sábado, 18 de maio de 2019

BBC admite, perseguição cristã "em níveis próximos de genocídio"

Um amigo brincou comigo mais cedo quando mostrei a ele: “Eu nunca vi isso acontecer, talvez a BBC esteja se gabando agora que o genocídio está garantido”. Isso torna a BBC “islamofóbica” agora? não, eles conseguiram publicar isso sem mencionar a causa, “honesto Guv, eles simplesmente desapareceram”. Claro que eu brinco com desconforto e horror, cheio de raiva. Estou mais acostumado a escrever artigos “base de conhecimento” bastante técnicos, então me perdoe.

Artigo transcrito do Jihad Watch
A perseguição aos cristãos em partes do mundo está próxima dos níveis de “genocídio”, segundo um relatório encomendado pelo ministro das Relações Exteriores, Jeremy Hunt.
O relatório , liderada pelo bispo de Truro, reverendo Philip Mounstephen, estimou que uma em cada três pessoas sofre de perseguição religiosa.
O relatório descobriu que os cristãos são o grupo religioso mais perseguido.
Hunt disse que achava que o "politicamente correto" havia desempenhado um papel na questão não sendo confrontado.
O relatório interino disse que o principal impacto dos “atos genocidas contra os cristãos é o êxodo” e que o cristianismo enfrenta a “extinção” de partes do Oriente Médio.
Ele alertou que a religião "corre risco de desaparecer" em algumas partes do mundo, apontando para números que afirmavam que os cristãos na Palestina representam menos de 1,5% da população, enquanto no Iraque caíram de 1,5 milhão antes de 2003 para menos de 120 mil. 
1,5 milhão para 120.000 em 15 anos, ainda não é o suficiente para contar como genocídio para a BBC. 

A obscenidade de que isso seja permitido é tão vil quanto qualquer outro genocídio, havia tantos avisos para aqueles que faziam o esforço de olhar, assim como vinham da Alemanha na década de 1930. Não vou destacar nenhum ator político específico, houve muitos envolvidos em diferentes graus. A maioria das igrejas do ocidente tem se preocupado mais com o bem-estar de outras minorias e crenças.

Este relatório que eles usam como fonte já vem há muito tempo, só foi comissionada há menos de 18 meses e acabará sendo mais um “o que aconteceu” ao invés de um “o que podemos fazer”, muito pouco e muito até tarde.

“A evidência mostra não apenas a expansão geográfica da perseguição anticristã, mas também sua crescente severidade”, escreveu o Bispo.
“Em algumas regiões, o nível e a natureza da perseguição estão chegando perto de atender a definição internacional de genocídio, de acordo com o adotado pela ONU.”
ministro das Relações Exteriores  encomendou o relatório no dia depois do Natal, em 2018, em  meio a um protesto pelo tratamento de Asia Bibi, uma mulher cristã que enfrentou ameaças de morte após ser absolvida de blasfêmia no Paquistão.
Suas descobertas vieram depois que 359 pessoas foram mortas e mais de 500 ficaram  feridas em ataques em hotéis e igrejas no Sri Lanka  no domingo de Páscoa.
Hunt, que está em uma turnê de uma semana na África, disse que achava que os governos estavam "adormecidos" com a perseguição aos cristãos, mas que este relatório e os ataques no Sri Lanka haviam "acordado todos com um enorme choque".
Tivemos um comentarista muçulmano no site ontem trazendo a velha mentira do genocídio palestino, claro, mas a verdade é que exatamente o oposto acontece na Palestina, pois o número de palestinos têm crescido exponencialmente, ao passo que, uma das mais antigas comunidades cristãs do mundo, desde o berço de Jesus desapareceu. A vítima falsa que está cometendo o mesmo crime que ele acusa os outros de cometerem.
Ele acrescentou: “Eu acho que há uma preocupação equivocada de que seja de alguma forma colonialista falar sobre uma religião que estava associada a potências coloniais, em vez dos países em que marchamos como colonizadores.

'Atmosfera de politicamente correto'

“Isso talvez tenha criado um constrangimento em falar sobre essa questão - o papel dos missionários sempre foi controverso e, acho, também levou algumas pessoas a se afastarem desse assunto.
Missionários? Os cristãos iraquianos e sírios vivem lá por 2000 anos. Será que a BBC resolveu falar sobre colonos e missionários numa tentativa de desviarem a atenção? 
“O que esquecemos nessa atmosfera do politicamente correto é que os cristãos que estão sendo perseguidos são algumas das pessoas mais pobres do planeta.”
Em resposta ao relatório, a presidente do Conselho de Deputados dos Judeus Britânicos, Marie van der Zyl, disse que os judeus foram muitas vezes os alvos de perseguição e eles sentiam pelos cristãos que sendo discriminados com base em sua fé.
“Seja em regimes autoritários, ou fanatismo mascarado na forma errada da religião, relatórios como o lançado hoje nos lembram que há muitos lugares em que os cristãos enfrentam níveis terríveis forma de violência, abuso e assédio”, disse ela.
Bem, para os livros de história, o “Aviso” da BBC pode ser encontrado aqui , e eu vou salvar um arquivo caso eles o modifiquem aqui.


3 comentários:

J.Matias disse...

Ao verdadeiro homem de Deus, a todo aquele que é nascido de Deus, da água e do espirito nada destas perseguições, são de admiração, elas estão bem patentes nas sagradas escrituras, como sinal dos últimos tempos.Prescisamos de entendimento na razão destes acontecimentos. Há muito que esta Europa abandonou o Deus verdadeiro...Cristo Jesus o crucificado...sendo assim O próprio Deus está deliberando, consentindo nestas invasões por povos pagãos, que nunca conheceram O Caminho a Verdade e a Vida, Ele mesmo o Cristo Glorificado, que esteve entre nós na figura de homem há dois mil anos nesta terra. Esta Europa tem tido a liberdade de escolha, e tem regeitado os favores de Deus, semearam ventos vão colher grandes tempestades. Deus mesmo está irado, como acontecia, nos tempos com seu povo antes conhecido...Israel.Lhes enviava outros povos para os incitar á ira e serem destruidos, visto abandonarem os seus estatutos e mandamentos.Esta Europa está se entregando a toda a sorte de iniquidades do mais grave que há memória, diante da face de Deus. Quanto a este Reino Unido, brada aos céus o desprezo que o mesmo governo agora intenta contra todos os chamados cristãos...o final desta nação, já profetizado há cem anos, logo após uma invasão de etnias estranhas, a esta Europa, esta mesma nação seria destruída, e só ficaria poucos para testemunharem o sucedido, assim como uma oliveira quando é varejada, e poucas azeitonas ficam para o rabisco. Esta nação outrora visitada por Deus, e seu povo temente a Deus, agora viraram em descrédito ao mesmo Deus apoiando os pagãos e perseguindo os poucos cristãos existentes. Tome bem atenção: que sabia ele; esse profeta de etnias estranhas? Elas aí estão, e os exemplos são flagrantes presentemente. vamos pois aguardar, guerras civis foram descritas logo após estas invasões, por toda a Europa.É tempo de o povo acordar do sono da morte..existe um só Deus e Senhor, Ele é Jesus o Cristo, o Messias prometido, Ele mesmo vingará seu povo escolhido nos quatro cantos da terra. Não falo de religiões, mas sim do Criador dos céus e da terra.Ele está atento a tudo que o homem intenta contra os seus escolhidos, nos quatro cantos da terra.Vamos aguardar pelos acontecimentos, e testemunhar esta propfecia, se a mesma acontecer esse homem falou da parte de Deus, o contrário será falso profeta.Tudo leva a crer que será verdadeiro dado aos acontecimentos destas invasões, estes invasores estão arrastando tudo á sua volta, até leis deles mesmos já estão patentes, num país que nunca os conheceu, e ainda por cima com o apoio dum governo ímpio, descrente a toda a força, do Deus todo poderoso.

Tech Mundos disse...

Que Deus seja conosco!

Tech Mundos disse...

Que impere o verdadeiro amor em cristo a todos nos...