sábado, 1 de outubro de 2016

Atualizações em setembro de 2016

Veja o que entrou de novo no blog em setembro de 2016

Análise do Livro "Regras para Radicais", de Saul Alinsky
Leia a análise clicando aqui.

Análise do livro "A Revolução Gramscista no Ocidente"
Leia a análise clicando aqui.

Ashura: a grotesca festa islâmica do auto-flagelamento
Leia sobre mais este barbarismo islâmico clicando aqui.


Estado Islâmico degola ex-muçulmano
Mais um ex-muçulmano perde o pescoço ... e a vida. E ainda tem maometano cara de pau a dizer que "não existe compulsão em religião." Muçulmanos que dizem isso são hipócritas. (Aranews)


Divórcio e Poligamia Islâmica: nos dois casos, a mulher se prejudica
Leia sobre estas práticas tipicamente islâmicas clicando aqui.

Grã-Bretanha: site de namoro islâmico ajuda muçulmanos a encontrarem segunda esposa (ou terceira, ou quarta)
Sim, no seio do Reino Unido! O site secondwife.com promove "enlaces na comunidade" já que bigamia é crime. O dono do site, Azad Chaiwala, disse ao programa Bom Dia Grã-Bretanha da BBC que ele está tendo um "um lucro robusto" e tem mais de 100.000 perfis, dos quais cerca de 2% pagam uma assinatura para a adesão ao custo de 20 libras. Ele comparou estes "enlaces na comunidade" a ter uma amante, usar os serviços de uma prostituta, visitar um clube de swing, ou ser homossexual. O site é aberto apenas a muçulmanos e está cheio de citações do Alcorão (New Europe, Mail).


As escravas do século XXI ... mais uma contribuição do islão para o mundo
Documentário da TV portuguesa sobre a escravidão sexual islâmica de mulheres cristãs e iázides. O repórter Henrique Cymerman esteve no norte do Iraque com escravas sexuais libertadas recentemente, que apresentam um testemunho do terror (SCI Notícias). Lembre-se que, devido ao seu comportamento, Maomé consolidou a escravidão sexual no islamismo.

Iraque: Estado Islâmico ainda mantém presas 3 mil mulheres e crianças iázides
Parlamentares iraquianos informaram. (Ekurd)

Síria: mulheres em cidade libertada retiram o niqab ... com o hijab por baixo
A imprensa internacional ficou excitada com algumas mulheres muçulmanas que, com a libertação de Manbij, retiraram o niqab que cobria todo o rosto (menos os olhos). Só que por baixo elas usavam o hijab. (Telegraph)


Enquanto isso, outras fotos mostram as mulheres guerreiras que ajudaram a libertar Manbij (BBC): 


Grã-Bretanha: refugiado preso por masturbar na rua
Um refugiado do Iraque ficou excitado com as mulheres de Swansea, no País de Gales, que resolveu se masturbar na rua. Ele está sendo processado por comportamento indecente. Ele resolvou se masturbar na rua por não ter dinheiro para pagar prostitutas, algo que ele fazia no Iraque. (Breibart)

França: "patrulha islâmica" ataca mulheres usando shortinhos
Duas famílias que aproveitavam o sol de Toulon foram atacadas por um "grupo de jovens" (idade entre 17 e 22 anos) e as mulheres chamadas de prostitutas por vestirem shortinhos. Os maridos foram violentamente atacados ao defenderem suas esposas e famílias. Este incidente reacende o receio da ação mais abrangente das "patrulhas islâmicas" na França.  (charentelibre, telegraph)

França: adolescente estuprada por argelinos sob a Torre Eiffel
A adolescente foi achada nua e amarrada. Os três argelinos estão presos. Eles atraíram a jovem através do Facebook convidando-a para comer morangos (Mail).

Turquia: estupros infantis sem cobertura na imprensa
Seguindo os passos de Maomé, pedofilia agora é legal na Turquia. Veja os exemplos neste artigo do Gatestone Institute.

Grã-Bretanha: jihadistas sexuais estupram menina de 13 anos
Os criminosos são Ismail Ali e Naheem Uddin (casado e pai de 3 filhos), ambos com 26 anos de idade. Ambos condenados com 14 anos de prisão. No Paquistão estariam soltos. (Express)

Áustria: toque de recolher para "imigrantes" na tentativa de diminuir assédios e estupros
Isso é consequência de diversos incidentes durante festivais de música e outras festas (Express)

"Após estuprá-la, você se tornará muçulmana"
Isso dito pelos jihadistas para mulheres iázides, segundo testemunho das mesmas. De fato, existem muçulmanos que pensam que estuprar mulheres infiéis é um ato de misericórdia que as levariam a se converteram ao islamismo. Faz sentido: adotar o islamismo para deixarem de ser estupradas, ou, pelo menos, serem menos abusadas. (CNSNews)

Palestina: textos escolares chamam mulheres de bruxas
Apresentam as mulheres como a causa de todos os problemas morais (Gatestone)

Brasileira assediada na alemanha por muçulmanos
Mulher alguma está isenta da ação das mãos sagradas dos seguidores de Maomé (Escreva Lola Escreva).

Arábia Saudita: foto mostra mercado de escravas sexuais
O mercado está dentro da Arábia Saudita, sendo operado pelo Estado Islâmico (Speisa).

Arábia Saudita: petição pede ao rei que acabe com o sistema de guardiões masculinos 
Os manifestantes, que estão organizando em mídias sociais, querem parar o sistema pelo qual cada mulher saudita é governada por um tutor do sexo masculino que fornece permissão para viagens, casamento, ao trabalho, e acesso ao sistema de saúde (CNN).

Grã-Bretanha: mãe de três filhos, sequestrada, drogada e estuprada por seis muçulmanos imigrantes, do Iraque, Síria e Bahrein
Aconteceu na cidade de Suntherland (Mail).

Turquia: muçulmano agride mulher por usar bermuda
O turco, que trabalha como segurança, disse que a atacou porque a lei islâmica exige isso (Express).

Austrália: presidente do Conselho Islâmico pede pela Sharia e poligamia
Keysar Trad, presidente da Federação Australiana de Conselhos Islâmicos, é um homem de meia idade, casado com uma mulher também de meia-idade. Ele quer "carne nova" e disse que é melhor se casar de novo do que divorciar-se da atual esposa. (Mail)

Doutrinação

Jornalista árabe culpa educação islâmica pelo terrorismo
https://youtu.be/Oc3tasHrOPk ok

EUA: universidade contrata ex-recrutador da Al-Qaeda como professor
A Universidade George Washinghton é considerada "progressista." Jesse Morson, que adotou o nome de Adbullah Muhammad, ficou preso por 4 anos por ter conduzido dezenas de muçulmanos para atos de violência (por exemplo, Jihad Jane). Para os "progressistas" ser jihadista é moda, e muçulmanos nunca são uma ameaça, mesmo quando planejam atos de violência e assassinatos (NY Times).

EUA: ex-conversa pede pelo assassinato de americanos
Marie A. Castelli, 55 anos, residente no Kentucky, se converteu e começou a promover o Estado Islâmico e o assassinato de americanos. (WKYT)


Os "leãozinhos da jihad" executando prisioneiros

O que leva os muçulmanos a odiarem os não muçulmanos? O islamismo!
Um relatório do Pew Research Center publicado em 2013, intitulado: "Religião, Política e Sociedade dos Muçulmanos no Mundo", explora as atitudes e opiniões dos muçulmanos ao redor do mundo em matéria de religião e seu impacto na política, ética e ciência. Alguns exemplos de atitudes predominantes são apresentados à seguir. O artigo completo se encontra aqui (Gatestone):
  • "Eu odeio os cristãos e os judeus. Não sei porque. Não tenho nenhum motivo aparente para odiá-los, mas eu sempre ouço minha mãe falar mal deles. Ela também os odeia e é por isso que eu os odeio, acho eu. Mamãe sempre me disse que os muçulmanos são o povo escolhido por Alá" — F., uma menina tunisiana de 15 anos de idade.
  • "Eles diziam que aqueles que não são muçulmanos merecem morrer e que não devemos ter nenhuma piedade para com eles. De um jeito ou de outro eles queimarão no inferno". — M., um menino tunisiano de 16 anos de idade.
  • Pessoas que não leem tendem a temer o que não entendem e esse medo pode se transformar em suspeição, agressão e ódio. Estas pessoas precisam preencher o vazio para remover o desconforto, então elas se voltam para o terrorismo para criar uma meta em suas vidas: defender o Islã.
  • Como a maioria dos tunisianos não lê, assiste muito à TV. "Depois de assistir a série Hareem Al Sultan, eu queria ser uma das concubinas do sultão e viver na época do Império Otomano, eu queria ser como elas", revelou S., uma menina de 14 anos de idade.

O profeta (a paz esteja com ele) disse: "Se encontrardes alguém fazendo como o povo de Lot fez, matai aquele que faz e aquele a quem a coisa é feita." (Hadice Abu Dawood 38:4447) -- PS. O "povo de Lot" são os homens que aparecem na Bíblia querendo fazer sexo com os homens que se hospedaram na casa de Lot (Gênese 19:4-5)
Muçulmanos dizem o que pensam dos gays: morte
Pensamentos variados. Devem ser mortos, apunhalados, entregues ao ISIS, degolados,  são ateus, não acreditam em Alá e no Alcorão, são animais, são desumanos,  são ignorantes, são infiéis, são mentirosos, não têm honra, não tem cérebro.
https://youtu.be/u8atU8x2d94 OK

A "Esquerda" abadonou os gays em favor dos muçulmanos 
O Marxismo Cultural separa as pessoas em grupos de "oprimidos" e "opressores." Mas, mesmo entre os "oprimidos" existe uma hieraquia. Os "muçulmanos" ocupam o lugar mais alto da pirâmide. Na ótica tortuosa do Marxismo Cultural, nenhum grupo é mais "oprimido" do que os muçulmanos ... os homossexuais que se lasquem.
https://youtu.be/ZcdbHtWGnAY OK

Halal - Boicote Halal 

Leia este artigo "Boicote Produtos Halal" para saber o que é "comida halal" e o porquê de boicotá-la. E visite os demais links.



Entidades Islâmicas desejam treinar forças de segurança do Brasil
Utilizando o discurso de vítimas, representantes das entidades islâmicas brasileiras, a FAMBRAS, Ali Hussein El Zoghbi, e a UNI (União Nacional do Islamismo), Abdel Hamid Ali Taha, se encontraram com o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Isso ocorreu em agosto, e nós já tínhamos noticiado isso. Mas, na página da FAMBRAS, noticia-se que o ministro solicitou que o curso “O Mundo Islâmico”, realizado anualmente pela FAMBRAS no Instituto Rio Branco, em Brasília, seja ofereceido para toda a força de segurança nacional, visando "disseminação correta dos conceitos islâmicos" (ou seja, fazer pregação islâmica de forma gratuita e desempedida dentro de órgãos do próprio governo). Segundo a notícia, o Ministro  comentou o encontro no seu Facebook com as seguintes palavras: “Vamos combater o preconceito e a discriminação!" Mas como é possível combater preconceito e a discriminação disseminando conceitos de uma ideologia baseada no preconceito e na discriminação? O que é preciso é dar cursos sobre o conceito da jihad islâmica e não o contrário.

Noticiário na imprensa dos EUA sobre a prisão de dois potenciais terroristas islâmicos
Presos em São Paulo. Eles prometeram aliança ao Estado islâmico. (ABC)

Preso um dos principais recrutadores do Estado Islâmico no Brasil
Ele é um menor de 17 anos e atuava com o codinome Abdul Jabar Al-Brasilli. Ele foi deportado para os EUA (Veja). A Polícia Federal estava à sua busca desde junho (Veja)

Jihadistas brasileiros planejaram atentados contra alvos judáicos
Diálogos entre os detidos na Operação Hashtag revelam que eles planejavam atentados suicidas contra judeus no Brasil (Veja)

A islamização e erosão da França deve servir de alerta para o Brasil 
De 5 mesquitas em 1965 a 2359 em 2016. Leia o artigo clicando aqui.

Ladrão tem mão cortada em Porto Alegre. Sharia no Brasil?
Ele furtava seguidamente. Muitos vendedores de rua são muçulmanos. Já estão aplicando a lei de Alá? Estamos começando a sentir o "enriquecimento cultural" e "evolução da sociedade" que o islamismo oferece? O fato ocorreu em 6/8/2016. (Correio)
https://youtu.be/MYAITowEUM8 OK

Al Janiah: um bar em São Paulo onde islamismo e a esquerdopatia se abraçam
Al Janiah é um "bar muçulmano" na cidade de São Paulo, onde a aliança entre o islamismo e a esquerdopatia se desenvolve. Este bar se auto-intitula "Espaço cultural e político árabe com bebibas, comidas e músicas típicas." Esta sua definição mostra o truque utilizado em misturar árabe com muçulmano e com palestino. Se vocês entraram na página deste bar vocês vão entender.  A comida parece ser boa, o ambiente agradável, e a confusão natural do marxismo cultural (que é um movimento anti-socialista, diga-se de passagem) se faz presente ao se usar de palavreado tal como "justiça" e "libertação dos povos" com o intuito apenas de avançar causas, e não o retratar o real significado dos termos. Vale a pena visitar o bar durante as "atividades culturais." Bom apetite. E boa sorte.

Islamização do Mundo e Colapso do Ocidente – Exemplos   

Anúncios na TV alemã e sueca promovem o genocídio e substituição do seu povo
Leia o artigo e assista aos vídeos clicando aqui.

Estudioso do Islamismo prevê guerra civil na Europa, provocada pela Geração Jihad
Leia o artigo clicando aqui.

Documentos vazados mostram a influência de George Soros na resposta européia à crise migratória
George Soros é um multi-bilionário que usa seu poder econômico para financiar causas "progressistas" (na verdade, são causas "regressivas"). Documentos mostram que a Fundação Sociedade Aberta (Open Doors Foundation) usou 600 mil dólares do seu fundo de reserva, em março de 2016, para "conter a retórica anti-imigrante e narrativas tóxicas à cerca da imigração para a Europa." O objetivo é o de mover a classe política para tomar posições mais favoráveis à política de portas abertas. O documento diz que mais investimentos são necessários tendo em vista a perda da simpatia pelos imigrantes, em parte devido à jihad islâmica no clube Bataclan, em Paris (novembro de 2015). Um outro documento que veio à tona discutia como a crise migratória define uma "nova normalidade" e oferece "novas oportunidades" para uma influencia global (DailyCaller).

Alemanha: com eleições municipais se aproximando, a Chanceler Angela Merkel se finge de arrependida por sua política de "fronteiras abertas"
O partido nacionalista AfD tem mostrado força nas pesquisas pré-eleitorais na Alemanha, o que levou a Chanceler Angela Merkel, a Louca, a dar uma declaração que a sua decisão de (rasgar os acordos de imigração da União Européia e) abrir as fronteiras européias para mais de um milhão de refugiados (a maioria homens no fulgor da produção hormonal). Isso é apenas fachada, pois ela disse que pretende manter o processo de continuar recebendo centenas de milhares de "refugiados", em um processo que muitos dizem ser nada mais do que substituir a população nativa alemã (que se reproduz pouco e aborta muito) com muçulmanos. (Breitbart)

Alemanha: partido da Merkel (CDU) fica em terceiro lugar nas eleições municipais
O CDU obteve 19% dos votos nas eleições no estado de Mecklenburg-West Pomerania, na antiga Alemanha Oriental, de onde a Merkel foi eleita. O partido populista (realista) e anti-imigração em massa Alternativa para a Alemanha (AfD) ficou em segundo (21%), e os partido de centro-esquerda SPD em primeiro com 30%. O CDU teve 19% dos votos (BBC). Também em Berlin, o SPD e CDU tiveram obtiveram menos votos, ao passo que o AfD teve votos suficientes para se fazer representar no parlamento (Politico)

Alemanha: "refugiados" tiram férias nos países de origem, outros são jihadistas, e a maioria não tem capacidade para emprego
  • Escândalo: refugiados estão usando os benefícios recebidos pelo governo para passar féria nos seus países de origem (Minuto Produtivo citando o Die Welt am Sonntag)
  • Três refugiados são jihadistas do Estado Islâmico. Eles foram descobertos e presos (Euronews)
  • Empresas alemães informaram a Chanceler Merkel que refugiados não possuem habilidades para obter trabalho (PJMedia)
Alemanha: anúncio do governo diz "Proibido cagar no chuveiro"
O governo está tentando desesperadamente educar os "refugiados." 

"Por favor, não cague no chuveiro"

França: desbaratado plano para explodir Catedral de Notre Dame 
Dois casais foram presos com relação ao carro contendo cilindros de gás encontrado próximo a Catedral de Notre Dame, em Paris. Segundo a polícia, todos eles têm ligação com grupos jihadistas. Material em árabe também foi encontrado (ABC). Outras mulheres foram presas, sendo que uma delas chegou a esfaquear um policial (Independent, The Journal). Uma das mulheres presas foi namorada de dois jihadista: um que assassinou dois policias em Magnanville, em junho, o outro quem assassinou o padre (The Journal)

França: Prefeita de Paris criará (múltiplos) campos de refugiados ao redor da cidade
Leia mais sobre isso clicando aqui.

Itália: contrabandistas contratam iates para levar "refugiados" para a Europa
Informação de ucranianos presos pela  polícia italiana. Contrabandistas contratam ucranianos para comandarem iates e outros barcos. Refugiados pagam 8 mil dólares pela viagem de luxo com segurança.  A outra opção é pagar menos e tentar a viagem em barcos menos seguros com o risco de acidente. Este ano, 93 mil novos refugiados aportaram na Itália. (Breitbart)

Itália: número de refugiados deste ano já ultrapassa o número do ano passado 
Total de 124,500 desde o começo de 2016. Ano passado todo foram 122,000. Homens, homens e mais homens.  (Express)

EUA: 99.3% dos refugiados sírios são muçulmanos
Percentual relativo ao ano de 2016 até 9/9/2016. Um total de 10.817 refugiados foram admitidos nos EUA: 10,742 são muçulmanos, ao passo que apenas 75 são compostos por cristãos e iázides. Na Síria, 12% da população é composta por não muçulmanos, principalmente cristãos. (PJMedia). Quando indagado se os EUA não deveriam dar preferência para cristãos, o presidente Obama respondeu dizendo que discriminar baseado em religião é anti-americano. Pois bem, é exatamente isso que a sua administração está fazendo.

EUA: Obama confirma ter repassado para o Irã 1,7 bilhões de dólares em dinheiro vivo
Anteriormente, havia sido descoberto que ele havia pago 400 milhões de dólares pelo resgate de 4 americanos. Agora, ele admitiu que um total de 1.7 bilhões de dólares foram repassados em dinheiro. Ele fez isso para evitar as sanções que o Congresso dos EUA estava impondo ao Irã, sanções essas que datavam do sequestro e prisão dos diplomatas americanos durantea revolução iraniana em 1979. (ABC, National Review). Ao fazer este pagamento na surdina e em dinheiro, Obama quebrou a lei. E agora?

EUA: Obama nomeia muçulmano que possui laços com a Arábia Saudita como juiz de tribunal federal
Abid Qureshi, um imigrante paquistanês, foi nomeado juiz federal no Distrito de Columbia sem nunca ter sido juiz na vida. Como advogado, ele defendeu muçulmanos e foi elogiado por entidades islamistas. Um dos casos mais importantes foi defender a Academia Saudita Islâmica, cujos livros ensinavam Sharia. (WND)

EUA: governo Obama repassou 2,7 milhões de dólares para mesquita que pratica o "islão verdadeiro" 
"Islão verdadeiro" e "islão radical" são sinônimos.  Ambos indicam o islamismo como inventado e praticado por Maomé. Desde 2010, o Centro Islâmico da Grande Kansas City recebeu esta quantia do Departamento de Agricultura. Este "centro islâmico" pertence a uma organização islâmica (NAIT - North American Islamic Trust) que funciona como uma operadora financeira, oferecendo serviços bancários, gerando escolas islâmicas, sendo também proprietária de mais de 300 mesquitas nos EUA. O NAIT está ligado a Irmandade Muçulmana, organização que, segundo relatório do governo britânico, possui ideologia e pratica táticas "que são contrárias aos nossos valores e tem sido contrários aos nossos interesses nacionais e a nossa segurança nacional." (Daily Caller)

Estados Unidos bombardeiam tropas sírias em apoio ao Estado Islâmico!
Os EUA quebraram um cessar-fogo ao atacarem posições do exército sírio que se posicionavam opostas ao Estado Islâmico. Este ataque permitiu um avanço do Estado Islâmico. A Rússia chamou reunião do Conselho de Segurança da ONU. (Mail)

Canadá: diretora de escola é afastada do cargo por ter compartilhado artigos "anti-muçulmanos"
Ghada Sadaka compartilhou artigos e memes, que diziam, por exemplo, "se os biquínis são banidos nos países muçulmanos, então burcas devem ser banidas na Europa."  Por causa disso ela está ameaçada de perder o seu emprego ... no Canadá (The Star).

Canadá: primeiro-ministro mostra a sua "opção preferencial pelos muçulmanos"
No aniversário dos ataques às Torres Gêmeas (em 11/9) o primeiro-ministro Justin Trudeau ficou em casa. No dia seguinte, ele foi até a mesquita da Associação Muçulmana de Ottawa para celebrar o Eid al-Adha. Esta associação é membro da União Internacional para Acadêmicos Muçulmanos (IUMS). Em 2014 os Emirados Árabes Unidos colocaram a IUMS em sua lista de organizações designadas como terroristas. (Vlad Tepes, Sun)


Turquia e suas ligações com o Estado Islâmico 
Um relatório que discute as relações entre a Turquia e o Estado Islâmico. (PDF)

Áustria: célula jihadista conectada a atentados na França
Dois homens, um marroquino de 26 anos e um argelino de 40, acusados de terem ligações com os atentados na França. Outros dois foram extraditados meses atrás. Todos eles vieram junto com a leva de refugiados do ano passado e compartilharam o mesmo alojamento para refugiados em Salzburgo. (Breitbart)

Grã-Bretanha: polícia pode deixar policiais vestirem burca para incentivar diversidade
Diretores da polícia de West Midlands estão discutindo o assunto (Mirror). Eles vão contra a opinião dos britânicos que querem que a burca (e o niaqb) sejam banidos do país (Mirror).

Bélgica: Parlamento da UE manda instalar vidros à prova de bomba
Mas, ao mesmo tempo, abre as portas da Europa para jihadistas. (Express)

Luxemburgo pede pela expulsão da Hungria da União Européia
O presidente húngaro mantém-se irredutível em defender a sua pátria e receber apenas refugiados cristãos. Por causa disso, o ministro das relações exteriores de Luxemburgo defende a idéia que a Hungria deva ser expulsa da União Européia. A Hungria não se dobra frente a estas ameaças. (YouTube, Shoebat)

Suécia: notícias do paraíso perdido
  1. Um intérprete foi suspenso do trabalho pelo governo sueco por ter dito que muitos árabes mentem sobre a sua origem para aumentarem a chance de obeterem asilo (Breitbart).
  2. Distúrbios pior do que na guerra civil no Líbano. Rita Svensson, uma imigrante do Líbano, disse que os distúrbios em Trollhattan a fizeram lembrar na guerra civil no Líbano (Friatider).
  3. Refugiados tentam incendiar a mansão que os abrigava (Fiatider).


EUA: Resistência! Cardeal afirma que cristãos e muçulmanos não adoram o mesmo Deus
Cardeal americano Raymond Burque, ex-diretor da Suprema Corte do Vaticano, abre o verbo e diz claramente que cristãos e muçulmanos não adoram o mesmo Deus, pois Alá é um governante, a Sharia é a lei deles, e eles acreditam que a Sharia deve governar todos os homens.  O Cardeal disse que a Sharia não fundamentada no amor, e que dizer que todos nós cremos no amor não é incorreto. O Cardeal afimar que existem diferenças na abordagem relativas ao proselitismo e, notadamente, o conceito de Jihad. Ele concluiu dizendo que o mais importante para nós hoje é compreender o islão a partir dos seus próprios documentos e não projetar os nossos valores sobre eles. (NCRegister)

Jihad – lista de atentados

Nigéria: 50 mil crianças em risco de morrerem de fome devido à ação do Boko Haram
O Nordeste da Nigéria era o celeiro do país. Agora, é uma terra arrasada onde impera o massacre e a destruição. Um relatório da UNICEF diz ainda que, no total, 4,4 milhões de pessoas são afetadas pela ação deste grupo jihadista. A população é obrigada a abandonar as plantações para salvarem as suas vidas. (LA Times)

Dinamarca: "simpatizante" do Estado Islâmico baleia dois policiais e um civil
Este jihadista é imigrante oriundo da Bósnia, tendo se tornado cidadão dinamarquês após 4 anos de residência no país.  Isso soa como um "muito obrigado, Dinamarca, por ter-me acolhido. Agora, sinta a fúria de Alá." (The Local)

França: policial feminina gravemente ferida ao estilo islâmico: cortar o pescoço
Isso aconteceu em Paris. O atacante foi morto. O promotor Fancois Molins disse que o enfraquecimento do Estado Islâmico na Síria e no Iraque é um fator que amplia o risco de ataques. (The Sun)

EUA: um único jihadista causa explosões em Nova York e Nova Jérsey, deixando dezenas de feridos
  1. Em Nova York, a explosão deixou 29 feridos. O artefato era uma panela de pressão, semelhante ao que explodiu durante a maratona de Boston. Um segundo artefato foi encontrando, sem explodir (NY TimesBreitbart). O Estado Islâmico assumiu autoria, dizendo que "os leões do califado rugiram em Nova York, nós causamos dor na sua casa, o carregador da cruz." (Vocativ). Uma carta em árabe foi encontrada, e uma mensagem telefônica disse que "haverão mais ataques" (NY Post). 
  2. Em Nova Jérsey, um bomba explodiu antes de uma maratona dos fuzileiros navais, que acabou suspensa. Outras bombas foram encontradas e desabilitadas (MirrorBreitbart). 
  3. Policiais disseram que os explosivos usados em Nova York e em Nova Jersey são da mesma pessoa (Breitbart). E de fato são. O jihadista é um afegão naturalizado american, Ahmad Khan Rahami, que ao visitar o Afeganistão, estudou em uma madrassa talebã (Guardian). Ele foi preso após uma caçada humana e um tiroteiro com a polícia, no qual dois policiais foram feridos, um gravemente (CNN). 
  4. A sua família é proprietária do restaurante First American Fried Chicken na cidade de Elizabeth. Em 2011, a família processou a prefeitura de Elizabeth, e seu departamento de polícia, alegando discriminação e assédio contra os muçulmanos decorrente de disputas sobre horas de operação do restaurante (CNN).  
  5. O jihadista irá ser defendido pela ACLU, entidade financiada por George Soros (wiki). 
As várias faces de um jihadista

EUA: ataques a facadas por jihadista em Minnesota
Minnesota: "Soldado do Estado Islâmico" esfaqueia 9 pessoas no Shopping St. Cloud. Ele acabou morto por um ex-policial, que tinha porte de arma. O jihadista era Dahir Adan, um somalino residente em Dearborn (um gueto islâmico nos EUA) que fez referências a Alá durante o atentado (Twin Cities Pioneer Press, nbc4i, Cada Minuto).

Jihad Stealth – financeira, cultural (artigo para escrever)

Estado Islâmico proíbe a burka por motivos de segurança
O grupo terrorista proíbe o traje islâmico em seus edifícios, porque eles são um risco de segurança. O ISIS baniu véus em seus centros de segurança em Mosul, norte do Iraque. Anteriormente as mulheres foram espancadas ou mesmo mortas por não usarem a burka.  (Mail, IBTimes)

Muçulmana vestindo niqab rouba loja 
https://youtu.be/rbncA7H-yeM OK

E uma outra esconde garrafa de refrigerante sob o "roupão da virtude"
https://youtu.be/pfHL0vTVJSw ok


Egito: 5 adolescentes cristãos coptas condenados com cinco anos de cadeia por "difamarem o islão" 
Eles fugiam para a Suíça. Eles reclamam que no Egito ninguém é condenado por "difamar o cristianismo" (ou o ateísmo, ou judaísmo, ...). (Morning Star News

Canadá: diretora de escola é afastada do cargo por ter compartilhado vídeos "anti-muçulmanos"
Aparentemente, um dos vídeos ilustravam a violência praticada pelos "refujihadistas" na Europa. Em outra notícia compartilhada, fazia-se a pergunta de onde está o ultrage dos moderados que não condenam os atos de terrorismo. Ghada Sadaka foi punida por mostrar a verdade. Ela foi denunciada por um "membro da comunidade" e o Conselho Nacional de Muçulmanos Canadenses (que corresponde à organização CAIR nos EUA) aplaudiu o afastamento da diretora. (The Star)

Uma das imagens compartilhadas pela diretora. O texto diz "se os biquínis são banidos nos países muçulmanos, então burcas devem ser banidas na Europa."  Por causa disso ela está ameaçada de perder o seu emprego ... no Canadá!

França: escritor Ghislain Gilberti fica inconsciente ao ser atacado por islamistas
O seu filho de 12 anos também apanhou. Ghislain escreveu uma novela chamada "Jihad." Ele também é membro do movimento Pegida. Ele foi atacado por muçulmanos salafistas que gritavam "branco imundo." (Breitbart) Criticou o islão, o pau rolou, já que a Jihad é uma obrigação comunitária.

Argélia: cristão convertido condenado por insultar o islão no Facebook
Sliman Bouhafs, de 49 anos, foi condenado por uma corte de apelação a 3 anos de prisão por "ofender o profeta" e "denegrir os dogmas e preceitos do islão." A sua última mensagem no Facebook denunciava a "islamização da Argélia" e a repressão do governo contra os ahmadis e cristãos. (Human Rights Watch)

Jordânia: clérigo islâmico mata escritor cristão, que estava sendo processado por ter "insultado o Islã", na saída do tribunal 
Nahed Hattar, popular escritor jordaniano, já estava sendo processado por ter compartilhado uma imagem ridicularizando o Estado Islâmico e que mostrava um jihadista conversando com Alá. Ele mostrou Alá, isso é blasfêmia. Na saída do tribunal, onde ele estava sendo julgado, surgiu o imã Riyad Ismail Abdullah, de 49 anos de idade, que tinha acabado de voltar da peregrinação a Meca, ou seja, ele estava cheio de amor a Alá. Nada mais lógico do que matar um infiél (NAIJ).



Austrália: reportagem de TV mostra Sharia sendo implementada por debaixo dos panos
E que sofre, claro, são as mulheres. Os casos documentados englobam poligamia, divórcios e casamento de meninas menores de idade (Today Tonight)



França: 25% dos muçulmanos franceses acham que as mulheres devem cobrir o rosto ... 
e 80% acham que a comida das escolas deve ser halal. É o que mostra uma pesquisa de opinião realizada pela Ifop para o Instituto Montaigue. (Express)

Estudioso muçulmano afirma não existir separação entre Estado e religião no islão
Leia sobre isso clicando aqui.

Perseguição Cristãos: Parte 1, Parte 2
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Sauditas prendem e deportam 27 cristãos devido a "realização de orações cristãs"
Autoridades sauditas da temida "polícia religiosa" prenderam 27 cristãos-entre eles várias mulheres e crianças em pelo crime de "realização de orações cristãs" e estar "da posse de Bíblias", relata a mídia árabe. Os cristãos, a maioria libaneses, estavam celebrando a festa da Virgem Maria quando as autoridades invadiram sua residência e os prenderam. Eles foram deportados para o Líbano. (Raymond Ibrahim; Lebanonsyrianews)

Indonésia: jihadistas atacam 200 católicos durante missa e põe o padre para correr
Isso aconteceu na Igreja de São Pedro, em Purwosari, próximo a Sukarta, na Ilha de Java. (Asia News)

Itália: Muçulmanos cospem sobre hóstia consagrada e quebram crucifixo em igrejas de Veneza
Um jovem magrebino entrou no último dia 12 de julho na igreja de São Jeremias e se pendurou em um crucifixo, do qual quebrou o braço. Este acontecimento faz parte de uma série de ataques cometidos nas igrejas católicas de Veneza: no último domingo, o pároco da igreja de ‘San Zulian’ (Veneza), Massimiliano D’Antiga, denunciou a profanação que ocorreu recentemente na sua capela. (acidigital)

Sudão: Quatro cristãos levados a julgamento por denunciarem a perseguição aos cristãos
A acusação alegou que os quatro cristãos usaram vídeos falsos de genocídio e assassinatos de civis, incêndio de aldeias e perseguição dos cristãos. Eles foram ainda acusados de deliberadamente tentar manchar a imagem do governo sudanês por meio da divulgação de informações falsas. (Christians in Pakistan)

Paquistanês no Brasil conta como é viver sob perseguição
'A perseguição destrói tudo dentro de você' (BBC)

Paquistão: Campanha de professor cristão contra o ódio preganda na escola resulta na exigência dele se converter ao Islã ou morrer!
Nas últimas semanas, o governo do Paquistão propôs alterações ao currículo escolar, que agora torna a aprendizagem do Alcorão e orações islâmicas obrigatória. No entanto, alguns dos professores zelotes da escola começaram a usar a oportunidade destas novas diretivas de aprendizagem para ensinar ódio em relação a crianças de minorias, especialmente os cristãos. Clérigos que ensinam o Alcorão começaram a usar termos como "kafir" (infiel) e afirmando que os cristãos apoiam os judeus e são espiões dos EUA. Um professor cristão, Musa Atique (43 anos), levantou a questão, mas ele foi agredido fisicamente e chamado de "Choora" (vassoura suja). O clérigo, Muhammed Akhbar, ameaçou matá-lo se ele continuasse a falar contra o "ato sagrado de pregar a verdade sobre os cristãos perversos." Após este incidente, muitos dos estudantes começaram a perturbá-lo e a cuspirem no chão sempre que ele passava por eles. Também lhe foi dito que ele deve converter ao Islã ou encarar a morte. Suas queixas para a polícia e para as autoridades educacionais têm sido infrutíferas (britishpakistanichristians).

Paquistão: menino de 16 anos preso por foto plantada no seu Facebook
Nabeel Masih é um jovem 16 anos de idade que, depois de uma discussão sobre a religião, recebeu um post no seu Facebook, compartilhado por outra pessoa, uma blasfêmia contra o Islã. Ele foi preso e teve uma confissão extraída sob tortura, e a postagem deletada. Ele foi preso sob a seção 295 e 295 / A do Código Penal do Paquistão, que acarreta uma sentença de morte. Sua família teve de fugir da aldeia e ameaças foram feitas contra toda a comunidade cristã local (britishpakistanichristians).

Espanha: julgamento do capitão que jogou espancou pastou e jogou cristãos ao mar durante tempestade
Os promotores afirmam que o capitão e seu ajudante, ambos dos Camarões, assassinaram seis passageiros que eles transportavam em um barco que cruzava o Mar Mediterrâneo, do Marrocos para a Espanha, porque eles eram cristãos. A acusação se baseia no testemunho de outros 29 passageiros. O capitão, um muçulmano identificado nos documentos judiciais como Alain N. B, culpou os cristãos pelo mar revolto devido a uma tempestade. Ele e seu ajudante disseram que o tempo estava pior por causa da oração dos cristãos. Eles usaram pranchas de madeira para bater no pastor nigeriano, ferindo-o gravimente antes de jogá-lo ao mar. Depois disso, testemunhas afirmam eles procuraram outros passageiros que tivessem amuletos ou símbolos cristãos escondidos sob suas roupas, atacando-os e jogando-os para fora do barco. O promotor pediu seis termos separados de 15 anos por assassinato com o agravante da "motivação religiosa", no valor de uma sentença de 90 anos. (Telegraph)

"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Palestinos mortos por muçulmanos não é notícia
Muçulmanos vêm se matando a 1400 anos até hoje. Apesar desta carnificina intra-muçulmana ser enorme e imprensa quase não fala sobre isso. Mas bota algum israelense no meio e as manchetes aparecem. Palestinos mortos por árabes ... silêncio.  (Gatestone)

Palestinos usam doações destinadas a desenvolvimento para pagar famílias de assassinos
Pela primeira vez, a Alemanha admitiu que parte da doação anual 160 milhões de euros para a Autoridade Palestina (AP), direcionados para projetos específicos de desenvolvimento, estão sendo usado para o pagamento de salários mensais para as famílias de terroristas palestinos que tenham assassinado israelenses. Esse parece ser um negócio lucrativo para os palestinos. (Times of Israel).

EUA: Ódio contra judeus atinge nível mais alto dos últimos tempos
Esta afirmação foi feita durante forum sobre anti-semitismo em Nova York. O Embaixador Dannon relatou que um terço dos judeus na Europa têm receio de usar algum símbolo judáico em público, e que a metade dos judeus da França desejam deixar o país por não se sentirem seguros. Com a Internet, experimenta-se um novo tipo de anti-Semitismo. (Algemainer)

Gaza: Hamas investe 100 milhões de dólares em infraestrutura militar 
Isso representa 25% do seu orçamento, a maior parte oriundo de doações de agências internacionais. Isso é feito mesmo com as dificuldades que a população de Gaza enfrenta no seu dia-a-dia. (Times of Israel)

Morre Shimon Peres, ex-primeiro ministro de Israel
Um homem que ganhou notoriedade pelo seu esforço em prol de entendimento com a Autoridade Palestina.  Bem-aventurado os pacíficos ... O mundo de luto, e os governos dos países enviando condolências para Israel. Mas, O Hamas celebra e chama Peres de crimonoso. E a Autoridade Palestina está em silêncio. (Breitbart)

Perseguição outras religiões
Mas quando os meses sagrados tiverem transcorrido, mate os idólatras onde quer que você os encontre, e capturai-os, e cerque-os, e arme ciladas para eles usando de todos os estratagemas (da guerra); mas caso eles se arrependam, observem a oração e paguem o zakat [ou seja, se tornem muçulmanos], abra o caminho para eles. Sabei que Alá é Indulgente, Misericordiosíssimo. (Alcorão 9:5)
O ódio islâmico contra os Bahá'í, "ex-muçulmanos" sob perseguição eterna
Leia sobre mais este ódio patológico dos islâmicos clicando aqui

Taquia 

Marrocos: dirigentes salafistas apanhados em flagrante “delito de fornicação”
A hipocrisia faz parte da ideologia islâmica.
Dois dirigentes e ideólogos do islamismo salafista marroquino, Moulay Omar Benhammad e Fatima Nejjar, foram apanhados pela polícia em "flagrante delito de fornicação", dentro de um carro na praia de Mansouriah, na madrugada de 20 de Agosto. "A “história” seria banal se não fosse a “qualidade” e o histórico dos implicados. Ideólogo do islamismo radical, este Moulay Omar é, por exemplo, o autor de uma fatwa que poibiu palavras de amor no Facebook. A sua parceira, Fatima Nejjar, é também uma dirigente islamista radical e notabilizou-se pelas “pregações” em que proibe as estudantes de “ceder ao vício” e de rirem na presença de homens porque “esse riso entra no domínio da fornicação”… (Jornal Tornado)


Índia: polícia investiga pregador islâmico que aconselha "afastem-se dos não-muçulmanos" 
Shamsudheen Fareed, 42 anos, dirige uma madrasa em Kannur, onde ele ensina o Alcorão para cerca de 20 alunos, além de proferir discursos ao redor de todo o estado. (Indian Express)

Califa odedena matar jovens durante atividades esportivas em parques
Isso foi publicado na nova revista do Estado Islâmico, Rumiyah, que significa Roma. (PJMedia)



Nenhum comentário: