quinta-feira, 17 de maio de 2018

Mufti Palestino: que comer em público durante o Ramadã deve ser processado judicialmente


Por Itamar Marcus e Nan Jacques Zilberdik
 
Como o Ramadã, o mês muçulmano de jejum, começou nesta semana, o Mufti (autoridade islâmica máxima) da Autoridade Palestina (AP) pediu para "ir atrás" de todos que comem em público e "colocá-los em julgamento":
"O Grande Mufti de Jerusalém e dos Territórios Palestinos e  presidente do Conselho Supremo Fatwa [palestino], Muhammad Hussein, convocou para preservar a santidade do mês do Ramadã (ou seja, mês muçulmano de jejum).
Em um comunicado divulgado ontem, o grão-mufti exigiu que os donos dos restaurantes e cafés os fechassem durante as horas do dia do mês do Ramadã, a fim de preservar a santidade do mês. Ele pediu aos responsáveis ​​que fossem atrás de qualquer um que quebrasse publicamente o jejum e os colocasse em julgamento.” [Diário Oficial da Autoridade Palestina Al-Hayat Al-Jadida, 15 de maio de 2018]
(Fatwa - decreto religioso islâmico com validade legal)

Esta instrução é semelhante aos chamados pela autoridade religiosa mais alta da AP nos anos anteriores. A agência de notícias palestina Media Watch informou em 2017 que o mufti pediu à polícia da AP "para agir contra qualquer um que rompa o jejum em público, em preparação para medidas legais contra eles". Da mesma forma, o Supremo Conselho Fatwa da AP anunciou que "quebrar o jejum do Ramadã em público é um dos maiores pecados". O conselho citou o profeta Muhammad do Islã:
Quem parar de jejuar no Ramadã renunciou ao Islã ... [derramar] seu sangue é permitido." [Diário Oficial do PA Al-Hayat Al-Jadida, 30 de maio de 2017]
Fonte: http://palwatch.org/main.aspx?fi=157&doc_id=25640



2 comentários:

Anônimo disse...

Hipocrisia nível máximo nessa ideologia do mal! Tudo q vem desse sistema opressor é totalmente contrário aos ensinamentos de Jesus, que disse que quem jejua para parecer aos outros que está jejuando é hipócrita. Na época eram os judeus fariseus. Hj são esses aglutinadores de heresias pagãs, que incorporam o espírito do anticristo em suas vidas.

Anônimo disse...

Especialistas alertaram sobre o 'mês sagrado da jihad' - CBN News

https://m.youtube.com/watch?v=8q_BiOdstTM&feature=youtu.be