sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Dalai Lama diz: "a Europa pertence aos europeus" e "os refugiados devem voltar e reconstruir seus países de origem"

O líder espiritual do budismo tibetano, o (décimo-quarto) Dalai Lama, Tenzin Gyatso, disse na quarta-feira que "a Europa pertence aos europeus" e que os refugiados devem retornar aos seus países de origem para reconstruí-los. As afirmações causaram polêmica junto às elites européias e aos ativistas de extrema-esquerda, que são favoráveis a uma Europa sem fronteiras e à substituição da população nativa européia por pessoas oriundas do Oriente Médio e norte da África.

O Dalai Lama falou em uma conferência em Malmö. Foto: Johan Nilsson / TT

Ele discursou em uma conferência em Malmö, a terceira maior cidade da Suécia, e que abriga uma grande população imigrante. Malmö também contém bairros considerados como "zonas proibidas" (no-go zones). O Dalai Lama - que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1989 - disse que a Europa era "moralmente responsável" em ajudar um "refugiado realmente sob perigo de vida."

Ele disse: "Receba-os, ajude-os, eduque-os ... mas, em última análise, eles devem desenvolver seu próprio país." E complementou: "Eu acho que a Europa pertence aos europeus." O Dalai Lama disse que os europeus devem deixar claro que é responsabilidade dos refugiados reconstruírem os seus países de origem usando o conhecimento adquirido na Europa.

O Dalai Lama é um o tibetano de 83 anos que fugiu da capital, Lhasa, temendo pela sua vida, depois que a China despejou tropas na região para esmagar um revolta, em 1959. Desde então ele vive exilado. Nada mais natural que ele achar que o Tibet pertence aos tibetanos ... e que a Europa aos europeus. (E eu complementaria: o Brasil pertence aos brasileiros!)

O Dalai Lama é reverenciado por milhões de budistas em todo o mundo, e considerado por muitos de seus defensores como um visionário da estirpe de Mahatma Gandhi e Martin Luther King.

Que pena que o Papa Francisco não jogue no mesmo time que o Dalai Lama.

O que deixou os "progressistas" suecos mais danados foi porque o Dalai Lama fez estas declarações três dias depois que o partido de centro-direita Democrata Sueco (SD) conseguiu ampliar sua presença no parlamento, nas eleições gerais de domingo. O SD é crítico da imigração em massa imposta pelo governo sobre a população Sueca. Em 2015, a Suécia recebeu o maior número de requerentes de asilo per capita na Europa.

Estudos mostram que a tendência é que a população nativa sueca se torne minoritária já em 2070.


Fonte: The Local, quoting the AFP.

Nenhum comentário: