sábado, 27 de outubro de 2018

Ação firme da Itália fecha contrabando de refugiados feito por ONGs a partir da costa da Líbia

Diversas organizações não governamentais (ONGs) participavam do contrabando de africanos desde a costa da Líbia até as costas da Itália. O vídeo abaixo mostra o movimento de diversos navios de ONGs no mediterrâneo.
For two months, using marinetraffic.com, we have monitored movements of ships owned by NGOs, and we have kept track of the arrivals of African immigrants. For more information: NGOs Armada operating off the coast of Libya https://gefira.org/en/2016/11/16/ngos-armada-for-the-coast-of-libya/. The Americans from MOAS ferry migrants to Europe https://gefira.org/en/2016/11/16/moas-is-there-to-pick-you-up/. Caught in the act: NGOs deal in migrant smuggling https://gefira.org/en/2016/11/15/caught-in-the-act-ngos-deal-in-migrant-smuggling/. Death road to Europe promoted on the web https://gefira.org/en/2016/11/15/death-road-to-europe-promoted-on-the-web/.

https://www.bitchute.com/video/EYK4GnwK0JV6/


Mas a ação do novo governo italiano, notadamente do ministro do Interior, Matteo Salvini, contra essas ONGS parece ter tido sucesso com os relatos de que, atualmente, nehuma ONG opera na costa da Líbia.

Ao longo de 2016 e 2017, várias ONGs de transporte de migrantes operaram na zona de busca e salvamento (SAR) ao largo da costa da Líbia para buscar migrantes, levando-os para a Itália. Mas um decreto de Salvini suspendeu o acesso dos navios das ONGs, levando ao interropimento de todas as atividades de transporte migrantes na área.

O ministro Salvini celebrou a notícia dizendo: "Graças às nossas ações, nenhum navio de contrabando está na costa líbia, então, os contrabandistas pararam com o seu trabalho sujo".

“Os resultados: 110.000 chegaram no ano passado até outubro, mas os desembarques deste ano pararam em 21.000. E pensar que, de acordo com o Partido Democrata, as 'migrações' eram 'processos inevitáveis, contra as quais nada se poderia fazer' ”, acrescentou Salvini.

Desde meados de 2017, as ONGs de transporte migrantes enfrentaram uma pressão crescente do governo italiano, pois os promotores levantaram alegações de cooperação com contrabandistas de pessoas e alguns até se referiram às ONGs como “táxis” para migrantes que querem chegar à Europa.

Uma das ONGs mais ativas envolvidas nas operações de transporte de migrantes foi a SOS Méditerranée, sediada na França, que operava o navio Aquarius. O Aquarius teve que encerrar as operações na zona de SAR depois que Gibraltar retirou a permissão para que a embarcação navegasse sob sua bandeira em agosto, forçando a ONG a suspender as operações até que conseguisse convencer o Panamá a permitir usar sua bandeira. Mas apenas um mês depois disso, a ONG foi mais uma vez despida da bandeira do navio, acusando os italianos de pressionarem o governo panamenho para retirar a permissão de navegação.




sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Falar a verdade sobre Maomé se tornou crime na Europa? (Tribunal multa ativista por "insinuar" que Maomé era pedófilo)

Elisabeth Sabaditsch-Wolff, uma ativista anti-Jihad baseada na Áustria, foi multada e condenada por ter sugerido que Maomé era um pedófilo, em seminários em 2008 e 2009. O fato é que Maomé se casou com uma criança de seis anos (Aisha), consumando o casamento quando ela tinha nove anos. Mas os tribunais austríacos, que julgaram o caso em 2011, "sustentaram que Elisabeth Sabaditsch-Wolff estava fazendo julgamentos de valor parcialmente baseados em fatos falsos e sem considerar o contexto histórico." (DS)

Agora, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (CEDH) confirmou a punição.

O problema é que as cortes austríacas e o CEDH negligenciaram como Maomé é visto no Islã: como o exemplo perfeito de conduta para os muçulmanos (cf. Alcorão 33:21). Por conseguinte, o seu exemplo conduz à pedofilia e, de qualquer modo, a distinção entre pedofilia e casamento infantil é muito tênue. Por exemplo, no Afeganistão, praticamente todas as meninas na faixa etária correspondente à terceira série são casadas, e devido ao exemplo criado por Maomé. Mas tanto a corte austríaca quanto a Corte Européia de Direitos Humanos, quer que acreditemos que não existe pedofilia nesses casamentos infantis ou que eles não têm nada a ver com Maomé.

Mas, cá entre nós, vocês acham que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos iria multar ou prender alguém por criticar Jesus? Tal caso nem seria julgado.

O triste e preocupante é que este é mais um passo importante para a imposição da lei islâmica (Sharia) na Europa, já que um dos preceitos da Sharia é a punição contra a blasfêmia, ou seja, qualquer crítica a Maomé.

Claire Corkery, The National (EAU):
Uma mulher austríaca, que foi condenada por insultar o profeta Maomé, não teve seu direito à liberdade de expressão violado, decidiu um tribunal europeu.
O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (CEDH) decidiu que os tribunais na Áustria, onde a mulher foi considerada culpada, equilibraram o "direito à liberdade de expressão com o direito de outros de terem seus sentimentos religiosos protegidos, e serviram ao objetivo legítimo de preservar paz religiosa na Áustria."
A mulher, que foi nomeada apenas como ES, realizou seminários em 2009 para o Partido da Liberdade na extrema direita da Áustria, no qual fez comentários difamatórios relacionados ao casamento do profeta Maomé com Aisha, que geralmente é deturpado como sendo para uma garota menor de idade.
Em outras palavras: em 2018, na Europa, você não pode dizer que Maomé era um pedófilo ou você pode ser processado. Você não está violando os direitos humanos de Maomé, um homem que está morto há 1.400 anos. Mas você estará ofendendo uma classe protegida. Você está irritando as pessoas erradas, você vai pagar por isso.

Pense nessa frase: "O direito dos outros de terem seus sentimentos religiosos protegidos". Isso não é maravilhoso? É melhor você pensar bem no que diz, porque outras pessoas têm sentimentos religiosos e elas têm o direito de serem protegidas de suas palavras ofensivas. Elas têm o direito da "paz religiosa." É melhor você não perturbá-las dizendo algo que elas não gostam.

Quem decide o que é ofensivo? Quem decide que opiniões podem ou não serem expressas publicamente? Você, não. Esses assuntos serão decididos por você e é melhor você se submeter para evitar problemas com a polícia e a justiça.

Toda aquele movimento com o hashtag #JeSuisCharlie foi por nada. Era tudo oco e infantil.

Mas não iremos ficar calados. Parafraseando Wiston Churchill:
Se você não lutar por aquilo que é o correto quando você pode vencer facilmente e sem derramamento de sangue; se você não lutar quando sua vitória é certa e não muito cara; você pode se ver defronte a um momento no qual você terá que lutar com todas as probabilidades contra você e com apenas uma chance precária de sobrevivência. Pode até haver um caso piorVocê pode ter que lutar quando não há esperança alguma de vitória, porque é melhor morrer do que viver como escravo.




sábado, 20 de outubro de 2018

Notícias sobre a Jihad Global do mês de setembro de 2018

Veja o que entrou de novo no blog em setembro de 2018, exemplificando a aplicação da lei islâmica Sharia ao redor do mundo, seja por governos de países com maioria muçulmana, grupos islâmicos ou mesmo ações individuais.


Carl Jung compara nazismo e Hitler ao islamismo e Maomé
Leia o artigo no blog.


Direitos das Mulheres sob o Islão: Parte 3Parte 2Parte 1
A imigração muçulmana aliada ao políticamente correto do Ocidente estão tornando as mulheres ocidentais igualmente sem defesa frente ao avanço implacável da Sharia.
Índia proíbe "talaq triplo", o 'divórcio instantâneo islâmico' - muçulmanos clamam 'islamofobia'
Leia o artigo no blog.

Canadá: menina de 13 anos estuprada e assassinada por refugiado sírio; muçulmana reage violentamente contra protesto
Leia artigo no blog.

Síria: jovem mulher descreve como seu pai a forçou a "jihad sexual" com os rebeldes muçulmanos
Vídeo de 2013 traz o testemunho de Rawan al-Dah, que, aos 16 anos, foi forçada pelo pai a fazer sexo com os jihadistas do Estado Islâmico. O seu pai alegava que isso era uma forma de jihad e que a cada vez que ela era consumida por um jihadista pela causa de Alá, ela se tornava uma mártir e ficava mais perto do paraíso islâmico. (YouTube OK)

Indonésia (Achem): governo proíbe que homens em mulheres façam refeições em público a não ser que eles sejam casados ou parentes, de modo a tornar as mulheres "mais obedientes e comportadas"
A lei também proíbe que restaurantes sirvam mulheres desacompanhadas. (Daily Mail)

Grã-Bretanha: adolescente aliciada já havia feito sexo com '100 muçulmanos ao completar 16 anos'; havia ficado grávida aos 15
Jurados no julgamento do abuso sexual de menores, em Rotherham, ouviram ainda que ela começou a ser abusada aos 13 anos de idade. A imprensa inglesa usa o termo "asiáticos" para se referir aos muçulmanos de origem paquistanesa (Sun)

Grã-Bretanha: grupo muçulmano promove a mutilação feminina no Twiter
Um grupo muçulmano chamado Dawoodi Bohra Mulheres pela Liberdade Religiosa postou um tweet na semana passada justificando 'khafz' - ou circuncisão feminina - em meninas jovens. O anúncio pago foi aceito pelo Twiter (dailymail).



Canadá: Ibrahim Ali, refugiado sírio, 28 anos, preso pelo assassinato de Marrisa Shen, 13 anos
A polícia encontrou o corpo de Marrisa em um parque na cidade de Barnaby, e julga ter sido um "crime aleatório" (ou seja, estupro seguido de morte). O crime ocorreu em julho de 2017, quatro meses após a chegada de Ibrahim ao Canadá. O interessante é que o governo perdeu seus dados migratórios  (Vancouver Sun).

Canadá: Mohammad Zadeh estuprou velhinhas em asilo, mas crime foi acobertado pelo hospital, polícia e imprensa por 3 anos. Por que os muçulmanos recebem tratamento especial que os coloca acima da lei?
Entre março de 2015 e outubro de 2015, Shojaadin Mohammad Zadeh, então com 51 anos, agrediu e agrediu sexualmente pelo menos cinco pacientes idosos, com idades entre 88 e 91 anos, no Mackenzie Health Hospital. A gerência do hospital sabia dos incidentes mas orientava explicitamente sua equipe a não divulgar nada à polícia ou às famílias das vítimas, para proteger a reputação do hospital. Após sua demissão definitiva do hospital em 19 de outubro de 2015, após dois dias de prisão, Zadeh foi contratado pela Comunidade e Assistência Doméstica para Seniores e passou a agredir sexualmente mais mulheres em Hadley Grange, uma instalação de idosos assistida em Aurora, Ontario. Zadeh também agrediu sexualmente um homem idoso na própria casa da vítima enquanto servia como assistente para a We Care Home Health Services. O sistema de saúde canadense manteve isso em silêncio; o sistema legal canadense varreu isto debaixo do tapete, os jornais parecem ter medo de divulgar isso e as famílias das vítimas são forçadas ao silêncio. (myalzheimersstory)

Paquistão: Casamentos forçados são a principal razão por trás do aumento da taxa de suicídio em Chitral
Houve 21 suicídios em 2017 devido a “casamentos [principalmente femininos] sem consentimento” e a cifra ficou em 12 para 2018 até agosto. (Pakistan Today)

Índia: mulher muçulmana enforcada e mutilada por irmão e pai por estar em 'relacionamento' com o homem hindu
Mais um caso de assassinato por honra. A mulher foi estrangulada e mutilada por seu pai e irmão, no distrito de Purba Burdwan, em Bengala Ocidental. Os dois admitiram ter matado a mulher com uma corda dentro de um veículo em movimento, enquanto a levavam de volta a Jamalpur, e depois jogavam seu corpo na terra agrícola depois de desfigurar seu rosto com uma pedra. (OPIndia)

Somália: mais duas meninas morrerem devido a FGM, a mutilação da genitália feminina
Duas irmãs, de 10 e 11 anos, morreram sangrando na semana passada depois de terem sido cortadas na remota aldeia pastoril de Arawda North, no distrito de Galdogob, em Puntland.  Na Somália, 98% das mulheres e meninas sofrem FGM, a taxa mais alta do mundo. A população da Somália é 99,8% muçulmana. (Guardian)

Itália: Menina adolescente espancada pelo pai por usar trajes 'muito ocidentais'
Um marroquino de 58 anos, que vive e trabalha em Solesina, está sob investigação por bater e abusar de sua filha adolescente por ficar "ocidentalizada demais." A filha, de 16 anos, tinha hematomas no rosto, disse à polícia que foi atropelada e jogada contra a parede por seu pai, porque ele não queria que ela fosse integrada à comunidade local nem se vestisse com roupas típicas do Ocidente. (Ansa)

Egito: vida das mulheres cristãs no Egito é o inferno
No início deste ano, uma jornalista copta do sexo feminino chamada Engy Magdy escreveu um editorial, publicado pelo site de notícias católicas baseado emm Nova York, The Tablet, documentando como a vida das mulheres cristãs no Egito era "o inferno". (Christian Post)
"Para ser uma mulher em um país onde a maioria das pessoas vê as mulheres como uma desgraça e, na melhor das hipóteses, olham para elas de um ponto de vista sexual, é um fardo pesado, mas ainda pior quando você é uma mulher cristã."
"A maioria das mulheres muçulmanas no Egito usam um hijab (o véu islâmico) e, portanto, as outras que não usam o véu são cristãs. Isso significa que o homem egípcio acha que tem o direito de assediá-la, simplesmente porque a vê como uma prostituta e um descrente."
Egito: muçulmana narra sobre casamento forçado com um primo "inútil" 
“Meu pai era muito rigoroso conosco. Sua oficina estava do outro lado da rua do nosso prédio, e ele gritava se nos visse espiando pela janela. Era como uma prisão. Nós ficávamos em casa, fazíamos chá e comida, e assistíamos TV. Naquela época, eram principalmente filmes em preto e branco, com artistas egípcios. Meus favoritos eram as histórias de amor. Mas era apenas uma fantasia para mim, porque meu pai afugentava todos os meus pretendentes. Durante esse tempo eu me apaixonei pelo vizinho da minha avó. Ele era alto, pele clara e usava o cabelo penteado para trás. Eu fingia visitá-la só para poder vê-lo. Eu usava meus vestidos mais bonitos, arrumava meu cabelo e ficava do lado de fora de sua janela. Ele sempre sorria para mim. Eu era bonita naquela época. Eu o amava. E ele me amava. Ele disse ao meu amigo que queria se casar comigo. Mas meu pai me casou comigo com meu primo e foi aí que começou a tragédia. Eu dei à luz um filho após o outro. Eu tive que trabalhar em tempo integral porque meu marido é tão inútil. Ele é um vagabundo total. Mas ainda moro ao lado do meu primeiro amor. Ele tem um diploma universitário. E toda vez que ele me vê, ele sorri." (Cairo, Egito) (humansofnewyork)

Malásia: mulher condenada ao açoite por infringir a lei islâmica
Um tribunal religioso do estado oriental de Terengganu, governado pelo Partido Islâmico Pan-Malaio (PAS) condenou uma mulher ao açoite por oferecer serviços sexuais. A mãe solteira de 30 anos, que foi capturada por policiais islâmicos em um hotel em 17 de setembro, havia pedido clemência, dizendo que se voltou para a prostituição para criar seu filho e não recebia apoio financeiro de seu ex-marido (reuters).


Doutrinação

Grã-Bretanha: onde estas "crianças adoráveis" aprenderam este negócio de bater nos outros "pela causa de Alá"?
Os valentões dizem para um menino enquanto ele é espancado: "fique de joelhos e reze para Allah". O menino permanece no chão. Imagens de celular mostram que eles atacam com violência em Feltham, Middlesex. (Daily Mail)

França: relatório indica que os "radicais" dominam o círculo intelectual dos muçulmanos na França
O novo relatório, de autoria do especialista em islamismo franco-tunisiano Hakim el Karoui, do Instituto Montaigne, afirma que as idéias radicais islâmicas permeiam os círculos intelectuais islâmicos da França, dizendo que as livrarias foram dominadas por versões radicais da religião. Turquia e Arábia Saudita financiam imãs e mesquitas para disseminar as tendências intelectuais mais radicais do Islã (Breitbart, RTL).

Imam canadense: “O apedrejamento é também purificação para o crente”
Faisal Hamid Abdur-Razak, de Brampton, é o Ameer (Líder Espiritual) do Conselho Ahlus Sunnah do Canadá (CCAS), um Guia Espiritual da ASJA (Associação Anjuman Sunnatul Jamaat de Trinadad e Tobago) e fundador do Fórum Islâmico do Canadá em Brampton. Ontário.

Aqui está um trecho do sermão de Faisal Hamid Abdur-Razak que foi publicado em 17 de novembro de 2012:
Mesmo na Sharia islâmica [Lei], o ato de apedrejar também é feito para rejeitar certas ações más. Se alguém comete certos crimes no Islã, e ele é considerado culpado por um tribunal islâmico, uma das punições é apedrejamento até a morte, significando que nós também rejeitamos as ações más. Mas há algo mais; Há algo mais que o apedrejamento faz ao crente. Para Iblis [Satanás], para o Shaytan [Satanás], está rejeitando-o e rejeitando sua tentativa de nos influenciar. Mas para o crente existe um benefício importante. Alguém no tempo do Profeta, que a paz esteja com ele, cometeu um ato imoral, que requeria apedrejamento, veio ao Profeta, que a paz esteja com ele, e confessou ao Profeta, que a paz esteja com ele, e o Profeta continuou se afastando dele, Glorioso é Alá, porque ele não queria ouvir. Mas o companheiro [صحابي] ele sabia que tinha feito algo errado, ele continuou indo na frente do Profeta, a paz esteja com ele, [e disse]: 'O Mensageiro de Allah [ يا رسول الله] Eu fiz isso, devo ser punido. O Profeta, que a paz esteja com ele, continuou se afastando, afastando-se dele, como ele não queria ouvir isso e o companheiro [ صحابي ] persistiu, indo e andando na frente do Profeta [dizendo]: 'Ó mensageiro de Alá [ يا رسول الله ] Eu fiz isso, eu devo ser punido. E finalmente o Profeta ordenou que ele fosse apedrejado até a morte. E isso foi feito, e o Profeta, que a paz esteja com ele, ordenou que ele estivesse preparado para o funeral [islâmico] [ جنازة ] e o próprio Profeta orou [no] seu funeral [ جنازة ]. Ele disse a seus companheiros: 'ele está no céu [ جنة ], ele está purificada, ele está purificado'. Então, este ato de apedrejamento agora também é purificação para o crente. (acdemocracy)

Escravidão - Exemplos

Escravidão islâmica moderna, narrada por uma vítima
Leia o artigo no blog.

Al Jazeera remove papel dos muçulmanos na escravatura e culpa portugueses, em documentário franco-português 
Não é surpresa que a Al Jazeera, a rede de TV porta-voz da al-Qaeda, distorça a historia para livrar a cara dos povos mulçumanos, notadamente árabes, bérberes e turcos, que foram os primeiros na idade moderna a praticarem a cultura da escravatura em massa. (dn)
A cidade de Argel era conhecida no seculo XIV e XV como fortaleza de piratas e maior entreposto de escravos do mundo da época, muitos deles eram escravos europeus capturados nas costas da Europa ou em abordagens de navios de cristãos por piratas mulçumanos.



O profeta (a paz esteja com ele) disse: "Se encontrardes alguém fazendo como o povo de Lot fez, matai aquele que faz e aquele a quem a coisa é feita." (Hadice Abu Dawood 38:4447) -- PS. O "povo de Lot" são os homens que aparecem na Bíblia querendo fazer sexo com os homens que se hospedaram na casa de Lot (Gênese 19:4-5)
Malásia: lésbicas são açoitadas para "infundir o temor a Alá"
Duas mulheres, consideradas culpadas por tentar fazer sexo, foram chicoteadas seis vezes em público devido decisão do Tribunal de Sharia de Terengganu. Cerca de 100 pessoas assistiram à punição pública (Ecoando).


Halal - Boicote Halal 

Leia este artigo "Boicote Produtos Halal" para saber o que é "comida halal" e o porquê de boicotá-la. E visite os demais links.



História (Arte e Jahiliyya)

Maldivas: 'galeria das marés', obra de arte única no mundo, destruída pela polícia depois de ser considerada "ofensiva ao Islã"
A galeria abriu no Fairmont Maldives Sirru Fen Fushi em julho, com esculturas semi-submersas. Elas foram projetados pelo artista britânico Jason deCaires Taylor e a obra de arte era conhecida como 'Coralarium'. Mas o ex-presidente dos arquipélago das Maldivas, Abdulla Yameen, decidiu que as esculturas incomuns eram "ofensivas ao Islã". No dia anterior à eleição presidencial, que ele perdeu, ele ordenou que a polícia destruísse a galeria das marés. (Daily Mail)




‘Esfaqueei Bolsonaro a mando de Deus.’ Mas a que deus Adélio Bispo dos Santos se refere? Quem é o responsável pelas fotos forjadas de outras pessoas participando do ataque?
Artigo externo que mostra as tendências do criminoso (menorahnet)

Semelhanças entre o atentado contra o Bolsonaro e a Jihad Islâmica
1. O criminoso usou uma estratégia preconizada pela revistas da Al-Qaeda e pelo Estado Islâmico como forma de "aterrorizar o infiél":  a facada.
2. Advogados do esfaqueador irão alegar que ele tem problemas mentais. É comum que aqueles que desejam encobrir os reais motivos de um jihadista digam que ele era doente mental (o que não deixa de ser verdade: jihad é doença mental). (O Globo)

Preso financiador do Hezbolá no Brasil
Assad Ahmad Barakat é detido pela Polícia Federal em Foz do Iguaçu após um mandado de prisão do Paraguai. Acusado pelos EUA de apoiar terrorismo, ele é suspeito de comandar organização criminosa na tríplice fronteira (DW). 
Um lembrete que, em 2017, o Hezbollah fez uma aliança com o grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC) (Jornal Braziliense).

BNDES vai emprestar US$ 1,2 bi para empresas ativas no Irã
Alguém pode me explicar a lógica do BNDES emprestar dinheiro à República Islâmica do Irã, uma teocracia quebrada e que sofre um tremendo embargo dos EUA, embargo este que nem a poderosa União Européia consegue furar? (Exame)

Islamização do Mundo e Colapso do Ocidente – Exemplos: PARTE 1 e PARTE 2  

Dalai Lama diz: "a Europa pertence aos europeus" e "os refugiados devem voltar e reconstruir seus países de origem"
Leia artigo no blog.

EUA fecham missão da Organização de Libertação da Palestina (OLP) em Washington
"A liderança da OLP condenou um plano de paz dos EUA que ainda não viu e se recusou a se envolver com o governo dos EUA com relação aos esforços de paz", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, em um comunicado. "Como tal, e refletindo as preocupações do Congresso, o governo decidiu que o escritório da OLP em Washington será fechado neste momento."  (DW)

Alemanha corta financiamento para a maior organização turco-islâmica, DITIB
A União Turca-Islâmica para Assuntos Religiosos (DITIB), que tem estado no centro de uma série de controvérsias. O grupo, sediado em Colônia, dirige mais de 900 mesquitas ligadas à Diretoria de Assuntos Religiosos do governo turco, ou Diyanet, que fornece imãs às mesquitas do DITIB. O DITIB foi acusado de agir como o braço longo do Estado turco e alguns imams teriam agido, por ordem de postos diplomáticos turcos, para espionar turcos contrários ao governo do presidente Erdogan. (dw)

Alemanha: onda de manifestações em Chemnitz contra os assassinatos cometidos pelos "convidados da Merkel"
Milhares de manifestantes realizaram uma "marcha de luto"  pelas pessoas assassinadas por migrantes, após o esfaqueamento fatal de Daniel Hillig, o último caso e a gota dágua. Alaa S., de 23 anos, da Síria, e Yousif A., de 22 anos, do Iraque, foram presos após a morte de Hillig. Ambos tinham passagens prévias e deveriam ter sido deportados. (Breitbart)


Alemanha: novas manifestações, deste vez em Köthen, devido a mais um assassinato cometido por dois afegãos requerentes de asilo
A vítima tinha 22 anos e morreu do coração devido aos ferimentos ao tentar separar três afegãs de uma mulher grávida. (BBC)

Alemanha: pai de homem assassinado por refugiados chamado de nazista por ativistas de extrema-esquerda 
Karsten Hempel discursava em uma manifestação, falando sobre a experiência de ter perdido o filho (Breitbart).

Suécia será Suécia apenas no nome: demografia e imigração em massa resultam em desastre
Relatório da Gefira revela o seguinte:
  1. a taxa de fertilidade dos suecos brancos nativos é muito menor (1,6) do que a taxa de fecundidade total do país (1,9);
  2. o sistema parental sueco não consegue gerar mais bebês;
  3. o número de crianças com um nome islâmico está crescendo a um ritmo acelerado. Desde 2010, aumentou em mais de 30%, de modo que agora cerca de 8 a 10% dos recém-nascidos na Suécia têm um nome islâmico.
  4. a população sueca branca nativa será uma minoria no prazo máximo de 40 anos. A mesma fonte mostra que 22% dos recém-nascidos têm antecedentes migratórios não-ocidentais.
Relatório: https://gefira.org/en/2018/07/27/sweden-will-remain-sweden-but-in-name/
Vídeo original: https://youtu.be/pSlNGUGmImo


Suécia: eleição mostra que parte considerável do eleitorado está cansada com a política migratória do "governo feminista"
O resultado das eleições gerais indicam que o partido governista, Democrata-Social, perdeu eleitorado, enquanto que a oposição de centro-direita cresceu. Especialistas dizem que vai ser difícil se formar uma coligação. No meu entender, o mais lógico seria uma coligação majoritária de centro-direita entre os partidos Moderado, Democrata Sueco, Centro e Democrata Cristão ou Liberal. Resultados por partidos (The Local):
- Social-Democrata (D): 28.4%
- Moderado (M): 19.8%
- Democrata Sueco (SD): 17.6%
- Centro (C): 8.6%
- Esquerda (V): 7.9%
- Democrata Cristão (KD): 6.4%
- Liberal (L): 5.5%
- Verde (MD): 4.2%
Um pouco mais sobre as eleições suecas neste artigo do Gateston Institute.

Síria: será que a Europa e os EUA irão ajudar a Al-Qaeda na Síria, de novo?
A guerra civil na Síria, que em termos efetivos foi vencida pela Síria com a ajuda da Rússia e do Irã (ajuda deste último é algo ruim) chega a um empasse final e perigoso. O último reduto dos jihadistas rebeldes (grupos ligados à Al-Qaeda, como a Jabhat an-Nusra - e que os EUA de Obama ajudou e armou) é a cidade de Idlib. Ela está cercada pelo exército sírio. A Rússia acusa os jihadistas, com a ajuda dos "capacetes brancos", de estarem tramando uma encenação, a de um ataque com gás venenoso, em uma derradeira tentativa de envolver os EUA e a OTAN no conflito. O Reino Unido e a França já dizeram que não confiam nos russos. Vamos torcer para que este impasse não se escale. (RT)

Grã-Bretanha: instrutor dos escoteiros demitido por questionar instrutora muçulmana de canoagem que usa burca: sua vestimenta restringe seus movimentos e visão
Brian Walker foi expulso do movimento Escoteiro, depois de 50 anos de filiação, porque estava confuso. Ele questionou a capacidade de uma instrutora, vestindo um "véu islâmico completo", em desempenhar seu papel de instrutora de canoagem. Por exemplo. Como uma mulher totalmente coberta poderia dar lições de canoagem ou nadar para resgatar um escoteiro em dificuldade? Como ela poderia navegar sua própria canoa adequadamente usando o seu véu? Como ela poderia ter certeza de que suas instruções estavam sendo vistas e ouvidas? Em caso de emergência, ela aplicaria respiração boca-a-boca? Ele teme pela segurança das crianças! Ele também disse que ela parece o Darth Vader (cá entre nós, ele tem razão) (Daily Mail)
Brian Walker (esquerda) e a muçulmana instrutora de canoagem (direita)

Grã-Bretanha: Veja como a polícia inglesa define "Crime de Ódio" - INACREDITÁVEL!
"Se alguém faz algo que não é um crime mas a vítima, ou qualquer outra pessoa, acredita que o que foi feito foi motivado por discriminação ou ódio, nós podemos classificar isso como um 'indicente de ódio'. Embora o que o perpetrador tenha feito não é contra a lei, seus motivos podem ser. Isso significa que ele pode ser acusado de crime."


Grã-Bretanha: novo uniforme policial feminino se submete à lei islâmica
Força policial revela uniforme mais modesto para oficiais muçulmanas do sexo feminino com uma túnica mais solta, como parte de uma campanha para recrutar mais recrutas de minorias étnicas. Muitas forças já permitem que oficiais do sexo feminino usem o hijab, ou lenço de cabeça, mas acredita-se que o novo uniforme seja o primeiro uniforme islâmico do Reino Unido. (Daily Mail)


Itália: recusa de aceitar barcos com imigrantes resultará em economia de 1,9 bilhão de Euros este ano 
Estima-se que 140 mil migrantes deixarão de embarcar na Itália este ano devido a ação firme do novo governo do ministro Mateo Salvini (ANSA).

Canadá: Iraniano adverte: islamistas se aproveitam da passividade da Esquerda canadense para avançar Sharia
Um iraniano que reside no Canadá, exilado do Irã, alerta sobre a estranha aliança entre a Esquerda canadense e o islamismo, e que a vontade do governo de satisfazer as exigências dos islamistas está sendo usada por eles, que exigem cada vez mais.

https://www.bitchute.com/video/Z7RCUApaSEF9/

Canadá: imigrantes ilegais registram queixa no Comitê de Direitos Humanos reclamando da falta de acesso às creches subsidiadas pelo governo em Quebec
Esses "imigrantes ilegais" saem dos EUA de ônibus até a fronteira do Canadá, tiram suas bagagens, e atravessam a fronteira na maior cara de pau e o governo canadense os acolhe como "requerentes de asilo." Mas eles não estão fugindo de guerra alguma, não estão passando fome, e nem estão morando na rua. Como refugiados, eles irão passar vários anos vivendo às custas dos impostos pagos pelos cidadãos canadenses e pelos imigrantes legais, até que o requerimento de asilo seja julgado. E, caso negativo, entram na justiça com a ajuda de algum ONG de "direitos humanos" e acabam ficando. (CBC)

Secretário-geral da ONU jejuando no Ramadã em solidaridade para com os muçulmanos 
O secretário-geral da ONU é António Guterres, um português, foi presidente da Internacional Socialista entre 1995 e 2000 (JN).



Filipinas se torna o destino dos jihadistas europeus (para o Estado Islâmico)
A prisão de jihadistas de diversas nacionalidades vem levantando a suspeita que o Estado Islâmico está se reagrupando nas Filipinas. Ano passado, o Estado Islâmico conquistou uma cidade, tendo sido necessário meses de ação do exército filipino para expulsá-los. E, em 2013, 60 mil filipinos foram desalojados pela ação da jiha islâmica (The Defense Post)

Holanda: 2 americanos esfaqueados em trem em Amsterdã em ataque terrorista
Um cidadão afegão de 19 anos foi movido por um "motivo terrorista" para esfaquear dois norte-americanos na principal estação ferroviária de Amsterdã, informaram autoridades municipais da capital holandesa no sábado (Time). Terrorista disse que "insulto ao islão" foi o motivo do atentado (NLTimes)

Holanda: 400 policiais estouram célula jihadista composta por iraquianos
A polícia prendeu sete homens suspeitos de planejar um grande ataque extremista em algum lugar na Holanda, junto com grandes quantidades de matérias-primas para explosivos em suas casas, disseram os promotores na sexta-feira. (Breitbart)

Espanha: homem aterroriza os passageiros da Ryanair chamando os cristãos de "infiéis" e "sharia o mais justo estado de direito"
O incidente ocorreu cerca de 40 minutos antes do vôo de Barcelona foi programado para pousar em Sevilha. (mirror)

Grã-Bretanha: "Matar! Matar! Matar!" Mulher vestida de muçulmana corre atrás de pedestres com faca de 30 cm em cidade inglesa, 1 ferido
Isso ocorreu em Barnsley, cidade a 245 km ao norte de Londres. A força anti-terrorismo foi chamada para investigar o caso (Breitbart).

França: Afegão esfaqueia sete pessoas em Paris
Quatro estão em estado grave. Apesar de adulto, o afegão se fazia passar por "refugiado adolescente" (Euronews, Daily Mail)

França: homem joga carro contra aeroporto de Lyon: "Eu fui enviado por Alá"
Um homem não identificado pela polícia, mas descrito como tendo uma "condição psicológica frágil", roubou um carro e entrou na pista do aeroporto de Lyon, entre os aviões em movimento, levando ao fechamento do mesmo. Ele foi preso após perseguição. (ConnexionFrance)

França: homem "gritando Allahu Akbar" dirige carro contra multidão na França antes de ser jogado no chão por espectadores
Um homem de 32 anos foi preso no sul da França depois de dirigir seu carro em direção a uma multidão de 50 pessoas em frente a um bar na manhã de sexta-feira. O carro bateu antes ferindo apenas duas pessoas. A multidão, em seguida, perseguiu e bateu no suspeito, que estava gritando Allahu Akbar. (Daily Mail)

Alemanha: afegão esfaqueia três em Baden-Wuerttemberg
afegão, de 21 anos, requerente de asilo, esfaqueou outros dois requerentes de asilo (ambos sírios, de 19 e 20 anos) em um ponto de ônibus, e depois esfaqueaou várias vezes um homem de 52 anos que tentou para-lo com uma cadeira de restaurante. Um deles corre risco de vida. O promotor acha que ele tem problemas mentais (swr).

  
Israel: árabes presos por suspeita de iniciarem incêncio na reserva Einot Tzukin, próximo ao Mar Morto
O incêndio provocou a queima de 60 hectares de vegetação. Os 3 árabes foram presos com material incendiário (Israel National News). 


Liberdade de Expressão e Blasfêmia - Exemplos

Paquistão: Tribunal sentencia homem à morte por blasfêmia
A polícia paquistanesa disse que um tribunal condenou um muçulmano à morte depois de considerá-lo culpado de usar comentários depreciativos contra o Islã e suas figuras religiosas. Sob a lei paquistanesa, a blasfêmia contra o Islã é punível com a morte. (nytimes)


Mesquitas: lugar de oração ou central de operação?

Bélgica: mesquita saudita próxima à sede da União Européia apreendida pelo governo belga sob suspeita de extremismo
A Grande Mesquita de Bruxelas é a mesquita mais antiga da capital belga e um dos mais proeminentes edifícios islâmicos da Europa, e serve como sede do Centro Islâmico e Cultural da Bélgica. Era propriedade da Arábia Saudita (Breitbart).

Alemanha: Erdogan abre mega-mesquita financiada pelo governo turco em Colônia
Ela é controlada pela sombria organização religiosa Ditib, do governo turco, que vem sendo acusada de promover radicalismo e espionagem.  (Breitbart)

França: polícia invade centro islâmico xiita que oferece apoio a organizações terroristas
Cerca de 200 policiais invadiram a sede do Zahra Centre France, em um subúrbio de Dunquerque, e as casas de seus líderes como parte dos procedimentos de "prevenção do terrorismo", disseram autoridades regionais em um comunicado. (breitbart)

Agência canadense suspende e multa grande caridade islâmica por ter "fornecido recursos" a militantes armados A Agência da Receita do Canadá disse que suspendeu a Sociedade Islâmica da América do Norte-Canadá (ISNA-Canadá) por um ano a partir de 12 de setembro e ordenou que a instituição beneficente de Mississauga pagasse uma multa de 550 mil dólares. os auditores do governo alegaram que o ISNA-Canadá "falhou em realizar qualquer devida diligência significativa" quando transferiu US $ 136.000 para a região devastada pela guerra da Caxemira, onde o militante Hizbul Muhajideen vem combatendo as tropas indianas. (globalnews)

Muçulmanos desejam Sharia -Exemplos

Oração islâmica na rua é sinal que o pior está por vir: o exemplo do Egito
Leia o artigo no blog.

Paquistão: Rabi Pirzada, cantora pop paquistanesa, queria deputado holandês morto por blasfêmia
A cantora é toda "moderninha." Mas no fundo, muçulmanos querem a lei islâmica Sharia, que proibe qualquer representação de Maomé. Geert Wilders iria fazer uma competição de desenhos de Maomé, mas cancelou. Mesmo assim, ela disse: “Fazer caricatura do Profeta (Maomé) é o pior ato de terrorismo. Os criadores de esboços devem ser enforcados imediatamente." (sim, para ela, um desenho é pior do que explodir inocentes). De onde ela aprendeu isso? Do Tablighi Jamaat, uma organização militante islâmica. O Paquistão está cheio delas, e elas atuam em diversas partes do mundo. Vocês se lembram dos "missionários" muçulmanos paquistaneses rodando o Brasil ano passado? (OPIndia)

Austrália: imã ignora lei australiana; "vocês, cães, eu cuspo na sua cruz"
Um clérigo muçulmano da austrália começou a limpar um terreno de forma ilegal. Ao ser descoberto ele alegou que, por serem muçulmanos, o seu grupo está acima da lei (Daily Mail).

Holanda: sociólogo disfarçado descobre que "os salafistas holandeses não têm lealdade à democracia"
Por três anos, o sociólogo Mohammad Soroush se disfarçou com salafistas na Holanda. Salafistas são muçulmanos que desejam viver como as primeiras gerações de muçulmanos, os salafis. (Tundra Tabloids)

Canadá: muçulmanos xiítas praticam auto-flagelação nas ruas de Toronto
Eles lamentam a morte do terceiro califa Ali. Ao se auto-flagelarem eles dizem que estão prontos para enfrentar os inimigos do islão, ou seja, estão prontos para a guerra (jihad) e se tornarem "mártires" (aqueles que morrem matando).




Perseguição Cristãos: Parte 1Parte 2
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
A Bacia do Eufrates Preenchido com os Ossos dos Armênios - Foto dos Arquivos Nacionais da Noruega
Leia artigo no blog.

Síria: autoridades curdas fecham quatro escolas cristãs em Qamishli
As forças curdas fecharam quatro escolas ortodoxas sírias e armênias nas cidades de Qamishli, Darbasiya e Derik (nordeste da Síria), informa o Conselho Mundial de Arameus (WCA), acusando as milícias curdas Ypg de agirem em ilegalmente. Fiéis e padres foram às ruas para protestar. Os siríacos acusam os curdos de violar os direitos humanos sob o silêncio da comunidade internacional. (AsiaNews)

Egito: ataques de manifestantes muçulmanos forçam o fechamento de oito igrejas coptas que aguardam alvará definitivo.
A lei islâmica proibe a contrução ou reforma de igrejas. Recentemente, o governo deu igualdade de tratamento com as mesquitas, permitindo que elas operam mesmo com alvará provisório. Mas a turba islâmica não concorda e os conflitos acontecem. (worldwatchmonitor)

Egito: vida das mulheres cristãs no Egito é o inferno
No início deste ano, uma jornalista copta do sexo feminino chamada Engy Magdy escreveu um editorial, publicado pelo site de notícias católicas baseado emm Nova York, The Tablet, documentando como a vida das mulheres cristãs no Egito era "o inferno". (Christian Post)
"Para ser uma mulher em um país onde a maioria das pessoas vê as mulheres como uma desgraça e, na melhor das hipóteses, olham para elas de um ponto de vista sexual, é um fardo pesado, mas ainda pior quando você é uma mulher cristã."
"A maioria das mulheres muçulmanas no Egito usam um hijab (o véu islâmico) e, portanto, as outras que não usam o véu são cristãs. Isso significa que o homem egípcio acha que tem o direito de assediá-la, simplesmente porque a vê como uma prostituta e um descrente."
EUA: pastor iraniano, ex-muçulmano, preso por compartilhar seu testemunho
Ramin Parsa estava visitando o Shopping da América, em Bloominghton, Minesota, uma cidade que possui um grande número de somalis. Ele fugiu do Irã onde ele foi perseguido por ser cristão ex-muçulmano. Ele conversava com duas mulheres "somali-americanas." Elas perguntaram se ele era ex-muçulmano, e ele disse que sim. Uma outra pessoa passando ao largo ouviu a conversa e acusou-o de assédio para dois guardas (a notícia não detalha se o acusador e os policiais eram muçulmanos). Ele foi preso. Ramin Parsa disse que ele era um pastor, no que os guardas responderam: "nós já prendemos pastores antes." Enquanto isso, as duas mulheres "somali-americanas" queriam saber por que ele estava sendo preso. Eles disseram: "por que ele é cristão." (PJMedia)

Etiópia: a situação dos cristãos na fronteira da Etiópia com a Somália se agravou muito este mês
Relatórios iniciais apontam que 15 pastores foram mortos e pelo menos 19 igrejas cristãs queimadas ou vandalizadas. O número de vítimas fatais pode chegar a 50 na região. Em junho, 20 cristãos foram mortos na região fronteiriça. (Renovamídia, WWMonitor)

Nigéria: cristãos temem que o fechamento dos campos de refugiados os deixem à mercê do Boko Haram
Os cristãos internamente deslocados no nordeste da Nigéria manifestaram receio de voltarem para casa para votar nas eleições (em Fev 2019) apesar da crise contínua causada pela operação da milícia islâmica Boko Haram. O governo insiste que a situação está sob controle e está fechando os campos. A insurgência do Boko Haram causou a morte de mais de 20.000 pessoas, mais de 4.000 mulheres e meninas foram raptadas e mais de 2 milhões de pessoas foram forçadas a deixar suas casas. (Christian Today)

Itália: muçulmanos atiraram cristãos ao mar em barco de imigrantes
A polícia italiana anunciou a detenção de 15 muçulmanos acusados "assassínio múltiplo agravado devido a ódio religioso" por terem causado a morte de 12 cristãos que se encontravam na mesma embarcação no meio do Mediterrâneo. (Expresso)

Síria: sobrevivente relata tortura de 300 crianças cristãs pelo Estado Islâmico
(Express)

Níger: Padre italiano sequestrado durante a noite perto da fronteira sul
Padre Pier Luigi Maccalli trabalhava em Bomaga há 11 anos como membro da Sociedade das Missões Africanas (SMA), uma organização missionária católica romana. (Channel New Asia)

Paquistão: Menina cristã jogada da janela após a rejeição da proposta de casamento de traficante muçulmano
Uma cristã de apenas 18 anos, com base em Karachi, foi atirada do segundo andar de sua própria casa por se recusar a casar com um muçulmano local que administra uma rede de tráfico de pessoas. Ela teve sua espinha dorsal e ossos da perna deslocados e quebrados. O traficante foi preso, porém sua gangue está ligada a um partido político que impõe muito poder sobre as pessoas na área. (BPK)

Paquistão: muçulmanos tacam fogo na casa de família cristã. "Vocês serão mortos se retornarem"
Os donos, Bashir Masih, 72, e sua esposa Grace Bibi, 68, se aposentaram há cerca de três anos como faxineiros do Hospital Gujar Khan Tehsil Headquarters e gastaram seu pacote de aposentadoria na construção desta casa. Na casa ainda moravam seus quatro filhos, noras e 11 netos. Desde que eles se mudaram, eles têm sido agredidos de toda forma pelos seus vizinhos, adeptos da "religião da paz." Eles foram finalmente expulsos da casa com a roupa do corpo e espancados. Foram parar no hospital e deram queixa na polícia. Mas a polícia é toda muçulmana e eles são cristãos. Nada acontece. Várias organizações de direitos humanos disseram que estão procurando ajudar os Masihs, mas por enquanto a família permanece nas ruas. (worldwatchmonitor). Vídeo mostra o desespero da família ao perder tudo: https://youtu.be/RbrvjYjVUsA

República Centro-Africana: Cristãos massacrados em ataque islâmico
As vítimas, 42 pessoas, principalmente mulheres, foram baleadas ou cortadas com machetes até a morte enquanto retornavam de suas fazendas para o bairro predominantemente cristão de Bria, no centro do país. A cidade é o local do PK3, o maior campo de deslocados internos (IDP) do país.  Pelo menos uma estava grávida. O massacre foi atribuído aos membros da Frente Popular da Renascença da África Central (FPRC), uma das quatro facções do grupo rebelde Séléka (christiantoday).

Quênia: Al-Shabaab executa 2 cristãos após forçar passageiros de ônibus a recitar declaração islâmica de fé
Os militantes do Al-Shabaab forçaram os passageiros a apresentar seus cartões de identificação e os separaram por nomes muçulmanos e cristãos. Eles forçaram os não-muçulmanos a recitar a Shahada, ou a declaração de fé islâmica (algo que os torna muçulmanos - conversão forçada). Os únicos cristãos que se recusaram foram mortos.  (conversão ou morte). (christianpost)

Quênia: cristãos apedrejados até a morte por jihadistas do Al Shabaab enquanto trabalhavam
Jihadistas do Al Shabaab foram mortos dias atrás. Então, uma turba muçulmana se reuniu e resolveu matar cristãos como represália. Os três cristãos eram pedreiros e estavam construindo uma casa (Christian Post).

Moçambique: Doze aldeões são mortos por um grupo pró-Sharia, incluindo dois que são queimados vivos
Outros 14 ficaram feridos em um ataque de extremistas em uma vila de uma região rica em gás do norte de Moçambique. Uma das vítimas também foi decapitada e os agressores queimaram 55 casas. De acordo com pesquisadores acadêmicos, o grupo extremista quer impor a lei da Sharia na província de maioria muçulmana (Tribune).

Indonésia: Igreja em Jambi fechou por rejeição dos muçulmanos residentes nos arredores
Igreja Metodista Kanaan em Jl. Lingkar Barat Tiga no distrito de Kota Baru, foi fechada pela Agência da Ordem Pública, atendendo a reclamações dos vizinhos muçulmanos. Outras duas igrejas estão previstas para serem fechadas. Uma carta amplamente divulgada em Jambi afirmava que cerca de mil moradores se reuniram em uma mesquita próxima para protestar contra as três igrejas (Jakarta Post). 


Perseguição Judeus (Boletim de Anti-Semitismo)
"Lute contra aqueles que não acreditam em Alá ou no Último Dia, que não proíbem o que foi proibido por Alá e Seu Mensageiro, e  que não reconhecem a Religião da Verdade (islão), mesmo que sejam do Povo do Livro (cristãos e judeus), até que paguem o imposto tributo jizyah em submissão, sentindo-se subjugados e humilhados. "[Outra tradução diz:] "paguem o imposto em reconhecimento da nossa superioridade e do seu estado de sujeição". (Alcorão 9:29)
EUA deixam de considerar descendentes dos refugiados palestinos como refugiados e cortam ajuda a UNRWA
Leia artigo do blog.

Suécia: Governo financia o antissemitismo
Artigo em português elenca várias instâncias onde o governo sueco ou municipalidades financiam, direta ou indiretamente, a propaganda islamista anti-seminta (Gatestone).

Paraguai volta atrás e retira sua embaixada de Jerusalém
O país resolveu relocar a embaixada em Tel Aviv. O Paraguai não aguentou a pressão da Organização da Cooperação Islâmica. E para tornar esta decisão mais vexaminosa e humilhante, uma embaixada da Autoridade Palestina será aberta em Assunção. Agora me diga, quem tem mais influência no mundo, os judeus ou os muçulmanos? (AA)

Primeiro-ministro de Israel diz que a ONU é uma organização anti-semítica e pró-islâmica inútil e tendenciosa dominada por nações muçulmanas e árabes
Ele tem razão. A Assembléia Geral da ONU elegeu Catar, Congo e Paquistão para seu principal órgão de direitos humanos, juntando-se a membros já existentes, como Arábia Saudita, China, Cuba e Venezuela. Os países que praticam as leis da Sharia foram escolhidos para serem cães de guarda dos direitos humanos.  (Vídeo do discurso do primeiro-ministro Netanyahu na Assembléia Geral da ONU)





.➽

domingo, 14 de outubro de 2018

Denunciada possível influência do Irã na eleição em favor de Haddad (PT-PCdoB) - Cristãos do Oriente Médio ameaçados

Twitter de Walid Phares, Especialista em Segurança Nacional e Política Externa da Fox News, menciona a interferencia do Irã na eleição presidencial no Brasil.

O Hezbollah atua na América do Sul e tem pontas de lança na Venezuela e na fronteira tríplice entre Brasil, Argentina e-Paraguai, com conexão com o PCC, no tráfico de armamentos pesados e drogas.

Com certeza, a eleição de Bolsonaro irá refletir negativamente nas ações criminosas deste grupo terrorista internacional, que é financiado pelo governo do Irã. Para eles, é preciso que Haddad seja eleito.

A tradução da primeira notícia:
"Fontes brasileiras afirmam #IranRegime está se intrometendo nas eleições presidenciais especialmente no segundo turno.  #Teerã perderia influência se @jairbolsonaro for eleito. Pró #Irã  #Beirute e redes de #Damasco estão mobilizando suas comunidades no #Brasil para #Haddad 
#JairBolsonaro"
A tradução da segunda notícia:
Fontes cristãs do Oriente Médio estão advertindo que #Irã e seus aliados no Iraque, Síria e Líbano, estão colocando pressão sobre Igrejas nestes países para influenciar o (Conselho Nacional dos Bispos do Brasil) para quebra de neutralidade da CNBB na eleição para Presidente do Brasil contra #JairBolsonaro 
@ FoxNews 

A conexão islâmica com o PT-PCdoB torna-se aparente.

O PT tornou o Brasil no quintal de todos os governos e regimes que não prestam.


quinta-feira, 4 de outubro de 2018

As eleições e a islamização do Brasil. Como usar seu voto?

Estamos a pouco dias das eleições para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual. Como reconciliar o seu voto com o interesse em bloquear a islamização do Brasil? Isto é o que discuto neste breve artigo. Nele, irei me focar nos dois candidatos que lideram as pesquisas, e que mais provavelmente farão o segundo turno, se for este o caso: Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Hadad (coligação PT-PCdoB). Eu irei me ater nos históricos dos dois candidatos e na plataforma das duas campanhas, mesmo sabendo-se que plataformas são, em geral, superficiais.

Com respeito à plataforma e ações passadas de cada candidato e seus respectivos partidos, que brechas podem ser exploradas por aqueles que desejam infiltrar aspectos da lei islâmica na nossa sociedade, distorcendo lentamente a nossa cultura e modo de vida?

A nossa conclusão é que, dentre estas duas opções, o candidato Bolsonaro parece ser o único capaz de impor políticas que defendam o Brasil deste inimigo que passa desapercebido pela maioria da população.


Fernando Hadad e Manuela D'Ávila 
Coligação Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Comunista do Brasil (PC do B)

Todos nós conhecemos o PT, e, depois de quatro mandatos presidenciais (14 anos no poder) e  controle da máquina administrativa federal, fica difícil encontrar alguém que não nutra uma opinião formada sobre o PT. Contudo, vamos ver a plataforma da coligação PT-PCdoB.

A primeira coisa que me chama atenção é que a plataforma do PT-PCdoB é toda voltada ao Lula. O presidente será o Lula. Lula é o centro e o foco. Mesmo sem ser candidato, a eleição de Hadad levará Lula de volta ao poder e comando do país.

Capa da Plataforma: está claro que a coligação PT-PCdoB deseja levar Lula de volta ao poder

A plataforma do PT/PCdoB dá a entender que a política exterior do Brasil seria internacionalista. Ela menciona, como vitória exemplar, duas ações internacionais do governo Lula:
"A assinatura da Declaração de Teerã, mediada por Brasil e Turquia, demonstrou a possibilidade de resolver a questão do programa nuclear iraniano por meio do diálogo. Da mesma forma, o reconhecimento do Estado da Palestina foi um ato corajoso que indicou o único caminho possível para a Paz no Oriente Médio."
Na verdade, a tentativa de Lula no conflito da Síria foi um fracasso, servindo apenas para aproximar o Brasil de dois regimes islâmicos, Turquia e Irã, que estão entre os maiores desrespeitadores dos direitos humanos do mundo. Para piorar, o Irã mantém o grupo terrorista internacional Hezbollah, que atua na América do Sul (inclusive no Brasil) e está ligado ao tráfico de drogas e armas.

E o reconhecimento de um país que não existe, a Palestina, serve apenas para fortalecer os grupos que detêm o poder sem qualquer tipo de legitimidade: a Autoridade Palestina (antiga Organização para a Libertação da Palestina (OLP), e o Hamas. Estes grupos, que controlam a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, respectivamente, foram eleitos pela primeira, e única vez, em 2006 (sendo que o Hamas consolidou o poder de modo violento em 2007). Desde então, os mesmo líderes detém o poder. O Hamas é um grupo terrorista derivado da Irmandade Muçulmana e financiado pelo Irã. Ao se recusarem a reconhecer o Estado de Israel, tanto a Autoridade Palestina quanto o Hamas se tornaram no maior empecilho à paz no Oriente Médio.
"É fundamental igualmente fortalecer as relações de amizade e parceria com a África, continente-mãe da Nação brasileira, e com os países árabes, com os quais mantemos interesses comuns e relações amistosas."
Esta frase,  aparentemente inócua, retrata o desejo de se expandir o relacionamento com os países do Golfo, todos eles riquíssimos. Toda a ação destes países vem com uma condição associada: a construção de uma mesquita, visando a "disseminação da cultura árabe e islâmica". Ou seja, propagar o islamismo.

No tocante a defesa da soberania do Brasil e suas fronteiras, a plataforma do PT-PCdoB parece implementar o que estabelece a (infame) Lei da Migração. Por exemplo:
"Lula promoverá o direito dos migrantes por meio de uma Política Nacional de Migrações e reconhecerá, de forma ampla, os direitos de refugiados." [grifos do texto original]
 Serão implantadas ações voltadas para a saúde das mulheres, pessoas negras, LGBTI+,  idosos, crianças, juventudes, pessoas com deficiência, população em situação de rua, população privada de liberdade, imigrantes, refugiados e povos do campo, das águas e das florestas. [grifo nosso] 
A plataforma (página 29) se refere ainda a "migrantes" como parte do "público com direitos violados", e prevê a criação de um Programa Emergencial de Emprego" visando "migrantes, entre outros", incorporando "as famílias em condição de pobreza sem acesso ao Bolsa família."

Vamos lembrar que o membros do PT e do PCdoB foram fundamentais na elaboração, trâmite a aprovação da Lei de Migração, que, em termos efetivos, abriu as fronteiras do Brasil para qualquer estrangeiro que queira se mudar para o Brasil, a qualquer momento e por qualquer motivo. Deve-se salientar que a Lei da Migração, conforme aprovada pelo Congresso, se encaixa dentro de um plano internacional capitaneado pela ONU: o Compacto Global para a Migração. Isso nada mais é do que criar uma legislação internacional para forçar os países do ocidente, dentre eles o Brasil, a aceitarem a imigração em massa de muçulmanos.

(Lembre-se: o maior bloco votante na ONU é a Organização da Cooperação Islâmica - que promove o califado global - com o apoio de diversos paises "progressistas" tais como a Coréia do Norte, e, lamentavelmente nos últimos anos, o Brasil também - desde Lula até o "governo golpista" de Temer.)

O Brasil não precisa participar disso. Vários países europeus estão se negando. Mas o governo PT-PCdoB vai abraçar esta "lei da ONU" por ser internacionalista.

Foto da capa do documento da ONU Global Compact for Immigration

E, finalmente, a plataforma diz ainda que:
"As ações de educação para as relações étnico-raciais e as políticas afirmativas e de valorização da diversidade serão fortalecidas." 
Valorização da diversidade é um prato cheio para o estabelecimento do islamismo no Brasil. Veja bem a lógica tortuosa: nós não somos diversos pois temos poucos muçulmanos; precisamos ter mais muçulmanos para atingirmos a "diversidade" (independente do fato dos países muçulmanos trucidarem suas minorias, sejam cristãos, hindus, budistas, ateus ou LGBT). E se você discordar disso você é islamófobo, racista e xenófobo e deve ser preso ou punido de algum modo (por exemplo, ser processado e gastar seu dinheiro no processo, mesmo que nada aconteça no final, ou perder o seu emprego).

Podemos também olhar para atitudes que membros do PT e do PCdoB tomaram em apoio ao islamismo. Por exemplo, O PCdoB registra várias manifestações de apoio aos grupos terroristas palestinos, e chama Israel de terrorista, prestando homenagem a líderes terroristas do Hamas mortos por Israel.


Em diversas oportunidades nos últimos 10 anos, eu escreví sobre ações de apoio ao islamismo no Brasil. Vou citar alguns deles como exemplo (existem muito mais artigos e exemplos):


Os argumentos feitos no artigo escrito quatro anos atrás, A eleição e a postura do novo governo frente à islamização do Brasil, ainda é válido no tocante ao PT.

Fernando Haddad é homenageado pela comunidade árabe islâmica em São Paulo


Partido Social Liberal (PSL): Jair Bolsonaro e Mourão Filho

Programa do PSL, de Jair Bolsonaro, é bem mais direto. Destacamos:
"c) políticas de proteção às nossas fronteiras"
Apesar da Lei de Migração não ser mencionada no programa, ela já foi assunto de críticas por parte diversos deputados que apoiam Bolsonaro.
"j) combate à censura, ao constrangimento e aos desequilíbrios morais e sociais decorrentes do discurso “politicamente correto”;"
O "Politicamente Correto" advém do Marxismo Cultural, e permite o silenciamento da crítica séria e fundamentada ao islamismo e à lei islâmica sob os gritos de "Islamofobia!" Ou seja, o PSL é à favor da liberdade de expressão em sua plenitude!
"6. Conservadorismo: Conservador é aquele que respeita e deseja preservar as instituições (família, entidades religiosas, polícia, Poder Judiciário, entre outros) e costumes, de modo geral."
Do jeito que estamos, um pouco de conservadorismo não irá fazer mal. Na verdade, mais do que nunca, precisamos valorizar a nossa cultura, herança religiosa e modo de vida.

E existem também diversas declarações do candidato Bolsonaro que o definem como um nacionalista, na linha dos líderes europeus que estão resistindo à islamização, como os líderes da Áustria, Polônia, República Tcheca, Eslováquia, Hungria e Itália.

Acho que no momento, precisamos de políticos que amem o Brasil e estejam dispostos a defendê-lo. Não existe outra alternativa.


Um alerta sobre a renovação do Senado Federal e da Câmara dos Deputados

A Lei de Migração citada anteriormente, que tem criado todos os problemas que enfrentamos nas fronteiras. Ela foi aprovada pela maioria dos Senadores. Dos 81 senadores, apenas 4 votaram contra, a saber: Ronaldo Caiado, José Medeiros, Magno Malta e Romário. Desses somente Magno Malta deve permanecer no Senado.

Agora tramitam leis que dão direito a eleição e voto para estrangeiros não naturalizados. Isso é um ataque direto na nossa cidadania e também um perigo à nossa cultura e modo de vida.

Precisamos nos empenhar em renovar  a Câmara e o Senado.

Precisamos de Senadores fortes contrários ao antigo jogo do Foro de São Paulo e contra o lobby das ONGs da ONU. A renovação é importante.

Partidos que participam do Foro de São Paulo. Não votem neles.

1. Partido Democrático Trabalhista – PDT
2. Partido Comunista do Brasil – PCdoB
3. Partido Comunista Brasileiro – PCB
4. Partido Patria Livre – PPL
5. Partido Popular Socialista – PPS
6. Partido Socialista Brasileiro – PSB
7. Partido dos Trabalhadores – PT

E evite o PSOL também.