sábado, 1 de dezembro de 2018

Notícias sobre a Jihad Global do mês de novembro de 2018

Veja o que entrou de novo no blog em novembro de 2018, exemplificando a aplicação da lei islâmica Sharia ao redor do mundo, seja por governos de países com maioria muçulmana, grupos islâmicos ou mesmo ações individuais.


Irmandade Muçulmana: 90 anos de terrorismo, infiltração e Jihad global
Leia o artigo no blog.

No islamismo, 'Maria, mãe de Jesus', significa 'negação da divindade de Jesus'
Leia o artigo no blog.


Direitos das Mulheres sob o Islão: Parte 3Parte 2Parte 1
A imigração muçulmana aliada ao políticamente correto do Ocidente estão tornando as mulheres ocidentais igualmente sem defesa frente ao avanço implacável da Sharia.
Suécia: polícia esconde nome do estuprador de uma menina de 10 anos (Mohammed)
Uma menina de 10 anos foi estuprada em um pátio em Malmö na semana passada. Um imigrante de 30 anos da Líbia foi preso pelo estupro. A polícia não quis revelar a classificação do crime no início, mas depois admitiu que foi uma violação de uma criança. De acordo com a ordem de detenção, Mohammed, que é o primeiro nome do perpetrador, nasceu em 1988. (Voice of Europe)

Malásia: casal de lésbicas muçulmanas açoitadas em punição pública
O casal, de 22 e 32 anos, recebeu seis açoites de cana-de-vime nas costas por policiais do Tribunal Superior da Sharia. Segundo o tribunal, a cana não era "dura" e tinha a intenção de educar as mulheres para que se arrependessem. (hermannherald)

Paquistão: Homem mata prima e seu amigo em 'crime de honra'
Um homem matou sua prima, Noor Bibi, e seu amigo Muhammad Yousaf. Em média, 650 pessoas são mortas por "honra" no país anualmente, de acordo com a Comissão de Direitos Humanos do Paquistão (HRCP). Vale ressaltar que, uma vez que a maioria dos crimes de honra não é declarada no país, o número real deve ser muito maior. (pakistantoday)

França: cresce o assédio de mulheres parisienses nos bairros infestados de "imigrantes" 
Um ano após terem assinado um abaixo assinado, as mulheres moradoras do distrito de Chapelle-Pajol dizem que a situação piorou. Os "imigrantes" que assediam mulheres tem algo em comum ... advinha o que? (leparisien)

França: refugiado absolvido de estupro "pois ele tem normas culturais diferentes" - sua vítima tentou suicídio
A jovem é colegial do ensino médio. O refugiado de Bangladesh já havia sido condenado por tentativa de estupro dois anos atrás (VoiceofEurope).

Grã-Bretanha: menina foi estuprada por 100 muçulmanos aos 16 anos de idade 
Uma gangue de seis homens foi condenada a um total de 101 anos depois de explorar sexualmente cinco adolescentes vulneráveis ​​em Rotherham. As ofensas foram cometidas contra cinco meninas menores de 16 anos na área de Rotherham, entre 1998 e 2005.  Os homens visavam meninas que eram "fáceis de explorar porque queriam ser amadas" - eles abusaram sexualmente delas em parques, prédios abandonados e locais isolados. As meninas disseram em declarações como os homens as "destruíram" e que a infância delas foi tirada delas. Uma das vítimas disse no julgamento como foi obrigada a fazer sexo com "pelo menos 100 homens asiáticos" aos 16 anos e outra descreveu como foi estuprada em uma floresta e ameaçou ser abandonada lá. (Daily Mail)
O nome dos "asiáticos": Nabeel Kurshid, Mohammed Imran Ali Akhtar, Asif Ali, Tanweer Ali, Iqlak Yousaf e Salah Ahmed El-Hakam.


Itália: somaliano desnudou-se na rua e estuprou idosa que tomava banho de sol
A idosa estava tomando sol em uma praia na cidade de Ortona, em Abruzzo. O homem tem um status de imigrante protegido. (ansa)

Sudão: pai leiola filha de 16 anos pelo Facebook
O Facebook tem sido criticado por permitir que uma noiva de 16 anos no sul do Sudão seja leiloada para o maior lance em sua plataforma. Seu pai recebeu 500 vacas, 2 carros, 2 bicicletas, um barco, alguns telefones celulares e 13.800 dólares em troca de sua filha. Ela se tornou a nona esposa do homem. (abc)

EUA: Juiz ordena que acusações de mutilação genital feminina sejam descartadas 
Um juiz nos EUA mandou soltar dois médicos muçulmanos que estavam cortando o clítoris de meninas muçulmanas, alegando ser "prática religiosa" deles. Para fazer isso, o juiz alegou que a lei que proíbe a mutilação genital aprovada pelo Congresso em 1996 é inconstitucional, já que este tipo de crime de ser regido por leis estaduais e não por uma lei federal. O caso deve ir para a Suprema Corte.  (thehill)


Doutrinação

Grã-Bretanha: artista recém-conversa diz não desejar ter contato com 'não muçulmanos': eles são nojentos
Sineed O'Connor escreveu no Twitter:  "Mas, sinceramente, eu nunca mais quero passar tempo com pessoas brancas (se é assim que os não-muçulmanos são chamados). Em momento algum, por qualquer motivo. Eles são nojentos." (Daily Mail)




Leia este artigo "Boicote Produtos Halal" para saber o que é "comida halal" e o porquê de boicotá-la. E visite os demais links.




Nova novela da Globo gira em torno de refugiados que se instalam em São Paulo

Transferência de embaixada brasileira para Jerusalém por Bolsonaro seria 'provocação', diz representante palestina
As ameaças já começaram da OLP e do Hamas já começaram. Mas não seria diferente. Afinal, o próprio Maomé disse ter sido vitorioso através do terror. (Hadice de Bukhari, 52:220) (O Globo)

Força Islâmica protesta contra mudança da embaixada em Israel. ”Brasil, respeite para ser respeitado”, ameaçava uma das faixas
Apoiados por manifestantes e cartazes, representantes da Força Islâmica entregaram hoje (7), ao ministro conselheiro do posto brasileiro em Ramallah, André Cortez, um manifesto repudiando a proposta do presidente eleito, Jair Bolsonaro, de mudar a embaixada do Brasil em Israel, de Tel Aviv para Jerusalém. (NoMinuto)

Argentina prende dois cidadãos argentinos com ligações suspeitas ao Hezbollah antes da cúpula do G20
A cúpula do G20 vai ser realizada em Buenos Aires no começo de dezembro. Dois homens, com idades entre 23 e 25 anos, foram presos depois que a polícia descobriu várias armas de fogo diferentes e várias outras armas. (i24news)

O grupo terrorista iraniano Hezbollah, com sede no Líbano, está envolvido no tráfico de drogas e armas na América Latina. No Brasil, ele opera em conjunto com o Primeiro Comando da Capital (PCC) O presidente-eleito Bolsonaro chegou a receber ameaças deste grupo.




Historiador francês: sociedade multicultural conduz a uma sociedade multi-conflito; o islamismo declarou guerra contra nós

Resolução da União Européia exige que os críticos do LGBT e do Islã sejam processados e presos

Em Defesa da Cultura Ocidental - Derrubando o Multiculturalismo | Dinesh D'Souza

EUA: islamistas são eleitos, dois deputados, um procurador geral
Um dos riscos de existir um contingente populacional alto de muçulmanos é que eles acabam votando nos seus "irmãos de fé." Rashida Tlaib e Ilhan Omar, foram eleitas para o Congresso, em distritos no estado de Minnesota. Tanto Tlaib quanto Omar têm visões extremistas contra Israel, a tal ponto de que o grupo judeu de extrema-esquerda J. Street não as apoiou. Tlaib é a primeiro palestino-americana eleita para o Congresso. Omar é acusada de ter forjado um casamento com o próprio irmão para conseguir ingresso nos EUA, burlando as leis migratórias com crime de perjúrio. Já Keith Ellison foi eleito Procurador Geral de Minesota, cargo que o permitirá manipular a lei pela causa de Alá (Breitbart, PJMedia, PJMedia).

Rashida Tlaib, Ilhan Omar and Keith Ellison

ONU, União Européia e George Soros oferecem aos migrantes muçulmanos cartões de débito pré-pagos para financiar sua viagem através da Europa
Os migrantes ilegais receberam apoio financeiro durante as suas longas viagens através da Europa. Segundo o site esloveno Nova24, a polícia croata informou que o ACNUR e a UE, em cooperação com a MasterCard e a Soros, distribuem generosamente cartões de débito pré-pagos para os migrantes. Durante a escala nos países da Europa Oriental, eles retiram dinheiro dos caixas eletrônicos para estocar suprimentos. Os migrantes eram bem equipados com botas de alta qualidade recém-adquiridas, roupas de caminhada, smartphones e até mesmo armas. (https://voiceofeurope.com/2018/11/un-eu-and-soros-provide-migrants-with-prepaid-debit-cards-to-fund-their-trip-to-and-through-europe/)

Áustria: Sebastian Kurz rejeita Pacto de Migração da ONU
A Áustria disse na quarta-feira que não assinará um pacto de migração das Nações Unidas para "defender sua soberania nacional". Os Estados Unidos e a Hungria já rejeitaram o Pacto Global pela Migração, que addvoga à ONU o decisões com respeito a alocação de imigrantes. (The Local). Outros países que irão rejeitar o Pacto são Hungria, Polônia, Croácia, Eslováquia, República Tcheca

Grã-Bretanha: Governo conservador quebra promessa e irá assinar o Pacto
O Partido Conservador britânico prometeu reduzir a imigração “de centenas de milhares para dezenas de milhares” nos manifestos eleitorais gerais de 2010, 2015 e 2017. (voiceofeurope)

Suécia: esquerda deseja dar direito de votos aos cidadãos estrangeiros
Um projeto de lei apresentado no parlamento sueco por nove membros do Partido da Esquerda propõe estender os direitos totais de voto aos imigrantes que não têm cidadania sueca. Este passo permitir-lhes-ia votar nas eleições parlamentares, bem como nos referendos e até nas eleições da União Européia. (Sputinik News)

Grã-Bretanha: Ministério das Relações Exteriores admite que recusou ajudar Asia Bibi por receio da violência da multidão islâmica ensandecida no país
O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido admitiu que a vítima de blasfêmia cristã Asia Bibi foi impedida de receber asilo por temer ataques a seus funcionários consulares. Os funcionários britânicos no Paquistão pediram ao Ministério do Interior, liderado por Sajid Javid, que capitulasse para os extremistas islâmicos, como feito pelo governo paquistanês.
O Reino Unido se acovardou com o caso de Salman Rushdie, autor do livro Versos Satânicos, em 1988, numa época na qual a quantidade de muçulmanos era muito pequena. Agora, que eles estão tão instalados que existem até cidades majoritáriamente muçulmanas paquistanesas, e penetraram no tecido político e administrativo, o Reino Unido nunca iria se posicionar em favor de uma não muçulmana em oposição aos seus novos mestres islâmicos. (britishpakistanichristians)

Austrália: muçulmana pode esconder o rosto em banco mas infiél australiana não 
Ativistas da Australian Liberty Alliance usaram uma burca e um capacete em um banco da cidade de Melbourne para mostrar o quão ridículo o "politicamente correto" e o multiculturalismo se tornou. Um Ex-soldado israelense, Avi Yemini, se vestiu com um niqab (cobertura total apenas deixando os olhos à vista).  A presidente do grupo, Debbie Robinson, usou um capacete de motociclista. Ambos entraram em um banco e provocaram reações muito diferentes dos seguranças do banco. Enquanto que ele não, confundido com uma muçulmana, não foi importunado, ela foi acossada pelos seguranças que a obrigaram a tirar o capacete. Só então, ele retirou o niqab e eles deram uma lição no banco sobre o tratamento diferenciado que muçulmanos recebem. Os seguranças se defenderam dizendo que eles apenas estavam seguindo ordens (dailymail).

Guerra civil na esquerda globalista: Facebook e Soros Foundation se degladiam
George Soros tentou comprar o Facebook e o Zuckerberg recusou. Então, Soros fez as susas trapaças de costume e as ações do Facebook baixaram. Zuckerberg retaliou contratando uma firma de propaganda para expor Soros. Soros, agora com a ajuda da mídia, está tentando destruir o Facebook. (cnbc)

Alemanha: crianças árabes esfaqueiam menina alemã de 8 anos de idade; professora tentou acobertar o incidente
Garotinha alemã de oito anos leva facada com um objeto cortante após ser vítima de bullying. E o detalhe mais aterrador, graças a política de imigração em massa da Angela Merkel (A Louca), a escola é de maioria árabe e turca. Detalhe ainda pior: A professora tentou acobertar a situação. (Voice of Europe)




Iraque: Mais de 200 valas comuns de vítimas do Estado Islâmico encontradas
As sepulturas contêm os restos mortais de milhares de pessoas, mulheres, crianças, idosos e deficientes, bem como membros das forças armadas e policiais do Iraque. Os túmulos estão concentrados em quatro províncias - Ninewa, Kiruk, Salah al-Din e Anbar - nas partes norte e oeste do país, perto da fronteira com a Síria. (Reuters)

Austrália: somaliano, simpatizante do Estado Islâmico, explode caminhão e esfaqueia três em Melbourne
Duas vítimas morreram. Jihadista levou tiro no peito ao tentar esfaquer policial e acabou morto. (PJMedia)


Rússia: Mulher-bomba suicida explode na Chechênia
Uma mulher explodiu-se perto de um posto policial em Grozny, a capital da região russa da Chechênia, em uma tentativa de ataque terrorista. A reação rápida da polícia garantiu que o incidente não levasse a mais baixas. (RT)

Síria: Terroristas usam gás de cloro e deixam 50 civis feridos na Síria, diz mídia local 
Um evento que passou despercebido pela grande imprensa (Sputnik).



EUA: incêndio em mesquita na Carolina do Norte foi acidental
O corpo de bombeiro disse que foi problema elétrico. Muçulmanos diziam ter sido "crime de ódio." (iqna)



Liberdade de Expressão e Blasfêmia - Exemplos

Malásia: finlandeses presos por muçulmanos por causa de "panfletos cristãos"
Quatro finlandeses foram presos em uma ilha da Malásia durante suas férias, por distribuirem panfletos sobre o cristianismo, informou a polícia nesta quarta-feira. Eles podem pegar até cinco anos de prisão. (channelnewsasia)



Mesquitas: lugar de oração ou central de operação?

República Tcheca: ex-imã preso acusado de promover o terrorismo islâmico
Imam Samer Shehadeh pode pegar até 15 anos de prisão se for condenado por apoiar, promover e financiar o terrorismo. De acordo com relatos da mídia, os outros suspeitos são o irmão de Shehadeh, Omar, e a esposa de seu irmão. Os serviços de inteligência tchecos começaram a investigar o Imame Shehadeh em 2016. Enquanto em Praga, ele supostamente tentou radicalizar os muçulmanos. (Radio Praha)


Muçulmanos desejam Sharia -Exemplos

Irmandade Muçulmana: 90 anos de terrorismo, infiltração e Jihad global
Leia o artigo no blog.

Malásia: líder muçulmanos se opõe a convenção contra a discriminação racial pois ela colocaria o Islã no mesmo nível que as outras religiões 
Datuk Seri Abdul Hadi Awang, vice-presidente da União Internacional de Estudiosos Muçulmanos, disse que muçulmanos devem se opor à Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial disse que "é obrigatório para os muçulmanos dizer que o Islã está correto. Podemos dar direitos a outras religiões, mas dizer que outras religiões são o mesmo que o Islã é inaceitável." (nst)


Perseguição aos Ateus
Logo infundirei o terror nos corações dos descrentes; decapitai-os e decepai-lhes os dedos! (Alcorão 8:12)
Os dez piores países para ateus são todos islâmicos
A União Internacional Humanista e Ética (IHEU) divulgou “seu sétimo Relatório Anual de Liberdade de Pensamento na Assembléia Geral da ONU em Nova York”. Ele listou os 10 melhores e os 10 piores países para os ateus. A Arábia Saudita foi identificada como o pior país para os ateus, seguido pelo Irã, Afeganistão, Maldivas, Paquistão, Emirados Árabes Unidos, Mauritânia, Malásia, Sudão e Brunei. (IHEU)


Arábia Saudita: jornalista torturado até a morte na prisão
O jornalista e escritor saudita Turki Bin Abdul Aziz Al-Jasser foi preso e torturado até a morte. Autoridades sauditas afirmaram que ele administrava a conta no Twitter Kashkool, que revelava violações de direitos humanos cometidas pelas autoridades sauditas e pela família real.  (middleeastmonitor)


Perseguição Cristãos: Parte 1Parte 2
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
Egito: Jihadistas matam 7, ferem 14 em ônibus com destino a mosteiro cristão copta (gráfico)

No islamismo, 'Maria, mãe de Jesus', significa 'negação da divindade de Jesus'
Leia o artigo no blog.

O Extermínio da Minoria Cristã do Iraque
Livros escolares ensinam que os cristãos são "extrangeiros indesejados" apesar do Iraque ter se tornado cristão vários séculos antes de ser conquistado pelos muçulmanos no século VII. (Raymond via Gatestone)

Iraque: cristãos expulsos pelo ISIS, agora retornam ... para encontrar suas casas ilegalmente confiscadas 
Centenas de cristãos iraquianos que fugiram da perseguição do Estado Islâmico tiveram suas casas ilegalmente confiscadas. Pelo menos 350 propriedades de cristãos foram ocupadas por vigaristas e autoridades. O governo iraquiano impediu a venda de apenas 50 propriedades, segundo uma investigação da rede de televisão iraquiana al-Sumaria (Express).

Egito: Homem empunhando faca e Alcorão ataca cristãos na Igreja de St. George
O homem de 22 anos entrou na igreja através de uma sala destinada a assar pão para a Ceia do Senhor durante um culto de oração. Ele esfaqueou o padeiro e um outro cristão, aos gripos de Allahu Akbar. A política alegou que ele tem problemas mentais, mas as vítimas contestam essa explicação, chamando-a de uma tentativa velada de esconder o extremismo islâmico prevalente em todo o Egito. (Christian Examiner)

República Centro-Africana: pelo menos 42 mortos em ataque à Catedral do Sagrado Coração em Alindao
Pelo menos 42 pessoas morreram, incluindo um padre. Algumas estimativas não oficiais disseram que o número de mortos pode chegar a 100. Muitas das pessoas mortas eram refugiados que se abrigavam na Igreja. O ataque foi feito pelo grupo islâmico Selaka. (CNA)

Moçambique: cresce a perseguição de islâmicos a cristãos
Segundo o canal local News24, nas últimas três semanas, os membros do grupo extremista auto-denominado Al-Shabbab, queimaram 230 casas e decapitaram 23 cristãos, incluindo crianças.
(noticias.gospelprime)

Malásia: finlandeses presos por muçulmanos por causa de "panfletos cristãos"
Quatro finlandeses foram presos em uma ilha da Malásia durante suas férias, por distribuirem panfletos sobre o cristianismo, informou a polícia nesta quarta-feira. Eles podem pegar até cinco anos de prisão. (channelnewsasia)

Perseguição Judeus (Boletim de Anti-Semitismo)
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
"Hadice de Ódio": O Profeta, que Alá o abençoe e lhe conceda a salvação, disse: "O Dia do Julgamento não acontecerá até que os muçulmanos lutem contra os judeus (matando os judeus), quando o judeu se esconderá atrás de pedras e árvores e elas dirão "Ó servo de Alá, existe um judeu escondido. Venha e mate-o."

Vídeo: refutando a mentira palestina

Gigantesco Ataque com Mísseis Contra Israel Após o Catar Enviar Ajuda Financeira ao Hamas
O interessante é que Israel permitiu que as três malas cheias de dinheiro fossem entregues. O dinheiro serviria para pagar os funcionários públicos. Serviu foi para financiar a Jihad (Gatestone).

Palestinos lançam 400 foguetes contra judeus e, de repente, a mídia deixa de falar sobre anti-semitismo
O atentado na sinagoga nos EUA levou a imprensa a condenar o anti-semitismo (e, claro, acusar o presidente dos EUA, Donald Trump, de anti-semita). Mas bastou o Hamas lançar centenas de fogetes contra Israel, para a imprensa ficar caladinha. (Washington Examiner)
O Hamas tem em sua constituição o "Hadice de Ódio": anti-semitismo islâmico.

Alemanha: judeus pedem que imigrantes muçulmanos tenham aulas de anti-semitismo
"O problema do anti-semitismo árabe-islâmico está à nossa frente. Muitas dessas pessoas foram influenciadas por regimes em que o anti-semitismo é parte da lógica do Estado e ao Estado judeu é negado o direito à existência". (DW)

França: Muçulmanos atacam violentamente dois jovens judeus em uma única semana em Paris
“Uma jovem estudante vestindo o uniforme da escola judaica que ela frequenta foi abordada por um homem mais velho que falou com ela em árabe antes de lhe dar um soco nas costas.” E então “um incidente separado no dia seguinte foi relatado no 19º arrondissement. no nordeste de Paris. Um jovem vestindo um yarmulke foi agredido por três jovens em um ponto de ônibus depois que ele notou que um deles estava tentando roubar um laptop da bolsa. Depois que viram o yarmulke do jovem, os jovens gritaram insultos antissemitas e o empurraram para o chão, socando-o e chutando-o enquanto ele caía.

Ricard Abitbol, ​​presidente da Confederação de Judeus na França e Amigos de Israel, disse : “Em poucas décadas, não haverá judeus na França. E também há um problema na Europa. Quase não há judeus agora, eles estão partindo. Então, é terrível o que vou dizer, mas a Europa continua em paz o que Hitler fez pela guerra.” (algemeiner)

Irã: em visita, Louis Farrakhan, lidera canto "Morte aos EUA" e chama judeus de cupins
Em visita ao Irã, o líder do grupo americano Nação do Islã liderou o canto "Morta aos EUA" e "Morte à Israel", que ocorre de toda sexta-feira (Fox). Anteriormente, via tuíter, ele comparou os judeus a cupins (Blitz)

Chanceler alemã Angela Merkel exige que o presidente romeno não transfira sua embaixada para Jerusalém 
Em um esforço para impedir que o governo da Roménia transfira sua embaixada para Jerusalém, a chanceler alemã, Ângela Merkel, chamou o presidente da Roménia, Klaus Iohannis, em abril, pedindo que ele parese o anúncio declarado de Bucareste de transferir seu prédio diplomático para a capital israelense. (JPost)

Alemanha: Refugiado sírio suspeito de assassinar milionário alemão que o ajudou e lhe deu uma casa
Mohammed Omran Albakr assassinou seu patrocinador, Michael Riecher, porque descobriu que Riecher era judeu e que estava patrocinando a renovação e restauração de uma sinagoga (Jihad Watch).




Indonésia: decreto religioso (Fatwa) contra a vacinação leva a crescimento dos casos de sarampo e rubéola
Em agosto, o Conselho Indonésio de Ulama, o órgão islâmico mais importante do país, declarou oficialmente proibida a vacina contra sarampo e rubéola,  sob alegações de que eram baseadas em material derivado de porcos. Como resultado, as taxas de imunização caram. (sciencealert)





.➽

Um comentário:

Afonso Pereira disse...

Avassalador! :-(

No Amigo de Israel também continuamos a dizer a verdade que os media escondem.

Mas o cerco aperta-se por parte dos poderes instituídos.

Afonso Pereira