quinta-feira, 4 de maio de 2017

Atualização em abril de 2017

Veja o que entrou de novo no blog em abril de 2017, exemplificando a aplicação da lei islâmica Sharia ao redor do mundo, seja por governos de países com maioria muçulmana, grupos islâmicos ou mesmo ações individuais.


Artigo da Folha menciona os "doutores islâmicos" que dão sustentação teológica ao Estado Islâmico
Reportagem mostra quem são os intelectuais, tanto medievais quanto contemporâneos, que a organização jihadista Estado Islâmico evoca para justificar atentados. Como não existe um equivalente ao Vaticano para os muçulmanos, as correntes principais dessa religião não conseguem desautorizar a leitura violenta. São eles: Ibn Hazm (Século X), Ibn Taymiyyah (Século XII), Muhammad Ibn Abd al-Wahhab (Século XVIII), Nasir Al-Din Al-Albani (Século XX), Abu Muhammad Al-Madqisi (Século XX), Turki Al-Binali (Século XX) (Folha de São Paulo).

Marroquino explica porque o Ocidente está caindo em um buraco sem fundo
https://youtu.be/ALJ8kTUIUig OK


Direitos das Mulheres sob o Islão: Parte 1Parte 2Parte 3
A imigração muçulmana aliada ao políticamente correto do Ocidente estão tornando as mulheres ocidentais igualmente sem defesa frente ao avanço implacável da Sharia.
Suécia: clérigo muçulmano afirma que violar crianças faz parte da cultura islâmica
Documentário da emissora dinamarquesa TV2 mostra o pregador Abu Bilal Ismail, filmado secretamente, dizendo ainda que (Amigo de Israel):
"Se uma mulher casada ou divorciada se envolver em fornicação, e se ela não for virgem, deve ser apedrejada até à morte".
"Se alguém violar o seu casamento, homem ou mulher, eles cometem adultério, e é, portanto, halal [aceitável sob a lei muçulmana] matá-los por lapidação".
"Se alguém mata um muçulmano, então deve ser morto", diz ele, antes de acrescentar que qualquer um que deixa o Islão (Apostasia) também deve ser assassinado.
Arábia Saudita: estudantes vestindo niqab controladas como gado
Um vídeo feito na porta de uma escola feminina em Riyadh, mostra um guarda controlando as estudantes, certificando-se que elas estão islâmicamente cobertas e que elas estão enjauladas até que os seus respectivos guardiões cheguem para buscá-las. (Daily Mail)


EUA: médica muçulmana presa pela prática da mutilação genital feminina
Jumana Nagarwala, de 44 anos, foi presa e acusada de levar a cabo a mutilação genital feminina em meninas de seis a oito anos. por 12 anos em uma clínica médica em Livonia, Michigan. Se condenada, ela enfrenta uma sentença de prisão perpétua por trás das grades. (BBC)

Como é um Mercado de Escravos (islâmico, é claro)
Ativistas curdos mostram isso em forma de teatro nas ruas de Londres.
https://youtu.be/n8HLwJhvOSc OK



Escola islâmica australiana proíbe meninas de correr para não perderem virgindade
As autoridades da Austrália deram hoje início a um inquérito sobre o assunto. (sapo)

Irã: campeã de xadrez, de 18 anos, foi expulsa da equipe nacional por se recusar a cobrir seu cabelo
Em fevereiro, Dorsa Derakhshani, uma grande mestre de xadrez foi expulsa da equipe nacional de xadrez iraniana depois de competir em um torneio internacional sem hijab. Derakshani não representava o Irã no Tradewise Gibraltar Chess Festival. Seu irmão Borna, 15, também foi banido por jogar com o israelense Alexander Huzman no mesmo torneio. (RT twiter)

Estrela de futebol iraniana proibida de competir por não usar hijab durante jogo amistoso
Shiva Amini esteve em uma turnê pela Suíça e Itália quando participou de um jogo de exibição ao lado de jogadores masculinos recentemente. A ofensa de Amini foi descoberta depois que fotografias do jogo na capital suíça, Zurique, foram postadas no Instagram mostrando seus calções e brincando sem um véu.



Grã-Bretanha: Prisão especial para jihadistas para evitar conversão dos demais prisioneiros
O governo britânico admite que os jihadistas estão convertendo os criminosos em muçulmanos, dando para eles uma "conotação religiosa" para os seus crimes. Para evitar isso, o governo irá colocar os "extremistas" em uma prisão especial. (The Times)

França: maioria dos jovens extremistas vem de famílias ateístas, pesquisa
Alguns dados interessantes: 80% dos extremistas vem de famílias ateístas; maior parte é da terceira geração de cidadões nascidos na França; 84% pertencem a classe média. (Agencia Brasil)

Iraque: soldado retira cinto de explosivos de corpo de criança
http://www.dn.pt/mundo/interior/soldado-retira-cinto-de-explosivos-de-corpo-de-crianca-5747635.html

Segmento do sermão pregado pelo Xeique Sa'ad Ateeq al-Ateeq na Grande Mesquita Imam Muhammad ibn Abd al-Wahhab, em Doha. 30 de janeiro de 2015
Veja mais exemplos em orações islâmicas: supremacismo e ódio contra os não  muçulmanos


EUA: doutrinação nas escolas públicas
A exemplo do Brasil, pouco a pouco o ensino do islamismo, e apenas dele, torna-se presente nas escolas primárias e secundárias dos EUA. Isso é um esforço para fazer com que as crianças cresçam com uma visão falsa do islamismo, já que nada é dito sobre quem foi Maomé de verdade (senhor da guerra e terrorista, ladrão, assassino, mandante de assassinatos, pervertido sexual, pedófilo, mercador de escravos e pirata). A figura abaixo mostra um "trabalho escolar" que pergunta a criança quais os 5 pilares do islamismo, bem como dá um link para que ela ouça a "chamada à oração" da Mesquita Azul em Istanbul. A mãe escreve "Meu filho não irá tomar parte disso de jeito nenhum. Esse material de ensino é péssimo. Se você tem algum problema com isso, telefone para o meu advogado." Ela então pergunta: "E as lições sobre práticas cristãs? Este assunto nunca veio como trabalho de casa, nem este ano, e nem no ano passado."


GB: muçulmano britânico convertido ameaça quem diz a verdade sobre o islamismo. De onde ele aprendeu isso? 
O vídeo mostra a ameaça, e a resposta de um dos ameaçados. Veja que a ameaça involve o Aslim Taslam: torne-se muçulmano ou sofra as consequências

https://youtu.be/S4ARGLBxJFc OK


O profeta (a paz esteja com ele) disse: "Se encontrardes alguém fazendo como o povo de Lot fez, matai aquele que faz e aquele a quem a coisa é feita." (Hadice Abu Dawood 38:4447) -- PS. O "povo de Lot" são os homens que aparecem na Bíblia querendo fazer sexo com os homens que se hospedaram na casa de Lot (Gênese 19:4-5)
Mais gays sendo executados pelo modo preconizado pela Sharia: eles são lançados de cima de um prédio e apedrejados após cairem
Execução feita pelo Estado Islâmico (Breitbart).


Alemanha: muçulmanos protestam contra professor gay em pré-escola
Eles ameaçam boicotar ou mesmo tirar seus filhos da escola se o professor gay não for demitido (RT)

Rússia (Chechênia): campanha anti-gay, 3 mortos, mais de 100 presos
A República Russa da Chechênia é um enclave islâmico ao sul da Rússia. O jornal russo Novaya Gazeta e ativistas dos direitos humanos acusam o governo chechêno de promoverem uma "campanha anti-gay."  O porta-voz do governo respondeu dizendo que não existem gays na Chechênia (Guardian). A República Russa da Chechênia é um enclave islâmico ao sul da Rússia

Rússia (Chechênia): aberto primeiro campo de concentração para homossexuais desde Hitler
Acusações de que homossexuais estão sendo torturados com choques elétricos e espancados até a morte.  (Daily Mail). Foi também noticiado que o presidente da Chechênia, Ramzan Kradyrov, havia prometido acabar com os gays antes do começo do Ramadã (pinknews).

Indonésia: gays presos em casa e condenados a 100 chibatadas
Justiceiros muçulmanos forçaram sua entrada em uma casa onde dois gays estavam juntos. Um vídeo gravado pelos próprios invasores mostram os gays sendo violentamente espancados e retirados à força da casa. Os gays foram presos. Os criminosos que  forçaram a sua entrada em uma casa, claro, são heróis. Agora, os gays estão presos pelo governo da província de Achem e serão punidos por serem homossexuais (Daily Mail). Atualização.  O casal foi condenado a 85 chicotadas em praça pública (UOL). Atualização.  O chicoteamento se deu em praca em praça pública (Público).


Islamização do Brasil

Advogada destrói hipocrisia islâmica em evento sobre intolerância religiosa na Assembléia Legislativa de São Paulo


Senado aprovou a lei da imigração, que vai para a aprovação do presidente Temer
Mas ele é favorável à matéria. Agora, só nos resta o Supremo. E, segundo fontes, existe pelo menos um grupo disposto a contestar a constitucionalidade desta lei. (Senado)

Líder do DEM diz ser necessário amplo debate sobre a lei da imigração sendo votada pelo Senado
Tal debate não ocorreu, e a lei foi aprovada, seguindo para a sanção presidencial.


Londres pagará para países latinos e asiáticos receberem refugiados
O objetivo de primeira-ministra é financiar a infraestrutura para reassentar os milhares de migrantes que estão na Europa. (Estadão)

No Brasil, estamos abertos aos refugiados sírios, diz Temer
O presidente Michel Temer aproveitou uma homenagem recebida da comunidade libanesa, em São Paulo, para manifestar solidariedade à Síria e reforçar a mensagem de que as portas do Brasil estão abertas a refugiados daquele país. Temer reiterou que o Brasil está aberto a refugiados sírios, repetindo um discurso feito na ONU. (UOL)

Estrangeiro residente no país tem direito à concessão de benefício assistencial, decide STF
Não sei avaliar as consequências desta decisão. Me parece que ela é relacionada a um caso específico de uma italiana idosa. Mas o que preocupa é a justificação apresentada: "considerando que o Brasil é um país formado na sua maioria por pessoas vindas de fora, os estrangeiros não podem ter direitos diferentes dos brasileiros."  A falta do conceito de cidadania por parte das elites dirigentes do país é preocupante (Notícias STF).

Brasil assina acordo de cooperação em Defesa com os Emirados Árabes Unidos
O blog Tião Cazeiro traz novidades ao nosso artigo Brasil, colônia islâmica: governo avança cooperação militar com Emirados Árabes Unidos.

Governo repassa 8 milhões para lei rouanet
https://noticias.gospelmais.com.br/governo-8-milhoes-lei-rouanet-propaganda-islamica-90097.html
http://infielatento.blogspot.co.at/2016/05/lei-rouanet-financia-exposicao-propaganda-islamica-1001-invencoes.html

Saudita e iraquiano presos na PB são suspeitos de ligação com grupos terroristas, diz polícia
Polícia encontrou vídeos e conversas em árabe nos celulares da dupla que indicam esta suspeita. (G1)

Muçulmanos desembarcam em cidade pequena na Amazônia
Muçulmanos vestidos à caráter desembarcam em Iranduba, cidade de 46 mil habitantes próximo a Manaus. Apenas homens! Foram para lá fazer o que?  Arrumar emprego? Como refugiados, em Iranduba? Quem os está financiando? Sabemos que não é barato viajar para o Amazonas.



Dentre os muçulmanos que estão chegando ao norte do Brasil para morar, em Manaus e Belém, não se vê nenhuma mulher
Mas, a idéia que os "jornalistas" vendem para a população é que os "refugiados" são compostos por mulheres e crianças.


Dia do Muçulmano, no Paraná
O projeto de lei 12/2016, de autoria dos deputados Alexandre Curi(PSB) e Hussein Bakri (PSD), institui no estado do Paraná o dia estadual do Muçulmano, que será comemorado todo dia 12 de maio. “Todas as culturas contribuem com o estado, em especial os Muçulmanos".  (Iguassu)



Absurdo! ONU torna a Arábia Saudita membro da Comissão de Direitos Jurídicos da Mulher
O Conselho Econômico e Social da ONU elegeu no último dia 19 de abril a Arábia Saudita como membro da Comissão de Defesa Jurídica e Social da Mulher para um período de 4 anos a partir de 2018. "Eleger a Arabia Saudita para proteger os direitos das mulheres é como colocar um piromaníaco como chefe dos bombeiros." disse o diretor executivo de ONU Watch, Hillel Neuer. (Actualidad)

Jihadistas Vivem às Custas de Apoio Financeiro da Europa que Eles Juram Destruir
A Europa dá tudo para os imigrantes muçulmanos: emprego, casa, saúde pública e assistência social, seguro desemprego, ajuda financeira, algo equivalente ao salário-família, benefícios para portadores de necessidades especiais, ajuda em dinheiro. Contudo, muitos deles usam estes benefícios sociais para financiar a jihad, que visa destruir a Europa livre e democrática e substituí-la por uma Europa comandade pela lei islâmica Sharia. Ou seja, os europeus financiam a sua própria destruíção. (Gatestone)

Corte Européia decide que empresas pode proibir empregados de usarem "símbolos religiosos"
Isso inclui o véu islâmico (EuroNews)

Suécia: feministas fogem dos subúrbios devido ao fundamentalismo islâmico
Feministas de Estocolmo estão deixando áreas tais como as notórias "zonas proíbidas" de Husby e Tensta  (subúrbios de Estocolmo), porque dizem que fundamentalistas religiosos agora governam esses subúrbios. (SVTBreitbart)

Canadá: apenas 10% dos refugiados sírios assistidos pelo governo encontraram emprego
Até 29 de janeiro de 2017, o Canadá, sob o governo de Justin Trudeau, recebeu 40.081 refugiados sírios. (CIJNews) Refugiados não impulsionam a economia do país que os acolhe!

Canadá: escolas públicas de Calgary não sabem como controlar os "refugiados sírios"
Relatório do Conselho de Educação menciona o "choque cultural" entre os "refugiados sírios e os alunos e professores canadenses, relatando o padrão de ameaças e violência física dirigida às crianças canadenses pelos imigrantes sírios, que resistem em aceitar os valores canadenses de tolerância, igualdade de gênero e pluralismo religioso. Funcionários da escola têm lutado para impedir os estudantes sírios de agredirem a socos, bofetadas e até mesmo jogando pedras nos outros alunos. As meninas também não estão isentas do abuso físico. (Daily Caller)

Alemanha suicída: Propaganda islâmica feita por TV estatal alemã
A ARD, televisão estatal alemã, conduziu uma entrevista com Nora Illi, uma alemã que se converteu para o islamismo aos 18 anos de idade e que hoje ocupa um importante cargo na Central Islâmica da Suíça. Ela disse que que os muçulmanos não devem ser controlados ou proibidos em suas tradições e costumes, caso contrário, quando explodem bombas, a sociedade é culpada por estes atos. Ela foi sincera. Ela representa 100% do pensamento islâmico mundial. (Os entrevistadores deveriam ter perguntado se os cristãos ou judeus quando cerceados e perseguidos nos países islâmicos fazem o mesmo, ou seja, explodem bombas e matando inocentes em protesto contra "a sociedade" intolerante. Mas, em geral, repórteres nunca desafiam os islamistas). O escândalo é que o governo cobra uma taxa compulsória de cada cidadão alemão para financiar os veículos de propaganda estatal, usados para islamizar o pais. Muitas reclamações de telespectadores. (Huffinghton Post)

França: a marcha da morte da França 
  • Em 1990 a "Lei Gayssot" foi aprovada estipulando a "proibição de qualquer discriminação com base na etnia, nação, raça ou religião". Desde então a lei vem sendo usada para criminalizar qualquer crítica sobre a delinquência árabe e africana, qualquer indagação sobre a imigração do mundo muçulmano, qualquer análise negativa sobre o Islã. Muitos escritores foram multados e a maioria dos livros "politicamente incorretos" que tratavam desses tópicos desapareceu das livrarias.
  • O governo francês pediu que a mídia obedecesse a "Lei Gayssot". Ele também pediu que os livros de história fossem reescritos para acomodarem capítulos sobre os crimes cometidos pelo Ocidente contra os muçulmanos e sobre a "essencial contribuição" do Islã para a humanidade. Atualmente todos os livros de história são "islamicamente corretos".
  • Há poucos meses, no livro recentemente publicado A Guerra Civil Está Chegando, o colunista francês Ivan Rioufol escreveu: "o perigo não é a Frente Nacional, que é apenas a expressão da ira de um povo abandonado. O perigo é a ligação cada vez mais estreita entre o esquerdismo e o islamismo... O perigo tem que ser contido". (Gatestone)
Portugal: projeto de lei visa criar órgão para doar terrenos ao refugiados com finalidade agro-pastoril 
O governo já enviou a proposta de lei sobre a criação do Banco e da Bolsa de Terras para o Parlamento. Candidatos com estatuto de refugiados terão preferência na cedência de terras para uso agrícola e silvo-pastoril. (





Rússia: jihadista mata 11 no metrô de São Petersburgo
Um muçulmano da Chechênia, Akbarzhon Jalilov, de 22 anos, se explodiu dentro do metrô matando 14 e ferindo dezenas. Ele ainda deixou uma outra bomba que acabou não explodindo.  O Estado islâmico celebrou o ataque: "Pedimos a Alá que abençoe a operação dos leões do Califado, pedimos a Alá que mate os cruzados ... um metrô do inferno para os adoradores da Cruz." Em um vídeo lançado em agosto do ano passado, um jihadista do Estado Islâmico declarou: "Ouça, Putin, vamos vir para a Rússia e matá-los em suas casas ... Ó Irmãos, realizem jihad e matem-os e combatam-os" (Washington Times, Frontpage, Reuters). Partidários do Estado Islâmico ao redor do mundo comemoram a chacina (Tião Cazeiro). 


Suécia, Estocolmo: jihadista rouba caminhão e atropela dezenas, matando pelo menos 4
O primeiro ministro da Suécia disse ser um "ato de terrorismo." Jihadista foi preso. Ele é do Uzbequistão e tem 39 anos. Ele já tinha sido indicado em relatos de segurança, mas não estava sendo monitorado. A polícia encontrou uma bomba dentro do caminhão. (BBC, Clarion).

Israel: jihadista atropela 2 soldados israelenses, matando um deles
Mais um na série da "jihad veícular" que assola o mundo (Reuters)  

França: dois muçulmanos presos por planejarem um ataque jihadista (mas a imprensa omite isso) 
O ministro do interior francês declarou que "esses dois homens radicalizados ... pretendiam cometer em um prazo muito curoto - me refiro aos próximos dias - um ataque em solo francês." Os dois são franceses, um deles de origem argelina, de 24 e 30 anos de idade. A matéria nos jornais não explica no que eles foram radicalizados. Mas sabe-se que o emprego da palavra "radicalização" é  o modo que a imprensa usa para esconder o fato dos criminosos serem muçulmanos desejando efetuar um ataque de jihad pela causa de Alá. (Never Again Canada, citando o The Guardian)

EUA: Kori Ali Muhammad mata três gritando "Allahu Akbar"
Este jihadista negro dizia para a sua família que existe uma guerra entre brancos e negros nos EUA, na mídia social, se referia aos brancos como "demônios" e a sí como "soldado negro." Ele resolveu entrar em ação. Semana passada ele assassinou um guarda de segurança. Esta semana ele matou 3 pessoas quando caminhavam na rua, atirando também contra umo escritório de uma agência de caridade cristã,. Ele foi preso. Todas as vítimas eram homens brancos. A polícia diz que foi um "crime de ódio racial." (LA Times)

Holanda: muçulmano ameaça polícia com um facão em Haia
Aos sons the Allahu Akbar. Ele levou um tiro na perna e foi controlado.

https://youtu.be/NGm81LcFmF0 OK



Irã condena jovem de 21 anos de idade à morte por "insultar Maomé" pelo Messenger
E depois ainda temos que ler o xeique xiíta Rodrigo dizendo que não tem nada demais o Irã ajudar na islamização do Brasil. (Daily Wire)

Paquistão: Facebook se alia ao governo paquistanes contra "blasfêmia"
Blasfêmia no islamismo significa qualquer coisa que não seja vista como elogiosa ao islamismo, a Maomé, ao Alcorão e a lei islâmica (Sharia). Ao fazer isso, o Facebook se torna em uma arma em prol da implementação da Sharia no espaço cibernético. (AnsweringMuslims)

Paquistão: multidão islâmica espanca estudante até a morte sob suspeita de "blasfêmia contra o islão"
Uma multidão atacou um estudante universitário ateu, Mashal Khan, acusado de blasfemar contra o islão. Os jihadistas invadiram a residência universitária, arrombaram a porta e mataram o estudante na base de socos, pontapés, porretes e tijolos. Depois, eles arrastaram o corpo morto para o pátio da universidade e continuaram batendo até destruir o crânio. Um vídeo no YouTube que mostrava o linchamento foi retirado por "violar as normas relativas a discurso de ódio. No Paquistão, aqueles que se mostram contra alegações de blasfêmia, até mesmo agindo violentamente, são frequentemente considerados como heróis (RT).


Alemanha: mesquitas se tornaram em centrais de espionagem da Turquia
A União Turco-Islâmica para os Assuntos Religiosos (DITIB) na Alemanha é o braço oficial da Diyanet, a Presidência dos Assuntos Religiosos do governo turco, que opera 900 mesquitas e emprega 970 imãs e autoridades religiosas. DITIB representa 70 por cento da comunidade muçulmana da Alemanha e serve os mais de três milhões de cidadãos alemães de origem turca ou cidadãos turcos que vivem na Alemanha. Mas as investigações no DITIB nos últimos meses revelaram que as mesquitas controladas pelo governo turco foram usadas extensivamente como parte da rede de espionagem da agência de inteligência turca, o Milli Istihbarat Teskilati (MIT). (pjmedia)



Marvel afasta desenhista que incluiu mensagem política em HQ dos X-Men
Ardian Syaf usava códigos, como "QS 5:51" que indica o verso do Alcorão que diz para muçulmanos nunca serem amigos de judeus e cristãos. (Omelete)

EUA: Entrevista com muçulmanos; eles preferem a Sharia do que as leis dos EUA
Isso apesar de reconhecerem que vivem com toda a liberdade possível para praticar o islamismo. Muitos dizem preferirem viver na Somália ou na Arábia Saudita. Entendeu o drama? Eles não gostam da liberdade dos outros. Isso para eles é opressão. Todos têm que estar sob a lei islâmica (Sharia). Este é o problema do islão. As regras têm que ser impostas sobre todos, sejam muçulmanos ou não muçulmanos

https://youtu.be/Bk9ZCKsdhiE OK


Perseguição Cristãos: Parte 1Parte 2
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Egito: duas explosões "pela causa de Alá" em igrejas no domingo de Ramos: 37 mortos, mais de 100 feridos
O Patriarca da Igreja Copta, Papa Tawadros II, escapou por muito pouco da explosão na Catedral Ortodoxa Copta em Alexandria, por um homem bomba, deixou 11 mortos e pelo menos 40 feridos. Algumas horas antes, uma bomba colocada sob um banco da Igreja Copta de São Jorge, em Tanta, matou pelo menos 26, deixando mais de 60 feridos. O Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados. A ideologia do Estado Islâmico é a mesma dos grupos "rebeldes moderados" da Síria. (RT, Clarion)


Espanha: jihadistas gritam "Allahu Akbar" e provocam confusão durante celebrações da Semana Santa em Sevilha 
Uma procissão em um desfile da Sexta-feira Santa em Sevilha, que atrai centenas de milhares de pessoas incluindo turistas. Os terroristas gritaram "Allah é grande" e fizeram muito barulho usando barras de ferro. Isso criou uma debandade resultando em 17 pessoas feridas no hospital. A polícia acredita que esse ataque foi orquestrado maliciosamente com a intenção de provocar a debandada, pois a confusão provocada por esses muçulmanos juntamente com gritos, desordem pública e ameaças, fez com que a multidão fujisse, criando um grande problema para os clérigos e religiosos organizadores da procissão. (Daily Mail)

EUA: aluno suspenso por discordar de professora muçulmana e dizer que Jesus é Deus
Marshall Polston, um estudante de notas altas na Faculdade Rollins, na Flórida, foi suspenso após ter desafiado as opiniões de sua professora de humanidades muçulmanas, Areeje Zufari. Os problemas de Polston começaram quando Zufari começou a fazer declarações depreciativas sobre o cristianismo, alegando que as crenças mais básicas da religião cristã eram uma farsa. Zufari afirmou que Jesus não foi crucificado e que seus seguidores não acreditavam que ele era Deus. Depois de Polton desafiar Zufari durante uma discussão de classe sobre estas afirmações, Zufari o reprovou em uma redação e se recusou a explicar o motivo. Zufari mais tarde relatou Polton ao "decano de segurança", sendo mais tarde suspenso da faculdade. Um protesto público forçou a faculdade a reintegrar o estudante, mas a pergunta que se segue é: e se não houvesse reação pública? Por que uma faculdade nos Estados Unidos suspendeu um aluno por afirmar que Jesus é Deus? (Clarion

Singapura deporta imã indiano por comentários contra cristãos e judeus
Nalla Mohamed Abdul Jameel, de 47 anos, foi multado e deportado devido aos seus sermões nos quais ele espalhou ódio contra cirstãos e judeus. Bem, ele estava apenas citando o Alcorão e as tradições de Maomé (The Tribune). Parabéns, Singapura!

Ex-muçulmanos podem estar reavivando a Europa para Cristo, segundo pesquisa
Uma coisa é certa. Para dezenas de milhares de (ex-)muçulmanos, a fuga para a Europa representa uma fuga do islamismo em prol da liberdade.  (GospelMais)

Paquistão: sob pressão, polícia admite que cristã foi estuprada antes de ser morta 
Antes, a versão da polícia era de que a cristão Tanya Maryiam, de 12 anos, havia cometido suicídio se jogando em um rio. No Paquistão, a polícia geralmente ignora crimes contra cristãos ou outras minorias. Este é um dos problemas de se viver como minoria em uma sociedade islâmica. (CPADNews)

"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
O Hitler muçulmano: o Mufti de Jerusalém Hajj Amin al Husseini
Leia o artigo completo no blog Tião Cazeiro.
“Árabes, levantem-se e lutem unidos por seus direitos sagrados. Matem os Judeus onde quer que vocês os encontrem. Isso agrada a Alá, à história e à religião. Isso salva sua honra, Alá está com você.” — Hajj Amin al Husseini em programa de rádio Nazista.
Canadá: oração islâmica na Mesquita Masjid, em Toronto, amaldiçoa judeus
A oração também amaldiçoa os politeístas (que incluem os cristãos, devido ao conceito da Trindade).


Canadá: artigo em jornal árabe acusa Israel de planejar destruição do cristianismo no Oriente Médio
Isso é parte da estratégia do "dividir para conquistar." (CIJ News) Na verdade, Israel é o único país no Oriente Médio onde o cristianismo floresce.

Autoridade Palestina: o melho emprego é matar judeus
Um professor palestino recebe 250 dólares por mês, enquanto que um terrorista recebe 3.300 dólares por mês. (ynetnews)

Alemanha: menino apanha de colegas muçulmanos após dizer que é judeu
Os pais do menino tiraram o filho da escola que não fez nada para protege-lo. O menino foi espancado e ameaçado pelos colegas, dizendo que "Muçulmanos odeiam judeus. Todos os judeus são assassinos." (National Post)

Suécia: centro judáico fecha após onda de ameaças anti-semitas
Justificando a decisão pelo fechamento, o porta-voz da Associação Judáica de Umeå disse que é impossível funcionar quando as pessoas têm medo. (WIN) O anti-semitismo cresce na mesma proporção que a imigração muçulmana.

O verdadeiro Hamas
Pelas suas próprias palavras (Gatestone)

EUA: professora primária demitida por mensagens anti-semitas
Nada mais islâmico do que odiar os judeus. Nancy Salem era professora de uma escola infantil. Ela enviou mensagem para uma amiga indo para a Palestina desejando que a amiga "matasse judeus." Em outra mensagem ele disse "Quantos judeus morreram no Holocausto? Não o suficiente!" (Dallas News)


Israel: jihadista atropela 2 soldados israelenses, matando um deles
Mais um na série da "jihad veícular" que assola o mundo (Reuters)  

Palestinos reclamam que novos livros didáticos da ONU deixa de incitar ódia das crianças contra Israel
A  agência da ONU para os refugiados palestinos (UNRWA) planeja introduzir algumas mudanças no currículo de suas escolas na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, e os palestinos não aceitam tais mudanças, pois eles dizem que a UNRWA "sucumbiu" a pressões israelenses. De acordo com os palestinos, com estas mudanças "erradicam" a sua "identidade nacional" e "história" e deturpam a sua "luta" contra Israel. Exemplos das mudanças:
  1. Israel passa a ser mostrado nos mapas escolares.
  2. Jerusalém deixa de ser mencionada como "a capital do Estado da Palestina" e passa ser mencionada como "a Cidade Santa para as religiões abraâmicas", e isso os palestinos não aceitam.  
  3. Foram removidos dos livros didáticos as fotos polêmicas de soldados israelenses que patrulhavam nas proximidades de escolas e referências a prisioneiros palestinos presos em Israel por terrorismo.
  4. Os palestinos também estão protestando contra a supressão de termos como "ocupação" e "postos de controle" nos novos livros didáticos.
Se for verdade, as mudanças planejadas devem ser acolhidas como um passo positivo para acabar com a incitação anti-israelense nas escolas palestinas, incluindo as escolas pertencentes à UNRWA. No entanto, à luz dos protestos palestinos e ameaças, não é certo que a UNRWA consiga realizar tais mudanças. Como esperado, o Hamas e a Autoridade Palestina, apesar de serem rivais, uniram forças para impedir as alterações previstas pela UNRWA. O Hamas se recusou a permitir que a UNRWA ensine sobre o Holocausto em suas escolas. Do ponto de vista do Hamas, a agência da ONU visa "envenenar as mentes de nossos filhos, tomando medidas que só servem" para Israel. A Autoridade Palestina, assim como o Hamas, pretendem continuar inculcando na mente das crianças palestinas a idéia de que elas devem ser terroristas que matam judeus.  (Gatestone)

                                                                                                                     

Tommy Robinson fala sobre a taquia praticada na entrega do Oscar



Taquia ou ignorância? Malala diz que Maomé nunca mandou matar ninguém
A jovem paquistanesa Malala Yousafzai, que ganhou notoriedade após quase ter sido morta pelo grupo islâmico Talibã, e ganhou um Prêmio Nobel por defender educação para as meninas muçulmanas, afirmou que "Maomé nunca mandou seus seguidores matararem alguém." Ela disse isso tentando isentar o islão pelo assassinato de um estudante universitário no Paquistão, sob a acusação de "blasfêmia contra o islão." (ANSI)
É claro que a sua afirmação é uma contradição em sí, mas será que ela afirmou isso por ignorância sobre a vida de Maomé ou ela estaria praticando taquia (taqiyya), a mentira sagrada?
Independente do fato de que existem muitos muçulmanos que desconhecem que Maomé foi um criminoso, o fato é que Maomé sim mandou assassinar várias pessoas.
Uma lista dos assassinatos a mando de Maomé se encontram nestes dois links: aqui e aqui.




💣

Nenhum comentário: