domingo, 2 de julho de 2017

Atualizações em junho de 2017

Veja o que entrou de novo no blog em junho de 2017, exemplificando a aplicação da lei islâmica Sharia ao redor do mundo, seja por governos de países com maioria muçulmana, grupos islâmicos ou mesmo ações individuais.


Direitos das Mulheres sob o Islão: Parte 3Parte 2Parte 1
A imigração muçulmana aliada ao políticamente correto do Ocidente estão tornando as mulheres ocidentais igualmente sem defesa frente ao avanço implacável da Sharia.
Alemanha: Onda de Assassinatos em Nome da Honra
Artigo do Gatestone Institute relata diversos incidentes. Ótima referência!
Segundo o Instituto Max Planck, 14 assassinatos "em nome da honra" ocorreram entre 1998 e 2004. Contudo, em 2016, o número saltou para mais de 60.

Suécia: instrutor de condução muçulmano diz: "Se não fosse o Ramadã, eu teria "fodido você toda"
Um instrutor de direção de 60 anos de origem árabe é acusado de agressão sexual em várias de suas estudantes. De acordo com a acusação, ele agarrava as mulheres nas coxas e seios. Ele também pegou a mão de uma aluna e colocou-a em suas próprias calças, dizendo em seguida "Por que você não coloca na sua boca?" Ele usou a mão da mulher para se masturbar e, em seguida, empurrou a parte superior do corpo contra sua virilha e forçou-a a fazer sexo oral com ele. (10News)

Suécia: autoridades admitem que 150.000 mulheres sofrem Mutilação Genital Feminina (MGF)
O relatório foi parcialmente escrito pela SVT, a mídia estatal sueca.  Um relatório de 2015 concluiu que "apenas" 38 mil mulheres sofreram mutilação genital. Este aumento acentuado provavelmente resulta da decisão dos políticos suecos de cumprir a Convenção da ONU sobre Refugiados e os regulamentos da UE sobre as quotas de refugiados. (10news)

Canadá: marido (Mohammad Rafia) não sabia que bater na esposa era ilegal
O refugiado sírio de 54 anos, que mora na cidade de Fredericton, capital da província de New Brunswick a 6 meses, alegou que desconhecia a lei canadense que criminaliza violência doméstica. Ele ameaçou matá-la se ele o deixasse, puxou o seu cabelo e a esbofeteou no rosto. Depois, ele a espancou com um bastão de hoquéi por meia hora. No seu depoimento, a esposa disse que "apanhar do marido é algo aceitável culturalmente no país de onde eles vieram", a Síria. (Telegraph)

Canadá: casamentos forçados são mais comuns do que se imaginava
Samra Zafar foi forçada a se mudar dos Emirados Árabes Unidos, onde morava com sua família, para o Canadá, para se casar. Ela tinha 16 anos. Após 10 anos de abuso, e duas filhas, ela conseguiu se livrar do marido, e agora denuncia casamentos de crianças e casamento forçados, que são comuns na comunidade muçulmana canadense. (CTV)

EUA: médicos muçulmanos fizeram mais de 100 mutilações da genitália feminina
O julgamento dos médicos muçulmanos continua. O advogado de acusação apresentou evidências que os médicos cortaram o clítoris de mais de 100 meninas (muçulmanas). Os acusados são o Dr. Jamana Nagarwala, o dono da clínica onde as mutilações ocorreram, Dr. Fakhruddin Attar, e sua esposa, Farida Attar, que ajudava segurando os braços das meninas durante o procedimento (Detroit Free Press).
A defesa alega que o julgamento fere o direito dos médicos de praticarem a religião islâmica. Se a justiça americana não os condenar, ela estará definindo um precedente terrível, na prática, legalizando a remoção ritual do clítoris de meninas.

"Uma mulher pode ir para o céu desde que ela esteja acompanhada por um parente do sexo masculino"
Quem disse isso foi o clérigo Imã Ela Ikh Salah Al-Budair. Pela primeira vez na história do país, um líder religioso importante declarou que é possível para as mulheres serem admitidas no céu, desde que elas estejam acompanhadas por "parentes Mahram" (parentes do sexo masculino). Um grupo de estudiosos conservadores e líderes religiosos de toda a Arábia Saudita, supervisionada pelo Ministério de Assuntos Islâmicos do país, assinaram uma declaração que condena o sermão do Imam como uma blasfêmia, e reafirmando que "só os homens são dignos de ir para o Céu". (worldnewsdailyreport)

Arábia Saudita: mulher é transformada em bola em anúncio de piscina portátil
A Arábia Saudita censurou a mulher do anúncio original, transformando-a em uma bola.

Paquistão: homem mata filha em "crime de honra"
A menina de 24 anos estava na companhia de um outro homem. Nem o pai, nem o tio, gostaram. Ela foi baleada e morreu. (Dawn

Doutrinação

Síria: Estado Islâmico emitiu "passaportes para o Paraíso" para seus jihadis para encorajá-los a realizar ataques suicidas
Os "passaportes para o Paraíso" de membros do ISIS, foram encontradas nos bairros recém-libertados da cidade de Raqqa, no norte da Síria (Iran FrontPage).


Reportagem da BBC revela a escravidão sexual promovida pelo grupo jihadista al-Shabab
A reportagem "As escravas sexuais de al-Shabab" descreve o caminho de diversas meninas e mulheres, sequestradas e usadas como escravas sexuais dos jihadistas na Somália (BBC)

A luta abolicionista para libertar os escravos da Mauritânia
A Mauritânia foi o último país do mundo a abolir oficialmente a escravidão, fazendo isso apenas em 1981. No entanto, uma série de ONGs, o Departamento de Estado dos EUA e o Relator Especial da ONU sobre a pobreza extrema e os direitos humanos afirmam que as práticas antigas de escravos permanecem. De acordo com Anti-Slavery International, a maioria dos mauritanos escravizados pertencem ao grupo Haratine, principalmente de pele escura, e pertenciam a mouros brancos de pele mais clara. (CNN)

O profeta (a paz esteja com ele) disse: "Se encontrardes alguém fazendo como o povo de Lot fez, matai aquele que faz e aquele a quem a coisa é feita." (Hadice Abu Dawood 38:4447) -- PS. O "povo de Lot" são os homens que aparecem na Bíblia querendo fazer sexo com os homens que se hospedaram na casa de Lot (Gênese 19:4-5)
Grã-Bretanha: Ativistas LGBTQ atacam a Marcha 'Gays contra a Sharia'
O mundo parece estar mesmo de cabeça para baixo. Uma marcha de gays no aniversário da jihad contra os gays em Orlando causou indignação por parte de ativistas gays, que acusaram os organizadores da marcha de islamófobos. Contudo, um destes ativistas Peter Tatchell, faz campanha pela abolição da pena de morte contra gays por enforcamento. Mas, os países que aplicam esta punição o fazem devido a Sharia: Afeganistão, Irã, Mauritânia, Nigéria, Catar, Arábia Saudita, Somália, Sudão, Emirados Árabes Unidos e Iêmen. Em alguns casos, as leis aplicam-se apenas nas regiões do país de acordo com a lei da Sharia ou são apenas aplicáveis aos muçulmanos. De modo que a contradição dos ativistas LBGTQ é mais do que aparente. (Breitbart)


EUA: judeus banidos da marcha gay por terem bandeiras com a Estrela de David
Isso aconteceu em Chigado. Bandeiras com o arco iris e a Estrela de David, algo comun em paradas gays ao redor do mundo, estão sendo banidas nos EUA e no Canadá. O movimento LGBTQ foi cooptado pela esquerda pró-islâmica. (Israelcool)


Espanha: Membro do ISIS extremamente perigoso", e 2 outros muçulmanos, presos dias antes do Festival do Orgulho Gay
Eles são o Marrocos. "Eles foram presos com literatura cobrindo desde a preparação ideológica até os atos de martírio." (Daily Mail)


Halal - Boicote Halal 

Leia este artigo "Boicote Produtos Halal" para saber o que é "comida halal" e o porquê de boicotá-la. E visite os demais links.



História (Arte e Jahiliyya)
 
Oliverus Scholasticus e a sua aversão à "heresia do islamismo"
O bispo Oliverus Scholasticus tem uma citação atribuida a ele que é usada por muçulmanos e apologistas, que seria elogiosa ao Sultão Kamil. Não se sabe se esta citação é verdadeira. Contudo, os escritos reconhecidos de Oliverus são bastante críticos aos islão

Iraque: Estado Islâmico destrói mesquita de 850 anos de idade
A mesquita se localizava na cidade de Mosul, e foi onde o Califa Abu Bakr Al-Baghdadi declarou o califado. Tropas iraquianas estão reconquistando Mosul, com ajuda dos EUA. (Reuters)

O Coliseu de Thysdrus (El Djem, Tunísia) e a idade da ignorânica pré-islâmica (Jahiliyya)
O islamismo possui um conceito curioso, chamado de Jahiliyya, que significa "a idade da ignorânica pré-islâmica." Este conceito despreza tudo o que veio antes da criação do islamismo por Maomé, sendo bastante usado pela propaganda islâmica quando diz que o islamismo foi o inventor da matemártica, física, química, arquiterura, etc. É claro que este conceito é uma farsa e as provas disso estão espalhadas pelo mundo.
Este pequeno vídeo mostra o Coliseu de Thysdrus, localizado na atual El Djem, cidade da Tunísia. Thysdrus foi uma colônia romana-bérbere, e que serviu como centro de produção de azeite na província romana Africa Proconsularis, e mais tarde da Província Byzacena do Império Romano do Oriente (Bizantino). O coliseu foi construído no Século III (o islão foi inventado no século VII). Com a conquista islâmica do norte da África, o coliseu foi destruído, sendo suas pedras sido usadas na construção das mesquitas na cidade de Cairuão (Kairouan).



A aliança entre o narcotráfico e o avanço islâmico no Brasil
Já imaginou os narco-traficantes se convertendo ao islamismo, justificando os seus crimes como imitação de Maomé, o "homem perfeito"?  

Operação Hashtag: MPF denuncia seis pessoas por apologia ao Estado Islâmico
Continuação da Operação Hashtag descobriu indícios de que brasileiros pretendiam realizar atos terroristas no país. São eles: Sara Martins Ribeiro, Danilo Francini dos Santos, Fernando Pinheiro Cabral, Leandro França de Oliveira, Gilberto Gonçalves Ribeiro Filho e Mohamad Mounir Zakaria. (G1)

Comissão do Senado aprova permissão para estrangeiro participar de eleições
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, 14, a permissão para que estrangeiros possam votar e serem votados em eleições municipais no país. A medida agora precisa ser votada pelo plenário da Casa. O autor da proposta é o senador licenciado e ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP).  (IstoÉYouTube)

Órgão externo celebra a Lei de Migração
A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão autônomo da Organização dos Estados Americanos (OEA), comemorou a aprovação e sanção da nova Lei de Migração do Brasil. "No entanto, a CIDH lamentou os vetos que foram feitos à lei que, entre outros pontos, eliminaram a possibilidade de que pessoas condenadas judicialmente não fossem deportadas." (Agencia Brasil

Rio: camelôs muçulmanos conseguem licença imediatamente, enquanto que os brasileiros esperam anos sem obter licença, e correm o risco de serem presos ao venderem na rua


Arábia Saudita, Emirados, Bahrein, Egito, Iêmen, Líbia e Maldivas cortam vínculos com o Catar, acusado de apoiar a Irmandade MuçulmanaCatar, Emirados, Arábia Saudita, estão sendo atraídos pelo prefeito de São Paulo João Dória que quer vender o patrimônio da prefeitura para eles. O Catar apoia a Irmandade Muçulmana.Os Emirados Árabes e a Arábia Saudita apoiam o wahabismo. E ambos (Irmandade e wahabismo) estão sendo trazidos para o Brasil! (G1)

Ministro do TSE, Napoleão Nunes, roga "praga islâmica", desejando que um desafeto sofra "a ira do profeta", e fazendo um sinal de "degolamento"
O ministro, claro, não é muçulmano. Mas, para mim, o que esta sua reação mostra é como o islamismo corrompe. O revivamento da jihad islâmica ao redor do mundo, com todo o terror islâmico associado, inclusive no Brasil com a prisão de jihadistas e com o envolvimento do Hezbollah no tráfico de drogas, tem um poder corrompedor. É exatamente isso que tem ocorrido ao longo da história.  Video da declaração do ministro: https://youtu.be/wBc3b30Ebyk?t=5m32s

"Islã Solidário", a propaganda islâmica nas ruas de São Paulo disfarçada de atendimento médico
Este foi um evento de um dia (11 de junho), chamado de , no qual barraquinhas são colocadas nas ruas oferecendo atendimento médico gratuito. Eles já compraram os políticos, agora estão tentando comprar você, para amaciar a entrada deles no Brasil. Segundo um leitor, a "comunidade" Alba é uma das mais complicadas da zona sul, conhecida como um lugar de lideranças do PCC." (já tinhamos discutido sobre isso em 2014) (Facebook)


Nos comentários de um alcorão na play store ... abraçar o islão pelo amor ou pela força da espada.

Mesquita Brasil diz que quem não cumpre Ramadã deve ser pendurado pelas canelas sangrando pela boca
Leia mais neste link externo, e veja imagem do Facebook da mesquita abaixo.





Espanha: orações do Ramadã ao lado da estátua da Virgem Maria desencadeiam indignação
À convite da prefeitura, dezenas de muçulmanos rezaram juntos no parque Jardines del Triunfo (Jardins do Triunfo) antes de quebrar seu Ramadã. Isso provocou indignação entre os políticos na cidade espanhola de Granada, com um partidos de centro-direita convidando os católicos a responderem com uma "noite de oração" no mesmo local. O Partido Socialista Obrero Espanol (PSOE) defendeu o evento "em nome do multiculturalismo." (RT)

Resultado das Eleições Britânicas: a aposta da primeira-ministra Theresa May fracassou
A Grã-Bretanha tinha duas péssimas opções nas eleições gerais realizadas ontem. Por um lado, a opção ruim, a atual primeira-ministra conservadora Theresa May, uma apologista do islamismo e do politicamente correto. E do outro, a opção prá lá de péssima, o trabalhista (pró-islâmico e anti-semita) Jeremy Corbyn. Os conservadores detinham a maioria no parlamento, mas Theresa May quiz ampliar a maioria conservadora no parlamento. Mas exatamente o contrário ocorreu. Apesar dos conservadores terem eleitos mais deputados que os trabalhistas, eles perderam a maioria. Agora, para governarem eles precisa se co-ligar com um partido pequeno da Irlanda do Norte, o Partido Democrático Unionista (sigla DUP, de Democratic Unionist Party). E isso talvez seja uma bênção pois o DUP detém uma linha mais realista com respeito ao islamismo, e pode influenciar Theresa May e os conservadores britânicos a tomarem atitudes mais corajosas (por exemplo, prendendo os clérigos islâmicos que pregam jihad e os 3 mil jihadistas britânicos que voltaram da Síria).


A polícia de Londres prende dezenas por "Crime de Ódio" como a "islamofobia", mas não rastreia os terroristas islàmicos
A Polícia Metropolitana prendeu 25 pessoas desde os últimos ataques terroristas de Londres, usando a legislação de "crime de ódio" para reprimir palavras e ações consideradas ofensivas ou que visam as pessoas "por causa de sua raça, religião, orientação sexual" ou deficiência. Esta notícia veio à público no mesmo dia quando o prefeito (muçulmano) de Londres, Sadiq Khan, disse a Piers Morgan em uma entrevista que a polícia de Londres não tinha recursos suficientes para monitorar os jihadistas que retornavam ao Reino Unido da Síria e do Iraque. Essa é a Londres do prefeito muçulmano! (Middle East Forum)

Vídeo que vale a pena por legendas: https://youtu.be/xcQo8C8bwKw

"O multiculturalismo inglês perdeu a cabeça": Charlie Hebdo faz sátira com a resposta da Grã-Bretanha ao terror
A revista satírica francesa Charlie Hebdo publicou um desenho da primeira-ministra britânica, Theresa May, segurando sua sua própria cabeça decepada, e vários outros políticos, satirizando a resposta da Grã-Bretanha aos mais recentes ataques da jihad islâmica em solo britânico (Breitbart).


China proíbe jejum do Ramadã nas províncias com população uyghur
Governo chinês fez isso como consequência da ação do Estado Islâmico e do engajamento ilegal de seus cidadãos em conflitos no exterior (Menoranet)

'Contrabandistas de imigrantes' lucram quase 518 mil dólares por barco indo para a Europa
Enquanto isso, estes imigrantes sem controle de documento e origem estão custando aos contribuintes europeus bilhões de dólares, além de causarem um aumento acentuado na criminalidade e aumentarem o risco de ataques de jihad. (Express)

Desespero na Itália, sem saber como conter as dezenas de milhares de "candidatos a asilo" POR DIA vindos do norte da África
Apenas nos dois últimos dias chegaram 13.500 africanos. Eles são trazidos por barcos alugados por "ONGS humanitárias" que estão transportando-os da África para a Itália. a imprensa local está chamando isso de "invasão migratória", mas o governo federal não faz nada para impedir isso.  Os "imigrantes" estão ficando na Itália, pois a fronteira com a França, Suíça e Áustria estão fechadas para eles.  (Breitbart)

Eslováquia aprova lei que impede o Islã de obter status oficial como religião
A ex-república comunista resiste à União Européia (UE) que quer impor quotas de migrantes no bloco. Agora, uma lei aprovada no parlamento exige que uma religião tenha pelo menos 50.000 membros para obter status oficial como religião e se qualificar aos subsídios estatais e para dirigir suas próprias escolas. Existem apenas 2 mil muçulmanos na Eslováquia. A população do pequeno país da Europa Central é de 5,4 milhões e 62% dele é declarado católico romano. (Express)

União Européia (UE) dá ultimato à Polônia e outros países para força-los a receberem refugiados
A UE emitiu uma advertência de 24 horas para a República Checa, a Hungria e a Polônia, dizendo que eles devem começar a receber refugiados sob um plano de compartilhamento de migrantes da UE. Os três países imediatamente rejeitaram a ameaça e apareceram prontos para entrar em tribunal. (Metro)

EUA: ONG "Black Lives Matter" tenta impedir a "Parada Gay"
Em Washington DC (vídeo abaixo) e em várias outras cidades dos EUA (YoungCons) e também em Toronto, Canadá. E por quê? Como discutido anteriormente, os principais líderes do "Black Lives Matter" são islamistas e seguem as diretrizes homofóbicas do islã.

https://youtu.be/3Scq4tXoe8M OK

EUA: Marcha contra a Sharia aconteceu em 19 estados
O grupo Act for America promoveu uma marcha contra a lei islâmica, a Sharia, e pela defesa dos direitos humanos (ACT). Radicais da ANTIFA tentaram tumultuar a marcha em algumas cidades de forma violenta. Em uma delas, uma ativista chegou a ferir um cavalo da polícia montada. Será que ela achou que o cavalo era islamófobo? (NAC)


Noruega: governo propõe banir a utilização do véu que cobre o rosto
Nas as escolas, hospitais, etc. O governo alega que o rosto coberto impede a comunicação entre as pessoas. (Breitbart)

Suécia: sem exército e sem polícia, número de "zonas proibidas" cresce de 50 para 61
Estocolmo, a capital da Suécia, está quase completamente cercada por áreas pelas "No Go Zones" ou "zonas proibidas" para não muçulmanos, e que são governadas por gangues muçulmanas e policiais islâmicos da sharia. De acordo com as autoridades suecas, a polícia religiosa assumiu o papel de aplicação da lei em muitas áreas. Milícias islâmicas armadas estão em várias delas. Oitenta por cento da polícia diz desejar pedir demissão pela falta de apoio do governo liberal-feminista. E o exército, sem recursos, praticamente não existe. Apenas uma intervenção externa poderá equilibrar a situação, mas as elites políticas parecem não estar preocupadas com isso  (dr, 10news).

Jihadistas Vivem às Custas de Apoio Financeiro da Europa que Eles Juram Destruir
Os jihadistas e simpatizantes usam os benefícios vitalícios europeus para financiar a sua "guerra santa". A Europa forneceu tudo a eles: emprego, casa, saúde pública e assistência social, seguro desemprego, ajuda financeira, algo equivalente ao salário-família, benefícios para portadores de necessidades especiais, ajuda em dinheiro. Esses extremistas muçulmanos, no entanto, não veem isso como sinal de generosidade, mas de fraqueza. (Gatestone)

Os mais ricos estão deixando cidades européias e se mudando para a Suíça
Por causa da crise de refugiados e dos crescentes conflitos religiosos, muitos milionários estão deixando as grandes cidades européias. A Suíça ainda está entre os "portos seguros" onde os super-ricos querem viver. Além do mais, ela  tem portas abertas para os "refugiados fiscais."
http://www.swiss-banking-lawyers.com/news/millionaire-escape-super-rich-leave-european-cities-move-to-switzerland/

Canadá: governador de Quebec diz que "você não pode separar terrorismo do islão"
A afirmação do governador (premier) da província de Quebec, Phillipe Couillard, foi em reação ao esfaquemento de um policial nos EUA por um muçulmano de Quebec (CBC).

A Alemanha admite: 75% dos migrantes muçulmanos dependerão do bem-estar social nos próximos anos
Os recém-chegados levariam entre 5 a 10 anos para serem qualificados para entrar no mercado de trabalho. (Express)

A Turquia deixa de ensinar a evolução nas escolas secundárias como parte do novo currículo nacional
O funcionário da educação diz que os alunos são muito jovens para entender o "assunto controverso" (Independent)




"O Islã está Ganhando Força na Europa com a Bênção da Igreja"
Já há inúmeros observadores católicos questionando a cegueira da Igreja em relação ao perigo que a Europa está enfrentando. (Gatestone)

Facebook suspende  temporáriamente sacerdote católico por criticar o Islã
O Facebook temporariamente suspendeu a conta do sacerdote católico Pe. John Higgins. Aqui está o post "ofensivo" (ChurchPop):
A Civilização Ocidental tem estado sob o ataque da ideologia da jihad islâmica desde o século 7. As invasões extremistas e totalitárias têm sido responsáveis pelas mortes de milhões. Isso não é uma "religião da paz",  isso é uma filosofia de conquista. As Cruzadas foram uma tentativa para manter cristãos e judeus em segurança em Israel e em outras partes do Oriente Médio, mas "intelectuais" modernos têm as classificado como horríveis. Os espanhóis expulsaram os jihadistas violentos para fora da Espanha. Os austríacos defenderam Viena deles. Carlos Martelo lutou contra eles no norte da França e agora nós estamos presenciando seus novos esforços de conquista e dominação  do mundo usando tecnologia moderna na sua tentativa insaciável em subjugar qualquer um que não professe e viva a sua crença. Eles abusam de mulheres, matam as pessoas gays, assassinam, e estupram crianças e justificam isso como a "vontade de Alá." Não é! Existem muçulmanos bons e pacíficos. E então existem os islamistas que são defendidos pelos ignorantes que se recusam a aprender história.  

 
Grã-Bretanha: dois ataques da jihad islâmica, em Manchester e em Londres, deixam 29 mortos e 168 feridos
Leia os detalhes neste link.

Austrália: muçulmano faz mulher de refém e mata um homem "pelo ISIS e Al-Qaeda"
Ele era conhecido da polícia  pois tinha sido acusado de planejar um atentado em uma base militar. Mas ele continuou solto (Daily Mail, AP)

França: jihadista gritando "isso é pela Síria" ataca policiais com martelo em frente à Catedral de Notre Dame
O jihadista era da Argélia e tinha outras armas brancas consigo. Ele foi ferido e preso. Cerca de 1000 pessoas, entre turistas e fiéis que visitavam a catedral, foram detidos dentro dela como refúgio, com a polícia buscando por algum outro jihadista que tivesse se escondido no meio deles (AP, Sun).
O mais interessante (e chocante) é que o jihadista Farid Ikken, havia recebido um prêmio jornalístico da União Européia em 2009, o  "Prêmio Contra a Discriminação", por ter escrito artigos em favor da imigração muçulmana em massa no período em que vivia na Suécia. Este jihadista altamente educado está se recuperando em um hospital. Em um vídeo, ele promete aliança ao Estado Islâmico (Breitbart).

Os turistas e fiéis que buscaram refúgio dentro da catedral foram revistados pela polícia

Franca: mais jihad, na Champs-Elyses
Um homem que estava armado com armas e explosivos dirigiu seu carro para uma garagem policial na segunda-feira à tarde na ocupada e turística Champs-Elysees Boulevard. O carro continha tantos explosivos que explodiu logo após a colisão. A polícia também descobriu um rifle Kalashnikov, revólveres e cilindros de gás explosivo no carro, de acordo com a BBC. O jihadista morreu na colisão. Nenhum policial ou civil foi ferido no ataque. (AllenBWest, Telegraph)

Canadá: muçulmana ataca fregueses de loja varejo, expressando seu apoio ao Estado Islâmico 
Toronto. A muçulmana primeiro ameaçou os fregueses infiéis na loja Canadian Tire com um taco de basebol. Depois ela puxou uma faca enorme de dentro da sua roupa. Ela foi imobilizada por empregados e presa pela polícia. Na delegacia, um juiz perguntou o seu nome, e ela respondeu dizendo "ISIS ... eu juro lealdade ao líder dos fiéis, Abu Bakr al-Baghdadi." Ela tem 32 anos e se chama Rehab Dughmosh. (CTV)


Irã: Homens-bomba suicidas e atiradores atacaram o parlamento iraniano e o Mausoléu do Ayatolá Khomeini
Isso ocorreu em Teerã, na manhã de quarta-feira, matando pelo menos 12 pessoas em um assalto duplo no coração da República Islâmica, disseram autoridades iranianas e mídia. O Estado islâmico reivindicou a responsabilidade e lançou um vídeo que mostra homens armados dentro do edifício do parlamento e um homem, que parecia ferido, no chão. (Reuters). Estamos no mês do Ramadã.

Grã-Bretanha: funcionária de creche esfaqueadas pelas costas por muçulmanas gritando "Alá vai ter pegar"
Isso ocorreu quando ela andava em uma rua movimentada de Londres. Todas as escolas da foram fechadas. As muçulmanas são jovens. (Daily Mail). Estamos no mês do Ramadã.

Grã-Bretanha: Muçulmanos e partidários do Estado Islâmico celebram o incêndio do edifício Greenfeld, em Londres
Um incêndio de grandes proporções atingiu um edifício residencial de 24 andares, deixando 17 mortos e 37 feridos. O edifício estaá situado em uma "zona proibida", inclusive muitas das famílias afetadas pelo incêndio eram muçulmanas("no-go zone") (O Globo, Guardian, Independent)
No vídeo , um homem é ouvido dizendo "Allah Akbar" - o refrão geralmente gritado por muçulmanos durante ataques terroristas - e em seguida ouve-se uma risada, e isso, enquanto as vítimas ainda estão presas dentro do prédio. Esta reação novamente refuta esse mito de que o islamismo é uma "religião da paz". O islã está obcecado com a morte e seus adeptos mais vocais celebrarão a morte mesmo quando outros muçulmanos são vítimas.

Alemanha: muçulmano assassina psicólogo durante terapia
Um refugiado sírio esfaqueou e matou um psicólogo da Cruz Vermelha, na cidade de Saarbrücken. O psicólogo trabalhava na Cruz Vermelha desde 2014, e era especialista em tratar refugiados sofrendo de estresse ou tendo problemas de adaptação à nova cultura. (DW)
Mas o psicólogo não sabia que não existe cura para a Jihad.

EUA: muçulmano canadense esfaqueia policial no aeroporto de Detroit
The jihadi shouted “Allahu akbar” and stabbed a police officer in the neck. (Detroit)
 “When you meet the unbelievers, strike the necks” (47:4).

EUA: muçulmano fecha tribunal com ameaças de jihad e bombas
Hamdan entrou no Tribunal de Justiça dos EUA no centro de Milwaukee e "começou a gritar alto em uma língua árabe", gritando, entre outras coisas, "Muhammad", "Allah" e "jihad". Preso e levado para fora do prédio por um delegado, Hamdan voltou a gritar em árabe e disse em inglês: "Eu vou matar todos vocês. Allah. Bomba. "O tribunal e vários edifícios próximos foram evacuados e um cão que cheirava a bomba chamou. (Fox6Now)
"Crie o terror no inimigo de Alá e do seu inimigo e outros, além de quem você não conhece quem Além sabe". (Alcorão 8:60)

EUA: muçulmano ameaça clientes em loja da Goodwill para se converterem ao islamismo, e ataca policial
O estudante saudita foi deportado (Breitbart). "Lute contra eles até que não haja fitnah e a adoração seja para Allah. (Alcorão 2: 193)

EUA: muçulmanos tentam se juntar ao Estado islâmico, dizendo que o Alcorão justifica violência e decapitação
Saddam Mohamed Raishani reside em Brooklin, Nova York. (USA News)

Jammu e Caxemira: mafia muçulmana apedreja polícia à morte fora da mesquita durante as orações
Os muçulmanos não gostaram que o policial estivesse tirando fotografias do lado de fora mesquita Jamia Masjid. (Times of India)

Paquistão: 15 mortos e 70 feridos em ataques de jihad no mercado
O "mês sagrado" do Ramadã ainda não terminou. (FoxNews)

Arabia Saudita: homem-bomba, que planejava explodir a Grande Mesquita de Meca, acaba se explodindo
Mais um exemplo da cobra bebendo do seu veneno. Os sauditas financiam o terrorismo. Neste caso, o homem-bomba foi cercado pela polícia e se explodiu dentro de um prédio, que ficou totalmente destruído. (Yahoo)


EUA: muçulmana presa por tacar fogo na sua própria mesquita
Aisha Islail foi pega pelas câmeras de segurança. (USA Today)


Reino Unido: duas mulheres vestidas com burqa forçam o caminho para o apartamento, ocupantes de ataque com facas e martelo
Elas atacaram uma mulher de 20 anos, que foi deixada com cortes em seus braços e uma ferida profunda ferida em seu torso. Uma mulher de 19 anos sofrieu de feridas da faca no braço esquerdo e na axila. As invasoras não foram identificadas. (Manchester)



A blasfêmia, como definida pela lei islâmica Sharia, está sendo implementada por governos no Ocidente, mesmo ferindo a liberdade de expressão e indo contra os direitos humanos, como um modo de apaziguar os muçulmanos e diminuir o crescimento jihad. Muito pelo contrário, isso apenas a acelera.
Ingleses presos por queimarem páginas do Alcorão em vídeo do YouTube 
A polícia prendeu duas pessoas por "suspeita de ódio racial" depois que um video apareceu on-line mostrando um homem queima páginas de uma cópia do Alcorão (Daily Mail). Mas, seria "ódio racial" queimar um Alcorão? Não. O Alcorão não é uma raça, e tampouco o islamismo é uma raça.

Paquistão: tribunal condena à morte por "blasfêmia no Facebook"
Um tribunal anti-terrorismo emitiu a primeira sentença de morte por blasfêmia no Facebook. Juízes em Bahawalpur (Punjab) condenaram à pena capital Taimoor Raza, um homem de 30 anos, por "insultar Maomé."  (SOS Cristianos en Siria)


Catar, acusado de financiar o terrorismo, contrói 33 mesquitas na Itália
Mais um capítulo na briga entre sunitas e xiítas. O Catar, aliado do Irã, está sofrendo um bloqueio da Arábia Saudita e Emirados Árabes. Um acusando o outro de terrorismo. MAS OS DOIS LADOS FOMENTAM O TERRORISMO e ESPALHAM O FUNDAMENTALISMO ISLÂMICO!
Então, vem esta notícia que o Catar está financiando 33 mesquitas na Itália. Para propagar o que? O que não presta! (e no Brasil, como se justifica a construição de tantas mesquitas? O dinheiro vem de onde?) (Reportagem da TV Italiana)




Grã-Bretanha: 130 clérigos islâmicos confirmam que os terroristas da Ponte de Londres são "mártires islâmicos" e merecem todas as honras!
A imprensa e vários líderes políticos viram a decisão de 130 clérigos islâmicos britânicos de não fazerem um sepultamento islâmico dos 3 muçulmanos da Jihad na Ponte de Londres como algo positivo. Mas isso tudo é taquia (a mentira sagrada). Na verdade a decisão destes 130 clérigos apenas segue o que a Lei Islâmica manda fazer ao enterrar os mártires (shahid), aqueles que morrem em batalha contra os infiéis.
"É ilegal lavar o corpo de um mártir ... ou recitar a oração funeral sobre ele. ... "
Não fazer as orações funerárias é uma honra para aqueles que morrem enquanto lutando na jihad.




Perseguição Cristãos: Parte 1Parte 2
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Paquistão: igreja é aberta após 3 anos de debates
Em Faisalabad, no Punjab paquistanês, a primeira igreja católica construída em uma universidade. Após três anos de debate, o projeto de lei foi aprovado pela Universidade de Agricultura Faisalabad (UAF), instituto de formação onde muitos estudantes cristãos estão matriculados, além de pelo menos 300 funcionários cristãos. Em 18 de maio, Mons. Joseph Arshad, Bispo de Faisalabad, colocou a primeira pedra na presença de centenas de estudantes. (Amigos de Irak)

Percebam a dificuldade que é para os cristãos construir uma Igreja em um país muçulmano, 3 anos de debate aguardando um projeto de lei. E por quê eles podem construir mesquitas livremente em países cristãos?

Filipinas: cristãos executados e igrejas destruídas
  1. Estado Islâmico libera filme mostrando a execução de 6 cristãos nas Filipinas (Actual, 15 de junho)
  2. Filme mostra a destruição de igreja em Marawi
https://youtu.be/Dch-j9Vc39Q OK

Iraque: Estado Islâmico transformou uma Igreja cristã em Mosuem puteiro
Eles utilizavam o local para suas perversões sexuais com as escravas sexuais (espólio de guerra) yázidis e cristãs. (Amigos de Irak)

Iraque: 10º aniversário do assassinato do padre Ragheed Aziz Ganni por jihadistas islâmicos 
Em 3 de junho de 2007, padre Ragheed foi morto junto com três subdiáconos, incluindo um primo. Pe. Ragheed tinha deixado a igreja após celebrar missa na noite de domingo. O grupo foi parado por homens armados desconhecidos. Um dos homens armados gritou com o Pe. Ragheed que ele havia avisado ele para fechar a igreja e exigiu saber por que ele não fez isso. O Pe Ragheed respondeu perguntando "Como posso fechar a casa de Deus?" Então, os homens armados exigiram que os quatro homens se convertessem no Islã e, ao recusarem, foram mortos com tiros. (AsiaNews, AINAAsiaNews)


Egito: cristãos servem refeições do Ramadã aos muçulmanos apesar da perseguição da jihad islâmica 
Os muçulmanos verão isso como uma representação do espírito do cristianismo ou como infiéis apenas dando aos muçulmanos o que lhes é devido, uma vez que o Alcorão exige que o Povo do Livro deva pagar um imposto aos muçulmanos (a jyzia)? (Alcorão 9:29). (Christian Post)


"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Crimes de ódio contra judeus aumenta no Canadá, em 2015
Com o aumento da população muçulmana (Tablemag).


Irã: instalado relógio contando o tempo que falta para a destruição de Israel
O relógio indica o ano de 2040, seguindo uma "profecia" do Aitaolá Kohmeini (Times of Israel).


Autoridade Palestina se recusa a deixar de pagar terroristas
Mahmoud Abbas se irritou com o pedido feito pelos EUA para que eles deixem de dar dinheiro para terroristas, condenados ou mortos, e suas famílias. Os EUA alegam, acertadamente, que isso é um incentivo ao terrorismo (The Tower). Do mesmo modo, foi revelado que os arruaçeiros do Monte do Templo que atiram pedras nos judeus recebem um salário de 4500 shekels por mês, algo em torno de R$4.200 (Arutz Sheva)

Uma explicação simples sobre o "conflito no Oriente Médio" (jihad contra Israel)

https://youtu.be/5QccMkIfn7I OK

Turquia irá construir um muro na fronteira com a Armênia e Irã
Existem vários países separados por muros. A Turquia irá construir o seu. Mas não existe ultrage algum com isso. Apenas contra o muro erguido por Israel (Horizonweekly).



Austrália: sauditas se recusam a fazer um minuto de silêncio em homenagem a duas mulheres australianas mortas pela jihad islâmica em Londres
O time de futebol da Arábia Saudita defendeu sua recusa em guardar um minuto de silêncio alegando que isso "não está de acordo com sua nossa cultura." Mas o xeique Mohammad Tawhidi explicou que "nos seus olhos os terroristas são mártires". A equipe da Arábia Saudita desrespeitou o minuto de silêncio "porque, segundo a lei da Sharia, não é pecado para um muçulmano matar um descrente".(Daily Mail Australia)






💣

Nenhum comentário: