicas!


Sua obra, A Fonte de Conhecimento, é uma das mais importantes obras individuais produzidos no período patrístico grego. É a primeira grande Summa da teologia a aparecer tanto no Oriente ou no Ocidente. São João Damasceno é considerado um dos grandes Doutores da Igreja, e seus escritos têm um lugar de alta honra na Igreja. Sua crítica do Islã, ou "a heresia dos ismaelitas," é especialmente relevante para os nossos tempos.

Este doutor da Igreja nasceu em Damasco, na Síria, e seu pai era um funcionário do governo tanto no âmbito do imperador bizantino quanto sob os governantes muçulmanos de Damasco. Recebeu uma excelente educação clássica, e era fluente em árabe, bem como grego. São João Damasceno trabalhou na corte muçulmana até a hostilidade do califa em relação ao cristianismo tê-lo levado a renunciar ao seu cargo, por volta do ano 700.

Ele migrou para Jerusalém e se tornou um monge no Mosteiro de Mar Saba, perto de Jerusalém. Ele ensinou no mosteiro, pregou muitos de seus sermões luminosos em Jerusalém, e foi lá que ele começou a compor seus tratados teológicos.

O que eu acho mais importante nos comentários de São João Damasceno sobre o islão é que ele vem de observações dos primórdios do islão. O islão havia acabado de ser inventado e a tradição oral ainda não tinha sido substituída pela rigidez e ortodoxia do Alcorão e das Tradições de Maomé (Sirat e Suna).

Mosteiro de Mar Saba, próximo a Jerusalém

Texto de Writings, by St John of Damascus, The Fathers of the Church, vol. 37 (Washington, DC: Catholic University of America Press, 1958), pp. 153-160. Extraído de Ortodox Info.

Há também a superstição dos ismaelitas que até hoje prevalece e mantém as pessoas em erro, sendo um precursor do Anticristo. Eles são descendentes de Ismael, [que] nasceu de Abraão e Agar, e por esta razão, eles são chamados de agarenes e ismaelitas. Eles também são chamados sarracenos, que é derivado de Sarras Kenoi, ou destituídos de Sara, por causa do que Agar disse ao anjo: "Sara enviou-me afastando, destituídos." [99] Eles costumavam ser idólatras e adoravam a estrela da manhã e Aphrodite, que em sua própria língua que chamaram Khabár, o que significa "grande." [100] E assim até o tempo de Heráclio eles eram grandes idólatras. A partir desse momento até o presente um falso profeta chamado Maomé apareceu no meio deles. Este homem, depois de ter contato acidental com o Antigo e o Novo Testamento e da mesma forma, ao que parece, depois de ter conversado com um monge ariano, [101] inventou sua própria heresia. Então, tendo insinuado-se nas boas graças do povo por um exibição de aparente piedade, ele declarou que um determinado livro tinha sido enviado para ele do céu. Ele tinha estabelecido algumas composições ridículas neste livro dele e ele deu a eles este livro como um objeto de veneração.

Maomé diz que há um só Deus, criador de todas as coisas, que não tenha sido gerado nem gerou. [102] Ele diz que o Cristo é a Palavra de Deus e do Seu Espírito, mas uma criatura e um servo, e que Ele foi gerado, sem semente, de Maria, a irmã de Moisés e Arão. [103] Porque, diz ele, a Palavra e Deus e o Espírito entrou em Maria e ela deu à luz Jesus, que era um profeta e servo de Deus. E ele diz que os judeus queriam crucificá-lo em violação da lei, e que eles apreenderam Sua sombra e a crucificaram. Mas o próprio Cristo não foi crucificado, diz ele, nem ele morreu, pois Deus pelo Seu amor por Ele, o tomou para Si para o céu. [104] E ele diz isso, que quando o Cristo tinha subido ao céu Deus lhe perguntou: 'Ó Jesus, que te dizem: "Eu sou o Filho de Deus e Deus"?' E Jesus, diz ele, respondeu: 'Seja misericordioso de mim, Senhor. Tu sabes que eu não disse isso e que eu não desprezo para ser teu servo. Mas os homens pecadores ecreveram que eu fiz esta afirmação, e eles têm mentido sobre mim e têm caído em erro.' E Deus respondeu e disse-lhe: 'Eu sei que tu não dizestes esta palavra." [105] Há muitas outras coisas extraordinárias e bastante ridículas neste livro que ele se gaba foi enviado para ele por Deus. Mas quando se pergunta: 'E quem está lá para testemunhar que Deus lhe deu o livro? E qual dos profetas anunciaram que tal profeta se levantaria?' - eles ficam perdidos. E nós observamos que Moisés recebeu a Lei no Monte Sinai, com Deus aparecendo aos olhos de todas as pessoas em nuvem, e fogo, e trevas, e tempestade. E nós dizemos que todos os Profetas desde Moisés predisseram a vinda de Cristo e como Cristo, Deus (e Filho de Deus encarnado) estava para vir e ser crucificado e morrer e ressuscitar, e como ele era para ser o juiz do vivos e mortos. Então, quando dizemos: 'Como é que este profeta de vocês não veio da mesma maneira, com os outros dando testemunho d'Ele? E como é que Deus não se usou da presença de vocês para apresentar a este homem com o livro ao qual você se refere, assim como Ele deu a Lei a Moisés, com as pessoas olhando para a montanha afumar, de modo que vocês, também, pudessem ter certeza?' - eles respondem que Deus faz o que Lhe agrada. 'Isso', dizemos, 'nós sabemos, mas estamos perguntando como o livro desceu até o seu profeta.' Em seguida, eles respondem que o livro veio a ele enquanto ele estava dormindo. Então, em tom de brincadeira, nós dizemos que, desde que ele recebeu o livro em seu sono e não chegou a sentir a operação, então, o ditado popular aplica-se a ele (que diz:. Você está tecendo sonhos) [106]


Quando perguntamos de novo: 'Como é que quando ele nos ordenou neste livro de vocês para não fazer nada ou receber qualquer coisa sem testemunhas, você não perguntou: "Primeiro você nos mostre por testemunhas que você é um profeta e que você veio de Deus, e nos mostre apenas o que escrituras testemunham sobre você'"- eles têm vergonha e permanecem em silêncio. [Então continuamos:] 'Embora você não possa se casar com uma mulher sem testemunhas, ou comprar ou adquirir bens; embora você não possa receber um jumento, nem possuir um animal de carga sem testemunhas; e embora você possua ambas as esposas e os bens e jumentos e assim por diante através de testemunhas, no entanto, é apenas a sua fé e suas escrituras que você mantêm infundadas por testemunhas. Pois quem entregou isso para vocês não tem nenhuma garantia de qualquer fonte, nem há ninguém conhecido que testemunhou a respeito dele antes de ele vir. Pelo contrário, ele recebeu-o enquanto ele dormia.


Além disso, eles nos chamam Hetaeriasts, ou Associadores, porque, dizem, nós introduzimos um associado com Deus, declarando Cristo o Filho de Deus e Deus. Nós dizemos a eles na tréplica: "Os Profetas e as Escrituras nos entregaram isso, e vocês, como vocês persistentemente dizem, aceitam os Profetas. Assim, se nós erroneamente declaramos que Cristo é o Filho de Deus, são eles que ensinaram isso e entregaram isso para nós.' Mas alguns deles dizem que é por má interpretação de que temos representado os Profetas a dizerem tais coisas, enquanto outros dizem que os hebreus nos odiavam e nos enganaram por escrito em nome dos Profetas para que possamos ser perdidos. E mais uma vez nós dizemos-lhes: 'Enquanto vocês disseram que Cristo é a Palavra de Deus e do Espírito, por que vocês nos acusam de sermos  Hetaeriasts? Porque a palavra, e o espírito, são inseparáveis daquele em que, naturalmente, tem existência. Portanto, se a Palavra de Deus é em Deus, então é óbvio que Ele é Deus. Se, no entanto, ele está fora de Deus, então, de acordo com vocês, Deus é sem palavra e sem espírito. Consequentemente, ao evitar a introdução de um associado com Deus vocês o mutilaram. Seria muito melhor para vocês para dizerem que ele tem um associado do que O mutilar, como se estivessem lidando com uma pedra ou um pedaço de madeira ou algum outro objeto inanimado. Assim, vocês falam falsidades quando nos chamam de Hetaeriasts; nós retrucamos chamando você de mutiladores de Deus.'


Eles ainda nos acusam de serem idólatras, porque nós veneramos a cruz, que eles abominam. E nós respondemos: 'Como é, então, que vocês se esfregam-se contra uma pedra em sua Caaba [107] e a beijam e a abraçam.' Então, alguns deles dizem que Abraão teve relações com Agar em cima dela, mas outros dizem que ele amarrou o camelo nela quando ele estava indo  sacrificar Isaac. E nós respondemos: 'Visto que a Escritura dizem que a montanha era arborizado e tinha árvores das quais Abraão cortoiu lenha para o holocausto e a pôs sobre Isaque, [108] e, em seguida, ele deixou os burros para trás com os dois jovens, por que falar bobagem? Pois  naquele lugar também não é coberto com árvores nem há passagem para burros.' E eles estão embaraçados, mas eles ainda afirmam que a pedra é a de Abraão. Então dizemos: 'Que seja a de Abraão, como você tão estupidamente diz. Então, só porque Abraão teve relações com uma mulher sobre ea ou amarrou um camelo, você não tem vergonha de beijá-la, mas você culpa-nos de venerar a cruz de Cristo pelo qual o poder dos demônios e o engano do Diabo foi destruído.' Esta pedra que falam é a cabeça daquela Afrodite quem eles costumavam adorar e a quem chamavam de Khabár. Até os dias de hoje, os traços da escultura são visíveis nela para observadores cuidadosos. 


Como tem sido relacionada, este Maomé escreveu muitos livros ridículos, a cada um dos quais ele estabeleceu um título. Por exemplo, há o livro Sobre a Mulher, [109] em que ele claramente faz previsão legal para a tomada de quatro esposas e, se for possível, mil concubinas - tantas quanto se puder manter, além das quatro esposas. Ele também tornou legal se desfazer da esposa que se desejar e, se assim o desejarem, a tomar para si uma outra esposa da mesma maneira. Maomé tinha um amigo chamado Zeid. Este homem tinha uma bela esposa com quem Maomé se apaixonou. Uma vez, quando eles estavam sentados juntos, Maomé disse: 'Oh, a propósito, Deus mandou que eu despose a sua esposa.' O outro respondeu: 'Você é um apóstolo. Faça o que Deus disse a você e pegue a minha esposa.' De outro modo - ao recontar a história, desde o início, ele disse-lhe: 'Deus mandou que você se livre da sua esposa.' E ele a repudiou. Então alguns dias depois: 'Agora', ele disse, 'Deus me mandou levá-la', em seguida, depois que ele a levou e cometeu adultério com ela, ele fez esta lei: 'Deixe aquele que vai deixar a sua esposa. E se, depois de ter repudiá-la, ele deva retornar a ela, deixar que outro se case com ela. Por que não é lícito desposá-la a menos que ela tenha sido casada com outro. Além disso, se um irmão repudiar sua esposa, deixe que seu irmão se case com ela, caso ele assim o desejar.' [110] No mesmo livro ele dá tais preceitos como este 'Trabalhar a terra que Deus te deu e embeleze-a. E faça isso, e fazê-lo de tal maneira' [111] - Não repita todas as coisas obscenas que ele fez.


Depois, há o livro do Camelo de Deus. [112] Sobre este camelo, ele diz que houve uma camela de Deus e que ela bebeu todo o rio e não podia passar por duas montanhas, porque não havia espaço suficiente. Havia gente naquele lugar, ele diz, e eles costumavam beber a água em um dia, enquanto a camela bebia no dia seguinte. Além disso, ao beber a água que ela os supria com alimento, porque ela lhes fornecia leite em vez de água. Então, porque esses homens eram maus, levantaram-se, diz ele, e mataram a camela. No entanto, ela teve um filho, um pequeno camelo, que, segundo ele, quando a mãe tinha sido morta, clamou a Deus e Deus o tomou para Si. Em seguida nós dizemos para eles: 'De onde foi que o camelo veio?' E eles dizem que era de Deus. Então dizemos: 'Havia outro camelo juntamente com este?' E eles dizem: 'Não.' Então nós dizemos 'como ele foi gerado? Pois vemos que o camelo é, sem pai e sem mãe e sem genealogia, e que aquele que o gerou sofreu mal. Também não é evidente quem o criou. E também, este pequeno camelo foi levado para cima. Então, por que o seu profeta, com quem, de acordo com o que vocês dizem, Deus falou, saber mais sobre o camelo - onde pastava, e quem obtinha leite da sua ordenha? Ou será que ela, possivelmente, como sua mãe, se defrontou com pessoas más e foi destruída? Ou ela entrou no Paraíso antes de vocês, de modo que vocês podem ter o rio de leite que vocês tão estupidamente falam? Por que vocês diz que você tem três rios que fluem no paraíso e um de água, uma de vinho, e um de leite. Se o seu precursor o camelo está fora do paraíso, é óbvio que ela secou de fome e sede, ou que os outros têm o benefício de seu leite e para que o seu profeta é ostentando ociosamente de ter conversado com Deus, porque Deus não o fez revelar-lhe o mistério do camelo. Mas se ela está no paraíso, ela está bebendo água parada, e você por falta de água vai secar no meio do paraíso de prazer. E se, não havendo água, porque o camelo vai ter bebido tudo, vocês tem sede de vinho do rio de vinho que está fluindo, vocês vão se tornar intoxicados por beberem vinho puro e entrar em colapso sob a influência da bebida forte e cair no sono adormecedor. Então, sofrendo de uma cabeça pesada depois de dormir e estar doente do vinho, vocês vão perder os prazeres do paraíso. Como, então, se não entra na mente de seu profeta que isso pode acontecer com vocês no paraíso do prazer? Ele nunca teve nenhuma idéia do que o camelo está fazendo, ainda que vocês nem sequer perguntaram a ele, quando ele antecedeu para vocês com seus sonhos sobre o tema dos três rios. Nós claramente garantimos que este camelo maravilhoso de vocês vos precedem na alma dos jumentos, onde, vocês também, como animais, estão destinados a ir. E há a escuridão exterior e punição eterna, lareira, vermes sem dormir, e demônios do inferno.'


Uma outra vez, no livro da Mesa, Maomé diz que o Cristo pediu a Deus por uma mesa e que isso foi dado a Ele. Porque Deus, diz ele, disse-lhe: 'Eu tenho dado a ti e a tua uma mesa incorruptível.' [113]


E mais uma vez, no livro da Novilha, [114] ele [Maomé] diz algumas outras coisas estúpidas e ridículas, que, por causa de seu grande número, eu acho que deve ser preterido. Ele fez uma lei que eles devem ser circuncidados, e as mulheres também, e ele ordenou-lhes que não guardem o sábado, e nem que sejam batizados.


E, enquanto ele ordenou-lhes de comer algumas das coisas proibidas pela lei, ele ordenou-lhes que se abstenham de outras. Ele, além disso, absolutamente proibiu o consumo de vinho.

Notas de Rodapé

99. Cf. Gen. 16.8. Sozomen também diz que eles eram decendentes de Agar, mas os chamou de decendentes de Sara para esconder a sua origem servil (Ecclesiastical History 6.38, PG 67.1412AB).

100. A palavra árabe kabirun signifca  ‘grande,’ seja em tamanho ou dignidade. Heródoto menciona o culto arábico da "Afrodite Celestial" mas diz que os árabes a chamavam de Alilat (Herodotus 1.131)

101. Pode ter sido o monge nestoriano Bahira (George or Sergius) que encontrou com Maomé em Bostra, na Síria, e alegou ter reconhecido nele o sinal de um profeta.

102. Alcorão, Sura 112.

103. Sura 19; 4.169.

104. Sura 4.156.

105. Sura 5.Il6tf.

106. O manuscrito não tem este adágio, mas Lequien sugere este de Platão.

107. A Ka’ba, chamada ‘A Casa de Deus,’ é reinvidicada (por muçulmanos) de ter sido construída por Abraão com a ajuda de Ismael. Ela ocupa o lugar mais sagrado da Mesquita em Meca. Incorporada na sua parede está a pedra, aqui referida como a famosa Pedra Negra, que é uma rélica da idolotria pré-islâmica dos árabes.

108. Gen. 22.6.

109. Koran, Sura 4.

110. Cf. Sura 2225ff.

111. Sura 2.223.

112. Not in the Koran.

113. Sura 5.114,115.

114. Sura 2.


5 comentários:

Drak Druk disse...

Como sempre, suas postagens são excelentes! Não posso comentar cada uma delas aqui, devido aos meus muitos ativismos na web mas sempre as compartilho em várias páginas e grupos, além de arquivá-las no meu computador, claro!
Muito obrigado por seu valiosíssimo trabalho neste movimento internacional da Resistência ao supremacismo islâmico ou Islã Político!

Anônimo disse...

Judoca saudita não compareceu à luta... pois se ela vencesse, ia enfrentar uma judoca de Israel
http://www.haaretz.com/israel-news/1.735667

Delegação da Libanesa se recusa a subir em ônibus na vila Olímpica, por que atletas de Israel estão no ônibus
http://www.timesofisrael.com/lebanese-olympic-team-demands-israelis-be-removed-from-shared-bus/

Equipe de handebol do Catar tem apenas 3 pessoas do Catar
http://www.telegraph.co.uk/olympics/2016/08/06/how-qatar-plan-win-the-rio-2016-olympics-handball-title-with-jus/

Ad disse...

Não dá pra entender como é que tantos cretinos acreditam nesta farsa do Maomé, do Alcorão! Maomé era um pustula, embusteiro, assassino, mentiroso! E milhões de otários acreditam nesta droga!

Anônimo disse...

Também, com esse do Vaticano II e sua modernidade. Ser moderno hoje é tolerar o intolerável.

Alessandro santos disse...

Saem lendo e ouvindo tudo sem antes usar o senso critico .
Umacoisa boba por exemplo e o que falam de oa árabes serem maometanos ai vem outro e fala que nao,que apenas 15% da religiãoe formada por árabes.
lendo isso as pessoas acabam comprandoa idéiae acham que quem as respondeu está certa.
Nao usam a cabeça pra mais nada engolem toda tendenciosidade que ouvem.
15% da religião pode muito bem agrupar todos os árabes,ja que sao 15% DA RELIGIAO E NAO 15% DOS ARABES!!!!
Apoa uma pesquisa rápida descobrimos que todos os países árabes sao maometanos!!!!! Nessas horas religião deve ser deixadade lado ,bem de lado e levar em consideração a malicia e falta de caráter deles que admitem a mentira como meio de propagar esse vírus de laboratorio chamado isla!!!!