quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O começo da "vida profética" de Maomé (a coisa toda é "diabólica")



Existe uma diferença entre diabólico e demoníaco. Eu costumo dizer que o islão é diabólico, no sentido que ele é cheio de artimanhas que acabam envolvendo os menos preparados ou aqueles mais indefesos a se tornarem propagadores declarados ou defensores e apologistas da ideologia. Eu conheço gente que diz que o islão é mesmo demoníaco. Mas, eu me atenho ao aspecto da ideologia, porque apenas isso já caracteriza o islamismo como, eu diria, a pior invenção da história da humanidade.

Um vídeo na internet trata dos primórdios do islão, quando, segundo a narrativa islâmica, Maomé é visitado por um espírito que o deixa aterrorizado a ponto dele tentar o suicídio várias vezes. A narrativa dos eventos é fiel às fontes islâmicas. Os comentários do autor do vídeo fazem algumas indagações interessantes.

Demoníaco ou não, o fato é que ao se julgar Maomé pelas suas ações é de se desconfiar que ele era uma pessoa perturbada, mentalmente, ou epilético, ou outra coisa qualquer.

Então, divirtam-se com este vídeo, intitulado  "Maomé e Satã."

E lembre-se, o vídeo está baseado nas narrativas islâmicas.






2 comentários:

Cláudio Salum disse...

O islamismo e o maior inimigo da fé católica. Como poderia vir de Deus? Esta mais que evidente que e uma falsa religião soprada por Satã nos ouvidos de Maome para se contrapor e destruir a verdadeira religião. O chamado dialogo inter-religioso e os demais erros da heresia modernista são falsidades que estão custando caro a Igreja, fazendo com que ela baixe a sua guarda contra os seus inimigos. Ja nem se fala mais na Igreja Militante e no espirito de cruzada. A partir do Concilio Vaticano ll, a Igreja simplismente recolheu as suas armas que poderiam defende-la nesses tempos dificeis, pois o inimigo atua nao so fora mas principalmente dentro dela. Os embustes e ciladas do demônio não tem limites...

Alexandre Sousa disse...

Vi historia de que o profeta fez uma tregua com uma cidade que iria durar 10 anos, mas depois de 2 anos de preparativos atacou a cidade inesperadamente. Isso influenciou muito as cruzada, porque os cristão acostumados ás das artimanhas muçulmanas acabaram usando truques iguais e não tinha confiança nos muçulmanos. As crueldades das cruzadas não foi diferente das crueldades praticadas pelas guerras santas dos muçulmanos. Desde os ataques muçulmanos nos tornamos uma cultura islamizada, não somos mais o que eramos antes dos muçulmanos começarem suas guerras de expansão. Os britanicos encontraram uma India islamizada, e sua ocupação foi facilitada por uma população abusos dos muçulmanos. A India se dividiu em India e Paquistão porque existia muito ressentimento entre Indus e muçulmanos. Em paises vizinhos da India vemos noticias de ódio contra muçulmanos. O mundo será mais pacifico quando essa fé enfraquecer depois de muitas derrotas, porque são as vitorias sangrentas que alimenta esse culto de morte.